meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Polos juninos incrementam a economia local e atraem turistas para Pernambuco

    | Economia, Cultura


    Caruaru, Gravatá, Petrolina, Limoeiro, Arcoverde e Bezerros são os municípios mais procurados nesse período

    Já conhecido como tradicional polo dos festejos populares do Brasil, Pernambuco espera receber milhares de visitantes que vão aproveitar as festas juninas. A expectativa é as festividades de São João injete, aproximadamente, R$ 260 milhões na economia de Pernambuco. A previsão é fruto de pesquisa realizada pela Empetur, que aponta um crescimento de 0,85% em relação à receita acumulada em 2016. Cidades com tradição nos festejos juninos, no interior, são responsáveis por grande parte da receita do Estado.

    Uma campanha foi lançada sob o tema “Pernambuco é todo São João”. O jingle cultural com autêntico forró já está nas rádios das principais cidades do Nordeste e as TVs foram invadidas com images que mostram a tradicional festa junina com quadrilha, forró, trio pé de serra, fogueiras, fogos e comidas típicas que darão o tom da festa desse ano.

    A Empetur ainda instalou Centros de Atendimento ao Turista (CATs) temporários nos principais pontos de fluxo turístico. Os CATs móveis funcionarão entre os dias 22 a 26 de junho e contam com atendentes especializados, trilíngues (português, inglês e espanhol) e disponibilizando todos os materiais produzidos pela Empetur. O CAT Caruaru ficará localizado no Polo Cultural e terá como parceira a Prefeitura do município. Já o município de Arcoverde contará com o CAT móvel (ônibus), na Praça da Bandeira, principal polo de animação junina, que funcionará também das 16h às 22h. 

    OCUPAÇÃO HOTELEIRA - A expectativa de ocupação hoteleira durante o São João nos polos juninos é de 94,62%, considerando Caruaru, Gravatá, Petrolina, Arcoverde e Bezerros. “Pernambuco tem trabalhado de forma intensa na divulgação do seu calendário festivo nos mercados emissores e em novos mercados, e também fechado parcerias com empresas do setor turístico. Todo esse trabalho admite estimar um crescimento nos números do São João em relação ao último ano”, diz o secretário de Turismo de Pernambuco, Felipe Carreras.

    AEROPORTO - No Aeroporto Internacional do Recife, o número da movimentação de passageiros, segundo a Infraero, é de cerca de 100 mil turistas, entre embarque e desembarque. Lá está sendo esperado um incremento de 8% no desembarque comparado ao mesmo período do ano anterior. As cidades que mais vão emitir visitantes para o Recife são: São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza e Brasília.

    TIP – Já no Terminal Rodoviário Prefeito Antônio Farias, a previsão é que, durante os dias de 22 a 26 de junho, ocorra a chegada de aproximadamente 32.500 passageiros, o que significa um aumento de fluxo de até 40% se comparado ao movimento normal, a previsão é a de que sejam oferecidas uma média de 135 viagens extras. No Estado de Pernambuco, os destinos mais procurados são os municípios que se consolidaram como rotas tradicionais, como Gravatá, Caruaru, Arcoverde e Petrolina. Para as viagens interestaduais, os principais destinos são João Pessoa, Campina Grande Natal, Fortaleza, Maceió e Aracajú.

    Nessas datas, para atender a demanda do período de festejos juninos, o TIP irá funcionar com operação especial. Só para Caruaru estão previstas cerca de 30 viagens por dia, e a operadora responsável pela linha (Caruaruense) está preparada para oferecer a inclusão de horários suplementares com saídas a cada 15 minutos (no dia 23) ou 30 minutos (no dia 24), caso haja demanda. A previsão é de que 5.000 passageiros escolham brincar o São João no município. Outras linhas oferecidas pela empresa Progresso e que passam em Caruaru também ganharão reforço, com um aumento de 50% da frota ligando as localidades de Maceió x Caruaru e Campina Grande x Caruaru. Os veículos partem de meia em meia hora.

     

    -- 

     

    Assuntos: Não há assuntos relacionados.
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara determina adiantamento de 50% do 13º salário de servidores dos municípios mais atingidos pelas enchentes

    | Economia, Administração
     Paulo Camara
     
    Em nova medida para reestabelecer a normalidade nos municípios atingidos pelas chuvas e movimentar a atividade econômica, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou hoje (15/06) que antecipará o pagamento de 50% do 13º salário para servidores de 23 cidades da Mata Sul e do Agreste declaradas em "Situação de Emergência" no Estado. O decreto será publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (16/06). O pagamento acontecerá, por parte do Governo, no próximo dia 29 de junho, injetando R$ 8 milhões na economia da região. O anúncio foi feito durante reunião do governador com a Comissão Especial da Câmara Federal de Acompanhamento das Enchentes, no Palácio do Campo das Princesas.
     
    Estão sendo beneficiados os municípios com maior quantitativo de habitantes diretamente afetados pelas chuvas de maio. Assim, receberão antecipadamente o benefício servidores residentes em Água Preta, Amaraji, Barra de Guabiraba, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré e Xexéu.
     
    "O adiantamento de 50% do 13º salário é muito importante para as famílias neste momento de emergência. Estamos fazendo tudo ao nosso alcance para que estes municípios afetados pelas chuvas retomem seu dia a dia, o comércio e as escolas voltem a funcionar, os alunos retomem as aulas e os hospitais retomem atendimentos, como vem acontecendo aos poucos. Já fizemos a antecipação do pagamento do Chapéu de Palha e agora vamos adiantar metade do 13º. É um esforço grande que estamos fazendo nas contas do Estado, neste momento de crise econômica, mas que o nosso povo merece, precisa e é isso que esperam de nós, governantes", afirmou Paulo Câmara.

    A gratificação natalina, mais conhecida como 13º, será concedida exclusivamente aos servidores, empregados públicos e militares do Estado, ativos, aposentados e pensionistas do Poder Executivo Estadual residentes nos referidos municípios com Situação de Emergência declarada mediante decreto.
     
    Entre as medidas que já foram anunciadas pelo Governo de Pernambuco dentro da Operação Prontidão, criada para atender de imediato e amenizar os danos causados à população, estão a postergação da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para os comerciantes das áreas atingidas; o cancelamento da cobrança da conta de água para os locais abastecidos pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa); e a antecipação do pagamento do Programa Chapéu de Palha para as modalidades de pesca e cana-de-açúcar.
     
    BALANÇO - O Gabinete de Crise, que cuida da Operação Prontidão, registrou um total de 2.064 pessoas desabrigadas e de 33.779desalojadas. Ao todo, já foram distribuídos 150.400 metros quadrados (m²) de lonas; 10.355 kits dormitórios; 9.771 colchões; 197,7 toneladas de alimentos; 237.580 litros de água; 8.849 kits de limpeza; 3.350 kits de higiene; e 96,8 toneladas de roupas. Foram implantados 19 escritórios locais em 25 municípios mais atingidos pelas chuvas. 
     
    No momento de maior demanda da Operação Prontidão, o efetivo diário da força de segurança chegou a 484 homens, entre profissionais da Defesa Civil, PMPE, CBMPE, Exército, Aeronáutica e Marinha. Foram usadas 2 aeronaves do Estado e 3 das Forças Armadas para salvamento, resgate e distribuição de alimentos e água; 99 máquinas alocadas nos municípios para auxiliar na limpeza das cidades; e 28 carros pipas. Um Hospital de Campanha foi instalado em Rio Formoso e 19 equipes da Secretaria Estadual de Saúde estão atuando nos municípios.
     
    O trabalho do Gabinete de Crise, instalado no segundo andar do Palácio do Campo das Princesas, segue a todo vapor desde o dia 30 de maio. As doações do Estado e empresas parceiras são encaminhadas diariamente para as cidades atingidas. A equipe desta força-tarefa acionada para atender de imediato a população é composta por técnicos das Secretarias/Órgãos: SEPLAG, CAMIL, CODECIPE, SECHAB, SDS, SES, SETRA, SDSCJ, SAD, SCGE, PGE, SECID, COMPESA, APAC E SERH.
     
    O Governo de Pernambuco decretou Estado de Emergência em 27 municípios (Decretos nº 44.491/2017, nº 44.492/2017 e nº 44.531 /2017). São eles: Amaraji, Água Preta, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Catende, Cortes, Jaqueira, Maraial, Palmares, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, Barreiros , Gameleira, Caruaru, Ipojuca, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Primavera, Quipapá, Sirinhaém, Tamadaré, Xexéu, São José da Coroa Grande, Bonito e Escada.
     
    PARCEIROS - A Coca-Cola doou 25 mil litros de água; a Celpe 500 geladeiras; a Brasil Kirin 20.592 litros de água; a Tupan 200 botas galocha, a Sobral Calçados mais de 100 pares; a Vitarella 13 toneladas de biscoito e 1 tonelada de macarrão; a ASA 20 fardos fraldas e 20 caixas de absorventes; a Baby Roger 320 pacotes de fraldas; a SELMI 23 toneladas de alimentos (macarrão e bolacha); a Brilux 10 caixas de detergente e 70 de água sanitária; a Even 10 caixa de creme dental e 20 de sabonete; a FEDEX  disponibilizou caminhões; a TUTANAT 200 cosméticos de higiene pessoal; a Flamin corte de lençóis e roupas infanto-juvenil; a Studio Zero: 450 peças de roupas e a Eta 1.200 garrafas de 2 litros de suco e 262 sacos de leite em pó.


    Fotos: Aluisio Moreira/SEI
    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, chuvas, mata sul, agreste, antecipação pagamento de 50% do 13 salario, decreto,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Mutirão do Procon/PE atende mais de mil pessoas na primeira semana

    | Economia, Direitos Humanos


    Negociações seguem até a próxima sexta-feira, 16, na sede do órgão.                                                                                                                       
     
    Mais de mil pessoas negociaram suas divididas na primeira semana do Mutirão dos Superendividados, realizado pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), através do Procon-PE. O saldo é mais R$ 500 mil negociados com as empresas participantes. Os atendimentos seguem até a próxima sexta-feira (16) e estão sendo realizados na sede do Procon, localizada na Rua Floriano Peixoto, 141, bairro de São José, no Recife, das 8h às 14h.
     
    Para o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, essa é uma ótima oportunidade para o consumidor limpar o nome. “As empresas participantes vêm com oportunidades diferenciadas e um número maior de parcelamento do que os oferecidos em suas unidades”, frisa. O taxista Klebson Oliveira foi um dos que conseguiu um boa negociação. A dívida que tinha com a Compesa passou de R$ 1.860, para uma única parcela de R$ 600. “O desconto foi maravilhoso. E a sensação de não ficar mais devendo é muito boa”, comemorou. 
     
    No mutirão, o consumidor pode negociar dividas com os todos os bancos, Celpe, Compesa, TIM, Claro, Vivo, NET e o IPTU do Recife. Para participar da conciliação é necessário apresentar original e cópia da carteira de identidade, CPF e do comprovante de residência, além de documentos que possam comprovar a dívida, como nota fiscal, ordem de serviço, fatura, comprovante de pagamento e/ou contrato, entre outros. Caso no documento conste o nome de outra pessoa, que não seja o titular, é preciso procuração reconhecida em cartório para a representação.
     
    • Números da primeira semana
    Pessoas atendidas – 1.200
    Negociação fechadas pela Celpe – R$ 486.003,52
    Negociações fechadas pela Compesa – R$ 173.313,26
     
    As outras empresas ainda não repassaram os dados de negociações para o Procon-PE.
    Assuntos: sjdh, Procon-pe, multirao dos superendividados,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara participa da inauguração de um dos maiores complexos eólicos da América Latina

    | Economia, Meio Ambiente
     
    Casa dos Ventos
     
     
    Ventos do Araripe
     
    Com investimento de R$ 1,8 bilhão, o complexo Ventos do Araripe III foi instalado na Chapada do Araripe, entre Pernambuco e Piauí, e tem capacidade de gerar 359 MegaWatt, podendo abastecer até 400 mil casas.
     
    ARARIPINA - Atento ao futuro da sustentabilidade, o governador Paulo Câmara participou, nesta sexta-feira (09.06), da inauguração do maior complexo eólico do Brasil: o Ventos do Araripe III. Com um investimento de R$ 1,8 bilhão da Casa dos Ventos, o projeto está localizado no alto da Chapada do Araripe, entre os estados de Pernambuco e Piauí. Em solo pernambucano estão instalados cinco parques e 60 aerogeradores, com capacidade de gerar 359 MegaWatt (MW), abastecendo até 400 mil casas dos dois estados. Ao todo, a instalação do complexo foi responsável pela geração de 1,5 mil postos de trabalho, com prioridade da mão de obra local.
     
    "O Ventos do Araripe III é um projeto que está totalmente conectado e dialogando com o futuro que a gente precisa. A energia eólica é a garantia de um meio ambiente limpo e é importante continuar nesse caminho, mostrando que é possível, mesmo em momentos difíceis, avançar com ideias inovadoras e que aproveitem a potencialidade de cada estado", afirmou o governador Paulo Câmara, acrescentando que o projeto garantirá a sustentabilidade energética de Pernambuco. “Quando falamos em desenvolvimento, temos que falar em desenvolvimento econômico, que gera emprego e renda, e social, que garante à população de baixa renda o acesso aos serviços públicos. Mas precisamos pensar nesses dois aspectos garantindo o futuro do meio ambiente", pontuou Paulo.
     
    Ao todo, são 14 parques e 156 aerogeradores, instalados em propriedades arrendadas de cerca de 70 famílias das cidades de Araripina e de Simões (PI), que se tornaram parceiras da Casa dos Ventos. O modelo permite que os moradores recebam mensalmente uma quantia calculada a partir da energia gerada. Ao todo, mais de R$ 5 milhões serão pagos anualmente aos moradores locais com propriedades arrendadas.
     
    O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade estadual, Sérgio Xavier, destacou a importância do empreendimento. "O parque eólico traz muitos benefícios para Pernambuco, pois gera energia limpa, o que reduz emissões de gases que provocam o aquecimento global", registrou. Com a instalação do Ventos do Araripe III, cerca de 500 mil toneladas de dióxido de carbono deixarão de ser emitidas anualmente na atmosfera. O gestor também ressaltou que a chegada do complexo trouxe, e continuará trazendo, desenvolvimento social e econômico para Pernambuco. "O projeto tem um grande potencial a ser explorado, sobretudo porque é uma indústria que chega ao semiárido sem precisar de água", completou.
     
    O presidente da Casa dos Ventos, Mário Araripe, destacou que o Ventos do Araripe III, com 87 mil hectares, é o maior parque eólico do País. "Esse complexo não tem igual no Brasil e se assemelha a poucos no mundo. A chapada pode, por exemplo, suprir Pernambuco com a energia produzida", afirmou. 
     
    Também estiveram presentes na inauguração o governador do Piauí, Wellington Dias; os deputados federais Kaio Manissoba e Tadeu Alencar; e a deputada Estadual Roberta Arraes.
     
    Fotos: Aluísio Moreira/SEI
    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, complexo eólico, ventos do araipe III, sustentabiidade,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara recebe embaixadores para discutir parcerias com a França e a Coreia

    | Economia
    O governador Paulo Câmara dedicou parte da tarde desta terça-feira  (06.05) para discutir possibilidades de novas parcerias internacionais em Pernambuco. Às 16h, o chefe do Executivo estadual recebeu, no Palácio do Campo das Princesas, o embaixador da França no Brasil, Laurent Bili. Na reunião, foram analisados possíveis investimentos por grupos privados do país europeu em diversas áreas, sobretudo no transporte urbano e na área farmacêutica.

    “Trouxemos algumas empresas que têm interesse em trabalhar em Pernambuco ou trabalhar em projetos estaduais e municipais", contou o embaixador francês, detalhando que, no momento, os grupos privados estão discutindo com a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) o formato desses investimentos.
    O representante francês destacou que, embora a imagem do Brasil seja a de que o país está passando por um momento difícil, Pernambuco apresenta um cenário de confiança para novos investimentos. “Nesse panorama de um país em crise, Pernambuco se sai muito bem pela capacidade de financiar projetos e pela boa gestão. Isso interessa muito as empresas e atraem investimentos”, ressaltou.
     
    COREIA DO SUL – Antes de receber o embaixador da França no Brasil, o governador Paulo Câmara se reuniu com o embaixador da República da Coreia no Brasil, Jeong Gwan Lee. Durante o encontro, o representante do país asiático afirmou que tinha o objetivo de estreitar a relação com Pernambuco e trazer mais investimentos ao Brasil. Jeong Gwan Lee também destacou que, embora não tenha pretensão de instalar um consulado do país em Pernambuco, planeja nomear um embaixador honorário com o intuito de ter um contato maior entre o Estado e a Coreia.  A equipe do embaixador visitou o Complexo Industrial Portuário de Suape e a Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe).

    Também estiveram presentes nas reuniões o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry; os secretários Fred Amâncio (Educação) e José Neto (Assessoria Especial); o presidente da AD-Diper, Leonardo Cerquinho; e a secretária-executiva de Relações Internacionais, Rachel Pontes.

    Fotos: Wagner Ramos/SEI

    --
    Assuntos: paulo camara, embaixador frança, embaixador corea, laurent bili, addiper, jeong gwan lee, suape, fiepe,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Programa de negociação já arrecadou R$ 56,2 milhões

    | Economia


    Prazo para adesão das empresas vai até 30 de junho 

    A Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco (Sefaz-PE) arrecadou cerca de R$ 56,2 milhões com o programa de negociação das pendências das empresas beneficiadas pelo Prodepe. Até hoje (dia 06), um total de 253 empresas já regularizam a sua situação com o pagamento dos débitos. Do total arrecadado, R$ 35 milhões foram pagos à vista. Esse resultado é parcial, já que o programa vai durar até o próximo dia 30.

    Os contribuintes tiveram benefícios como descontos de até 90% no débito e parcelamento da dívida em até 24 meses para aderir à negociação. “Concedemos ótimos incentivos para que as empresas regularizassem suas situações. Toda a equipe da Sefaz-PE trabalhou incessantemente para obter esse resultado tão positivo”, explica o secretário da Fazenda, Marcelo Barros. 

    O programa ainda está em vigor e as empresas que tiveram seus benefícios fiscais suspensos temporariamente devido a pendências poderão fazer a adesão até o dia 30 de junho. Nesse caso, as que optarem pelo pagamento à vista e integral do débito terão um desconto de 80%. No parcelamento em até 24 prestações mensais e sucessivas, o abatimento é de 70%.

    A negociação deve beneficiar 500 empresas dos setores industrial e atacadista. Os descontos são concedidos em relação aos créditos tributários que já tenham sido constituídos pela Sefaz-PE ou sobre as obrigações ainda não apuradas por essa Secretaria.

    Para aderir ao benefício, os contribuintes devem procurar uma das 26 agências da Receita Estadual espalhadas pelo Estado. Os endereços e os contatos das agências estão disponíveis no Portal da Sefaz (www.sefaz.pe.gov.br). Com a regularização das pendências fiscais, as empresas poderão retomar o usufruto regular de seus benefícios, investir na produção e aderir a linhas de créditos junto às instituições financeiras. 

    Assuntos: sefaz-pe, prodepe, negociação de pendencias, pagamento de débitos, regularização
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco publica decretos para beneficiar comércio de municípios em estado de Emergência e estimular doações

    | Economia, Administração
    Em mais um esforço para tentar minimizar os impactos causados pelas fortes chuvas nos municípios em estado de Emergência da Mata Sul e do Agreste, o governador Paulo Câmara assinou, nesta segunda-feira  (05.06), dois decretos para auxiliar o comércio das áreas afetadas e estimular as doações à população atingida. A primeira medida estabelece a postergação do prazo de pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para comerciantes. A segunda concede benefícios do ICMS relativos à saída de mercadorias destinadas às vítimas das enchentes. Os decretos, publicados na edição desta terça-feira (06.06) do Diário Oficial do Estado, valem para os 27 municípios em situação de Emergência.
     
    De acordo com o decreto nº 44.532, os prazos de recolhimento do ICMS serão prorrogados até o dia 30 de novembro de 2017 para comerciantes que se enquadrem nas categorias de microempresa e microempreendedor individual. A medida considera "a extrema gravidade das consequências dos transtornos causados às atividades econômicas, bem como ao cotidiano dos moradores dos municípios pernambucanos afetados". Com o decreto, os comerciantes locais terão mais condições de restabelecer suas atividades e uma tranquilidade maior para recuperar seus negócios.
     
    Já o decreto nº 44.533 aponta que, no período de 1º de junho a 31 de agosto de 2017, as operações de saída de mercadorias destinadas a doações para vítimas das enchentes dos municípios em situação de Emergência estarão dispensadas do estorno do crédito fiscal.
     
    Os municípios beneficiados com os dois decretos publicados são Água Preta, Amaraji, Barra de Guabiraba, Barreiros, Belém de Maria, Bonito, Caruaru, Catende, Cortês, Escada, Gameleira, Ipojuca, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré e Xexéu.

    Decreto Doações

    Decreto ICMS
    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, decretos para auxilio do comercio, doações, mata sul, agreste, icms,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Parceria com Aché reforça Pernambuco como um hub de distribuição para o Norte e o Nordeste

    | Economia, Saúde
    Aché

    Durante solenidade no Palácio do Campo das Princesas, na última sexta-feira (26.05), o governador Paulo Câmara concretizou a compra e venda do terreno onde serão construídos empreendimentos do Grupo

     
    Cinco meses após o governador Paulo Câmara e o presidente do Aché Laboratórios, Paulo Nigro, firmarem acordo assegurando a implantação de uma planta industrial e de uma Central de Distribuição (CD) no Complexo de Suape, o chefe do Executivo estadual e representantes da empresa assinaram, nesta sexta-feira (26.05), no Palácio do Campo das Princesas, o contrato de compra e venda do terreno de 25 hectares onde serão construídos os empreendimentos. A parceria é mais uma iniciativa que reforça a atuação de Pernambuco como um hub de distribuição para o Norte e o Nordeste.
     
    “Esse é mais um passo para consolidar Pernambuco como um hub de distribuição das regiões Norte e Nordeste. Será um pólo diferenciado e sabemos que, a partir da instalação dessa fábrica, a cadeia de remédios começará a ter um olhar diferenciado para o Estado, e atrairemos mais investimentos”, afirmou o governador Paulo Câmara, destacando que Pernambuco se consolidará também como um polo farmacêutico. Com um investimento inicial de R$ 500 milhões, a Indústria do Aché vai gerar 500 postos de trabalhos diretos e outros 2,5 mil indiretos.
     
    O governador também comentou sobre a força de atração de investimentos demonstrada por Pernambuco, devido, entre outras coisas, à clareza das regras estaduais e a transparência observada nas negociações tocadas pela administração estadual. "Consolidações como essa só acontecem em virtude do cumprimento dos papeis de cada um. Ninguém realiza um investimento como esse se não tem a confiança no parceiro, e Pernambuco recebe um empreendimento privado em um momento de pouca atração de investimentos em outros Estados”, grifou. O investimento realizado pelo Grupo Aché em Pernambuco foi o maior anunciado pelo setor privado no ano passado em todo o País.
     
    Paulo revelou que, assim que acabar o período de chuvas, as obras para a implantação dos empreendimentos do Aché começarão. “Entre o final de 2018 e o começo de 2019, já teremos uma fábrica pronta, empregando pernambucanos e sendo referência em medicamentos”, concluiu.
     
    O diretor de operações do Aché Laboratórios,  Adriano Alvim, elencou os critérios pelos quais Pernambuco foi escolhido para ser sede do grupo no Nordeste. “Além de as regiões Norte e Nordeste serem as que mais crescem no Brasil no segmento farmacêutico, escolhemos devido à infraestrutura, à oferta de profissionais altamente qualificados, às universidades e escolas técnicas”, avaliou. 

    EXPORTAÇÃO - Alvim destacou a localização estratégica do Porto de Suape como um diferencial para o planejamento do Aché. “Especificamente, vamos construir a nossa fábrica no Complexo de Suape porque essa fábrica será a nossa plataforma para crescimento para o Norte e Nordeste, mas, também, para a exportação. É aí que entra a importância do Porto de Suape e de toda a infraestrutura logística”, completou.

    A expectativa é de que a nova unidade, quando estiver em plena operação, em 2021, aumente a capacidade produtiva do Aché em cerca de 50%.  A nova planta - primeira em solo nordestino - será um importante reforço para o polo Farmacoquímico do Estado, que já conta com 11 empresas. O Aché é uma empresa 100% brasileira com 50 anos de atuação no mercado farmacêutico. Hoje, o grupo paulista, que emprega 4,5 mil pessoas, conta com quatro complexos industriais: em Guarulhos (SP), São Paulo (SP), Londrina (PR) e Anápolis (GO).
     
    Também estiveram presentes na cerimônia de assinatura o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry; o secretário Felipe Carreras (Turismo, Esportes e Lazer); o Chefe das Assessorias Especiais, José Neto; o secretário-executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto; o presidente e o vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Marcos Baptista e Marcelo Bruto, respectivamente.

    Fotos: Wagner Ramos/SEI
    Cidades: Cabo de Santo Agostinho
    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, aché, suape, polo farmacoquimico, laboratorios aché,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Itep é referência na análise de frutas para exportação

    | Economia, Tecnologia

     Itep

    Na contramão da crise, a exportação de frutas continua alavancando a economia brasileira. Só em 2016, o setor movimentou mais de 700 mil dólares segundo dados da Associa­ção Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abra­frutas). A qualificação das frutas em atendimento às exigências da União Europeia está entre os principais pontos que contribuíram para o crescimento e consolidação do segmento. O Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) é referência na realização de análises para atestar e elevar a qualidade das frutas made in Brasil, atendendo todo o país, com destaque para os produtores do Vale do São Francisco, que hoje já é responsável por 99% de toda exportação nacional de uva e 85% de todas as mangas exportadas pelo Brasil, de acordo com informações da Associação de Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Fran­cisco (Valexport).

    A gerente do Núcleo Alimento Seguro e Sustentável do Itep, Adélia Araújo, ressalta que o trabalho desenvolvido pelo instituto segue os critérios de qualidade e de rastreabilidade exigidos pelo mercado, em especial o importador. Cada fruta passa por uma avaliação minuciosa para verificar a existência de resíduos de agrotóxicos, englobando mais de 500 compostos. As análises realizadas pelo Itep são acreditadas (ISO/IEC 17025), credenciadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Anvisa e Inmetro. O resultado é um serviço confiável e com nível de excelência abalizado pela União Europeia.

    O reconhecimento das soluções e serviços oferecidos tem relação com o investimento em pesquisa e capital humano. “Nossos profissionais são comprometidos em estudar soluções. A nossa equipe tem mestres, doutores e técnicos especializados que participam de treinamentos, feiras, palestras e eventos científicos no Brasil e no exterior”, destaca a gerente.

    QUALIFRUIT.COM - Para incentivar a exportação de frutas do Vale de São Francisco para a Europa, o Itep desenvolveu, em parceria com o Governo de Pernambuco, um programa de acompanhamento à inspeção das frutas realizada no Porto de Roterdã, na Holanda, porta de entrada de todo o material produzido no Sertão pernambucano. Iniciado em 2010 e mantido até 2015, o programa pioneiro no país foi decisivo para a consolidação das frutas do Vale do São Francisco no mercado europeu. “O Qualifruit funcionava como o olho do produtor no exterior. Através das informações das condições e da qualidade das frutas, os produtores ganham poder na negociação de preço de venda e definição de mercado, além da possibilidade de identificar melhorias de produção, embalagem e transporte”, explica Adélia Araújo.

    Assuntos: itep, semptec, exportação, abrafrutas, governo de pernambuco, Vale do São Francisco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara discute parcerias com Dirigentes Lojistas de Pernambuco

    | Economia

    Camara Dirigentes

    O governador Paulo Câmara recebeu, nesta terça-feira (23.05), no Palácio do Campo das Princesas, representantes Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE) para discutir assuntos de interesse do comércio em Pernambuco. Na ocasião, os gestores conversaram sobre políticas tributárias e possíveis novas parcerias com a Secretaria de Defesa Social, visando o reforço da segurança nos principais centros comerciais do Estado. Outras duas reuniões com a Secretaria da Fazenda e com a SDS serão realizadas, em breve,  para a formalização das ações.

    Também participaram do encontro o vice-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry; os secretários estaduais Marcelo Barros (Fazenda) e Angelo Gioia (Defesa Social); o deputado estadual Tony Gel; o presidente da FCDL-PE, Adjair Soares; o presidente da CDL Recife, Eduardo Catão;  o presidente da CDL Caruaru, Márcio Porto; o presidente da CDL Garanhuns, Luiz Carlos Andrade; a presidente da CDL Timbaúba, Maria Edileuza Pedrosa; o coronel da CDL Recife e FCDL-PE, Eduardo Oliveira; e o consultor de projetos da FCDL-PE Wamberto Barbosa.

    Foto: Wagner Ramos/SEI
    Assuntos: paulo camara, fcdl-pe,
    Compartilhe: Link para o post: