meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Governo de Pernambuco realiza capacitações em Artesanato, Agricultura familiar e Agroecologia na Mata Norte

    | Economia, Educação, Agricultura

     Projeto Integra

    O Projeto Integra Economia Solidária da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco (Sempetq) realiza capacitações em oito municípios da Mata Norte. O foco é em treinamentos voltados para artesanato e agricultura familiar, características da região, para que os beneficiados continuem se desenvolvendo enquanto empreendimentos econômicos solidários. A ação é realizada através de um convênio com o MTE/SENAES com o apoio da Cáritas Nordeste 2.

    Segundo a gestora de Apoio à Economia Solidária e ao Empreendedorismo Autônomo da Sempetq, Maria Augusta Amaral, serão contemplados os municípios de Carpina, Lagoa do Carro, Tracunhaém, Lagoa de Itaenga, Chã de Alegria, Glória do Goitá, Feira Nova e Paudalho. Na questão da agricultura familiar entra a importância do beneficiamento e ampliação do produto orgânico para o mercado.

    O curso de Agricultura e Agroecologia vai tratar do beneficiamento e processamento do produto e da prática, manejo e conservação do solo. Já para o artesanato, Lagoa de Itaenga conta com um grande Centro de Artesanato que atende toda a região da Mata Norte. 

    Cursos

    Artesanato -  Glória do Goitá, Lagoa do Itaenga, Tracunhaém

    Agricultura e Agroecologia - Glória do Goitá, Carpina, Lagoa do Itaenga, Tracunhaém 

    Assuntos: sempteq, governo de pernambuco, projeto integra economia solidaria, capacitação, agricultura familiar, artesanato,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara reforça ações do Corpo de Bombeiros com novo grupamento em Surubim

    | Segurança, Agricultura
     
    PC

    A nova unidade ampliará a área de atendimento da instituição, abrangendo um total de 19 novos municípios

    SURUBIM - Com o objetivo de melhorar cada vez mais a segurança e a qualidade de vida da população no Interior do Estado, o governador Paulo Câmara inaugurou, nesta sexta-feira (16.03), o 8º Grupamento de Bombeiros Militar de Pernambuco (8º GBM), no município de Surubim, Agreste do Estado. A nova unidade ampliará a área de atendimento da instituição, abrangendo um total de 19 novos municípios.

    “Essa nova unidade vai servir ao seu objetivo de salvar vidas e, ao mesmo tempo, proteger toda a população de qualquer mal que possa vir a ocorrer. E com equipamentos novos, equipamentos modernos, equipamentos que, com certeza, vão ajudar muito, caso necessário, a salvar vida”, afirmou Paulo. 

    O 8º GBM também atenderá os municípios de Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, Frei Miguelinho, João Alfredo, Limoeiro, Machados, Orobó, Passira, Salgadinho, Santa Cruz, Santa Maria do Cambucá, São Vicente Férrer, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertente do Lério, Vertentes e vai contar com um efetivo de 20 militares.

    O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, aproveitou a oportunidade para destacar a importância do Corpo de Bombeiros no Pacto Pela Vida. “Já salvou mais de 60 pessoas vítimas de crimes de tentativa de homicídio. Ele também faz segurança”, concluiu. O comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Pernambuco, coronel Manoel Cunha, salientou a relevância dessa entrega. “Essa unidade de Surubim é um exemplo típico de união do poder público onde Estado, prefeitura, sociedade se unem em prol de um bem maior, que é entregar à sociedade um bem público de utilidade pública”, frisou.

    Gestora município, a prefeita Ana Célia destacou sua satisfação ao receber o novo equipamento. “As respostas serão muito mais rápidas (com o 8o Grupamento), não só para os moradores de Surubim, mas para os moradores da região”, concluiu.

    PC

    REFORÇO – O CBMPE deve receber, já neste primeiro semestre de 2018, o reforço de 300 novos profissionais aprovados em concurso. Todos já estão no Curso de Formação de Praças do CBMPE, que iniciou em novembro passado. Além disso, outros 300 profissionais, remanescentes dessa mesma seleção, deverão ingressar no Curso de Formação ainda este ano.

    AGRICULTURA FAMILIAR - Para contribuir com o aumento da produtividade da agricultura familiar, o governador Paulo Câmara aproveitou a ocasião para entregar oito toneladas de sementes de milho gorutuba. Cerca de 1.600 agricultores locais, foram beneficiados com a distribuição do produto. Na ocasião, o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), Wellington Batista, falou do trabalho realizado pela pasta. “A  SARA tem trabalhado diuturnamente para que o homem do campo tenham condições necessárias de viver dignamente”, pontuou. 

    PRESENÇA - O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco está presente em todo o Estado, com unidades sediadas em 26 municípios, do Litoral ao Sertão. A Região Metropolitana conta com unidades no Recife e em Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, São Lourenço da Mata, Paulista e Cabo de Santo Agostinho (Suape).

    SANEAMENTO - Paulo aproveitou a visita a Surubim para vistoriar as obras de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário local. Com um custo estimado de R$ 83 milhões, a intervenção contempla rede coletora (65 km), ramais condominiais (106 km), estações elevatórias e emissários (8 ud), além de uma estação de tratamento, beneficiando cerca de 60 mil pessoas. A previsão é que de as obras sejam concluídas até o final deste ano.

    Acompanharam o governador Paulo Câmara no evento o deputado federal Danilo Cabral; o deputado estadual Zé Maurício; o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista; o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua; o secretário da Casa Civil, Nilton Mota; o presidente da Compesa, Roberto Tavares;  os prefeitos João Camelo (Casinhas), Renato Sales (Vertente do Lério), Adriana Assunção (Frei Miguelinho), Argemiro Pimentel (Machados), Maria Sebastiana (João Alfredo), Mariana Medeiros (Cumaru) e o vice-prefeito de Surubim, Guilherme Nóbrega. 

    Fotos: Edílson Júnior/SARA

    --
    Assuntos: sei, paulo camara, surubim, 8º grupamento de bombeiros da polícia militar de pernambuco,
    Compartilhe: Link para o post:
  • São Bento do Una recebe reforço na agricultura, saúde e abastecimento hídrico

    | Agricultura
     
    Abatedouro
    Governador entregou, nesta quarta-feira, o novo abatedouro público do município,  além de 134 cisternas e sete toneladas de sementes de milho
     
    SÃO BENTO DO UNA - Em visita ao Agreste Central, nesta quarta-feira (28.02), o governador Paulo Câmara entregou um importante conjunto de ações para o desenvolvimento social, agrário e econômico do município de São Bento do Una e região. Entre elas, o novo abatedouro público João Coquinho. O equipamento, que irá atender cerca de 58 mil pessoas, tem capacidade para o abate humanizado e regulamentado de 60 bovinos, caprinos e suínos por dia. A ação visa combater o abate clandestino e garantir o cumprimento das normas padrões para esse tipo de serviço, assegurando uma carne de qualidade e mais saúde aos moradores do município. Para a implantação da estrutura, foram investidos R$ 1, 3 milhão. Paulo aproveitou a oportunidade para entregar 134 cisternas, com 16 mil litros cada, e sete toneladas de sementes de milho para agricultores rurais locais. 

    "Esse abatedouro vai ser referência na região e vai dar a garantia da qualidade de quem comercializa o boi, o caprino e a avicultura. Então, isso tudo vai estar dentro do foco que a gente quer, de ter equipamentos que funcionem com qualidade, com saúde pública, dentro das normas ambientais e que sirvam para toda a região. Ao mesmo tempo, eu quero continuar a fazer parcerias com todos os municípios pernambucanos, de acordo com as suas necessidades. Estamos entregando cisternas que vão melhorar o abastecimento das famílias que vivem na zona rural. Estamos garantindo também à população que pode plantar, que vai dar certo. São sete toneladas de sementes de milho que vão beneficiar 700 agricultores. Ano passado, o Estado investiu R$ 12 milhões no Seguro Safra, porque sabemos que isso é importante, fundamental e precisa ser mantido a cada ano", frisou o governador.

    A partir de agora, a população da região passa a contar com uma estrutura adequada para o abate animal, que será realizado através da pistola pneumática. O abatedouro será gerido pela prefeitura e realizará abates humanizados de 20 bovinos, 20 caprinos e 20 suínos por dia. A estrutura conta com uma área construída de 3.649,49 m², distribuídos em: curral, pocilga (curral de porcos), aprisco (curral de caprinos), galpão principal (local de abate) de 150 m², vestiário para os funcionários, área administrativa, reservatório de água, caldeira, sistema final de esgoto com lagoa de estabilização, entre outros.

    Para a ampliação do abastecimento de água local, foram entregues 134 cisternas de placa de 16 mil litros. As cisternas servem para captar e armazenar água da chuva para o consumo humano. O objetivo da ação é garantir que famílias de baixa renda, instaladas na zona rural, tenham acesso à água em quantidade e qualidade para o consumo doméstico. Ao todo,  670 pessoas de 134 famílias serão beneficiadas. O investimento, orçado em R$ 387.850,94, foi realizado através de uma parceria entre a Secretariade Agricultura e Reforma Agrária (SARA) e o Ministério de Desenvolvimento Social. 

    Em todo o município, foram construídos, no ano de 2016, aproximadamente 566 equipamentos, contemplando cerca de 2,8 mil pessoas de 566 famílias, com investimento de R$ 1.638.236.06. Já em 2017, foram 833 cisternas, beneficiando cerca de 4 mil pessoas de 833 famílias com investimento total de R$ 2.411.043,53. "Nós estamos em plena ação no combate à seca e à estiagem, na convivência do homem do campo com o semiárido, perfurando poços, construindo barragens, construindo cisternas.  Só nesse município, já foram construídas 1.300. Então, hoje é um dia de festa. Nossa missão é trabalhar diariamente para engrandecer o Estado, para fortalecer a agricultura e a economia, e para melhorar a qualidade de vida de toda a população", salientou o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista. 

    Satisfeita com a visita do governador ao seu município e, principalmente, pelas acões concretizadas, a prefeita Débora Almeida agradeceu em nome do povo. "São Bento do Una tem o maior rebanho de bovinos de pernambuco e também é um grande produtor de carne bovina. Então, era mais do que necessário que nós tivéssemos um lugar onde nós pudéssemos fazer o abate com segurança e qualidade na comercialização desses. E isso também é saúde para a nossa população. A partir de agora, só será permitida a venda daquela carne que foi abatida aqui no abateadouro, assim como também faremos a fiscalização dos frigoríficos", registrou.

    Abatedouro

    SEGURANÇA - A prefeita aproveitou a oportunidade para também agradecer ao governador pelo reforço na segurança com a chegada da nova equipe da Polícia Civil no município. Um delegado, quatro agentes e um escrivão formados no início deste mês de fevereiro compõem o grupo. Ao todo, foram nomeados 1.214 novos policiais civis e científicos que já estão atuando todas as delegacias do Estado. "A nossa delegacia, hoje, está funcionando 24 horas por dia e completa, graças ao compromisso do nosso governador com a área da segurança pública", disse, completando: "Dos cinco agentes, quatro são mulheres. Isso vai ser de fundamental importância, principalmente na investigação e no apoio contra os crimes de violência contra a mulher".
     
    Fotos: Hélia Scheppa/SEI

    --
    Cidades: São Bento do Una
    Assuntos: Não há assuntos relacionados.
    Compartilhe: Link para o post:
  • Cultivo de hortas ocupa tempo e mente de reeducandos do estado

    | Agricultura, Direitos Humanos

    Horta 

    O cultivo de hortas para o próprio consumo parece difícil para muitas pessoas, seja pelo espaço físico ou pelos cuidados diários requeridos a cada hortaliça, legume ou fruta. Para os reeducandos das unidades prisionais plantar, colher e consumir fazem parte da rotina. A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), vinculada à Justiça e Direitos Humanos (SJDH), com o apoio dos gestores das unidades prisionais, tem incentivado a atividade laboral dos detentos nas hortas.

    De 22 penitenciárias e presídios do estado, dez contam com hortas. Macaxeira, manga, maracujá, mamão, coco, coentro, alface são alguns dos alimentos cultivados por reeducandos que também têm o direito de consumi-los durante as refeições. A iniciativa, além de fortalecer para reconstrução dos laços sociais e de servir como terapia, oferece aprendizado profissional para os detentos que pode ser utilizado quando alcançarem a liberdade. A Colônia Penal Feminina de Buíque (CPFB), no Agreste, a Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ), em Itamaracá, e a Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes (PDEG), em Petrolina, já ofereceram cursos aos detentos voltados para a área como teoria e prática em hortaliças e olericultura.   

    Na PAISJ há em torno de oito hectares de terra para plantio. Os reeducandos contam com a supervisão de um funcionário especializado em agropecuária para que o trabalho seja feito corretamente. “Através do cultivo os reeducandos ocupam o tempo, a mente e adquirem noções que poderão ser exploradas quando estiverem em liberdade”, destaca o secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues.

    O reeducando João Franco é o responsável pela horta do Presídio de Igarassu (PIG) e trabalha na plantação com mais nove detentos. “Hoje a gente tem uma horta que é de admirar, através dela que conquistamos o curso de jardinagem, no Sebrae, e para mim foi muito bom porque tenho um sítio lá fora e o curso que fiz vai servir”, conta. Há em torno de 140 pessoas privadas de liberdade trabalhando nas hortas das dez UPs.

    Unidades prisionais que têm horta:

    Região Metropolitana do Recife – Penitenciária Agroindustrial São João, Presídio de Igarassu, Penitenciária Professor Barreto Campelo, Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros, Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico e Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima.

    Interior – Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes, Centro de Ressocializção do Agreste, Presídio de Vitória de Santo Antão e Colônia Penal Feminina de Buíque.   

    Horta1

    ​Fotos: Divulgação​
    Assuntos: sjdh, seres, hortas organicas, detentos, reeducandos,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco entrega escrituras de imóveis em Itapissuma

    | Agricultura

     

     Ação faz parte do Programa Meu Imóvel Legal, executado pela Perpart, e beneficia cerca de 450 moradores na comunidade de Engenho Botafogo

    O Governo do Pernambuco, através da Perpart, realizou a entrega de 90 escrituras na comunidade de Engenho Botofogo, em Itapissuma, na última terça-feira (27). Severina Josefa da Conceição mora em Engenho Botafogo há 40 anos e vibrou ao receber a escritura. “Agora estamos com mais segurança. Uma casa sem escritura não tem valor nenhum. Estou muito feliz”, conta.

    O PMIL tem o objetivo de transferir a propriedade definitiva do terreno, com o registro no Cartório de Imóveis, àqueles que comprovarem a posse de fato e utilizarem o terreno para fins de moradia.

    A escritura definitiva é um documento que garante a propriedade da área a famílias que residem no local. O título é capaz de garantir todos os benefícios sociais e legais atinentes à propriedade definitiva do imóvel, como acesso a linhas de crédito e permissão de venda.

    “Garantir o direito humano à moradia é uma das prioridades do governador Paulo Câmara e o Programa Meu Imóvel Legal desempenha um papel fundamental nesta missão. Este é um momento muito feliz na vida da comunidade, que realiza o sonho de poder olhar pra casa e dizer ‘ela é minha!’”, disse André Campos.

    O Programa já entregou mais de 2,5 mil escrituras definitivas, contemplando mais de doze mil cidadãos. A ação conta ainda com a regularização de mais de 20 mil unidades imobiliárias, o que torna o PMIL um dos maiores programas de regularização fundiária do Brasil.

    Histórico - A Perpart atua simultaneamente, desde 2013, em 14 áreas, localizadas em Água Fria, Roda de Fogo, Bola na Rede, Brejo da Guabiraba, Buriti, Sancho/Totó, Passarinho, Pina, Mangabeira - todas no Recife -, Tamandaré Centro e Engenho Botafogo, em Itapissuma. A empresa interiorizou seu atendimento, e, através de convênios de cooperação técnica, está presente também em Jataúba, no Agreste, e em Bodocó, no Sertão.

    A entrega da escritura é o resultado de um planejamento que inclui, dentre outras atividades, delimitação das áreas, levantamento topográfico, reuniões comunitárias, registro de títulos no cartório de imóveis, análises jurídicas e aprovação do projeto na Prefeitura.

    Perpart - A Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart) é uma empresa estadual sob governança da Secretaria de Administração do Estado (SAD) localizada na Rua Doutor João Lacerda, 395, bairro do Cordeiro. O Núcleo de Atendimento ao Cidadão (Naci) funciona na sede da empresa e está aberto à população de segunda a quinta, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h. Nas sextas, o horário é das 8h às 11h30. Mais informações pelo número (81) 3184.5101// 5103 ou através do e-mail meuimovellegal@perpart.pe.gov.

    Cidades: Itapissuma
    Assuntos: sad, perpart, meu imovel legal. engenho botafogo, Itapissuma, escritura casa propria,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Agricultura familiar pernambucana ganha reforço com novos tratores

    | Agricultura

     tratores

    Governador Paulo Câmara entregou, nesta segunda-feira (26), nove veículos que beneficiarão agricultores da Zona da Mata, Agreste e Sertão do Estado

    Reforçando o compromisso do Governo de Pernambuco com um dos setores mais importantes e produtivos do Estado, a agricultura, o governador Paulo Câmara entregou, na manhã desta segunda-feira (26.01), no Palácio do Campo das Princesas, nove tratores agrícolas de pneus que beneficiarão municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão. Com investimento de R$ 1,2 milhão, através de emenda parlamentar do deputado federal Danilo Cabral, os equipamentos atenderão cerca de 240 mil habitantes, direta e indiretamente, das cidades contempladas. Outros quatro municípios também serão beneficiados ela iniciativa até o final do ano, totalizando 13 veículos agrícolas.

    “A gente acredita que os municípios precisam estar cada vez mais preparados para os desafios da tecnologia, da aração da terra, da busca realmente da presença do Estado. E com a ajuda do deputado Danilo Cabral, a partir de emenda parlamentar, a gente está conseguindo, hoje, ofertar 13 tratores que serão distribuídos ao longo desse ano para os municípios, tanto para o litoral da Mata Sul, como também para o Agreste pernambucano e para o Sertão. Assim, estamos abrangendo todas as regiões de Pernambuco em busca realmente de oferecer condições às pessoas que atuam no campo, para que elas possam trabalhar, tirar o seu sustento, e, cada vez mais, criar seus filhos com qualidade no nosso Estado”, destacou o governador.

    Os novos veículos vão contribuir na qualificação, verticalização e promoção da produção de alimentos, além de proporcionar, também, o aumento da produtividade e geração de renda nas regiões. Dessa forma, irá potencializar também o crescimento da agricultura familiar, responsável por cerca de 70% da produção dos alimentos que chegam na mesa dos pernambucanos. Os tratores serão destinados aos municípios de Bezerros (Agreste Central), Carnaíba e Flores (Sertão do Pajeú), Machados (Agreste Setentrional), Saloá (Agreste Meridional), Santa Maria do Cambucá (Agreste Setentrional), Sirinhaém, Tamandaré e Rio Formoso (Mata Sul). 

    A entrega faz parte de um projeto territorial do Governo de Pernambuco, que tem foco no incentivo e desenvolvimento do pequeno e médio agricultor, dando oportunidades para que os cultivadores tenham a produção rural em condições adequadas. “Nós estamos no início de um período de chuvas. E a gente sabe, para o agricultor, o quanto isso é importante. Não só para a aração, mas também para o programa que nós temos de sementes. A Secretaria de Agricultura já iniciou a distribuição das sementes de milho e sorgo, e os tratores chegam na hora certa para atender essa reivindicação do homem do campo, que quer plantar, produzir e que necessita desses equipamentos para ter uma produção maior”, declarou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), Wellington Batista.

     

    Para o deputado Danilo Cabral, autor da emenda parlamentar que subsidiou a compra dos veículos, a ação em parceria com o Governo de Pernambuco vai incentivar também a geração de renda no Estado. “São veículos que vão chegar aos municípios e ajudar ainda mais na estruturação da economia, sobretudo daqueles que trabalham com agricultura familiar. Nossa expectativa é que nesse ano de 2018, o nosso Estado tenha uma chuva mais regular. Então, nesse momento, é importante que a gente melhore as condições do agricultor para que ele possa plantar, produzir, colher e gerar renda para Pernambuco”, disse.


    O prefeito Anchieta Patriota, de Carnaíba, avaliou os benefícios que a ação vai gerar nas várias etapas do plantio. “Esses tratores vão agilizar o processo de plantio da agricultura familiar, uma vez que nós usávamos, há décadas, o arado manual e com auxílio de animais. Então, o que era feito em um dia, agora será feito em uma hora. Nós sabemos que o período do plantio é muito curto no Sertão nordestino, então o trabalho será agilizado. E após o período do plantio, o transporte da produção também será facilitado”, pontuou.


    Participaram da entrega também os prefeitos, Anchieta Marconi Santana (Flores), Argemiro Pimentel (Machados), Isabel Hacker (Rio Formoso), Ricardo (Saloá), Robevan de Seu Nim (Santa Maria do Cumbucá), France Hacker (Sirinhaém) e Sergio Hacker (Tamandaré).


    Fotos: Hélia Scheppa/SEI

    Assuntos: sara, tratores agrícolas, paulo camara, emenda parlamentar, agricultura familiar,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Agricultura entrega 80 mil alevinos em Bonito, no Agreste de Pernambuco

    | Economia, Emprego, Agricultura

    Agricultura 

    Filhotes de tambaqui e tilápia foram distribuídos para moradores de áreas próximas a açudes e rios

     O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, foi até o município de Bonito, no Agreste do Estado, para entregar 80 alevinos para a população da cidade. Os filhotes de peixes foram distribuídos para pescadores e em cerca de seis meses já poderão ser pescados e consumidos.

    "É muito bom vir até um município e fazer uma entrega como esta. E Bonito é privilegiado pela natureza com a quantidade e a qualidade da água. A secretaria de Agricultura e Reforma Agrária vem até aqui para fortalecer ainda mais isso junto à Prefeitura local. O governador Paulo Câmara nos cobra exatamente isso. Estar sempre junto ao poder municipal para melhorar cada vez mais a vida da mulher e do homem do campo", destacou o secretário Wellington Batista.

    Para o prefeito Gustavo Adolfo, este foi um compromisso firmado e cumprido pela secretaria de Agricultura. "Sempre que recebemos alguém do Governo de Pernambuco em Bonito é para trazer coisa boa, algum benefício. E a secretaria de Agricultura tem feito isso fortemente, já que a agricultura é responsável pela renda de 80% da nossa população. Queremos firmar novas parcerias para que a nossa população seja sempre beneficiada", comentou o gestor municipal.

    O ato contou com a participação do prefeito Gustavo Adolfo, com o secretário executivo de Agricultura Familiar, José Cláudio, e o secretário municipal de Agricultura, José Pinheiro. Participaram ainda o gestor Celso Santo, da Secretaria Executiva da Agricultura Familiar, vários secretários municipais, vereadores e outras autoridades do município. Entre 2015 e 2017, a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária já distribuiu mais de 2,5 milhões de alevinos em diversos municípios de Pernambuco.

    FOTOS: Edilson Junior


    Cidades: Bonito
    Assuntos: sara, bonito, alevinos, bonito, paulo camara, governo de pernambuco,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) abre, dia 26, ciclo anual de palestras

    | Educação, Meio Ambiente, Agricultura

    Estudantes, agricultores, investidores e demais interessados no setor agro em Pernambuco, que buscam aprimoramento na área através de palestras com pesquisadores e estudiosos encontram no Recife, na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão ligado à Secretaria de Agricultura do Estado (Sara), este apoio através de um ciclo anual de palestras – abertas ao público – para tratar de temas relevantes ao setor. Para se inscrever e participar, só precisa entrar em contato com pelo e-mail: claudia.fernandes@ipa.br ou no telefone (81) 3184-7270, das 8h às 17h30, de segunda a sexta-feira. O serviço é gratuito. 

    Todo o ciclo conta com a participação de pesquisadores e profissionais das áreas a serem debatidas, buscando compartilhar o conhecimento para a que haja uma melhoria contínua no setor. O primeiro tema diz respeito ao uso e reuso de água salina para a produção agrícola, no dia 26, das 13h30 às 17h, na sede do Ipa, em San Martin. O circuito conta com uma palestra ao mês, sempre no mesmo horário. Abaixo, a lista completa das discussões e debates:

    26/02 – Uso e reuso de água salina para produção agrícola com Arminda Saconi;

    26/03 – Identificação de proteína para tolerância à cochonilha-de-escamas em palma forrageira com Tercilio Calsa Jr; fixação biológica de nitrogênio em capim pangola nos diferentes ecossistemas pernambucano com Mário Lira Jr.;

    23/04 – Controle biológico da lagarta cartucho no cultivo de milho verde com a Drª Ana Porto; Sistema de alerta precoce da vulnerabilidade do rebanho pecuário da região semiárida de Pernambuco com Rômulo Menezes;

    28/05 – Apoio à reestruturação da pecuária de leite em Pernambuco com Sebastião Guido; apoio à produção de alimentos básicos como grãos, raízes e tubérculos com José Tabosa;

    Assuntos: sara, ipa, ciclo anual de palestras,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Prazo para o registro de granja termina dia 3 de março

    | Agricultura

    aves

    Os avicultores de todo o Estado devem procurar a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) para fazer o registro da sua granja até o dia 3 de março. A exigência é do Ministério da Agriculta, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que fixou novas regras para os órgãos de fiscalização monitorarem as granjas no Brasil a fim de manter o controle da sanidade das aves.

    Segundo o coordenador do programa de sanidade avícola da Adagro, Francisco Nascimento, o proprietário que não procurar a Adagro dentro do prazo sofrerá penalidades. “Caso o registro não seja feito na Adagro até a data limite, o produtor não poderá receber novas aves para se alojarem nas granjas e continuar a produção”, informou o coordenador.

    Após a entrega dos documentos por parte do avicultor, a Adagro realiza uma visita técnica na propriedade e se todas as exigências forem atendidas, o estabelecimento recebe um selo de saúde para o plantel. O registro garante a saúde dos animais durante a produção e é por meio dele que a Adagro controlará a sanidade das granjas do Estado.

    Pernambuco possui 1.100 granjas comercias, até o momento apenas 28% dos estabelecimentos realizaram o registro. Para isso é necessário o requerimento de registro avícola, a ficha sanitária do estabelecimento, a ficha de cadastro do estabelecimento avícola, a declaração do responsável técnico, cópia da carteira do CRMV do responsável técnico, a planta baixa, planta de localização ou croqui digital com escala, o memorial descritivo higiênico-sanitário, o comprovante de pagamento da taxa e o laudo de análise microbiológica da água.

    Desde 2007 que uma Instrução Normativa do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento fala da obrigatoriedade do registro de granjas, mas devido a solicitações do setor produtivo esse prazo foi sendo prorrogado e se encerrará definitivamente em 3 de março.

    Assuntos: sara, adagro, avicultura
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ceasa comemora o Carnaval com aumento de fluxo de pessoas e queda nos preços

    | Agricultura

    É justamente na semana pré-carnavalesca que, no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco, algumas frutas utilizadas durante o período de folia têm seu preço ajustado. Mas ajustado para baixo! É isso o que mostra os dados colhidos junto ao Departamento Técnico do entreposto e entre alguns comerciantes. Com isso, o fluxo diário de pessoas que frequentam o Centro aumenta em até 22%. São vendedores de sucos e caipifrutas, donos de hotéis, pousadas e até mesmo grupo de pessoas que alugam casas em Olinda e Recife e veem no Ceasa preços mais acessíveis para as compras de Carnaval.

    O principal fator para o crescimento desse fluxo é a procura pelas frutas que compõem a mesa do café da manhã dos hotéis e que também são utilizadas na produção de sucos e caipifrutas típicas dessa época. Dentre elas, as mais procuradas são laranja, limão, cajá, abacaxi, maracujá goiaba, uva e morango.

    O destaque está sendo para a laranja pêra, limão taity e o morango. Eles apresentaram uma queda de até 30% em seus preços. A laranja, no mês de janeiro, era comercializada de R$ 25 a R$ 40 o cento (100 unidades). Hoje a mesma fruta pode ser encontrada no Centro nos valores entre R$ 20 e R$ 30.

    No mesmo caso encontra-se o limão. Mês passado, 100 unidades eram vendidas por R$ 40. Hoje, ele pode ser encontrado entre R$ 14 e R$ 20. 

    O morango, mesmo em sua entre safra, também mostrou uma queda em seu valor passando de R$ 19,00 para R$16,00 o quilo.

    Segundo, Edno Francisco, comerciante de laranja e limão há 27 anos, a expectativa de vendas para o período carnavalesco é considerada muito boa. “É esperado um aumento de 20% a 30% no volume comercializado até a sexta-feira. Aqui no Ceasa nós vendemos cerca de 80 toneladas nos meses normais, em fevereiro e esperamos poder atingir a média de 100 toneladas”.

     Fotos: Divulgação/Ceasa

    Cidades: Recife
    Assuntos: ceasa, sara, carnaval
    Compartilhe: Link para o post: