meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Últimos dias para quitar dívida de ICMS com desconto

    | Economia

    Empresas têm até a próxima quinta-feira (30/11) para aderir ao programa

    Os contribuintes interessados em quitar dívidas relacionadas ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) têm até a próxima quinta-feira (30/11) para aproveitar os descontos oferecidos pelo Governo de Pernambuco, por meio do Programa Especial de Recuperação de Créditos Tributários (PERC). As empresas que optarem por quitar o débito à vista têm direito a um desconto de 70% da multa e 75% dos juros. A próxima oportunidade de renegociação só poderá ocorrer daqui a dez anos.

    Até o mês de outubro três mil empresas já regularizaram R$ 665 milhões devidos, com um retorno aproximado de R$ 120 milhões aos cofres públicos. A repatriação é fruto de um trabalho conjunto entre a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

    O contribuinte que estiver interessado em aderir ao programa deve dirigir-se a uma das 26 agências da Receita Estadual espalhadas por todo o Estado ou à Procuradoria da Fazenda Estadual, que fica na sede da PGE-PE, no Recife. Também é possível efetuar o procedimento nas procuradorias Regionais da PGE-PE em Caruaru, Petrolina e Arcoverde.

    No site da Secretaria da Fazenda (www.sefaz.pe.gov.br) há um simulador que disponibiliza os valores aproximados da negociação, com base nos dados informados. Mais informações sobre o PERC podem ser obtidas pelos telefones 0800-2851244 e (81) 3183-6401, ou pelo e-mail perc2017@pge.pe.gov.br. A relação com endereços e telefones das agências está disponível no Portal da Sefa-PE, enquanto que as informações das Regionais da PGE estão na página www.pge.pe.gov.br.

    Assuntos: sefaz, icms, per, pge
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude fica em primeiro lugar na contenção dos gastos públicos

    | Economia, Juventude, Direitos Humanos
    A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) do Governo Paulo Câmara encontra-se na primeira colocação no ranking Índice de Cooperação (ICO) do Plano de Monitoramento dos Gastos (PMG) do Estado de Pernambuco. No final de 2016, a instituição ocupava o nono lugar. A avaliação é realizada pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado.
     
    Os números deixam claro o quanto a Secretaria, dirigida por Roberto Franca, está comprometida com a otimização do uso do dinheiro público, isto é, com a qualidade dos gastos e com o equilíbrio financeiro de Pernambuco, cumprindo com sua responsabilidade legal, num esforço constante para se adequar ao teto financeiro estabelecido. Ao mesmo tempo tem se empenhado em garantir a execução de políticas públicas definidas para a área de assistência social, numa tentativa de reduzir os efeitos da crise que se abate sobre o Brasil.
     
    Para alcançar os atuais resultados, vale destacar que foi desenvolvido um trabalho conjunto coordenado pelo secretário executivo de Gestão, Humberto Cruz. Segundo ele, o novo desafio que se apresenta é manter a atual posição e, para isso, ele acredita contar com o apoio de todos os servidores que integram a SDSCJ, como já aconteceu ao longo de 2017.
    Assuntos: sdscj, cge, gastos publicos, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ação prevê retorno potencial de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos

    | Economia

    A metodologia utilizada pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE) para as atividades de auditoria e certificação das Tomadas de Contas Especiais (TCEsp) vem trazendo resultados expressivos para Pernambuco. Entre janeiro e setembro deste ano, foram certificados 89 processos, que podem gerar um retorno em potencial aos cofres públicos de R$ 6,6 milhões. Até agora, o quantitativo de certificações alcançou um incremento de 48%, comparado com todo o exercício de 2016.

    A SCGE vem contribuindo de forma bastante efetiva para manutenção da máquina pública, trazendo mais eficiência e transparência à gestão. A certificação da Tomada de Contas é um importante instrumento de controle. Além de orientar sobre possíveis irregularidades, ainda garante a recomposição do prejuízo aos cofres do Estado”, ressaltou o Secretário da Controladoria-Geral do Estado, Ruy Bezerra. O modelo utilizado pela SCGE e os resultados alcançados despertaram, inclusive, o interesse do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE), que realizou visita a SCGE para conhecer o trabalho.

    A Diretoria de Correição (DCOR) é a responsável pelas certificações. trabalho consiste na análise de processos de Tomada de Contas Especial (TCEsp) instaurados por órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual, para apurar indícios de irregularidades que possam ter causado danos ao erário. Entre os pressupostos da TCEsp estão, por exemplo, a aplicação incorreta de recursos repassados pelo Estado e a omissão no dever de prestar de contas pelo gestor de subsídios fornecidos pelo governo. A instauração da Tomada de Contas ocorre após esgotadas todas as medidas administrativas para reparação do dano.

    A implantação recente do processo de monitoramento vem nos permitindo acompanhar o processo de TCEsp desde a sua instauração até o seu julgamento pelo TCE/PE. Com isso, conseguimos evoluir de uma atuação meramente corretiva para uma atuação preventiva, buscando não só certificar o processo específico de TCEsp, mas também melhorar o ambiente de controle e/ou o fluxo operacional das Unidades Gestoras (UGs), a fim de evitar que a falha e/ou irregularidade ocorra novamente”, concluiu o Diretor de Correição, Filipe Castro.

    Assuntos: scge, tomada de contas especial, cofres publicos, poder executivo
    Compartilhe: Link para o post:
  • Seplag-PE disponibiliza Relatório de Gestão Social do 2º quadrimestre

    | Economia, Educação, Social, Saúde, Segurança, Emprego

    Publicação oferece um balanço descritivo do acompanhamento das principais realizações e entregas feitas pelo Governo Estadual no período de maio a agosto de 2017

    Já está disponível no site da Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (Seplag-PE) o Relatório de Gestão Social referente ao segundo quadrimestre de 2017 (RGS 2017.2). O Relatório faz uma avaliação dos resultados das principais realizações e entregas feitas pelo Governo Estadual no período de maio a agosto, contendo uma análise qualitativa e quantitativa das áreas de atuação ou objetivos estratégicos descritos no Plano Plurianual. As sete áreas selecionadas são: Educação, Segurança, Saúde, Cidadania Ativa, Atividade Econômica, Mercado de Trabalho e Investimentos do Governo.

    Entre os destaques, o RGS 2017.2 traz, na área de Educação, o alcance das menores taxas de abandono escolar do País, pelo quarto ano consecutivo, e do primeiro lugar no Ideb do ensino médio; na área da Segurança, a aquisição de 650 viaturas entregues ao Corpo de Bombeiros e às polícias do Estado, a entrada de 1,5 mil novos policiais militares nas ruas e outros 1,3 mil policiais civis em formação; na Saúde, a obtenção do primeiro lugar no Norte e Nordeste em transplantes de córnea e a vacinação de 2,1 milhões de pessoas contra a influenza.

    Em Cidadania Ativa, a manutenção de programas sociais, como Chapéu de Palha (com 48.456 trabalhadores cadastrados) e Mãe Coruja (com 170 mil mulheres cadastradas); em Atividade Econômica, os 52 mil atendimentos no Expresso Empreendedor e o aumento de 55% na movimentação de cargas no Porto do Recife; em Mercado de Trabalho, os quase 537 mil atendimentos realizados na rede de Agências do Trabalho, oferecendo 14.517 vagas de emprego. Por fim, em Investimentos do Governo, os destaques são os R$ 290,5 milhões aplicados na melhoria da malha rodoviária do Estado e a recuperação de R$ 51,8 milhões da dívida ativa.

    Trabalharam na elaboração do RGS 2017.2 os gestores governamentais Nathália Farias, Flávia Simões, Leane Cabral, Cândido Pereira, Fábio Holanda e Juliana Leite, todos da Secretaria Executiva de Desenvolvimento do Modelo de Gestão da Seplag-PE. O gerente de Desenvolvimento do Modelo de Gestão da Seplag-PE, Canton Wú, explica que essa equipe trabalhou com as informações do Painel de Controle, da Estação Digital e também com informações destacadas pelas próprias secretarias finalísticas.

    “Foi importante poder contar com a colaboração de gestores governamentais que atualmente estão alocados em outras secretarias e que já conheciam a rotina de elaboração desse documento. Com esse valioso apoio na ponta, a informação ficou mais assertiva e mais célere”, afirma Canton Wú.

    Lei - A publicação do RGS obedece ao que dispõe a Lei Complementar Estadual nº 141/2009, que trata do Modelo Integrado de Gestão do Poder Executivo do Estado de Pernambuco. A próxima publicação, que ocorrerá no início de 2018, será o Relatório Anual de Ação do Governo (RAG), peça legal que consolidará os resultados do terceiro quadrimestre e contemplará todas as ações e realizações de 2017. O RAG é entregue pelo governador no primeiro dia de trabalhos da Assembleia Legislativa. O RGS 2017.2 pode ser acessado no endereço: http://www.seplag.pe.gov.br/web/r.a/ra-relatorios-de-avaliacao#&panel1-1&panel2-1.

    Assuntos: seplag, governo de pernambuco, relatorio de gestao social
    Compartilhe: Link para o post:
  • Azul anuncia novos destinos regulares e incremento de voos para alta estação em seu Hub no Recife

    | Economia

    azul

    Capital pernambucana passa a se conectar diretamente a Paulo Afonso-BA e Cuiabá-MT

    Recife, 22 de novembro de 2017 - Motivada pela expansão substancial das operações em seu hub no Recife e pela crescente demanda do mercado, a Azul anunciou o incremento de algumas frequências para a alta estação, entre dezembro deste ano e fevereiro de 2018 (Guarulhos-Recife, Confins-Recife, Recife-Fortaleza, Recife-Maceió, Recife-João Pessoa e Recife-Natal). Isso representará a maior operação da companhia em Pernambuco, com 100 movimentos diários para 25 destinos diferentes. Além disso, a companhia divulgou a criação de duas rotas inéditas. A partir de agora, a capital pernambucana também se liga diretamente e de maneira regular a Paulo Afonso, na Bahia, e Cuiabá, no Mato Grosso.

    Desde o início das operações em Pernambuco, o Hub da Azul vem transformando o panorama da malha aérea do Estado. No ritmo do crescimento do setor do Turismo, a companhia vem ampliando o número de frequências partindo e chegando no Aeroporto Internacional do Recife, multiplicando os voos e o número de passageiros que chegam à capital pernambucana. Para se ter uma ideia, em outubro, a empresa registrou um crescimento de 35% no número de voos operados na capital pernambucana em relação ao mesmo período do ano passado. Em janeiro de 2018, a Azul oferecerá 124% a mais de assentos em relação ao mesmo mês em 2017.

    A ampliação da oferta de voos desde a instalação do hub levou a um aumento substancial na demanda de passageiros. De acordo com números apresentados pela Azul, em 2017, a companhia bateu o recorde de clientes transportados no Recife, numa alta de 55%. Até outubro, foram 1,034 milhão de passageiros, contra 665 mil no mesmo período do ano passado. “Os investimentos que a Azul tem feito no Recife são provas do compromisso da companhia com o fortalecimento do mercado local. Com a ampliação das operações do Hub e o consequente crescimento da oferta, cresceu também o número de passageiros. Assim, alcançamos um patamar inédito no Turismo em Pernambuco, quebrando um recorde atrás do outro e injetando milhões de reais na economia do nosso estado”, destacou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

    De acordo com o diretor de planejamento de malha da Azul, Daniel Tkacz, a expansão das operações no Recife é resultado do esforço da companhia em oferecer mais opções de voos e da política de investimentos massivos no mercado nordestino. “Há algum tempo, a Azul planejava solidificar um hub na região. Com a escolha do Recife, é natural que busquemos criar uma rede de conexões de e para a capital pernambucana. Mas ainda não estamos satisfeitos. Queremos ampliar ainda mais a oferta de voos, destinos e assentos em Pernambuco”, garantiu.

    A Azul no Recife

    Voos realizados

    Outubro 2016

    983

    Outubro 2017

    1313

    Passageiros

    Outubro 2016

    665 mil

    Outubro 2017

    1,034 milhão

    Cidades: Recife
    Assuntos: seturel, recife, conexoes, azul
    Compartilhe: Link para o post:
  • Procon-PE lista dicas para o Black Friday

    | Economia
     

    O Procon Pernambuco elaborou algumas dicas para os consumidores que pretendem fazer compras no dia 24 de novembro, quando ocorrerá o Black Friday 2017 (dia em que empresas do comércio físico e online praticam descontos).

    A primeira recomendação do Procon-PE é fazer uma pesquisa nas lojas e nos sites para saber se o desconto aplicado no produto que se pretende adquirir é real. O ideal é pesquisar dias antes do Black Friday para comparar a variação dos preços.

    O Procon-PE alerta ainda que o consumidor não deve se deixar levar por impulso nas compras, adquirindo aquilo que realmente necessita para evitar o endividamento.

    Confira mais dicas:

    - Só faça a compra em sites seguros e confiáveis. Informe-se sobre a reputação da loja que pretende comprar.

    - Cuidado com e-mails e sites fraudulentos. O recomendado é entrar diretamente no site da loja e não por meio de links duvidosos enviados por e-mail;

    - Procure no site informações básicas sobre o fornecedor: nome da empresa, CNPJ/CPF, endereços físicos e eletrônicos, telefone e demais informações que possibilitem seu contato e localização;

    - Guarde todos os registros de sua compra, como e-mails de confirmação, códigos de localização e de realização da compra;

    - Verifique se o site da empresa possui conexões seguras para proteção de seus dados. Identifique no início do endereço eletrônico a presença do “HTTPS” e de um cadeado ativado no canto esquerdo da barra de endereço do seu navegador;

    - Verifique a presença de certificados de segurança de pagamentos nas transações bancárias realizadas com a empresa, não fornecendo seus dados bancários a sites que não possuam certificados de segurança;

    - Evite fazer a compra utilizando computadores de terceiros ou por meio de redes wi-fi públicas;

    - Mantenha a segurança do seu computador em dia, atualizando sempre seu programa antivírus.

    A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net) criou em 2013 um Código de Ética para o “Black Friday Legal”, juntamente com um selo de identificação das empresas participantes, com o objetivo de estabelecer normas de conduta e boas práticas nas promoções. É recomendável acessar o site com a relação das empresas participantes: http://www.blackfriday.com.br

    Vale lembrar que o Código de Defesa do Consumidor também protege o cidadão que faz compras pela internet. Caso tenha algum problema como atraso/não entrega do produto ou propaganda enganosa, o consumidor poderá reclamar em uma das unidades do Procon em Pernambuco. Para mais informações ligue para o 0800-282.1512.

     
    Cidades: Recife
    Assuntos: sjdh, procon-pe, black friday, codigo defesa do consumidor, recife
    Compartilhe: Link para o post:
  • InBetta amplia investimento em Pernambuco com mais R$ 60 milhões na unidade do Paulista

    | Economia

    Governador Paulo Câmara afirma que Estado será a grande âncora do grupo no Brasil

    O Grupo InBetta, sediado no Rio Grande do Sul, anunciou hoje (13.11) a ampliação dos investimentos em Pernambuco, onde tem uma fábrica em construção no município do Paulista. A previsão é investir mais R$ 60 milhões, somando-se aos investimentos já comprometidos de R$ 100 milhões. “Está se confirmando o que eu disse no último mês de março, quando do lançamento da pedra fundamental da unidade da empresa no Paulista: Pernambuco será a grande âncora do Grupo InBetta no Brasil”, comemorou o governador Paulo Câmara.

    Paulo foi informadora ampliação dos investimentos pelo vice-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, que está em visita à sede da InBetta. O comando da empresa estará no próximo dia 12 de dezembro, no Palácio do Campo das Princesas, para a formalização da expansão do empreendimento em Pernambuco. A expectativa é de que a primeira etapa da fábrica entre em operação em março do próximo ano. A InBetta vai adquirir mais 6 hectares de área, totalizando um parque fabril de 34 mil m².

    O governador lembrou que teve a oportunidade de visitar a empresa, no início do ano. “O Grupo InBetta conhece e confia na nossa forma de trabalhar e, por isso, vai fazer de Pernambuco o seu grande polo de distribuição para todo Norte e Nordeste”, disse Paulo Câmara.

    De acordo com o vice-governador Raul Henry, essa ampliação contemplará novas linhas de produção, automatização e modernizações, que produzirão além de produtos inicialmente planejados, novos produtos, destinados para a região. Considerado como o maior projeto já aprovado pela empresa gaúcha, o empreendimento irá gerar – na etapa inicial – mais de 300 empregos diretos e outros 1,2 mil indiretos, dando prioridade à mão de obra local.

    Quando concluída, a unidade irá produzir bens de consumo, higiene, material de limpeza doméstica e industrial, ferramentas e utensílios, produtos que serão distribuídos para todo o Nordeste. A primeira etapa da unidade vai ocupar uma área de 33 mil m², localizada às margens da PE-22, em Maranguape 2. As empresas InBetta, possuem importantes marcas como Bettanin, Atlas, Sanremo, Primafer, Ordene e SuperPro, que juntas, produzem mais de 4.500 diferentes produtos, totalizando cerca de 50 milhões de unidades produzidas por mês, comercializadas em todo o Brasil e exportadas para mais de 50 países.

    Cidades: Paulista
    Assuntos: sei, paulo camara, inbetta, investimento, fabrica
    Compartilhe: Link para o post:
  • Fempe debateu Educação Empreendedora

    | Economia

    fempe 

    A reunião do GT Educação Empreendedora do Fórum Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte de Pernambuco (Fempe) realizada nesta sexta-feira (10), no Sebrae, contou com a participação de representantes das Secretarias de Educação, Cultura/Fundarpe, Mulher e Meio Ambiente, além da Universidade Federal de Pernambuco, do Senai e da Agência de Fomento de Pernambuco (Agefepe). O evento é uma iniciativa da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco (Sempetq).

    O encontro promoveu duas palestras sendo a primeira sobre o Funcultura, o novo Sistema de Incentivo à Cultura (SIC/PE), o edital para microprojetos e o crédito para a Cultura. Segundo o superintendente de Gestão do Funcultura, Gustavo Duarte de Araújo, com a nova lei do Sistema de Incentivo à Cultura, sancionada em julho deste ano, novas oportunidades de interação de produtores culturais com empresários serão possíveis de ocorrer por co-financiamento. "A reunião do Fórum possibilitou apresentar as novas modalidades de operação do SIC/PE, a exemplo do microprojetos culturais, do Credcultura e do Mecenato", afirmou.

    A superintendente pedagógica da educação integral e profissional de Pernambuco, Maria Medeiros, conduziu a segunda palestra sobre empreendedorismo como uma realidade nas Escolas de Referência em Ensino Médio (EREM) e a parceria com o Sebrae no projeto Despertar, que estimula o jovem a empreender, tornando-o protagonista e o preparando para os desafios do mercado de trabalho a partir de atitudes empreendedoras. "Estarmos reunidos no Fempe oportuniza a troca de informações e conhecimentos que potencializam as ações desenvolvidas pela Secretaria de Educação de Pernambuco", comentou.

    FEMPE - Conta com a participação ativa de entidades do setor público e privado. Tem como objetivo a articulação, o desenvolvimento de estudos, a elaboração de propostas e o encaminhamento dos temas específicos que deverão compor a agenda de trabalho. Propõe ajustes na legislação, acompanhamento da implementação das políticas públicas estaduais de apoio e fomento às microempresas e empresas de pequeno porte de Pernambuco, integrando órgãos governamentais, entidades de apoio e de representação que atuem no segmento. Além do GT Educação Empreendedora, o Fempe debateDesoneração e Desburocratização; Exportação; Compras Governamentais; Inovação e Acesso ao Crédito.

    EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA - contribui para a capacitação das MPEs nos mais diversos temas e assuntos de seu interesse, divulgando de forma ampla e adequada, considerando que a informação de qualidade é o principal instrumento para a promoção do crescimento das empresas. 

    COMÉRCIO EXTERIOR - A próxima reunião do Fempe discutirá Comércio Exterior e Exportação no dia 17 de novembro, das 9h às 11h, na Agefepe, na Rua Dom João da Costa, 20, Torreão.

     

    Assuntos: sempetq, debate, eduação empreendedora, credcultura, fempe
    Compartilhe: Link para o post:
  • TJPE suspende liminares que impediam Pernambuco de cobrar ICMS sobre tarifas de distribuição e transmissão de energia elétrica

    | Economia

    O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, suspendeu 23 liminares que impediam o Estado de Pernambuco de incluir na base de cálculo do ICMS cobrado nas faturas de energia elétrica os valores referentes à Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição (TUSD) e à Tarifa de Uso do Sistema de Transmissão (TUST). A decisão, publicada nesta quarta-feira (8) no Diário da Justiça, acolhe pedido de suspensão apresentado pela Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE).

    A TUST e a TUSD são tarifas pagas na compra da energia elétrica para remunerar o uso do sistema de transmissão e distribuição. A incidência do ICMS nessas tarifas está sendo discutida no Superior Tribunal de Justiça e tem gerado um efeito multiplicador de processos contra os Estados da federação.

    O presidente do TJPE baseou sua decisão na “ocorrência de risco de grave lesão à economia pública”, com a possibilidade de consequente “comprometimento na prestação de serviços públicos essenciais”. Os dados apresentados pela PGE-PE em sua petição ao TJPE apontam que as liminares em questão já implicaram perdas de arrecadação da ordem de R$ 400 mil por mês, conforme nota técnica da Secretaria da Fazenda, com base em dados fornecidos pela Celpe.

    O ICMS recolhido sobre a energia elétrica correspondeu, no ano de 2016, a 11,54% da arrecadação total de ICMS no estado. Caso todos os contribuintes do Estado de Pernambuco ingressassem com demandas idênticas, o prejuízo anual na arrecadação do ICMS seria de R$ 700 milhões. Atualmente, já tramitam cerca de 3 mil processos sobre a matéria em Pernambuco.

    “Constata-se, portanto, que a execução das liminares ora impugnadas tem indiscutível potencialidade de causar grave lesão às reservas públicas, na medida em que, ao se afastar as tarifas TUSD e TUST da base de calculo do ICMS, haverá grande redução no recolhimento do imposto nas operações de circulação de energia elétrica praticadas, ainda mais quando desponta a proliferação de ações judiciais sobre o tema. Com a queda expressiva na arrecadação, é possível haver comprometimento na prestação de serviços públicos essenciais”, escreveu o presidente do TJPE na decisão, que cita entendimentos semelhantes dos tribunais de justiça do Mato Grosso, do Maranhão, além do Supremo Tribunal Federal (STF). 

    Assuntos: pge, tjpe, sefaz, suspensao de liminar, icms
    Compartilhe: Link para o post:
  • Condepe/Fidem entrega plano que vai orientar desenvolvimento no entorno de Salgueiro

    | Economia

    condepe 

    Representantes de nove municípios do Sertão de Pernambuco estiveram presentes à oficina de trabalho para apresentação do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável de Salgueiro e seu entorno. O evento ocorreu nesta terça-feira, 07, em  Salgueiro, tendo na programação, entre outras atividades, a formação de um grupo gestor que vai dar prosseguimento às atividades deste plano que pretende transformar a região em um polo econômico dinâmico.  Também foram entregues aos cerca de 60 participantes livretos com resumo do plano.  O documento será disponibilizado via web no site www.condepefidem.pe.gov.br.

    O território de Salgueiro e seu entorno detém 13% da população e participação de 1,4% no Produto Interno Bruto de Pernambuco, contando com projetos estruturadores, entre eles a integração do rio São Francisco com bacias hidrográficas do Nordeste Setentrional, a Ferrovia Transnordestina e a implantação de uma plataforma logística multimodal. 

    O Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável de Salgueiro e seu entorno foi construído pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco - Condepe/Fidem, a partir de convênio técnico com a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste - Sudene, vinculada ao Ministério da Integração Nacional. O objetivo foi servir de instrumento orientador para as iniciativas de diferentes atores sociais de forma a alcançar o desenvolvimento sustentável, consolidando a região como polo de interiorização do desenvolvimento de Pernambuco. São beneficiados com a ação, além de Salgueiro, os municípios de Belém de São Francisco, Cabrobó,Carnaubeira da Penha, Cedro, Mirandiba, Parnamirim, São José do Belmonte, Serrita, Terra Nova e Verdejante.

    Em sua fala, ao realizar a abertura do evento, o diretor executivo de Apoio à Gestão Regional e Metropolitana da Agência Condepe/Fidem, Luciano Pinto, que na ocasião representou o presidente da entidade Bruno Lisboa, enfatizou que a entrega do plano é mais um passo a favor da política do governador Paulo Câmara de interiorizar o desenvolvimento, "apoiando as ações empreendidas para o conjunto de municípios".

    Também fizeram parte da mesa de abertura Geraldo Junior, secretário de Planejamento do município anfitrião, que representou o prefeito Clebel Cordeiro; a coordenadora de Infraestrutura e Meio Ambiente da Sudene, Helena Castro; e a prefeita de Mirandiba, Rose Cléa Sá. A prefeita registrou a importância do plano diante do quadro de crise econômica que atravessa o Pais. Já a vereadora de Salgueiro, Paizinha Patriota considera o plano um avanço e que deve servir de forma concreta como um instrumento norteador para o planejamento.

    DIRETRIZES - O Plano indica seis eixos norteadores, cada um com suas linhas de ação: Desenvolvimento econômico (fortalecimento de Salgueiro como centro logístico, ampliar a disponibilidade de água para as atividades produtivas na área rural, viabilizar e acelerar a distribuição de gás natural até o Sertão, elevar o rendimento da produção agrícola,incentivar a formalização da atividade produtiva entre outras); Acessibilidade e mobilidade com qualidade (melhorar o planejamento do transporte intermunicipal, promover e regulamentar o transporte para a zona rural, aumentar o controle urbano sobre os logradouros públicos, entre outras); Desenvolvimento Social (reduzir o percentual de analfabetismo na região, diminuir a taxa de mortalidade infantil, entre outros); Sustentabilidade ambiental (garantir a disponibilidade  de água para consumo humano, garantir o acesso à água, reduzir os percentuais de desmatamento); Crescimento Urbano (estabelecer novos processos que contribuam com maior eficiência para o controle urbano e ambiental, garantir um suporte legal voltado para a regularização fundiária); e Gestão Regional Integrada e participativa.

    Cidades: Salgueiro
    Assuntos: condepe/fidem, plano de desenvolvimento, Salgueiro, desenvolvimento, sertão de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post: