meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Inscrições para incubação de empresas no ITEP vão até 18/07

    | Tecnologia

    itep

    Há vagas para Recife e interior.

    A primeira rodada de inscrições para o programa de incubação de empresas de base tecnológica do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP) se encerra no dia 18 de julho. Pioneiro no estado na incubação de empreendimentos, o ITEP traz várias novidades para este ano, incluindo vagas em novas incubadoras localizadas em Garanhuns e Araripina. Também pela primeira vez, o edital está estruturado em fluxo contínuo, permitindo a participação de empresas interessadas ao longo de todo ano. Nesta primeira fase, são disponibilizadas 15 vagas para a Incubatep (Recife), três vagas para a Itac (Caruaru), quatro vagas na Incubadora do Pajeú (Serra Talhada), três vagas para a Invasf (Petrolina), duas vagas para a Incubadora do Araripe (Araripina) e duas vagas para a Incubadora de Garanhuns. O edital com todas as informações está disponível no site do ITEP.

    Os interessados em participar devem submeter seus projetos no site http://sgi.macropus.com.br/incubatep/edital e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30,00. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, que queiram incubar novos negócios (produtos ou serviços) de base tecnológica nas áreas de Engenharia Sustentável, Engenharia e Operação de Redes, Energia Sustentável, Sustentabilidade em Matrizes Ambientais, Alimento Seguro e Sustentável e Gestão Territorial Sustentável (incluindo Logística reversa), assim como propostas de soluções tecnológicas para os seguintes APLS ou cadeias produtivas prioritárias: Laticínios, Ovinocaprinocultura, Gesso, Vitivinicultura, Moda/têxteis, Apicultura e Aquicultura.

    O edital também contempla projetos voltados às seguintes áreas estratégicas: Optoeletrônica; Fármacos e hemoderivados; Prototipagem, modelagem e design; Nanotecnologia; Biotecnologia; Engenharia Civil; Metal mecânica; Tecnologias na área da saúde; Mecatrônica; e Eletroeletrônica. Para auxiliar os candidatos na submissão das propostas, o ITEP promoverá um minicurso de elaboração de plano de negócios e apresentação do programa no dia 26 de junho.

    “Como o edital é de fluxo contínuo, após a conclusão desta primeira rodada pública, serão divulgados os novos cronogramas de avaliação para as rodadas subsequentes em até 90 dias da última rodada e considerando as vagas disponíveis para cada rodada”, ressalta Geraldo Magela, gerente do programa. O cronograma da primeira rodada inclui avaliação dos projetos nos dias 19 e 20 de julho e apresentação de todas as propostas de 23 a 31 de julho, com datas especificas em edital para cada incubadora. O resultado será divulgado no dia 03 de agosto.

    Assuntos: secti, itep, incubadores, projetos, garanhuns, araripina, minicurso, recife, inscricoes
    Compartilhe: Link para o post:
  • Férias no Espaço Ciência

    | Tecnologia

    férias

    Em quase 20 atividades diferentes, visitantes podem unir diversão e Ciência no mês de julho.

    Tem início a partir de segunda (02) a programação de Férias no Espaço Ciência. São quase vinte oficinas e atividades diferentes, nas quais a meninada pode aprender brincando e se divertindo. Além disso, os visitantes podem aproveitar as atrações permanentes: trilha ecológica, passeio de barco, exposições e dezenas de experimentos interativos.

    Para quem gosta de matemática e raciocínio lógico, a dica é conhecer o Tangram e o Mundo dos Pentaminós. Em ambos, é possível montar formas e desenhos a partir de figuras geométricas, unindo raciocínio lógico e criatividade. Já quem prefere a Tecnologia, pode se aventurar em oficinas de robótica ou de introdução à programação.

    Um pouco de física e da história da aviação pode ser aprendido com a confecção de pipas em forma de aviões. E que tal conhecer melhor a estrutura química da água e suas interações a partir da construção de bolhas de sabão gigantes?

    A meninada também pode se transformar em investigador e pesquisador e procurar insetos e réplicas de fósseis de espécies botânicas pelo Museu, aprendendo um pouquinho sobre Paleobotânica e Entomologia. Pode, ainda, construir modelos de DNA com jujubas, palitos e arames e entender melhor sobre aquilo que nos torna únicos.

    Outra dica é entender um pouco sobre as cores das plantas e a fotossíntese a partir da extração e observação de pigmentos. Ou construir bloquinhos usando papelão reciclado e pequenas hortas em garrafas pet.

    Há também as disputas. No Vôlei do conhecimento, um divertido Quiz une ciência e esporte; na Pescaria Científica, a meninada pode pescar desafios no espelho d’água; e no Racha Cuca, a competição envolve curiosidades de Química e Matemática.    

    ATRAÇÕES PERMANENTES – Além das oficinas, os visitantes podem se divertir com as atrações permanentes do Museu: Trilha Ecológica, Trilha das Descobertas, passeios de barco, planetário e dezenas de experimentos. Pode também conferir as exposições “História Química da Humanidade”, “Nanoexplora”, “Revolução dos Bichos”, “Minha Casa tem Ciência?”, “Sala Maluca”, “Jogos e Acasos” e a recém-inaugurada “Aedes: que mosquito é esse?”.

    O Espaço Ciência é um Museu Interativo vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco. Fica no Parque Memorial Arcoverde, entre Recife e Olinda, e funciona, de forma gratuita, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e nos fins de semana, de 13:30h às 17h. Para participar das oficinas, não é necessário inscrição. Basta chegar um pouco mais cedo e pegar uma senha na Recepção do Museu. Confira as oficinas e faixa etária:

    1. Mundo dos Pentaminós (a partir de 10 anos)
    2. Aprendendo a Voar (a partir de 6 anos)
    3. Bloquinho Criativo com Papelão (a partir de 7 anos)
    4. Montando Robô (a partir de 8 anos)
    5. Bolhas de Sabão Gigantes (todas as idades)
    6. Extraindo Pigmento das Plantas (todas as idades)
    7. Vida de Inseto (todas as idades)
    8. Vôlei do Conhecimento (7 a 14 anos)
    9. Lançamento de Foguetes (a partir de 7 anos)
    10. Recriando Modelos de DNA com Jujubas (10 a 14 anos)
    11. Paleobotânica: Caça aos Fitofósseis (todas as idades)
    12. Pescaria Científica (7 a 13 anos)
    13. Fazendo Imagens (todas as idades)
    14. Contação de História: O Pequeno Príncipe (todas as idades)
    15. Racha Cuca (a partir de 7 anos)
    16. Magia da Programação (Fundamental II e Ensino Médio)
    17. Introdução a Programação (10 a 14 anos)
    18. Horta na Pet (todas as idades)
    19. Formas do Tangram (10 a 14 anos)

     

    Assuntos: secti, espaco ciencia, programacao, ferias, oficinas, atracoes,
    Compartilhe: Link para o post:
  • PROUPE vai ofertar mil novas bolsas no segundo semestre

    | Tecnologia

    A coordenação do Programa Universidade para Todos de Pernambuco (PROUPE) lançou edital do processo seletivo para concessão de mil novas bolsas de estudo para estudantes de 13 autarquias municipais de Ensino Superior sem fins lucrativos no estado, distribuídas uniformemente nas 12 microrregiões pernambucanas. O edital estará disponível no site da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), pelo www.secti.pe.gov.br, a partir desta quinta-feira (21). Entre 25 de junho e 12 de julho deste ano, os candidatos devem pleitear as bolsas junto à Autarquia Municipal em que estudam ou em que pretendem estudar. 

    Das mil bolsas oferecidas, 600 serão destinadas para estudantes dos cursos das áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharias, Matemática e Computação, chamadas de STEM+C (da sigla em inglês para science, technology, engineering, mathematics and computing) e 400 disponibilizadas aos demais cursos oferecidos pelas instituições de ensino. São duas modalidades de bolsas, nos valores de R$ 245 e R$ 135, distribuídas de acordo com as notas de classificação dos candidatos. 

    A quantidade de bolsas ofertadas para cada área e para cada instituição está devidamente descriminada no anexo III do edital. As etapas do Processo Seletivo obedecerão ao cronograma abaixo, que poderá ser alterado mediante publicação no Diário Oficial do Estado de Pernambuco. 

    Cronograma da Seleção Proupe 2018.2

    tab

    Requalificação - Em 2017, o governador Paulo Câmara sancionou a Lei Estadual nº 16.166, 19 de outubro, que requalifica o Programa e prioriza as competências técnicas e profissionais de nível superior nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática e Computação, conhecidas como STEM+C (do inglês science, technology, engineering, mathematics and computing). A medida está alinhada à Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco, que busca estimular e qualificar a formação de habilidades nos setores mais propícios à inovação como forma de capacitar o Estado para sua transição digital. 

    Consolidado como política de estado, o PROUPE tem o objetivo elevar o patamar da educação superior nas diversas regiões do estado e contribuir com a formação de professores para incentivar a inserção no mercado de trabalho dos jovens pernambucanos que residem no interior. Desde que foi lançado, em 2011, o Proupe já beneficiou uma média de 8.800 alunos com bolsas mensais, resultando num acúmulo aproximado de 17 mil estudantes atendidos. Nesse período, o investimento total foi de R$ 97, 5 milhões.

    Assuntos: secti, proupe, paulo camara, bolsas, lei estadual,
    Compartilhe: Link para o post:
  • TVPE inaugura nesta sexta-feira (22) o canal digital 12.1 em Caruaru

    | Tecnologia

    O sinal digital da TVPE em Caruaru, no canal 12.1, será inaugurado em meio à principal festa da cidade. Nesta sexta-feira (22), a Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC) fará o anúncio oficial dentro parte das transmissões juninas para todo o estado. A mudança é resultado do investimento de R$ 3,5 milhões do Governo Paulo Câmara na compra de novos equipamentos de transmissão e geração em alta definição para a empresa em Caruaru e no Grande Recife.

    Com o intuito de marcar essa transformação tecnológica também em sua programação, foi concebido o projeto da #ViradaDigitalTVPE para a composição de uma grade totalmente local nas primeiras 48h da nova transmissão digital da TVPE. O conteúdo foi enviado por diversos interessados, através de preenchimento do formulário público de envio de propostas, disponível no site da emissora www.tvpe.tv.br.

    Em agosto, será a vez da digitalização na Região Metropolitana do Recife (RMR), quando a programação da TVPE deixará o atual canal 28.2, utilizado numa parceria com a TV Alepe (Assembleia Legislativa de Pernambuco), e passará a ser exibida no seu próprio canal, o 46.1. Também para o segundo semestre, está prevista a estreia do programa #TVPEnoAr, trazendo conversas com artistas e convidados de diversos locais do estado, entrecortado por filmes, clipes, e outras produções audiovisuais pernambucanas.

    A EPC foi criada em 2011, a partir da mobilização da sociedade civil, com o objetivo de prestar serviços de radiodifusão pública, principalmente através da TVPE, emissora estadual fundada em 1984. Com a sua geradora em Caruaru e retransmissoras em outras 60 cidades, a EPC/TVPE, além de produzir conteúdo próprio com excelência, deve servir à difusão da produção independente e/ou financiada por importantes fundos públicos, como o Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – FUNCULTURA/FUNDARPE e Fundo Setorial do Audiovisual – FSA/ANCINE.

    Assuntos: secti, tvpe, paulo camara, fundarpe, funcultura, sinal digital, epc,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco avança na condução de um novo marco legal CT&I

    | Tecnologia

     secti

    Conduzido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o processo de elaboração do novo Marco Legal de CT&I para Pernambuco segue avançando. Nesta quarta-feira (13), foi realizada uma reunião para alinhamento do marco regulatório estadual com representantes da Secti, da Controladoria Geral do Estado (CGE) e do Ministério Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), além da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia (FACEPE) e do Porto Digital. A nova legislação tem como objetivo aplicar as especificidades do cenário local e modernizar a gestão da ciência, pesquisa e inovação no estado.

    A secretária Lúcia Melo e o secretário executivo Leonildo Sales apresentaram os principais pontos da legislação estadual proposta, enfocando a adição de novos conceitos e algumas particularidades em relação ao Marco Legal federal. “Essas inclusões e alterações têm relação com a nossa Estratégia de CT&I para Pernambuco, que define a política pública para a área e está sintonizada com os caminhos que o Estado precisa percorrer. Quando forem colocadas em prática, permitirão um avanço muito grande”, reforçou Lúcia, enfatizando o apoio do governador Paulo Câmara em todo o processo.

    O coordenador jurídico do MCTIC, Rafael Ramanho, ressaltou que  um dos pontos mais significativos do Marco Legal é a compreensão do risco tecnológico, o que possibilitará a aprovação de uma prestação de contas mesmo que a pesquisa chegue a resultados adversos desde que tenha sido conduzida de acordo com a proposta. “Nossa intenção foi flexibilizar algumas questões para que o pesquisador possa focar no resultado de suas pesquisas e não ficar tão preocupado com a prestação de contas”, disse.

    Durante a reunião, Ramanho e o diretor de orientação ao gestor e informações estratégicas da CGE, Renato Cirne, discutiram alguns pontos e sugeriram ajustes na redação da lei proposta para uniformizar a informação e facilitar o entendimento entre pessoas da área de CTI e profissionais de outras áreas, como controladores ou auditores. O secretário executivo, Leonildo Sales, informou que a legislação deve ser disponibilizada para consulta pública em breve.

    Entre outras medidas a legislação estadual busca alinhar-se ao marco regulatório nacional, instituído em fevereiro de 2016, além de simplificar processos para celebrar convênios de pesquisa pública, para internacionalizar instituições científicas e tecnológicas e aumentar a interação junto às empresas.

    Assuntos: secti, marco legal cti, cge, paulo camara,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Alunos da Rede Estadual apresentam aplicativo gratuito para a Fenearte 2018

    | Educação, Tecnologia
    app

    O governador Paulo Câmara e a primeira dama Ana Luiza receberam, nesta terça-feira (12.06), no Palácio do Campo das Princesas, um grupo de estudantes da Rede Estadual de Ensino que criaram o aplicativo Fenearte 2018. O software, totalmente gratuito, serve para facilitar a visitação na maior feira de artesanato da America do Sul, que acontecerá entre os dias 04 e 15 de julho. Entre as funções do sistema está a possibilidade de adquirir o ingresso online, que pode ser apresentado em formato de QR  Code na entrada ou impresso em qualquer ponto de venda de bilhetes.

    “São produtos de qualidade, aplicativos muito fáceis de visualizar, que apenas engrandecem o nosso ensino, os nossos alunos, e mostra a eles o potencial que eles têm de se desenvolver nessa área tão promissora que é a tecnologia da informação”, afirmou Paulo Câmara.

    O aplicativo, que já está disponível para download gratuito na plataforma Android, foi desenvolvido, durante quatro semanas, por um grupo de 10 alunos do Ensino Médio, do Curso de Manutenção e Suporte de Informática da Escola Técnica Estadual (ETE) Maria José Vasconcelos. Um dos estudantes participantes do projeto, Weskle Gabriel, afirmou que a experiência foi muito gratificante.

    “O desenvolvimento do aplicativo foi bem interessante. Todo mundo trabalhou junto, um cooperando com o outro, sempre buscando mais conhecimento sobre o evento, sobre os eventos passados, para ter um aplicativo aperfeiçoado para os usuários”, pontuou o estudante.

    O programa conta com as abas Fenearte, Ingressos Online, Mestre Salustiano, Catálogo dos Mestres, Expositores, Espaço Interferência, Palestrantes, Salões e Galeria, Transporte, Como Chegar, Serviços e Fale Conosco.  Através dessas opções é possível encontrar todas as informações sobre o funcionamento e a programação da feira em um lugar só.

    O coordenador do projeto, professor Paulo Henrique Ramos, contou o interesse dos alunos em estarem presentes na realização de ações como essa nas escolas. “Todos os alunos querem participar desses projetos, não só para aparecer na mídia, mas para aprender, para ter um novo conhecimento, desenvolver o que eles aprendem em sala de aula”, afirmou.

    Assuntos: sei, paulo camara, ana luiza, fenearte, aplicativo, see, ete, software, qr code
    Compartilhe: Link para o post:
  • Espaço Ciência inaugura nova Exposição

    | Educação, Tecnologia

    nova campanha

    Está oficialmente inaugurada a nova exposição do Espaço Ciência: “Aedes: que mosquito é esse?”.  A mostra é uma iniciativa do Museu da Vida/Fiocruz e da farmacêutica Sanofi e vem pela segunda vez ao Museu Interativo de Ciência de Pernambuco, reformulada e com novas atrações. De forma lúdica e com alta tecnologia, ela explora vários aspectos das arboviroses e de seu transmissor.

    Os estudantes da Escola Pedro Augusto Carneiro Leão foram os primeiros a conhecer a nova atração. Em  jogos digitais interativos, puderam conhecer melhor sobre os vírus da dengue,  chikungunya e zika; e também sobre o seu transmissor: o mosquito Aedes aegypti.

    Uma impressionante escultura de mosquito fêmea, com mais de dois metros – criação do artista plástico Ricardo Fernandes –, chama a atenção ao usar alta tecnologia para instigar a curiosidade. A partir da interação com sensores distribuídos em partes específicas do modelo 3Dinformações são projetadas em uma tela, com textos, imagens e animações.

    De forma lúdica e interativa, a meninada também pôde conhecer as doenças transmitidas pelo Aedes, as principais pesquisas em andamento e as medidas de controle dos vetores que transmitem essas arboviroses. Com um óculos de Realidade Virtual, os alunos se divertiram tentando seguir o mosquito dentro de uma casa.

    INTERATIVA - A exposição reúne diversas atividades. Entre as atrações, está o “Quintal Interativo”, em que é possível observar, ao microscópio, o ciclo de vida do Aedes aegypti nas fases ovo, larva, pupa e alada (adulto). A ideia é convidar o visitante a encontrar potenciais criadouros do vetor, como pneus, caixas d’água destampadas e garrafas armazenadas de maneira incorreta.  O jogo no estilo point-and-click promete mexer com o público e se tornar uma das grandes sensações.

    O jogo “Detetive da Dengue” apresenta cenários com possíveis criadouros – o participante deve identificá-los e tocá-los para eliminar a ameaça. Quem encontrar e bloquear mais focos, ganha a partida e acumula pontos na passagem à próxima fase, com nova missão.

    O visitante pode ainda usar um aplicativo no celular para achar criadouros do inseto em locais distribuídos ao longo da exposição. 

    "Aedes, que mosquito é esse?" fica no Espaço Ciência até 2019 e, para agendar uma visita de grupos de mais de dez pessoas, é só acessar o formulário pelo site www.espacociencia.pe.gov.br/. Grupos menores não precisam agendar. Basta vir ao Museu em seu horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h; sábados e domingos, de 13:30h às 17h. Mais informações: (81) 3241.3226. 

    Assuntos: secti, espaco ciencia, aedes, campanha, tecnologia, eposicao,
    Compartilhe: Link para o post:
  • ITEP abre inscrições para incubação de empresas no Recife e interior

    | Tecnologia

    itep

    Edital traz vagas para novas incubadoras em Garanhuns e Araripina.

    Começa nesta segunda-feira (11) a primeira rodada de inscrições para o programa de incubação de empresas de base tecnológica do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP). Pioneiro no estado na incubação de empreendimentos, o ITEP traz várias novidades para este ano, incluindo vagas em novas incubadoras localizadas em Garanhuns e Araripina. Também pela primeira vez, o edital está estruturado em fluxo contínuo, permitindo a participação de empresas interessadas ao longo de todo ano. Nesta primeira fase, são disponibilizadas 15 vagas para a Incubatep (Recife), três vagas para a Itac (Caruaru), quatro vagas na Incubadora do Pajeú (Serra Talhada), três vagas para a Invasf (Petrolina), duas vagas para a Incubadora do Araripe (Araripina) e duas vagas para a Incubadora de Garanhuns. O edital com todas as informações está disponível no site do ITEP. 

    Os interessados em ingressar na primeira rodada devem submeter seus projetos até o dia 18 de julho no site http://sgi.macropus.com.br/incubatep/edital e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30,00. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, que queiram incubar novos negócios (produtos ou serviços) de base tecnológica nas áreas de Engenharia Sustentável, Engenharia e Operação de Redes, Energia Sustentável, Sustentabilidade em Matrizes Ambientais, Alimento Seguro e Sustentável e Gestão Territorial Sustentável (incluindo Logística reversa), assim como propostas de soluções tecnológicas para os seguintes APLS ou cadeias produtivas prioritárias: Laticínios, Ovinocaprinocultura, Gesso, Vitivinicultura, Moda/têxteis, Apicultura e Aquicultura.

    O edital também contempla projetos voltados às seguintes áreas estratégicas: Optoeletrônica; Fármacos e hemoderivados; Prototipagem, modelagem e design; Nanotecnologia; Biotecnologia; Engenharia Civil; Metal mecânica; Tecnologias na área da saúde; Mecatrônica; e Eletroeletrônica. Para auxiliar os candidatos na submissão das propostas, o ITEP promoverá um minicurso de elaboração de plano de negócios e apresentação do programa no dia 26 de junho.

    “Como o edital é de fluxo contínuo, após a conclusão desta primeira rodada pública, serão divulgados os novos cronogramas de avaliação para as rodadas subsequentes em até 90 dias da última rodada e considerando as vagas disponíveis para cada rodada”, ressalta Geraldo Magela, gerente do programa. O cronograma da primeira rodada inclui avaliação dos projetos nos dias 19 e 20 de junho e apresentação de todas as propostas de 23 a 31 de julho, com datas especificas em edital para cada incubadora. O resultado será divulgado no dia 03 de agosto. Mais informações: (81)3183.4341 | luciene@itep.br.

    Assuntos: secti, itep, incubadores, projetos, garanhuns, araripina, minicurso
    Compartilhe: Link para o post:
  • CT&I é tema de um curso oferecido pelo Cefospe

    | Tecnologia
    Capacitação tem duração de uma semana e visa proporcionar conhecimentos básicos sobre a temática.
     

    O Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe) irá ministrar o curso “Tópicos em Ciência, Tecnologia e Inovação” a partir da próxima segunda-feira (11). A iniciativa objetiva propiciar conhecimentos básicos sobre os principais conceitos e temas relacionados à ciência, tecnologia e inovação, subsidiando, assim, as atividades desenvolvidas no ambiente de trabalho dos servidores públicos. As aulas serão realizadas, das 13h30 às 17h, de segunda (11) a sexta (15).

    Durante o curso, os participantes serão apresentados aos principais meios de empreendedorismo inovador, a noções e formas de proteção intelectual, a modelos de projetos de inovação e formas de captação de recursos, além dos principais pontos do novo Marco Legal Nacional. Os instrutores serão os professores Alexandre Stamford, diretor de inovação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e César Andrade, gestor do PROUPE/Secti.

    Alexandre Stamford – Possui graduação em Engenharia Elétrica Modalidade Eletrônica (1991) pela Universidade de Pernambuco (UPE), mestrado em Engenharia Elétrica (1994) e doutorado em Economia (1999) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-Doutorado na Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne (França) em Desenvolvimento Econômico e na Université Robert Schuman/ Centro Internacional de Propriedade Intelectual, Strasbourg (França), em Propriedade Intelectual. Atualmente é Diretor de Inovação da Secti e Professor Associado 2 no Departamento de Economia da UFPE. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos, atuando principalmente nos seguintes temas: economia da saúde, propriedade intelectual, redação de patentes, empreendedorismo, teoria dos jogos e crescimento econômico.

    César Andrade – Possui graduação em Biomedicina (2001), Mestrado em Bioquímica (2003) e Doutorado em Ciência de Materiais (2006) realizados na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em 2010-2011 atuou como Visiting Scholar do Departamento de Química da Oakland University – Michigan, USA. Atuou como Professor Adjunto III do Centro Acadêmico de Vitória da UFPE e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Saúde Humana e Meio Ambiente. Atualmente é Professor Associado 2 do Departamento de Bioquímica da UFPE. Na área científica possui experiência nas áreas de biofísica, bioquímica analítica, bionanotecnologia, nanotecnologia farmacêutica e físico-química de interfaces.

    Assuntos: secti, cefospe, curso, tecnologia, inovacao, empreendedorismo, upe, ufpe,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Facepe realiza Jornada Científica do PIBIC

    | Tecnologia

    Evento tem início nesta terça-feira (05), na UFPE, com a participação de bolsistas e professores.

    A partir desta terça-feira (05), terá início a Jornada científica do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). O evento, uma realização do Governo de Pernambuco, por meio da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), instituição vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), segue até a próxima sexta-feira (08), no auditório Professor Newton da Silva Maia, no Centro de Tecnologia e Geociências (CTG), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

    Como o tema “Cinquentenário da Pedagogia do Oprimido”, a iniciativa contará com a participação de professores e alunos bolsistas que, na ocasião, deverão apresentar trabalhos científicos referentes às pesquisas desenvolvidas.

    O objetivo é unir diferentes profissionais, convidados renomados e referência na área para que eles possam apresentar suas visões sobre pesquisas. Serão discutidas as dificuldades e as exigências da pesquisa, objetivando a obtenção e publicação dos resultados.

    A ideia é que a jornada acabe por proporcionar oportunidades para que os profissionais envolvidos possam debater temas próprios de pesquisa, melhorando, assim, o campo de coleta de dados e, por fim, favorecendo a integração da comunidade científica.

    Durante a abertura do evento, a Profª Dra. Maria Eliete Santiago, da UFPE, irá proferir uma palestra sobre “O pensamento pedagógico de Paulo Freire e contribuições para a educação e a sociedade”. Já na sexta-feira (08), último dia da ação, o Prof. Dr. Flávio Henrique Albert Brayner, também da UFPE, fará o encerramento do encontro com uma palestra sobre “Atualidade e limites do pensamento de Paulo Freire”.

    Aos trabalhos vencedores apresentados durante os dias do evento serão concedidos 02 (dois) prêmios para cada uma das seguintes áreas: Ciências Agrária, Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Exatas, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Engenharias.

    Assuntos: secti, facepe, governo de pernambuco, jornada cientifica, pibic, ufpe
    Compartilhe: Link para o post: