meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Primeira Caravana do Empreendedorismo do ano será Abreu e Lima

    | Emprego

     seteq

    Projeto da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação também vai para Bezerros, Glória de Goitá e Pombos

    A primeira Caravana do Empreendedorismo de 2020 será realizada pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco no município de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, a 19 quilômetros da Capital. A ideia é dar continuidade ao programa que percorreu, em cinco meses, 26 cidades de Pernambuco. Com novos caminhos traçados, a ação acontecerá na Escola Municipal Professora Valdeci Damazio, na Avenida D, 255 - Caetés I, das 13 às 17 h. Ao longo do mês, a iniciativa chegará em Bezerros, Glória de Goitá e Pombos. (Veja o cronograma abaixo)

    A proposta da Caravana do Empreendedorismo é levar para mais municípios, informações atualizadas referentes à Lei Geral do Microempreendedorismo Individual (MEI), orientações sobre a linha de Crédito da Agência de Empreendedorismo (AGE), bem como palestras direcionadas à educação financeira. O projeto tem como objetivo principal criar um ambiente para expandir o conhecimento e estimular a formalização do MEI, dando suporte necessário para aumentar os negócios e, desta forma,  impactar a economia da região.

    “Fico muito feliz em poder acompanhar a força que a Caravana do Empreendedorismo vem trazendo para Pernambuco. No ano passado (2019), a caravana beneficiou cerca de 1.344 mil pessoas, em apenas cinco meses. Nós, da secretaria, estamos trabalhando dia e noite para levar mais informações para mais municípios do Estado”, ressaltou o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes.

    Ainda em janeiro, a caravana terá como destino as cidades de Bezerros (23), no Agreste, Glória de Goitá (28), na Mata Norte, e Pombos (30), na Mata Sul. (Veja todo o cronograma abaixo)

    Confira o cronograma completo em Abreu e Lima (dia 21):

    Local: Escola Municipal Professora Valdeci Damazio, na Avenida D, 255 - Caetés I

    13h - Abertura do Evento 
    13h15 - Palestra de Empreendedorismo
    14h  -  Palestra  da Lei Geral do MEI
    14h45 - Intervalo  (Coffee Break)
    15h  - Palestra de Linhas de Crédito
    15h45  - Palestra de Educação Financeira
    16h45  - Entrega de Certificados
    17h00  - Encerramento 

    Confira o cronograma completo de Bezerros

    Local: Edifício J. Ferraz, Sala 09, 2º Andar, na Praça Duque de Caxias

    13h - Abertura do Evento 
    13h15 - Palestra de Empreendedorismo
    14h -  Palestra  da Lei Geral do MEI
    14h45 - Intervalo  (Coffee Break)
    15h - Palestra de Linhas de Crédito
    15h45 - Palestra de Educação Financeira
    16h45 - Entrega de Certificados
    17h - Encerramento 

    Confira o cronograma completo em Gloria de Goitá

    Local: Centro Pedagógico, sito à Av. Djalma Dutra, s/n - Centro, no dia 28 de janeiro de 2020, das 13 ás 17 horas, conforme programação abaixo:

    13h - Abertura do Evento 
    13h15 - Palestra de Empreendedorismo
    14h -  Palestra  da Lei Geral do MEI
    14h45 - Intervalo  (Coffee Break)
    15h - Palestra de Linhas de Crédito
    15h45 - Palestra de Educação Financeira
    16h45 - Entrega de Certificados
    17h - Encerramento

    Confira a programação em Pombos (30 de janeiro)

    Local: Casa das Juventudes (Sala do Empreendedor),  sito à Rua Experidião Vieira Sandres, nº 54, no dia 30 de janeiro de 2020, das 13 ás 17 horas, conforme programação abaixo:

    13h - Abertura do Evento 
    13h15  - Palestra de Empreendedorismo
    14h -  Palestra  da Lei Geral do MEI
    14h45 - Intervalo  (Coffee Break)
    15h - Palestra de Linhas de Crédito
    15h45 - Palestra de Educação Financeira
    16h45 - Entrega de Certificados
    17h - Encerramento

    Cidades: Abreu e Lima, Bezerros, Glória de Goitá, Pombos
    Assuntos: seteq, caravana, empreendedorismo, palestras
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco é maior que o Nordeste em geração de Microempreendedores Individuais

    | Emprego

    mei

    A crise econômica incentivou o interesse em trabalhar para si mesmo. Ter o próprio negócio vem sendo o sonho de muitos pernambucanos que buscam uma saída, em meio às dificuldades encontradas, para ingressarem no mercado de trabalho. No último ano, 52,1 mil pessoas se tornaram Micro Empreendedores Individuais em Pernambuco, um crescimento de 21,14%. Atualmente, o Estado tem 298,6 mil pessoas formalizadas como MEI.Já o Nordeste tem 1,6 milhão de MEI, tendo crescido 20,29%.

    Através da Secretária do Trabalho, Emprego e Qualificação, a Rede Estadual de Atendimento ao Empreendedor atendeu, somente no ano passado, cerca de 83,732 mil microempreendedores. Os dados são das seis unidades dos Expressos Empreendedores  –  dos municípios do Cabo, Caruaru, Ipojuca, Petrolina, Recife e Salgueiro - que oferecem atendimento, palestras mensais, além de projetos que levam informações pertinentes sobre âmbito do empreendedorismo.

    Segundo o assessor técnico da Rede Estadual de Atendimento ao Empreendedor, Murilo Nóbrega, esse crescimento, diante da demanda do MEI, se deu por duas razões básicas, estando entre elas o bom funcionamento das unidades. “A evolução se dá por duas razões: primeiro na qualidade no atendimento dos nossos pontos de atendimento e segundo por uma procura maior das pessoas que querem ser MEI, devido à dificuldade que elas estão encontrando para emprego”, conta Murilo.

    Para ajudar no fortalecimento do MEI, entre outras ações, a SETEQ criou o programa Caravana do Empreendedorismo que, em cinco meses, percorreu 26 municípios espalhados pelas regiões do Agreste, Araripe, Itaparica, Mata Norte e Sul, RMR e São Francisco. A caravana contemplou 1.344 mil pessoas com temas como: Lei Geral do MEI, Educação Financeira, Empreendedorismo e orientações de Linhas de Crédito.

    O secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, destaca a importância de dar continuidade ao projeto Caravana do Empreendedorismo. “O ano começou com muito trabalho na Seteq. Já em janeiro, daremos continuidade à caravana, projeto que tem levado ações de empreendedorismo a vários municípios do nosso estado. Até o dia 30/01 iremos  atender aos municípios da Região Metropolitana do Recife, a Mata Norte, Mata Sul e o Agreste”, diz o secretário Alberes.

    Assuntos: seteq, mei, expresso empreendedor
    Compartilhe: Link para o post:
  • Seteq oferece sete oficinas, três palestras e um curso de capacitação em Ponta de Pedras

    | Emprego

     seteq

    As ações da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação vão incrementar uma das principais feiras realizadas neste balneário do Litoral Norte

    Aproveitando o período de férias e alta estação, a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco (SETEQ), vai levar sete oficinas, três palestras e um curso de capacitação para Ponta de Pedras, em Goiana, a partir da próxima semana. As ações vão incrementar uma das maiores feiras realizadas no balneário do Litoral Norte neste mês de janeiro, num período em que a praia recebe turistas e também comemora, curiosamente, a festa dos dois padroeiros: Nossa Senhora do Ó e Santo Amaro.   
     
    As oficinas deveriam ter iniciado no dia 7 de janeiro, mas foram adiadas a pedido dos organizadores. O evento será promovido pela Prefeitura de Goiana, em parecia com o Sebrae e também tem, entre os apoiadores, a SETEQ, que vai promover ações integradas de economia solidária, com incentivo aos artesãos da Mata Norte para promover geração de renda. 
     
    “Fico satisfeito que nossa secretaria pode contribuir com um evento tão bonito e importante para o Litoral Norte e para a geração de renda. Os artesãos já mostraram os seus trabalhos em várias feiras espalhadas pelo Estado”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.
     
    Segundo Ana Pessoa, supervisora do Projeto Integra, em Ponta de Pedras, o evento irá contar com sete oficinas abertas ao público e aos artesãos: Red Ban; Colar de Zíper; Bichos de feltro; Flores Artesanais; Técnica de Capitoné; Brinco de Conchinhas e Bordado em Vagonite. Haverá também três palestras: Empreendedorismo; Educação Financeira e Qualidade no Atendimento ao Cliente. E por último, uma nova edição do Ela Pode, projeto que fortalece as mulheres em situação de vulnerabilidade (com apoio do Google e da Rede Mulher Empreendedora).
     
    A SETEQ estará com dois estandes com empreendedores ligados à economia solidária que fazem parte do Projeto Integra, são eles : Mariás (Paulista), Gcris (Paulista), Grupo Variedades (Ibura), Artes Curado (Curado), Bonecart (Carpina), Artefen (Feira Nova). As oficinas vão se realizar no mesmo local, numa tenda montada na Rua do Meio, no Centro.
     
    A Secretária Executiva de Micro e Pequena Empresa e Fomento ao Empreendedorismo, Adriana Queiroz, ressaltou a importância do evento. “É uma oportunidade para que esses artesãos possam mostrar os seus produtos em outros espaços e se fortaleçam”, declarou Adriana.
    Veja toda a programação
     
    Oficinas Datas Local 
     
    Bichos de feltro 13 (16h) , 16 (16h) e 23 (16h) Rua do Meio
    (artesã Maria Gorete)
     
    Red Ban 20 (16h) e 21 (16h)Rua do Meio 
    (artesã Cris)
     
    Brinco de Conchinhas20 (19h) e 25 (16h) Rua do Meio  
    (artesã Cris)
     
    Colar de Zíper 23 (19h) e 24 (19h)Rua do Meio
    (artesã Socorro)
     
    Flores de embalagem de ovos14 (16h) e 17 (16h)Rua do Meio
    (artesã Valdete)
     
    Técnica de Capitoné21 (19h) e 24 (16h)Rua do Meio
    (artesã Nice)
     
    Bordado em Vagonite 22 (16h e 19h)Rua do Meio
    (artesã Nice)
     
    Capacitação DatasLocal
    Ela Pode (Lúcia Costa)21 (16h) e 22 (16h)Casarão (prédio da sub-prefeitura na Avenida Beira Mar s/n)
     
    Palestras
    Empreendedorismo (Murilo Nóbrega)14 (16h)Casarão (prédio da sub-prefeitura na Avenida Beira Mar s/n)
     
    Educação Financeira (Murilo Nóbrega)15 (16h)Casarão (prédio da sub-prefeitura na Avenida Beira Mar s/n)
     
    Qualidade no Atendimento ao Cliente (Rislayne Souza) 23 (16h) 24(16h)Casarão (prédio da sub-prefeitura na Avenida Beira Mar s/n)


    Cidades: Goiana
    Assuntos: seteq, capacitacao
    Compartilhe: Link para o post:
  • Fábrica de travesseiros emprega detentos na penitenciária de Petrolina

    | Emprego, Direitos Humanos

    fábrica

    Uma fábrica de travesseiros instalada na Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes (PDEG), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, está empregando reeducandos da unidade. O projeto, firmado entre a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) – através da Gerência de Projetos e Convênios - e a empresa Queima Queima Comércio Varejista de Confecções Eireli, prevê a ocupação de 25 detentos da PDEG e cadeia pública feminina do município. O projeto teve início na PDEG há dois meses contemplando inicialmente seis reeducandos.

    Na fábrica Toxa, instalada dentro da unidade, os detentos trabalham de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e 13 às 17h, e produzem uma média de nove mil travesseiros mensalmente. Eles recebem 80% do salário mínimo e têm direito à redução da pena na proporção de um dia a menos a cada três trabalhados. “Esses convênios trazem vantagens para os detentos e as empresas também ganham porque não são regidos pela CLT. Para as fábricas que se instalam dentro das unidades prisionais os benefícios vão desde mão de obra qualificada, pontualidade no trabalho até a isenção de encargos sociais e trabalhistas”, ressaltou o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

    O detento João Manoel Santos (nome fictício), tem 37 anos e está há mais de sete na penitenciária. Ele tem 30 anos e seis meses de pena a cumprir. Para ele, o trabalho na fábrica é útil e o faz pensar no futuro. “Além da gente aprender a prática do serviço, com máquinas de costura e até equipamentos que nunca os vimos antes, temos o convívio com os trabalhadores da fábrica, donos, e a expectativa do aproveitamento lá fora”, explicou. A meta da Toxa é contemplar os 25 detentos, incluindo as mulheres da cadeia, e expandir a produção para fronhas, lençóis e toalhas.

    Cidades: Petrolina
    Assuntos: sjdh, seres, penitenciaria de petrolina
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projeto Integra, da SETEQ, chega em Ponta de Pedras

    | Emprego

     seteq

    Iniciativa visa incentivar artesãos, oferecer oficinas e capacitações gratuitas

    Neste mês de janeiro, entre os dias 07 a 26, a Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação (SETEQ) levará o Projeto Integra ao balneário de Ponta de Pedras, localizado no município de Goiana. O evento será promovido pela Prefeitura de Goiana, em parecia com o Sebrae. A iniciativa visa promover ações integradas de economia solidária em Pernambuco, com incentivo aos artesãos, oferta de oficinas, palestras e capacitação.

    A Secretária Executiva de Micro e Pequena Empresa e Fomento ao Empreendedorismo, Adriana Queiroz, enfatiza a importância do evento. “É importante para divulgar a economia solidária e fazer o intercâmbio entre os artesãos. É uma oportunidade para que esses artesãos possam mostrar os seus produtos em outros espaços e fortaleçam sua geração de renda. Nesse momento, eles terão a oportunidade de assistir palestras, oficinas e se aperfeiçoarem. Será mais uma forma de fortalecer a economia solidária”, conta a secretária Adriana.

    Em Ponta de Pedras, o evento irá contar com oito oficinas, palestras com Murilo Nóbrega sobre Empreendedorismo (14) e Educação Financeira (15), capacitação com Lúcia Costa voltada às mulheres com o programa Ela Pode, da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (SETEQ) nos dias 21 e 22 e palestra sobre “Qualidade e atendimento ao cliente” com Rislayne Souza nos 23 e 24 de janeiro. As palestras e capacitações são abertas ao público e têm capacidade para 80 pessoas.

    “Fico extremamente feliz em podermos contribuir no aprimoramento desses microempreendedores que, através do programa da Seteq, já mostraram os seus trabalhos em várias feiras espalhadas pelo Estado”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

    A SETEQ estará com dois stands com empreendedores econômicos solidários que fazem parte do Projeto Integra, são eles : Marias (Paulista), Gcris (Paulista), Grupo Variedades (Ibura), Artes Curado (Curado), Bonecart (Carpina), Arfin (Feira Nova), segundo Ana Pessoa, supervisora do Projeto Integra.

    Além disso, serão oferecidos oito oficinas que acontecem do dia 07 ao dia 26 de janeiro, nos locais: Escola Ângelo Jordão e Colégio Manoel Cesar. Já as palestras irão ser realizadas na Subprefeitura de Ponta de Pedras.

    Veja toda a programação

    Red Ban com conchinhas e brincos -  Artesã Cris (07 a 12)

    Colar de Zíper e Peso de Porta - Artesã Socorro (07 a 12)

    Bichos de Feltro e Chaveiros - Artesã Maria Gorete - (13 a 19)

    Empreendedorismo e Educação Financeira – Murilo Nóbrega (14 e 15)

    Flores de embalagem de ovos - Artesã Valdete (13 a 19)

    Bordado em Vagonite e Capitoné - Artesã Nice (20 a 26)

    Ela Pode – Lúcia Costa (21 e 22)

    Qualidade e atendimento ao cliente - Rislayne Souza (23 e 24)

    Assuntos: seteq, projeto integra
    Compartilhe: Link para o post:
  • A revolução do Sertão através do leite de cabra

    | Emprego

     seteq

    Secretário Alberes Lopes fala de todos os benefícios do produto à Cônsul Geral da China no Recife e ela responde: “Esse é um projeto que parece ser uma luta contra a pobreza”
     
    A produção do leite de cabra no Sertão, cuja comercialização pode gerar 6 mil empregos diretos no Estado e beneficiar 20 mil pessoas, foi o principal eixo de uma longa conversa realizada, nesta segunda-feira (23), entre o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, e a Cônsul Geral da China no Recife, Yan Yuqing. O secretário falou sobre o papel social que a China pode desempenhar em Pernambuco e no Nordeste, caso tenha interesse de analisar as potencialidades e benefícios do produto para o mercado chinês.
     
    O encontro ocorreu no Consulado na China do Recife, durou cerca de duas horas, e contou com a presença do Cônsul Comercial chinês, Shao Weitong, e do promotor de Justiça de Afogados da Ingazeira, Lúcio Luiz de Almeida, este último integrante da Cooperativa de Caprinovicultores do Distrito de Jabitacá, que abrange produtores do Pajeú, do Moxotó e até do Agreste. “Esse é um projeto que parece ser uma luta contra a pobreza”, disse Yan Yuqing, que se encantou com o fato de Alberes estar tratando do tema praticamente na véspera de um feriado.
     
    Segundo a senhora Yan Yuquing, o assunto pode ser aprofundado entre fevereiro e março de 2002, quando o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, visitará Pernambuco, e será recebido pelo governador Paulo Câmara. A Cônsul informou, ainda, que no mês de março, ela também deve iniciar uma agenda pelo interior pernambucano, a convite do secretário Alberes Lopes, para conhecer alguns municípios, como Petrolina, Triunfo e Caruaru e Itapetim. A visita se chamará, de acordo com ela, de “Viagem de Agricultura e modernização da Agricultura” e será acompanhada de algumas empresas agrícolas da China, bem como de outros interessados.
     
    O secretário declarou ser um dos maiores entusiastas das parcerias que podem ser abertas entre Pernambuco e China. Ele mencionou o potencial da ovinocaprinocultura no Sertão e frisou que o apoio desse País milenar à produção do leite de cabra pode ser capaz de gerar uma mudança no perfil da região sertaneja a médio e longo prazo. Essa cadeia produtiva é mais difícil de ser atingida pela seca, não é sazonal, é sustentável (não prejudica a caatinga) e tem uma capacidade de fazer uma revolução sertaneja, com estimativa de geração de renda de R$ 3 mil por mês para cada família envolvida.  
     
    O promotor Lúcio de Almeida, que também participou de uma audiência sobre o assunto com os deputados Waldemar Borges e Fabrizio Ferraz, em Pesqueira, ressalta que um dos desafios de Pernambuco é fazer da comercialização do leite de cabra tão especial quanto o açaí é para a região Norte do Brasil. O leite de cabra ajuda a reduzir doenças cardiovasculares, previne gastrites e úlceras, tem baixo teor de lactose, baixo teor de gordura, otimiza a função da tireoide, combate os radicais livres e ajuda a rejuvenescer”, disse o secretário.  
     
    Segundo Lúcio de Almeida, o sonho e dos caprinovinocultores para 2020 é produzir, com apoio do governo estadual, 50 mil litros de leite por dia, gerar R$ 280 mil por dia, R$ 8,4 milhões por mês e R$ 108 milhões por ano. “É muito importante o apoio do secretário Alberes e do governador Paulo Câmara, porque a ação do Estado é como se fosse uma parteira para acesso ao mercado privado, ao mercado de outros estados e até mesmo do exterior”.  “Se a China puder dar apoio a esse projeto, será uma vitória para Pernambuco”.
     
    Lúcio de Almeida explicou que o leite da cabra é produzido especialmente em Itapetim, Brejinho, São José do Egito, Tuparetama, Igaracy e Sertânia, mas abrange Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Tabira, Custódia, Pedra, Venturosa, Pesqueira, Alagoinha e Sanharó. “Essa cadeia gera desenvolvimento econômico com inclusão social, com uma partilha maior do produto da atividade econômica. A renda que o produtor tem pode ser o ano todo. Se cada família envolvida produzir 50 litros/dia, terá uma renda de R$ 3 mil ao mês o ano todo, não tem entressafra, não subtrai da natureza, provoca uma revolução no Sertão. O modelo que estamos defendendo é a emancipação pelo trabalho”, declarou Lúcio.

    Fotos: Aline Moura/Seteq
    Assuntos: seteq, emprego, producao do leite
    Compartilhe: Link para o post:
  • Cresce o número de empresas que empregam reeducandos; economia chega a quase R$ 10 milhões

    | Emprego

    emprego

    Em Pernambuco, o número de empresas que empregam ex-detentos aumentou de 23 para 35, acréscimo de 52% em 2019. As organizações, entre públicas e privadas, são parceiras da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH). Juntas, dão oportunidade de recomeço para 1.107 apenados que cumprem pena no regime aberto. Além da responsabilidade social, a iniciativa pode ser um bom negócio. Em média, as empresas privadas e os órgãos governamentais conveniados pouparam quase R$ 10 milhões. Economia gerada porque os contratos são regidos pela Lei de Execuções Penais, desobrigando os empregadores de encargos trabalhistas como 13° salário, férias e Fgts.

    Os novos convênios trazem empresas dos mais variados segmentos: corte e costura, logística, alimentos e órgãos estaduais e municipais. Quanto à economia, os dados foram extraídos com base na remuneração de um salário mínimo (R$ 998) e no número de egressos trabalhando, 1.107. Considerando os 12 meses do ano, a poupança foi de exatamente R$ 9.998.999. O Patronato Penitenciário, órgão da SJDH, companha os apenados oferecendo assistência psicossocial e jurídica, além de prospectar novos empregadores.

    “Nosso principal objetivo é garantir que os reeducandos consigam mudar de vida. Quanto mais instituições sensíveis, teremos mais postos de trabalho e consequentemente, menos violência. Dificilmente essas pessoas irão voltar para o crime”, explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

    Seis meses depois de ter deixado a prisão, José Fábio, 48 anos, que cumpre pena no regime aberto, finalmente conseguiu voltar ao mercado de trabalho. O reeducando integra a equipe de logística do Conorte (concessionária do Grande Recife Consórcio de Transporte). “A essa altura da minha vida, é difícil conseguir trabalho, ainda mais por ser reeducando. Essa nova chance representa minha reconstrução pessoal e familiar”, conta José.

    Diretor administrativo da Carapitanga, produtora de camarão, Gustavo do Vale fala das expectativas com o convênio. “Estamos em um momento de expansão da nossa empresa e com isso, contratamos 15 reeducandas. Muitas dessas mulheres não são criminosas, cometeram delitos por influência de seus companheiros. O trabalho já tem dado tão certo que estamos com planos de aumentar as contratações em 2020”, ressalta o gestor. 

    Assuntos: sjdh, patronato penitenciario, reeducandos
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco tem o melhor novembro dos últimos seis anos na geração de empregos

    | Emprego

     seteq

    Neste mês, o Caged registrou a criação de 3.194 novos empregos com carteira assinada
     
    Pernambuco gerou 3.194 postos de trabalho formais neste mês de novembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Caged. Desde o início da série histórica do Caged, criada em 2004, este é melhor resultado dos últimos seis anos. “Os dados recentes foram influenciados principalmente pelo desempenho do comércio (4.470 postos ou 1,54%). Tivemos o melhor mês de novembro desde 2013 depois de toda crise econômica. Em relação ao mesmo período de 2018, geramos 1.381 empregos a mais. Estamos consolidando uma tendência de recuperação do mercado de trabalho local”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.
     
    No acumulado dos onze primeiros meses do ano no Estado, ainda de acordo com o Caged, há um saldo positivo de 15.131 postos de trabalho em Pernambuco, uma variação positiva de 1,21%. Os números receberam a influência positiva principalmente do setor de serviços (9.235 postos ou 1,63%) e da agropecuária (5.559 postos ou 10,06%). Em contrapartida, houve perda na Indústria de Transformação (-2.399 postos ou -1,17%). 
     
    Em termos de quantidade, os municípios que mais geraram postos de empregos formais no Estado no mês passado ano foram: Recife (1.949); Caruaru (595), Jaboatão (365), Vitória de Santo Antão (309), Igarassu (255), Cabo de Santo Agostinho (251), Escada (234), Garanhuns (197). Quando os números são analisados por outro ponto de vista, de forma proporcional, o município de Bonito gerou 86 empregos, com uma variação positiva de 5,33 enquanto São José do Belmonte criou 88 (5,30). 
     
    De acordo com os dados do Caged, quatro regiões brasileiras tiveram saldo positivo em novembro: Sudeste (+51.060), Sul (+28.995), Nordeste (+19.824 postos), e Norte (+4.491). O Centro-Oeste teve fechamento de postos (-5.138 postos). Os estados do Nordeste que mais ofertaram vagas, em termos quantitativos, foram Bahia, Ceará e Pernambuco.
    Assuntos: seteq, geracao de empregos
    Compartilhe: Link para o post:
  • Seis mil mulheres capacitadas em Pernambuco pelo Ela Pode

    | Emprego

     seteq

    Mais da metade da meta estipulada pela Rede Mulher Empreendedora foi cumprida com apoio do governo estadual

    O Programa Ela Pode, que teve a última edição de 2019 realizada nesta quarta-feira (18), no município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife, concluiu a capacitação de cerca de seis mil mulheres em Pernambuco. No Estado, mais da metade da meta determinada para ser finalizada até 2020 foi cumprida pela ação criada pela Rede Mulher Empreendedora, apoiada pelo Google, pelas secretarias estaduais do Trabalho, Emprego e Qualificação e da Mulher. O total é de 10.732 mulheres até o final do próximo ano.  
     
    O evento de encerramento em Goiana foi realizado no Cine Teatro Pollyteama, na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, com a presença do Poder Executivo e Legislativo, bem como de parceiros privados que se dispuseram a ser mais um braço do programa para incentivar às mulheres que resolveram reservar um dia inteiro na agenda para aprender conteúdos novos. 
     
    No desfecho da ação, estiveram presentes, por exemplo, o prefeito em exercício Eduardo Onori, os secretários estaduais Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação); Silvia Cordeiro (Mulher), a embaixadora da Rede Mulher Empreendedora, Verônica Ribeiro, vereadora Olga Sena, o presidente da Autarquia Municipal do Ensino Superior de Goiana, Alcides França, entre outros. “A mulher necessita do apoio do governo e eu sei o que vocês fizeram. Vocês fizeram e vieram com gosto de gás. O poder só pode servir para isto, para respeitar e para servir”, disse Olga, num reconhecimento ao papel do governo estadual nesse processo. 
     
    “Sempre gosto de falar o caso de Michele obama. Ela foi para um restaurante com Obama e chegou lá, no restaurante, e encontrou um ex-namorado. Michele, naquele momento, disse que tinha sido namorada dele. Obama disse: se você tivesse casado com ele, você seria dona de um restaurante, mas ela respondeu: não. Ele que seria presidente”, discursou Alberes Lopes, enfatizando a importância do empoderamento da mulher. 
     
    As capacitações do Ela Pode começaram em outubro deste ano, foram feitas de forma presencial e gratuita, trazendo aprendizado sobre finanças, liderança, comunicação, networking, marca pessoal, negociação e ferramentas digitais. A estratégia tem sido importante no empoderamento feminino, na inclusão social, resgate da autoestima. “Nos fizeram acreditar que atrás de um homem tem sempre uma grande mulher. Tem não. É ao lado do homem que as mulheres se fazem presentes e constroem o desenvolvimento e um lugar no mundo”, disse Silvia Cordeiro. 
     
    “Estou muito feliz de estar aqui. Faço bolsas para praia, principalmente, e preciso de algumas coisas novas para o meu negócio, como uma máquina de costura melhor, mas vou aprender muito aqui”, disse Verônica Flávia Correia da Silva, 59, que sentou na primeira fila do teatro, de apostila e caneta na mão para anotar tudo que ouvisse durante a capacitação. Verônica abraçou algumas pessoas presentes no evento. “Estou feliz”.
    Cidades: Goiana
    Assuntos: seteq, programa ela pode, capacitacao
    Compartilhe: Link para o post:
  • Programa Ela Pode, que tem apoio da Seteq e do Google, encerra 2019 em Goiana

    | Emprego
    As mulheres de Goiana, município de Região Metropolitana do Recife, já podem marcar o dia 18 de dezembro na agenda. Nesta ocasião, o Ela Pode realiza a última edição de 2019. Com o apoio da Secretaria do Trabalho, Emprego Qualificação e do Google, o programa idealizado pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora capacitou 4.450 mulheres no Estado, já cumprindo 40% da meta prevista. O total de capacitações em Pernambuco é de 10.732 mulheres até o final do próximo ano.
     
    Em Goiana, as mulheres que se inscreverem vão participar de uma capacitação que começa às 8h e termina às 17h, no Cine Teatro Pollyteama, na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, número 249. O treinamento é presencial, gratuito e trata de diversos conteúdos sobre liderança, comunicação, networking, marca pessoal, negociação, finanças e ferramentas digitais que podem auxiliar na geração de renda de uma cidade que têm polos automobilístico, farmacêutico e grande potencial para oferta de serviços. 

    O Ela Pode também conta com o apoio institucional da Secretaria da Mulher estadual e tem um impacto positivo na autoestima de cada participante. Segundo Lucia Costa, uma das multiplicadoras da Seteq, o programa tem sido emocionante e proporcionado inclusão social.  “Vejo o retorno positivo das mulheres que fazem a capacitação, de como conseguimos, em 8 horas, abrir seus olhos para novas perspectivas, conseguimos aproximá-las dos conteúdos com exemplos reais e vê-las compartilhando suas histórias”, frisou Lúcia.

    De acordo com o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, o objetivo final da capacitação é que todas participantes se sintam mais preparadas para ter seu próprio negócio ou para conseguir um emprego. “Fico muito satisfeito a cada evento que é realizado pelo projeto, porque, em cada reunião dessas, as mulheres saem mais fortes, com mais autoestima, com mais oportunidades de sustentar a própria família e de terem independência”, disse o secretário. 

    A vice-governadora Luciana Santos, que estará presente no evento de Goiana ao lado do secretário Alberes Lopes, também demonstrou um carinho especial pelo programa Ela Pode. "Capacitar as mulheres é um passo rumo à sua autonomia econômica, algo tão importante para que elas sejam de fato livres. Em Pernambuco, estamos empenhados em garantir que as mulheres tenham mais oportunidades, ajudando a reduzir a desigualdade de gênero no mercado de trabalho".

    As mulheres que quiserem se inscrever no Ela Pode de Goiana podem acessar o link: http://bit.ly/elapodegoiana
    Cidades: Goiana
    Assuntos: seteq, programa ela pode
    Compartilhe: Link para o post: