meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Galeria de Governadores

Miguel Arraes de Alencar

Miguel Arraes de Alencar (*1916 +2005) foi eleito pela primeira vez governador de Pernambuco pelo Partido Social Trabalhista (PST), em 1962.

Miguel Arraes de Alencar (*1916 +2005) foi eleito pela primeira vez governador de Pernambuco pelo Partido Social Trabalhista (PST), em 1962, apoiado pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB) e setores do Partido Social Democrático (PSD), derrotando João Cleofas (UDN) - representante das oligarquias canavieiras de Pernambuco.

Seu governo foi considerado de esquerda, pois forçou usineiros e donos de engenho da Zona da Mata do Estado a estenderem o pagamento do salário mínimo aos trabalhadores rurais (o Acordo do Campo) e deu forte apoio à criação de sindicatos, associações comunitárias e às ligas camponesas. Com o golpe militar de 1964, tropas do IV Exército cercaram a sede do governo estadual, o Palácio das Princesas. Foi-lhe proposto que renunciasse ao cargo para evitar a prisão. Com sua recusa, foi preso na tarde de 1º de abril. Libertado em 25 de maio de 1965, exilou-se na Argélia. Em 1979 com a anistia Miguel Arraes voltou ao Brasil e à política.

Em 1986, venceu as eleições para governador de Pernambuco, ainda pelo PMDB, derrotando o candidato do então PFL - e do governo - José Múcio Monteiro. Seu governo foi caracterizado por programas populares voltados ao pequeno agricultor, como o Vaca na Corda, que financiava a compra de uma vaca, e o Chapéu de Palha, que empregava canavieiros, no período de entressafra, na construção de pequenas obras públicas.

Em 1990, filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Foi eleito mais uma vez governador em 1994, aos 78 anos, realizando no Estado o maior programa de eletrificação rural da história de Pernambuco, o Luz que Produz, que anos mais tarde serviu de modelo para o programa federal Luz Para Todos, criado durante a gestão do presidente Lula.

Miguel Arraes de Alencar
1987 / 1990