meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Enfrentamento à violência sexual de crianças ganha cartilha de orientação

    | Educação, Direitos Humanos, Infância

    Cartilha 

    O documento é uma parceria da SDSCJ com a UFRPE

    Tese de mestrado da Universidade Federal de Pernambuco será editada como cartilha para orientar professores das redes públicas e privadas sobre a prevenção à violência sexual de crianças. A iniciativa foi possível através do apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), que identificou a relevância do trabalho realizado por MacDouglas de Oliveira, gerente da Criança da Secretaria Executiva de Políticas para Criança e Juventude (SEPCJ), vinculada à SDSCJ. A “Cartilha do Professor – informações sobre o abuso sexual na primeira infância” tem previsão de lançamento para 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

    O documento trará os conceitos mais importantes identificados por professores da rede municipal do Recife sobre o abuso sexual na primeira infância, e com escassez de formação continuada sobre o assunto, a publicação tem a proposta de munir os profissionais da educação e, consequentemente, fortalecer a Rede de Proteção e Enfrentamento à violência sexual de crianças. “A cartilha foi uma demanda do grupo, ao relatar que não tinha capacitação adequada e nem material direcionado sobre a temática para professores. A elaboração do material surge como uma ferramenta para dar suporte ao professor, tendo a prevenção como mote, com o intuito de fomentar as discussões em sala de aula e realizar oficinas itinerantes na rede pública para distribuição do produto”, disse MacDouglas.

    De acordo com o secretário executivo da SEPCJ, João Suassuna, o interesse em ofertar um material dessa qualidade está pautado na necessidade de munir, não apenas os professores mas também as crianças, de elementos para identificar os abusos, já que é preciso, enquanto estado, acima de tudo, criar uma rede de amparo. “É preciso fazer com que a criança entenda um pouco de autoproteção, como saber o que é ou não adequado em casa e na escola, a exemplo da hora do banho, e poder informar à pessoa certa dentro de sua rede de proteção. Isso tratado de forma lúdica e totalmente dentro de seu universo. Já os professores precisam estar atentos aos sinais”, contextualiza

    Mestrado - A tese “Entre chapeuzinhos vermelhos e lobos maus – O abuso sexual na primeira infância e a escola enquanto rede de proteção e enfrentamento” foi defendida por Macdouglas, psicólogo com especialização em saúde mental, no final do mês de fevereiro e teve orientação da professora Pompéia Villachan-Lyra, da Pós-Graduação Educação, Cultura e Identidades (UFRPE). A defesa da dissertação contou com a participação de professores da educação superior, pública e privada, e infantil do Recife, além de representantes da Secretaria Executiva de Políticas para Criança e Juventude, da SDSCJ, e das secretarias estaduais de Educação e Justiça e Direitos Humanos.

    Fotos: Celso Araújo / divulgação

    Assuntos: sdscj, cartilha violencia sexual de crianças, ufpe,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Cepe lança editais de prêmios literários nacionais

    | Juventude, Cultura, Infância

    cepe 

    Organizadora do Prêmio Cepe Nacional de Literatura, que chega ao seu quarto ano, a Companhia Editora de Pernambuco reforça o incentivo à produção literária com o lançamento da primeira edição do Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantil e Juvenil. Os editais dos dois certames já estão disponíveis e as inscrições poderão ser feitas no período de 02 de abril a 17 de maio exclusivamente por meio digital.

    Até o ano passado, o gênero infantojuvenil integrava as categorias do Prêmio Cepe Nacional de Literatura. Organizar uma seleção específica indica o interesse da Cepe em dar mais visibilidade ao segmento, colaborando na divulgação de obras de autores brasileiros e na revelação de talentos. Poderão participar dos prêmios literários da Cepe brasileiros, residentes no país ou no exterior, bem como estrangeiros naturalizados residentes no Brasil. Os interessados poderão inscrever apenas uma obra inédita (original não publicado parcial ou integralmente), escrita em português e com tema livre.

    Para o I Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantil e Juvenil, os trabalhos (além de PDFs da ficha de inscrição e documentos previstos no edital) deverão ser enviados pelo e-mail premioinfantojuvenil@cepe.com.br. Para a categoria Infantil serão aceitas obras voltadas para leitores iniciantes e em processo (a partir de 6 e 8 anos, respectivamente). Já a categoria Juvenil, serão aceitos trabalhos voltados para leitores fluentes ou críticos (a partir dos 10 e 12 anos, respectivamente). As obras poderão pertencer a gêneros narrativos ou poesia desde que voltados para o público previsto no edital. Os vencedores das categorias Infantil e Juvenil receberão como prêmio R$ 10 mil (cada) e terão as obras publicadas pela Cepe Editora.

     Já no Prêmio Cepe Nacional de Literatura 2018, que contempla as categorias Romance, Conto e Poesia, as inscrições deverão ser feitas através do e-mail premiocepenacional@cepe.com.br, observando-se o mesmo critério de ineditismo e de envio de documentos previsto no edital. Serão concedidos prêmios nos valores de R$ 20 mil aos vencedores de cada categoria.

    Os trabalhos inscritos serão analisados por duas comissões julgadoras formadas por profissionais de renome na área. A primeira comissão, responsável pela pré-seleção, será composta por três membros, todos de Pernambuco. Critérios como originalidade, qualidade técnica, valorização da cultura brasileira e domínio da linguagem serão observados nas etapas seletivas.

    O resultado será anunciado até o dia 30 de novembro e publicado no Diário Oficial de Pernambuco, portal da Cepe (www.cepe.com.br), do Governo do Estado (www.pe.gov.br), site da editora (www.editora.cepe.com.br), além das redes sociais. Esclarecimentos poderão ser feitos através do e-mail duvidaspremio@cepe.com.br.

    Tenha acesso aos editais aqui (http://bit.ly/Editalpremios)

    Vencedores das edições passadas

    Criado em 2015 dentro da programação oficial dos cem anos da Imprensa Oficial, o Prêmio Cepe Nacional de Literatura recebeu mais de 1.700 inscrições em suas três edições – com participação de escritores de quase todos os estados, inclusive, de países como Portugal, Alemanha, Inglaterra, Holanda, Estados Unidos, Chile, Uruguai e Japão.

    Primeira edição:

    Infantojuvenil - Helton Alexandre Pereira Alencar (CE): E eu, só uma pedra.
    Romance - Sérgio Corrêa de Siqueira (MG): O grande massacre das vacas.
    Contos - Guilherme Azambuja Castro (RS)O amor que não sentimos e outros contos.
    Poesia - Marcus Vinícius Teixeira Quiroga Pereira (RJ): Elogio do carvão.

    Segunda edição:

    Infantojuvenil - Lourenço Cazarré (RS): Os filhos do deserto combatem na solidão.
    Romance - Sérgio Krausz (SP): Outro lugar.
    Contos - Milton Morales Filho (SP): Dancing jeans, Baixo Augusta e outros contos.
    Poesia - Walther Moreira (PE): Arquiteturas de vento frio.

    Terceira edição:

    Infantojuvenil - Renata Penzani (SP): A coisa brutamontes.
    Romance - Paulo Schmidt (SP): Anjo negro: a história secreta de GV.
    Contos - Ricardo Braga (PE): A flor lilás e outros conto.
    Poesia - Rita Isadora Pessoa (RJ): Uma mulher sob a influência de um algorítimo.


    Assuntos: secult-pe, cepe, premio cepe nacional de literatura,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projeto HumanIdade leva crianças a Instituição de Longa Permanência para Idosos

    | Direitos Humanos, Infância

     

    Ação que deve promover integração geracional acontece em ILPI feminina 

    Com o objetivo de promover integração geracional entre crianças (de 10 a 13 anos) e o segmento da pessoa idosa, o Projeto HumanIdade – que integra a secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado -, leva dez crianças assistidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) à Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s) Abrigo Santo Antônio. A ação acontece nesta sexta-feira (9), às 10h.

    A ação faz parte do Terceiro Ciclo de atividades do Projeto e deve proporcionar momentos de lazer entre os idosos e as crianças visitantes, também com a perspectiva de construir afeto e apresentar a rotina das 27 idosas que residem na Instituição exclusivamente feminina. De acordo com o HumanIdade, também é indicado que o Abrigo Santo Antônio esteja dentro da perspectiva do município de Olinda como equipamento socioassistencial.

    O Serviço de Convivência é uma ação realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos (SDSCDH) e tem a proposta de trabalhar o fortalecimento das relações familiares e comunitárias, através do exercício da cidadania. Em Olinda, 800 crianças e adolescentes fazem parte do projeto.

    HumanIdade - O Projeto HumanIdade foi instituído no ano 2014, com a finalidade de desenvolver ações articuladas com as políticas setoriais de promoção e defesa dos direitos de pessoas idosas residentes em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) privadas, sem finalidade lucrativa e públicas. Também tem como objetivo promover o cuidado integral e humanizado à Pessoa Idosa institucionalizada e apoiar a regulamentação jurídica da mesma para garantir a efetivação dos direitos da pessoa idosa.

    Serviço:
    Abrigo Santo Antônio – Av. Governador Carlos de Lima Cavalcanti, 1719 – Olinda.
    Horário: 10h

    Assuntos: sjdh, projeto humanidade, scfv, serviço de convivencia e fortalecimento de vinculos, idosos, sdscdh
    Compartilhe: Link para o post:
  • SDSCJ realiza encontro regional da Assistência Social

    | Juventude, Infância

    Carpina foi sede do encontro da Mata Norte

    A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) realizou nos dias 1 e 2 de fevereiro, no município de Carpina, na Mata Norte do Estado, o II Encontro Itinerante de Assessoria Técnica do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). O evento em Carpina reuniu cerca de 80 secretários municipais e profissionais da rede socioassistencial de 20 municípios da Mata Norte, no Centro de Eventos Salesianas Carpina (CESC), no bairro de São José, em Recife.

    Segundo a Executiva de Assistência Social, Socorro Araújo, o objetivo deste encontro é prestar assessoria técnica aos municípios para a melhoria do atendimento a população. “O encontro busca oferecer aos gestores e trabalhadores da assistência social subsídios para qualificar a atuação nos territórios. São momentos, também, para a troca de experiências e um momento de escuta dos municípios a partir das suas demandas”, disse.

    A ideia é contribuir para o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social em Pernambuco, apoiando os gestores e trabalhadores na garantia da proteção social a população. Os encontros, que estão em seu segundo ano, são uma realização do Governo Paulo Câmara, por meio da Executiva de Assistência Social da SDSCJ, em parceria com o Centro de Desenvolvimento e Cidadania (CDC).

    Segundo a gerente de Vigilância Socioassistencial de Nazaré da Mata, Miriam do Nascimento, quando a secretária Geruza Salustiano assumiu a Assistência Social de Nazaré, a política estava abandonada no município. “Entrar em contato com outros gestores nos encontros e com a assessoria técnica da Executiva de Assistência Social fizemos mudanças significativas, como a reabertura do Creas em maio de 2017”, disse Miriam, que trabalha com a política social a mais de dez anos.

    Programação - Este ano serão realizados mais cinco encontros regionais, em cidades polos, facilitando o acesso e participação do maior número de profissionais, de todo o Estado. Os próximos eventos serão em Recife (Região Metropolitana, dias 01 e 02 de março), Garanhuns (Agreste Meridional, dias 08 e 09 de março), Caruaru (Agreste Central, dias 13 e 14 de março), Salgueiro (Sertão Central, dias 19 e 20 de março) e Afogados da Ingazeira (Sertão do Pajeú, dias 21e 22 de março).

    Durante os encontros serão abordados em palestras, com debates e atendimento individualizado, diversos temas pertinentes à Política de Assistência Social como: Gestão do SUAS, Indicadores Sociais, Gestão Financeira e Orçamentária, Relação entre o SUAS e o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional, e Metodologias do Trabalho Social com Famílias, entre outros.

    No segundo dia, a plenária será dividida em quatro grupos de trabalho, com os seguintes temas: benefícios do SUAS; Gestão Administrativa, Financeira e Orçamentária no SUAS; atuação do SUAS no enfrentamento à violência doméstica e violação de direitos e Prontuário SUAS e Registro Mensal de Atendimento (RMA).

    Foto: Divulgação/SDSCJ

    Cidades: Carpina
    Assuntos: sdscj, encontro regional, assistencia social, suas, governo de pernambuco, cdc, paulo camara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Rede hoteleira receberá orientações sobre crimes de exploração sexual e trabalho infantil

    | Juventude, Infância

    Ação, que faz parte do programa Atenção Redobrada, acontece em Olinda, Recife e Jaboatão de segunda (05) à quarta-feira (07)

    Com a proximidade do Carnaval, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) incrementa as ações itinerantes de combate ao trabalho infantil e exploração sexual de crianças e adolescentes com atuações educativas nas redes hoteleiras das cidades de Olinda, Recife e Jaboatão dos Guararapes. A prática também será estendida ao sistema de transportes e comércio que fica no entorno dos hotéis. A operação faz parte do programa Atenção Redobrada e começa na segunda-feira (05) e segue até a quarta-feira (07).

    Uma equipe de profissionais da Gerência de Políticas para a Criança, que é vinculada à Secretaria Executiva de Políticas para a Criança e Juventude (SEPCJ), e da Secretaria Executiva de Assistência Social (Seass), entrará em todos os hotéis e pousadas para explicar sobre os crimes de violência e exploração que envolvem crianças e adolescentes, pontuar sobre as consequências de quem executa ou colabora para a efetivação dos crimes e equipar os responsáveis e locais com materiais educativos e de alerta, como folders e cartazes.

    O gerente de Políticas para a Criança da SEPCJ, Macdouglas de Oliveira, ressalta que durante o período carnavalesco a vulnerabilidade e a exploração infantil e juvenil tende a aumentar. Com a ação a expectativa é receber mais denúncias e conseguir reduzir comportamentos indevidos. “O espaço que receber crianças sem identificação ou permitir que façam uso de álcool e outras drogas, por exemplo, será responsabilizado pelo crime, podendo ter o estabelecimento fechado e o responsável preso. É um programa educativo, com o intuito de informar que qualquer órgão da prefeitura ou do Estado, que esteja no festejo, pode receber a denúncia e encaminhar para o atendimento”, destaca.

    Em 2017, a Ouvidoria da SDSCJ recebeu mais de 1,5 mil denúncias de crimes envolvendo crianças e adolescentes. Para o secretário da SDSCJ, Cloves Benevides, ações educativas são necessárias para sensibilizar e orientar os pernambucanos e turistas sobre condutas inadequadas previstas na legislação brasileira e tipificadas como crime. “Essas ações são importantes, pois o estado mobiliza e orienta a sociedade, fortalece a rede de garantia e proteção de crianças e adolescentes, além de permitir que todos exerçam a cidadania, contribuindo para coibir condutas inadequadas. É Atenção Redobrada de todos: Governo, rede de proteção e cidadãos. Cada um fazendo a sua parte”, destaca.

    Conheça o Atenção Redobrada

    O programa educativo Atenção Redobrada é realizado em parceria com os municípios em grandes eventos culturais. Iniciada no São João de 2011, a partir da demanda de oferecer maior proteção às crianças e adolescentes nos grandes e médios eventos festivos, a ação chama a atenção da sociedade contra violações de direitos às crianças e adolescentes (trabalho infantil, exploração sexual e venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos). Esta ação é planejada com a articulação entre secretarias estaduais e municipais, e executada pelas prefeituras em ação conjunta com o governo estadual, através de parceria formalizada por meio de termo de cooperação técnica.

    Programação da Ação

    Segunda-feira (05), a partir das 8h30 - Olinda
    Terça-feira (06), a partir das 8h30 - Recife
    Quarta-feira (07), a partir das 8h30 - Jaboatão dos Guararapes

    Foto: Divulgação/SDSCJ

    Cidades: Jaboatão dos Guararapes , Olinda, Recife
    Assuntos: atencao redobrada, sdscj, sepcj, seass, cloves benevides, exploracao sexual, trabalho infantil
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretário Cloves Benevides se reúne com gestores da Funase

    | Juventude, Direitos Humanos, Infância

    Gestores Funase  

    Momento foi de conhecimento mútuo, onde os presentes compartilharam os avanços do ano, assim como as dificuldades e os desejos para 2018.

    Na última quinta-feira (21), o secretário de Desenvolvimento Social Criança e Juventude, Cloves Benevides, se reuniu com gestores das unidades de atendimento socioeducativo da Região Metropolitana do Recife e também do Interior do Estado, além da Diretora-Presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), Nadja Alencar, seus diretores, assessores e funcionários da instituição.

    A reunião aconteceu no auditório da sede Funase e foi um momento de conhecimento mútuo, onde os presentes compartilharam os avanços deste ano, assim como as dificuldades e os desejos para o próximo, com a apresentação do Plano de Ação Prioritário, que prevê melhorias infra-estruturais além de melhorias nas condições de trabalho.

    Para o secretário, o grande desafio é estruturar o sistema e destaca a organização com um dos valores da Funase. "Do ponto de vista de saber onde ir, não há dúvida: esse sistema tem convicção do caminho que quer percorrer. Pernambuco marca posição de que o ambiente da medida é um ambiente que deve refletir as condutas e o preparar para a convivência sócio-familiar", completou.

    Comandando a SDSCJ desde o início deste mês, Clovis Benevides já visitou grande parte das 23 unidades distribuídas por todo o Estado. "Do ponto de vista pedagógico e educacional, do trato com os adolescentes, é surpreendente perceber a organização do sistema, a qualidade das práticas, das equipes e de tudo que aqui é desenvolvido. Seja no Grupo de Orientação a Drogadição, seja nas salas de Robótica, seja na organização das escolas, que são de fato um ambiente de educação, com aulas regulares e as atividades culturais", pontuou o secretário

    Nos próximos dias 27 e 28, o secretário juntamente com Nadja Alencar, segue para Petrolina, onde vai conhecer de perto o trabalho desenvolvido na Casa de Semiliberdade (Casem), no Centro de Internação Provisória (Cenip) e no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) lá instalados.

    Cidades: Recife
    Assuntos: sdscj, funase, socioeducandos, encontro gestores
    Compartilhe: Link para o post:
  • Fóruns da Juventude começam no Recife

    | Juventude, Infância

    Governo presente 

    Executivas da SDSCJ se unem para momento de escuta nas comunidades

    Para chegar junto das comunidades mais vulneráveis, a nova estratégia do Programa Governo Presente é começar o debate junto com o segmento mais vulnerável à violência: os jovens. O Fórum da Juventude é a nova ação do programa em 14 bairros prioritários, onde serão ouvidas as propostas de minimizar a violência, em conjunto com escolas, entidades e coletivos juvenis das comunidades.

    Além dos 14 territórios prioritários, o Governo Paulo Câmara está, com o Governo Presente, em outras 32 comunidades de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru e Petrolina, no intuito de diminuir os índices de violência, levando políticas públicas e ações de cidadania.

    Neste mês de dezembro as Estações do Governo Presente realizaram seus fóruns em quatro bairros no Recife e dois bairros em Caruaru. Os Fóruns da Juventude tiveram 432 participantes de 13 escolas do Pina, Dois Unidos, Santo Amaro e Cohab, no Recife, já em Caruaru, eles ocorreram no Salgado e em São João da Escócia. O calendário de atividades será retomado no próximo ano.

    O Fórum é uma forma de controle social e uma iniciativa das executivas da SDSCJ: de Políticas para Criança e Juventude (SEPCJ) e de Articulação Social (SEART), em parceria com a Secretaria Estadual de Educação. A ação é conduzida pelos próprios jovens e trabalha nos eixos da segurança, educação, saúde e infraestrutura.

    O programa pretende, no ano que vem, implantar nas escolas os Núcleos de Cultura de Paz. Segundo a secretária executiva da SEART, Anelena Almeida “O caminho encontrado para montar os Núcleos de Cultura de Paz é primeiro o momento de escuta da juventude nos fóruns, a partir daí identificar as potencialidades da juventude local para que sejam multiplicadores dos temas nas escolas”.

    Fóruns – No fórum da Cohab os jovens apontaram como perspectiva para o futuro ter uma profissão com estabilidade financeira e uma sociedade mais igualitária, sem homofobia. Já a juventude de três escolas do Pina se reuniram na Escola Estadual Delmiro Gouveia, nomesmo bairro, para participar do primeiro Fórum da Juventude do Recife, realizado no dia 4 de dezembro.

    As demandas debatidas no Pina foram a violência no bairro (assaltos, disputa por facções dentro da comunidade, gerando conflitos entre os moradores e medo), falta de policiamento, de comunicação entre as pessoas e de saneamento na comunidade do Bode.

    Brenda Aparecida, 15, que estuda na Escola Nossa Senhora da Conceição, no Pina, acredita que o evento é uma oportunidade para serem ouvidos e mudarem a comunidade para melhor. “No Bode tem muita sujeira e falta policiamento e iluminação. O principal problema é mesmo a falta de diálogo entre as pessoas, que disputam espaços, brigam e não se unem para mudar as coisas”, disse.

    Ao todo foram 24 encontros preparatórios em 12 escolas e seis Fóruns da Juventude pela Prevenção, onde houve a participação de 792 jovens. Os fóruns voltam a acontecer em fevereiro com programação até o final do ano.

    Programa – Com foco no atendimento a pessoas inseridas na faixa etária de 15 a 29 anos, adolescentes e adultos provenientes dos sistemas de medidas socioeducativas e prisional, os que cumprem penas alternativas e os usuários de álcool e outras drogas, o Governo Presente é um programa de garantia de direitos e de prevenção social da violência, coordenado pela Executiva de Articulação Social (SEART) da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

    Instituído em 2011, como braço da prevenção social dentro do Pacto Pela Vida, o Governo Presente é um programa que articula 161 secretarias e órgãos parceiros que buscam integrar suas ações dentro do Plano Territorial de cada território. O plano engloba seis tipos de atuações: cultura de paz, mediação de conflitos, acompanhamento das demandas dos universos prioritários, ação de cidadania, diálogo com territórios e inserção socioprodutiva.

    Cidades: Caruaru, Petrolina, Recife
    Assuntos: sdscj, governo de pernambuco, paulo camara, sepcj, seart, programa governo presente
    Compartilhe: Link para o post:
  • DOMINGO NA ARENA DE NATAL

    | Juventude, Direitos Humanos, Infância

    Arena de natal

    São Lourenço da Mata/PE, 7 de dezembro 2017

    O público terá um motivo bem especial para estar presente ao Domingo na Arena (10/12): a edição de Natal, das 9h às 17h, na Arena de Pernambuco e com acesso livre. A penúltima edição de 2017 do programa de fim de semana já consolidado, junto à família pernambucana, terá uma programação diversificada, mas com destaque especial para a chegada do Papai Noel, que será recebido pela criançada.

    Pela manhã, no palco montado na parte interna da Arena, teremos apresentação infantil do Pastoril Luz do Amanhecer, o espetáculo Auto de Natal e Presépio da Trup da Alegria, além de ginástica laboral. No gramado, as finais das categorias Sub-15 e Feminino Aberto do Projeto Bom de Bola da Prefeitura do Recife.

    No período da tarde, teremos aula de zumba, apresentação do Show Natal Sanfonado e o momento mais esperado do dia: a Trup da Alegria anunciando a chegada do “Bom Velhinho” para alegria e felicidade de todas as crianças.  Haverá, também, festa para o seu cãozinho no ParCão, com direito a “dog noel” trazendo trenó com brindes, campanha de doação de ração para cães carentes, recreação com adestrador e todas as atrações fixas dos polos esportivo, cultural, infantil, gastronômico e sustentabilidade.

    DOMINGO NA ARENA - Desde o início do Domingo na Arena, em 24 de junho de 2016, mais de 361 mil pessoas passaram pela Arena de Pernambuco, com acesso livre, desfrutando de todo conforto e segurança do mais moderno equipamento multiúso do estado.

    MOBILIDADE

    - Metrô em Cosme e Damião, até 23h. Tarifa R$1,60.

    - Ônibus TI Cosme e Damião/Arena (ida/volta) - Linha 047 - complementa o trajeto (9h às 18h15). Tarifa R$ 3,20.

    ESTACIONAMENTO

    - Setor amarelo e laranja. Tarifa única – R$ 5

    PROGRAMAÇÃO PALCO

    9h30 às 10h15 – Ginástica Laboral
    10h30 às 11h – Pastoril Luz do Amanhecer
    11h30 às 12h – Trup da Alegria (Auto de Natal)
    12h às 13h - Zumba
    13h às 14h30 – Show Natal Sanfonado
    14h30 às 17h – Trup da Alegria (Chegada Papai Noel)

    DOUBLE  DECK – PRAÇA SUL

    9h às 17h: Ferinha de Orgânicos

    PROGRAMAÇÃO NO GRAMADO

    Finais Projeto Recife Bom De Bola:
    8h – Cat. Sub-15: Centro Esportivo União da Gávea x Jovem Mirim
    10h – Jogo Feminino Aberto: Joias Raras x A.A. Revelação F. C. Feminino

    Cidades: Recife
    Assuntos: sdscj, chegada do papai noel, recife bom de bola
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara prestigia lançamento de campanha de adoção do TJPE

    | Direitos Humanos, Infância
    adoção de crianças
    Proposta da campanha de adoção é continuar investindo em informação, projetos e na aproximação dos adotantes às crianças que hoje se encontram em abrigos 

    O governador Paulo Câmara e a primeira-dama Ana Luíza participaram, na manhã desta terça-feira (28.11), no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), do lançamento da campanha "Adote - adotar é saber deixar alguém te amar". Promovida em parceria pelo TJPE, pelo Governo de Pernambuco e pela Assembleia Legislativa, a campanha tem o objetivo de orientar a população sobre o processo de adoção  e incentivar o acolhimento e o apadrinhamento de crianças de uma faixa etária mais elevada, a chamada adoção tardia. Na oportunidade, os chefes dos três Poderes  assinaram um termo de cooperação técnica entre as instituições e as demais entidades parceiras. As peças que detalham a ação serão veiculadas em TV, Rádio, jornal impresso e mídias sociais.

    "Os esclarecimentos sobre a forma de adoção e de apadrinhamento precisam chegar até a população. Somos o quarto Estado  que mais adota e, em termos proporcionais, nós somos o primeiro. Mas podemos fazer mais. Como a própria campanha diz, é preciso dar amor e receber amor por parte desses jovens que hoje precisam do amparo de muita gente. Eu fico feliz de poder participar, junto ao Poder Judiciário, ao Legislativo, ao Ministério Público e à Defensoria Pública de ações como essa. Temos a certeza de que muitas crianças terão um novo lar e condições de serem amados e dar muito amor", ressaltou o governador Paulo Câmara.

    Do total de 1.226 crianças e adolescentes adotados no Brasil, por meio do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), 103 foram em Pernambuco. O Estado também ganha visibilidade quando o assunto é sobre o número de adoções tardias - crianças e adolescentes de 3 a 17 anos. Entre os anos de 2015 e 2016, Pernambuco teve um aumento de 73% do número de jovens adotados nessa faixa etária, passando de 38 para 66. 

    No entanto, um dos desafios enfrentados pela Coordenaria de Infância e Juventude no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) continua sendo o tabu da idade. O Estado tem hoje 1.028 pretendentes à adoção no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) e 324 crianças inseridas no Cadastro. No País, são 39.399 adotantes inscritos no CNA e 7.529 crianças e adolescentes disponíveis para adoção. O motivo para o número de candidatos a pais e mães ser quase o quádruplo de crianças à espera de um novo lar no Brasil está no perfil preferido pelos pretendentes. Cerca de 70% dos adotantes preferem crianças com menos de três anos de idade. 

    Na contramão do ideal da maioria, crianças na faixa etária de 0 a 3 anos correspondem a apenas 12,57% dos cadastrados para adoção no País e a 17% em Pernambuco. A cada ano transcorrido, as chances de adoção de uma criança caem cerca de 50%. Dados do CNA, por exemplo, apontam que somente dois pretendentes aceitam adotar jovens com 17 anos ou mais em Pernambuco. 

    Para o presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, o lançamento da campanha irá ajudar no fortalecimento dos laços afetivos das crianças que passam, com a adoção, a serem acolhidas e amadas pelos futuros pais. "Essa campanha é altamente importante. Com a adoção, essas crianças passam a ter afeto, afeição, a receber amor por parte daqueles que adotam. Enquanto elas não são adotadas, elas ficam massificadas onde não existe afeição, afeto. Elas ficam praticamente expostas como objetos. Essa campanha, portanto, tem essa importância, no sentido de incentivar a adoção para que as crianças que se encontram em abrigos possam ser adotadas e passem a ter um vínculo familiar", ressaltou.

    O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Guilherme Uchôa, falou sobre a necessidade de esclarecer à população os detalhes que levam ao processo de adoção. "Essa é uma iniciativa que muito tem a contribuir para nossa sociedade. Tenho certeza que esta campanha, de caráter informativo e educativo, terá um papel decisivo no estímulo e na prática da adoção em Pernambuco", frisou.
    Cidades: Recife
    Assuntos: sei, tjpe, governo de pernambuco, cna, paulo camara, adocao de crianças
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara empossa Cloves Benevides como novo secretário de Desenvolvimento Social

    | Social, Juventude, Infância

    O gestor irá substituir Roberto Franca, que assumirá a Executiva de Articulação da Casa Civil

    O governador Paulo Câmara empossou, na tarde desta sexta-feira (24.11), em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, o novo secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Cloves Benevides. O novo chefe da pasta, que comandava a Diretoria de Articulação e Projetos do Ministério da Justiça, substituirá Roberto Franca, que assumiu, a partir de hoje, a Executiva de Articulação da Casa Civil.
     
    “O Cloves, com toda sua experiência, por tudo que ele já fez, seja na questão das drogas, da assistência social, na experiência com o Sistema Sócioeducativo, ele vai poder dar as respostas aos anseios e preocupações da sociedade pernambucana. Tive o prazer de conhecer Cloves e o trabalho dele ainda quando era candidato a governador (em 2014), e eu não tenho dúvidas da sua capacidade e da sua vontade em nos ajudar a promover o desenvolvimento social que Pernambuco precisa e merece. E ele pode ter a certeza de que contará com a nossa equipe para dar continuidade ao trabalho iniciado por Isaltino Nascimento e Roberto Franca”, ressaltou o governador.
     
    Paulo também aproveitou a oportunidade para destacar o bom trabalho realizado por Franca à frente da pasta desde que assumiu, no início deste ano. “Ao longo desses três anos, eu só tenho a agradecer a muitas pessoas que tem nos ajudado muito a trabalhar por um Pernambuco cada vez melhor. E Roberto é uma delas. Realizou seu trabalho com muito zelo e profissionalismo à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social. Hoje, Roberto assume uma função estratégica no âmbito da Casa Civil, justamente para a gente ter condição de avançar no diálogo, na comunicação e, acima de tudo, no olhar que precisa ser dado ao Governo como um todo”, frisou.  
     
    Ao assumir oficialmente o cargo, Cloves Benevides afirmou que o ato é a realização de sua trajetória. “Alguém que foi acolhido pelas políticas sociais, chegar ao momento de dirigir uma Secretaria com a complexidade que tem a de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, é coroar toda uma trajetória, é obter a chance e a oportunidade de fazer a diferença na construção de uma política que é tão importante para todas as pessoas em situação de vulnerabilidade, como foi para mim em certo momento da minha história. Entender este momento e os compromissos que trago, é entender que a população brasileira, em grande quantidade, precisa muito, não dos favores de uma política pública, mas da garantia dos seus direitos, do respeito aos direitos que são lhe são facultados pela Constituição Federal e pelo exercício pleno da sua sabedoria a partir das suas oportunidades”, disse.
     
    Estiveram presentes na solenidade os secretários estaduais Roberto Franca (Executiva de Articulação da Casa Civil), Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos), Wellington Batista (Agricultura e Reforma Agrária), Fred Amâncio (Educação), João Campos (chefe de Gabinete), Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão), Kaio Maniçoba (Habitação), Silvia Cordeiro (Mulher), Francisco Papaléo (Cidades), Ruy Bezerra (Controladoria Geral do Estado) e Alexandre Valença (Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação). Participaram ainda o deputado federal Eduardo da Fonte; os deputados estaduais Cleiton Collins (representando o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchôa), Claudiano Martins Filho, Dr. Valdi, Eduino Brito, Everaldo Cabral, Waldemar Borges e Zé Maurício; além dos vereadores Chico Kiko, Romero Albuquerque e Michele Collins.
     
    BREVE PERFIL - Cloves Benevides (39 anos) é natural de Belo Horizonte/MG, e tem atuação marcada como gestor de Políticas Públicas e projetos sociais. Benevides iniciou sua trajetória de militância na escola de líderes Operários na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, como seu mais jovem aluno. O novo secretário já integrou diversos movimentos e entidades de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social no Estado de Minas Gerais, e presidiu diversos Conselhos Estaduais do setor. Desde maio deste ano, Cloves assumia o cargo de diretor de Articulação e Projetos da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) do Ministério da Justiça.
    Cidades: Recife
    Assuntos: sei, paulo camara, sdscj, novo secretario, posse
    Compartilhe: Link para o post: