Governo do estado de
Pernambuco

Blog

 
Objetivo do certame é estimular e fortalecer a produção crítica de conhecimento sobre as relações de gênero
 
O governador Paulo Câmara entregou, nesta terça-feira (30.11), as premiações da 12ª edição do Concurso Naíde Teodósio de Estudos de Gênero, promovido pela Secretaria da Mulher do Estado. O evento ocorreu no auditório do Museu Cais do Sertão. O prêmio tem como objetivo principal estimular e fortalecer a produção crítica de conhecimentos sobre as relações de gênero, contribuindo para a promoção dos direitos das mulheres em sua diversidade.
 
“É sempre bom a gente entregar premiações como essa, uma forma de simbolizar um trabalho que está sendo feito e que, a partir de iniciativas semelhantes, conseguem agregar em torno dessa temática que é tão importante”, destacou Paulo Câmara. Foram submetidos 668 trabalhos, entre redações, relatos e projetos de experiências, vídeos, artigos de graduação, e de pós- graduação de todas as regiões do Estado. Ao todo, foram 45 premiados – instituições de ensino, estudantes, professores e pós-graduados – que vão receber 26 tablets, oito kits de publicações da Fundarpe, seis viagens para congressos nacionais, R$ 20 mil para premiação de roteiro para vídeo documentário, R$ 39 mil (R$ 15 mil para graduação e R$ 24 mil de pós-graduação), além de assinaturas da revista Continente e diplomas.
 
Os prêmios foram viabilizados por meio de parcerias com as secretarias de Educação e Esportes, de Ciência, Tecnologia e Inovação e de Planejamento e Gestão, além da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE).
 
No mesmo evento, o governador assinou a ordem de serviço para contratação de uma empresa de engenharia para obras de ampliação da Casa Abrigo Marici Amador, no Sertão do São Francisco, e um termo de compromisso para lançamento do edital de requalificação do Centro Metropolitano Júlia Santiago, no Recife.
 
Participaram da entrega do prêmio a primeira-dama Ana Luiza Câmara; as secretárias estaduais Ana Elisa Sobreira (Mulher) e Ana Selva (Executiva de Desenvolvimento da Educação); a secretária da Mulher do Recife, Glauce Medeiros;  os presidentes da Cepe, Ricardo Leitão, e da Fundarpe, Marcelo Canuto; Bianor Teodósio, neto da médica e pesquisadora Naíde Teodósio; e as deputadas estaduais Gleide Ângelo e Laura Gomes.
 
 

Programa que prevê o transporte de pessoas com deficiência motora em vans adaptadas retoma as atividades nesta segunda-feira

O governador Paulo Câmara lançou, na manhã desta segunda-feira (18.10), a versão reformulada do PE Conduz, programa que prevê o transporte de pessoas com deficiência motora para atendimentos médicos e de lazer em vans adaptadas. O serviço retoma suas atividades em novo formato de atuação e com vagas abertas para inclusão de novos usuários. Com 35 veículos adaptados, a frota teve sua capacidade ampliada, garantindo agora espaço para quatro usuários de cadeira de rodas e seus acompanhantes em cada van.

“A gente fica feliz de poder retomar esse programa tão importante, que completou dez anos. Vamos seguir disponibilizando o serviço para quem precisa, tanto aqui na Região Metropolitana como no interior do Estado. São 35 equipamentos novos e, aos poucos, vamos vendo a demanda para seguir avançando com o programa”, afirmou Paulo Câmara.

A equipe da Superintendência Estadual da Pessoa com Deficiência (SEAD) realizou visitas sociais às mais de 600 pessoas atendidas pelo serviço para atualizar as informações cadastrais. A partir de novembro, o programa abrirá novas vagas. O processo será realizado no site da Secretaria de Desenvolvimento Social Criança e Juventude (SDSCJ), através do link www.sdscj.pe.gov.br. A equipe conta com nove teleatendentes, que estarão disponíveis para que os usuários possam agendar, reagendar ou cancelar as consultas e solucionar outros tipos de demandas. É possível entrar em contato com a Central de Atendimento pelo número 0800.281.0312, de segunda a sexta-feira, das 5h às 22h, ou através do WhatsApp, pelo número (81) 998167-1850.

O programa foi criado durante a gestão do ex-governador Eduardo Campos, em 2011, e segue funcionando gratuitamente no Grande Recife e nos polos do Agreste Central, nas Zonas da Mata Norte e Sul e no Sertão do São Francisco. Nos fins de semana, são promovidas rotas de lazer para pontos turísticos e de entretenimento do Estado, além do transporte para eventos fixos do calendário estadual, como a Fenearte, e projetos de inclusão, como o Praia sem Barreiras, Camarote da Acessibilidade e Bike sem Barreiras. Nessa nova versão, a rota de lazer será aberta também ao público que não é usuário cadastrado do programa.

O secretário de Desenvolvimento Social Criança e Juventude, Sileno Guedes, destacou que a nova versão do PE Conduz foi pensada para seguir facilitando a locomoção dos usuários e assegurar aos pernambucanos com deficiência a possibilidade de acesso a todos os espaços e serviços. “Graças à sensibilidade do governador, conseguimos renovar essa frota para dar mais tranquilidade a quem utiliza o serviço diariamente. São veículos novos e adaptados, o que permitiu que se ampliasse o número de vagas. Dessa forma, vamos garantir o serviço que era prestado, mas ampliando a capacidade e beneficiando mais pessoas”, explicou.

“Quando soube que ia voltar, achei uma beleza. Sem o serviço, a gente sai de casa, mas não é a mesma coisa. É uma oportunidade de fazer o que precisamos, fazer a rota de lazer e conhecer gente nova. E com isso a gente sabe que vai e volta com todo conforto e segurança, isso é muito importante”, comemorou João Carlos Tobias Pereira, 35 anos, usuário do programa.

 

 

Programa promove a inserção social, capacitação pessoal e profissional, afastando os jovens da violência

O Governo de Pernambuco iniciou, neste sábado (09.10), um novo ciclo de oficinas do Juventude Presente, com um evento na Escola Técnica Estadual Ginásio Pernambucano. O programa, voltado para adolescentes e jovens até 29 anos, promove a inserção ou reinserção social, capacitação pessoal e profissional. Na primeira fase, foram mais de nove mil atendimentos nas 472 oficinas de capoeira, grafite, danças, futebol, entre outras, reduzindo em 12,5% o envolvimento de jovens nos indicadores de crimes violentos letais intencionais (CVLIs) consumados e 47,5% nos CVLIs tentados, segundo dados do Pacto Pela Vida, que considera os 55 territórios em que ocorre o programa.

“Os resultados estão aparecendo. É um trabalho que ainda tem muito a ser feito, mas o grande entusiasmo é fazer com que a nossa juventude sonhe e acredite que é possível mudar, melhorar e que aposte no que é mais importante. É com educação, com esporte, com cultura que a gente vai mudar Pernambuco e as futuras gerações estarão muito mais preparadas”, destacou Paulo Câmara.

O Juventude Presente contou com apoio da Cooperação Pernambuco - convênio formado entre o Governo do Estado e três agências internacionais: ONU-UNODC, PNUD e ONU-Habitat, além do Instituto Igarapé. A parceria proporciona conhecimento e metodologias inovadoras e integradas para as políticas de prevenção à violência. Também foi fundamental na formulação do marco lógico do programa.

No evento, jovens das comunidades beneficiadas se apresentaram em uma Ação de Cidadania, que reuniu serviços de regularização de documentos (RG, certidões, CPF, habilitação, entre outros), renegociação de dívidas da Compesa, informações sobre serviços de assistência social (carteira do idoso, Bolsa Família e mais), verificação da saúde (testes rápidos, aferição da pressão e temperatura), além de estande do Programa Atitude -  voltado para usuários de álcool e outras drogas que estejam sob ameaça de violência - do Conselho Tutelar do Recife e da  Secretaria de Mulher.

O secretário estadual de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, ressaltou os resultados expressivos do primeiro ciclo do programa, tanto no número de jovens atendidos como no impacto sobre os indicadores nos territórios. "Na primeira etapa foram mais de nove mil atendimentos. Agora, temos uma expectativa de mais quinze mil jovens e adolescentes participando das oficinas”, disse.

OFICINAS – O Juventude Presente está entre os programas inovadores da SPPVD, por ter uma atuação territorial focada nos adolescentes e jovens das 55 comunidades preferenciais para a prevenção social. O programa seleciona os oficineiros, promove capacitações e contribui com o conteúdo, que tem sempre aplicações práticas na comunidade. O oficineiro se transforma em referência para os jovens, que recebem informações sobre a cultura de paz.

Estiveram presentes ao lançamento os secretários estaduais Cloves Benevides (Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas), Humberto Freire (Defesa Social), Gilberto Freyre Neto (Cultura), Ana Elisa Sobreira (Mulher), Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação); o diretor geral de Fomento, Inovação e Arranjos da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), João Suassuna; o defensor público-geral de Pernambuco, José Fabrício, e o subdefensor público-geral, Henrique Seixas; e a deputada estadual, Gleide Ângelo.