Governo do estado de
Pernambuco

Blog

Novos projetos e ações vão gerar 1,6 mil empregos. Nos compromissos da quinta e sexta-feira, governador percorreu oito municípios da região, visitando e inaugurando obras e liberando recursos para mais intervenções

Durante a programação de dois dias no Sertão do Araripe, o governador Paulo Câmara anunciou investimentos para a região na ordem de R$ 268 milhões, que vão possibilitar a geração de 1,6 mil novos empregos. Ele esteve em oito municípios pernambucanos, vistoriando obras e liberando recursos para novas intervenções nas áreas de educação, infraestrutura, abastecimento de água, desenvolvimento econômico e saúde, como parte do Plano Retomada. Somente em rodovias recuperadas, a previsão é de entregar 225 quilômetros.

“Nós estamos na terceira região visitada após o anúncio do Plano Retomada, no início deste mês. Já passamos pelo Sertão do Pajeú, fomos ao Sertão do São Francisco e, agora, estamos no Araripe. São mais de duzentos milhões de reais em obras que precisam ser feitas nos próximos meses. A gente quer concluir essas obras anunciadas e avançar ainda mais. Toda equação financeira foi resolvida, a gente tem pressa na geração de empregos, e vários projetos estão sendo enviados à Assembleia Legislativa pensando nisso”, frisou Paulo Câmara

Em Santa Cruz, Paulo Câmara visitou a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professora Elvira Granja Souza e assinou autorização para licitação da cobertura da quadra da instituição, obra orçada em R$ 592 mil. Também assinou convênio com a Associação Comunitária dos Produtores Rurais da Fazenda Caboclo, com investimentos de R$ 333.929,80, que beneficiará 24 associados diretamente e 288 de forma indireta. Finalizando os anúncios no município, foi assinado convênio para requalificar o Morrinho de Frei Damião, com investimentos de R$ 1,8 milhão.

Já no município de Granito, Paulo Câmara anunciou obras de recuperação do sistema de abastecimento de água do Assentamento Casa de Pedra, na zona rural, beneficiando 170 pessoas. O investimento previsto para as intervenções é de R$ 35 mil. Na área da Educação, foi autorizada a cobertura da quadra da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Governador Miguel Arraes de Alencar. Também foi autorizada a licitação do projeto de implantação e pavimentação da PE-520, entre Moreilândia e Granito; e da PE-540, de Moreilândia a Cariri-mirim. O investimento previsto para as duas rodovias é de quase R$ 40 milhões. Paulo Câmara ainda assinou convênio com a Associação dos Criadores e Produtores de Leite do Município de Granito, beneficiando 110 pessoas.

Em Exu, o governador visitou as ações do Governo Presente no município, onde autorizou a instalação do Polo Empresarial, que ficará localizado às margens da PE-507, com capacidade para sete empresas. Ainda com relação ao polo, o governador assinou a abertura de licitação da obra do galpão para funcionamento da empresa Apuana, que deve gerar 200 empregos diretos e 120 empregos indiretos. Também foi assinado convênio com a Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Sítio Marçal, beneficiando 150 pessoas. E na área de segurança hídrica, foi anunciado investimento de R$ 300 mil para o assentamento de tubulações de abastecimento de água para 600 habitantes dos bairros de Manassés e Efraim. No mesmo evento, o governador fechou o ciclo de assinaturas, determinando a recuperação da PE-545, entre Exu, Bodocó e Ouricuri.

Paulo Câmara visitou ainda as obras da Escola Técnica Estadual de Exu, cujo orçamento é de R$ 8,5 milhões, com previsão de entrega em 2022. Atualmente, Pernambuco possui 50 ETEs em funcionamento, e outras quatro – Exu, Jaboatão dos Guararapes, Cabrobó e Itaiba – estão em construção. A ETE de Olinda está com as obras finalizadas e recebendo os últimos ajustes antes da inauguração. Fechando a programação, o governador inaugurou a Central de Oportunidades de Pernambuco (COPE), que vai beneficiar moradores de Exu e municípios vizinhos, como Moreilândia, Granito, Bodocó e Ouricuri. A COPE reúne, em um único lugar, serviços oferecidos pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação, como a Agência do Trabalho e o Expresso Empreendedor.

Na comitiva do governador estiveram os secretários José Neto (Casa Civil), Marcelo Barros (Educação e Esportes), Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos), Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão), Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer), Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Lucas Ramos (Ciência, Tecnologia e Inovação), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação), Claudiano Martins Filho (Desenvolvimento Agrário), e Cloves Benevides (Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas).

Também participaram os presidentes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Maurício Canuto, da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Manuela Marinho, da Perpart, Nilton Mota, e da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, além dos deputados federais Augusto Coutinho, Gonzaga Patriota, Silvio Costa Filho e Tadeu Alencar, e dos estaduais Roberta Arraes, Antônio Fernando, Henrique Queiroz Filho e Aglailson Victor, juntamente com prefeitos de cidades da região.

 

Fotos: Heudes Regis/SEI

Iniciativa se aplica a produtos em estado natural ou resfriados e vai beneficiar mais de 3,2 mil produtores, principalmente na região do São Francisco

O Governo de Pernambuco vai ampliar a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os fruticultores do Estado. A medida atende a uma demanda do próprio segmento, e se aplica aos produtos hortifrutícolas apenas em estado natural ou resfriados, com o objetivo de conservação e transporte. Os produtores rurais do Vale do São Francisco serão os principais beneficiados com a desoneração.

O decreto do governador Paulo Câmara ampliando a isenção será publicado até a próxima segunda-feira (12.07), no Diário Oficial do Estado. Na isenção de ICMS serão incluídos produtos ralados, cortados, picados, fatiados, torneados, descascados, desfolhados, lavados, higienizados ou embalados em caixas. A uva comercializada em embalagem também está incluída na relação.

Somente no Vale do São Francisco, a decisão do executivo estadual vai beneficiar cerca de 3,2  mil produtores da fruticultura, que atualmente são responsáveis pela geração de mais de 80 mil empregos diretos.

Sábado, 1º/05/2021

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste sábado (1º/05), 2.178 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 197 (9%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.981 (91%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 408.763 casos confirmados da doença, sendo 40.431 graves e 368.332 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 347.589 pacientes recuperados da doença. Destes, 23.723 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 323.866 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 90 novos óbitos (45 femininos e 45 masculinos), ocorridos entre os dias 21/11/2020 e 30/04/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Abreu e Lima (2), Aliança (1), Belo Jardim (1), Cabo de Santo Agostinho (8), Camaragibe (6), Caruaru (4), Chã de Alegria (1), Gravatá (1), Igarassu (1), Ipojuca (1), Ipubi (1), Jaboatão dos Guararapes (5), Macaparana (1), Moreno (1), Paranatama (1), Paulista (17), Pedra (1), Pesqueira (1), Recife (22), Saloá (1), São Caitano (1), São João (1), São José do Belmonte (1), São José do Egito (2), São Lourenço da Mata (1), Serra Talhada (1), Tabira (1), Tamandaré (1), Trindade (1) e Vitória de Santo Antão (3). Com isso, o Estado totaliza 14.128 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 30 e 98 anos, além de um bebê de 1 mês. As faixas etárias são: 0 9 (1), 30 a 39 (3), 40 a 49 (11), 50 a 59 (12), 60 a 69 (26), 70 a 79 (21), 80 ou mais (16). Do total, 65 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (37), diabetes (25), hipertensão (12), obesidade (7), doença hepática (3), doença de Alzheimer (3), doença respiratória (3), tabagismo/histórico de tabagismo (2), câncer (1), doença renal (1), Imunossupressão (1) e AVC (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 28.625 casos foram confirmados e 49.595 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

CORONAVAC – Pernambuco recebeu, na tarde deste sábado (1º/05), mais 14.600 doses da vacina Coronavac/Butantan para prevenção contra o novo coronavírus. Esse quantitativo será destinado, exclusivamente, para a segunda dose dos idosos. O insumo foi levado ao Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) e está sendo dividido proporcionalmente e de forma equânime entre os municípios pernambucanos. O envio para todas as 12 Gerências

Regionais de Saúde (Geres) está programado para começar na manhã do domingo (02/05), com término no início da tarde, em uma operação logística que envolve vários setores da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e conta com o apoio da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE). Nas Geres, o insumo ficará à disposição das secretarias municiais de Saúde para retirada e continuidade da imunização dos pernambucanos.

“Com o recebimento dessas novas doses da Coronavac/Butantan, daremos mais um passo para garantir o complemento da imunização com as segundas doses de idosos. É de suma importância que os municípios pernambucanos estejam atentos as suas estratégias para alcançar esse público e garantir que o esquema vacinal seja finalizado, garantindo a efetiva proteção”, afirmou a superintendente de Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo.

Com essa nova entrega, Pernambuco soma 2.645.280 doses recebidas contra a Covid-19, sendo 1.789.560 da Coronavac/Butantan e 855.720 da Astrazeneca/Fiocruz.

INFLUENZA – O Estado também recebeu, neste sábado, mais 220.400 doses da vacina contra o vírus da influenza. Com isso, já são mais de 1,2 milhão de vacinas recebidas em Pernambuco para a primeira fase da campanha contra a Influenza, que segue até 10/05 e contempla crianças de 6 meses a 5 anos, população indígena, gestante, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e trabalhadores de saúde. Até o momento, de acordo com o sistema de informação do MS, os municípios informaram ter aplicado 270.709 doses.

Com mais essa chegada, a superintendente Ana Catarina ratifica a importância da proteção contra o vírus da influenza, que assim como a da Covid-19 pode provocar problemas respiratórios e levar à internação e ao óbito. “A orientação estadual é que os municípios façam o mapeamento do público prioritário nesta primeira etapa da campanha. Estamos chegando ao fim desta primeira fase e precisamos garantir que nossas crianças, grávidas, puérperas e profissionais de saúde estejam protegidos”, disse. Ela ainda lembra que é preciso um intervalo mínimo de 14 dias entre as doses da influenza e da Covid, caso o indivíduo esteja contemplado em ambas as estratégias.

“Em todo o Estado de Pernambuco há salas de vacinas voltadas para imunização contra as três cepas do vírus: A (H1N1), A (H3N2) e B. A meta é imunizar, no mínimo, 90% da população prioritária total, formada por 3,5 milhões de pessoas. Nesta primeira fase, que segue até 10/05, a expectativa é vacinar mais de 1,1 milhão de pessoas”, concluiu Ana Catarina.

BALANÇO DA VACINAÇÃO – Pernambuco já aplicou 2.037.767 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 1.372.295 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 236.034 trabalhadores de saúde; 25.073 povos indígenas aldeados; 34.482 em comunidades quilombolas; 6.192 idosos em Instituições de Longa Permanência; 485.472 idosos de 60 a 69 anos; 387.901 idosos de 70 a 79 anos; 102.367 idosos de 80 a 84 anos; 88.751 idosos a partir de 85 anos; 994 pessoas com deficiência institucionalizadas; além de 5.29 trabalhadores das forças de segurança e salvamento.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 198.321 trabalhadores de saúde; 24.716 povos indígenas aldeados; 47 em comunidades quilombolas; 4.744 idosos institucionalizados; 113.528 idosos de 60 a 69 anos; 255.267 idosos de 70 a 79 anos; 40.777 idosos de 80 a 84 anos; 27.295 idosos a partir de 85 anos, além de 777 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 665.472 pessoas que já finalizaram o esquema.

Saiba mais:  01.05 – BBOLETIM COVID-19 – COMUNICAÇÃO SES-PE

Domingo, 02/05/2021

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste domingo (02/05), 730 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 102 (14%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 628 (86%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 409.493 casos confirmados da doença, sendo 40.533 graves e 368.960 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 347.949 pacientes recuperados da doença. Destes, 23.759 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 324.190 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 52 novos óbitos (29 femininos e 23 masculinos), ocorridos entre os dias 21/08/2020 e 1º/05/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Agrestina (1), Araçoiaba (1), Bom Conselho (1), Camaragibe (1), Caruaru (2), Cupira (1), Igarassu (1), Iguaracy (1), Jaboatão dos Guararapes (7), Lajedo (1), Olinda (2), Paulista (5), Poção (1), Recife (15), Salgueiro (2), Santa Cruz do Capibaribe (2), São Bento do Una (1), São João (1), São Lourenço da Mata (2), Serra Talhada (1), Sertânia (1), Taquaritinga do Norte (1), e Timbaúba (1). Com isso, o Estado totaliza 14.180 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 30 e 88 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (4), 40 a 49 (7), 50 a 59 (9), 60 a 69 (15), 70 a 79 (11), 80 ou mais (6). Do total, 36 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (23), diabetes (13), obesidade (9), tabagismo/histórico de tabagismo (6), hipertensão (5), doença hepática (2), câncer (2), doença respiratória (1), e doença renal (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois pacientes não tinham comorbidades e os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 28.629 casos foram confirmados e 49.616 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

BALANÇO DA VACINAÇÃO - Pernambuco já aplicou 2.040.727 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 1.374.288 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 236.900 trabalhadores de saúde; 25.073 povos indígenas aldeados; 34.485 em comunidades quilombolas; 6.192 idosos em Instituições de Longa Permanência; 486.492 idosos de 60 a 69 anos; 388.005 idosos de 70 a 79 anos; 102.367 idosos de 80 a 84 anos; 88.751 idosos a partir de 85 anos; 994 pessoas com deficiência institucionalizadas; além de 5.029 trabalhadores das forças de segurança e salvamento.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 198.331 trabalhadores de saúde; 24.716 povos indígenas aldeados; 47 em comunidades quilombolas; 4.744 idosos institucionalizados; 113.626 idosos de 60 a 69 anos; 255.866 idosos de 70 a 79 anos; 40.796 idosos de 80 a 84 anos; 27.536 idosos a partir de 85 anos, além de 777 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 666.439 pessoas que já finalizaram o esquema.

 

Saiba mais: 02.05 - BOLETIM COVID-19_COMUNICAÇÃO SES_PE 

Crédito: Aluísio Moreira/SEI

Foi iniciada a requalificação da pista de pouso e lançado o edital para recuperação do terminal de passageiros. Ações para melhoria da infraestrutura hídrica do município já estão em execução

O governador Paulo Câmara autorizou, nesta quarta-feira (28.04), o início das obras de requalificação da pista do Aeródromo de Garanhuns, no Agreste Meridional. A assinatura da ordem de serviço aconteceu no Palácio do Campo das Princesas, durante videoconferência com a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, o prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino, e a presidente da Compesa, Manoela Marinho. Outra importante iniciativa anunciada foi a reforma do terminal de passageiros do aeródromo. As duas ações somam investimentos que giram em torno de R$ 3,2 milhões. Na pauta do encontro também foi abordado o sistema de abastecimento de água da cidade.

“É uma região importante, e estamos trabalhando muito pra induzir o desenvolvimento econômico. São mais de três milhões em investimentos e vamos ter, até o mês de novembro, a possibilidade de o aeródromo estar totalmente remodelado e adaptado. Aproveitamos também para discutir a execução de obras de abastecimento de água. São mais de 22 milhões de reais que estão sendo investidos em Garanhuns para a melhoria desse setor”, explicou Paulo Câmara.

Após a ordem de serviço, foi iniciada a montagem da usina de asfalto no aeródromo. Em seguida, serão realizados os trabalhos de restauração do sistema de pistas e a sinalização horizontal da área de movimentação das aeronaves. Os serviços visam garantir a segurança operacional da pista de pouso e decolagem, e serão executados no prazo de três meses, seguindo as Normas Técnicas Brasileiras e as da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) vigentes.

A segunda fase de intervenções inclui a recuperação do terminal de passageiros, implantação de cerca operacional e da faixa indicadora de direção do vento do aeródromo. A licitação para a reestruturação do prédio foi publicada no Diário Oficial do Estado na quarta-feira (28.04) e o edital para a contratação da empresa de engenharia responsável por executar as obras prevê um orçamento de R$ 653 mil. A expectativa é que estes serviços sejam iniciados no segundo semestre de 2021.

A secretária Fernandha Batista comemorou o início dos trabalhos. “O Governo de Pernambuco está dando mais um grande passo para consolidação da infraestrutura aérea no Estado. As intervenções propostas para o aeródromo têm como intuito qualificá-lo para o recebimento de voos comerciais, assim como foi feito em Caruaru e Serra Talhada, e também será feito em Araripina”, disse. De acordo com a secretária, a ação impulsionará a economia e o turismo de Garanhuns, que é polo de 32 municípios do Agreste Meridional e centro regional de saúde e educação, concentrando, em seu entorno, mais de um milhão de moradores.

Durante a reunião, foi discutido ainda o andamento das obras no sistema de abastecimento de água de Garanhuns, em execução pela Compesa. As melhorias vão permitir que áreas periféricas da cidade saiam do regime intermitente de três dias com água e três sem, para o abastecimento diário. A ação conta com um aporte de R$ 21 milhões e deve ser concluída em sua totalidade em dezembro de 2022. Atualmente, 95% dos moradores do município recebem água todos os dias.

Foto: Aluísio Moreira/SEI