meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Ganhe o Mundo Esportivo 2018 virá com mais vagas

    | Esportes

    Anúncio foi feito nesta quarta-feira (29) e confirma ampliação do programa

    Recife, 29 de novembro de 2017 – O Programa Ganhe o Mundo Esportivo (PGME) está confirmado para ser realizado em 2018. E ele vai vir de forma ampliada. Em evento realizado na manhã desta quarta-feira (29), no Palácio do Campo das Princesas, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o secretário de Turismo, Esportes e Lazer do Estado, Felipe Carreras, anunciaram o aumento das vagas para o intercâmbio educacional e esportivo. No próximo ano, serão 25 alunos-atletas pernambucanos no programa.

    O aumento no número de contemplados do PGME corresponde a 127% a mais do disponibilizado no início do programa, em 2015 (11 atletas). A porcentagem também é expressiva em relação à edição deste ano: acréscimo de 25% à quantidade dos 20 jovens de 2017 que viajaram à cidade canadense de Quebéc para um período de dois meses de estudos e treinamentos nos principais centros de referência esportiva do Canadá. “É uma satisfação muito grande poder ver essa ideia crescendo e atingindo cada vez mais atletas. Nosso objetivo é promover oportunidades às jovens promessas do esporte pernambucano. E o Ganhe o Mundo Esportivo faz a diferença na vida desses adolescentes”, ressaltou o secretário Felipe Carreras.   

    AUMENTO NOS ÚLTIMOS ANOS - O crescimento do PGME acompanha a solidificação da iniciativa, que começou a ser desenvolvida no ano de 2015. À época, 11 estudantes esportistas do Estado tiveram a experiência de intercâmbio de seis semanas no Canadá. A ideia foi ampliada e, nos anos seguintes, 2016 e 2017, o Governo enviou 20 alunos-atletas para um período de dois meses no Exterior.

    REFLEXO NOS ATLETAS - As experiências vividas pelos alunos-atletas no período de intercâmbio fizeram a diferença tecnicamente e fisicamente. Na turma de 2017, por exemplo, que voltou do Canadá em outubro deste ano, dois esportistas sagraram-se medalhistas dos Jogos Escolares da Juventude Infantil (15 a 17 anos) pouco tempo depois da volta ao Brasil. Henrique Pereira (Escola Poeta Carlos Drummond de Andrade – Petrolina) e Ingrid Gomes (Escola Manoel Borba – Recife) conquistaram ouro e bronze no octatlo e heptatlo do atletismo nos Jogos, respectivamente. 

    INSCRIÇÕES - O edital para o Programa Ganhe o Mundo Esportivo 2018 vai ser lançado no dia 1 de dezembro de 2017, dia em que as inscrições começam. Elas vão até 31 de janeiro de 2018. Os critérios gerais para estudantes participarem da seletiva são geralmente ter entre 14 e 17 anos , ser matriculado em uma escola da rede estadual de ensino, possuir média anual mínima de 6,0 nas disciplinas português e matemática, ser beneficiado pelo Bolsa Atleta Estadual ou nos últimos 12 meses ter obtido os melhores resultados esportivos em sua modalidade olímpica individual (resultado deve ser referendado pela respectiva Confederação da modalidade) e/ou ter obtido na fase estadual o título de campeão dos Jogos Escolares de Pernambuco (JEPs). Mais informações serão divulgadas no site www.setur.pe.gov.br ou através do número 3182.7917. 

    Cidades: Recife
    Assuntos: seturel, programa ganhe o mundo esportivo, paulo camara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambucanos fazem história com últimas medalhas dos Jogos Escolares da Juventude

    | Esportes

    Ouro e prata do futsal ao fim da etapa infantil garantem recorde geral do Estado na competição

    Pernambuco quebrou o recorde de medalhas dos Jogos Escolares da Juventude. Após o encerramento da etapa Infantil (atletas de 15 a 17 anos), em Brasília-DF, o Estado superou o número expressivo de conquistas do ano passado e fez história no certame. Com uma medalha de ouro e outra de prata, do futsal masculino do Centro Educacional Hermom (Olinda) e do futsal feminino da Escola Marechal Antônio Alves Filho/EMAAF (Petrolina), respectivamente, assegurados no último dia de disputas dos Jogos na capital federal,  o número de medalhas totais dos pernambucanos chegou à marca de 33.

    Esse resultado, conquistado com a soma das 18 medalhas da etapa Mirim (12 a 14 anos) em Curitiba-PR, e as 15 desta etapa Infantil, superaram a boa quantidade de medalhas de 2016 nos Jogos da Juventude, quando o Estado obteve 32 medalhas (14 do Mirim e 18 do Infantil). “Isso mostra o crescimento do esporte escolar no Estado. A cada ano, estamos aumentando os números de inscritos nos Jogos Escolares de Pernambuco – JEPs e, consequentemente, com uma procura maior, o estímulo à prática esportiva nas instituições de ensino fica em evidência. Estamos muito felizes com nossos representantes nos Jogos da Juventude. Todos os que participaram deram muito orgulho ao nosso Estado”, ressaltou o Secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

    FIM DOS JOGOS COM OURO E PRATA

    No encerramento das disputas da etapa Infantil de Brasília, neste último sábado (25), Pernambuco faturou duas medalhas nas modalidades coletivas, especificamente no futsal. O ouro veio com o Centro Educacional Hermom (Olinda) na primeira divisão masculina, enquanto a prata ficou para a Escola Marechal Antônio Alves Filho/EMAAF (Petrolina) na segunda divisão do futsal feminino.

    O maior destaque foi para o Hermom. Invictos na competição da primeira divisão, os garotos de Olinda se impuseram na grande final, diante do Colégio Dehon – SC e aplicaram uma sonora goleada: 6 x 1. “Começamos o trabalho de construção deste time há três anos. Este ano foi bastante difícil, pois tínhamos a lembrança do vice-campeonato de 2016, além de marcar a despedida de muitos dos nossos atletas desta categoria. Tivemos jogos complicados, apesar dos placares, e a final não foi diferente. Graças a Deus conquistamos o título, inédito para nossa escola”, pontuou o treinador do time olindense, Felipe Gomes.

    Já as meninas da EMAAF subiram ao pódio com a segunda colocação da primeira divisão. Elas só pararam na decisão do título, quando perderam para a Escola Professor Nelson de Sena – MG por 8 x 3. Outra instituição pernambucana que brigava por medalhas era o Colégio Boa Viagem/CBV (Recife) no voleibol masculino da segunda divisão, mas o time terminou em quarto lugar ao perder a decisão do bronze para o Colégio Amplo – SC por 2 sets a 0 (21 x 25/21 x 25).

    EVOLUÇÃO DO QUANTITATIVO DE MEDALHAS

    • 2014 – 21 medalhas: 7 do Mirim e 14 do Infantil
    • 2015 – 23 medalhas: 9 do Mirim e 14 do Infantil
    • 2016 – 32 medalhas: 14 do Mirim e 18 do Infantil
    • 2017 – 33 medalhas: 18 do Mirim e 15 do Infantil

    Etapa Infantil 2017

    • 15 medalhas
    •  3 ouros
    •  pratas
    •  7 bronzes

    PARALIMPÍADAS ESCOLARES

    Paralelamente às modalidades coletivas dos Jogos Escolares da Juventude Infantil foram realizadas as Paralimpíadas Escolares 2017 em São Paulo. A competição foi destinada a paratletas de 12 a 17 anos subdividos nas categorias A – mirim (12 a 14 anos) e B – infantil (15 a 17 anos). A delegação pernambucana viajou para a capital paulista com 32 pessoas, entre dirigentes, técnicos, apoios e 15 atletas e encerrou o certame com a boa marca de 15 medalhas: oito de ouro, duas de prata e cinco de bronze.

    O grande nome da competição foi a mesatenista Maria Raiane da Silva (Escola Cônego Eugênio – Gravatá). A jovem foi a pernambucana que mais subiu ao pódio na competição ao faturar três ouros e um bronze nas disputas do tênis de mesa em duplas, por equipes e individual. 

    Assuntos: seturel, jogos escolares da juventude, brasilia, medalhas
    Compartilhe: Link para o post:
  • 52ª edição do Domingo na Arena

    | Turismo, Esportes

    Opção de lazer já consolidada, junto à família pernambucana, o Domingo na Arena realizará sua 52ª edição, dia 26 de novembro de 2017 e a Arena de Pernambuco convida a todos para mais um dia repleto de atrações, das 9h às 17h, com acesso livre.

    Nesta edição, destaque especial para os esportes, com o encerramento do 17º Campeonato Brasileiro das Ligas de Judô, nas categorias Festival e Sênior. A competição, com duração de dois (25 e 26/11), reunirá aproximadamente 700 judocas (masc/fem) de 12 estados competindo em sete categorias. Esta competição será o primeiro evento da modalidade dentro de um estádio de futebol do Brasil. 

    Teremos ainda, as finais do Pernambucano de Futebol de Mesa, envolvendo 80 atletas nas categorias infantil, adulto e master e, também, a 2ª edição da Robotic PE, competição de incentivo à robótica interativa, incluindo exposições e diversas batalhas de robôs de várias modalidades.

    No palco montado na praça sul, apresentação do Tio Pinóquio, com o espetáculo Riso Sorriso, além de música, com a Banda Magnética tocando Pop rock, ginástica laboral e a tradicional aula de zumba. As opções dos polos infantil, gastronômico, cultural, esportivo e sustentabilidade seguem mantidas, além da feirinha de orgânicos e o ParCão.

    Desde o início do Domingo na Arena, em 24 de junho de 2016, mais de 356 mil pessoas passaram pela Arena de Pernambuco, com acesso livre, desfrutando de todo conforto e segurança do mais moderno equipamento multiúso do estado.

    MOBILIDADE
    - Metrô em Cosme e Damião, até 23h. Tarifa R$1,60.

    - Ônibus TI Cosme e Damião/Arena (ida/volta) - Linha 047 - complementa o trajeto (9h às 18h15). Tarifa R$ 3,20.

    ESTACIONAMENTO

    - Setor Amarelo. Tarifa única – R$ 5

    PROGRAMAÇÃO:

    PALCO

    10h às 11h – Ginástica laboral
    11h às 12h – Tio Pinóquio – Espetáculo Riso Sorriso
    12h30 às 14h– Banda Magnética
    14h30/15h30 – Apresentação e duelos de robôs (Robotic PE)
    15h45 às 17h - Zumba

    GRAMADO – LOUNGE PREMIUM

    9h às 17h – 17º Campeonato Brasileiro das Ligas de Judô

    DECK PREMIUM – OESTE 2

    09h às 17h – Finais Campeonato Pernambucano de Futebol de Mesa

    DOUBLE  DECK – PRAÇA SUL

    9h às 17h – 2ª edição Robotic PE
    9h às 17h - Feirinha de Orgânicos

    Cidades: São Lourenço da Mata
    Assuntos: seturel, arena de pernambuco, domingo na arena
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco sobe ao pódio com ouro, prata e bronze no primeiro dia das Paralimpíadas Escolares, em São Paulo

    | Esportes

    No primeiro dia oficial de competições das Paralimpíadas Escolares, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, Pernambuco faturou três medalhas e conquistou vitórias importantes na competição. O saldo foi de ouro no tênis de mesa e prata e bronze na natação.

    Na disputa do tênis de mesa em dupla feminina por equipe, a atleta Raiane Silva, da Escola Cônego Eugênio, de Gravatá, subiu ao lugar mais alto do pódio. Ao lado de uma atleta do Espírito Santo, Raiane, que já tem uma medalha de bronze da edição de 2016, no individual, pela primeira vez faturou um ouro na modalidade em que divide as atenções, uma vez que também disputa o parabadminton. Na conquista destas Paralimpíadas Escolares, ela competiu na categoria A (12 a 14 anos).

    “Raiane vem crescendo a cada ano e, hoje, ratificamos o seu crescimento com a conquista do ouro inédito para Pernambuco e inédito na categoria feminina por equipe, disputada em etapas - dupla e individual. Estamos muitos felizes com a conquista”, diz Hamilton Leite, técnico da atleta Raine Silva.

    Na natação, a medalha de prata pelos 25m costas ficou com Kayky Dornelas, com o tempo de 30s77. Kayky é atleta do Centro Educacional Daniele Alves, de Paulista, e compete na categoria A (12 a 14 anos). Na categoria B (15 a 17 anos), Fábio do Carmo, da Escola Marechal Eurico Gaspar Dutra, do Recife, garantiu a medalha de bronze nos 100m costas, com o tempo de 34s55.

    A abertura das competições também foi marcada por três vitórias na Bocha, sendo duas da atleta Andreza Oliveira, da Escola José Mariano, do Recife, e uma de Letícia Santos, da Escola Municipal José Laurentino, de Caruaru. Ambas disputam pela categoria B (16 a 17 anos). A equipe pernambucana do Goalball também fez bonito na estreia ao vencer o time de Santa Cataria por 9 x 1.

    PRÓXIMAS DISPUTAS – A delegação pernambucana segue nas disputas, amanhã (23), nas modalidades que participa na competição: bocha, natação, atletismo, tênis de mesa e Goalboall – cinco das dez modalidades das Paralimpíadas. Pernambuco viajou com uma delegação de 32 pessoas, entre dirigentes, técnicos, apoios e paratletas, que somam 15 participantes nesta edição nas categorias A - mirim (12 a 14 anos) e B - infantil (15 a 17 anos).

    Assuntos: seturel, paralimpiadas escolares, medalhas, delegaçao pernambucana
    Compartilhe: Link para o post:
  • Nos Jogos Escolares da Juventude, Pernambuco classifica três equipes às semifinais com uma rodada de antecedência

    | Esportes

    Futsal e voleibol masculino garantem vagas na fase decisiva das modalidades coletivas com vitórias nesta quarta-feira (22)

    Os primeiros semifinalistas de Pernambuco nas modalidades coletivas dos Jogos Escolares da Juventude Infantil (para atletas de 15 a 17 anos), realizados em Brasília-DF, foram conhecidos nesta quarta-feira (22). Futsal e voleibol masculino carimbaram o passaporte para a próxima fase com uma rodada de antecedência da chave de grupos. Centro Educacional Hermom (Olinda – futsal masculino), Escola Marechal Antônio Alves Filho/EMAAF (Petrolina – futsal feminino) e Colégio Boa Viagem/CBV (Recife – voleibol masculino) são as equipes pernambucanas já garantidas na disputa por medalhas na competição.

    Quem caminha com tranquilidade em busca de mais uma medalha em Jogos da Juventude é o Centro Educacional Hermom. Atuais vice-campeões da primeira divisão do futsal masculino, o time olindense mais uma vez fez valer sua força para aplicar uma goleada no Colégio Santa Rosa – PA por 9 x 3. “Apesar do placar, o jogo foi complicado. Eles vieram com goleiro-linha em todo o segundo tempo. Conseguimos controlar por conta da nossa experiência e entrosamento, esse time está junto há três anos. Vamos agora para a definição do primeiro lugar da chave. Queremos sair com a primeira colocação para manter o moral elevado e chegar forte nas semifinais”, destacou o treinador Felipe Gomes, em referência à decisão da posição no grupo na partida desta quinta-feira (23), diante do Colégio Dehon – SC.

    Já as meninas da EMAAF não tiveram vida fácil na segunda divisão do futsal. Elas enfrentaram o Colégio QI – PB e protagonizaram uma partida de reviravoltas. Depois de estarem vencendo por 4 x 2, viram as adversárias virarem o placar e só empataram em 5 x 5 faltando 20 segundos para o fim do jogo. Nos pênaltis, vitória das pernambucanas por 5 x 4 e classificação assegurada à fase seguinte.

    VOLEIBOL GARANTE CLASSIFICAÇÃO

    No voleibol masculino da segunda divisão, o Colégio Boa Viagem/CBV segue invicto nos Jogos após triunfo diante dos donos da casa, o Centro Educacional Católica de Brasília – DF. Os pernambucanos venceram por 2 sets a 0, com parciais de 25 x 23 e 25 x 14 e garantiram a vaga nas semifinais do certame. Nesta quinta-feira (23), eles enfrentam o Colégio Amplo – SC na briga pelo primeiro lugar da chave.

    Por outro lado, as meninas do Colégio Dom (Olinda) não conseguiram avançar na segunda divisão. Elas perderam novamente, desta vez para a Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima – DF por 2 sets a 0 (parciais de 18 x 25 / 14 x 25) e não têm mais chances de se classificar à próxima fase.

    HANDEBOL COM CHANCES E BASQUETE ELIMINADO

    O Colégio Imaculado Coração de Maria (Olinda) se recuperou no campeonato da segunda divisão do handebol masculino com uma importante vitória nesta quarta-feira (22). Os garotos se impuseram e venceram o Colégio Sucesso – PA por 25 x 15. O resultado manteve viva a esperança de classificação às semifinais. Para isso, o time pernambucano precisa vencer o Colégio Vicentino Santa Cruz – PR na última rodada da fase de grupos.

    As outras equipes pernambucanas do handebol e basquete não tiveram o mesmo desempenho. Na primeira divisão do handebol feminino, as jovens da EREM Quitéria Wanderley Simões (Venturosa) não conseguiram superar o Colégio Sagrada Família – RN: perderam por 24 x 12 e deram adeus às chances de classificação.

    No basquete masculino da primeira divisão, o Colégio Salesiano (Recife) duelou com a forte equipe do Centro Educacional Santa Mônica – RJ. Entretanto, os cariocas se deram melhor e derrotaram os pernambucanos por 40 x 61. No feminino, também na primeira divisão, o BJ Colégio e Curso (Recife) perdeu para o Colégio La Salle Perperi – SC por 50 a 85. Com os resultados, as duas equipes do basquete estadual não têm mais como avançar na competição.

    Assuntos: seturel, jogos escolares da juventude infantil, brasilia, semifinais
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco tem vitórias na estreia das modalidades coletivas dos Jogos da Juventude

    | Esportes

    jogos  

    Futsal e voleibol masculino conquistam primeiros triunfos. 

    As equipes pernambucanas estrearam com vitórias nas modalidades coletivas dos Jogos Escolares da Juventude Infantil, para atletas de 15 a 17 anos, realizados em Brasília-DF. Depois das competições individuais, esta segunda fase, iniciada na última terça-feira (21), corresponde às disputas do basquete, futsal, handebol e voleibol. E Pernambuco largou com triunfos do futsal masculino e feminino e no voleibol masculino. Além das primeiras conquistas, o dia foi marcado por uma visita de incentivo do secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, aos alunos-atletas da delegação estadual.

    “Esses contatos com os atletas são motivadores. Você percebe o brilho nos olhos de cada um por estar defendendo as cores do Estado e isso nos incentiva ainda mais a investir no esporte de base pernambucano. Essa geração é o futuro do nosso esporte estadual, então, nada mais justo do que estar neste momento junto deles. Passei aqui para incentivá-los e tenho certeza que eles trarão muitas medalhas”, enfatizou o secretário.

    GOLEADAS NO FUTSAL

    Dentro de quadra, as equipes pernambucanas mostraram força no debute das modalidades coletivas. O grande destaque ficou para os dois times de futsal, que golearam nas suas respectivas estreias.

    Primeiro, as meninas da Escola Marechal Antônio Alves Filho/EMAAF (Petrolina) não tomaram conhecimento das adversárias do Colégio Roque – MA na disputa da segunda divisão. Com troca de passes rápidos, as pernambucanas logo envolveram as maranhenses e aplicaram uma goleada sem maiores dificuldades: 6 x 1 mostrou o marcador ao apito final. “Foi dentro da nossa expectativa de volume de jogo. Tivemos algumas falhas, mas isso prevíamos por ser estreia. Existia aquela ansiedade. Demos o primeiro passo e agora vamos nos preparar para a próxima partida. Queremos garantir logo a classificação às semifinais”, analisou o treinador das garotas, Vinícius Santiago.

    Em seguida, os rapazes do futsal seguiram o roteiro das conterrâneas. Atuais vice-campeões da primeira divisão, os jovens do Centro Educacional Hermom (Olinda) se impuseram diante de um adversário forte: o Centro Educacional Percepção – RJ. Desde o início da partida, os pernambucanos abriram a contagem de 3 x 0 e mandaram no jogo. No fim, goleada por 5 x 1.

    VOLEIBOL MASCULINO SE DESTACA

    O voleibol protagonizou partidas tensas. No masculino, na segunda divisão, rivalidade pura entre Pernambuco e Paraíba. Colégio Boa Viagem/CBV (Recife) e HBE Colégio e Curso disputaram ponto a ponto um confronto cheio de reviravoltas. Os pernambucanos chegaram a estar perdendo de 17 x 13 no primeiro set. Mas o CBV conseguiu virar, encerrou a parcial em 25 x 20 e, no segundo set, aproveitou-se do nervosismo dos adversários para fechar a conta em 2 sets a 0 (segunda parcial de 25 x 19).

    Já as meninas do Colégio Dom (Olinda) entraram em quadra também pela segunda divisão e enfrentaram um velho conhecido, o Complexo Educacional Henrique – RN. O time do Rio Grande do Norte derrotou as pernambucanas em um torneio na Paraíba, em fevereiro deste ano. Nesta terça-feira (21), a história se repetiu. O Colégio Dom foi superado por 2 sets a 0 (parciais de 20 x 25 / 23 x 25).

    BASQUETE  E HANDEBOL 

    Os representantes do Estado no basquete e handebol travaram duelos acirrados, mas não conseguiram sair vitoriosos. No basquete feminino da primeira divisão, O BJ Colégio e Curso (Recife) perdeu para o Colégio JK Foz do Iguaçu – PR por 42 x 59, enquanto no masculino, também na primeira divisão, o Colégio Salesiano (Recife) não conseguiu superar a fortíssima equipe do Colégio Amorim Tatuapé, que tem a base da seleção brasileira infantil: 61 x 98 para os paulistas.

    No handebol feminino da primeira divisão, a estreante equipe da EREM Quitéria Wanderley Simões (Venturosa) lutou bastante, mas acabou derrotada para a Escola Claudino Crestani – SC (placar de 22 x 29). Já no masculino da segunda divisão, o Colégio Imaculado Coração de Maria (Olinda) perdeu para o Colégio Motiva Miramar – PB por 16 x 30.

    Assuntos: seturel-pe, jogos da juventude, esporte
    Compartilhe: Link para o post:
  • Lançamento de HQ, encerramento de olimpíada e drones movimentam 51ª edição do Domingo na Arena

    | Turismo, Esportes, Cultura

    Em sua 51ª edição, o Domingo na Arena voltou a reunir milhares de famílias na estrutura montada na Arena de Pernambuco. No evento deste domingo (19), o público estimado em 3 mil pessoas, acompanhou uma vasta programação, distribuída nos cinco polos do programa, das 9h às 17h, sempre com acesso gratuito. Entre os destaques, a cerimônia de encerramento da VI Olimpíada Criança Cidadã, o lançamento da História em Quadrinhos “Reconnectors”, corrida de drones, música e muito lazer.

    Depois de reunir cerca de 700 alunos de 29 escolas da rede pública, a VI Olimpíada Criança Cidadã encerrou sua edição 2017 com a entrega de troféus e premiações na Praça Sul, pela manhã. Durante as competições, disputas nas modalidades de futsal, vôlei, basquete, handebol, atletismo, queimado, xadrez, dominó e dama. Tudo para adolescentes entre os 14 e os 17 anos.

    Além disso, às 11h, aconteceu a conclusão do projeto desafio “Pernambuco em 20 Maratonas”, com chegada do ultramaratonista Israel Gomes Neto, que percorreu 844 km nos últimos 20 dias, desde Petrolina, percorrendo uma maratona (42 km) por dia. Na cidade onde concluiu cada maratona, deu palestras sobre o combate à violência e evasão escolar, usando o esporte como ferramenta de inclusão social.

    O Domingo na Arena promoveu o lançamento – com sessão de autógrafos - da História de Quadrinhos “Reconnectors”, dos pernambucanos Thony Silas (ilustrador), Eron Villar (roteirista) e Verônica Dantas (empresária), criação faz parte do universo UEON. Ainda nesse cenário gráfico, o Beco dos Artistas, com 30 artistas, fez exposição de ilustrações, quadrinhos e prints, bem como criações ao vivo do universo das HQs.

    O educador Renildo Florêncio, conhecido como Jyjo do Ibura, que veio pela primeira vez, comentou sobre o Domingo na Arena. “Acho que é algo proposto para a população pensando em lazer, cultura e educação. Fiquei admirado com a acolhida, logo que desci do transporte público. Fui bem atendido e, aqui, pude comprovar", disse prometendo retornar.

    Um “aulão” sobre drones falou da origem, do desenvolvimento histórico e do seu papel no futuro, enquanto no gramado da Arena, o público pôde acompanhar uma corrida de drones e conferir o lançamento mundial do inovador modelo DNK X8, que transporta uma carga de até 50kg da empresa espanhola Dronak, parceira da UEON. O público presente à Arena de Pernambuco contou ainda com os cosplayers do Harry Potter e o “Potterando”, agrupamento dos fãs da saga do bruxo de J K Rowling, que realizou ações promocionais com distribuição de brindes ligados ao universo do Harry Potter.

    No palco do Domingo na Arena, ginástica laboral, com exercício de alongamentos e para os fãs de um som mais “pegado”, a apresentação da banda W2 Rockband, agitou os presentes mesclando percussão pesada ao swing pop, manguebeat ao jazz e a zumba tratou de juntar, na última hora do evento, o público, para soltar o corpo com dança, muito exercício e alegria.

    Em parceria com o SEBRAE, a Arena de Pernambuco voltou a oferecer a feirinha de orgânicos dos agricultores da cidade de Glória do Goitá/PE. No polo infantil, a criançada de divertiu com pula-pula e escorrego, cama elástica, amarelinha e mini bike, entre outros. Já as quadras de vôlei e futebol, área para a prática de patinação, bicicletas, skate, passeios de charretes e long boards foram atrações no polo esportivo, enquanto uma variedade de lanches e bebidas renovaram as energias das famílias nos food trucks instalados na praça sul.

    O Tour da Arena (R$ 2) garantiu a acesso às áreas restritas da Arena (vestiários, camarotes, Vip Louge e gramado) e a feirinha de artesanato do polo cultural foi uma oportunidade para quem quis levar para casa uma lembrança da nossa cultura popular. Quem descartou corretamente qualquer produto eletrônico no polo sustentabilidade (pilhas, baterias, celulares) teve gratuidade no Tour na Arena. Quem trouxe seu cãozinho, também o fez se divertir no seu espaço especialmente reservado pela Arena de Pernambuco.

    DOMINGO NA ARENA - Projeto que se iniciou no dia 24 de julho de 2016, e que ocorre de 9h às 17h, na área externa da rena de Pernambuco. É promovido pelo Governo de Pernambuco, Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer e foi criado com o objetivo de oferecer uma nova opção de lazer e entretenimento para as famílias pernambucanas. Nestas 51 edições, mais de 350 mil pessoas participaram, foram criados 15 temas diferentes, diversos artistas se apresentaram no palco, aconteceram duas edições do Som na Arena (concurso musical), além de muitas histórias para contar.

    Cidades: São Lourenço da Mata
    Assuntos: seturel, domingo na arena, arena de pernambuco, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ciclismo traz medalha inédita para Pernambuco no encerramento das modalidades individuais dos Jogos da Juventude

    | Esportes

    Estado ainda garante conquistas no atletismo, natação, judô e ginástica rítmica

    Pernambuco encerrou as modalidades individuais dos Jogos Escolares da Juventude Infantil (para atletas de 15 a 17 anos) com mais medalhas. E uma delas foi inédita. Angeson Silva (Escola Inocêncio Correia Lima - Ibimirim) quebrou paradigmas e conquistou a prata no ciclismo, a primeira do Estado na modalidade em edições dos Jogos. Além dele, os pernambucanos ainda subiram ao pódio no atletismo (ouro e bronze), ginástica rítmica (bronze), natação (bronze) e judô (bronze).

    Angeson é natural de Ibimirim, no Agreste pernambucano, e vinha buscando uma medalha no ciclismo há dois anos. Em 2017, o atleta tentou ficar perto do pódio nas provas de circuito e contra-relógio (conquistou o 6º e o 9º lugares, respectivamente), mas pequenos detalhes fizeram a diferença e o tiraram da chance de medalhar. Na última disputa, a prova de estrada, sua especialidade, Angeson controlou a ansiedade e finalmente pôde comemorar uma medalha nos Jogos da Juventude. E ela veio com um final emocionante: a corrida foi decidida na linha de chegada, com o pernambucano, o paranaense Pedro Rossi e o catarinense Danilo Carvalho chegando juntos, “roda com roda”. No detalhe, Pedro ficou com o ouro, Angeson levou a prata e Danilo, o bronze. “Foi super emocionante essa prova. Treinei bastante para isso, me dediquei muito para conquistar essa medalha inédita para o Estado. Passou um filme na minha cabeça de todos os treinos que fiz, acordando às 4h30 para pedalar. Valeu a pena tudo”, ressaltou.

    AVALIAÇÃO DO TREINADOR: Um dos mais emocionados com a conquista de Angeson foi o treinador da delegação pernambucana de ciclismo, José Roberto Freitas, e também técnico pessoal do medalhista. “Batemos na trave nos dois últimos dias, por detalhes, pequenos erros, ele não conseguiu o pódio. Mas hoje deu tudo certo, ele encaixou a prova, veio no pelotão de frente, conseguiu se destacar e comandar as ações. Essa prata vem para coroar a dedicação dele, que vem evoluindo na modalidade nos últimos anos”, comentou.

    OURO E BRONZE NO ATLETISMO: Mais duas medalhas pernambucanas nos Jogos da Juventude vieram do atletismo. Maria Lucineida da Silva (EREM Margarida Falcão – Pesqueira) não deu chances às adversárias na prova dos 3.000 metros e garantiu o ouro. Ela finalizou o percurso em 10min47s79 para assegurar o primeiro lugar, enquanto a segunda colocada, Giovana dos Santos, de São Paulo, fechou o percurso em 11min12s29 e Thaís Martins, da Bahia, terceiro lugar, terminou com o tempo de 11min12s42. Já Ingrid Gomes (Escola Manoel Borba – Recife), atleta da turma 2017 do Programa Ganhe o Mundo Esportivo, ficou com o bronze do heptatlo. Na maior combinação de provas entre as mulheres destes Jogos, Ingrid assegurou o terceiro lugar ao fazer 4.339 pontos. O primeiro lugar dessa disputa foi para Chayenne Pereira, do Rio de Janeiro, que marcou 4.660 pontos, enquanto a segunda colocação ficou com Paloma Dias, de Minas Gerais, que fez 4.659 pontos.

    GINÁSTICA RÍTMICA COM OUTRO BRONZE: A ginástica rítmica pernambucana segue fazendo história nestes Jogos. Depois de assegurarem a primeira medalha para a modalidade em todas as edições, o bronze por equipes da segunda divisão, a ginasta Maria Eduarda Martins (Colégio da Imaculada Conceição – Recife) terminou a competição por aparelhos com o bronze na bola. A jovem fez a marca de 9,300 pontos e ficou empatada com Yasmim Veríssimo, do Rio Grande do Norte, no terceiro lugar. Eduarda de Carvalho, de Minas Gerais, com 11,650 pontos, e Ihane Vitória, de Sergipe, com 10,100 pontos, completaram o pódio com ouro e prata, respectivamente.

    DESTAQUE NA NATAÇÃO GARANTE SEGUNDA MEDALHA DA MODALIDADE: Entre os nadadores pernambucanos destes Jogos Escolares da Juventude Infantil, só deu Lisa Ananda (Colégio GGE – Recife). A velocista garantiu mais uma medalha para o Estado e novamente em uma prova do estilo costas. Depois de ficar com a prata nos 50m, ela voltou às piscinas para assegurar o bronze dos 100m com o tempo de 1min08s74. Marina Reis, de Goiás, venceu a prova (1min07s69) e Elysa Maia, do Amazonas (1min08s27), fecharam o pódio na primeira e segunda colocações, respectivamente.

    JUDÔ POR EQUIPES SOBE NO PÓDIO: Já nas últimas disputas das modalidades individuais ainda deu tempo de Pernambuco faturar mais uma medalha. Os garotos do judô do Estado ficaram com a terceira colocação na disputa por equipes da segunda divisão após derrotarem o Ceará na decisão do bronze por 3 x 0 (todas vitórias por ippon). O time foi composto por Anderson Gomes (EREM Carlos Rios – Arcoverde), Devid Rodrigues (Escola Padre Antônio Henrique – Recife), Gabriel Nagai (Colégio Elo – Recife), Carlos Vilela Neto (EREM Cardeal Dom Jaime Camera – Moreno), Ryan Amorim (Escola João Matos Guimarães – Olinda), Kayo Fabrício Santos (Colégio Cardeal – Arcoverde), Rafael Gondim (Escola Instituto Presbiteriano de Heliópolis – Garanhuns) e Leonardo D’Agostin (Escola de Aplicação – Recife). Completaram o pódio Rio Grande do Norte e Bahia, segundo e primeiro colocados, respectivamente. O Paraná venceu na outra chave e também garantiu o bronze junto aos pernambucanos. 

    NÚMEROS GERAIS: 13 medalhas nas 10 modalidades individuais dos Jogos Escolares da Juventude Infantil 2017. 2 ouros, pratas e 7 bronzes.

    • 4 medalhas no judô – 2 pratas, 2 bronzes
    • 3 medalhas no atletismo – 2 ouros, 1 bronze
    • 2 medalhas na natação – 1 prata, 1 bronze
    • 2 medalhas na ginástica rítmica – 2 bronzes
    • 1 medalha no ciclismo – 1 prata
    • 1 medalha na luta olímpica – 1 bronze 

    MODALIDADES COLETIVAS: Nesta segunda-feira (20), enquanto os atletas das modalidades individuais retornam a Pernambuco, as equipes pernambucanas das modalidades coletivas chegam a Brasília. Ao todo, nesta fase, serão 80 alunos-atletas representando o Estado.

    Assuntos: seturel, jogos escolares da juventude infantil, encerramento, brasilia, medalhas
    Compartilhe: Link para o post:
  • Jogos da Juventude oficialmente abertos e com direito a sombrinhas de frevo dos pernambucanos

    | Esportes

    Os Jogos Escolares da Juventude Infantil, para atletas de 15 a 17 anos, foram oficialmente abertos. Na noite desta quinta-feira (16), no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília-DF, as delegações dos 27 estados brasileiros, entre elas a pernambucana, participaram da cerimônia que deu início aos trabalhos dos Jogos 2017. Pernambuco abrilhantou o evento com uma torcida animada, composta sobretudo pelos alunos-atletas. Munidos das tradicionais sombrinhas de frevo, os pernambucanos se uniram à embaixadora Joanna Maranhão e à secretária executiva de Esportes e Lazer do Recife, a pentatleta medalhista olímpica Yane Marques, convidada para o evento, para uma confraternização ao fim da festa. 

    Assuntos: seturel, jogos escolares da juventude infantil, abertura, brasilia
    Compartilhe: Link para o post:
  • Joanna Maranhão encontra delegação de PE nos Jogos da Juventude

    | Esportes

    Nadadora protagonizou um bate-papo incentivador para os competidores do Estado nas modalidades individuais

    No dia da abertura dos Jogos Escolares da Juventude Infantil (atletas de 15 a 17 anos), em Brasília-DF, a delegação pernambucana teve uma surpresa. Nesta quinta-feira (16), Joanna Maranhão, atleta do Time PE e escolhida como uma das embaixadoras dos Jogos deste ano, visitou os esportistas do Estado para trocar experiências e incentivá-los na competição. A nadadora pernambucana ainda participa da cerimônia oficial do evento, marcada para a noite desta quinta no emblemático Ginásio Nilson Nelson.

    Envolvida no incentivo às novas gerações do esporte, Joanna chegou para ser embaixadora dos Jogos da Juventude pela terceira vez. Ela fez parte do time de 2014, em João Pessoa-PB, e em 2015, em Fortaleza-CE. “Estou numa fase da minha carreira de transição. Então, começo a enxergar esses momentos de interação com a mesma importância de subir no bloco e cair na piscina para nadar. Além disso, tenho a sensação de dever cumprido enquanto atleta ao ter essa troca de experiências com os mais novos”, pontuou a atleta da seleção brasileira de natação.

    MOMENTO COM OS PERNAMBUCANOSA nadadora aproveitou a agenda de embaixadora em Brasília para bater um papo com os 60 alunos-atletas pernambucanos das modalidades individuais, além dos dirigentes e comissão técnica. Joanna contou um pouco sobre sua trajetória na natação, as responsabilidades enquanto esportista e enfatizou a importância de os jovens atletas curtirem o momento nos Jogos. “É importante esse contato, principalmente para os atletas. Dessa forma a gente consegue desmistificar esse lance de ser atleta profissional. Humanizamos, mostramos que essa ‘distância’ que existe entre a categoria de base e a sênior não é real. Para mim, esse tipo de experiência com a galera mais jovem é o que mais motiva”, relatou Joanna.

    EMANCIPA ESPORTEAntenada às questões sociais, Joanna Maranhão também aproveita os momentos com atletas e na seleção para divulgar seu projeto recém-lançado em Belo Horizonte, o Emancipa Esporte. No momento, a iniciativa atende a 80 jovens da rede pública de ensino com aulas de natação, atendimentos médicos e palestras educacionais com temas sociais, a exemplo da pedofilia, racismo, ideologia de gênero, dentre outros. “Minha intenção é solidificar esse projeto e tentar expandir para outras cidades, inclusive para o Recife. Minha meta de vida é colocar o ‘Emancipa Esporte’ em vários meios e, dessa forma, tornar a natação mais popular. Ainda é um esporte elitizado”, destacou a nadadora.

    GRANDES NOMES EMBAIXADORESNos Jogos Escolares da Juventude Infantil em Brasília, Joanna Maranhão se junta a referências do esporte para compor o time dos embaixadores dos Jogos Escolares da Juventude. Na lista estão Hugo Hoyama (tênis de mesa -  e multimedalhista em Pan-Americanos), Emanuel Rêgo (vôlei de praia – medalhista olímpico), Érika Miranda (judô – medalhista em campeonato mundial), Fofão (voleibol – medalhista olímpica), Kelly (basquete – medalhista olímpica), Caio Bonfim (marcha atlética – medalhista em campeonato mundial), Vanderlei Cordeiro de Lima (maratona – medalhista olímpico e medalha Pierre de Coubertain), dentre outros.

    NÚMEROS GERAIS JOGOS DA JUVENTUDE:

    • 3.938 atletas
    • 533 técnicos e professores
    • 167 dirigentes
    • 1.360 escolas
    • 444 escolas particulares
    • 49 federais
    • 758 estaduais
    • 109 municipais
    • 444 cidades brasileiras com os 27 estados sendo representados.

    INÍCIO DAS MODALIDADES INDIVIDUAISAs provas das dez modalidades individuais começam nesta sexta-feira (17). Entram em ação as disputas do atletismo, badminton, ciclismo, judô, tênis de mesa, xadrez, vôlei de praia, luta olímpica, natação e ginástica rítmica.

    Assuntos: seturel, jogos escolares da juventude infantil, joanna maranhao, nataçao
    Compartilhe: Link para o post: