meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • PIB de Pernambuco cresce 1,9% em 2018

    | Economia

    pib

    Dados divulgados pela Agência Condepe/Fidem revelam que número maior que o do PIB nacional, que atingiu 1,1%

    A Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem) divulgou, nesta segunda-feira (18), os números do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado do ano passado, que chegou a R$ 182,8 bilhões em valores correntes. O boletim da entidade mostra que o PIB cresceu 1,9% em 2018 em relação ao ano anterior. Em termos comparativos, a economia pernambucana apresentou um comportamento mais acelerado do que a economia brasileira no ano, já que o crescimento brasileiro foi de apenas 1,1%. A agropecuária, a indústria e os serviços são os setores econômicos que, segundo a entidade, motivaram o resultado anual. Respectivamente, os três segmentos apresentaram crescimento de 5,3, 2,0 e 1,7%.

    Já na comparação do quarto trimestre de 2018 com igual período de 2017, o indicador que mede a economia pernambucana apresentou uma elevação real de 0,2%. Esse desempenho decorreu do comportamento, no trimestre, dos três grandes setores econômicos: Agropecuária (4,9%), Indústria (-3,9%) e Serviços (1,4%). Em valores correntes, o PIB do quarto trimestre de 2018 alcançou R$ 50,7 bilhões.

    Segundo a presidente da Agência Condepe/Fidem, Sheilla Pincovsky, o fechamento do ano de 2018 foi bastante positivo para a economia pernambucana. “Com os dados do 4º trimestre, nós atingimos no ano o resultado de crescimento de 1,9%, quase o dobro do crescimento do Brasil em 2018. Pelos números iniciais de janeiro, a expectativa é de que continue o processo de retomada do crescimento da economia pernambucana, inclusive em um ritmo mais intenso do que ocorreu em 2017 e 2018”, comentou a presidente.

    SETORES – O crescimento anual de 1,9% é o resultado do desempenho de três setores: Agropecuária (5,3%), Indústria (2,0%) e Serviços (1,7%). Na agricultura, as lavouras permanentes registraram crescimento de 13,6%, destacando-se os incrementos na produção de uva, banana, manga e maracujá. A pecuária apresentou crescimento (3,8%), com destaque para o aumento na produção de ovos e na bovinocultura de corte.

    O crescimento do setor industrial (2,0%) em Pernambuco decorreu do desempenho positivo das atividades da indústria de transformação (3,2%), da estabilidade na construção civil (0,3%) e da produção e distribuição de eletricidade, gás, água, esgoto e limpeza urbana (0,0%).

    O comportamento positivo da indústria de transformação estadual durante o ano de 2018 resultou da expansão de atividades que a compõem como: Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (21,3%); fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (20,0%), com destaque para a produção. Destaque também para latas de alumínio para embalagem, esquadrias de alumínio, palha de aço, esponjas e semelhantes de fios de aço; fabricação de sabões, detergentes, produtos de limpeza, cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal (16,2%), por intermédio da produção de amaciantes de tecidos, desinfetantes para usos doméstico, institucional e/ou industrial e sabões ou detergentes em pó ou outras formas semelhantes.

    No ano, o Setor de Serviços em Pernambuco cresceu 1,7% quando comparado a 2017. As atividades do setor que mais contribuíram positivamente para este resultado foram. O Comércio, por sua vez, apresentou leve baixa (-0,4%). A atividade que apresentou expansão significativa foi a de veículos, motocicletas, partes e peças (11,0%). Ainda em sentido positivo, o varejo de móveis (2,9%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (2,7%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,6%) e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,9%).

    Assuntos: seduh, agencia condepe fidem, pib
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara reforça geração de emprego durante inauguração de fábrica em Suape

    | Economia

    Nova unidade da Camil Alimentos vai produzir arroz, feijão e açúcar, gerando 170 postos de trabalho no Cabo de Santo Agostinho

    O governador Paulo Câmara marcou presença, nesta terça-feira (12.03), na inauguração de mais um empreendimento no Polo de Alimentos do Complexo Industrial e Portuário de Suape, no Cabo de Santo Agostinho, litoral sul do Estado. A instalação da nova planta da Camil Alimentos, que inclui um centro de distribuição, representou um investimento de R$ 22 milhões. A fábrica produzirá arroz, feijão e açúcar e vai gerar 170 novas vagas de empregos diretos e indiretos.

    O governador disse enxergar no novo empreendimento uma reafirmação do potencial logístico e econômico do Estado. “Apesar da crise que o Brasil viveu nos últimos anos, há investidores, que confiaram em Pernambuco e no Nordeste. Isso é, aqui, um grande ponto de distribuição para toda a Região e, ao mesmo tempo, um grande ponto de qualificação e de recrutamento de mão de obra para os futuros investimentos nessa área de alimentos”, observou.

    Segundo Paulo Câmara, o Governo de Pernambuco seguirá realizando essas parcerias, com potencial de geração de emprego e renda. “Vamos continuar investindo na atração de indústrias com os benefícios que possam fazer a diferença na hora de escolher Pernambuco. Mas vamos, acima de tudo, continuar investindo naquilo que é tão importante, a mão de obra, o capital humano”, ressaltou.

    O secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, parabenizou o Governo do Estado pela novidade. “O governador Paulo Câmara seguiu na atração de investimentos, na geração de emprego e renda, no Pacto pelo Emprego. E isso é o que estamos fazendo aqui hoje. Estão vindo vários projetos, vários investimentos, e Pernambuco está preparado para viver um novo momento”, afirmou. Além de Schwambach, também participou da inauguração o secretário de Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação, Alberes Lopes.

    A fábrica da Camil contou com concessões de incentivos fiscais do Programa de Estímulo à Indústria do Estado de Pernambuco (Proind), ação ressaltada pelo diretor presidente do Complexo de Suape, Leonardo Cerquinho. “Esse incentivo concede 75% de isenção, 75% de crédito presumido em cima do saldo devedor de ICMS”, explicou. O Proind é uma reedição do Prodepe, e foi instituído em 2017 para garantir incentivos fiscais especificamente às indústrias.  “O empreendimento reforça a vocação do estado de Pernambuco para atender a região Nordeste na parte de distribuição, e reforça a vocação do porto de Suape como ramo de distribuição logística da região Nordeste”, acrescentou Cerquinho.

    Com 6,5 mil m² de área construída e capacidade produtiva de 10 mil toneladas por mês, a nova unidade da Camil prioriza o uso de tecnologia de ponta e leva em consideração a localização estratégica para o escoamento da produção. “Essa fábrica é chave para o Estado. Nós estamos aqui em Pernambuco desde 2001, e após 17 anos estamos dando mais esse passo. Estamos mais do que dobrando a capacidade da planta que tínhamos antes no Estado. Isso mostra o potencial de Pernambuco e o apetite que a companhia tem de crescer nessa Região. Os produtos, quando vêm do sul ou importados da Argentina ou do Uruguai, chegam aqui em Suape. A proximidade da planta ajuda muito nesse processo da logística, e daqui saem para os destinos. Então é, de fato, estratégica a localização aqui no Porto”, reforçou o CEO da Camil, Luciano Quartiero.

    LIDERANÇA - A Camil Alimentos é, hoje, líder em beneficiamento e comercialização de arroz no Brasil, Chile, Uruguai e Peru, e exporta para mais de 50 países. Atualmente, a empresa detém marcas de ponta no mercado em suas categorias: União (açúcar), Camil (arroz) e Coqueiro (sardinha).

    Cidades: Cabo de Santo Agostinho
    Assuntos: sdec, paulo camara, sei, camil, polo de alimentos
    Compartilhe: Link para o post:
  • CPRH apresenta Índice de Conservação de Mananciais que integrará o ICMS Socioambiental do Estado

    | Economia, Meio Ambiente

    cprh

    Durante dois dias, representantes de prefeituras, técnicos e gestores públicos conheceram o novo índice

    A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) apresentou o novo índice que integrará o ICMS Socioambiental de Pernambuco, resultado da ação viabilizada por meio do Projeto de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco – PSHPE denominada “Elaboração e Validação de um Índice de Conservação de Mananciais para compor o ICMS Socioambiental do Estado de Pernambuco”, que pretende beneficiar os municípios quanto à conservação  dos recursos hídricos. Para a elaboração do Índice de Conservação de Mananciais (ICM) foi adotada a bacia hidrográfica do Rio Capibaribe como estudo de caso, para posteriormente ser replicado para as demais bacias hidrográficas do Estado e possa contribuir para o desenvolvimento sustentável dos municípios. “Esse novo índice vai contribuir para estimular e ao mesmo tempo premiar aqueles municípios que preservam e cuidam do meio ambiente. Isto é de extrema importância para a sustentabilidade hídrica de Pernambuco”, disse Djalma Paes, Diretor-Presidente da CPRH.

    A elaboração do ICM começou em maio de 2018 e contou com a participação de técnicos da CPRH, da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Secretaria Estadual de Recursos Hídricos (SERH), Agência Pernambucana de Água e Clima (APAC), Companhia Pernambucana de Recursos Minerais (CPRM), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Capibaribe (COBH-Capibaribe), bem como com a colaboração de um grupo de municípios da bacia do Capibaribe. Durante dois dias, quarta (20) e quinta (21), os resultados foram apresentados a representantes das prefeituras que fazem parte da bacia hidrográfica do rio Capibaribe. Para o prefeito de Toritama, Edilson Tavares, que sediou um dos encontros, “Esse novo índice é essencial para o uso inteligente desses recursos que chegam ao município, e ao mesmo tempo incentiva a preservação e contribui para a sustentabilidade dos mananciais do nosso estado”.

    A proposta é que o Índice de Conservação de Mananciais seja calculado com base em um Questionário de Diagnóstico Socioambiental Municipal que contempla cinco temáticas: Gestão Ambiental Municipal, Serviços de Saneamento Ofertados no Município, Educação Ambiental, Áreas de Preservação Permanente e Uso e Ocupação do Solo.

    Pela configuração atual, dos três aspectos ambientais previstos no ICMS Socioambiental do Estado de Pernambuco, somente resíduos sólidos e unidades de conservação são considerados no cálculo do ICMS.  Apenas o que se refere à “proteção dos corpos de água” ainda não possuía um índice para que os municípios pudessem pontuar e serem beneficiados enquanto “município protetor-recebedor”. “Com um olhar mais apurado, podemos dizer que esse índice é uma ferramenta de educação ambiental, porque as prefeituras, à medida que vão se adequando para pontuar no índice, estarão melhorando sua gestão municipal e sua gestão ambiental, que refletirá em melhorias de qualidade de vida da população e do meio ambiente,  e isso vai reverter numa economia no futuro, porque evitar a degradação ambiental é economizar para as futuras gerações”, defende o consultor do Projeto de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco (PSHPE), Marcelo Verçosa.

    O estudo ainda será apresentado aos Conselhos Estaduais de Meio Ambiente e de Recursos Hídricos, para após essa etapa ser transformado em um instrumento legal para iniciar sua aplicação e monitoramento pela CPRH.

    Assuntos: semas, cprh, icms socioambiental
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara recebe embaixador da Suíça, Andrea Semadeni

    | Comunicação, Economia, Política

    suiça

    Em encontro nesta segunda-feira, no Recife, governador debateu com o diplomata a possibilidade de novas parcerias entre o Estado e o país europeu

    Visando fortalecer a parceria e as relações comerciais entre Pernambuco e a Suíça, o governador Paulo Câmara recebeu, nesta segunda-feira (18.02), no Palácio do Campo das Princesas, o embaixador daquele país europeu no Brasil, Andrea Semadeni. Setores como serviços, comércio, tecnologia e inovação foram debatidos entre o chefe do Executivo estadual e o embaixador, que reiterou o interesse da Suíça em estreitar relações com o Estado.

    Andrea Semadeni aproveitou o encontro para falar sobre o Seminário Internacional Suíça e Brasil, que será realizado no Recife, em parceria com a Federação as Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe). O evento, que acontece amanhã (19), na Casa da Indústria, vai reunir autoridades empresariais, acadêmicas e políticas para discutir o panorama de novos negócios e potencialidades econômicas entre os dois países.

    “Fiz questão de vir conversar com o governador e informá-lo que estamos fazendo uma missão oficial de promoção do comércio e também de cooperação tecnológica de inovação entre o Brasil e a Suíça. Estamos organizando vários seminários, encontros com pessoas da academia, do setor privado para fortalecer essa relação bilateral com o Estado de Pernambuco”, destacou o embaixador.

    Participaram da audiência o secretário-chefe da Assessoria Especial, Antônio Figueira, o cônsul Honorário da Suíça no Recife, Rodolfo Fehr, e o cônsul geral da Suíça no Rio de Janeiro, Rudolf Wyss.




    Assuntos: governo de pernambuco, paulo camara, suiça, parceria
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ipem encontra irregularidades em postos de combustíveis em Petrolina

    | Economia

    O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) e o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) realizaram, nesta terça-feira (12), uma fiscalização em postos de combustíveis em Petrolina, no sertão de Pernambuco

    De acordo com a gerente regional do Ipem, Susan Turuda, “o objetivo da ação foi verificar a existência de adulteração nas bombas dos postos para garantir que o consumidor não seja lesado em relação a entrega da quantidade de combustível e, ainda identificar qualquer elevação no preço da compra do combustível para a venda”.

    Durante a operação seis postos receberam a visita dos agentes de fiscalização, totalizando 19 instrumentos avaliados, sendo três reprovados - uma medida de volume com vazamento e duas bombas de combustíveis com defeito no pré-determinador.

    O consumidor que suspeitar de possíveis irregularidades, pode entrar em contato com a ouvidoria do Ipem, pelo telefone 0800 081 1526 ou pelo e-mail: ouvidoria@ipem.pe.gov.br e realizar sua denúncia. O instituto funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

    Assuntos: sdec, ipem, prodecon, fiscalizaçao
    Compartilhe: Link para o post:
  • Azul incrementa hub em Pernambuco com instalação de base para tripulantes

    | Economia, Emprego

    azul 

    O crew desk, como é conhecido, vai gerar 300 novos postos para pilotos e comissários no Recife

    Principal centro de conexões da Azul Linhas Aéreas no Nordeste e o terceiro no Brasil, o Recife abrigará, a partir de junho, a nova base da companhia para tripulantes. O anúncio da instalação do crew desk, como é chamado esse tipo de instalação, foi feito pelo governador Paulo Câmara após receber o presidente do Comitê Executivo da empresa, José Mário Caprioli, nesta sexta-feira (08.02), no Palácio do Campo das Princesas. A expectativa para os próximos 12 meses é de que a nova base proporcione cerca de 300 postos de trabalho diretos, sendo 110 para pilotos e 190 para comissários. O espaço irá funcionar no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre.

    Implantado em 2016 no Recife, quando a empresa operava 26 ligações diárias partindo da capital pernambucana, o hub regional da Azul quase triplicou o número de voos desde então. “Saímos de 26 voos diários para 56, e de 11 para 31 destinos, entre nacionais e internacionais. Isso mostra o acerto da política dessa parceria, feita há três anos, que agora se consolida com a instalação de uma base aqui. São cerca de 300 pessoas, entre comandantes e comissários, que vão morar no Recife e na Região Metropolitana, o que é bom para a economia e para o turismo”, frisou Paulo Câmara.

    Para o governador, a novidade é fruto do sucesso e da seriedade da parceria firmada com a Azul, que tem obtido avanços nos últimos anos. “Foi um acerto nosso, porque não é fácil em apenas três anos ampliar em três vezes o número de destinos. Pernambuco hoje é uma referência. Somos ligados com todas as capitais do Nordeste e todo mundo que sai da Região tem que passar pelo Recife. É uma parceria realmente importante, com uma empresa séria, que presta um serviço de qualidade e pontualidade”, reforçou.

    A expectativa, segundo a Azul, é receber ainda este ano pilotos das aeronaves Airbus A320neo e, em 2020, comandantes e copilotos dos turboélices ATR. As aeronaves têm capacidade de 70 até 174 assentos e são utilizadas desde em rotas regionais até voos de longo curso dentro e fora do país. Os comissários da base em Pernambuco servirão não somente aos Airbus A320neo e os ATR, mas também às demais aeronaves da companhia.

    De acordo com o presidente do Comitê Executivo da Azul, José Mário Caprioli, a chegada da nova base vai promover uma melhoria significativa na qualidade de vida dos funcionários da empresa no Nordeste. “Todos de Pernambuco e da região Nordeste que queiram investir nessa carreira de piloto e comissário passam a ter essa oportunidade de residir na cidade do Recife. Todas as vagas novas desse tipo de mão de obra, que é de alta qualificação, com um ambiente salarial diferenciado, vão ser abertas aqui em Pernambuco”, salientou.

    CRESCIMENTO DA MOVIMENTAÇÃO – O aumento do número de pousos e decolagens registrados no Aeroporto do Recife chegou a superar a margem de 100% nos últimos três anos. Em 2015, foram 7.999 decolagens e 8.013 pousos, contra 11.396 decolagens e 11.448 pousos no ano seguinte. Já em 2018, foram contabilizadas 17.166 decolagens e 17.118 pousos.

    De acordo com o prefeito do Recife, Geraldo Julio, que participou da reunião, a parceria com a Azul foi uma decisão bastante acertada do Governo do Estado, tomada alguns anos atrás. “Quando as companhias aéreas estavam em crise, os últimos anos foram muito difíceis para as indústrias aéreas, mas a Azul cresceu no Brasil e cresceu muito mais no Recife por conta dessa parceria, da política de incentivos que foi criada pelo governo estadual”, pontuou.

    Estiveram presentes também o deputado federal Felipe Carreras, os secretários estaduais Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer) e Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos), o diretor da Azul, Marcelo Bento, além dos secretários municipais Ana Paula Vilaça (Turismo, Esportes e Lazer) e Guilherme Calheiros (Desenvolvimento Econômico).

    Cidades: Recife
    Assuntos: azul linhas aereas, aeroporto internacional do recife, paulo camara, governo de pernambuco, turismo
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara trata da liberação de novas operações de crédito com ministro da Economia

    | Economia, Administração
    brasilia

    Durante reunião na Capital Federal, governador e Paulo Guedes também discutiram sobre a revisão do Pacto Federativo e Reforma da Previdência 

    BRASÍLIA - O governador Paulo Paulo Câmara defendeu, nesta terça-feira (06/02), a revisão do Pacto Federativo e a liberação da contratação de novas operações de crédito para Pernambuco, durante reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes. No encontro, o chefe do Executivo estadual detalhou a situação fiscal do Estado, que fechou 2018 com superávit e uma economia de R$ 200 milhões no custeio da máquina em comparação com 2017. A administração pernambucana apresenta ainda baixo percentual de endividamento e enquadramento às regras estabelecidas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Fatores que, historicamente, sempre balizarão este tipo de operação.

    "A gente tem operações de crédito que ficaram pendentes ainda desde o governo passado porque ocorreram mudanças nos critérios de concessão (estabelecidos pela União), quando elas já tinham sido autorizadas. Então, a gente veio buscar aqui complemento de operações que não puderam ser feitas por essa mudança de critérios. Isso vai ser estudado. O ministro solicitou que, tão logo publique o balanço de 2018 (do Governo Federal), ele se reunirá com as equipes técnicas para a liberação desses recursos", afirmou Paulo Câmara.

    O ministro sinalizou inclusive que uma operação de crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de R$ 140 milhões está pronta para ser liberada. Restando apenas o cumprimento de uma etapa burocrática pelo Governo de Pernambuco.

    Com relação à revisão do Pacto Federativo, o governador pontuou que o tema é de interesse dos gestores que estão à frente dos Estados e municípios, que assumem cada vez mais responsabilidades, sem contar com contrapartidas para os seus financiamentos. "Todos nós sabemos que hoje os recursos estão muito concentrados na União e essa descentralização, com responsabilidade e, acima de tudo, com a busca que os municípios possam cumprir com suas obrigações constitucionais, é fundamental. Então, é um momento adequado para fazer. O primeiro ano de governo é um momento importante e bem possível de serem feitas discussões como esta", frisou.

    REFORMA DA PREVIDÊNCIA - O ministro da Economia aproveitou a audiência para apontar ao governador alguns dos elementos que podem ser incluídos na proposta de Reforma da Previdência que o Governo Federal vai encaminhar ao Congresso Nacional. Entretanto, o texto final só será detalhado nas próximas semanas. "Nós vamos ter uma reunião no dia 20 de fevereiro, aqui em Brasília, com todos os governadores, onde o ministro vai apresentar efetivamente qual é sua proposta para a previdência. Todos nós sabemos da necessidade de ser fazer reforma, mas precisamos conhecer qual é essa reforma", revelou Câmara.

    O governador fez questão de registrar que o assunto precisará ser tratado levando em consideração as peculiaridades das diferentes regiões do País e da sociedade brasileira. "Temos a preocupação com essa questão da aposentadoria dos trabalhadores rurais, a questão do BPC", citou, lembrando que a necessidade da implementação de uma reforma da previdência poderá ajudar a reverter o complicado quadro da área nos Estados. "Precisa ser feita, até porque os déficits previdenciários dos Estados hoje é uma realidade muito forte", concluiu.

    Participaram do encontro os secretários estaduais da Fazenda, Décio Padilha, e de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo; a secretária de Relações Financeiras Intergovernamentais da Secretaria do Tesouro Nacional, Priscilla Santana; o diretor de Política e Recuperação Fiscal do Ministério da Economia, Bruno Funchal; e o secretário-executivo do Ministério da Economia, Paulo Derico.
    Assuntos: sei, paulo camara, governo de pernambuco, pacto federativo
    Compartilhe: Link para o post:
  • Início do pagamento da cota única ou 1ª parcela do licenciamento 2019

    | Economia, Trânsito

    O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, alerta os condutores de veículos registrados no Estado, com placas terminadas em 1 e 2, que no próximo dia 8 de fevereiro tem início o pagamento da cota única ou 1ª parcela do licenciamento 2019, que consta do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxas de bombeiros, licenciamento e seguro obrigatório (DPVAT), bem como, as possíveis multas vencidas até a data do prazo limite do calendário, seguindo o final da placa. 

    A impressão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos - CRLV 2019, só acontece após a quitação de todos os valores, que devem ser feitos dentro do vencimento para evitar o atraso ou não envio do documento para o endereço cadastrado, caso o proprietário opte por essa modalidade. Além disso, a circulação sem o porte, seja físico ou digital, desse documento poderá acarretar a remoção do veículo para depósito e infração gravíssima no valor de R$ 293,47, além das taxas para a liberação. 

    O carnê de pagamento seguirá para o endereço dos proprietários pelos Correios. Outra opção é acessar o site www.detran.pe.gov.br e imprimir os boletos. Vale lembrar que o Governo do Estado está dando desconto de 7% sobre o valor do imposto para fizer o pagamento do IPVA em cota única. Quanto à entrega, são duas formas de recebimento, sendo uma via Correios, para quem optar por pagar a taxa de postagem de R$ 18,04 em até 30 dias e a outra por meio de agendamento de atendimento para emissão do CRLV no site www.detran.pe.gov.br, onde é possível escolher o ponto de atendimento. 

    O cidadão que optar por pagar a taxa de postagem poderá ainda rastrear o envio do CRLV 2019, depois de sua devida emissão, através do site do órgão. Para isso, é necessário digitar a placa do veículo na seção “Consultar Placa”, localizada na parte superior esquerda da página principal e depois clicar no botão “Detalhamento de débito” e lá na opção de “Localização de documento do veículo”.

    MULTAS DE TRÂNSITO ATRASADAS TERÃO COBRANÇAS DE JUROS - O DETRAN-PE alerta que o pagamento do licenciamento conta com um diferencial. As multas não constarão no carnê de licenciamento, ou seja, no demonstrativo de débitos. Portanto, para pagar, o usuário deverá acessar o site do DETRAN-PE (www.detran.pe.gov.br), onde irá gerar o boleto com as multas vencidas já com juros e correção. É que, desde janeiro de 2017, em cumprimento da Lei Federal 13.281 sancionada em 2016, normatizada pelo Contran, que alterou o Código de Trânsito Brasileiro - CTB, calcula de forma automática através do site (www.detran.pe.gov.br) os valores de multas vencidas com os devidos acréscimos de juros de mora, atualizado para pagamento no dia selecionado.

    Os acréscimos se basearão na taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para títulos federais acumulada mensalmente, calculados a partir do mês subsequente ao da consolidação até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% (um por cento) relativamente ao mês em que o pagamento estiver sendo efetuado. As mudanças estão contidas na referida Lei, no artigo 284, inciso 4º.

    O licenciamento veicular exige, além do pagamento das taxas, o pagamento de multas (infrações de trânsito) vencidas ou em atraso, que deverão ser impressas com valor atualizado pelo site do Órgão www.detran.pe.gov.br

    Assuntos: seduh, detran, ipva, crlv
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco está equilibrado do ponto de vista fiscal

    | Economia

    SEFAZ

    Pernambuco fechou 2018 operando no “azul”, com um superávit de R$ 33 milhões. O que possibilita o cumprimento dos compromissos - honrando despesas e ampliando a capacidade de investimento e de contrair empréstimos. O Estado atendeu ao Artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), vencendo diversos desafios, em meio à maior crise econômica da historia do Brasil, e se manteve no caminho do desenvolvimento econômico e social. Para isso foram criadas estratégias de vantagens competitivas que alavancaram o crescimento, que passam pela arrecadação do ICMS, evolução do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e redução de R$ 200 milhões do custeio.

    No mesmo período em que 79% dos Estados não conseguem cumprir o teto de gastos, o Estado reduziu o comprometimento da sua Receita Corrente Líquida (RCL) com gastos de Pessoal, passando de 48,97% em 2017 para 47,94% em 2018, quando o limite máximo, que impede a administração estadual de receber receitas da União é de 49%.  “Reduzimos o custeio da máquina em 1,4% entre 2017 e 2018, restringimos gastos com diárias, aluguéis, locação de veículos, combustível, entre outros,  e contratamos mais de 20 mil servidores, na Saúde, Educação, Segurança”, afirmou o secretario da Fazenda, Décio Padilha.

    Em 2018, o Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco cresceu 2,5%, enquanto o Brasil registrou 1,3%. O que já vem impactando em diferentes segmentos da nossa economia, a exemplo da indústria, que registrou crescimento de  11,7% no 3º quadrimestre de 2017.

    Pernambuco também é o Estado que mais investe recursos próprios no Nordeste e um dos que mais investe no Brasil.  Com transparência fiscal, o Governo do Estado trouxe mais saúde para os pernambucanos, aumentou o número de procedimentos cirúrgicos de 560.273, em 2017, para 602.860 em 2018.  Nos últimos quatro anos, 6.9 mil profissionais de saúde concursados foram convocados. O Estado repassa quase R$ 1,9 bi de receita do ICMS para o sistema SUS

    Na segurança pública, o Estado realizou o maior aporte da área de sua história nos últimos quatro anos. Foram investidos mais de R$ 11,5 bilhões no período.  Fazendo o recorte de 2018,  foram aportados R$ 4.873 bilhões (em 2017 foram R$ 4.464 bi).  Investimento que proporcionou a contratação de mais de 5, 5 mil novos policiais (militares, civis e científicos). Priorização que contribuiu para a redução dos números da criminalidade do nosso Estado em mais 20% nos CVLIs e CVPs.

    Com o Pacto pela Educação, Pernambuco tem a menor diferença entre escola pública e privada do Brasil e de ano a ano vem galgando os primeiros lugares no ranking estadual  no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco -IDEB, no ensino médio, com a média 4,5, quando a nacional é de 3,5.  “O Governo Paulo Câmara investiu 27,7% em Educação, enquanto que o previsto era 25%. Na saúde a lei manda investir 15% e fechamos com 15,3%”.

    Nos Recursos Hídricos, com uma estiagem que chega ao seu sétimo ano, Pernambuco precisou realizar um grande conjunto de investimentos que não estavam previstos.  Em 2018, foram investidos R$ 665 milhões – o que representa 45% dos investimentos realizados no ano pelo Estado. Esse valor reforça o sentido prioritário dado à área na atual gestão.

    Assuntos: sefaz, superavit, lrf, governo de pernambuco, paulo camara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Eufrásio Barbosa recebe o 1º Festival de Cerveja Artesanal de Mercado

    | Economia

    O evento, que acontece de 25 a 27 de janeiro, tem entrada gratuita e contará com a presença de 22 cervejarias, 15 espaços de gastronomia e 9 boxes de artesanato; além de programação cultural e infantil.

    Olinda será palco do 1º Festival de Cerveja Artesanal de Mercado, realizado no Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, entre os dias 25 e 27 de janeiro. O evento terá entrada franca e um catálogo de cervejas que varia entre R$ 5 e R$ 20. Na sexta-feira (25), a abertura acontecerá às 16h e o encerramento será realizado às 21h. Nos demais dias, o horário de funcionamento será das 12h às 21h.

    O Festival é realizado pelo Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), em parceria com a Prefeitura de Olinda e a Associação Pernambucana de Cervejarias Artesanais - Apecerva.  É o segundo evento desse porte sediado no Mercado Eufrásio Barbosa, que recebeu em novembro de 2018 o 1º Festival Gastronômico de Mercado de Pernambuco.

    Sob o comando do presidente da Apecerva e cervejeiro da Babylon, Filipe Magalhães, o evento deve reunir mais de 50 tipos de cervejas artesanais. “A Apecerva está otimista e crente que esse evento vai receber muita gente, pessoas que não conhecem as cervejas, pois serão mais de 20 cervejarias pernambucanas. Hoje temos uma média de 200 mil litros por mês de consumo de cerveja artesanal no Estado. Pretendemos aumentar essa marca, e para isso precisamos de eventos como esse”, conta Filipe.

    Prezando pela sustentabilidade, o evento solicita que todos os visitantes façam a aquisição do copo personalizado que estará à venda em todos os estandes de cerveja, e é indispensável para a realização do consumo nas cervejarias. Ao final do dia, os que desejarem retornar o copo receberão o dinheiro de volta. “Pernambuco é o maior polo de cervejas artesanais do Nordeste. É de suma importância eventos como esse para divulgar as marcas pernambucanas, dentro e fora do Estado, e ainda ampliar o público consumidor deste segmento”, afirma o presidente da AD Diper, Roberto Abreu.

    Programação infantil

    As famílias que decidirem aproveitar o festival com crianças também poderão contar com um espaço de diversão. Durante os três dias, o ticket que dá direito a aproveitar as atrações como piscina de bolinhas, guerra de cotonete, cama elástica, futebol de sabão e aerohockey por 1h estará à venda por R$ 10 na entrada do espaço Janete Costa, na entrada do Eufrásio.

    MERCADO EUFRÁSIO BARBOSA // Reentregue à população olindense no dia 05 de julho de 2018, após uma requalificação estrutural, o Mercado Eufrásio Barbosa foi transformado em um grande Centro de Cultura Popular, um verdadeiro cartão-postal para a cidade de Olinda. Em seus mais de 6 mil m², os visitantes podem conhecer o Museu do Mamulengo, em funcionamento há mais de 20 anos na Cidade Alta, que agora ocupa duas salas do novo Eufrásio, como também o Espaço Bajado, que traz a exposição de 40 obras do artista olindense Bajado.

    O MEB também conta com uma sala voltada para exposição autoral de Tânia Carneiro Leão, neta do grande homenageado do espaço, Eufrásio Barbosa, intitulada de “Pinturas”, além de outro espaço dedicado à mostra “Olhares Pioneiros”, sob a curadoria do artista plástico Raul Córdula, que faz referência aos primeiros movimentos coletivos na cidade-patrimônio surgidos nas décadas de 1960 e 1970. Dentro do Eufrásio, o público também pode aproveitar a livraria da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe).

    Atualmente, o Mercado está sendo gerido pela AD Diper. O horário de funcionamento é das 8h às 17h, de terça-feira a sábado.

    CERVEJARIAS PARTICIPANTES
    Alamoa
    Armorial
    Babylon
    Bruguer Beer
    Capibabier
    Capunga
    Cavallotti
    Debron Bier
    Duvália
    Ekäut
    Estrada
    Friedahaus
    Cerveja Hellcife
    Manguezal
    Marcolino
    Navegantes
    Pati Lou
    Quatro Cantos
    Quebras Quilos
    Riffen
    Seis punhos
    Symoa Beer

    RESTAURANTES E CHEFES PARTICIPANTES
    DeDé´S no Palito – Carlos Cristiano da Silva Cordeiro
    Seu Luna – Claudia Virgínia Rogério Luna
    Claudio Manoel – Cláudio Manoel
    Cozinha Mágica do Chef Jafs – Francisco José Aguiar Ferreira Silva
    Heleno Júnior – Heleno Estevão dos Santos Júnior
    Oficina do Sabor – Henrique Mendes dos Santos
    La Glace Sorvete Artesanal – Ivana M. Bezerra de Melo
    Restaurante do Phellipe – Izabel Nair da Silva
    Super Milk Shake – José de Morais Pereira
    Chiviteria – Silvana Marincola
    Carmem Aguiar – Maria do Carmo Aguiar
    Naylê Comedoria – Nhayara Guedes Araújo Ferreira
    Chef Rapha Vasconcellos – Raphael Vasconcellos Lima de Carvalho
    Quintal 122 Burger & Beer – Raul Teixeira de Menezes
    Avexado Culinária Raiz – Renan Matheus Lima Viana

    ARTESÃOS PARTICIPANTES
    Alcione Freitas Marques de Lima
    Aline Albuquerque
    Ana Lúcia de França da Silva Reis
    Andreia Carla Melo de Almeida
    Ester Bispo
    Julia Mascarenhas Martins
    Maisa Monteiro Ferreira de Lima
    Rita de Cássia Rolim Xavier
    Sandra Glaucia Maia dos Santos

    PROGRAMAÇÃO MUSICAL

    Sexta
    DJ Ary Falcão - 17h
    Rodrigo Morcego Trio - 19h

    Sábado
    Dj 440 - 14h
    UPTOWN blues Band - 16h
    Amaro Freitas - 18h
    AllyCats - 19h

    Domingo
    DJ Calani (RJ) - 14h
    Os Tubarão - 17h

    Cidades: Olinda
    Assuntos: addiper, mercado eufrasio barbosa, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post: