meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Primeiro leilão de mercadorias apreendidas de 2018 será realizado na próxima semana

    | Economia


    A Secretaria de Administração do Estado (SAD-PE), em parceria com a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE), realizará, no próximo dia 3 de abril, o primeiro leilão do ano com mercadorias apreendidas pelo Fisco estadual. O certame ocorrerá no auditório da Sefaz-PE, localizado na Avenida Cruz Cabugá, nº 1419, bairro de Santo Amaro, a partir das 9h30. Serão leiloados 66 lotes de mercadorias, a maior parte composta por produtos de higiene, limpeza e perfumaria. Além destes, também serão leiloados aparelhos eletrônicos, tais como caixas de som portáteis, periféricos de computador, a exemplo de placas mães e processadores, instrumentos musicais, sapatos, dentre outros produtos. A soma dos valores mínimos dos lotes chega a aproximadamente R$ 59 mil.

    Poderão participar do leilão as pessoas físicas acima de 18 anos que estejam portando CPF, RG e comprovante de residência (originais e cópias), e jurídicas, com representante munido de procuração e com os mesmos documentos pessoais exigidos para as pessoas físicas participantes. Além do leilão presencial, os lances podem ser feitos pela internet, por meio do site oficial do leiloeiro (www.leiloesfreire.com.br). O edital está disponível na página do leiloeiro e no site da SAD-PE (www.sad.pe.gov.br).

    Os lotes com os produtos a serem leiloados estão localizados no Depósito Central de Mercadorias Apreendidas da Sefaz-PE, na Rua da Fundição, nº 510, bairro de Santo Amaro, Recife. A visitação estará aberta nos dias 27 e 28 de março e no dia 2 de abril, das 9h às 12h e das 14h às 16h. Os interessados em participar do leilão poderão procurar a equipe do leiloeiro neste endereço. O telefone do depósito é (81) 3183.5800.

    Assuntos: sefaz-pe, leilao, mercadorias apreendidas, sad,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Em Goiana, Paulo Câmara destaca o papel da mão de obra pernambucana no sucesso da fábrica da Jeep

    | Economia
     Jeep

    Governador visitou, na sexta-feira (23), as instalações da FCA, que ampliou seu turno de trabalho, gerando mais 1.500 novos empregos em Pernambuco

    GOIANA – O polo automotivo pernambucano recebeu, na sexta-feira (23.03), uma boa notícia para a continuidade do desenvolvimento do setor. Durante visita do governador Paulo Câmara e do presidente da República, Michel Temer, às instalações da fábrica da Fiat Chrysler Automobiles (FCA)/Jeep, neste município, foi celebrado o início do 3º turno da linha de produção da planta, gerando mais 1,5 mil novos empregos no Estado. Além disso, a capacidade de produção de veículos no local passará de 179 mil, por ano, para 250 mil no mesmo período.
     
    “É sempre motivo de orgulho voltar à fábrica da Jeep e ver como ela está viva, fazendo automóveis de qualidade. Mas, acima de tudo, como ela está transformando a vida de muitas pessoas. Como governador do Estado tive a honra de inaugurar, há pouco menos de três anos, essa fábrica que hoje é uma referencia para o mundo da indústria automobilística, fazendo produtos de qualidade”, pontuou Paulo. 

    O governador aproveitou a ocasião para destacar que o sucesso do projeto está atrelado à qualidade da mão de obra local. “O que mais surpreende a todos que chegam a Pernambuco é a mão de obra encontrada aqui. Na Fiat, temos 85% dos postos empregados por pernambucanos e 95% de nordestinos. E tudo isso é fruto da determinação, do olhar e da certeza de que planejando é possível alcançar os objetivos que se quer”, frisou Paulo. 

    Para o presidente Michel Temer, os empregos gerados em Pernambuco podem ser espelho para o Brasil. “Enquanto eu percorria essas instalações, escutei depoimentos otimistas e vi que estava percorrendo um Brasil que gera inovação, que gera riquezas, que gera empregos”, disse. 

    Jeep

    O presidente da FCA para a América Latina, Stefan Ketter, pontuou as conquistas do complexo desde sua construção, e agradeceu também o apoio do Governo de Pernambuco nessa empreitada. "O governador Paulo Câmara foi um parceiro importante da Fiat. E foi com essa parceria com o Governo do Estado que nós conseguimos levar esse projeto pra frente", disse, completando: "Isso que nós temos aqui não é só uma fábrica de boa qualidade, mas uma fábrica que produz três carros de sucesso (Renegade, Toro e Compass) e, o mais importante, um complexo industrial que emprega tantas pessoas", afirmou.

    REGIME ESPECIAL - Na oportunidade, o governador pleiteou a prorrogação do Regime Especial Automotivo para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, estabelecido pelas Leis nº 9.440, de 1997, e nº 9.836, de 1999, que só começou a valer em 2012. “Não poderia deixar de solicitar ao presidente Temer e a todo o seu governo que analise a colocação dos benefícios automotivos que foi colocado hoje, porque ele é fundamental para que esse projeto continue sendo referência por mais décadas”, salientou.

    Atendo ao pedido do governador e dos representantes da Fiat, o presidente Michel Temer afirmou que o Governo Federal irá providenciar a prorrogação do regime especial por mais cinco anos.

    HEMOBRÁS - Após a visita à fábrica de veículos, Paulo e Temer seguiram para a unidade de produção da estatal de medicamentos Hemobrás (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia), também em Goiana. O governador oficializou a doação de terreno para a empresa, que contará com uma parceria com a iniciativa privada para possibilitar a conclusão da planta, através de um investimento de R$ 642,9 milhões, com inauguração prevista para 2020. 

    Fotos: Hélia Scheppa/SEI

    Cidades: Goiana
    Assuntos: sei, paulo camara, visita à Fiat, Michel temer, emprego, goiana, polo automotivo de pernambuco,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projetos de piscicultura financiados pelo ProRural abastecem os mercados de peixe para a Semana Santa

    | Economia, Emprego, Meio Ambiente

    tilalpia 

    O investimento do Governo de Pernambuco na piscicultura transformou a economia da região e a vida de muitos sertanejos que hoje vivem da produção do peixe.

    A produção de tilápia, dos projetos financiados pelo Governo de Pernambuco e pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, através do ProRural, vai abastecer grande parte dos mercados de peixe para a Semana Santa. Com um investimento de aproximadamente R$ 3 milhões, em dez projetos já concluídos e outros seis em implantação, os piscicultores familiares organizados em associações e apoiados pelo Programa serão responsáveis por quase 400 toneladas do pescado negociado durante a quaresma.

    A tilápia que será vendida nas feiras livres do Sertão de Itaparica e de outros Estados, nesse período, devem movimentar a economia local com um aporte de mais de R$ 2,5 milhões vindo da piscicultura. A procura pelo produto começa a crescer gradativamente nos meses de fevereiro e março, mostra também a valorização do pescado de qualidade produzido pelos produtores familiares e individuais da região, incentivados pelo Governo do Estado.

    Durante a Semana Santa 2018, a expectativa dos piscicultores é de que todo o pescado disponível seja negociado neste período. Totalizando, a produção das associações que já produzem uma média de 12 toneladas/mês, mais de 200 toneladas de tilápia ainda chegará às mesas dos consumidores até o final de março.

    Pioneiro na implantação de projetos produtivos desde 2004, o ProRural analisa agora a  implantação da planta frigorífico de beneficiamento do pescado. Segundo o coordenador do Escritório do ProRural em Petrolândia, Kleyton Lima, o novo projeto, orçado em R$3 milhões, vai atender uma demanda da cooperativa dos piscicultores da região, para que possam acessar novos mercados institucionais (PNAE, PAA) e comércio varejista. “Além disso, com o beneficiamento do filé de peixe e subprodutos, será permitido aos produtores agregar valor à tilápia, como também atender as condições sanitárias exigidas por lei”, informa.

    Para fomentar a piscicultura que ainda é crescente no Sertão Pernambucano, o ProRural/FECope presta ainda assistência técnica, com acompanhamento mensal realizado por engenheiros de pesca. Junto com as associações, os profissionais realizam planejamento gerencial e produtivo, para que a produção de períodos sazonais como da Semana Santa atenda as exigências e quantitativos do mercado que hoje já tem uma demanda maior do que a oferta, o que contribui expressivamente para a melhoria da rentabilidade dos piscicultores organizados em associações.

    Segundos dados da Embrapa/UNEB, o Polo do São Francisco, nos estados de Pernambuco, Bahia e Alagoas, nos Lagos de Moxotó, Itaparica e Xingó, é o segundo maior polo de produção de tilápia do Brasil, com a produção de aproximadamente 50 mil toneladas em 2017. O município de Jatobá/PE é o maior produtor de tilápia do estado de Pernambuco, seguido, respectivamente, de Petrolândia, Itacuruba e Belém do São Francisco, todos do Sertão de Itaparica.

    Assuntos: sara, governo de pernambuco, psicultura, prorural, semana santa, tilapia,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projeto Rescate realiza diagnóstico de cooperativas de catadores

    | Economia, Educação, Emprego

    catadores

    O Projeto de Desenvolvimento dos Catadores – Projeto Rescate e o Instituto Travessia apresentam, no dia 27 de março, as conclusões sobre o levantamento acerca do funcionamento e da organização das cooperativas e associações de catadores de 33 municípios pernambucanos. O diagnóstico, realizado graças a um convênio do Governo de Pernambuco com o MTE/SENAES, revela dados sobre o destino dos resíduos e a coleta seletiva em 24 cooperativas. A reunião acontecerá durante a reunião ordinária do Comitê Estadual de Resíduos Sólidos, na Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas), no Recife.

    Segundo Maria Augusta Vieira de Mello, da Gerência de Economia Solidária da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (Sempetq), os dados do levantamento subsidiarão as capacitações e políticas públicas para o segmento. “Estamos identificando a quantidade e tipos de materiais que eles coletam, a quantidade de catadores e a quem eles vendem, além do custo por produto”, afirma.

    Em janeiro, a equipe da Sempetq e o Instituto Travessia, responsável pela execução do diagnóstico situacional das ações, realizaram visitas institucionais às prefeituras nos municípios da Região Metropolitana do Recife e da Região da Mata Norte. O mapeamento identificou o perfil social, econômico e cultural dos catadores para o fortalecimento das cadeias produtivas e reconhecimento das legislações a práticas dos municípios, além do quantitativo de catadores. O levantamento subsidiará as políticas públicas municipais e estadual de resíduos sólidos. A próxima etapa de diagnóstico prevê a identificação dos catadores avulsos.

    Encerradas as visitas de diagnóstico situacional, serão realizadas capacitações e a inclusão dos catadores em um cadastro para benefícios sociais. O projeto terá continuidade com a realização da inclusão cidadã através de ações e acesso aos serviços de saúde, emissão de documentos, lazer, cultura, programas de educação e qualificação profissional. Os cursos de formação serão voltados para os assuntos de associativismo, cooperativismo, autogestão, economia solidária e cadeia produtiva em resíduos sólidos.

    22ª Reunião Ordinária do Comitê Estadual de Resíduos Sólidos – CERS
    Data: 27 de Março de 2018.
    Local: Auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade – SEMAS. Avenida Rosa e Silva, nº 1339 – Jaqueira.
    14h – Apresentação SEMPETQ - Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Estado de PE - Projeto de Desenvolvimento dos Catadores e Catadoras no Estado de Pernambuco- RESCATE/Meta II - Diagnóstico fase Palestrante: Augusta Amaral.
    15h - Lançamento e apresentação do livro Gestão de Resíduos no Nordeste do Brasil. Palestrantes: Lúcia Helena Xavier (Cetem), Fernando Jucá (UFPE) e Rômulo Menezes (UFPE) (orgs.).

    Assuntos: semas, sempetq, projeto resgate, instituto travessia, governo de pernambuco,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Jucepe orienta Microempresários Individuais sobre o pagamento do INSS

    | Economia, Educação, Emprego

     MEI

    Toda quarta-feira acontece a palestra "MEI - Para Começar Bem", evento promovido pelo Expresso Empreendedor - Recife, da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco (Sempetq). Esse evento é realizado no auditório da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe), das 9h às 11h, e destina-se principalmente a quem planeja se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI).

    Na palestra, a consultora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) Fabiana Gomes tirou dúvidas e orientou o Microempreendedor Individual sobre o pagamento do INSS. “Na condição de MEI, o microempresário poderá pagar o INSS com base em uma alíquota (percentual ou valor fixo aplicado sobre uma base de cálculo para calcular um tributo) reduzida a 5% do salário mínimo, que será recolhida mensalmente, através da DAS (Documento de Arrecadação do Simples)", contou Fabiana.

    A consultora também falou da importância de ser assegurado pelo INSS. “Além de garantir a aposentadoria no futuro, o pagamento confere ao microempreendedor individual o status de assegurado da previdência. Entre os benefícios estão auxílio nos casos de invalidez, morte e idade avançada”, comentou.

    Perguntada sobre o recolhimento da DAS, Fabiana falou que os valores são fixos e podem ser consultados no Portal do Empreendedor. "No geral, o Microempreendedor Individual deve contribuir com 5% do valor do salário mínimo somado a R$ 1 de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e R$ 5 de ISS (Imposto sobre Serviços de qualquer natureza). Se o MEI é dono de um comércio, por exemplo, pagará 5% do valor do salário mínimo mais o ICMS. Se for um prestador de serviço, pagará 5% do salário mínimo mais o ISS. Caso a atividade seja mista, o MEI vai pagar 5% do salário mínimo, mais R$ 1 de ICMS e R$ 5 de ISS", concluiu 

    Ainda durante a palestra, Karolina Duarte, representando a Agência de Fomento do Estado de Pernambuco (Agefepe), apresentou os benefícios relacionados às linhas de crédito para os novos Microempreendedores Individuais.

    Edi Jacinto, que se formalizou antes do encontro, conta que a palestra é bastante esclarecedora. “Cheguei cheio de dúvidas com relação à emissão de notas fiscais, saio da palestra mais tranquilo, formalizado e pronto pra tocar o meu negócio”, concluiu Edi.

    A próxima palestra será realizada quarta-feira (28). Os interessados podem se inscrever no local (Rua Imperial, 1600) ou antecipadamente pelo telefone do Expresso Empreendedor - Unidade Recife: (81) 3182-2800.

    Foto: Rômulo França. 

    Assuntos: sempetq, empresso empreendedor, mei, jucepe, microempreendedor individual, agefepe,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco realiza capacitações em Artesanato, Agricultura familiar e Agroecologia na Mata Norte

    | Economia, Educação, Agricultura

     Projeto Integra

    O Projeto Integra Economia Solidária da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco (Sempetq) realiza capacitações em oito municípios da Mata Norte. O foco é em treinamentos voltados para artesanato e agricultura familiar, características da região, para que os beneficiados continuem se desenvolvendo enquanto empreendimentos econômicos solidários. A ação é realizada através de um convênio com o MTE/SENAES com o apoio da Cáritas Nordeste 2.

    Segundo a gestora de Apoio à Economia Solidária e ao Empreendedorismo Autônomo da Sempetq, Maria Augusta Amaral, serão contemplados os municípios de Carpina, Lagoa do Carro, Tracunhaém, Lagoa de Itaenga, Chã de Alegria, Glória do Goitá, Feira Nova e Paudalho. Na questão da agricultura familiar entra a importância do beneficiamento e ampliação do produto orgânico para o mercado.

    O curso de Agricultura e Agroecologia vai tratar do beneficiamento e processamento do produto e da prática, manejo e conservação do solo. Já para o artesanato, Lagoa de Itaenga conta com um grande Centro de Artesanato que atende toda a região da Mata Norte. 

    Cursos

    Artesanato -  Glória do Goitá, Lagoa do Itaenga, Tracunhaém

    Agricultura e Agroecologia - Glória do Goitá, Carpina, Lagoa do Itaenga, Tracunhaém 

    Assuntos: sempteq, governo de pernambuco, projeto integra economia solidaria, capacitação, agricultura familiar, artesanato,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo Federal inclui Tecon 2 e arrendamento do Pátio de Veículos de Suape no PPI

    | Economia

     suape

    O Governo Federal anunciou, ontem (19), a inclusão de novos projetos do setor portuário no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). A medida contempla diretamente o Porto de Suape, que entra neste pacote com a licitação de dois projetos: o segundo terminal de contêineres (Tecon 2), no modelo greenfield, ou seja, totalmente novo, e o arrendamento do Pátio Público de Veículos, em modelo brownfield, com infraestrutura já construída.

    O Conselho de Ministros do Programa se reuniu durante a tarde para deliberar sobre a pauta e calendário das novas licitações. Com o ingresso no programa, os projetos passam a ter acompanhamento direto e interministerial do Governo Federal, cujas próximas etapas contemplam: conclusão da modelagem dos estudos e do certame, apreciação em audiência pública e avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU). Os editais de licitação dos projetos serão lançados após a conclusão destas etapas.

    Tecon 2 é o principal projeto em andamento conduzido por Suape, com investimentos privados que devem chegar a R$ 1 bilhão. “Adiantamos a conclusão dos estudos e entregamos em novembro, ao Governo Federal, o projeto atualizado. A inclusão deste projeto no PPI é resultado deste passo à frente que demos”, complementou, Marcos Baptista, presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape.

    O empreendimento será instalado em uma área com 900 metros de cais (com dois berços para atracação) e com uma retroárea de 250 mil m², com possibilidade de expansão. O terminal terá capacidade projetada para movimentar entre 1 e 1,2 milhão de TEUs (unidade de medida equivalente a 20 pés) por ano. Somada à atual capacidade do Tecon Suape, o porto poderá movimentar até 1,7 milhão de TEUs/ano.

    Em 2017, Suape movimentou 460.769 TEUs, recorde na história do porto. A ideia é que, com o Tecon 2, o atracadouro possa alcançar a marca de 1 milhão de TEUs operados/ano até 2030.

    Já o Pátio Público de Veículos terá novo arrendatário, que concluirá todo processo de alfandegamento, garantindo produtividade e ampliando a oferta de serviços prestados na estrutura. Em 2017, a movimentação de veículos alcançou a maior marca já registrada em Suape com 80.080 automóveis (+46% em relação a 2016). O investimento privado previsto é de R$ 10 milhões.

    “Com a inclusão no PPI, nossos projetos ganham força e passam a ser reconhecidos nacionalmente como de extrema importância para o país. Agora, é seguir os ritos e caminhar para tirá-los do papel”, acrescentou o presidente. 

    Em andamento

    O porto pernambucano já possui dois outros projetos em andamento no PPI: o Terminal de Açúcar da Agrovia do Nordeste e a ampliação do parque de tancagem de graneis líquidos da empresa italiana Decal.

    A Agrovia solicitou ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC) e à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) a habilitação para movimentação de novas cargas de grãos vegetais, como malte, cevada, milho, arroz, trigo e afins. O aditivo contratual tem previsão para junho de 2018. Um novo investimento de R$ 40 milhões servirá para construção de seis novos silos para armazenagem dos grãos. A Agrovia tem capacidade de armazenagem de 750 mil toneladas/ano em retroárea de 7,25 ha (72.500m²) no Cais 5 do Porto de Suape.

    Já a expansão do parque de tancagem da Decal tem investimentos de R$ 282,9 milhões. A iniciativa contemplará a construção de oito novos tanques de armazenamento de graneis líquidos. O atual terminal da Decal tem 12 tanques e capacidade de armazenar 156 mil m³ de combustíveis, derivados de petróleo e outros produtos. Com a expansão, a empresa passará a ter capacidade de comportar até 391,8 mil m³.

     

    Cidades: Cabo de Santo Agostinho
    Assuntos: sdec, suape, tecon2, patio de veiculos, governo federal, terminal de açucar da agrovia, parque de tancagem de graneis liquidos,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pense! Pernambuco debate caminhos e perspectivas de longo prazo para PE e o País

    | Economia

    Pense PE


    A Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e o Porto Digital realizam, no dia 20 de março, o segundo seminário do Pense! Pernambuco, série de encontros que serão realizados ao longo dos próximos meses. O evento tem como objetivo debater os caminhos e perspectivas de longo prazo para Pernambuco e o País, com curadoria de Raul Henry, Silvio Meira e Pierre Lucena.

    Desta vez, a conferência contará com a presença do ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho. As inscrições gratuitas já estão abertas. Com tema “O Brasil e o Futuro”, o encontro amplia a temática abordada no primeiro seminário, que recebeu o secretário de Acompanhamento Fiscal, Energia e Loterias do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida; e a ex-diretora do BNDES Elena Landau.

    O evento é voltado para empresários, gestores públicos e privados, formuladores de política, pesquisadores e demais interessados no assunto. A realização é uma parceria entre a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e o Governo do Estado.

    Inscrições: seliga.ai/PensePeMar18

    Assuntos: secti, pense pernambuco, porto digital,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Aeroporto Internacional do Recife registra crescimento na movimentação de passageiros

    | Economia, Turismo

     

    Nos dois primeiros meses do ano, a movimentação no terminal já registra um crescimento de 17%, em relação ao mesmo período de 2017. No comparativo, o número de estrangeiros quase dobrou

    Recife, 15 de março de 2018 - O Aeroporto Internacional do Recife continua ampliando os números da movimentação de passageiros registrados no último ano. De acordo com o relatório apresentado pela Infraero, 1,4 milhão de pessoas passaram pelos terminais do equipamento, só nos dois primeiros meses de 2018, superando os 1,2 milhão registrados nos meses de janeiro e fevereiro de 2017. No comparativo, a marca representa um crescimento de 17%.   

    O crescimento percebido no início de 2018 acompanha os números do acumulado de 2017, quando o aeroporto registrou a marca inédita e 7,7 milhões de passageiros circulando no terminal. O crescimento da movimentação de passageiros é um dos reflexos da política de turismo da administração do governador Paulo Câmara, com ações de estruturação, promoção dos destinos e capacitação de mão de obra relacionada ao setor.

    Segundo a Infraero, 1.455.030 de passageiros utilizaram o aeroporto do Recife em janeiro e fevereiro de 2017. Em números absolutos, chama atenção o salto de mais de 175 mil passageiros nacionais entre janeiro e fevereiro de 2017 e os dois primeiros meses do ano de 2018: 1.195.007 em 2017 para 1.370.965 este ano (15% de variação). Percentualmente, por outro lado, o destaque fica por conta dos passageiros de voos internacionais, que subiram de 47.938 para 84.065, num crescimento de 75%.

    “O crescimento da movimentação de passageiros é uma consequência dos esforços que o governo estadual vem implementando no setor, em parceria com a Prefeitura do Recife. Não se trata de algo repentino. É algo construído ao longo dos últimos anos por uma equipe comprometida e incansável que tem revolucionado o turismo local. Um time que planejou ações de divulgação de repercussão internacional, como a do metrô de São Paulo e que conquistou novas frequências locais e internacionais como nunca antes”, destacou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de pernambuco, Felipe Carreras.

    AMPLIAÇÃO DA MALHA AÉREA

    A política do Governo de Pernambuco de expansão da malha aérea estadual é um dos pilares da revolução no turismo local.

    2015

    14 destinos nacionais

    4 destinos internacionais

    2018

    28 destinos nacionais

    16 destinos internacionais

     

    Nacionais

    Aracajú, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campina Grande, Cuiabá, Curitiba, Fernando de Noronha, Fortaleza, Goiânia, Jericoacoara, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Maceió, Natal, Petrolina, Porto Alegre, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Luis, São Paulo (Guarulhos e Congonhas), Teresina e Uberlândia.

    Internacionais

    Lisboa (TAP), Montevidéu (GOL), Buenos Aires (LATAM e GOL), Cabo Verde (TACV), Frankfurt (Condor), Cidade do Panamá (Copa Airlines), Miami (Latam), Milão (Meridiana), Orlando (Azul), Munique (Condor), Bogotá (Avianca), Madri (AirEuropa), Córdoba (GOL) e no mês de março passará a contar com voos para Córdoba (AZUL), Rosário (AZUL), Fort Lauderdale (AZUL) e Santiago (AZUL).

    Assuntos: seturel, aeroporto, movimentação terminal, aeroporto internacional de recife, paulo camara, governo de pernambuco,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Sempetq oferece oficinas gratuitas de Canvas para modelagem de negócios

    | Economia, Educação

     canvas

    Empreendedores e pessoas que querem investir no próprio negócio têm a chance de aprender a como tirar o projeto do campo das ideias e viabilizá-lo a partir da oficina gratuita Canvas. Ministrada pelo gerente de Apoio a Micro e Pequena Empresa da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação de Pernambuco (Sempetq), Rainier Guedes, há duas oportunidades de qualificação sobre o tema este mês. A primeira acontece nesta quinta-feira (15), no Expresso Empreendedor Recife, no auditório da Junta Comercial de Pernambuco, das 8h às 12h. A segunda será na Agência de Empreendedorismo no dia 28, das 9h às 12h, na Rua da União, 293, na Boa Vista.

    Segundo o palestrante, o Canvas pode ser utilizado antes mesmo do plano de negócios. “É uma ferramenta que tem o objetivo de mapear todas as áreas importantes do negócio de forma simples, lúdica e objetiva. Mapeando, por exemplo, proposta de valor, público-alvo, canais, relacionamento, receitas, parcerias e os principais custos com foco na modelagem de negócios seja para novos empreendimentos, ampliação de mercado ou melhoria de produtos”, explica.

    Business Model Canvas consiste em uma tela separada em nove blocos capaz de visualizar o negócio em uma única página, semelhante a conceitos como design thinking.

    Oficina Canvas
    Expresso Empreendedor Recife

    15 de março
    8h às 12h
    Auditório da Jucepe
    Rua Imperial, 1600
    Telefone: 3182.2801

    Agência de Empreendedorismo

    28 de março
    9h às 12h
    Rua da União, 293, Boa Vista.
    Telefone: (81) 3183-7238/3183-7237/3183-7257


    Assuntos: semptec, canvas,
    Compartilhe: Link para o post: