Governo do estado de
Pernambuco

Blog

Publicado: Domingo, 13 Novembro 2022 11:19

Governo do Estado inicia nova etapa das obras de triplicação da BR-232, no Curado

Desenvolvimento
O Governo de Pernambuco, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), continua avançando com as obras de triplicação da BR-232, no acesso à RMR, no bairro do Curado. Nesta  segunda-feira (14.11), será iniciada uma nova etapa dos serviços com a interdição da alça de acesso à BR-101, no sentido Interior/capital, e o tráfego será desviado por um trajeto de dois quilômetros. As intervenções são necessárias para que seja executada a implantação da pavimentação em concreto armado na pista principal, em um trecho com extensão de 500 metros (no Km 4,8). O prazo previsto para conclusão dessa etapa é de vinte dias. 
 
Durante o período, os veículos que trafegarem pela BR-232, no bairro do Curado, no sentido Recife, com destino ao Ceasa ou à Zona Sul da RMR, deverão seguir em frente pela pista principal; entrar na alça à direita após a descida do viaduto; seguir pela pista central da BR-101, sentido Paulista até a Reitoria da UFPE, onde fará o retorno no giradouro embaixo dos viadutos; e seguir pela pista lateral no sentido Ceasa e Zona Sul. 
 
O trajeto do desvio tem aproximadamente dois quilômetros e foi sinalizado com placas informativas para orientar os motoristas. Também haverá sinalização noturna nos pontos da interdição. Funcionários da obra estarão no local para orientar os condutores.
 
As obras de triplicação da BR-232 contemplam um trecho de 6,8 quilômetros, no no bairro do Curado. Elas foram iniciadas em março deste ano, com prazo previsto para serem concluídas em um ano. As ações são executadas pelo DER sob coordenação da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra) e têm parceria com a Prefeitura do Recife. A iniciativa conta com investimento de R$ 100 milhões. 
 
Quando concluída, a obra da BR-232 vai melhorar a fluide naquele segmento da via, por onde circulam diariamente cerca de 67 mil veículos, além de fortalecer a mobilidade urbana, reduzindo o tempo do trajeto de uma hora para 25 minutos nos horários de pico.