meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • INFORME SES-PE - COVID-19 SEXTA-FEIRA, 31.07.2020

    | Saúde, Balanço
    INFORME SES-PE - COVID-19
    SEXTA-FEIRA, 31.07.2020

    A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta sexta-feira (31.07), 1.632 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, apenas 141 (9%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Todos os outros 1.491 casos (91%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que já estavam curados, ou na fase final da doença. Agora, Pernambuco totaliza 95.005 casos já confirmados, sendo 23.534 graves e 71.471 leves.

    Também foram confirmados 31 óbitos, ocorridos desde o dia 21 de maio. Deste total, 15 (48%) ocorreram nos últimos três dias, sendo 5 mortes registradas no dia de ontem (quinta-feira, 30/07), 7 mortes em 29/07 e 3 em 28/07. Os outros 16 óbitos (52%) ocorrem entre os dias 21/05 e 27/07. Com isso, o Estado totaliza 6.557 mortes pela Covid-19.

    O boletim desta sexta-feira também aponta que mais 994 pacientes se recuperaram da doença. Com isso, o Estado chega a marca de 70.067 curados, o que representa 74% do total de infectados pela Covid-19 em Pernambuco. Destes, 12.687 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar. Para estes casos, os quase 1,9 mil leitos abertos pelo Governo do Estado foram determinantes para garantir a recuperação. Outros detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.
    Cidades: Jaboatão dos Guararapes , Olinda, Paulista
    Assuntos: boletim, covid 19, saúde, pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Boletim Covid-19 - Comunicação SES-PE

    | Saúde, Balanço

    Quinta-feira, 18/06/2020

    A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta quinta-feira (18.06), 1.180 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 152 (13%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.028 (87%) como leves. Agora, Pernambuco totaliza 48.626 casos já confirmados, sendo 17.718 graves e 30.908  leves. Além disso, o boletim registra 31.703 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 7.785 são de casos graves e 23.918 casos leves.

    Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 172 municípios pernambucanos (tabela 1), além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

    Também foram confirmados laboratorialmente 48 óbitos (sendo 27 do sexo masculino e 21 do sexo feminino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de  Águas Belas (3), Amaraji (1), Belo Jardim (1), Cabo de  Santo Agostinho  (1), Carnaíba  (1), Carpina (2), Chã Grande (1), Gameleira (2), Garanhuns (1), Ipojuca (1), Itambé (1), Jaboatão dos Guararapes (11), Limoeiro (1), Nazaré da Mata (1), Olinda (1), Paulista (1), Petrolina (2), Recife (12), Rio Formoso (1), Santa Cruz do Capibaribe (1), São Joaquim do Monte (1), além de 1 morte de pessoa de outro Estado. Com isso, o Estado totaliza 4.057 mortes pela doença.

    Os óbitos aconteceram entre os dias 25 de abril e 17 de junho e os pacientes tinham idades entre 20 e 96 anos. Dos 48 pacientes que vieram a óbito, 37 apresentavam comorbidades confirmadas: diabetes (20), doença cardiovascular (13), hipertensão (10), doença renal (5), tabagismo/histórico de tabagismo (5), doença respiratória (3), doença neurológica (3), obesidade (3), câncer (2), doença hematológica (1), doença hepática (1), Parkinson (1), AVC (1), doença vascular (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Seis não possuíam doenças pré-existentes e os demais estão em investigação pelos municípios.

    As faixas etárias são: 20 a 29 (2), 30 a 39 (2), 40 a 49 (2), 50 a 59 (5), 60 a 69 (12), 70 a 79 (13), 80 ou mais (12).

    Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 14.239 casos foram confirmados e 16.135 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

    NOVOS LEITOS - O Sertão pernambucano passou a contar com novos leitos de terapia intensiva para o tratamento de pacientes da Covid-19. A novidade faz parte do processo de readequação do Hospital Professor Agamenon Magalhães (Hospam), localizado  no município de Serra Talhada, atendendo ao plano de contingência do Governo de Pernambuco. A unidade conta, desde a última terça-feira (16.06), com 10 leitos de UTI. Com isso, a região passa a oferecer leitos com maior capacidade de resolução para atender os casos mais graves da doença, ampliando o atendimento especializado na região. Os leitos ofertados no hospital estão sendo regulados por meio da Central de Regulação de Leitos do Estado.

    “Desde o início da pandemia, temos um compromisso com a abertura de leitos para garantir a assistência aos pacientes com a Covid-19. Com este que já é o maior esforço sanitário, logístico e de mobilização de recursos humanos da história de Pernambuco, já abrimos 745 leitos de terapia intensiva e 946 de enfermaria à disposição, totalizando quase 1,7 mil leitos. Destes, 545 estão no interior do Estado. Foi graças a este grande esforço, aliado à contribuição dos pernambucanos que, quando puderam, ficaram em casa e adotaram um isolamento social rígido, que salvamos milhares de vidas e estamos conseguindo diminuir a curva de contágio da doença. Com esta mobilização de todos, também estamos vendo, dia a dia, uma diminuição na pressão sobre a rede de saúde. A ocupação média dos leitos dedicados à Covid-19, que já foi de 91%, hoje está abaixo de 60%. Além disso, no caso da terapia intensiva, que já teve lista com mais de 300 pacientes, hoje a taxa de ocupação dos leitos de UTI está oscilando entre 80 e 83% e com tendência de queda”, destacou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

    Já no Agreste, em Caruaru, desde o começo da semana, está em funcionamento o hospital de campanha para o tratamento de pacientes com a Covid-19. O serviço fica localizado em terreno anexo ao Hospital Mestre Vitalino (HMV). A estrutura já conta com 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria, ativos. A expectativa é que a unidade atinja, nas próximas semanas, um total de 100 novos leitos. O Hospital Mestre Vitalino ainda conta com outros 40 leitos de UTI e 30 de enfermaria.

    Além da ampliação da oferta de leitos no Hospital Professor Agamenon Magalhães, em Serra Talhada, e na estrutura do Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, o Governo de Pernambuco ainda colocou em funcionamento, nesta semana, 10 leitos de enfermaria na Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado (UPAE) de Garanhuns, outros 4 de UTI no Hospital João Murilo, em Vitória de Santo Antão, e 40 novos leitos de enfermaria no Hospital Referência Covid-19 – unidade Olinda (Maternidade Brites de Albuquerque). Com isso, já são 1.691 leitos dedicados à Covid-19 em todo o território pernambucano, sendo 745 de UTI.

    Assuntos: ses, saude, covid19
    Compartilhe: Link para o post:
  • Boletim Covid-19 Fernando de Noronha

    | Balanço

    A Administração de Fernando de Noronha informa que, nas últimas 24 horas, não foi registrado nenhum novo caso de Covid-19 na ilha. Noronha tem 26 casos confirmados, sendo 16 homens e 10 mulheres, entre 25 e 59 anos. Desses, 12 já estão recuperados. Os 14 pacientes ainda infectados estão em quarentena, em isolamento domiciliar. Nenhum paciente está internado. Ainda há 13 casos em investigação na ilha.

    QUARENTENA – A partir desta segunda-feira, 20/04, em virtude do Decreto 48.955 do Governo do Estado de Pernambuco, o arquipélago entrará em quarentena até o próximo dia 30 de abril. A circulação de pessoas nas vias públicas só será permitida nos seguintes casos de atendimento de necessidades essenciais e imediatas: Aquisição de gêneros alimentícios, de remédios e produtos de higiene, obtenção de atendimento ou socorro médico, atividade de pesca, restrita a três pessoas por embarcação e condicionada autorização do administrador e realização de serviços bancários. Para isso, o morador deverá preencher um formulário com as motivações da saída, para a autorização da administração.

    CARTILHA – A Administração de Noronha lançou uma cartilha para esclarecer as principais dúvidas da população sobre o período de quarentena. A assistência social também está disponibilizando seis números de telefone, um deles funcionando 24 horas, para atender os moradores: 99488.3169 (24h) 99488.3167/98494.0311/ 98494.0307/ 99488.3165/ 994884367 – Horário comercial. Também é possível fazer contato pelo e-mail: quarentenanoronha@gmail.com.

    FORMULÁRIOS – Os moradores e servidores de Fernando de Noronha já estão recebendo por SMS o link para acesso aos formulários de autorização, que devem ser preenchidos sempre que precisarem sair de casa, durante o período de quarentena. O pedido será analisado pela equipe da administração e a resposta será encaminhada também por SMS. O morador deverá portar a autorização quando sair de casa para o caso de precisar apresentá-la às autoridades policiais.

    VALE-GÁS E ÁGUA MINERAL – Cada família noronhense terá direito a receber R$ 200 por mês para comprar gás de cozinha e água mineral enquanto durar a pandemia. Os interessados devem se cadastrar no link: https://bit.ly/2RJq6Jm. Depois disso, a pessoa irá receber por SMS no celular um cartão virtual QR Code, que vai dar direito a compra de gás, água, entre outros itens (menos bebidas alcoólicas), nos estabelecimentos cadastrados.

    ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO – Está em Noronha desde o último sábado, 18/04, uma equipe multissetorial da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde. Os profissionais farão um estudo epidemiológico completo do coronavírus na ilha para a definição dos próximos passos e das ações preventivas adotadas no arquipélago.

    HOSPITAL DE CAMPANHA – Como medida preventiva para reforçar o atendimento a pacientes com covid-19, a administração de Fernando de Noronha, com o apoio da Secretaria de Saúde do Estado, está finalizando a montagem de um hospital de campanha na ilha. Uma área de 132 m² da Escola Arquipélago foi adaptada para receber 6 leitos com divisórias e distanciamento suficiente para segurança de pacientes e profissionais de saúde. O local escolhido para a instalação, o auditório da escola, tem iluminação natural e aparelhos de ar-condicionado. A estrutura já está pronta e os leitos, montados, faltando apenas os equipamentos eletrônicos de monitoramento, com previsão de chegada à Noronha na próxima semana.

    A Administração também abriu processo de contratação de profissionais de saúde para reforçar a equipe na ilha. Serão mais seis médicos, cinco enfermeiros e três técnicos de enfermagem. O hospital de campanha servirá como apoio ao hospital São Lucas, que possui 12 leitos em enfermaria e mais duas salas semi-intensivas.

    TESTAGEM EM MASSA – Na ilha de Fernando de Noronha, as pessoas contactantes de pacientes confirmados são testadas para Covid-19, numa tentativa de identificar todos os contaminados, isolando o coronavírus.

    ISOLAMENTO EM POUSADAS – Foi oferecida a seis famílias de moradores da localidade conhecida como Carandiru, na Vila do Trinta, a transferência provisória para uma pousada durante o período de quarentena, com todas as refeições garantidas pela administração, enquanto aguardam resultado dos exames. Apenas duas pessoas aceitaram a hospedagem no período de isolamento. A oferta foi possível com a ajuda de um empresário, proprietário da pousada, que deixou o estabelecimento à disposição da Administração.

    AEROPORTO – Desde o último dia 05/04 está proibido o desembarque de moradores no aeroporto Wilson Campos, por um período de 15 dias. O acesso ao local também está limitado às pessoas que farão check-in para deixarem o arquipélago. A exceção é para funcionários, policiais, corpo de bombeiros e vigilância em saúde. O fechamento do aeroporto, determinado pelo Governo do Estado, atende a um pleito do conselho de moradores, como mais uma medida de combate ao coronavírus.

    PORTO – Estão suspensas as atividades turísticas e passeios de barco no Porto de Santo Antônio e um rigoroso protocolo vem sendo empregado pela vigilância de saúde, na chegada dos barcos de cabotagem, para a investigação epidemiológica dos tripulantes.

    TURISTAS – Desde o último dia 21 de março, por força de um decreto do Governo do Estado, Fernando de Noronha foi fechada para turistas. Moradores em situação irregular também estão sendo orientados a deixar o arquipélago atendendo a uma decisão judicial.

    COMÉRCIO FECHADO – Também atendendo a um decreto estadual os estabelecimentos comerciais estão fechados, funcionando apenas supermercados, mercadinhos, farmácias e lojas de materiais de construção.

    CESTAS BÁSICAS – Continua o cadastramento de moradores para receberem as cestas básicas adquiridas pela Administração em parceria com o CEASA. Serão distribuídas no total 2 mil cestas. As primeiras 525 estão sendo entregues desde a na última terça-feira (14/04). Os beneficiados são os moradores que ficaram sem renda com o fechamento das atividades turísticas e do comércio no arquipélago. O cadastro pode ser feito pelos telefones: 99488.3167 / 99488.3169.

    Assuntos: noronha, coronavirus, arquipelago, ilha
    Compartilhe: Link para o post:
  • Porto de Suape registra melhor primeiro trimestre da sua história

    | Balanço

    Porto Suape

    O aumento na movimentação de cargas do período foi de 41%

    O Porto de Suape encerrou o primeiro trimestre com a maior movimentação de cargas da sua história. O aumento no período foi de 41% em relação a 2019, totalizando 6.675.954 toneladas. Março superou a expectativa e cresceu 13% em relação ao mesmo mês de 2019, fechando com 1.971.259 toneladas. O número de embarcações que atracaram em Suape foi 11% maior de janeiro a março deste ano, chegando a 354 navios, contra 318 do primeiro trimestre do ano passado.

    “Obter esses resultados em meio à pandemia da Covid-19 mostra que estamos trabalhando fortemente para manter todos os serviços e operações em funcionamento. Isto só é possível porque contamos com o apoio de toda a comunidade portuária, que está ao nosso lado, engajada para que não faltem os produtos essenciais à população”, afirma Leonardo Cerquinho, presidente do Porto de Suape. “Os números indicam que, se não fosse essa crise sem precedentes, certamente 2020 seria o melhor ano de Suape. Mas sabemos que os impactos vão chegar”.

    Suape permanece líder nacional em movimentação de granéis líquidos, carga mais movimentada no porto, que correspondeu a 75% do total do primeiro trimestre e foi responsável pela performance. Combustíveis, GLP, óleo bruto de petróleo, querosene de aviação, entre outros produtos, somaram 5.015.768 toneladas representando 54% de aumento, tendo em vista que, no mesmo período de 2019, o total movimentado foi de 3.242.294 toneladas. Considerando apenas o mês de março, o crescimento entre as cargas líquidas e gasosas foi de 15%, somando 1.389.758.

    As cargas conteinerizadas (que são as mais sensíveis à dinâmica econômica) apresentaram alta de 14% no peso, com 1.420.104 toneladas. O aumento correspondeu a 10% em TEUs (do inglês Twenty-foot Equivalent Unit - unidade equivalente a 20 pés), com 121.480 TEUs movimentados. No primeiro trimestre de 2019, os volumes foram 1.245.794 toneladas e 109.675 TEUs. O mês de março foi o melhor período para a movimentação de contêineres. O total chegou a 503.901 toneladas e 41.907 TEUs, respectivamente 10% e 6% a mais que em março do ano passado.

    A carga geral solta acumulou 113.771 toneladas e 17,8% de aumento no trimestre. Neste grupo, encontram-se os veículos, açúcar em sacos, chapas e bobinas de aço, peças da indústria eólica, obras de ferro fundido, entre outros. Os números mostram uma recuperação no embarque de veículos, com 9.220 unidades em 2020 e 8.667 no primeiro trimestre de 2019. O percentual é de 6% de crescimento. O maior aumento ocorreu em março, que registrou 4.089 veículos, 42% ou 1.212 unidades a mais que o mesmo mês do ano passado. Apesar de ter aumentado 30% em março, os granéis sólidos acumulam perda de 20% no trimestre, somando 127.375 toneladas contra 159.503 em 2019.

    Por tipo de navegação, a cabotagem, onde Suape mantém a liderança entre os portos públicos do Brasil, cresceu 36% no trimestre e 19% em março, alcançando 4.274.701 toneladas e 1.326.847, respectivamente. No longo curso, a maior alta foi na exportação, com 158% de aumento nos três primeiros meses e 949.611 toneladas movimentadas. A importação teve um crescimento de 17%, somando 1.452.789 toneladas. No mês de março, as cargas exportadas somaram 175.903 toneladas e, as importadas, 468.997 toneladas.

    Os principais destinos das mercadorias exportadas, que em sua grande maioria corresponderam a combustíveis, foram Singapura, Guiné, Colômbia, Mauritânia e Argentina. Já as cargas importadas tiveram como origem Estados Unidos, Argentina, Nigéria, Espanha e Colômbia no primeiro trimestre.

    Foto: Rafael Medeiros

    Assuntos: suape, porto
    Compartilhe: Link para o post:
  • Balanço Operação Carnaval 2020 do DETRAN-PE

    | Balanço, Trânsito

    balanço

    O Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, sob Coordenação da Diretoria de Fiscalização, colocou nas ruas, durante as festividades de momo, inclusive nas prévias, no período de 18 de janeiro a 25 de fevereiro, em Olinda e no Recife Antigo, cento e oitenta agentes de trânsito, 38 viaturas, 12 reboques, 38 motocicletas e 2 PK’s (doblòs móveis para fiscalização eletrônica) das Operações Prevenção “Segundos que salvam vidas”, Rota de Fuga, Trânsito Seguro e Lei Seca. Em todas as blitzes da Operação Prevenção foram disponibilizados o etilômetro para o folião que estivesse em dúvida se poderia conduzir o veículo ou não. Mais de 80 mil panfletos e leques com dicas de segurança viária foram distribuídos. A ação aconteceu também na, Região Metropolitana, praias dos litorais Sul e Norte, e municípios do interior. O total de operações em 2019 foi de 200, já este ano foram 250.

    As operações Rota de Fuga e Transito Seguro autuaram 4.757 veículos por infrações (uso de celular ao volante, não uso do cinto de segurança, alcoolemia, ausência de cadeirinhas para crianças, veículos em mau estado de conservação); foi realizada a remoção de 803 veículos para o depósito do Órgão, por irregularidades que não puderam ser sanadas no local; 745 motoristas foram autuados por alcoolemia.  

    50 funcionários das Diretoria de Operações e Atendimento estiveram com o Detran Itinerante - DI, nas ações da Operação Prevenção em Olinda e no Recife Antigo, caminhão equipado com três guichês de atendimento, gerador próprio e computadores com acesso a internet quando fizeram mais de 3 mil atendimento interligado com a base de dados do DETRAN-PE, que ofereceu ao folião serviços de emissão de Nada Consta, solicitação da 2ª via da CNH, emissão de taxas, multas e agendamento de serviço, além de poder consultar a pontuação da Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

    De acordo com o Diretor Presidente do DETRAN-PE, Roberto Fontelles, o Órgão de trânsito teve como objetivo alertar os condutores para não pegar o carro caso tivesse ingerido bebida alcoólica. Já as Operação Rota de Fuga e Trânsito Seguro tiveram como foco a fluidez no trânsito. “Nossos agentes estiveram nas ruas para garantir mais tranquilidade aos cidadãos e turistas nesses dias de festividade, retirando das ruas os veículos e motoristas sem condições de circular, evitando assim acidentes”.

    Fontelles informou ainda que, a Coordenadoria de Educação para o Trânsito esteve de 19 a 25 de fevereiro, em parceria com Operação Lei Seca, em Olinda e no Recife Antigo, onde técnicos desenvolveram ações educativas com o slogan “Bora Misturar Fantasia Com Glitter e Frevo Com Maracatu. Só Não Vale Misturar Bebida Com Direção”. A equipe de educação do Órgão, conjuntamente com a Lei Seca, abordaram 20 mil foliões, quando informaram sobre os riscos de misturar álcool com direção.

    Também estiveram no Galo da Madrugada abordando foliões na Praça Sérgio Loreto, onde distribuíram bafômetros descartáveis e 40 mil leques contendo informações sobre segurança no trânsito e telefones úteis, adesivos e preservativos. Além disso, jingle e filmetes contendo alertas sobre boas práticas no trânsito foram veiculados, durante oito dias, nas rádios e mídias sociais.

    Cidades: Olinda, Recife
    Assuntos: seduh, detran, balanco, carnaval
    Compartilhe: Link para o post:
  • ATI apresenta resultados de 2019 e informações sobre o planejamento de 2020

    | Balanço, Tecnologia
    ati

    Diretores e gerentes da Agência Estadual de Tecnologia da Informação, órgão vinculado à Secretaria de Administração (SAD) realizaram a Entrega dos Resultados do ano de 2019, no mês passado (19/12), durante um encontro que teve a participação de todos as áreas da instituição. Esta iniciativa, coordenada pelo Núcleo de Planejamento e Gestão (DAP/NPG), será realizada de forma regular ao final de cada trimestre, e trata-se de uma oportunidade para o compartilhamento dos resultados alcançados pelas diversas áreas e para a avaliação e planejamentos de projetos futuros. 
     
    Na ocasião, a Diretora Adjunta da Presidência (DAP), Sandra Lubambo, fez uma explanação sobre o processo de elaboração do Planejamento Estratégico de 2020-2023, que acontecerá de janeiro a março de 2020 de forma colaborativa e resultará na construção do Mapa da Estratégia, instrumento que servirá como orientação ao desenvolvimento de ações deste período. Cada diretoria apresentou, em números, suas entregas, sejam projetos, atividades, serviços, implantações, pareceres, entre outras, e ainda elegeu como destaque até três iniciativas realizadas pelas equipes.  
     
    Os destaques apresentados foram: a Implementação do Monitoramento dos Projetos da ATI com sistemática e ferramentas definidas e o Processo de Liquidação de Faturas pela Diretoria Adjunta da Presidência-DAP; o Tratamento de Incidentes de Segurança da Informação, Auditorias de aplicações WEB e Orientação e Pareceres Técnicos em SI pelo NGS; a Implantação do Sistema SEI em todos os órgãos, que agora em dezembro atingiu a marca de um milhão de processos criados, a evolução da Plataforma PE Cidadão e Otimização de Meios de Cobrança da Dívida Ativa pela DTD; Desenvolvimento de BI do SEI na Estação Digital pela DIC; Estratégia de Governança Digital/Pernambuco, Parecer Técnico nos Processos de Contratação de TI e Força de TI, Índice de Governança de TI e Colaboração, pela DGG;  Aumento do índice de Capacitação dos Colaboradores da ATI, Elaboração de Instrumentos para Concurso Público e Realização de Processos de Aquisição/Serviços, pela SGI.
     
    "Fico feliz por termos alcançado bons resultados em 2019. Agradeço o empenho de todos e, para 2020, a meta é desenvolver projetos com foco na transformação digital, alinhar as ações entre as diretorias para o novo planejamento estratégico e intensificar e aperfeiçoar o monitoramento com indicadores de resultados”, mencionou a presidente da ATI, Ila Carrazzone.
    Assuntos: sad, ati, balanco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Balanço de 2019 das ações da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas

    | Balanço

    prevenção

    Pode-se dizer que este foi o ano 1 da prevenção à violência em Pernambuco, uma vez que foi o primeiro ano da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas

    Resumo:

    • Perto de 50 Ações de Cidadania com 163.549 atendimentos gerais;
    • Juventude Presente ofereceu 30 mil vagas em cursos de qualificação profissional;
    • Papo Reto sobre Prevenção à Violência reuniu 12 mil adolescentes e jovens;
    • Programa Atitude é identificado como um dos sete melhores no mundo;
    • Os melhores indicadores de Atitude no seu 8º ano, com mais de 24 usuários acolhidos;

    Os principais programas da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas são o Governo Presente, o Juventude Presente e o Programa Atitude – este último com os melhores indicadores da sua história.

    Governo Presente tem como evento frequente as Ações de Cidadania, um grande mutirão de serviços do Estado, da prefeitura e de algumas empresas privadas parcerias. Em 2019, foram 48 Ações de Cidadania. Ao somar atendimento geral e disseminação de informações, temos 163.549 atendimentos. A Ação de Cidadania é uma articulação da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas e envolve doze secretarias de Estado, além da Defensoria Pública e outras instituições.

    O Programa Governo Presente visa a garantia no acesso a direitos. Na Ação de Cidadania, são oferecidos perto de 100 tipos de serviços, é feita a divulgação de informações de direitos, exames preventivos e testes rápidos de saúde, distribuição de itens de cuidados pessoais.

    As Ações de Cidadania ocorreram em todas as regiões do Estado, sempre em espaços públicos, preferencialmente escolas da rede estadual. Elas acontecem depois de divulgação prévia no território. Cada evento pode realizar mais de 9 mil atendimentos gerais, mas a média fica na ordem dos 4 mil atendimentos.

    Programa Juventude Presente ofereceu 30 mil vagas em cursos de qualificação de empresas privadas, especializadas neste tipo de formação. Mais de 18 mil jovens se inscreveram, no primeiro ano de oferta de vagas. A qualificação profissional atende a uma demanda identificada pela secretaria para jovens de 15 a 29 anos.

    Os cursos do Juventude Presente possibilitam que os jovens façam uma trilha formativa, unindo cursos e qualificação de diferentes áreas para melhor se inserir no mercado. São cursos de vendas, atendimento em turismo, informática, assistente administrativo, farmácia, barbearia, design de sobrancelhas, refrigeração e manutenção de motos, entre os mais procurados.

    O Juventude Presente faz o Papo Reto sobre Prevenção à Violência, rodas de diálogo entre convidados com conteúdo de interesse de estudantes do ensino médio e militantes das causas jovem. Os eventos costumam ganhar dinâmica própria e são ricos em trocas entre convidados e jovens. Em 2019, foram 8 eventos que reuniram mais de 12 mil estudantes, trocando ideias sobre prevenção à violência e temas como saúde, cultura, política e protagonismo.

    Programa de Atenção Integral aos Usuários de Drogas e seus familiares, o Programa Atitude vive um dos seus melhores momentos da sua história. Em 2019, foi reconhecido por levantamento do ONG holandesa Mainline como um dos sete melhores programas do mundo, o único na América Latina.

    O Programa Atitude teve o maior orçamento da sua história, em 2019. Esse compromisso é mais significativo ao lembrarmos que os orçamentos de diferentes serviços públicos sofreram algum tipo de retração, no passado. No entanto, o orçamento do Atitude foi recomposto e ampliado. O Atitude também foi capaz de superar um momento difícil que atingiu todos entes federativos em diferentes escalas. Os números comprovam o compromisso do Governo de Pernambuco com o Programa Atitude.

    A grande contribuição da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, em 2019, foi a participação nos esforços que criaram a Lei de Prevenção Social à Violência e ao Crime, aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa. Novas estruturas, governança e o diálogo com a sociedade estão previstos no texto. Pernambuco se torna um dos primeiros estados do país a possuir legislação específica.

    A Câmara de Prevenção à Violência do Pacto pela Vida foi ampliada e estão sendo instalados 12 comitês territoriais e comunitários, nos 59 territórios considerados prioritários, para atender os preceitos da legislação, de forma mais objetiva. Os territórios também terão núcleos regionais para aproximação com a comunidade e implantação de 590 oficinais de conexão sociocultural para adolescentes e jovens nos territórios.

    O acompanhamento das demandas destes territórios será parte da pauta do Pernambuco pela Prevenção, articulação da secretaria de Políticas de Prevenção com outras secretarias de Estado, envolvidas nos esforços para oferecer oportunidades para as regiões vulneráveis ao ilegal e carentes do ponto de vista socioeconômico.

    No campo da articulação, a secretaria acordou uma parceria com a CUFA - Central Única das Favelas. Entre outras ações, a CUFA vai priorizar, em 2020, o fortalecimento do diálogo com coletivos e jovens e a ampliação das ações de mobilização social, disseminação cultural e incentivo à geração de renda e cidadania. Destaque para ampliação do Papo Reto; fomento a iniciativas de economia criativa nos territórios dos programas de prevenção; e incentivo a iniciativas de arte e cultura.

    Assuntos: spvd, balanco, programa atitude
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas realiza mais de 28 mil abordagens durante o Carnaval

    | Balanço, Direitos Humanos

    Campanha teve como lema “Brinque com alegria, não brinque com a vida”

    Em quatro dias de atuação, mais de 28 mil pessoas foram abordadas pelas equipes dos programas Atitude e Governo Presente, que trabalharam em quatro municípios pernambucanos: Recife, Olinda, Cabo de Santo Agostinho e Bezerros.

    As equipes da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas do Estado (SPPVD) realizaram um trabalho de orientação e divulgação de informações quanto à importância do estímulo à cultura de paz e à não violência, sobre o uso excessivo de álcool e outras drogas, além da oferta de atendimento e serviços disponíveis.

    A campanha teve como objetivo levar informação aos foliões sobre prevenção e cuidados, estimulando a prática de hábitos saudáveis, durante a folia de Momo. As atividades da Secretaria tiveram início na noite da sexta-feira (01), na abertura oficial do Carnaval, e se estenderam até a segunda-feira (04), encerrando no município do Cabo de Santo Agostinho.

    De acordo com o secretário de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, o trabalho realizado durante o Carnaval foi muito produtivo e pautado no compromisso com a população. "Nossa equipe atuou nas ruas dos municípios pernambucanos, levando orientação e informação para as pessoas sobre os serviços e atendimento dos programas Governo Presente e Atitude", destacou Benevides.

    Cidades: Bezerros, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Recife
    Assuntos: sppd, carnaval, programa atitude, governo presente
    Compartilhe: Link para o post:
  • Homicídios e roubos caem no Carnaval de 2019

    | Segurança, Balanço

    coletiva

    A queda nos CVLIs foi de 9,2% em relação a 2018 e de 29,5% em comparação a 2017. Já os crimes violentos patrimoniais diminuíram 42,2% e 50,4%, respectivamente, quando confrontamos com os períodos da sexta-feira à Quarta-Feira de Cinzas dos dois carnavais anteriores. Significativo declínio dos assaltos a ônibus e roubos de celulares puxaram as estatísticas para baixo

    O Carnaval de 2019 em Pernambuco teve -9,2% homicídios em relação ao de 2018. Os dados da Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS) atestam que, entre a 0h da sexta-feira de abertura oficial da festa (01/03) até as 23h59 da Quarta-Feira de Cinzas (06/03), 79 crimes dessa natureza foram praticados, contra 87 no período equivalente de 2018. A redução em comparação com 2017, quando houve 112 casos, é ainda mais expressiva: -29,5%.

    Destaque para o Recife, onde se contabilizaram -29,4% Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em 2019 entre a sexta e a quarta-feira. O número passou de 17 casos em 2018 para 12 em 2019. Além disso, este ano chegou quase à metade do registrado nesse período em 2017, quando ocorreram 22 homicídios, com -45,5%. Em toda a Região Metropolitana, houve uma redução de 17,8% nos CVLIs durante a Operação Carnaval em relação a 2018 - passando de 45 para 37. Ao considerar 2017, os números baixaram ainda mais, com -32,7% (de 55 para 37).

    Igualmente em queda, as estatísticas de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) em Pernambuco tiveram uma diferença de -42,2% do ano passado para este ano nesses seis dias de Carnaval. Se haviam sido notificados 1.900 casos em 2018, em 2019 as delegacias registraram 1.099 queixas referentes às diversas modalidades de roubo.

    No Recife, os CVPs diminuíram em 45,5% no contraste com 2018 entre a sexta e a quarta do período carnavalesco. A queda foi de 697 para 380 registros. O percentual atinge -50,5% quando se examinam os dados de 2017, ano em que se computaram 768 roubos. Na RMR, as polícias receberam 819 queixas de CVP em 2019 nesses seis dias, -36,3% em relação a 2018 (com 1.286 casos) e -48,2% na comparação com 2017 (com 1.580 ocorrências).

    “Os números atestam a segurança de um dos carnavais mais tranquilos que nosso Estado já viveu. Existe ainda um fator que não aparece apenas em números, mas é fundamental para o bem estar de todos: a sensação de segurança. Recebemos depoimentos de pessoas em diversas regiões enaltecendo o trabalho das Polícias Militar, Civil e Científica e do Corpo de Bombeiros Militar, que proporcionaram aos foliões vivenciar essa a experiência do Carnaval no que ela tem de melhor. No trabalho ostensivo, na prevenção por meio de abordagens distribuídas em pontos estratégicos, salvamentos, resgates, inspeções, prisões em flagrante, mediações de conflitos e oferta de serviços, as forças de segurança estiveram em toda a parte, respondendo de forma rápida e técnica às demandas da população. Em nome dos pernambucanos, faço um agradecimento aos nossos servidores, aos órgãos parceiros e também aos foliões que colaboraram com a cultura de paz”, diz o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua.

    MENOS CELULARES ROUBADOS E FURTADOS – Desde a sexta-feira até a Quarta de Cinzas em 2019, o número de celulares roubados ou furtados foi 31% menor do que nesse mesmo intervalo em 2018. A quantidade de aparelhos subtraídos caiu de 1.689 para 1.165, ou seja, menos 524 telefones levados de seus donos. Já em relação a 2017, quando ocorreram a redução foi de 23,8%. 1.529.

    Durante todo o Carnaval, os foliões puderam se cadastrar no programa Alerta Celular, desenvolvido pela SDS para facilitar a devolução dos aparelhos roubados a seus proprietários. Com postos avançados instalados em grandes focos de festa, a exemplo do Sítio Histórico de Olinda e do Recife Antigo, o Alerta Celular acumulou mais 3.655 cadastros nesses quatro dias.

    COLETIVOS – Por sua vez, os assaltos a ônibus tiveram queda de 25% de sexta a quarta-feira. Haviam sido notificadas 19 ocorrências nesses dias em 2018, o que passou para 12 este ano. Quando se compara com 2017, quando se registraram 35 casos, a queda é de 65,7% em 2019. “Intensificamos a atuação da Força Tarefa Coletivos nos principais corredores viários e terminais integrados para que pudéssemos coibir as investidas, porque sabemos que essa é uma modalidade criminosa que mais assusta a população”, comentou Antonio de Pádua.

    IMPORTUNAÇÃO SEXUAL – Nos focos oficiais de Carnaval, as polícias de Pernambuco receberam duas denúncias de importunação sexual durante os festejos. Em todo o estado, contando com essas ocorrências, foram oito queixas. A partir da Lei nº 13.718/2018, a pena para esse crime passou a ser de reclusão de 1 a 5 anos. Antes, previa de 15 dias a dois meses e era classificado apenas como contravenção. Em Santo Amaro, a Delegacia da Mulher funcionou 24 horas no Carnaval, enquanto na Central de Plantões de Olinda se instalou um plantão extra da Polícia Civil com prioridade de atendimento à mulher e grupos vulneráveis.

    A lei de importunação sexual foi publicada em setembro passado, e a partir daí os Estados iniciaram o processo de inclusão dessa nova tipificação penal nos boletins de ocorrência, além da capacitação dos policiais. Em janeiro de 2019, foram 20 casos e, em fevereiro deste ano (dados ainda sujeitos a atualização), as polícias notificaram 19 casos.

    SOBEM DETENÇÕES REALIZADAS PELAS POLÍCIAS – O número de flagrantes realizados pelas Polícias Civil e Militar teve aumento de 59% em 2019, com relação a 2018: de 111 para 176. As detenções também aumentaram, passando de 51 para 118 (+131%). E a quantidade de encaminhamentos aos postos de comando durante o Carnaval subiu em 210%, saindo de 51 para 158.

    CORPO DE BOMBEIROS AUMENTA PREVENÇÃO – As fiscalizações preventivas para garantir a segurança dos foliões em festas com palcos, camarotes e estruturas similares aumentaram em 72,3% no Carnaval 2019 em Pernambuco. De 101 vistorias realizadas em 2018, o Corpo de Bombeiros Militar incrementou para 174 a quantidade de ações preventivas.

    Esse trabalho se refletiu na diminuição das ocorrências atendidas pela corporação, na comparação com 2018. O número de atendimentos pré-hospitalares baixou de 739 para 561 (-24,1%), enquanto os salvamentos caíram de 85 para 11 (-87,1%). Os chamados para combater incêndios também tiveram queda, passando de 14 para 3 (-78,6%).

    Assuntos: sds, homicidios, carnaval
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco faz balanço das intervenções em Bodocó

    | Balanço
     Após uma semana das fortes chuvas em Bodocó, no Sertão do Araripe, o Governo de Pernambuco faz um balanço das intervenções no município. No início da operação, a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) chegou a registrar 176 famílias desabrigadas e 55 desalojadas. Nesta sexta-feira (20), já não há mais registros de desabrigados e desalojados. A Codecipe também constatou que o abastecimento de água e a eletrificação estavam normalizados desde o domingo (15).

    O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) abriu um acesso a Ouricuri, por meio de uma via pela zona rural, permitindo que o encaminhamento dos pacientes de Bodocó, Granito, Moreilândia e Exu ao Hospital Regional de Ouricuri fosse restabelecido. No início da semana, o Hospital Santa Maria, localizado em Araripina, atuou como suporte às gestantes encaminhadas de Bodocó. E os casos de urgência e emergência dos moradores de Bodocó, Exu, Granito e Moreilândia foram atendidos pelo Hospital Regional de Salgueiro.

    Durante a semana, as equipes da Secretaria de Saúde de Pernambuco, por meio da Vigilâncias Ambiental, Epidemiológica e Sanitária, da IX Gerência Regional de Saúde (Geres), prestaram apoio técnico ao município e, em conjunto, visitaram os abrigos montados na cidade para dar orientações sobre a limpeza das casas, manipulação de alimentos nas áreas afetadas pelas chuvas, descarte de objetos, além de terem realizado avaliação das manifestações clínicas entre os desabrigados, orientando sobre os sinais e sintomas de doenças e agravos. Foram vacinados 219 pessoas contra hepatites, difteria e tétano e realizados 200 testes para hepatites; e foram distribuídos 1,4 mil unidades de hipoclorito de Sódio, utilizado para purificar a água para consumo. Também foram encaminhadas doses de insulina, a pedido do município.

    As aulas na Escola de Referência em Ensino Médio Artur Barros Cavalcanti, no centro da cidade, retornaram na teça-feira (17). A Escola Estadual João Carlos Lócio de Almeida, também no centro, está passando por um processo de limpeza durante esta semana e voltará às atividades na próxima segunda-feira (23). Já na Escola Estadual Luiz Gomes de Lins, localizada na zona rural, distrito de Sipaúba, as aulas serão retomadas assim que o acesso viário for restabelecido, permitindo que os professores consigam chegar ao distrito. O DER fez uma avaliação preliminar desse acesso e o tráfego poderá ser liberado na próxima semana. Um calendário de reposição das atividades escolares já está sendo organizado.

    Quanto a ponte sobre o Rio Pequí, a equipe técnica do DER e de engenharia da Codecipe avaliaram que o equipamento, com 40 metros de extensão, possui uma rachadura na laje do vão central, o que compromete totalmente a sua estrutura. Não há previsão para liberação do tráfego no local nem para circulação de pedestres. No entanto, a Codecipe enviou um ofício à Secretaria de Defesa Civil Nacional solicitando apoio do Exército na colocação de uma ponte móvel provisória.

     Até a normalização desta área, a rota alternativa mais curta e viável para receber o fluxo de veículos é utilizar a rodovia PE-560, estrada de terra que liga Bodocó até o distrito de Estaca, chegando à rodovia BR-316, trecho com extensão de 20 km. Anteriormente, liberada apenas para veículos pesados, a via já está sendo utilizada por veículos de pequeno porte. O DER está executando serviços de drenagem neste trecho com o objetivo de evitar que haja acúmulo de água em decorrência das chuvas e, consequentemente, o bloqueio da via. Essa rota aumenta em 23 km o percurso para quem segue de Bodocó para Ouricuri.

    Assuntos: camil, governo de pernambuco, balanco, intervencoes, bodoco,
    Compartilhe: Link para o post: