meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Banco de pautas

Mãe Coruja faz balanço de sete anos de trabalho

O governador Eduardo Campos participa, nesta quarta-feira (11/12), às 9h, da abertura do III Encontro Mãe Coruja, no Hotel Casa Grande, em Gravatá. O evento, que segue até a quinta-feira (12/12), tem como tema "A intersetorialidade como estruturadora do cuidado". O intuito é contribuir com a sistematização das experiências vivenciadas ao longo desses seis anos de aprendizados e discutir esse modelo de gestão. A expectativa é reunir mais de 450 pessoas e apresentar mais de cem trabalhos, entre pôsteres eletrônicos, imagens e vídeos, dando oportunidade a quem está na ponta do serviço de mostrar seu trabalho.

Desde que foi instituído, em 2007, o Programa Mãe Coruja Pernambucana já cadastrou 109.806 mulheres e 52.072 crianças, com o intuito de diminuir os índices de mortalidade materna e infantil, por meio de ações que unem as áreas de saúde, educação e desenvolvimento social. Essa intersetorialidade nos eixos do programa também é vista na sua formação, com nove secretarias envolvidas para implantação e desenvolvimento das ações, que já conseguiram diminuir de 21,3 para 15,7 o coeficiente de mortalidade infantil no Estado, para cada grupo de mil nascidos vivos.

Atualmente, o Mãe Coruja está implantado em todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), totalizando 103 municípios. Só em 2013, foram realizadas 3.467 oficinas de segurança alimentar, emitidos 280 documentos de identificação; 2.569 mulheres participaram de cursos de qualificação profissional e outras 5.490 mulheres participaram dos 440 círculos de educação e cultura.

Além da qualificação das mulheres, foram distribuídos 9.742 kits do bebê (até agosto) às gestantes que fizeram sete consultas ou mais de pré-natal. Todas as crianças são acompanhadas por ações de incentivo ao aleitamento materno, de imunização, de acesso ao registro de nascimento e para que haja o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento dos meninos e meninas.

HISTÓRICO - O Programa Mãe Coruja Pernambucana foi implantado no Estado em 2007, por meio de decreto. Já em 2009, foi instituído como política pública, por meio de lei. Atualmente, a iniciativa é desenvolvida pelas secretarias de Saúde, de Educação, de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, da Mulher, da Criança e Juventude, de Planejamento e Gestão, de Agricultura e Reforma Agrária, de Governo e de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo.

Serviço:
Abertura do III Encontro Mãe Coruja
Data: Quarta-feira (11/12)
Horário: 9h
Local: Hotel Casa Grande - Gravatá

Data:11 de dezembro de 2013
Assuntos: Não há assuntos relacionados.
Compartilhe: Link para o post: