meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • 1ª Copa Funase de Futsal transforma o Dia das Crianças de socioeducandos

    | Juventude, Direitos Humanos

    Atividade reuniu internos dos Cases Timbaúba, Jaboatão dos Guararapes e Vitória de Santo Antão, além de jovens funcionários da sede

    Cerca de 30 socioeducandos dos Cases Timbaúba, Jaboatão dos Guararapes e Vitória de Santo Antão tiveram um Dia das Crianças diferente. No último 12 de outubro aconteceu a 1ª Copa Funase de Futsal, realizada no Ginásio Poliesportivo de Timbaúba. Além dos jovens e adolescentes, participaram também jovens funcionários da sede da Funase.

    Segundo a Diretora-Presidente da instituição, Nadja Alencar, a intenção é trabalhar para que, na próxima edição da Copa Funase de Futsal, todas as unidades de atendimento socioeducativo participem. “Essa foi uma iniciativa muito importante porque através da prática do esporte trabalha-se a questão da disciplina, da convivência, além de ser sempre um momento de muita alegria”, destacou.  

    A primeira partida foi entre o Case Jaboatão e Case Vitória e acabou com Vitorienses triunfando, com o placar de 3x1. O segundo jogo entre o Case Timbaúba e o time da sede terminou com a vitória tranquila dos donos da casa, pelo placar de 4x0. O Case Jaboatão ficou com o terceiro lugar, ganhando a decisão contra o time da sede de virada, por 2x1.

    A final entre Timbaúba e Vitória acabou atestando a superioridade dos Timbaubenses, que venceram mais um jogo com facilidade, pelo placar de 5x1. Além de levar o troféu, o time campeão também ficou com a bola da final. O socioeducando A.S. do Case Timbaúba, gostou muito da Copa. “Foi muito divertido, e muito fácil ganhar também”, brincou.

    A 1ª Copa Funase de Futsal contou com a narração esportiva do coordenador geral do Case Jaboatão dos Guararapes, Mozat Lourenço. “O evento foi muito importante para promover a convivência e respeito entre as unidades e também para proporcionar lazer e estimular a prática do esporte”, enfatizou. O evento foi organizado pela Diretoria Geral da Política de Atendimento (DGPAT), que já planeja a próxima edição. 

    Cidades: Jaboatão dos Guararapes , Timbaúba, Vitória de Santo Antão
    Assuntos: funase, sdscj, case, socioeducandos, dia das crianças, copa funase de futsal
    Compartilhe: Link para o post:
  • Encontro debate Educação no Sistema Socioeducativo

    | Juventude, Direitos Humanos
    encontro

    Caruaru sediou, no dia 04/10, o Encontro Regionalizado do Sistema Socioeducativo: Eixo Educação. Promovido pelo Governo Paulo Câmara, o evento teve como objetivo apresentar o cenário do Sistema Socioeducativo do Estado de Pernambuco, com foco no eixo de Educação na Região do Agreste, na perspectiva de apreciação, ajustes e adoção de medidas interventivas para
    melhoria do atendimento. 
     
    O encontro reuniu profissionais de 20 (vinte) municípios do Agreste (Bezerros, Bonito, Belo Jardim,Brejo da Madre de Deus,Buíque,Caruaru,Feira Nova, Gravatá, Garanhuns, João Alfredo, Limoeiro,Orobó, Passira, Pesqueira, São Caetano, São João, Sanharó, Sairé, Santa Cruz do Capibaribe, Surubim) Todos os municípios integram o monitoramento sistemático realizado pelo Núcleo de Apoio e Monitoramento às Entidades Executoras de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto. A coordenação é da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), sob a gestão de Roberto Franca. Presentes o secretário executivo de Políticas para Criança e Juventude, João Suassuna, e a gerente do Sistema Socioeducativo, Suelly Cysneiros.

    No segundo momento, serão formados grupos de trabalho na perspectiva de apreciação, ajustes e adoção de medidas socioeducativas para melhoria do atendimento com os adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

    Participaram representantes das Secretarias Municipais de Assistência Social e de Educação, coordenadores e técnicos das Entidades Executoras das Medidas Socioeducativas e representantes da Secretaria Estadual de Educação. Entidades convidadas: FUNASE, CREAS, ONGs, TJPE, Conselho de Defesa
    dos Direitos da Criança e do Adolescente-CEDCA, Secretaria Municipal e Estadual de educação e Conselho Tutelar.
    Assuntos: sdscj, paulo camara, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Educação profissionalizante leva nova perspectiva de vida a socioeducandos

    | Juventude, Emprego

    Convênio firmado entre Sempetq e Funase capacitará 568 jovens até o final de 2018

    A vida de centenas de adolescentes e jovens da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) começou a ganhar uma nova perspectiva a partir da aula inaugural, realizada nesta segunda-feira (09), da primeira turma de uma série de cursos profissionalizantes que serão oferecidos até o final de 2018. Serão ofertadas, ao todo, 568 vagas, sendo 400 para o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho e as demais para o Case Abreu e Lima.

    A oportunidade é ofertada graças a um convênio firmado entre a Funase e a Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação de Pernambuco (Sempetq), por meio de um repasse financeiro efetuado pela Fundação. As aulas são ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e tem como metodologia o foco nas competências e desenvolvimento de habilidades. “Os meninos da Funase são uma das nossas prioridades e a formação deles é muito importante para que possam ingressar no mercado formal ou como donos do próprio negócio. Queremos que eles construam uma nova história”, afirma a secretária executiva de Trabalho e Qualificação, Ângella Mochel.

    A primeira turma teve início no Case Abreu e Lima. Após 200 horas de aulas, os alunos serão certificados com formação de Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão. Além deste, outros 11 cursos diferentes serão oferecidos, todos escolhidos pela Funase, por meio de pesquisa de interesse realizada entre os socioeducandos, pelo Eixo Profissionalização. São eles: Gesseiro, Eletricista de Automóveis, Instalador de Acessórios Automotivos, Mecânico de Bicicleta, Mecânico de Motocicleta, pintor de Automóveis, Instalador de Sistema Eletrônico de Segurança, Aplicador de Revestimento Cerâmico, Pedreiro de Alvenaria, Montador e Reparador de Computadores e Montador de Painéis Eletrônicos.

    Além da competência adquirida com os cursos, oportunidades como essa mostram aos socioeducandos que eles podem fazer escolhas diferentes. O jovem F.P., de 17 anos, vê a chance como um início. “Esses cursos estão chegando e isso mostra que as coisas podem mudar. Quero aprender aqui e levar isso para o resto da minha vida. Depois, quero pegar esse conhecimento, focar para melhorar quando estiver lá fora. Vou fazer também Mecânica de Motos, mas me envolvo nos outros cursos para conhecer sempre mais coisas”, detalhou.

    A oferta dos cursos faz parte dos compromissos elencados no Plano de Curto Prazo da Funase, lançado este ano. “Estamos pensando no futuro e isso passa por investir em educação assim como o Governo do Estado tem feito nos últimos 10 anos. Queremos que esses jovens saiam pela porta da frente da Funase com um diploma, uma certificação. Estamos proporcionando uma oportunidade de qualidade, aproximando-os do conhecimento”, comenta o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Roberto Franca.

    Também integrante da primeira turma iniciada no Case Abreu e Lima, D.P.S.B, de 19 anos, tem sede de conhecimento. Destaque no curso de Robótica oferecido pela Funase - o que lhe deu o posto de auxiliar do instrutor -, ele agora se vê envolvido em mais uma atividade que vai lhe ajudar a iniciar a sua mudança de vida. “Estou nesse agora de Eletricista, mas já quero começar a fazer algum de Informática. Sempre fui interessado em fazer todos os cursos. Vou conseguir ganhar dinheiro fazendo o que eu aprendo aqui”, compartilhou.  

    Para a diretora-presidente da Funase, Nadja Alencar, a iniciativa integra os esforços do reposicionamento da unidade como verdadeiramente socioeducativa. “Queremos que os socioeducandos possam usufruir dessas oportunidades da melhor forma no tempo em que estiverem aqui para que possam, no futuro, abraçar uma profissão”, projeta. Outras turmas serão iniciadas nos próximos dias 16 e 19 de outubro. Ao final de todos os cursos, os alunos receberão certificados que comprovam a habilidade adquirida, ajudando assim na busca por um emprego, por uma colocação no mercado de trabalho. A aula inaugural contou também com a presença do coordenador geral do Case Abreu e Lima, Abinoan Barboza, funcionários da Funase e representantes do Senai.

    Cidades: Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho
    Assuntos: sempetq, funase, case, curso profissionalizante, socioeducandos
    Compartilhe: Link para o post:
  • Experiências de prevenção à violência são apresentadas em Fórum Regional​

    | Juventude, Direitos Humanos

    As experiências de prevenção à violência nos municípios do Litoral Norte do Estado foram apresentada​s, na manhã desta terça-feira (10), durante o II Fórum Regional de Prevenção Social (FRPS), promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), por meio da Secretaria Executiva de Políticas para o Desenvolvimento Social.

    Na abertura do evento, n​o auditório da Faculdade de Olinda (Focca), no Carmo, o secretário da SDSCJ, Roberto Franca, ressaltou a importância da troca de experiências e do fortalecimento das articulações junto aos municípios para a prevenção, combate e controle da violência.

    “A SDSCJ já realiza ações preventivas, através do Programa Governo Presente, mas é preciso maior participação e engajamento dos municípios, melhorando os trabalhos de assistência, realizando mediações de conflitos, incentivando ações de cultura de paz e aumentando a oferta de serviços nas áreas de educação, esportes, cultura e lazer”, afirmou Roberto Franca.

    O secretário destacou as ações preventivas que vêm sendo realizadas em Olinda (bairros de Rio Doce e Peixinhos), desde o final do mês de agosto, a partir das articulações e orientações do Programa Governo Presente.

    A iniciativa, denominada “Olinda + Presente”, promove a emissão de documentos, inscrição em programas sociais, atendimentos na área de saúde e a realização de palestras, oficinas, exibição de filmes, atividades culturais e de cidadania que abordam temas relacionados ao respeito à vida e à não violência. O trabalho envolve 19 escolas das redes estadual e municipal de ensino.

    O II Fórum Regional de Prevenção Social (FRPS) contou com a participação de prefeitos, secretários e técnicos dos municípios de Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Araçoiaba, Itapissuma e Ilha de Itamaracá. De acordo com o secretário executivo de Políticas para o Desenvolvimento Social e presidente do FRPS, Yves Ribeiro, a prevenção e o combate à violência passam pela integração de políticas públicas e a articulação entre o Estado e municípios.

    Governo Presente - Antes das apresentações das experiências municipais, a secretária executiva de Articulação Social (SEART), Anelena Almeida, falou do papel do Programa Governo Presente na articulação com as demais secretarias estaduais para a integração de políticas públicas para as áreas mais vulneráveis e a discussão de ações para assistir os segmentos sociais mais expostos à violência e à criminalidade.

    Cidades: Olinda
    Assuntos: sdscj, frps, olinda + presente, programa governo mais presente, seart
    Compartilhe: Link para o post:
  • Socioeducandos do Case Cabo participam de aulão oferecido pela Uninassau

    | Educação, Juventude

    Primeiro encontro teve como foco a Matemática, a próxima disciplina será Português. Ação visa preparar os alunos para o exame Supletivo 2017.

     

    O auditório do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho ficou lotado no último sábado (07). Divididos em duas turmas, 147 socioeducandos assistiram ao aulão da Uninassau voltado para o exame Supletivo 2017. A ação se deu por meio de uma parceria firmada com a instituição de ensino que, nesse primeiro momento, levou o conhecimento da Matemática. Um segundo encontro já está marcado para acontecer, será no próximo sábado (14) e, desta vez, com aulas serão de Português.

    Segundo a Gerente do Case Cabo, Tatiane Moraes, proporcionar momentos de educação e conhecimento como esse significa o resgate da cidadania desses jovens e adolescentes, a valorização do ser humano. “A nossa missão é devolvê-los à sociedade preparados para enfrentar o mundo do trabalho, capazes de responder com habilidade às situações que eles vão se deparar lá fora”, destacou.

    Seguindo essa linha, o Case Cabo vem colecionando muitas histórias de êxito e superação. Recentemente um dos socioeducandos ingressou no ensino superior e outros três aguardam o resultado do vestibular. W.J.R., de 20 anos, é um dos que agora vive a expectativa de entrar na faculdade e aproveitou o aulão que aconteceu às vésperas da prova. “Estou concorrendo a uma vaga no curso de Engenharia Civil, faço curso de Impressão Offset e de Acabamento Gráfico na Escola Dom Bosco, oferecido por meio da Funase. Essas são oportunidades únicas para mostrar à sociedade, que não acredita, que podemos mudar o nosso rumo. Vou sair um cidadão.”, desabafou.

    Para o diretor da unidade da Uninassau no Cabo de Santo Agostinho, Walter Cortez, cuidar e dar oportunidade a esses jovens e adolescentes também é dever da sociedade. “Nosso objetivo aqui é trazer conhecimento para esses meninos, que vão ser nossos meninos quando saírem daqui. É contribuir com a evolução desse processo de mudança. Precisamos ser agente mobilizadores para que mais pessoas se sensibilizem”, destacou. Outras ações educativas já estão programadas para acontecer e também vão ajudar os adolescentes no preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).​
     
    Cidades: Cabo de Santo Agostinho
    Assuntos: sdscj, case, funase, uninassau, socioeducandos
    Compartilhe: Link para o post:
  • Câmara de Prevenção anuncia os Fóruns da Juventude

    | Juventude

    Governo Presente realizaráaté o final do ano​,​ ações com jovens em 14 bairros 

    Secretarias estaduais se reuniram, na tarde desta segunda-feira (09/10​), para pensar ações integradas pela prevenção à violência durante a Câmara de Prevenção do Pacto Pela Vida, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), por meio da sua Executiva de Articulação Social. Presente à reunião, o secretário Roberto Franca (SDSCJ) ​chamou a atenção de como o trabalho de prevenção é, de certa forma, invisível para a ​segurança pública.

    “Os serviços oferecidos para jovens, como os cursos do SENAI para jovens em cumprimento de medida na Funase, ou crimes de proximidade, como briga de família e vizinhos, não são vistos pela polícia. Por isso, temos que divulgar cada vez mais nosso trabalho e focar em ações com indicadores, que qualifiquem o nosso trabalho em prevenção”, disse Franca.

    Para chegar junto das comunidades a estratégia do Programa Governo Presente é começar as discussões dos fóruns pelo segmento mais vulnerável à violência: os jovens. O Fórum da Juventude será realizado em escolas de 14 bairros e irá mobilizar as entidades e coletivos juvenis do entorno. A ideia é discutir e propor alternativas para o enfrentamento à violência nestes locais, com altos índices de criminalidade. 

    “O caminho encontrado para montar os Núcleos de Cultura de Paz nas escolas é realizar os fóruns, onde os próprios jovens sejam multiplicadores e depois mediadores. Para isso, começamos, na próxima semana, com reuniões preparatórias nas escolas para só depois realizar os Fóruns da Juventude, em novembro e dezembro de 2017”, disse Conceição Costa, coordenadora de Ações Integradas da Seart. O fórum é uma parceria da Secretaria Estadual de Educação com as executivas da SDSCJ: de Políticas para Criança e Juventude (SEPCJ) e de Articulação Social (SEART).

    PAUTA – A Câmara de Prevenção Social, que integra o Pacto pela Vida, trouxe para os 40 representantes das secretarias estaduais, nesta segunda-feira, esclarecimentos sobre o trabalho da prevenção de Acidentes por Transporte Terrestre (ATT) realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SEE), com o Detran e a Operação Lei Seca (OLS) da Polícia Militar .

    Sandra Souza, gerente de Vigilância da DANT (Doenças e Agravos Não Transmissíveis), falou sobre a estratégia de prevenção de acidentes e promoção da saúde da Secretaria Estadual, ao monitorar as vítimas de hospitais da rede de emergência do Estado, por meio das unidades sentinelas. “A análise das informações é feita pelo Sistema de Informação sobre ATT e disponibilizada para os órgãos que trabalham a educação e prevenção de acidentes”, disse Sandra. Depois o tenente coronel Baggeti, falou sobre o trabalho de prevenção e redução de acidentes, da Operação Lei Seca, uma ação integrada da Polícia Militar,  Detran- PE e SEE.

    Participaram da Câmara de Prevenção, coordenada pela SEART, representantes das executivas da SDSCJ (SEPCJ, SEART, SESES, SEPOD), as estaduais de Educação, Agricultura e Reforma Agrária (Sara),  Meio Ambiente e Sustentabilidade, Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (SEMPETQ) e de Saúde; além da Prefeitura do Recife, pela Secretaria de Juventude e Qualificação Profissional do Recife.

    Assuntos: programa governo presente, sdscj, governo de pernambuco, forum da juventude, sepcj
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ipem-PE deflagra Operação Dia das Crianças em conjunto com órgãos fiscalizadores de todo o Brasil

    | Juventude, Infância

    Com a aproximação do Dia das Crianças, o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo de Pernambuco, vai realizar até o dia 6 de outubro a Operação Especial Dia das Crianças, que acontece simultaneamente em todo o Brasil e é promovido pelos órgãos fiscalizadores delegados do Inmetro em cada Estado. A ação, que iniciou na segunda, dia 2, está fiscalizando estabelecimentos que comercializam produtos infantis na Região Metropolitana e no interior de Pernambuco. 

    Estão sendo alvos da operação produtos como brinquedos; cadeiras de retenção, que são as cadeirinhas de automóvel, para transporte de crianças; berços; carrinhos de bebê; e as bicicletas infantis. Durante a fiscalização os agentes do Ipem-PE observam se os produtos estão sendo comercializados com o conjunto de informações obrigatórias, como: dados do fabricante ou do importador, CNPJ da empresa fabricante, país de origem, composição, faixa etária e, principalmente, o selo de identificação da conformidade. Todas as informações devem estar escritas em português.

    “A Operação Especial do Dia das Crianças possui o objetivo de evitar que os pernambucanos adquiram brinquedos irregulares para as suas crianças. Queremos garantir o aumento da confiança do consumidor na conformidade do produto e no fato de que estão comprando produtos seguros” afirma Adriano Martins, Presidente do IPEM-PE.

    O consumidor pode apresentar denúncias, dúvidas ou sugestões por meio da ouvidoria do IPEM-PE pelo telefone 0800 081 1526, de segunda à sexta, das 8h às 14h.

    Fiscalização Criança Segura apreende 2.232 brinquedosEntre os dias 27 e 29 de setembro o Ipem-PE realizou, em conjunto com o Procon-PE e o Ministério Público de Pernambuco, a Operação Criança Segura, onde foram visitadas 22 lojas, sendo 35.167 produtos fiscalizados e 2.232 apreendidos. Entre os itens irregulares estavam animais de pelúcia, chaveiros, pistola d’água e brinquedos de madeira. Os estabelecimentos em que forem encontradas irregularidades terão até dez dias para apresentar defesa à autarquia.

    Assuntos: sdec, ipem-PE, inmetro, operaçao dia das crianças, fiscalizaçao
    Compartilhe: Link para o post:
  • Quebrando preconceitos, adolescentes trabalham na confecção de bijuterias

    | Juventude

    Aulas acontecem na Casa das Juventudes. Alunos da Casem Caruaru produzem brincos, colares e pulseiras.

    Três vezes por semana, os adolescentes da Casa de Semiliberdade (Casem) Caruaru vêm se reinventando e transformando pequenos itens em belas peças no curso de Confecção de Bijuterias, oferecido em parceria com a Casa das Juventudes, Programa do Governo do Estado em parceira com o município. São, ao todo, 36 horas/aula, que seguem até 10 de outubro, sendo ministradas pela professora Jane Maciel.

    Juntamente com adolescentes da comunidade, eles trabalham na produção de brincos, colares e pulseiras. “Fiquei surpresa com a dedicação deles porque essa atividade normalmente é rodeada de preconceito por parte dos meninos. Mas eles estão desenvolvendo todo o trabalho sem nenhum problema”, destacou Jane Maciel

    O cuidado com os detalhes e a aplicação de técnicas mais elaboradas faz toda a diferença no resultado final das peças, agregando mais valor de venda. “Estas atividades além de garantir uma renda para estes jovens, assim prepará-los para o mundo do trabalho, também os coloca o como sujeito no seu processo socioeducativo”, enfatizou a coordenadora geral interina da Casem Caruaru, Maria Elizabete Nunes de Azevedo.
    Assuntos: casem, funase, socioeducancos, confecçao de bijuterias
    Compartilhe: Link para o post:
  • Caruaru vai sediar Encontro do Sistema Socioeducativo

    | Educação, Juventude, Infância
    Evento tem por objetivo apresentar um panorama atualizado, com foco nas questões relacionadas à Educação

    Secretaria Executiva de Políticas para a Criança e Juventude (SEPCJ), dirigida por João Suassuna, vai promover o Encontro Regionalizado do Sistema Socioeducativo: Eixo Educação. O evento será realizado no ​próximo ​dia 04/10​, das 8h30 às 13h, na Gerência Regional de Educação – GRE / Agreste Central, Auditório Profª Elisete Lopes (Rua Olavo Bilac, S/N – Indianópolis – Caruaru - próximo ao Caruaru Shopping e Motorac).

    O encontro tem por objetivo apresentar um panorama atualizado do Sistema Socioeducativo no Estado de Pernambuco, com foco nas questões relacionadas à Educação, para os municípios da Região do Agreste. Será debatida a promoção de ajustes e adoção de medidas interventivas para melhoria do atendimento.

    Estarão presentes profissionais atuantes em 20 municípios do Agreste- Bezerros, Bonito, Belo Jardim, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Caruaru, Feira Nova, Gravatá, Garanhuns, João Alfredo, Limoeiro, Orobó, Passira, Pesqueira, São Caetano, São João, Sanharó, Sairé, Santa Cruz do Capibaribe e Surubim. Todos os municípios integram o monitoramento sistemático realizado pelo Núcleo de Apoio e Monitoramento às Entidades Executoras de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto, da SDSCJ.

    Representantes das Secretarias Municipais de Assistência Social e de Educação, coordenadores e técnicos das Entidades Executoras das Medidas Socioeducativas e representantes da Secretaria Estadual de Educação participarão do encontro.

    A ação ocorre sob gerência da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, de Roberto Franca, e Gerência Geral do Sistema Socioeducativo, sob o comando de Suelly Cysneiros.
     
     
    SERVIÇO
    Evento: Encontro Regionalizado do Sistema Socioeducativo: Eixo Educação. 
    Quando: 4 de outubro de 2017
    Hora: 8h30 às 13h.
    Onde: Gerência Regional de Educação – GRE / Agreste Central, Auditório Profª Elisete Lopes (Rua Olavo Bilac, S/N – Indianópolis – Caruaru - próximo ao Caruaru Shopping e Motorac).
    Cidades: Caruaru
    Assuntos: sepcj, sdscj, sistema socioeducativo, educaçao
    Compartilhe: Link para o post:
  • PE Conduz já realizou mais de 67 mil viagens este ano

    | Juventude, Infância

    Programa transporta gratuitamente pessoas com deficiência para serviços de saúde e atividades de lazer

    O PE Conduz, um dos programas mais importantes do Governo Paulo Câmara, realizou, de janeiro a agosto deste ano, 67.102 viagens. Destinado ao transporte gratuito de pessoas com deficiência para tratamentos de saúde e atividades de lazer o Programa conta com 45 vans, todas adaptadas para o transporte confortável e seguro de pessoas em cadeira de rodas, comportando cada um deles até três usuários, com acompanhante.

    O serviço é feito porta a porta e, atualmente, atende vários municípios em todo o Estado: 14 da Região Metropolitana do Recife, além de Petrolina, Arcoverde, Timbaúba, Vitória, Caruaru e nove cidades circunvizinhas. 

    Usuário do PE Conduz há quatro anos, Cláudio José, 52, morador de Barra de Jangada, tem um tipo de amiotrofia muscular rara. Ele conheceu o serviço através da irmã e usa o transporte duas vezes por semana (terça e quinta), para fazer fisioterapia no Centro de Apoio e Integração de Portadores de Necessidades Especiais (Caine), em Candeias. “Antes de utilizar o serviço eu tinha dificuldade de chegar aos lugares para fazer o tratamento. Sempre que perdia um ônibus, demorava muito para vir outro, além do fato de nem todos os coletivos terem o elevador para subir com a cadeira de rodas”, afirmou. Ele elogiou o PE Conduz, ressaltando que o serviço contribuiu muito para melhorar sua qualidade de vida.

    Por sua vez, Priscila Silva, 25 anos, mãe de Marcos Silva, de sete anos, que tem paralisia infantil, entrou no programa há três meses. Além de utilizar o serviço de vans duas vezes por semana (segunda e terça), para tratamentos na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), Priscilla e Marcos também participam da rota de lazer. Através do programa já tiveram a oportunidade de ir para Porto de Galinhas, Garanhuns e passeio no Marco Zero do Recife. Para Priscila, o serviço facilitou a sua vida já que, segundo ela, no transporte público nem todos os ônibus estão preparados para receber pessoas com deficiência. "Sempre que precisava sair com o Marcos era um desconforto muito grande, além dos ônibus não terem a estrutura necessária também não ofereciam segurança nenhuma. Com o serviço de vans chegamos em segurança e dentro do horário marcado nas atividades e consultas”, ressaltou. 

    De acordo com Edmilson Silva, que comanda a Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD), "atualmente, 628 pessoas estão registradas para atendimento pelo PE Conduz, todas elas cadeirantes. O uso do serviço é para atividades contínuas, sendo no máximo cinco viagens por semana". A SEAD é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social Criança e Juventude (SDSCJ), sob a gestão do secretário Roberto Franca, e integra a Secretaria Executiva de Segmentos Sociais, dirigida por Sérgio Moura. 

    Para ser beneficiário do programa é necessário que o candidato realize o cadastro através do número 0800 28 10312. No Recife, este cadastro pode ser feito pessoalmente, de segunda a sexta, das 8h às 16h na SEAD, localizada ao lado do Centro da Juventude, na Avenida Norte Miguel Arraes, S/N, no bairro de Santo Amaro. "Após a inscrição, o candidato é orientado a imprimir uma ficha de validação médica (disponível no site do programa), providenciar o laudo médico, originais do CPF, identidade, comprovante de residência, comprovante de renda e encaminhar toda esta documentação para SEAD", explicou Edmilson Silva. Ele acrescentou que após análise dos documentos e elegibilidade é agendada uma visita social e o candidato aguarda a inclusão na rota para começar a desfrutar do serviço.

    Além dos serviços de transporte para tratamento de saúde o usuário cadastrado no PE Conduz também pode utilizar o transporte para rotas de lazer e atividades culturais de caráter público.  Edmilson ressaltou que, "nos finais de semana e em algumas datas comemorativas, são realizadas diversas atividades para este público, como o Praia sem Barreiras, Festival de Inverno de Garanhuns, Espetáculo da Paixão de Cristo, Camarote da Acessibilidade no Carnaval e Bike sem Barreiras. Também são realizadas visitas a museus, zoológico e parques".

    COMO SURGIU: O Programa Pernambuco Conduz surgiu em novembro de 2010, estabelecido pela Lei estadual n° 14.218/11, para atender às pessoas com deficiência física, com severa dificuldade de locomoção e que não apresentem condições de mobilidade e acessibilidade autônoma aos meios de transporte já existentes. O serviço é um atendimento especial e gratuito oferecido pelo Governo Paulo Câmara, que foi desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), comandada por Roberto Franca, por meio da Executiva de Segmentos Sociais, sob a coordenação de Sérgio Moura, e da Superintendência de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD), dirigida por Edmilson Silva.

    URJA SOCIAL: Todo o trajeto dos beneficiários do programa até os locais de tratamento ou lazer é operacionalizado através da Central de Monitoramento da Urja Social – empresa responsável pela execução do programa. Através deste sistema, é possível saber em tempo real a localização de cada veículo e quem são os usuários que estão sendo transportados no momento. Esta interação entre monitoramento e operação busca a garantia da execução das programações de viagens planejadas. Além de realizar possíveis mudanças nas rotas, quando necessário, a fim de otimizar o tempo e garantir a pontualidade do serviço.

    Cidades: Arcoverde, Caruaru, Petrolina, Recife, Timbaúba, Vitória de Santo Antão
    Assuntos: sdscj, PE conduz, sead
    Compartilhe: Link para o post: