meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Hospital Miguel Arraes alerta para acidentes com motos

    | Saúde, Transporte, Balanço, Mobilidade, Trânsito

    Moto

    O Brasil comemora, neste 27 de julho, o Dia do Motociclista. No entanto, o que se tem para destacar em torno do transporte escolhido por esses motoristas não é nada animador.

     

    O número de mortos e feridos em acidentes com motos mais que triplicou no país entre os anos de 2002 e 2013. Os dados são do estudo “Retrato da Segurança Viária no Brasil” realizado pela ONG Observatório Nacional de Segurança Viária, que se dedica ao desenvolvimento e à gestão de ações de segurança viária e veicular. Das 43.075 mortes no trânsito ocorridas no Brasil em 2013, 12.040, ou 28% do total, foram motociclistas ou passageiros de motos. Esse número é três vezes mais que os mortos em 2002, quando 3.773 pessoas perderam a vida nesse transporte. Já o número de feridos em acidentes com motos quadruplicou: de 21.692 para 88.682.

    De 2002 a 2013, período abordado pelo estudo, acidentes com motos passaram a ser a principal causa de morte do país quando o motivo é acidente de trânsito. Em 2002, os acidentes com motos representavam 17% do total de mortes. Hoje, são 37%. Na região Nordeste, 49% das vítimas mortas em acidentes de trânsito estavam em motos. Em Pernambuco, no ano de 2015, 719 pessoas morreram em acidentes de motos.
     

    Localizado na bifurcação da PE-15 com a BR-101, em Paulista, o Hospital Miguel Arraes (HMA) é referência em Traumato-Ortopedia, Cirurgia Geral e Clínica Médica e, por isso, a unidade de saúde mais procurada pelas vítimas de acidentes de trânsito ocorridos na região. No ano de 2015, o HMA notificou 1.251 atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito, sejam com carros, motocicletas, bicicletas e pedestres. Porém, os acidentados com motos lideraram os registros: foram 959 casos, 76,7% do total. Desses, 88,9% foram do sexo masculino, com idades entre 20 e 39 anos.

    A maior parte das notificações com motociclistas ocorreu por colisão/ abalroamento (586) e, em 19,9% dos casos, o motorista estava sem habilitação. De acordo com o Núcleo de Epidemiologia e Informações Hospitalares (NEPI/ HMA), apenas um óbito dentre as vítimas de acidentes com motos internadas foi registrado no ano passado. Porém, o setor não dispõe de dados sobre vítimas com membros amputados devido à gravidade do acidente.

    Este ano, os números não diferem muito. De janeiro a abril de 2016, o HMA registrou 423 atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito. As motocicletas continuam sendo as principais vilãs. Foram 303 notificações de acidentes com motociclistas e o perfil é o mesmo: a maior parte do sexo masculino, entre 20 e 39 anos e sem habilitação. Não houve registro de mortos no período.
      

    De acordo com o cirurgião Petrus Lima, diretor médico do HMA, somente no ano passado, mais de 4.700 cirurgias em traumato-ortopedia foram realizadas, grande parte atendendo vítimas de acidentes de trânsito. “Os dados são preocupantes. É importante que o motorista entenda o quanto é necessário dirigir com cuidado e atenção, principalmente os motociclistas. E não esquecerem os equipamentos de segurança, a exemplo do capacete”, analisa Petrus.

    Cidades: Abreu e Lima, Araçoiaba , Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe , Igarassu, Ipojuca , Itamaracá , Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes , Moreno, Olinda, Paulista, Recife, São Lourenço da Mata
    Assuntos: moto, acidente, motociclista, segurança viária, transito, passageiros, hma, hospital miguel arraes
    Compartilhe: Link para o post:
  • Porto de Suape supera marca da movimentação de veículos

    | Economia, Emprego, Suape, Balanço, Mobilidade, Administração

    Suape


    O Porto de Suape fechou o balanço do primeiro semestre de 2016 com número além do esperado na movimentação de veículos. De janeiro a junho deste ano, passaram pelo Porto 23.529 veículos por meio de operações das montadoras General Motors, Toyota, Fiat e Jeep, essas últimas do grupo Fiat Chrysler Automobiles. Deste total, 9.044 veículos foram importados da Argentina e 14.485 foram exportados com destino a seis países na América do Sul e dois na América Central. São eles: Argentina, México, Chile, Peru, Uruguai, Colômbia, Panamá e Costa Rica.  

    O incremento neste tipo de carga foi de 366% em relação ao total registrado no mesmo período em 2015, que foi de 6.427 automóveis. Até junho deste ano foi superado, inclusive, o volume total registrado em 2015, quando foram movimentados 22.124 carros (de janeiro a dezembro).

    O sucesso das operações portuárias está atrelado diretamente à capacidade que o Porto possui para receber esses veículos e abrigá-los em uma área segura. Em 2015, Suape ampliou o Pátio Público de Veículos de 3,7 para 18,7 hectares, com possibilidade de expansão para até 23,7 hectares e capacidade para movimentar mais de 250 mil veículos por ano. Mais de 70 pessoas estão envolvidas em todo o processo de logística na movimentação deste tipo de carga, incluindo profissionais da administração do Complexo de Suape, órgãos anuentes, trabalhadores portuários do Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO) Suape, empresas de logística e as transportadoras.

    CARGA GERAL BRUTA - O crescimento da movimentação de carga geral bruta (todos os tipos de cargas) vem se mantendo ao longo do ano em comparação com os resultados obtidos em 2015. No período de janeiro a junho de 2016, esse número totalizou em 11,02 milhões de toneladas, um montante superior em 575 mil toneladas ao número registrado no mesmo período de 2015.

     

     
    Cidades: Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca
    Assuntos: Suape, porto de suape, veiculos, toyota, general motors, fiat, jeep
    Compartilhe: Link para o post:
  • Domingo na Arena reúne cerca de 10 mil pessoas em dia especial na Arena de Pernambuco

    | Social, Juventude, Turismo, Balanço, Esportes, Mobilidade, Infância


    ARENA1

    ARENA2

    O povo pernambucano acreditou e o Domingo na Arena foi um verdadeiro sucesso. Cerca de dez mil pessoas participaram da primeira edição do evento, neste domingo, na Arena de Pernambuco. Todos em busca de um espaço diferente e de qualidade para passar um tempo com a família e amigos. Os cinco polos, sendo eles esportivo, infantil, cultural, gastronômico e de sustentabilidade, tiveram uma grande circulação de pessoas. O ponto alto do dia ficou para o final da tarde, com a apresentação de Tio Bruninho, por volta das 15h30, quando o local estava cheio de crianças para acompanhar o show.

    O dia hoje foi perfeito. Nunca tinha vindo na Arena e hoje tive a oportunidade de ir até nos vestiários dos jogadores. Um estádio lindo. Esta iniciativa foi muito boa porque pude vir com toda a minha família. Cheguei por volta das 11h e vou ficar até o final de Bruninho com meu marido e meus filhos”, declarou a funcionária pública Maria das Dores Soares, que mora no Recife e foi de carro para o Domingo na Arena.

    Na área externa da Arena, foram montados os polos esportivos, com quadras de vôlei, basquete, futebol, ciclofaixa e espaço para patinação e skate. Os foodtrucks e as bikefoods ficaram na entrada do Portão H, ao lado do palco. No outro lado, toda a movimentação da sustentabilidade. Na deck, entre o portão de entrada e a arquibancada, o polo infantil com diversos brinquedos infláveis, cama elástica, piscina de bolas, espaço para leitura, circuito de bicicleta e apresentação circense.

    Uma das atividades que mais chamou a atenção do público foi o tour na Arena. Cerca de duas mil pessoas tiveram a oportunidade de participar de um passeio completo para conhecer os principais pontos do estádio, andando ou de bicicleta.

    O Domingo na Arena foi mesmo um sucesso. Trabalhamos muito para fazer um grande evento para todos os pernambucanos. Acredito que as pessoas entenderam que o estádio é do povo e o povo precisa se apropriar dele. O que vimos neste domingo foi realmente excelente. Foram famílias inteiras curtindo cada espaço e aproveitando cada momento. É isso que queremos para a Arena de Pernambuco”, afirmou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

    Sobre as próximas edições, Carreras já garantiu que o projeto vai continuar nos finais de semana que virão. “Vamos sentar e avaliar esta primeira edição, pois apesar de ter sido muito boa, sempre teremos pontos de melhoria. Depois desta avaliação, já vamos pensar no próximo domingo. Queremos que a Arena seja um ponto de encontro dos pernambucanos todos os domingos”, finalizou Carreras.

    Todas as atividades do próximo domingo serão informadas durante a semana, por meio do facebook oficial da Arena de Pernambuco.

     
    Fotos: Hesíodo Góes / Seturel-PE
    Cidades: Abreu e Lima, Araçoiaba , Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe , Igarassu, Ipojuca , Itamaracá , Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes , Moreno, Olinda, Paulista, Recife, São Lourenço da Mata
    Assuntos: arena, domingo na arena, sao lourenço, polo infantil, turismo, lazer, seturel
    Compartilhe: Link para o post:
  • Seminário de Boas Práticas do Pacto Pela Educação reúne professores e gestores em Paudalho

    | Educação, Juventude, Balanço, Infância
     
     
    Evento aconteceu na ETE de Paudalho e reuniu cerca de 600 pessoas
     
    Nesta quinta-feira (21) a Escola Técnica Estadual de Paudalho, localizada na Zona da Mata do Estado, sediou a segunda edição do Seminário de Boas Práticas do Pacto pela Educação, idealizado pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEE). No evento, gestores de escolas e técnicos das Gerências Regionais de Educação (GRE) Mata Norte, Mata Sul, Mata Centro e Vale do Capibaribe se reuniram para trocar experiências desenvolvidas pelas escolas.
     
    O encontro serviu para as unidades de ensino apresentarem seus projetos de sucesso já executados ou em execução nas escolas. Foram 167 trabalhos inscritos, sendo 131 apresentados em formato de banner e 36 em apresentação oral. Eles foram distribuídos em cinco dimensões: Indicadores e Taxas; Distorção e Aproveitamento; Ensino e Aprendizagem; Gestão; e Comunidade Escolar. No dia do Seminário, foram escolhidos e premiados os melhores trabalhos de cada dimensão. 
     
    O professor de história e artes Dayvisson Leandro, da Escola Aluísio Germano, localizada em Carpina, foi o vencedor da dimensão Ensino e Aprendizagem, na modalidade apresentação oral, com o projeto “Um museu para chamar de seu”. Visivelmente feliz, o docente atribuiu a vitória a todos da comunidade escolar. “Ganhar em primeiro lugar dá uma sensação de dever cumprido, considerando que eu estou aqui representando um trabalho coletivo. Somos a única escola regular premiada neste Seminário e estou bastante feliz, pois foi uma atividade construída coletivamente, apesar de todas as dificuldades, e que deu certo.”
     
    Durante o encerramento, o secretário de Educação, Fred Amancio, parabenizou todos os projetos e enfatizou a importância do Seminário para as escolas. “Este é um momento muito interessante para todos e espero que a gente possa repetir mais vezes esse tipo de encontro, pois é algo que acreditamos ser muito produtivo para o funcionamento da nossa Rede Estadual. É o momento de conhecer e trocar novas experiências e ter a ciência de que é possível inovar nas nossas escolas.”
     
    “A ideia de unir determinaras regionais em cada seminário é justamente a similaridade da vivência da região. Muitas escolas vivem os mesmos problemas e não conseguem enxergar uma saída. Conhecendo um projeto legal e que deu certo em uma unidade de ensino, faz com que as portas da solução se abram. Quando elas trocam essas experiências, realmente é algo bem proveitoso”, acrescentou Maria Fernanda Ribeiro, gestora do núcleo de Gestão por Resultados na Educação da Seplag. 
     
    Confira a lista dos vencedores:
     
    Ensino e Aprendizagem
    - Apresentação Oral: Escola Aluisio Germano – “Um museu para chamar de seu”
    - Banner: EREM Dr. Walfredo Luíz Pessoa de Melo – 3ª Mostra de Profissões e Trabalhos
     
    Comunidade Escolar
    - Apresentação Oral: EREM Padre Guedes – “Café Filosófico: uma pequena pausa para pensar, conviver e discutir”
    - Banner: EREM João David de Souza – Sua Verdadeira Idade
     
    Distorção e Aproveitamento
    - Apresentação Oral: ETE Palmares – “Discurso, linguagem e gênero”
    - Banner: (devido ao pequeno número de trabalhos inscritos, todos foram direcionados para as apresentações orais)
     
    Indicadores e Taxas
    - Apresentação Oral: EREM Prof. Barros Guimarães – “Monitoramento em ação, estudantes com participação”
    - Banner: EREM Drº Alexandrino da Rocha – Pacto e Aplicabilidade: Um Elo de Resultados
     
    Gestão
    - Apresentação Oral: ETE Mª José Vasconcelos – “Liderança Protagonista”
    - Banner: Escola Clóvis Salgado – Nossa Escola na Rede
    Cidades: Chã Grande, Cortês, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Maraial, Palmares, Pombos, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, Sirinhaém, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, São Lourenço da Mata, Tamandaré, Vitória de Santo Antão, Xexéu
    Assuntos: ete, boas praticas, pacto pela educaçao, seplag, see, educaçao, escolas
    Compartilhe: Link para o post:
  • Cervejarias Artesanais de Pernambuco se destacam na Fenearte

    | Economia, Emprego, Balanço, Cultura


    Representantes do APL, com incentivo da SDEC, comercializaram 3.600 litros da bebida durante os dias do evento

    Integrantes do Arranjo Produtivo Local (APL) das cervejarias artesanais de Pernambuco obtiveram resultado 50% superior à expectativa durante a 17ª Fenearte, que ocorreu entre os dias 7 e 17 de julho, no Centro de Convenções (Cecon). A participação dos cervejeiros na feira foi articulada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC), e contou com a presença de representantes das marcas Babylon, Capunga, DeBron, Duvália, Estrada, Ekaut e Patt Lou. Com um estande de 18m², foram comercializados 3.600 litros de cervejas, sendo 1.800 litros de chopes e 1.800 de garrafas, além de 200 souvenires como camisetas, canecas, bonés e abridores

    Sabores dos mais diversos chamaram a atenção do público que se rendeu a degustação das bebidas. Aromas particulares como mel de engenho, até as famosas cervejas de trigo, conquistaram o paladar dos visitantes. Ao todo, oito torneiras de chopes compunham o ambiente. Foram consumidos, em média, cinco barris e meio por dia, resultando um total de 165 copos de chopes comercializados diariamente.

    Para os empresários, a resposta do público foi imediata. "Não esperávamos esse resultado. Superou qualquer expectativa que tínhamos quanto ao público. Foi uma super iniciativa do Governo em nos trazer para essa feira que valoriza tão bem a nossa cultura", destacou André Turton, representante da Ekaut.

    APL Cervejeiro - Criado em janeiro deste ano, o arranjo tem como objetivo reunir e promover o encontro das empresas de microcervejaria, a fim de que sejam compartilhadas experiências e oportunidades que fortaleçam a participação do setor no mercado local e nacional. Também integram os encontros, entidades como Instituto de Tecnologia (ITE), Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE) e Sebrae. "A SDEC faz a ponte entre os cervejeiros e o poder público. Agimos como facilitadores para que possam ser aprimoradas todas as formas de negócio. Tratamos desde questões fiscais até a prospecção de linhas de crédito junto aos entes financiadores", explica o secretário executivo de Coordenação da SDEC, Jaime Alheiros. 


     
    Cidades: Abreu e Lima, Araçoiaba , Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe , Igarassu, Ipojuca , Itamaracá , Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes , Moreno, Olinda, Paulista, Recife, São Lourenço da Mata
    Assuntos: Feneart; Sdec; Arranjo Produtivo; Cerveja; Cultura; Artesanato; Artesãos;
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo Presente: mais de um milhão de pernambucanos atendidos em cinco anos

    | Educação, Social, Juventude, Balanço, Direitos Humanos, Infância

    Programa Governo Presente


    O Programa Governo Presente de Ações Integradas para a Cidadania (GP) completa cinco anos de implantação com mais mais de um milhão de atendimentos à população pernambucana. Foram disponibilizadas diversas ações, projetos e programas das secretarias estaduais nos Territórios Especiais de Cidadania (TECs). Criado oficialmente através da lei nº 14.357, de 14 de julho de 2011, o GP consolidou como política estratégica do Estado, inserido no Plano Estadual de Segurança Pública, Pacto Pela Vida (PPV). O programa é voltado à prevenção social da violência, a partir de intervenções estruturadoras o exercício da cidadania por parte das populações mais vulneráveis.

    Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), comandada pelo secretário Isaltino Nascimento, por meio da Secretaria Executiva de Articulação Social (Seart), o Programa é responsável pela articulação com as demais secretarias estaduais, tendo como objetivo a garantia e disponibilização dos seus programas às comunidades que mais necessitam.

    A secretária executiva da Seart, Olívia Soares, ressalta que o GP articula e integra mais de 90 programas/ações de 12 secretarias do Estado. Também articula e faz integração com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), 16 secretarias e órgãos municipais, cinco entidades federais e 28 instituições parceiras.

    É o trabalho de articulação que garante a presença do Estado nas comunidades mais vulneráveis e na prevenção à violência em todas as suas dimensões, levando ações propositivas e a garantia de direitos. É aproximar o Estado do cidadão”, explica a secretária Olívia Soares.

    O trabalho de articulação coordenado pelo GP tem contribuído para a melhoria da qualidade de vida do público, com o atendimento de demandas, a prevenção e a redução dos índices de violência em diversas áreas do Estado. “Esse é um presente que o ex-governador Eduardo Campos deixou como modelo de gestão por resultados”, diz a secretária.

    Atendimento - Atualmente, o Programa atua em 46 Territórios Especiais de Cidadania (TECs), no Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru e Petrolina, com foco no atendimento a 1.160.585 pernambucanos - prioritariamente inseridos na faixa etária de 15 a 29 anos, adolescentes e adultos provenientes dos sistemas de medidas socioeducativas e prisional, os que cumprem penas alternativas e os usuários de álcool e outras drogas.

    A partir do trabalho integrado com as demais secretarias estaduais é possível, por exemplo, aumentar a inserção educacional de milhares de jovens que estavam fora da escola, promover qualificação profissional, atender a população com atendimentos de saúde e documentação cidadã.

    Cidades: Abreu e Lima, Araçoiaba , Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe , Dormentes, Fernando de Noronha, Igarassu, Ipojuca , Itamaracá , Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes , Lagoa Grande, Lagoa dos Gatos, Moreno, Olinda, Orocó, Paulista, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, São Lourenço da Mata
    Assuntos: Governo Presente; Projetos; Programas; GP; Previdência Social; Violência; SDSCJ; Seart; Violência; Ìndice; Territórios Estaduais de Cidadania (TECs); Jovens; Adolescentes, Adultos
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo do Estado libera R$ 3,28 milhões para obras em 16 municípios

    | Economia, Balanço, Administração


    Recursos vão viabilizar investimentos em nove das 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado

    O governo de Pernambuco liberou, nesta terça-feira (19), R$ 3,28 milhões para a realização de obras em 16 municípios espalhados em nove das 12 regiões de desenvolvimento do Estado. Os recursos foram disponibilizados pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), através do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). Todos os municípios de Pernambuco participam do FEM e o repasse destes recursos acontece de acordo com o cronograma das obras. O programa se encontra na sua terceira edição e soma R$ 732 milhões de investimentos. Deste valor, mais de R$ 386 milhões já foram liberados.    

    Desta leva de repasse, a região do Sertão Central foi a mais beneficiada, com dinheiro liberado para São José do Belmonte, Verdejante e Cedro. Outras cinco regiões de desenvolvimento tiveram dois municípios que receberam recursos: no Agreste Meridional, Caetés e Itaíba; na Mata Sul, Amaraji e Cortês; na Região Metropolitana do Recife, Jaboatão dos Guararapes e Itapissuma; no Sertão do Pajeú, Afogados da Ingazeira e Tuparetama; no Sertão do São Francisco, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista. Altinho, no Agreste Central, Arcoverde, Sertão do Moxotó e Bom Jardim, Agreste Setentrional, também receberam parcelas dos recursos do FEM.

    Em Itaíba, por exemplo, o Governo de Pernambuco repassou R$ 295.907, 20, referentes à 2ª parcela do FEM II, para a pavimentação de vias na Zona Rural do Município. Já em Jaboatão dos Guararapes, também equivalente à 2ª parcela do FEM II, foram liberados R$ 1.445.568,43 para a execução de obras de pavimentação e drenagens de diversas ruas. Em São José do Belmonte, que recebeu a 4ª parcela do FEM II no valor de R$ 241.489,29, os recursos estão sendo utilizados para a construção de uma Unidade Mista de Saúde.

    Márcio Stefanni ressalta o compromisso que o governo do estado tem com a manutenção deste Fundo. “Ao liberar esse volume significativo de recursos em um cenário de forte restrição fiscal, o Governo de Pernambuco reafirma sua disposição em continuar apoiando os municípios. Esse dinheiro será convertido em obras, vai gerar empregos e movimentar a economia local”, afirma o secretário.

    Flávio Figueiredo, secretário executivo de Apoio aos Municípios da Seplag complementa o raciocínio de Márcio. “A parceria com os municípios é uma prioridade do Governo Paulo Câmara e o FEM é uma importante ferramenta para viabilizar essa parceria. Estamos sempre em contato com os gestores municipais e percebemos o quanto o FEM vem ajudando as prefeituras a realizar obras importantes”, disse Flávio. 

    FEM - Criado através da Lei nº 14.921, de 11 março de 2013, o FEM tem como objetivo apoiar os municípios pernambucanos na implantação de projetos que contribuam para o desenvolvimento municipal e permitam a retomada da realização de investimentos cuja execução foi comprometida pelo momento de fragilidade das finanças municipais. Os recursos repassados pelo FEM aos municípios são equivalentes a uma cota média mensal do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) recebido por cada município no ano anterior e é liberado em parcelas. 

     
    Cidades: Afogados da Ingazeira, Altinho, Amaraji, Arcoverde, Belo Jardim, Betânia, Caetés, Cedro, Cortês, Custódia, Ibimirim, Inajá, Itaiba, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes , Lagoa Grande, Manari , Santa Maria da Boa Vista, Sertânia, São José do Belmonte, Tuparetama, Verdejantes
    Assuntos: FEM; Investimentos; Obras; Repasse; Recursos; Seplag; Zona Rural; Pavimentação, modelo integrado de gestao
    Compartilhe: Link para o post:
  • PE investe em mais transparência

    | Economia, Balanço, Administração

    Portal da Transparência

    Nova aplicação no Portal da Transparência (www.transparencia.pe.gov.br) permite que o cidadão acesse, na integra, todos os contratos firmados com a administração pública

    Além das tradicionais consultas de receitas, despesas, o Portal da Transparência do Governo de Pernambuco (www.transparencia.pe.gov.br) apresenta nova funcionalidade aos internautas. Visitando a seção "Licitações e Contratos", além de conhecer as ferramentas de acompanhamento dos procedimentos licitatórios do Estado, o Portal disponibiliza nova aplicação de consulta dos contratos firmados pelos órgãos e entidades do Executivo Estadual.

    A aplicação permite que o cidadão possa consultar os contratos na íntegra podendo fazer a pesquisa pelo ano e pelo órgão ou entidade. Estão disponibilizados mais de 21 mil contratos e os usuários podem fazer pesquisas dos contratos firmado de 2008 até o ano corrente. É possível acessar documentos contratuais dos órgãos vigentes e dos que já foram extintos. "Antes o cidadão precisava visitar várias páginas, fazer vários cliques, sendo direcionado para diversos sites diferentes", relata o diretor de Estudos Especiais e Projetos Estratégicos, João Amaral

    "Agora o cidadão pode acessar em formato aberto e na íntegra os contratos firmados, fazendo a consulta em um único local, compreendendo os valores que são firmados entre as empresas e a administração pública de Pernambuco", disse Amaral.  Ainda segundo ele a solução foi criada a partir da utilização de software livre, não gerando custos adicionais.

    “Essa nova ferramenta aperfeiçoa e reforça o diálogo permanente que o Governo procura tratar em seu dia a dia, com foco na gestão participativa e transformadora”, disse o secretário da Controladoria-Geral do Estado, Ruy Bezerra, que planeja uma série de aprimoramentos para o Portal da Transparência de Pernambuco. No curto prazo, a SCGE planeja ainda a customização da ferramenta permitindo pesquisas por palavras-chave, tipo de serviço, valores contratados, período de vigência, entre outros.


    Assuntos: pernambuco, transparencia, portal, consultas, receitas
    Compartilhe: Link para o post:
  • Negativa familiar ainda é entrave para doação de órgãos

    | Saúde, Balanço

    Transplante 

    Em PE, fila de espera ultrapassa 1,2 mil pessoas

    Nos primeiros quatro meses de 2016, a Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE) registrou 445 doações de órgãos e tecidos. O quantitativo é 21,25% maior que o mesmo período de 2015, que totalizou 367. O aumento foi motivado, principalmente, pela doação de córnea, que cresceu 71% (de 139, em 2015, para 238, em 2016). O dado geral é animador, mas ainda é preciso continuar conscientizando a população da importância do ato, pois, em Pernambuco, cerca de 45% das potenciais doações não são realizadas por causa da recusa dos familiares, sendo o principal entrave para efetivar o ato, que pode salvar vidas.

    Para capacitar os profissionais de saúde, e incitá-los para a causa, a Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE) promove o 3º Simpósio Pernambucano de Doação e Transplantes de Órgãos e Tecidos, que traz o tema “Reflexões sobre comunicação de má notícia e entrevista familiar para doação de órgãos”. O evento ocorre no auditório do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) nesta quarta-feira (25.05), a partir das 8h30, e trará discussões sobre a espiritualidade no contexto da morte e a experiência da Espanha na comunicação de más notícias.

    “Entre os motivos da negativa familiar, está o desconhecimento da população sobre a morte encefálica e sobre a integridade do corpo após a doação. Precisamos informar que o diagnóstico de morte encefálica segue um rígido protocolo na sua confirmação e que a família receberá o corpo do ente querido íntegro para realizar todas as cerimônias de despedida. Como a doação só ocorre com a autorização de um familiar de até segundo grau, de acordo com a legislação brasileira, precisamos difundir esse tema; tirar dúvidas, mitos e preconceitos; e saber que esse ato pode salvar muitas vidas”, afirma a coordenadora da CT-PE, Noemy Gomes.  

    A coordenadora ainda reforça a importância das equipes de captação de órgãos e tecidos e de todos os profissionais de saúde para a efetivação do ato. “A gente precisa de profissionais capacitados para que possamos mudar a situação da fila de espera por um órgão, que conta com mais de 1,2 mil pessoas. Precisamos saber acolher os familiares, explicar toda a situação e também seguir os protocolos corretos para confirmar que aquele paciente é um potencial doador", diz Noemy.  

    TRANSPLANTES – De janeiro a abril, foram realizados, em Pernambuco, 445 transplantes em Pernambuco. Foram 3 de válvula cardíaca, 3 de rim/pâncreas, 10 de coração, 35 fígado, 68 de medula óssea, 88 de rim, 238 de córnea.

    Em 2015, foram realizados 1.348 transplantes de órgãos e tecidos. O quantitativo foi 4,13% menor que em 2014, com 1.404 procedimentos.

    ESPERA – Atualmente, a fila de espera por órgãos e tecidos no Estado computa 1.229 pessoas. Desse total, 03 aguardam por um rim/pâncreas, 12 por coração, 25 por medula óssea, 57 por fígado, 307 por córnea e 825 por rim. 

    Assuntos: doacao orgaos, pacto pela saude, doadores, central de transplantes, cremepe
    Compartilhe: Link para o post:
  • PE avalia eliminação da filariose em três municípios

    | Saúde, Balanço

    FilarioseColeta de sangue para verificação está sendo realizada com estudantes

    Desde 2013, Pernambuco está em processo de certificação da eliminação da filariose no Estado junto ao Ministério da Saúde (MS) e à Organização Pan-Americana de Saúde (Opas/OMS). Em 2003, a prevalência da doença era maior que 1% ou seja, 1.000 pessoas positivas a cada 100.000 examinadas. Há 3 anos, a prevalência da doença se mantém em índices inferiores a 0,001%, com, no máximo, 1 indivíduo positivo registrado por ano – o último caso foi computado em 2013.

    Para dar continuidade ao processo de certificação, municípios da Região Metropolitana estão realizando a Pesquisa de Avaliação de Transmissão (TAS). Para o processo, está sendo coletado sangue de alunos do 1º e 2º ano fundamental de escolas públicas e privadas localizadas em áreas que realizaram tratamento coletivo (medicação) por mais de 5 anos. Olinda e Jaboatão dos Guararapes já estão realizando suas atividades, que seguem até o final de maio. Recife fez seus trabalhos entre abril e o início de maio. O Programa de Enfrentamento às Doenças Negligenciadas – Sanar, criado pela Secretaria Estadual de Saúde em 2011 para combater sete doenças, participa da coordenação das ações juntamente com os municípios.

    No inquérito para avaliar a transmissão, utiliza-se um teste rápido que consegue detectar a presença do verme no sangue usando apenas duas gotas do material colhido do dedo da mão. A coleta pode ser feita a qualquer hora do dia. Nos 24 bairros visitados nas três cidades, serão realizados três inquéritos bianual até 2018, quando será produzido o relatório final para enviar ao MS e à Opas, que irão verificar a eliminação da doença em Pernambuco e, consequentemente, no Brasil.

    “É importante que os pais ou responsáveis das crianças sejam sensibilizados pelas escolas e para que autorizem a realização da coleta nos alunos selecionados para a pesquisa”, ressalta o coordenador do Programa Sanar, Alexandre Menezes.

    Os bairros que estão realizando a pesquisa são: Brejo de Beberibe, Alto José Bonifácio, Nova Descoberta, Água Fria, Alto de Santa Terezinha, Linha do Tiro, Passarinho, Mustardinha, Ilha Joana Bezerra, Cabanga e Afogados, no Recife; Alto e Baixo da Colina (Cavaleiro), Quitandinha e Retiro, em Jaboatão dos Guararapes; Alto do Sol Nascente, Águas Compridas, Alto da Bondade, Alto da Conquista, Passarinho, Caixa d'água, Peixinhos, Salgadinho e Sítio Novo, em Olinda.

    DOENÇA – A filariose é uma verminose transmitida pelo mosquito da espécie Culex quinquefasciatus. Ela acomete os vasos linfáticos, apenas de seres humanos, podendo provocar dilatação e ocasionar linfedema de membros e/ou mamas, no caso das mulheres, e hidrocele nos homens. Na fase crônica da doença pode aparecer, entre outro sintoma, erisipelas (vermelhidão e inchaço em membros inferiores) e quilúria (urina leitosa). Nas formas graves, pode ocorrer deformações incapacitantes, como a elefantíase.

    DADOS – Em 2004, Pernambuco registrou 897 casos positivos de filariose, número que veio reduzindo ano a ano. Em 2011, ano de início das atividades do Sanar, foram 11 casos. Em 2012, foram 5 e em 2013, apenas 1. Não há resultados positivos em 2014 e 2015.

    SANAR – Criado em 2011, o projeto, atualmente, é desenvolvido em 141 municípios, que recebem apoio para a vigilância epidemiológica e para o diagnóstico, notificação e o tratamento correto dos casos. As doenças trabalhadas são:leishmaniose viceral, doença de Chagas, hanseníase, filariose, esquistossomose, helmintíase e tuberculose. No final de 2014, o Estado destinou R$ 4 milhões para que os municípios pudessem otimizar suas atividades para combater suas doenças prioritárias.

     

    Secretaria Estadual de Saúde - PE
    Cidades: Jaboatão dos Guararapes , Olinda, Recife
    Assuntos: pernambuco, pacto pela saude, filariose, municipios, ministerio da saude
    Compartilhe: Link para o post: