meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Estado propõe criação de nova unidade de conservação na Caatinga

    | Meio Ambiente

    serra

    Proposta técnica será apresentada em duas consultas públicas no Sertão do Pajeú

     A proposta de criação de uma unidade de conservação que busca proteger uma área de 301,2 hectares da propriedade Sítio Baixa Verde, numa região conhecida como Serra do Giz, nos limites dos municípios de Carnaíba e Afogados da Ingazeira, de grande riqueza da fauna e da flora do Bioma Caatinga será debatida com a sociedade em duas consultas públicas que acontecem amanhã e quarta-feira (10 e 11/04), às 9h, no Teatro José Fernandes de Andrade, em Carnaíba e na Câmara de Vereadores de Afogados, na região do Pajeú. Os encontros sobre a UC de proteção integral Refúgio de Vida Silvestre promovidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Agência CPRH têm como objetivo receber contribuições e sugestões dos representantes de órgãos públicos, da sociedade civil e da iniciativa privada, ONGs, pesquisadores, empresários, proprietários, sindicatos rurais, além das comunidades e quilombolas da região.  

    Os estudos técnicos e levantamento das características ambientais da região foram contratados por meio de um Termo de Cooperação firmado entre a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e a Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira e realizados através da consultoria do Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (Cepan). De acordo com os dados sobre as características ambientais, socioeconômicas, culturais e históricas, a região é rica em diversidade da flora, algumas ameaçadas de extinção, como é o caso da aroeira do sertão (Myracrodruon urundeuva). Além disto, com relação aos animais identificados nos estudos, há espécies da fauna classificadas como vulneráveis ou em risco de extinção, como o gato do mato (Leopardus tigrinus).

    Outros bens de natureza cultural e histórica identificados na região pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) são os sítios arqueológicos, catalogados no Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos (SNSA/SGPA) do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, entre eles a Serra da Queimada Grande, o Riacho do Leitão e o Sítio dos Leitões, que abrigam registros pré-históricos formados por inscrições, pinturas e grafismos. Um dos sítios de destaque é o da Serra (ou Serrote) do Giz, com importantes inscrições de arte rupestre, que inspirou o nome da nova unidade proposta pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

    De acordo com o Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, “o Governo de Pernambuco está dando continuidade à sua estratégia de conservação da biodiversidade nesta região tão vulnerável às mudanças climáticas que é o semiárido. Iremos nas duas consultas públicas apresentar e debater com os atores locais a criação de mais uma unidade de proteção integral na Caatinga”, destacou Carlos Cavalcanti.

    Entre as principais justificativas para criação de um Refúgio de Vida Silvestre que, de acordo com os Sistemas Nacional e Estadual de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC e SEUC, tem como objetivo “proteger os ambientes naturais onde se assegurem condições para a existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora local e da fauna residente ou migratória”, é principalmente conservar as áreas de Caatinga, evitando-se assim a diminuição da diversidade desta região. Para Samanta Della Bella, “além de promover ações de proteção à biodiversidade, que incluem a gestão, a fiscalização e o monitoramento, outro benefício é a apropriação pela comunidade local desse bem ambiental, além da proteção do patrimônio arqueológico”, ressaltou a gerente de conservação da biodiversidade da Semas.

    Visando garantir uma ampla divulgação da proposta e a participação da sociedade nas consultas públicas, as equipes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e da Agência CPRH, com o apoio do Cepan, realizaram mobilização nos municípios que irão abrigar a UC entre os dias 2 e 5 de abril.

    SERVIÇO - CONSULTA PÚBLICA SOBRE A UC REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE DA SERRA DO GIZ

     DATA: 10 de abril - Carnaíba
    HORÁRIO: 9h
    LOCAL: Teatro José Fernandes de Andrade - Praça de Eventos Milton Bezerra Chagas - Centro - Carnaíba

    DATA: 11 de abril - Afogados da Ingazeira
    HORÁRIO: 9h
    LOCAL: Câmara de Vereadores - Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, 236 - Afogados da Ingazeira.

     

     

    Assuntos: semas, cepan, iphan, unidade de conservação
    Compartilhe: Link para o post:
  • Três milhões serão aplicados na construção do laboratório da CPRH

    | Meio Ambiente

    1

    Um novo passo no processo de modernização da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH): três milhões serão repassados, por meio do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do rio Ipojuca - PSA Ipojuca, para serem aplicados na construção do novo laboratório do órgão ambiental.

     “A obtenção desse recurso foi importante por conta de fatores construtivos e de aquisição dos equipamentos para o laboratório. O projeto executivo foi concluído e a nossa intenção é lançar a licitação da obra no mês de maio”, comentou o diretor presidente da CPRH, Eduardo Elvino,  que participou da reunião de negociação para  a obtenção do recurso, com a Compesa e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “o nosso objetivo é deixar a CPRH mais moderna e com novos procedimentos de licenciamento e de monitoramento ambiental”, complementou.

    Assuntos: cprh, recursos, bid, monitoramento ambiental
    Compartilhe: Link para o post:
  • Semas e CPRH propõem criação de nova unidade de conservação na Caatinga

    | Meio Ambiente

     serra do giz

    Proposta técnica será apresentada em duas consultas públicas no Sertão do Pajeú 

    A proposta de criação de uma unidade de conservação que busca proteger uma área de 301,2 hectares da propriedade Sítio Baixa Verde, numa região conhecida como Serra do Giz, nos limites dos municípios de Carnaíba e Afogados da Ingazeira, de grande riqueza da fauna e da flora do Bioma Caatinga será debatida com a sociedade em duas consultas públicas previstas para os dias 10 e 11 de abril, às 9h, no Teatro José Fernandes de Andrade, em Carnaíba e na Câmara de Vereadores de Afogados, na região do Pajeú. Os encontros sobre a UC de proteção integral Refúgio de Vida Silvestre promovidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Agência CPRH têm como objetivo receber contribuições e sugestões dos representantes de órgãos públicos, da sociedade civil e da iniciativa privada, ONGs, pesquisadores, empresários, proprietários, sindicatos rurais, além das comunidades e quilombolas da região.  

    Os estudos técnicos e levantamento das características ambientais da região foram contratados por meio de um Termo de Cooperação firmado entre a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e a Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira e realizados através da consultoria do Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (Cepan). De acordo com os dados sobre as características ambientais, socioeconômicas, culturais e históricas, a região é rica em diversidade da flora, algumas ameaçadas de extinção, como é o caso da aroeira do sertão (Myracrodruon urundeuva). Além disto, com relação aos animais identificados nos estudos, há espécies da fauna classificadas como vulneráveis ou em risco de extinção, como o gato do mato (Leopardus tigrinus).

    Outros bens de natureza cultural e histórica identificados na região pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) são os sítios arqueológicos, catalogados no Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos (SNSA/SGPA) do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, entre eles a Serra da Queimada Grande, o Riacho do Leitão e o Sítio dos Leitões, que abrigam registros pré-históricos formados por inscrições, pinturas e grafismos. Um dos sítios de destaque é o da Serra (ou Serrote) do Giz, com importantes inscrições de arte rupestre, que inspirou o nome da nova unidade proposta pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

    De acordo com o Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, “o Governo de Pernambuco está dando continuidade à sua estratégia de conservação da biodiversidade nesta região tão vulnerável às mudanças climáticas que é o semiárido. Iremos nas duas consultas públicas apresentar e debater com os atores locais a criação de mais uma unidade de proteção integral na Caatinga”, destacou Carlos Cavalcanti.

    Entre as principais justificativas para criação de um Refúgio de Vida Silvestre que, de acordo com os Sistemas Nacional e Estadual de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC e SEUC, tem como objetivo “proteger os ambientes naturais onde se assegurem condições para a existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora local e da fauna residente ou migratória”, é principalmente conservar as áreas de Caatinga, evitando-se assim a diminuição da diversidade desta região. Para Samanta Della Bella, “além de promover ações de proteção à biodiversidade, que incluem a gestão, a fiscalização e o monitoramento, outro benefício é a apropriação pela comunidade local desse bem ambiental, além da proteção do patrimônio arqueológico”, ressaltou a gerente de conservação da biodiversidade da Semas.

    Visando garantir uma ampla divulgação da proposta e a participação da sociedade nas consultas públicas, as equipes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e da Agência CPRH, com o apoio do Cepan, realizaram mobilização nos municípios que irão abrigar a UC entre os dias 2 e 5 de abril.

    SERVIÇO - CONSULTA PÚBLICA SOBRE A UC REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE DA SERRA DO GIZ
    DATA: 10 de abril - Carnaíba
    HORÁRIO: 9h
    LOCAL: Teatro José Fernandes de Andrade - Praça de Eventos

    Milton Bezerra Chagas - Centro - Carnaíba
    DATA: 11 de abril - Afogados da Ingazeira
    HORÁRIO: 9h
    LOCAL: Câmara de Vereadores - Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, 236 - Afogados da Ingazeira.

     

    Assuntos: semas, cprh, unidade de conservação na caatinga, fundarpe, governo de pernambuco, conservação biodiversidade, CONSULTA PÚBLICA SOBRE A UC REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE DA SERRA DO GIZ,
    Compartilhe: Link para o post:
  • 5º Congresso Pernambucano de Municípios

    | Meio Ambiente

    emupe

    O Diretor Presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, Charles Ribeiro, participou hoje (05), do 5º Congresso Pernambucano de Municípios, realizado pela Associação Municipalista de Pernambuco – AMUPE. O encontro aconteceu no Centro de Convenções e foi aberto pelo Governador Paulo Câmara.

    Na ocasião, será debatido durante todo o dia de hoje e amanhã (06) o tema “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Meta Global, Ação Municipal” e vai reunir prefeitos, especialistas, autoridades e o público em geral com objetivo de conhecer e trocar experiências, além de ter uma ideia do que países da América Latina já estão fazendo em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, e, sobretudo, buscar o comprometimento dos gestores pernambucanos com a Agenda 2030 da ONU.

    Segundo o Presidente da AMUPE, Jose Patriota, em setembro de 2015, líderes mundiais se reuniram na ONU e decidiram um plano de ação baseado em cinco pilares: as Pessoas, o Planeta, a busca pela Prosperidade de forma mais justa, dentro de uma cultura de Paz e as Parcerias para implementar tudo isso. O Congresso Pernambucano de Municípios como espaço de discussão e busca de inovação para as gestões municipais, traz, em 2018, o debate sobre a Agenda 2030, e seus 17 ODS.

    Assuntos: secid, detran, paulo camara, desenvolvimento sustentável,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projetos de piscicultura financiados pelo ProRural abastecem os mercados de peixe para a Semana Santa

    | Economia, Emprego, Meio Ambiente

    tilalpia 

    O investimento do Governo de Pernambuco na piscicultura transformou a economia da região e a vida de muitos sertanejos que hoje vivem da produção do peixe.

    A produção de tilápia, dos projetos financiados pelo Governo de Pernambuco e pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, através do ProRural, vai abastecer grande parte dos mercados de peixe para a Semana Santa. Com um investimento de aproximadamente R$ 3 milhões, em dez projetos já concluídos e outros seis em implantação, os piscicultores familiares organizados em associações e apoiados pelo Programa serão responsáveis por quase 400 toneladas do pescado negociado durante a quaresma.

    A tilápia que será vendida nas feiras livres do Sertão de Itaparica e de outros Estados, nesse período, devem movimentar a economia local com um aporte de mais de R$ 2,5 milhões vindo da piscicultura. A procura pelo produto começa a crescer gradativamente nos meses de fevereiro e março, mostra também a valorização do pescado de qualidade produzido pelos produtores familiares e individuais da região, incentivados pelo Governo do Estado.

    Durante a Semana Santa 2018, a expectativa dos piscicultores é de que todo o pescado disponível seja negociado neste período. Totalizando, a produção das associações que já produzem uma média de 12 toneladas/mês, mais de 200 toneladas de tilápia ainda chegará às mesas dos consumidores até o final de março.

    Pioneiro na implantação de projetos produtivos desde 2004, o ProRural analisa agora a  implantação da planta frigorífico de beneficiamento do pescado. Segundo o coordenador do Escritório do ProRural em Petrolândia, Kleyton Lima, o novo projeto, orçado em R$3 milhões, vai atender uma demanda da cooperativa dos piscicultores da região, para que possam acessar novos mercados institucionais (PNAE, PAA) e comércio varejista. “Além disso, com o beneficiamento do filé de peixe e subprodutos, será permitido aos produtores agregar valor à tilápia, como também atender as condições sanitárias exigidas por lei”, informa.

    Para fomentar a piscicultura que ainda é crescente no Sertão Pernambucano, o ProRural/FECope presta ainda assistência técnica, com acompanhamento mensal realizado por engenheiros de pesca. Junto com as associações, os profissionais realizam planejamento gerencial e produtivo, para que a produção de períodos sazonais como da Semana Santa atenda as exigências e quantitativos do mercado que hoje já tem uma demanda maior do que a oferta, o que contribui expressivamente para a melhoria da rentabilidade dos piscicultores organizados em associações.

    Segundos dados da Embrapa/UNEB, o Polo do São Francisco, nos estados de Pernambuco, Bahia e Alagoas, nos Lagos de Moxotó, Itaparica e Xingó, é o segundo maior polo de produção de tilápia do Brasil, com a produção de aproximadamente 50 mil toneladas em 2017. O município de Jatobá/PE é o maior produtor de tilápia do estado de Pernambuco, seguido, respectivamente, de Petrolândia, Itacuruba e Belém do São Francisco, todos do Sertão de Itaparica.

    Assuntos: sara, governo de pernambuco, psicultura, prorural, semana santa, tilapia,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Compesa comemora o Dia Mundial da Água em todas as regiões do estado

    | Educação, Meio Ambiente

    agua 

    Programação com atividades de educação socioambiental acontece até a próxima semana; no Recife, haverá visita de 600 alunos da rede pública ao Universo Compesa e grande evento no Parque da Jaqueira

     A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) ampliou as comemorações do Dia Mundial da Água, celebrado hoje (22), até o final de março, com uma programação de atividades de educação ambiental, em todo estado, para mobilizar e sensibilizar a população acerca da importância do consumo racional da água e preservação dos recursos hídricos. De hoje (21) até sexta-feira (23), 600 alunos das redes de ensino municipal e estadual na Região Metropolitana do Recife (RMR) visitam o Universo Compesa, espaço interativo, digital e educativo que funciona na sede da companhia, no bairro de Santo Amaro. Nesta quinta-feira, o Dia Mundial da Água também será comemorado nas regiões do Sertão e Agreste. No Marco Zero da cidade de Caruaru, a companhia vai realizar uma programação com atividades interativas, circuito de jogos e oficinas de plantio de mudas. A programação acontece das 9h às 17 horas.

    Também haverá uma grande ação no Parque Euclides Dourado, em Garanhuns, a partir das 9h30, com atividades voltadas à temática da preservação dos recursos hídricos, palestras, jogos e dinâmicas educativas. Em Petrolina, foram programadas visitas de escolas das redes pública e privada da cidade à Estação de Tratamento de Água (ETA) Vitória para os alunos participarem de jogos e dinâmicas educativas, palestras, além de conhecer todo o processo de tratamento de água. As visitas serão realizadas até o dia 29 de março. A Casa Verde Compesa, localizada em Arcoverde, promove, hoje (22), uma brincadeira de Caça ao Tesouro Ambiental e visita ao Jardim Sensorial para alunos da rede pública de ensino. Até o fim do mês, a Casa Verde ainda realiza palestras educativas para estudantes.

    Universo - No Recife, os estudantes que participarem da visita ao Universo Compesa aprenderão sobre os processos de abastecimento de água, de coleta e tratamento de esgoto, além de dicas de economia de água, com o apoio de maquetes em 3D de navegação simples e interativa. A visita é realizada por meio de uma parceria entre a Compesa, o Espaço Ciência e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco. No próximo domingo (25), será promovido um grande evento no Parque da Jaqueira, no bairro das Graças. A programação será realizada no Econúcleo da Jaqueira, no período das 13h às 17h, e contará com circuito de jogos educativos, ações interativas e uma maquete virtual que apresenta o funcionamento de uma ETA e dá dicas de uso racional da água nas atividades do dia a dia.

    No dia 27 de março, outra importante mobilização acontecerá no Complexo do Instituto de Educação de Pernambuco (IEP), no bairro de Santo Amaro, Recife, que reúne as escolas estaduais Sizenando Silveira, Sylvio Rabelo, Waldemar de Oliveia e Rochael de Medeiros. No horário das 9h às 15h, serão realizadas ações de educação ambiental. A programação comemorativa ao Dia Mundial da Água ainda se estende a Ilha de Fernando de Noronha. Entre os dias 26 e 29, a companhia promoverá ações educativas e de sensibilização em escolas, estabelecimentos comerciais e rede hoteleira, além de abordagens ao público nos principais pontos turísticos do arquipélago. Na Zona da Mata, o município de Tamandaré já recebeu ações educativas e palestras. 

    Toda programação da Compesa divulga a campanha “A água é para Todos. Use com Responsabilidade”, que buscar estimular o consumo sustentável e a preservação das águas. Esse tema está alinhado com a Agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), da qual o Brasil é signatário, com foco específico no ODS 6, que visa assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos. “Nosso objetivo é mobilizar a população para contribuirmos com a construção de uma nova cultura de valorização dos recursos hídricos”, declarou o diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa, Aldo Santos.

    Concurso  Durante todo mês de março, as equipes de articulação socioambiental da Compesa estão visitando escolas estaduais em todo o estado para divulgar a 4ª edição do concurso cultural Água: Juntos Vamos Preservar, realizado em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco e apoio do Shopping RioMar e da Asa Indústria. O concurso conta com três categorias – Desenho, Fotografia e Vídeo - e a premiação acontecerá em junho, na ocasião da Semana do Meio Ambiente.

     

    Assuntos: seplag, compesa, dia da agua, consumo racional, educaçao ambiental, universo compesa, garanhuns, vitoria, arco verde,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Atividades com estudantes e soltura de animais silvestres na Semana da Água

    | Meio Ambiente

     racismo

    Nesta terça (20), a CPRH promoveu nova etapa do Projeto Chuá, com direito a poesia de um estudante para  o Rio Jaboatão. Soltura de pássaros da Mata Atlântica será nesta quarta (21)

    Mais duas atividades com crianças e adolescentes – uma no Recife e outra em Moreno – dão continuidade, nesta quarta (21), à programação com estudantes da Semana da Água, uma iniciativa conjunta da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semas), Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e Parque Estadual Dois Irmãos (PEDI). Também haverá uma soltura de animais silvestres endêmicos da Mata Atlântica, em região de mata de Moreno, com a participação de alunos.

    Serão devolvidos à natureza diversos pássaros que foram resgatados do tráfico e passaram por tratamento no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH. Antes da soltura, às 9h30, haverá nova etapa do Projeto Chuá, no Colégio Municipal Baltazar Moreno, com contação da história “Quem vai salvar o rio?” e a atividade Pescaria Pesque e Pense, de Educação Ambiental. No Recife, a programação será no Colégio Estadual Dom Bosco, em Casa Amarela, em dois horários: 10h30 e 16h30. 

    O Projeto Chuá, com ações de EA envolvendo estudantes, foi viabilizado por meio de um Termo de Compromisso assinado pela CPRH com a Ondunorte (unidade de Moreno). Foi lançado na segunda (19) e teve a segunda etapa nesta terça (20), na Escola Municipal Jornalista Édson Régis. Nova publicação da CPRH dedicada ao público infantil, o livro “Quem vai salvar o rio?” chama a atenção para a responsabilidade que todos devem ter com os cuidados com a água, estimulando assim a conscientização e a responsabilidade ambiental.

    A exemplo do dia anterior, a atividade desta terça, na Escola Édson Régis, foi movimentada pela contadora de histórias Mônica Xavier e teve bastante participação dos alunos. Um deles, Salomão Kauã, de 13 anos, escreveu e recitou uma poesia sobre o rio Jaboatão. Depois de alertar, nos versos, sobre problemas como o desperdício e a poluição, ele levantou a plateia e recebeu aplausos com a mensagem final: “Pra terminar/Só quero falar/Água, temos que cuidar/Senão um dia/Ela vai acabar”.

    SEMANA DA ÁGUA – PROGRAMAÇÃO

    QUARTA (21/03)

    9h – Reunião do  Conselho Gestor da Esec Caetés e plantio de mudas da Mata Atlântica
    Local – Fábrica Frisabor – Av. Doutor Rinaldo de Pinho Alves, 60 – Paratibe - Paulista

    9h30 – Projeto Chuá - “Quem vai salvar o rio?” e Pescaria Pesque e Pense
    Local – Colégio Municipal Baltazar Moreno – Moreno

    10h30 e 16h30 – Preservar para não ficar só na memória: jogo com temática sobre água (atividade com alunos)
    Local – Colégio Estadual Dom Bosco – Casa Amarela - Recife

    13h – V Conferência Infantojuvenil de Meio Ambiente, da  EREM Professor Arnaldo Carneiro Leão – Palestrantes: Andreza Félix (CPRH), Francisco Machado, Amélia Tavares, Mozart Machado, Roberto Cavalcanti (EREM) e Severino Ramos (líder comunitário).
    Local – Faculdade Joaquim Nabuco (Bloco B) – Paulista      

    14h - Projeto Chuá - “Quem vai salvar o rio?” 
    Local – Escola Municipal Engenho Jardim – Moreno

    QUINTA (22/03)

    9h30 – Projeto Chuá  - “Água! E eu com isso?”
    Local – Escola Estadual Artur Mendonça - Moreno

    10h – Projeto Chuá – “Quem vai salvar o rio?” - Água e pontes do rio Capibaribe – aula-passeio no Catamarã, com adolescentes atendidos pela Organização do Auxílio Fraterno (OAF) – Recife 

    10h – Lançamentos da mostra Água no Meu Caminho e do projeto O Sertão Vai Virar Mar – exposição fotográfica e mostra cultural
    Local – Espaço Cultural SinsPire – Rua da Guia, nº 234 – Praça do Arsenal – Recife

    10h – Aula-prática – Aprendendo sobre Recursos Hídricos em uma Unidade de Conservação – com alunos do 4º Ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Maria Augusta Dutra, de    Jaboatão dos Guararapes.
    Local: Sede do  Refúgio de Vida Silvestre Matas do Gurjaú, no Cabo de Santo Agostinho

    15h – Oficina de mudas
    Local - Espaço Cultural SinsPire – Rua da Guia, nº 234 – Praça do Arsenal – Recife

    16h  - Exibição do Curta O Sertão Vai Virar Mar *
    Local - Espaço Cultural SinsPire – Rua da Guia, nº 234 – Praça do Arsenal – Recife (* de 22 a 31 de março)

    SEXTA (23/03)

    9h às 12h – Preservar para não ficar só na memória: jogo com temática sobre água
    Local: Espaço Ciência – Olinda 

    10h – Projeto Chuá – Palestra sobre rios de Pernambuco – monitoramento, fiscalização e licenciamento – Palestrantes: Sonali Pereira, Graça Cruz, Rodrigo Martins – Diretoria de Controle de Fontes Poluidoras/CPRH
    Local – Moreno

    SÁBADO (24/03)
    14h – Preservar para não ficar só na memória: jogo com temática sobre água e trilha nas margens do Rio Una, nas imediações da Reserva Eduardo Campos, em Barreiros

    LINK COM VÍDEO: https://1drv.ms/v/s!AqzSNdGOg92BgXB0tpxDSaj520zC

     

     

    Cidades: Moreno, Recife
    Assuntos: semas, cprh, projeto chuá, recife, moreno, animais silvestes, soltura de animais, parque dois irmãos, ets tangara,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Novas vagas abertas para cursos do Projeto de Educação Ambiental

    | Meio Ambiente

    Meio Ambiente 

    A administração do Complexo Industrial Portuário de Suape convoca os interessados em participar dos cursos de Pedagogia Ambiental. São 60 vagas ofertadas, distribuídas entre a Oficina de Restauração Florestal (20 vagas); Curso de Educação Ambiental Para Preservação do Nascer das Águas (20 vagas) e, Curso Livre de Educação Ambiental (20 vagas).  

    As inscrições seguem até o preenchimento das vagas oferecidas gratuitamente e deverão ser feitas pelo link (www.suape.pe.gov.br/pt/meio-ambiente/educacao-ambiental/projeto-pedagogia-ambiental). Dúvidas podem ser esclarecidas no e-mail (pea@suape.pe.gov.br) ou pelo telefone: (81) 3527-5088. Podem se inscrever participantes com mais de 16 anos e com formação mínima a partir do Ensino Médio. Os alunos passarão por um processo de seleção e serão escolhidos de acordo com o perfil para cada curso.  
     
    Os interessados deverão ficar atentos ao calendário e as datas para não perderem a oportunidade. As inscrições do Curso Livre de Educação Ambiental se encerram no dia 3 de abril e as aulas acontecerão no período de 4 de abril a 2 de maio (toda quarta-feira). Já as aulas da Oficina de Restauração Florestal – Mata Atlântica, têm início em 5 de abril e vão até 3 de maio (toda quinta-feira).

    As aulas do Curso Educação Ambiental para Preservação do Nascer das Águas começam em 10 de abril e seguem até 15 de maio (toda terça-feira). Cada aluno receberá certificado e material didático digital, transporte com saída do Centro do Cabo de Santo Agostinho e do Centro de Ipojuca.
     
    Os cursos integram o Programa de Educação Ambiental de Suape, que vem sendo desenvolvido em atendimento ao EIA-RIMA Suape, à Política Nacional de Educação Ambiental, ao Programa Nacional de Educação Ambiental e ao Programa Estadual de Educação Ambiental de Pernambuco. São oferecidos pela Diretoria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, por meio do Coordenadoria de Educação Ambiental e Responsabilidade Socioambiental.

    Os conteúdos programáticos dos cursos e as oficinas estão relacionados ao desenvolvimento da educação ambiental com enfoque nas questões socioambientais, conservação ambiental e recuperação dos recursos naturais de Suape.


     
    Serviço
    Os interessados devem acessar o link ((www.suape.pe.gov.br/pt/meio-ambiente/educacao-ambiental/projeto-pedagogia-ambiental)
    Dúvidas no e-mailpea@suape.pe.gov.br 
    Local: Centro de Treinamento do Complexo Industrial Portuário de Suape – Cetreino
    Endereço: Rodovia PE-60, KM 10, Engenho Massangana, Ipojuca-PE (ao lado do Empresarial Porto de Suape)
    Mais informações: (81) 3527-5088

    Transporte: Cabo de Santo Agostinho (parada de ônibus em frente a calçada da Justiça do Trabalho, às 08h30) e Ipojuca (parada de ônibus ao lado do Posto de combustível Petrobrás da entrada de Ipojuca, às 08h50).

    Assuntos: sdec, suape, meio ambiente, politica ambiental, projeto educaçao ambiental, capacitaçaõ,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco registra 94,5% das granjas dentro das normas sanitárias

    | Meio Ambiente

     

    No último dia 03 de março terminou o prazo para registrar os estabelecimentos avícolas comerciais na Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado. A ação tem o objetivo de manter o controle sanitário das aves e prevenir a introdução e disseminação de doenças aviárias de controle oficial, como a influenza aviária. Das 1.100 granjas mais de 94% cumpriram o prazo estipulado.

    A exigência do registro foi feita pelo Ministério da Agriculta, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que fixou novas regras para os órgãos de fiscalização monitorarem as granjas no Brasil. Para obter o registro, as granjas precisam comprovar o cumprimento das normas de biosseguridade, como a instalação de telas, a utilização de equipamentos para desinfecção de veículos, composteiras, controle de pragas e outras medidas contidas na Instrução Normativa do Mapa nº 56/2007.

    Após a entrega da documentação, o segundo passo será as visitas técnicas realizadas pelos fiscais da Adagro, afim de confirmar se todas as exigências foram atendidas. Em seguida o estabelecimento receberá um selo de saúde para o plantel.

    Para os que não seguiram o prazo estipulado, ainda é possível atualizar a documentação. “Os produtores que não deram entrada no período correto, ainda podem entregar sua documentação normalmente, no entanto eles ficarão impedidos de alojarem novas aves até a finalização do processo”, explicou o coordenador de sanidade avícola da Adagro, Francisco David Nascimento.

    Assuntos: sara, adagro, granjas, novas regras, Instrução Normativa do Mapa nº 56/2007,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Atividades de Educação Ambiental movimentarão a Semana da Água em Pernambuco

    | Meio Ambiente

     semana da agua

    Programação conjunta da Semas, CPRH e PEDI será desenvolvida a partir da próxima segunda (19), com ações no Recife, Moreno, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Olinda e Barreiros

    Encenações teatrais e contação de histórias, teatro ambiental, exibição de vídeo, aula prática em uma Unidade de Conservação, soltura de animais silvestres, oficina para produção de mudas, jogos e atividades de Educação Ambiental  (EA), aula-passeio com estudantes no Catamarã e uma trilha nas margens do Rio Una. Estas são algumas das atividades que serão realizadas na próxima semana, de segunda (19) a sábado (24), no Recife e mais quatro municípios da Região Metropolitana, além de Barreiros, na Mata Sul, dentro de uma programação dedicada à Semana da Água.

    Para o secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Cavalcanti, “as ações de sensibilização envolvendo estudantes, gestores públicos, ONGs e a sociedade em geral ressaltam o compromisso do Governo do Estado em cuidar do recurso natural mais precioso que temos no planeta: a água. Um exemplo disto é a construção da nossa Política Estadual de Educação Ambiental, que está sendo elaborada de forma participativa, envolvendo todas as regiões de desenvolvimento, do litoral ao sertão”, ressaltou.

    A programação será desenvolvida em conjunto pela Semas, Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e Parque Estadual Dois Irmãos (PEDI). Focadas no uso responsável dos recursos ambientais, as atividades serão realizadas em parceria com  prefeituras municipais, por meio das redes de ensino. “Os eventos são diversificados para atender a diferentes públicos. Buscamos promover espaços de diálogos e de promoção de informações, inclusive sobre nossas ações de fiscalização, monitoramento e licenciamento na área de recursos hídricos”, destacou o presidente da CPRH, Eduardo Elvino.

    Este ano, a Semana da Água também marcará o lançamento do livro “Quem vai salvar o rio?”, da CPRH, e dos projetos Chuá  – com ações de Educação Ambiental no município de Moreno, viabilizado por meio de um Termo de Compromisso assinado pela Ondunorte com a CPRH  –, e O Sertão Vai Virar Mar, com produção de material audiovisual que resgata tradições culturais e folclóricas de regiões por onde passa o Rio São Francisco. Haverá, ainda, um seminário para a construção da Política de Educação Ambiental de Pernambuco e o início da nova edição do projeto Água no Meu Caminho, voltado para a comunidade escolar e que terá seu fechamento em junho, no Mês do Meio Ambiente.

    SEMANA DA ÁGUA – PROGRAMAÇÃO

    SEGUNDA (19/03)

    8h30 – Seminário para construção da Política de Educação Ambiental de Pernambuco (PEAPE)
    Local – Fundação Joaquim Nabuco – Avenida 17 de Agosto, 2187 – Casa Forte, Recife

    14h30 – Lançamento do Projeto Chuá, com lançamento do livro “Água! E eu com isso?”; narração da história “Quem vai salvar o rio?” e a atividade Pescaria Pesque e Pense (jogo de Educação Ambiental)       
    Local – Auditório da Escola Estadual Dom Jaime - Moreno 

    TERÇA (20/03)

    9h30 – Projeto Chuá - “Quem vai salvar o rio?” e Pescaria Pesque e Pense
    Local – Escola Municipal Jornalista Édson Régis – Moreno

    14h30 – Projeto Chuá - “Quem vai salvar o rio?” e Pescaria Pesque e Pense
    Local – Escola Estadual  Sofrônio Portela – Moreno

    QUARTA (21/03)

    9h – Reunião do  Conselho Gestor da Esec Caetés e plantio de mudas da Mata Atlântica
    Local – Fábrica Frisabor – Av. Doutor Rinaldo de Pinho Alves, 60 – Paratibe - Paulista

    9h30 – Projeto Chuá - “Quem vai salvar o rio?” e Pescaria Pesque e Pense
    Local – Colégio Municipal Baltazar Moreno – Moreno

    10h30 e 16h30 – Preservar para não ficar só na memória: jogo com temática sobre água (atividade com alunos)
    Local – Colégio Estadual Dom Bosco – Casa Amarela - Recife

    13h – V Conferência Infantojuvenil de Meio Ambiente, da  EREM Professor Arnaldo Carneiro Leão – Palestrantes: Andreza Félix (CPRH), Francisco Machado, Amélia Tavares, Mozart Machado, Roberto Cavalcanti (EREM) e Severino Ramos (líder comunitário).
    Local – Faculdade Joaquim Nabuco (Bloco B) – Paulista                   

    14h - Projeto Chuá - “Quem vai salvar o rio?” e soltura de animais silvestres
    Local – Escola Municipal Engenho Jardim – Moreno

    QUINTA (22/03)

    9h30 – Projeto Chuá  - “Água! E eu com isso?”
    Local – Escola Estadual Artur Mendonça - Moreno 

    10h – Projeto Chuá – “Quem vai salvar o rio?” - Água e pontes do rio Capibaribe – aula-passeio no Catamarã, com adolescentes atendidos pela Organização do Auxílio Fraterno (OAF) – Recife 
    10h – Lançamentos da mostra Água no Meu Caminho e do projeto O Sertão Vai Virar Mar – exposição fotográfica e mostra cultural
    Local – Espaço Cultural SinsPire – Rua da Guia, nº 234 – Praça do Arsenal – Recife

    10h – Aula-prática – Aprendendo sobre Recursos Hídricos em uma Unidade de Conservação – com alunos do 4º Ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Maria Augusta Dutra, de       Jaboatão dos Guararapes.
    Local: Sede do  Refúgio de Vida Silvestre Matas do Gurjaú, no Cabo de Santo Agostinho

    15h – Oficina de mudas
    Local - Espaço Cultural SinsPire – Rua da Guia, nº 234 – Praça do Arsenal – Recife

    16h  - Exibição do Curta O Sertão Vai Virar Mar *
    Local - Espaço Cultural SinsPire – Rua da Guia, nº 234 – Praça do Arsenal – Recife

    (* de 22 a 31 de março)

    SEXTA (23/03)

    9h às 12h – Preservar para não ficar só na memória: jogo com temática sobre água
    Local: Espaço Ciência – Olinda

    10h – Projeto Chuá – Palestra sobre rios de Pernambuco – monitoramento, fiscalização e licenciamento – Palestrantes: Sonali Pereira, Graça Cruz, Rodrigo Martins – Diretoria de Controle de Fontes Poluidoras/CPRH
    Local – Moreno

    SÁBADO (24/03)

    14h – Preservar para não ficar só na memória: jogo com temática sobre água e trilha nas margens do Rio Una, nas imediações da Reserva Eduardo Campos, em Barreiros

     

     

    Assuntos: semas, compesa, semana da agua, cprh, pedi, parque estadual dois irmaos,
    Compartilhe: Link para o post: