Governo do estado de
Pernambuco

Blog

Crédito: Jan Ribeiro.

Prazo passa a ser de 5 a 16 de abril por conta do adiamento das inscrições no CPC. Edital conta com R$ 640 mil em investimentos, sendo R$ 15 mil o teto para cada projeto

Em função do adiamento do prazo de inscrições para o Cadastro de Produtor Cultural (CPC), prorrogado até hoje (sexta-feira, 19), a Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) informam o adiamento do período de inscrições para o 3º Funcultura Microprojeto Cultural. Com o novo calendário, os proponentes interessados deverão se inscrever entre os dias 5 e 16 de abril deste ano (Clique aqui e saiba mais). A previsão para a divulgação do resultado final é o dia 30 de setembro de 2021.

O Edital Microprojeto Cultural tem o objetivo de incentivar a produção de atividades artístico-culturais feitas pela ou para a juventude pernambucana. Porta de entrada para outros editais estaduais e nacionais, prevê projetos de baixo orçamento e tem como característica principal um formato simplificado de apresentação e de prestação de contas, podendo ser elaborado por pessoa física, jurídica sem fins lucrativos ou microempresário individual (MEI).

Totalizando um valor de investimento de R$ 640 mil, sendo R$ 15 mil o teto para cada projeto, o edital abrange iniciativas que se enquadrem em qualquer segmento cultural e que estejam distribuídos em todas as macrorregiões do Estado.

Serão contempladas cerca de 40 propostas de indivíduos, grupos e coletivos, formados por jovens (18 a 29 anos) de baixa renda, principalmente, de regiões ou cidades pernambucanas com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); ou iniciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos para a população jovem em situação de vulnerabilidade.

"Vale destacar que neste edital há a obrigatoriedade de aprovação de dois projetos por cada Região de Desenvolvimento do Estado. Na última edição do Microprojeto Cultural, 67% dos projetos aprovados foram de proponentes da Zona da Mata, Agreste ou Sertão", pontua Aline Oliveira, superintendente do Funcultura.

Os trabalhos devem ter como foco o desenvolvimento sociocultural do Estado, com a finalidade de promover a cidadania, a transmissão de saberes e a sustentabilidade econômica. O edital pode ser conferido aqui: www.prosas.com.br/editais/8495-edital-microprojeto-cultural-2020-2021.

Para mais detalhes, acesse: www.cultura.pe.gov.br/editais/edital-funcultura-microprojeto-cultural-2020-2021.

Foto: Jan Ribeiro.

Crédito: André Sampaio.

São R$ 3 milhões no total para atender artistas, grupos e agremiações pernambucanas com auxílios que variam entre R$ 3 mil e R$ 15 mil. Inscrições vão até 25 de março

Falta uma semana para o último dia de inscrições do edital do Auxílio Emergencial Ciclo Carnavalesco de Pernambuco, lançado pelo Governo de Pernambuco com o objetivo de conceder apoio financeiro a artistas e grupos culturais da tradição carnavalesca de todo o Estado que estão impedidos de promover suas atividades por conta da pandemia da Covid-19. O processo de inscrições encerra às 18h do dia 25 deste mês, e os artistas interessados em solicitar o benefício devem se inscrever no edital pela plataforma online Prosas (www.cultura.pe.gov.br/editais-prosas). Clique AQUI e confira o formulário de inscrição. O resultado final será divulgado no dia 26 de abril e os pagamentos serão realizados no dia 30 de abril.

Ao todo, serão destinados recursos do Tesouro Estadual da ordem de R$ 3 milhões para mais de 450 cantores, cantoras, blocos, agremiações, grupos de maracatu, orquestras de frevo, caboclinhos, entre outros ligados à tradição do Carnaval. A estimativa é que mais de 15 mil pessoas sejam beneficiadas. A iniciativa é da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE), da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), da Secretaria de Turismo e Lazer (Setur-PE) e da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).

INSCRIÇÕES - Para realizar o cadastro pelo Prosas é necessário criar uma conta na plataforma online como "Empreendedor", preenchendo alguns campos obrigatórios, tais como foto de identificação, mini currículo, nome, endereço, CPF, e-mail e telefone para contato. Depois basta acessar o edital (CLIQUE AQUI) e realizar seu cadastro (CLIQUE AQUI). Dúvidas relativas ao uso da Plataforma Prosas deverão ser enviadas para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Os interessados deverão ter domicílio comprovado no Estado e ter participado, pelo menos uma vez, da programação do Carnaval de Pernambuco dos últimos três anos (2018, 2019 e 2020). O edital vai contemplar as categorias Cultura Popular, Dança e Música.

O valor do Auxílio Emergencial Ciclo Carnavalesco de Pernambuco corresponderá a 60% do último cachê recebido pelo artista ou grupo cultural, por meio de contratação realizada pela Fundarpe ou Empetur, nos Ciclos Carnavalescos de 2018, 2019 e 2020. Os valores definidos terão um piso de R$ 3 mil e um teto de R$ 15 mil, pagos em parcela única.

No sentido de facilitar o processo de inscrições, a Secult-PE/Fundarpe e a Setur-PE/Empetur, em comunicado divulgado nesta quarta-feira (17), dispensaram a obrigatoriedade do reconhecimento em cartório das assinaturas constantes nas Declarações de Grupo, no sentido de diminuir a circulação de pessoas e possíveis aglomerações.

O edital está disponível no Portal Cultura.PE (www.cultura.pe.gov.br) e no site da Empetur (www.empetur.pe.gov.br). Clique AQUI e confira.

Foto: André Sampaio.