meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Lafepe sai na frente com autorização para internalizar Clozapina

    | Saúde

     lafepe

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deferiu na sexta-feira, dia 24, em favor do Lafepe, a internalização da produção do antipsicótico Clozapina, em comprimidos de 25mg e 100mg. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, dia 27.

    “Isso significa que o Lafepe se efetiva como o primeiro laboratório público a concluir todas as etapas de uma Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP)”, comemora o presidente do Lafepe, Roberto Fontelles.

    Ainda em meados deste ano, serão internalizadas outras duas PDPs referentes à Quetiapina (comprimido revestido de 25mg, 100mg e 200mg) e à Olanzapina (comprimido revestido de 5mg e 10mg). Com a internalização das PDP´s, a produção de medicamentos do Lafepe passará dos atuais 100 milhões de comprimidos, por ano, para 270 milhões.

    PDP -  Trata-se de parceria que envolve a cooperação entre instituições públicas e privadas para o desenvolvimento, transferência e absorção de tecnologia e capacitação produtiva em medicamentos estratégicos para atendimento às demandas do Sistema Único de Saúde (SUS). No Lafepe, o procedimento reconhecido pelo Ministério da Saúde (MS) é realizado em parceria com o laboratório Cristália.

    Assuntos: anvisa, lafepe, clozapina, pdp, roberto fontelles, quetiapina, olanzapina,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Saúde e Educação também são prioridades na liberação de investimentos no Sertão de Itaparica

    | Educação, Saúde, Trânsito

    Entre as ações anunciadas no segundo dia do Pernambuco em Ação, estão um convênio com o hospital municipal e a inauguração de três quadras

    PETROLÂNDIA - Visando fortalecer a Rede Pública de Saúde, o governador Paulo Câmara assinou, nesta sexta-feira (24.03), durante o segundo dia do Pernambuco em Ação, um convênio com a Prefeitura de Petrolândia para garantir um repasse de R$ 2,4 milhões para o Hospital Municipal Dr. Francisco Simões. Os recursos, que serão repassados mensalmente até dezembro deste ano, vão fortalecer a atuação da unidade de saúde, que oferece atendimento de urgência, ginecologia e obstetrícia, beneficiando cerca de 250 pacientes por dia.

    Para o secretário de Saúde, Iran Costa, o investimento na rede vai fortalecer os serviços da unidade. “A ação faz parte de um plano que a pasta tem, junto ao Governo Paulo Câmara, de melhorar algumas microrregiões, principalmente no âmbito materno-infantil. Dessa forma, garantimos o parto e o melhor atendimento às crianças”, considerou o gestor. Por mês, a unidade realiza uma média de 20 partos.

    Educação - A passagem do governador no Sertão de Itaparica também contou com a entrega de três quadras que fazem parte do Programa Quadra Viva: uma na Escola Maria Emília Cantarelli (do município de Belém de São Francisco); uma na EREM João Batista de Vasconcelos (do município de Tacaratu); e a quadra coberta da Escola Delmiro Gouveia (do município de Petrolândia). As ações beneficiarão 1.023 estudantes.

    O investimento total na construção dos equipamentos foi da ordem de R$ 1,2 milhão, sendo R$ 281 mil para coberta da quadra da Escola Emília Cantarelli; R$ 323 mil para cobertura da quadra da Escola Delmiro Gouveia; e R$ 606 mil para construção e cobertura da quadra da EREM João Batista de Vasconcelos. Também foram entregues certificados aos alunos do Sertão de Itaparica que participaram do Programa Ganhe o Mundo (PGM).

    “Hoje, foi um dia realmente especial, pois, embora não haja o peso de um anúncio de uma nova obra, fizemos a entrega de algumas quadras já concluídas. Os equipamentos vão beneficiar vários municípios da Região”, destacou o secretário de Educação, Fred Amâncio.

    FEM - O governador do Estado também liberou R$ 307.055,32 de recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) para a melhoria da infraestrutura dos municípios de Tacaratu e Jatobá. Direcionado para a reforma e ampliação da Praça Francina Maria de Araújo, no Distrito de Caraibeiras, em Tacaratu, foi liberado o montante de R$ 80.442,00. Já para Jatobá, o valor de R$ 226.211,85 servirá para a pavimentação asfáltica da cidade.

    Durante o evento, também foram entregues  Carteiras de Habilitação Nacional (CNH) por meio do Programa Popular de Formação de Condutores – CNH Popular. Moradores do Sertão de Itaparica já foi beneficiado com 359 carteiras.

    Foto: Aluísio Moreira/SEI
    Cidades: Belém de São Francisco, Petrolândia, Tacaratu
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de Pernambuco, Saúde, Educação
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara investe R$ 35 milhões no Sertão de Itaparica no segundo dia do Pernambuco em Ação

    | Economia, Social, Saúde, Emprego, Agricultura

    Segundo dia do Pernambuco em Ação

    PETROLÂNDIA - O governador Paulo Câmara continuou anunciando liberações de recursos e entregas no segundo dia do Pernambuco em Ação, no Sertão de Itaparica, nesta sexta-feira (24.03). Cerca de R$ 35 milhões estão sendo investidos em toda a Região direcionados para as áreas de Saúde, Infraestrutura, Educação e Recursos Hídricos. Para o chefe do Executivo estadual, o Seminário é a chance de rever as ações a serem realizadas para melhorar as condições de vida dos pernambucanos.

    “É com ações e com trabalho que vamos continuar a avançar. Vamos resolver e minimizar os gargalos. As ações que estão sendo anunciadas e entregues hoje dão novos passos para, entre outras coisas, enfrentarmos a seca e entregarmos o sistema de abastecimento de água de Petrolândia”, afirmou Paulo Câmara. O chefe do Executivo estadual também destacou a importância do Seminário. “O Pernambuco em Ação nos dá a chance de mostrar o que fizemos, mas, principalmente, de pactuar novas ações para o futuro, pois sabemos que muito tem que ser feito ainda. Saio daqui com o dever de casa de ver outras questões para melhorar a condição de vida das pessoas da Região”, concluiu.

    Entre os investimentos,  em parceria com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o governador Paulo Câmara autorizou o lançamento do edital de licitação para o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Distrito de Caraibeiras. A obra, que terá um aporte de R$ 16 milhões e atenderá mais de dez mil pessoas, será composta por três bacias de esgotamento, através do assentamento de 39 quilômetros de rede coletora, ramais de calçada e emissários; construção de três estações elevatórias e de estação de tratamento de esgotos. A ideia é que, assim que for dada a Ordem de Serviço, a obra fique pronta em 24 meses.

    No total, R$ 2,2 milhões foram liberados pelo chefe do Executivo estadual, via Ordem de Serviço, para implantação do Sistema de Abastecimento de Água no município de Petrolândia, sendo R$ 1,7 milhões de execução de serviços e R$ 500 mil de aquisição de materiais por meio de ata de registro de preços. A obra, que beneficiará quatro mil pessoas, consiste na implantação integral de um sistema de abastecimento de água para os habitantes do bairro Nova Esperança. Com a entrega, a população contará com fornecimento de água diretamente em suas casas.

    “Estamos enfrentando o sétimo ano consecutivo de seca no Sertão de Pernambuco, então o anúncio do Sistema de Abastecimento de Água é muito importante para a Região. Com relação à licitação, o edital da obra, que vai beneficiar mais de dez mil pessoas, estará no Diário Oficial do Estado já na próxima segunda-feira”, afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

    Leite - Os trabalhadores rurais do Sertão de Itaparica também foram beneficiados com o investimento de cerca de R$ 7 milhões do Governo do Estado. Desse total, R$ 1.466.935,00 foram direcionados para a  aquisição de 620,5 mil litros de leite ao longo de 2017, através do Programa Leite de Todos. A liberação  beneficiará 1.724 famílias e gerar renda para os produtores de leite garantindo a segurança nutricional de crianças. Em 2016, foram distribuídos, na Região, 309.792 litros de leite/ano pelo Programa, no valor de R$ 681.095, beneficiando 340 famílias por ano.

    PAA - O governador Paulo Câmara também autorizou o início da distribuição de alimentos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o montante foi de R$ 640 mil para adquirir 262 mil quilos de alimentos para toda a Região, beneficiando 6.550 pessoas. No Sertão de Itaparica, em 2016, o PAA distribuiu 244.181,86 quilos de alimentos, fornecidos por 326 agricultores, beneficiando 6.050 mil pessoas. Totalizando R$ 882.572,24 em investimentos.

    Piscicultura - Para ampliar a renda das famílias, o governador Paulo Câmara assinou quatro convênios no valor de R$ 1.475.384,33 para a implantação de projetos produtivos para a cultura do peixe em tanques-rede. Os convênios contemplam as Associações dos Aquicultores de Petrolândia (Petrolândia), das Mulheres Guerreiras do Sítio Umburanas (Jatobá), de Santo Antonio do Coité (Itacuruba), e Agropecuária e Comunitária do Distrito de Ibó (Belém do São Francisco). Seis dos projetos de piscicultura em tanques-rede foram inaugurados durante o segundo dia do Pernambuco em Ação, totalizando um investimento de R$ 1.531.752,78 e beneficiando associações de Jatobá e Petrolândia.

    Para o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Nilton Mota, as ações dão melhores condições de vida para os agricultores familiares do Sertão de Itaparica. “O conjunto de atividades vai ajudar as produções de leite, alimento e para a cultura da criação de peixes da Região, que recebeu, ao todo, R$ 7 milhões”, avaliou o gestor.

    Foto: Aluísio Moreira/SEI

    Cidades: Belém de São Francisco, Itacuruba, Jatobá, Petrolândia
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de Pernambuco, Sertão de Itaparica, Compesa
    Compartilhe: Link para o post:
  • Reforço de R$ 2,4 milhões para Hospital no Sertão do Pajeú

    | Saúde

    A unidade, que atende seis cidades da Região, vai triplicar a quantidade de partos realizados, passando dos atuais 200 para mais de 600 anualmente

    AFOGADOS DA INGAZEIRA – O Governo de Pernambuco fortalece a rede de saúde pública do Sertão do Pajeú com a assinatura de um convênio com a Prefeitura de São José do Egito para o repasse de R$ 2,4 milhões direcionados ao Hospital Municipal Maria Rafael de Siqueira. Também foi anunciado o Edital de Seleção de uma Organização Social (OS) para assumir a administração do Hospital Regional Emília Câmara, localizado em Afogados da Ingazeira, visando garantir a excelência no atendimento à população. Os anúncios aconteceram durante a primeira rodada do Pernambuco em Ação, realizada nesta quinta-feira (23.03).

    "Foram dois protocolos importantes realizados hoje. Uma ação terá o investimento de R$ 2,4 milhões para o hospital de São José do Egito. A outra será a mudança de gestão do hospital que se tornou referência na assistência materno-infantil.  Pernambuco já aplicou essa medida em outras instituições e o resultado tem sido muito positivo para a população", frisou o secretário de Saúde, Iran Costa. O gestor destacou que os funcionários que trabalham no Emília Câmara continuarão no hospital, independente do processo de Organização Social.  

    Com os recursos, o Hospital Municipal Maria Rafael de Siqueira, que atende seis cidades da Região, vai triplicar a quantidade de partos realizados, passando dos atuais 200 por ano para mais de 600 anualmente. A unidade é referência para os municípios de São José do Egito, Brejinho, Itapetim, Tabira, Tuparetama e Santa Terezinha nas especialidades de obstetrícia, pediatria, cirurgia geral e clínica médica.

    Gestão - No que se refere à mudança do modelo de gestão do Hospital Regional Emília Câmara, a previsão é para o mês de abril, quando a Secretaria Estadual de Saúde (SES) publicará o Edital de Seleção de uma Organização Social (OS) para assumir a administração da unidade. A expectativa é que a mudança ocorra em três meses. Além de atender os moradores de Afogados da Ingazeira, o Emília Câmara é referência para a população dos municípios de Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixabá, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira e Tuparetama.

    Estiveram presentes secretários de Estado; os deputados estaduais Isaltino Nascimento (líder do Governo), Rogério Leão, Waldemar Borges, Laura Gomes, Lucas Ramos, Ricardo Costa, Diogo Moraes e Rodrigo Novaes; e os deputados federais Kaio Maniçoba, João Fernando Coutinho, Fernando Monteiro e Gonzaga Patriota.

    Cidades: Afogados da Ingazeira, Brejinho, Itapetim, Santa Terezinha, São José do Egito, Tabira, Tuparetama
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de Pernambuco, Hospital Municipal Maria Rafael Siqueira, Secretário de Saúde
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara abre o Pernambuco em Ação com investimentos na infraestrutura de todo o Sertão do Pajeú

    | Economia, Educação, Saúde, Agricultura, Administração

    Abertura do primeiro dia do Pernambuco em Ação

    Ao todo, serão investidos R$ 12,7 milhões nas áreas de Saúde, Educação, Agricultura, Infraestrutura e Recursos Hídricos

    AFOGADOS DA INGAZEIRA - O governador Paulo Câmara abriu, nesta quinta-feira (23.03), a primeira rodada do Pernambuco em Ação com uma série de anúncios e entregas no Sertão do Pajeú. Ao todo, serão investidos R$ 12,7 milhões nas áreas de Saúde, Educação, Agricultura, Infraestrutura e Recursos Hídricos. O Seminário visa dialogar com a população para repactuar as metas das macrorregiões. Esse primeiro encontro contemplará, ainda, os municípios de Petrolândia, no Sertão de Itaparica, e Arcoverde, no Sertão do Moxotó.

    “Tive a satisfação de vir ao Sertão do Pajeú entregar obras, dialogar com a população e divulgar o que o Governo de Pernambuco vem realizando. O conjunto de ações aqui foi mostrado: no âmbito da água, da infraestrutura, da saúde e da educação”, afirmou Paulo Câmara, ressaltando que essas ações acontecerão em todas as regiões do Estado. “Encerro o Pernambuco em Ação no Pajeú sabendo que ainda há muito a ser feito, mas com a certeza de que as ações que já fizemos mostram um caminho correto em favor do Estado. Pernambuco está de pé e sabe aonde quer chegar”, concluiu.

    FEM - A liberação de R$ 1.156.152,00 pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) para a execução de obras e ações em municípios da Região foi bastante festejada pelo público que lotou o Centro de Convenções do Hotel Brotas, onde aconteceu o seminário. Ao todo, sete municípios do Pajeú serão beneficiados com os recursos. São eles Tabira, Santa Cruz da Baixa Verde, Flores, Carnaíba, Serra Talhada, Tuparetama e São José do Egito.

    Terão os recursos do FEM: a reforma e ampliação da praça central do Distrito de Jatiúca (Santa Cruz da Baixa Verde); a construção de pátio de eventos (Flores); a pavimentação com paralelepípedos graníticos (Tabira); a perfuração de poços e construção de pavimentação em paralelepípedos (Carnaíba); a reforma das praças e canteiros (Serra Talhada); ampliação e reforma do hospital (Tuperatama); e a perfuração e instalação de poços tubulares em rochas cristalinas (São José do Egito).

    Durante o evento, o secretário de Planejamento e Gestão (Seplag), Márcio Stefanni, apresentou um balanço dos dois anos da gestão de Paulo Câmara, sobre obras realizadas, em andamento e previstas na região do Pajeú. A apresentação deu a real dimensão da presença do governo do Estado na região em áreas estratégicas como recursos hídricos, desenvolvimento rural, infraestrutura, transporte, saúde, educação entre outros.

    Agricultor familiar e apicultor, José Laurindo da Cruz, de 68 anos, mora no município de Carnaíba e esteve na primeira rodada do Pernambuco em Ação. Ele avaliou como positiva a ida do governador Paulo Câmara à Região. “É muito importante porque a gente pode conhecer mais do trabalho realizado pelo governador e sempre que ele vem ao Pajeú ele anuncia algo bom para a gente”, afirmou o trabalhador rural. “Nossa vida tem melhorado bastante com as ações do Governo. Agora, por exemplo, temos água encanada na porta de casa”, afirmou.

    Estiveram presentes secretários de Estado; os deputados estaduais Isaltino Nascimento (líder do Governo), Rogério Leão, Waldemar Borges, Laura Gomes, Lucas Ramos, Ricardo Costa, Diogo Moraes e Rodrigo Novaes; e os deputados federais Kaio Maniçoba, João Fernando Coutinho, Fernando Monteiro e Gonzaga Patriota.

    Foto: Aluísio Moreira/SEI



    Cidades: Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Floresta, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada, São José do Egito, Tabira, Tuparetama
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de pernambuco, Sertão do Pajeú
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara anuncia construção de novo Hospital Geral para reforçar saúde do Sertão do Pajeú

    | Saúde

    Hospital de Serra Talhada

    Governador lançou, nesta quinta-feira, em Serra Talhada, o edital de licitação para elaboração do projeto da nova unidade, que terá capacidade para realizar cerca de 460 internamentos por mês

    SERRA TALHADA - Mais um passo importante foi dado pelo Governo de Pernambuco para a melhoria da saúde dos sertanejos. Em visita ao Sertão do Pajeú nesta quinta-feira (23.03), o governador Paulo Câmara visitou o terreno onde será construído, em Serra Talhada, o Hospital Geral do Sertão (HGS), às margens da BR-232. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual autorizou o lançamento do edital para a elaboração do projeto do novo equipamento, que contará com um investimento de R$ 35 milhões e terá capacidade para realizar 462 internamentos por mês. A previsão é de que as obras tenham início em janeiro de 2018 e sua finalização aconteça em dezembro do mesmo ano.

    “Vamos buscar ampliar o serviço e, ao mesmo tempo, ter na região uma unidade de referência, diminuindo a distância entre os serviços médicos ofertados no Estado, principalmente nos atendimentos de urgência e emergência. O intuito de construir aqui, em Serra Talhada, foi estratégico pela sua posição geográfica, pela consolidação de um polo médico que já existe. Ele será fundamental para melhorar a qualidade do serviço público de saúde e atender uma demanda que hoje existe”, pontou o governador.

    Paulo destacou a importância das parcerias na construção de uma gestão de sucesso e que chegue a todos. “A gente espera entregar essa obra até o final de 2018, e a gente espera ter condições de melhorar os serviços ofertados e de saber que os desafios da saúde não se restringem apenas à construção de hospitais, mas à eficácia do atendimento, das boas parcerias do Estado com o município. E é isso que a gente vai continuar fazendo por uma saúde melhor para todos”, cravou.

    Quando concluída, a unidade irá atender uma demanda média de 462 internamentos por mês. A estrutura vai contemplar cinco salas de cirurgia, 60 leitos de internamento e dez leitos de UTI, com possibilidade de expansão para um total de 120 leitos de internamento e 20 leitos de UTI. Ao todo, serão 8 mil m² de área construída, com possibilidade de expansão para 12 mil. O atendimento ambulatorial contará com as especialidades de traumato-ortopedia, clínicas geral, cardiológica, neurológica e cirurgia geral.

    Para o secretário estadual da Saúde, Iran Costa, a nova unidade vai atender anseios antigos da população. “Serão 75 leitos ofertados para receber os pacientes, equipamentos modernos e eficientes que vão atender uma área muito demandada na região, que é a traumatologia. Será um hospital moderno, que vai assistir a população de Serra e do Pajeú com mais agilidade e eficiência”, frisou o gestor.

    Além de Serra Talhada, o HGS abrange os municípios de Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, e Triunfo. O que representa uma população de mais de  236 mil habitantes, que serão beneficiados com o funcionamento do novo hospital. “Essa obra será um divisor de águas para a saúde do Pajeú, que sente a falta de um equipamento como esse, bem estruturado e moderno. Serra terá uma nova perspectiva a partir de agora”, afirmou o prefeito Luciano Duque.

    ESTRUTURA – O terreno de 30 mil m², que será utilizado para a instalação do HGS, foi doado pela empresa Duarte Construções S.A, através de uma parceria com o Estado. O diretor administrativo Germano de Sá Barreto ressaltou que o repasse foi fruto de um planejamento de dois anos que contou com um estudo de desenvolvimento urbano que pensa a longo prazo. “É uma satisfação para todos nós poder fazer parte desse grande empreendimento hospitalar, que vai contemplar tantos sertanejos que necessitam desses atendimentos”, disse.

    ATENDIMENTO - Atualmente, o município de Serra Talhada é atendido pelo Hospital Professor Agamenon Magalhães (Hospam). Referência na região nas áreas de ortopedia, pediatria, clínica geral e obstetrícia, a unidade realiza por mês cerca de 7 mil atendimentos na emergência geral. Disponibilizando atendimento de média complexidade, conta com aparelhos de ultrassonografia, raio-x, eco-cardiografia, consultório de cardiologia, consultório de oftalmologia de última geração e geradores, além de um heliponto. A excelência dos serviços torna o hospital capaz de receber pacientes até de outros estados, devido à localização geográfica privilegiada.

    Além do Hospam, a cidade conta com uma Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE), que completou três anos de funcionamento nesta semana. O serviço oferta, em um mesmo espaço, consultas com especialistas e exames. Somente em 2016, o equipamento realizou mais de 43 mil consultas médicas, 16 mil consultas com profissionais não médicos, cerca de 90 mil exames e 10 mil sessões de fisioterapia. Nos últimos dois anos, cerca de 100 profissionais concursados ainda foram chamados para otimizar a assistência aos usuários do SUS.

    EDUCAÇÃO - Durante o ato, o governador assinou a ordem de serviço para a construção de quadra poliesportiva na Escola Methódio de Godoy Lima, dentro do programa Quadra Viva. Para esta obra, o Estado vai investir R$ 390 mil, com prazo de conclusão de 90 dias. O equipamento vai atender cerca de 1,2 mil alunos da unidade.

    Fotos: Aluisio Moreira/SEI

    Cidades: Serra Talhada
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de Pernambuco, Hospital Serra Talhada
    Compartilhe: Link para o post:
  • Dia Mundial de Combate à Tuberculose tem atenção do HMA

    | Saúde


    Cerca de 10 milhões de novos casos de tuberculose são notificados, por ano, em todo o mundo, levando mais de um milhão de pessoas à morte. No Brasil, a doença representa um sério problema de saúde pública, atingindo 70 mil pessoas, com uma taxa de óbito na casa dos 4,5 mil. Com o objetivo de conscientizar a população em relação ao impacto da tuberculose no mundo e divulgar as estratégias de prevenção e controle da doença, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou, em 1982, o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, em homenagem aos 100 anos do anúncio do bacilo causador da doença, ocorrido em 24 de março de 1882, pelo médico Robert Koch.

    No Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista, uma palestra deve mobilizar acompanhantes de pacientes internados na unidade, no próximo dia 24, às 10h. O coordenador da Clínica Médica do HMA, Fábio Queirogae a assistente social, Rayanne Cardona, serão os palestrantes. De acordo com o médico, a tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, que afeta principalmente os pulmões. Pessoas com Aids, diabetes, insuficiência renal crônica, idosas doentes, alcoólatras, dependentes de drogas e fumantes são mais propensas a contrair a doença. “A transmissão da tuberculose é direta, de pessoa para pessoa. O doente lança pequenas gotas de saliva ao falar, espirrar ou tossir, e essas gotículas são aspiradas por outra pessoa”, explica dr. Fábio.

    Comumente, a tuberculose é confundida com uma gripe, por exemplo, e evolui durante três a quatro meses sem que a pessoa infectada saiba. Fábio Queiroga alerta: “é nesse período que a doença é transmitida para outras pessoas. É preciso ficar atento aos sintomas da tuberculose, que vão desde a tosse seca ou com secreção por mais de três semanas, até febre, rouquidão e falta de apetite”.

    Para evitar a tuberculose é necessário imunizar as crianças no primeiro ano de vida com a vacina BCG, pois protege contra as formas mais graves da doença. Já o diagnóstico precoce continua sendo a melhor forma de prevenir a transmissão da doença, iniciando o tratamento adequado o mais rápido possível. Com 15 dias após iniciado o tratamento, a pessoa já não transmite mais a doença. O tratamento deve ser feito por um período mínimo de seis meses, diariamente e sem nenhuma interrupção. A prevenção inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar. A tuberculose não se transmite por objetos compartilhados. O tratamento só termina quando o médico confirmar a cura total do paciente.



    Assuntos: tuberculose, saúde, Dia Mundial de Combate à Tuberculose, Hospital Miguel Arraes
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco se consolida como destaque no cenário nacional de transplantes

    | Saúde

     

    Estado é 1º no N/NE nos procedimentos de coração, medula óssea, rim e pâncreas. Para ampliar doações, Central de transplantes começa nesta terça (14.03) curso de atualização com residentes

    Pernambuco é terceiro lugar no Brasil e primeiro no Norte e Nordeste no número de transplantes de coração e de medula óssea. O Estado ainda é o primeiro no N/NE nos procedimentos de rim e pâncreas.  O resultado foi divulgado pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO). Para ampliar as doações, Pernambuco ainda inicia, nesta terça (14.03), no auditório do Hospital Barão de Lucena (HBL), curso de atualização para residentes sobre diagnóstico de morte encefálica e de seguimento de todas as etapas necessárias até a doação.

    “Nosso Estado é referência nacional em transplantes. Temos equipes capacitadas na captação dos órgãos e tecidos e para a realização dos procedimentos. Para continuarmos nesse caminho, é imperativo o investimento intensivo em treinamento e capacitação das equipes envolvidas no processo de doação e do quadro funcional dos hospitais com perfil notificante bem estabelecido, além da sensibilização de toda a população para a causa, já que precisamos da autorização dos familiares para efetivar esse ato de solidariedade com o próximo”, afirma a coordenadora da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE), Noemy Gomes.

    DADOS – Em 2016, Pernambuco realizou 38 transplantes de coração. Apesar de ser o terceiro no número de procedimentos no Brasil, o quantitativo foi 16% menor do que o mesmo período de 2015, com 45 transplantes. Em relação à medula óssea, foram 187, 20% a menos do que 2015 (233).

    Já no caso do rim, Pernambuco é primeiro no N/NE e sexto no Brasil, com 287 transplantes, número 17% menor do que 2015 (344). No caso de pâncreas, foram 6, 100% maior do que 2015 (3). Outro dado é o de transplantes de córnea, segundo do N/NE e quinto do Brasil, com 827 procedimentos, quantitativo 39% maior do que o mesmo período de 2015 (594).

    “Tivemos um aumento de 8,7% no número de transplantes gerais, em relação a 2015. Contudo, houve um decréscimo de 13,8% nos transplantes de órgãos sólidos: coração, fígado, rim e pâncreas. Por isso, iniciamos neste mês de março uma série de cursos de atualização com os residentes de enfermagem e multiprofissionais do primeiro e segundo ano. A doação de órgãos e tecidos nas unidades hospitalares é um processo complexo e composto por várias etapas, que começa com a identificação precoce de potenciais doadores, a realização do diagnóstico de morte encefálica, a adequada manutenção hemodinâmica do possível doador e a entrevista de seus familiares. Quanto mais pessoas capacitadas para seguir todas as normas necessárias para efetivar esse ato, maior nossas chances de possibilitarmos a doação e, com isso, diminuir a fila de espera”, afirma Noemy.

    ATUALIZAÇÃO – O primeiro curso de atualização com residentes será nesta terça-feira (14.03), a partir das 8h30, no auditório do Hospital Barão de Lucena, no Recife. As atividades envolverão residentes de enfermagem da unidade e do Hospital Getúlio Vargas, além dos preceptores. Ao todo, cerca de 30 pessoas assistirão à aula. As atividades fazem parte de parceria da CT-PE com a Coordenação de Residência Multiprofissional da UFPE (Coremu/UFPE) e a diretoria Geral de Educação em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

    Durante o curso, que terá carga horária de 8 horas, serão abordados os critério e protocolo de diagnóstico de morte encefálica, manutenção do potencial doador de órgãos, validação do potencial doador de órgãos e tecidos, comunicação de más noticias e entrevista familiar para doação de órgãos e tecidos.

    "Nesse momento, iniciamos a primeira turma junto à UFPE, mas a proposta é atingir o maior número possível de residentes médicos e multiprofissionais do Estado, reconhecendo a importância do tema para a formação desses novos especialistas, bem como para a qualificação da assistência à saúde", diz a diretora geral de Educação em Saúde da SES, Juliana Siqueira.

    No próximo dia 04.04, o curso será voltado para os residentes multiprofissionais do Hospital das Clínicas (HC) e seus preceptores, com 40 vagas, e no dia 11.04, para os residentes de enfermagem do HC, com 30 vagas.

    “A Coremu da UFPE ressalta a extrema importância dessa parceria, pois consideramos a residência o padrão ouro da formação de especialistas para que tenhamos bons profissionais no Sistema Único de Saúde e na rede privada. Com isso, será possível contribuir na identificação precoce dos possíveis doadores, realizar o manejo correto do paciente e também o contato humanizado com os familiares”, afirma a coordenadora da Coremu/UFPE, Mariana Petribú.

    DADOS DE 2016 - Em 2016, foram realizados 1.465 transplantes em Pernambuco, um crescimento de 8,7% em relação a 2015, com 1.348 procedimentos. O maior destaque foi para os procedimentos de córnea. Durante todo o ano passado, foram realizados 827 transplantes de córnea em Pernambuco. O quantitativo é 39% maior do que os procedimentos realizados em 2015, que totalizam 594.

    Em relação aos órgãos sólidos (coração, fígado, rim e rim/pâncreas), houve uma queda de 13,8%, saindo de 516, em 2015, para 445, em 2016. 

    DADOS DE 2017 - Nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, foram realizados 246 transplantes em Pernambuco, 1 a mais do que o mesmo período de 2016. O destaque fica por conta dos transplantes de coração, que passaram de 4 nos primeiros dois meses de 2016 para 10 em 2017, uma ampliação de 150%. 

    FILA DE ESPERA - Atualmente, Pernambuco possui 1.215 pacientes aguardando por um órgão ou tecido. O maior quantitativo é para um rim, com 805 pacientes, seguido de córnea (284), fígado (84), medula óssea (26), coração (12) e rim/pâncreas (4).


    Assuntos: saude, transplantes, abto
    Compartilhe: Link para o post:
  • UPAE faz doação de alimentos a creche em Garanhuns

    | Saúde

     UPAE Garanhuns

    A UPAE Garanhuns fez a entrega de alimentos não perecíveis, no final de fevereiro, à Creche Lar Eterna Aliança, situada na Rua Pedro Galvão, 210, Bairro Francisco Figueira, no município. A instituição atende 85 crianças, manhã e tarde, e conta com apoio da prefeitura municipal e de doadores para a sua manutenção. O Lions Clube Cidade das Flores foi convidado pela UPAE, e também contribuiu com as doações.

    A entrega foi feita pelos coordenadores da UPAE, Tayana Guerra e Leandro Moura, a assistente administrativa Giseli Alves, e por representantes do Lions, Ronaldo Cesar e José Paulo Silva, que visitaram as instalações da creche, salas, refeitório, inclusive conversando com as crianças, que prepararam uma recepção especial, mostrando trabalhos realizados na "escolinha" da creche. 

    "Realizamos recentemente uma campanha que arrecadou brinquedos, roupas e alimentos. O CEAC, abrigo do estado, foi o beneficiado, mas os alimentos resolvemos destinar à creche, que estava em recesso, e assim que reabriu recebeu os donativos" - registra Tayana Guerra, coordenadora de enfermagem da UPAE Garanhuns.

    Para saber mais:

    UPAE Prof. Antônio Simão dos Santos Figueira
    Rodovia BR 423 km 96,8 - Magano - Garanhuns - PE
    Coordenação Geral: Dr. Gustavo Amorim
    Fone: (87) 3764.9000

    Assuntos: upae garanhuns, creche lar eterna aliança, entrega de alimentos não perecíveis
    Compartilhe: Link para o post:
  • CIAPPI promove ação especial para idosas em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

    | Saúde

    Mullher

    Música, prestação de serviços de saúde, orientação jurídica e emissão gratuita da 2ª via de documentos civis. Assim foi a celebração pelo Dia Internacional da Mulher, na manhã desta quarta-feira (08/03), durante ação promovida pelo Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), da Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), órgão vinculado a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SDJH). A programação, que reuniu idosos e idosas, no Centro de Convivência Anos Dourados, no bairro de Ouro Preto, em Olinda, contou com a participação do secretário-executivo de Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo, da equipe técnica do CIAPPI, além da deputada estadual Laura Gomes e representantes da Prefeitura de Olinda, parceira na ação.

    A celebração da data com recorte e olhar especial para a população idosa foi defendida pelo secretário-executivo Eduardo Figueiredo. “Essa é uma data que representa, de forma simbólica para cada um de nós, a luta das mulheres. E para quem milita na área de direitos humanos é significativo fazer esse recorte da mulher idosa que, nesta fase da vida, em razão da sua vulnerabilidade, necessita de políticas públicas de enfrentamento à violação dos seus direitos", explica. Coordenadora do CIAPPI, Sandra Jucá explica o formato do evento. “Para além dos serviços de saúde e documentação civil, levamos também alegria nesse dia de homenagem à mulher, principalmente a mulher idosa”.

    Moradora da localidade há 49 anos, a aposentada Selma Maria da silva, 64 anos, aproveitou a ocasião para emitir gratuitamente, através do programa Balcão de Direitos, da SEDH, a 2ª via da sua certidão de nascimento. “A minha já estava bem velhinha e estava precisando para dar entrada na minha carteira do idoso. Eu estava com dificuldade de tirar porque nos cartórios tem que pagar e aqui é de graça”, comemorou. Já a aposentada Josefa Delfino, 67 anos, deu provas de que a idade não é uma condição limitante. Embalada pela apresentação da banda da Política Militar de Pernambuco, parceria no evento, a idosa “caiu no paço do frevo” e foi só elogios a iniciativa. “Foi maravilhoso porque a gente se animou, desopilamos um pouco, saímos da rotina de tomar conta de casa”, disse sorridente.

    Quem também aprovou a programação especial do Dia da Mulher foi a vendedora Giovana Machado, de 49 anos, que aproveitou para usufruir do serviço de orientação nutricional. “Já fiz todas as medições e agora vamos ver o que preciso fazer para diminuir o peso porque o meu maior interesse é fazer uma alimentação saudável e emagrecer um pouquinho. Está sendo maravilhoso esse evento”, parabenizou. Roseli Melo Florêncio da Silva, 41 anos, aproveitou a ocasião para emitir a 2ª via do seu Registro Geral (RG). “Achei maravilhoso esse trabalho para gente acessar nossos direitos. Isso comprova que a cada dia mais dos órgãos públicos estão tendo essa atenção especial com a mulher. Nós, mulheres, nos sentimos valorizadas”, elogiou.

     
    Assuntos: ciappi, dia da mulher, sedh, sdjh, centro de convivência anos dourados,
    Compartilhe: Link para o post: