Governo do estado de
Pernambuco

Blog

 

Após dois anos suspensas por conta da pandemia, apresentações culturais foram retomadas na noite desta sexta-feira e seguem até o dia 28

ARCOVERDE – O governador Paulo Câmara prestigiou, na noite desta sexta-feira (17.06), a abertura do São João de Arcoverde, no Sertão do Moxotó. Após dois anos suspensa por conta da pandemia de Covid-19, a festa junina voltou a ser comemorada na cidade, tendo como tema: “Teatro, História e Tradição na Melhor Festa de São João”. Até o dia 28 de junho, o município espera receber mais de 600 mil pessoas circulando nos diversos polos de animação.

“Arcoverde é um polo muito importante no nosso Estado. A cidade e o povo pernambucano estão de parabéns por manter as tradições e, ao mesmo tempo, aproveitar períodos como esse para gerar renda. O turismo aqui de Arcoverde, com certeza, é um grande atrativo na região”, pontuou Paulo Câmara.

Na noite de ontem, os responsáveis por dar início às festividades no Polo Multicultural, localizado na Praça da Bandeira, foram a Quadrilha Junina Portal do Sertão, o Encontro dos Sambas de Coco de Arcoverde, a banda Calcinha Preta e o cantor Vitor Fernandes.

“É um momento de grande satisfação para a população arcoverdense, que estará manifestando como realmente merece a retomada de celebrações juninas, nas suas diversas localidades. Também estaremos homenageando aqueles que fizeram e fazem parte da importância cultural do município, com suas trajetórias de vida dedicadas ao teatro local”, destacou o prefeito Wellington Maciel.

Também prestigiaram o evento os secretários estaduais Edilázio Wanderley (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude), Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação), Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos); o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão); os deputados federais Danilo Cabral, Gonzaga Patriota e Fernando Monteiro; e os deputados estaduais Gleide Ângelo e Rodrigo Novaes.

 

 

 

Governador esteve na cidade acompanhado de várias autoridades, e reforçou que a Capital do Forró continua realizando o maior São João do mundo

CARUARU – O governador Paulo Câmara prestigiou, neste domingo (19.06), o São João de Caruaru, no Agreste do Estado. Considerada uma das expressões mais fortes da cultura popular de Pernambuco, a festa junina na Capital do Forró se estende por todo o mês, atraindo milhares de turistas do Brasil e do exterior. Até o dia 2 de julho, a expectativa da organização do evento é que o município receba mais de três milhões de pessoas.

“Depois de dois anos sem festas, só quem é nordestino sabe a importância de termos o nosso São João de volta. Sem nenhuma dúvida, Caruaru tem o maior e melhor São João do mundo. Parabéns ao prefeito Rodrigo Pinheiro e à sua equipe pelo excelente trabalho. Espero que, mais uma vez, tenhamos dias de muita alegria e que a Capital do Forró cada vez mais se consolide como esse destino turístico, movimentando a economia e gerando emprego e renda nas festividades juninas”, destacou Paulo Câmara.

O prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, agradeceu todo o empenho e patrocínio do Governo do Estado para o engrandecimento da festa. “O São João é feito por várias mãos e várias forças, e a gente fica muito feliz de poder juntar todas elas e entregar uma festa tão bonita aos pernambucanos”, enfatizou.

Antes de seguir para o Pátio do Forró, onde ocorrem os principais shows durante os festejos juninos, o governador fez visitas às residências do deputado estadual Tony Gel, do deputado federal Wolney Queiroz e seu pai, o deputado estadual José Queiroz, e do ex-vice-governador Jorge Gomes e sua esposa, a secretária executiva de Justiça e Direitos Humanos Laura Gomes.

Também estiveram presentes os secretários estaduais Milu Megale (Turismo e Lazer), Cloves Benevides (Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação) e Oscar Barreto (Cultura), além dos deputados federais Danilo Cabral e Milton Coelho e do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros.

 

 

O governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (24.02), um protocolo de intenções com o prefeito do Recife, João Campos, para instalação do Memorial da Democracia, no casarão histórico situado dentro do Sítio da Trindade, na zona norte da capital pernambucana. O acordo celebrado hoje marca o início das atividades do ano da Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara, instituído pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).   

O Memorial da Democracia vai abrigar todo o acervo reunido pela comissão e informações sobre as lutas libertárias ocorridas no Estado. São documentos, fotos, vídeos e o relatório da comissão, que contam a história do período da ditadura e da luta por liberdade e democracia. A instalação do memorial no Sítio da Trindade é uma recomendação do grupo de trabalho “Memorial da Democracia de Pernambuco", vinculado à Vice-Governadoria.   

“O objetivo é que o memorial se transforme em um espaço de visitação, pesquisa e reflexão, que promova ações relacionadas à educação. Que contribua para o exercício da cidadania, a valorização dos direitos humanos e o fortalecimento contínuo da democracia”, destacou Paulo Câmara.  

De acordo com a vice-governadora Luciana Santos, é necessário conhecer o passado para construir um futuro melhor. "Por isso é tão importante termos em Pernambuco este espaço", observou. "O memorial será um espaço educativo, dinâmico e um ponto de partida para uma política pública de memória, que amplie para outros municípios o conhecimento das gerações futuras", completou o coordenador do grupo de trabalho, Manoel Moraes.   

Estiveram presentes à assinatura do protocolo de intenções os secretários estaduais Gilberto Freyre Neto (Cultura), Eduardo Figueiredo (Justiça e Direitos Humanos) e Humberto Freire (Defesa Social); os secretários do Recife Ricardo Mello (Cultura) e Ana Rita Suassuna (Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos); o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto; e os integrantes do grupo de trabalho “Memorial da Democracia de Pernambuco”.   

Também participaram do ato os deputados estaduais Isaltino Nascimento, Antônio Fernando e Laura Gomes; o presidente da Câmara Municipal do Recife, Romerinho Jabotá; a vereadora Cida Pedrosa; o reitor da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Marcelo Carneiro Leão; o padre Josenildo Tavares, representando o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido; Nara Santos, representando a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados Seccional Pernambuco (OAB-PE); e Marcelo Santa Cruz, representando os familiares de presos políticos. 

 

Advogado deixa o comando da Fundarpe, que passa a ser presidida interinamente por Severino Pessoa 

O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, vai assumir a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) do Governo de Pernambuco. O ato de nomeação do novo secretário será publicado no Diário Oficial desta quinta-feira. Marcelo Canuto substitui Eduardo Gomes Figueiredo, que estava respondendo pelo expediente da SJDH, desde dezembro do ano passado. Severino Pessoa, atual vice-presidente da Fundarpe, vai exercer interinamente o comando da fundação. 

Na gestão Eduardo Campos, Marcelo Canuto foi secretário especial de Articulação Social do Estado, secretário executivo de Articulação Parlamentar da Casa Civil e secretário de Cultura. Antes de assumir a presidência da Fundarpe, no Governo Paulo Câmara, Canuto comandou a Secretaria Executiva de Coordenação da Casa Civil. 

“Marcelo Canuto tem mais de trinta anos de dedicação ao serviço público, sempre em funções de interlocução com a sociedade. Tenho certeza que ele vai contribuir muito com nossa gestão na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. Quero também aproveitar para agradecer ao secretário Eduardo Gomes de Figueiredo pelo seu trabalho nesse período de transição à frente da pasta”, afirmou o governador Paulo Câmara. 

 

 

 

Serão beneficiados cerca de 750 artistas, grupos e agremiações integrantes da cadeia da cultura do Estado, que estão impedidos de trabalhar por conta da pandemia da Covid-19

O governador de Paulo Câmara sancionou, nesta sexta-feira (18.02), a Lei do Auxílio Emergencial do Ciclo Carnavalesco 2022, que concede apoio financeiro aos artistas e grupos culturais que se apresentaram nos últimos três carnavais no Estado e ficaram impedidos de promover suas atividades por conta da pandemia da Covid-19. A iniciativa foi viabilizada por meio da Secretaria Estadual de Cultura, Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Secretaria de Turismo e Lazer e pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur). O edital será lançado neste sábado (19.02), nos sites www.cultura.pe.gov.br e www.empetur.pe.gov.br.

“Infelizmente, a maior festa popular de Pernambuco não vai acontecer novamente este ano. Mas a gente não pode deixar, de maneira nenhuma, de prestigiar a nossa cultura e os nossos artistas, que têm nos ajudado tanto neste período de pandemia com mensagens de esperança e respeito à ciência. Estão sendo disponibilizados mais de R$ 6 milhões do orçamento do Estado, alcançando um público de 750 artistas e garantindo um cachê que eles possam utilizar para o seu sustento, sua cultura e sua arte”, afirmou Paulo Câmara.

Para ter acesso ao benefício, o artista, grupo ou agremiação precisará fazer a inscrição online na plataforma Prosas, pelo site www.prosas.com.br, e preencher as informações solicitadas no formulário. Para facilitar o acesso ao benefício não serão exigidas certidões negativas, apenas documentação formal (RG, CPF e contrato social ou documentação equivalente para os casos de grupos ou agremiações). No caso dos grupos culturais, será necessário que quatro integrantes autorizem a inscrição, sinalizando quantos profissionais serão beneficiados com o auxílio.

“Esse gesto importante é a materialização de uma proteção da diversidade cultural pernambucana. É um esforço conjugado de toda a máquina pública, de todo o governo, para diminuir o impacto da pandemia na cadeia de valor da cultura”, pontuou o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto. As inscrições serão divididas nas categorias Cultura Popular e Dança e Música. Entre os contemplados estão segmentos do afoxé, blocos líricos, bois, caboclinhos, cavalos marinhos, cirandas, clubes de alegorias, grupos de coco, escolas de samba, maracatus, orquestras de frevo, tribos, troças, ursos, entre outros ligados à cultura popular, além de artistas e grupos que trabalham com MPB, samba, pagode, brega e pop regional.

Os valores definidos para cada beneficiado equivalem a 80% do último cachê pago pela Fundarpe/Empetur, tendo um piso de R$ 3 mil e um teto de R$ 30 mil. Os pagamentos serão realizados logo após a divulgação do resultado final, em parcela única e sem a necessidade de apresentação ou contrapartida, até a primeira quinzena de abril. “Esse auxílio Emergencial do Carnaval é muito bem vindo. Já são dois anos sem participar de festejos, o que é muito desgastante. Mas esse empenho do governador vem em uma boa hora e só podemos agradecer”, comemorou o cantor e compositor Jota Michiles.

Também participaram da cerimônia de sanção os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer) e Alexandre Gabriel (Assessoria Especial); o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto; os deputados estaduais Fabrízio Ferraz, Simone Santana e Henrique Queiroz Filho; além de diversos artistas de Pernambuco.