meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Estudantes da Rede Estadual se destacam na 23ª edição da Ciência Jovem

    | Educação, Tecnologia

    Vencedores ganharam credenciais para feiras nacionais e internacionais de Ciência e Tecnologia 

    A 23ª edição da Ciência Jovem, Feira Internacional de Ciências de Pernambuco, promovida pelo Espaço Ciência, reuniu professores e estudantes de todos os estados brasileiros e países como México, Colômbia, Peru e Paraguai para apresentar trabalhos e projetos realizados por eles nas unidades de ensino. Foram 270 stands. Destes, 101 trabalhos eram da Rede Pública Estadual e estavam expostos em diversas categorias.

    A feira tem o objetivo de estimular estudantes e professores a aprofundarem seus conhecimentos em ciência e tecnologia e os trabalhos estão divididos em cinco categorias: Iniciação à Pesquisa; Divulgação Científica; Incentivo à Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico; Educação Científica e Francis Dupuis Talentos Internacionais (categoria voltada para trabalhos científicos de outros países).

    Os três primeiros lugares da categoria Desenvolvimento Tecnológico foram garantidos por escolas da Rede. Estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Augusto Gondim, localizada em Goiana, na Mata Norte do Estado, ficaram em primeiro lugar na categoria com o ECOLIMP. O projeto consiste numa máquina capaz de filtrar a água utilizada na limpeza do ambiente e possui uma vassoura integrada, facilitando o trabalho de quem precisa limpar uma grande área, como a de uma escola, por exemplo. “Estou muito feliz com o resultado! É a primeira vez que estamos participando e já estamos articulando projetos para o próximo ano. Ter essa repercussão é muito bom porque atrai os olhares para esta área do conhecimento e motiva os estudantes a buscarem mais fora da sala de aula”, comentou a professora Viviane Menezes, que acompanhou a evolução do ECOLIMP desde o início.

    O grupo recebeu troféu, medalhas, um notebook para o professor, dois smartphones para os estudantes e credencial para a MILSET Latin American Expo-Sciences, realizada em julho de 2018, no Chile.

    Os estudantes da Escola Técnica Estadual (ETE) Miguel Arraes de Alencar, localizada em Timbaúba, ficaram em segundo lugar na mesma categoria com o projeto AutoSaber – A maneira mais divertida de aprender. Em terceiro lugar estava Freedom: o robô guia, idealizado pelos estudantes da EREM Manoel Bacelar, de Riacho das Almas, com o objetivo de ajudar na locomoção dos deficientes visuais.

    Além destes, outras escolas da Rede Pública de Ensino também foram premiadas: A ETE Miguel batista ficou em segundo lugar na categoria Educação Científica com o projeto “O fato social – Jornal de Sociologia”; No terceiro lugar da categoria Educação Científica ficou a EREM Brasilino José de Carvalho, com o trabalho “Libras para todos”; O quarto lugar da categoria Incentivo à Pesquisa foi do projeto “Transformando resíduos orgânicos em um super adubo líquido formando um NPK na escola”, realizado pela EREM Coronel João Francisco; O projeto “Drogas, tô fora!”, da EREM Armando Carneiro Leão,  ganhou na categoria Voto Popular; A ETE Prof. Lucilo Ávila Pessoa ganhou Destaque na categoria Desenvolvimento Tecnológico com o projeto “Desenvolvimento de exoesqueleto robótico para membros inferiores”.

    Cidades: Recife
    Assuntos: seduc, secti, espaço ciencia, 23 ciencia jovem, feira internacional de ciencias
    Compartilhe: Link para o post:
  • Facepe realiza Mostra de Inovação

    | Tecnologia

    facepe

    Evento marca a trajetória de fomento da Fundação à inovação nas empresas pernambucanas com exposição de produtos e processos inovadores já desenvolvidos

    A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (Secti) realizaram, nesta terça-feira (14/11), a Mostra de Inovação. Marcando o período de dez anos de fomento da Facepe à inovação nas empresas pernambucanas, o evento conta com a exposição de cerca de 35 produtos, protótipos e processos inovadores contemplados pelos editais da Fundação. Desde 2007, quando a Diretoria de Inovação foi criada, 177 projetos foram apoiados, somando um investimento aproximado de R$ 55 milhões (recursos da Facepe e de parceiros). A Mostra está acontecendo durante todo o dia, no Parqtel, no Curado.

    A expectativa, além de realizar uma prestação de contas do investimento público, é permitir aos participantes a divulgação de seus resultados, como avanço na fronteira tecnológica, geração de valor, negócios, emprego e renda com os produtos apoiados pela Facepe. “Além de gerar interação entre empresas, institutos de pesquisa e Governo, a apresentação de resultados estimula a pesquisa e o desenvolvimento de novas parcerias, tecnologias e inovações”, destaca a secretária de CT&I, Lúcia Melo.  

    Como política pública, o Governo de Pernambuco estimula a pesquisa e o processo de inovação tecnológica nas empresas, a partir de linhas de financiamento e concessão de subvenção econômica oferecidas pela FACEPE. “A intenção foi criar um espaço favorável ao compartilhamento de ideias e experiências, ampliação de networking, além de possibilitar um feedback entre as equipes de pesquisa e profissionais da área”, ressalta Abraham Sicsu, presidente da Facepe.  

    Cases - Alguns dos resultados desses investimentos podem ser vistos no dia-dia da população. A empresa pernambucana Aeroespacial, por exemplo, desenvolveu uma ferramenta de gestão para os parques eólicos em operação no estado. O software desenvolvido foi um dos beneficiados pelo Tecnova, com um aporte de R$ 500 mil para ajudar no desenvolvimento da ferramenta. O software monitora continuamente a eficiência do desempenho de todos os aerogeradores de um Parque Eólico e avisa, em tempo real, as equipes de manutenção e operação quando ocorre qualquer falha no funcionamento, possibilitando uma rápida manutenção e evitando que os equipamentos fiquem parados por muito tempo.

    Na área de educação podemos destacar a Escribo, empresa pernambucana que desenvolve inovações para fortalecer o aprendizado. Ela foi beneficiada com recursos de R$860 mil para o desenvolvimento de plataformas educacionais, utilizadas hoje por mais de 100 mil estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. A parceria rendeu o projeto Frei.re de educação interativa, utilizado pelas escolas da educação infantil (2 a 5 anos). Os educadores e as crianças usam jogos digitais que fortalecem a alfabetização e o desenvolvimento dos objetivos de aprendizagem das áreas de matemática, natureza e sociedade.

    Outro projeto que chama atenção está no setor de segurança. Uma empresa local está desenvolvendo um projeto de Microfone Inteligente Conectado (MIC), com o incentivo de R$ 300 mil da Facepe. A intenção é que o microfone seja capaz de detectar automaticamente uma infinidade de sons, processe o som captado e detecte eventos relevantes, como disparos de arma de fogo, tentativas de arrombamento, quebra de vidro e gritos. E, sem auxílio de um computador, transmita o alarme e o áudio captado para sistemas de monitoramento, além de enviar alertas por SMS ou e-mail. O equipamento já está sendo testado por alguns bancos privados na Região Metropolitana e, em breve, deverá ser comercializado.

    Secti e UPE lançam curso de Inovação Tecnológica para Indústrias do Futuro

    Atenta às demandas do mercado e às adaptações necessárias para o futuro, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Universidade de Pernambuco (UPE) criaram uma especialização para formação de empreendedores de alta tecnologia. A pós-graduação de Inovação Tecnológica para Indústrias do Futuro (Makers of Tomorrow) foi lançada, na manhã desta terça-feira (14), durante a Mostra Facepe de Inovação.

    As aulas devem ser iniciadas já em março de 2018 com duração de um ano e meio, unindo atividades teóricas, práticas e a monografia, que será o desenvolvimento de um projeto. A proposta é desenvolver a qualidade técnica e também o aspecto sócio e emocional dos profissionais de maneira pioneira no Brasil. “É um curso de pós-graduação e especialização lato sensu, voltado para a formação de empreendedores de alta tecnologia. É o que se chama de ‘makers of tomorrow’ (fazedores do amanhã, em português)”, ressalta a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Lúcia Melo. 

    O cientista-chefe do Parque Tecnológico de Eletroeletrônicos e Tecnologias Associadas (Parqtel) e coordenador do curso, Carmelo Bastos Filho, destaca que a pós-graduação surgiu a partir do debate entre academia, empresas e setor público, identificando essa necessidade. “Às vezes, nós encontramos um profissional de excelente qualidade técnica, mas não tão bom em gerenciamento e planejamento. Ou o contrário. O que essa especialização busca é reunir essas competências”, esclarece. O curso conta ainda com a parceria do Porto Digital, a partir da participação da Softex, que receberá também aulas práticas. O edital será publicado em breve e as aulas devem. 

    Cidades: Recife
    Assuntos: secti, facepe, mostra de inovação, secti, upe, inovaçao tecnologica, industria, recife
    Compartilhe: Link para o post:
  • PROJETOS INOVADORES SÃO DESTAQUES NA ABERTURA DA 23ª CIÊNCIA JOVEM

    | Tecnologia

    Evento segue até o próximo sábado (9), no Paço Alfândega 

    Biopotes de Sisal e Ensino da Música com Tubo de Rubens para surdos são, apenas, alguns dos 270 projetos que estão expostos na 23ª Ciência Jovem, no Paço Alfândega, até o próximo sábado (11). A abertura oficial aconteceu nesta quinta-feira (9), contando com a presença da secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, que esteve acompanhada pelo secretário executivo, Leonildo Sales, e pelo diretor do Espaço Ciência, Antônio Carlos Pavão.

    “Vocês serão o futuro dessa geração do século XXI. Por isso, precisam estudar para enfrentar os desafios que o mercado de trabalho irá exigir. Poderão ser cientistas, médicos, professores ou qualquer outra profissão que, por ventura, venham escolher. Porém, terão que ser bons. Precisa ser os melhores e, para isso, precisam estudar e para enfrentar o difícil mercado de trabalho. O evento de hoje mostra a capacidade que vocês demonstram em ocupar posições de nível científico e tecnológico”, disse Lúcia Melo, ao parabenizar os estudantes presentes.

    Após a abertura oficial, a secretária foi conferir os trabalhos de perto e ficou encantada com o desempenho das estudantes Helena e Amanda, ambas do colégio Piaget. As meninas apresentaram um trabalho sobre Biopotes de Sisal – produto biodegradável, que ao ser utilizado em mudas, podem ser enterrados permitindo, assim, que as raízes das plantas se direcionem adequadamente no solo mantendo elas úmidas por mais tempo. “O projeto é incrível e inovador. A professora responsável, Belma Oliveira, já pediu a patente do mesmo. Tem tudo para ser uma inovação no mercado”, avaliou Lúcia.

    No hall do Paço Alfândega, trabalhos de todos os estados do Brasil, além de México, Paraguai, Chile e Colômbia estão sendo expostos. Até o próximo sábado, cerca de 10 mil pessoas devem passar pelo local.

    Histórico – A Ciência Jovem é organizada pelo Espaço Ciência, órgão ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, do Governo do Estado. Os projetos são realizados por estudantes de escolas públicas ou particulares, em cinco categorias: Iniciação à Pesquisa, para Educação Infantil e Fundamental 1; Divulgação Científica, para alunos do Fundamental 2; Iniciação à Pesquisa, para estudantes do Ensino Médio; Desenvolvimento Tecnológico, para projetos do Ensino Médio que resultem em um produto; e Francis Dupuis, para trabalhos internacionais. 

    Já os professores podem compartilhar experiências pedagógicas exitosas por meio da categoria Educação Científica, que inclui apresentação oral e exposição em banners.

    A avaliação dos trabalhos é feita por uma comissão com cerca de 150 profissionais especializados das universidades locais. Os resultados são divulgados no próximo sábado, último dia da Feira, durante a cerimônia de encerramento, que tem início às 15 horas.

    Cidades: Recife
    Assuntos: secti, espaço ciencia, ciencia jovem, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Estudantes de todo o país e do exterior mostram sua ciência no Recife

    | Tecnologia

    A partir desta quinta (09), 270 projetos científicos de estudantes e 30 trabalhos de professores estarão expostos no Shopping Paço Alfândega. É a 23ª edição da Ciência Jovem, feira internacional de Ciências que, anualmente, reúne o que de melhor é produzido nas escolas do país. Haverá trabalhos de todos os estados do Brasil, além de México, Paraguai, Chile e Colômbia. O evento acontece na quinta, sexta e sábado (09, 10 e 11), a partir das 10 horas.

    A Ciência Jovem é organizada pelo Espaço Ciência - Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado e promete atrair um público de mais de 10 mil pessoas. Os projetos são realizados por estudantes de escolas públicas ou particulares, em cinco categorias: Iniciação à Pesquisa, para Educação Infantil e Fundamental 1; Divulgação Científica, para alunos do Fundamental 2; Iniciação à Pesquisa, para estudantes do Ensino Médio; Desenvolvimento Tecnológico, para projetos do Ensino Médio que resultem em um produto; e Francis Dupuis, para trabalhos internacionais. Já os professores podem compartilhar experiências pedagógicas exitosas por meio da categoria Educação Científica, que inclui apresentação oral e exposição em banners.

    Para Antônio Carlos Pavão, diretor do Espaço Ciência, as grandes ideias surgem dos jovens, só é preciso que sejam estimuladas. “As Feiras de Ciência são uma revolução pedagógica. Elas fogem do modelo do professor que sabe tudo e repassa aos alunos. É um trabalho colaborativo em que as questões são lançadas para investigação e descoberta”, afirma Pavão.

    No caso da Ciência Jovem, as escolas são estimuladas a elaborar projetos durante todo o ano letivo, de forma articulada ao conteúdo curricular. “No início do ano, lançamos as pré-inscrições, que garantem um ponto a mais no resultado final”, explica Eulália Almeida, da coordenação da Ciência Jovem.

    Mais de 500 projetos se inscreveram e foram submetidos à análise da Comissão Avaliadora. Para a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo de Pernambuco, Lúcia Melo, o evento demonstra como a ciência é capaz de despertar o interesse de estudantes e da sociedade. “É uma oportunidade para disseminar o conhecimento científico, o que é fundamental para a segurança, autonomia e liberdade de uma nação", destaca.

    A qualidade dos trabalhos da Ciência Jovem pode ser comprovada pelos resultados obtidos em outros eventos. Os projetos premiados são credenciados para participar de outras Feiras Internacionais e boa parte deles garante destaque. É o caso do grupo de Limoeiro, que foi vencedor de Feira realizada no Rio Grande do Sul e segue para o México no ano que vem; ou do grupo de São Vicente Férrer que foi premiado no México e credenciado para feiras em Porto Rico e na Argentina.

    Outras iniciativas, como o aplicativo de combate ao Aedes Aegypti criado pelos estudantes de Jardim Brasil, chegaram a ser avaliadas por representantes do Ministério da Saúde, em Brasília, e Secretaria de Saúde do Estado, como alternativas de políticas públicas de Saúde.

    A avaliação dos trabalhos é feita por uma comissão com cerca de 150 profissionais especializados das universidades locais. Os resultados são divulgados no último dia da Feira, durante a cerimônia de encerramento, que tem início às 15 horas.

    SERVIÇO: 23ª CIÊNCIA JOVEM

    Dias 9, 10 e 11 no Shopping Paço Alfândega

    De 10h às 18h

    Cerimônia de Abertura – 09/11, 14h

    Cerimônia de Encerramento – 11/11, 15h

    Cidades: Recife
    Assuntos: secti, governo de pernambuco, ciencia jovem, feira internacional, espaço ciencia
    Compartilhe: Link para o post:
  • ITEP abre inscrições para Mestrado Profissional em Tecnologia Ambiental

    | Educação, Tecnologia

    O Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP) está com inscrições abertas para a turma 2018.1 do seu Mestrado em Tecnologia Ambiental. São oferecidas 24 vagas, distribuídas igualmente entre as linhas de atuação “Gestão e Degradação Ambiental” e “Tecnologia Ambiental”. O Mestrado Profissional do ITEP é o único do Norte-Nordeste com conceito 4 da Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. As inscrições vão até o dia 17 de janeiro de 2018 e devem ser realizadas na secretaria do programa, localizada na sede do ITEP, av. Prof. Luiz Freire, 700, Bloco C, Cidade Universitária, das 9h às 18h, pessoalmente ou através de procurador, mediante a apresentação de instrumento de mandato.

    O curso tem duração de 24 meses e é voltado a profissionais graduados em áreas relacionadas à Tecnologia Ambiental ou com experiência comprovada em Ciências Ambientais. O edital completo está disponível no site do ITEP (www.itep.br). A documentação exigida para a inscrição inclui: ficha de inscrição preenchida e enviada online (disponível em https://goo.gl/forms/k3Z4K2wAVkqb1BK); cópias autenticadas de identidade, CPF, Certidão de Nascimento ou Casamento, diploma de graduação ou declaração de conclusão de curso de graduação plena reconhecidos pelo MEC, e histórico escolar do curso de graduação; uma foto 3 × 4 recente; cópia do currículo lattes; e três cópias da proposta do projeto de pesquisa em até cinco laudas.

    O processo seletivo é composto de três etapas: Inscrições até o dia 17 de janeiro; Prova de Conhecimentos e Suficiência em Língua Inglesa, no dia 20 de janeiro, das 8h às 13h; e Avaliação do currículo lattes e da proposta de projeto de pesquisa, de 29 a 31 de janeiro. O resultado final será divulgado no dia 06 de fevereiro no site do ITEP. A matrícula deverá ser feita nos dias 07 e 08 de fevereiro e a aula inaugural será no dia 19 de fevereiro.

    O curso funcionará com aulas presenciais na sede do ITEP, distribuídas durante duas semanas consecutivas de cada mês (2ª e 3ª) no período noturno (19h às 22h), e aos sábados (8h às 17h), conforme horário disponibilizado no início de cada período letivo. O investimento é de R$ 32.700,00 e pode ser dividido em até 30 parcelas de R$ 1.090,00 pagas até o dia 10 de cada mês.

    Cidades: Recife
    Assuntos: secti, itep, mestrado, tecnologia ambiental, processo seletivo
    Compartilhe: Link para o post:
  • NOVA DIRETORIA DA TV PERNAMBUCO TOMA POSSE

    | Tecnologia

    A nova diretoria da Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC/TV Pernambuco tomou posse nesta quarta-feira (1º de novembro), em um ato realizado no auditório da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, órgão estadual ao qual a TV pública está diretamente ligada. Gustavo Almeida assumiu a presidência da emissora e a diretoria de programação ficará sob a responsabilidade da jornalista Margarida Gomes, já a gestão administrativa e financeira será conduzida por Evaldo Nunes.

    Os novos diretores chegam com a missão de dar seguimento ao processo de restruturação da TV pública que, entre outras coisas, deverá nos próximos meses realizar seleção de profissionais e aquisição de equipamentos para dar seguimento ao processo de digitalização das retransmissoras em todo território do estado. Atualmente, a TV possui 73 pontos de retransmissão do sinal da TV com um alcance de 110 municípios.

    “Essa é uma nova etapa da gestão do Governador Paulo Câmara, que se reveste de um simbolismo muito grande. Mesmo enfrentando as dificuldades financeiras do momento, este Governo vem cumprindo seu compromisso com a sociedade. A EPC reinicia sua trajetória e toda a equipe irá trabalhar num projeto de muito valor, como a TV Pública”, destacou a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo.

    “Fico muito feliz por essa oportunidade de encarar esse grande desafio junto à EPC. A comunicação social precisa da participação da sociedade na governança, no debate e nas decisões. E nós vamos batalhar para termos uma EPC inovadora, inclusiva, digital e verdadeiramente social”, disse Gustavo Almeida.

    Desde 2013, a TV Pernambuco é gerida pela Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC, empresa pública de radiodifusão do estado de Pernambuco, estruturada a partir de ampla discussão com a sociedade civil.

    Cidades: Recife
    Assuntos: tv pernambuco, secti, paulo camara, epc
    Compartilhe: Link para o post:
  • ARMAZÉM DA CRIATIVIDADE COMPLETA DOIS ANOS EM CARUARU

    | Tecnologia

    A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, participou das comemorações do segundo ano de atividades do Armazém da Criatividade, em Caruaru. O Armazém faz parte de uma política pública da Secti, executada pelo Porto Digital, para levar a experiência exitosa do parque tecnológico a outras regiões do estado, seguindo o plano de interiorização do Governo de Pernambuco. O evento de comemoração contou com atividades nas salas de treinamento e nos laboratórios do Armazém da Criatividade.

    O local tem como objetivo impulsionar o setor de confecções da região, associando a produção a uma base tecnológica avançada, com uso de equipamentos de alta performance, distribuídos nas diversas etapas de produção. Além disso, visa impulsionar também as áreas de economia criativa e de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), em especial no desenvolvimento de games.

    “Ficamos muito felizes em comemorar os dois anos de operação do Armazém da Criatividade. Temos a certeza de que estamos no caminho certo ao promover a interiorização e a integração desses ambientes de inovação. Como política pública, estimular a criação de novos negócios e aumentar a competitividade da nossa economia é uma das prioridades da Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco”, disse Lúcia.

    “É uma honra termos a confiança do Governo de Pernambuco, através da Secti, para executar essa política de levar para Caruaru a experiência do Porto Digital. Estamos satisfeitos com os resultados e sempre em busca de melhorar e acelerar nossos resultados”, destacou Silvio Meira, membro do conselho do Porto Digital. Uma das incubadas, a produtora de moda Aurijane Arruda, destaca a importância do projeto para a região. "O Armazém da Criatividade é realmente um armazém de ideias. Temos a estrutura tecnológica, através de softwares e maquinários, e isso qualifica o produto que oferecemos", disse. 

    No Armazém da Criatividade é possível desenvolver protótipos em toda cadeia de produção: desde a criação, com laboratórios de design gráfico, de produto e de moda, até a modelagem em 3D; prototipação com laboratórios de digitalização e impressão 3D, produção gráfica e produção de vestuário. O armazém conta ainda com estúdios de fotografia e vídeo, mixagem e pós-produção audiovisual, possibilitando a produção de editoriais de moda.

    O ambiente também dá suporte tecnológico a projetos nas áreas de animação, design gráfico e de produto. Toda essa estrutura visa incentivar o surgimento de novos empreendimentos inovadores para a diversificação e o fortalecimento da competitividade da economia local.

    Cidades: Caruaru
    Assuntos: secti, governo de pernambuco, armazem da criatividade, porto digital
    Compartilhe: Link para o post:
  • Armazém da Criatividade completa dois anos em Caruaru

    | Tecnologia

    dois anos armazem  

    A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, participa nesta terça-feira (31/10) das atividades de comemoração do segundo ano de implantação do Armazém da Criatividade em Caruaru. O Armazém faz parte de uma política pública da Secretaria de C,T&I, executada pelo Porto Digital, para levar a experiência exitosa do parque tecnológico a outras regiões do estado, seguindo a orientação de interiorização do Governo de Pernambuco. O evento oficial está marcado para as 17h, mas durante todo o dia estão previstas atividades nas salas de treinamento e nos laboratórios do Armazém da Criatividade.

    O Armazém da Criatividade de Caruaru tem como objetivo impulsionar o setor de confecções da região, associando a produção a uma base tecnológica avançada, com uso de equipamentos de alta performance, distribuídos nas diversas etapas de produção da confecção.

    No local é possível desenvolver protótipos em toda cadeia de produção: desde a criação, com laboratórios de design gráfico, de produto e de moda, até a modelagem em 3D; prototipação, com laboratórios de digitalização e impressão 3D, produção gráfica e produção de vestuário. O armazém conta ainda com estúdios de fotografia e vídeo, mixagem e pós-produção audiovisual, possibilitando a produção de editoriais de moda.

    Além do foco na cadeia produtiva da moda, o Armazém da Criatividade é também um ambiente para o desenvolvimento de projetos na área de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), em especial no desenvolvimento de games. O ambiente também dá suporte tecnológico a projetos nas áreas de animação, design gráfico e de produto. Toda essa estrutura visa incentivar o surgimento de novos empreendimentos inovadores para a diversificação e o fortalecimento da competitividade da economia local.

    Além da secretária Lúcia Melo, também estrarão presentes a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, o membro conselho do Porto Digital, Sílvio Meira, e outras autoridades e nomes da área de TIC e economia criativa da região.

    Cidades: Caruaru
    Assuntos: SECTI, tecnologia, caruaru, governo de pernambuco, armazem da criatividade
    Compartilhe: Link para o post:
  • Fempe debate estratégias para startups

    | Emprego, Tecnologia

    O Fórum Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte de Pernambuco (Fempe), vinculado à Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco (Sempetq), promove no dia 1 de novembro uma reunião ordinária referente ao GT Inovação. O encontro acontece das 9h às 11h, na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (SECTI), localizada na Rua Vital de Oliveira, nº 32, no Recife.

    Entre os temas abordados, está a atualização das ações voltadas às estratégias de startups, além de informações e divulgação sobre a Amostra de Ciência e Tecnologia (FACEPE) e demais assuntos inerentes ao GT Inovação.

    Cidades: Recife
    Assuntos: sempetq, fempe, governo de pernambuco, secti, facepe, gt inovaçao
    Compartilhe: Link para o post:
  • Afogados da Ingazeira sedia encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia neste fim de semana

    | Tecnologia

    O município de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, sedia neste final de semana, o encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Exposições, jogos matemáticos, caravanas da ciência, estandes com projetos das escolas, entre outras atividades, compõem a programação.

    A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia teve início na segunda-feira, dia 23. Em Pernambuco, ela é coordenada pelo Espaço Ciência e envolve dezenas de municípios e instituições. Durante sete dias, foram milhares de atividades voltadas à democratização do acesso à ciência e sobretudo à matemática, tema da SNCT.

    O encerramento em Afogados da Ingazeira promete repetir o sucesso da abertura, realizada em Porto de Galinhas, Ipojuca, quando milhares de pessoas, sobretudo estudantes, tiveram acesso às atividades.

    A maior parte da programação acontece na Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, no centro da cidade. Estarão lá os estandes com projetos realizados pelas escolas locais (confira abaixo). Estarão lá também a Caravana Notáveis Cientistas de Pernambuco e o Ciência Móvel, com experimentos e atividades interativas, que compõem a ação itinerante do Espaço Ciência.

    Outras atrações disponíveis na praça são o lançamento de foguetes, com a Caravana da Astronomia e a Exposição Jogos e Acasos, produzida pelo Espaço Ciência e distribuída entre 40 polos da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Pernambuco. As escolas municipais e a Faculdade do Sertão do Pajeú (FASP) também estarão no local, com projetos e jogos matemáticos.

    No dia 28, a programação tem início às 15 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, onde haverá oficina de confecção de foguetes. Na Praça, a programação tem início às 16 horas, quando começa também as sessões no Planetário, que estará localizado no cinema do município. À noite, haverá observação astronômica e apresentação das escolas na 10ª Feira Interativa de Leitura e Conhecimento.

    No dia 29, as atividades têm início às 9h. Além da programação do dia anterior, haverá Intercâmbio de Jogos produzidos com reaproveitamento de resíduos sólidos; apresentação de Bandas Marciais e atrações culturais; concurso e lançamento de foguetes; e a solenidade oficial de encerramento.

    Cidades: Afogados da Ingazeira
    Assuntos: secti, espaço ciencia, semana nacional ciencia e tecnologia
    Compartilhe: Link para o post: