meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Governo do Estado entrega mais de 500 títulos de terra a agricultores do Agreste Meridional

    | Agricultura

    ITERPE

    Em mais uma ação para garantir o bem estar social e a qualidade de vida no meio rural, o Governo do Estado entregou 510 títulos de terra a famílias de agricultores do Agreste Meridional. O evento foi realizado nesta quinta-feira (20/07) na Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional – CODEAM, em Garanhuns.

     Desse total, são 403 títulos de propriedade (Regularização Fundiária) e 107 títulos de Concessão de Direito Real de Uso da Terra (Reordenamento Agrário), com investimentos de R$ 510 mil, beneficiando mais de 2.500 pessoas. Os títulos de propriedade, emitidos gratuitamente e registrados em cartório, vão contemplar trabalhadores rurais de 19 municípios. Já os títulos de Concessão de Direito Real de Uso da Terra foram entregues aos agricultores familiares de quatro assentamentos estaduais da região.

     O trabalho de regularização das famílias é realizado pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do Instituto de Terra e Reforma Agrária (Iterpe).  “Com essa ação, o Governador Paulo Câmara assegura a segurança jurídica de famílias rurais, o acesso ao crédito e a políticas públicas que repercutem na vida dos agricultores e seus familiares”, afirmou o secretário Nilton Mota.

     De 2015 a junho/2017, 10.224 mil agricultores rurais de todo o Estado foram beneficiados com acesso à terra. No Agreste Meridional foram emitidos, no período, 1.871 títulos de terra, sendo 1.491 títulos de terra por meio do Programa de Regularização Fundiária e mais 381 títulos de concessão de uso real da terra por meio do Reordenamento Agrário.

    Assuntos: codeam, iterpe, sara, nilton mota
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco reforça agricultura familiar do Sertão do São Francisco

    | Agricultura
    Pe em ação/assina
    Durante nova rodada do Pernambuco em Ação, foram anunciadas ações que contemplam perfuração de poços, serviços de georreferenciamento e combate de pragas, e distribuição de alimentos e leite para a região
     
    PETROLINA – A passagem do Pernambuco em Ação pelo Sertão do São Francisco também deixou um conjunto de investimentos para o reforço da agricultura familiar da região. Durante o seminário, nesta sexta-feira (14.07), o governador Paulo Câmara anunciou e autorizou uma série de ações que contemplam a perfuração de poços artesianos, distribuição de alimentos e leite para famílias em vulnerabilidade nutricional, inauguração de pequenas barragens, entrega de títulos de concessão de terra, além de serviços nas áreas de georreferenciamento e combate de pragas, entre outros. Ao todo, o conjunto conta com um aporte de R$ 13,7 milhões, beneficiando os 15 municípios da região.

    “Vamos reforçar os serviços para as famílias que vivem e se sustentam da agricultura em Pernambuco, especialmente no Sertão. Nós sabemos das dificuldades que esses agricultores enfrentam, principalmente com a falta de água e não vamos poupar esforços para atender essas necessidades. Novas barragens foram finalizadas aqui, em Petrolina; e também vamos realizar a perfuração de poços nas Zonas Rurais. Nós viemos aqui, hoje, para mostrar que estamos atentos a isso também", ressaltou o governador.

    Entre as ações, foi lançado o edital de licitação da contratação dos serviços de georreferenciamento de imóveis rurais para regularização fundiária das Regiões de Desenvolvimento (RDs) de Pernambuco. Para o Sertão do São Francisco, serão investidos R$ 7.042.500,00 na execução do serviço, contemplando uma área total de 150 mil hectares. Serão beneficiados os municípios de Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista. A ação consiste no levantamento topográfico, com cadastro de poligonais em área rural, além do levantamento cadastral georreferenciado de todos os imóveis rurais, por varredura ou estudo pontual. No total, o programa contemplará, em um prazo de 12 meses, todas as RDs do Estado – 1,8 milhões de hectares -, com investimento estimado de R$ 80 milhões.

    No ato, foi autorizada, ainda, a liberação da distribuição de 498 mil quilos de alimentos e 675,2 mil de litros de leite, ao longo de 2017, por meio dos Programas de Aquisição de Alimentos (PAA Alimentos) e Leite de Todos (PAA Leite). Ao todo, serão beneficiados mais de 400 agricultores familiares e 21.700 pessoas em situação de vulnerabilidade nutricional da região. As ações, que vão custar ao Estado aproximadamente R$ 2,9 milhões, têm o objetivo de gerar renda para produtores agrícolas de base familiar e garantir a segurança nutricional de crianças, jovens e adultos em vulnerabilidade alimentar. Também foram entregues 134 títulos de concessão uso da terra aos agricultores familiares dos assentamentos de Ilha Grande do Pontal, em Lagoa Grande, e Lagoa da Pedra, em Santa Maria Da Boa Vista.

    "Quando a gente faz ações no meio rural que modificam a vida das pessoas, tanto no setor produtivo como na questão social, a gente sabe que o caminho é esse. Os resultados apontam isso. O PIB, divulgado na semana passada, mostrou que a Agropecuária do Estado cresceu 13,6% no primeiro trimestre de 2017 comparado ao de 2016. Foi o segmento econômico que mais cresceu em Pernambuco, fruto dessas ações que estão sendo implantadas ao longo desse governo", ressaltou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota. 

    O gestor ressaltou que também foi dada a ordem de serviço para execução de obras de limpeza, desassoreamento e recuperação do canal da Ilha de Assunção e Aldeia Truká, no município de Cabrobó, contemplando um trecho de aproximadamente 60 km. A obra, que vai custar R$ 150 mil, tem prazo de 60 dias e vai beneficiar cerca de 1,5 mil famílias da localidade.

    ÁGUA PARA TODOS - Por meio do Programa Água para Todos, em convênio com o Ministério da Integração Nacional, foram dadas por inauguradas oito pequenas barragens em Petrolina. São elas: Barragem Rajada, Ponta da Serra, Horizonte, Cristalina, Olho d´agua, Baixo dos Pretinhos, Baixa Alegre e Chapada do Alegre. Ao todo, serão beneficiadas cerca de 400 famílias do município. Para a implantação desses equipamentos, foi investido um total de R$ 800 mil.

    Para ampliar a oferta de água na Zona Rural da região, que dependem do abastecimento via carro pipa, foi assinada a ordem de serviço para a perfuração de poços artesianos. A ação receberá um investimento de R$ 1 milhão, beneficiando toda a população do meio rural da região. Além disso, foi lançado o edital de licitação para a aquisição de perfuratriz para a construção de poços, que vão disponibilizar água de qualidade à população, sobretudo nas regiões mais castigadas pela estiagem. Para esta ação, está previsto um investimento de R$ 800 mil.

    Durante o ato, foi entregue à população de Orocó um caminhão baú frigorífico, que vai oferecer suporte e auxiliar no aumento da produtividade de aproximadamente dois mil agricultores familiares da região do São Francisco. Para a aquisição do veículo, foram investidos R$ 165 mil. Também foi entregue uma nova escavadeira hidráulica para o atendimento de três mil famílias agrícolas do município de Cabrobó. O investimento de R$ 331 mil, para a compra do veículo, foi realizado por meio de emenda parlamentar do ex-deputado federal Inocêncio Oliveira.

    CONTROLE DE PRAGAS - Outra importante ação do dia na área foi a renovação do contrato com a Empresa Moscamed. A medida vai garantir a continuidade dos serviços de combate - controle e monitoramento - das pragas conhecidas como Moscas-das-Frutas, no Sertão do São Francisco. Com um investimento de R$ R$ 545.285,00, o contrato terá validade de seis meses. A praga é o maior obstáculo para a produção da fruticultura, processamento e comércio de frutas frescas na região do Vale do São Francisco, cuja região é responsável por 90% das exportações de manga e 98% das exportações de uva de mesa do Brasil, gerando aproximadamente 90.000 empregos diretos e indiretos.
    Cidades: Petrolina
    Assuntos: pe em acao, petrolina, agricultura familiar, paa alientos, paa leite, agua para todos
    Compartilhe: Link para o post:
  • Médio produtor rural contará com assistência para desenvolvimento sustentável

    | Agricultura

     

    Agronegócio na perspectiva do Médio Produtor Rural. Esse foi o tema da palestra ministrada pelo presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel, na manhã desta quarta-feira (12), no Centro de Treinamento- Cetreino, em Carpina. A ação integra a oficina para nivelamento das informações sobre o Projeto para Prestação dos Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), para o Desenvolvimento Sustentável do Médio Produtor Rural de Municípios do Estado de Pernambuco. A capacitação acontece até esta quarta-feira (13)

    A iniciativa é realizada pelo Governo do Estado, por meio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Após o almoço, o gerente do Departamento e Assistência Técnica e Extensão Rural (DEAT), Maviael Fonseca, fala sobre o Sistema Nacional de ATER ( Agência nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural - Anater). Pesquisa sobre as características e demandas do médio produtor (Proater) é o tema abordao pelo extensionista do IPA, José Walter Barros. 

    Na quinta-feira (13), a extensionista Ana Paula Silva abre o evento, discorrendo sobre Metodologia da ATER. O chefe da Divisão da Coordenação Geral da ATER, Jailson Lopes, fala sobre Ferramenta de Monitoramento do Convênio. A tarde, será realizada Apresentação do projeto: Prestação do Serviço de ATER para o Desenvolvimento Sustentável do Médio Produtor Rural, pelo gerente do DEEpP, Josenildo Martins, e pela gestora do convênio, Lucineide Cruz. Em seguida, o representante do BNB esclarece sobre Crédito Rural para Médio Produtor. Ao final, será realizada avaliação sobre as informações apresentadas, sob a coordenação de Lucineide Cruz.

    PROJETO - Os produtores foram identificados por meio da pesquisa realizada para o Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater). A ação, realizada em parceria com o Ministério da Agricultora, Pecuária e Abastecimento (Mapa), será iniciada nesta quarta-feira (12), com uma oficina, no Centro de Treinamento do IPA (Cetreino), em Carpina.

    O projeto tem como objetivo apoiar e promover o desenvolvimento sustentável e o fortalecimento das unidades produtivas dos médios produtores rurais, com a prestação de um serviço de ATER qualificado e a capacitação desses produtores. O intuito é viabilizar o acesso às novas tecnologias, adequando ambientalmente suas unidades produtivas e buscando o aumento da produção e da produtividade e a geração de empregos e de renda, com a inserção de gênero e geração.

    O objetivo é que, ao final, 65 técnicos e 135 médios produtores rurais sejam capacitados e atualizados sobre a cadeia produtiva da bovinocultura de leite e de corte, cadeia produtiva da caprinovinocultura, produção de frutas e hortaliças orgânicas, dentro da perspectiva da produção agropecuária de base agroecológica.

    A área de abrangência desse projeto compreende 35 municípios do estado de Pernambuco onde estão situadas as unidades de produção rurais dos médios produtores beneficiários com as ações desse projeto. São ele: Afrânio; Altinho; Araripina; Belo Jardim; Bodocó; Bom Conselho; Bom Jardim; Buíque; Capoeiras; Caruaru; Custódia; Exu; Floresta; Garanhuns; Glória de Goitá; Gravatá; Ipubi; Itaíba; Jatauba; Limoeiro; Orobó; Parnamirim; Pedra; Pesqueira; Petrolina; Quipapá; Riacho das Almas; Santa Maria da Boa Vista; São Bento do Una; São João; Serrita; Sertânia; Surubim; Vitória de Santo Antão e Sanharó.

    Cidades: Carpina
    Assuntos: ipa, sara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projeto de Ater busca desenvolvimento sustentável para médio produtor rural de PE

    | Agricultura

    O Governo do Estado, por meio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), promove o Projeto para Prestação dos Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, para o Desenvolvimento Sustentável do Médio Produtor Rural de Municípios do Estado de Pernambuco. Os produtores foram identificados por meio da pesquisa realizada para o Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater). A ação, realizada em parceria com o Ministério da Agricultora, Pecuária e Abastecimento (Mapa), será iniciada nesta quarta-feira (12), com uma oficina, no Centro de Treinamento do IPA (Cetreino), em Carpina.

    O projeto tem como objetivo apoiar e promover o desenvolvimento sustentável e o fortalecimento das unidades produtivas dos médios produtores rurais, com a prestação de um serviço de ATER qualificado e a capacitação desses produtores. O intuito é viabilizar o acesso às novas tecnologias, adequando ambientalmente suas unidades produtivas e buscando o aumento da produção e da produtividade e a geração de empregos e de renda, com a inserção de gênero e geração.

    O objetivo é que, ao final, 65 técnicos e 135 médios produtores rurais sejam capacitados e atualizados sobre a cadeia produtiva da bovinocultura de leite e de corte, cadeia produtiva da caprinovinocultura, produção de frutas e hortaliças orgânicas, dentro da perspectiva da produção agropecuária de base agroecológica.

    A área de abrangência desse projeto compreende 35 municípios do estado de Pernambuco onde estão situadas as unidades de produção rurais dos médios produtores beneficiários com as ações desse projeto. São ele: Afrânio; Altinho; Araripina; Belo Jardim; Bodocó; Bom Conselho; Bom Jardim; Buíque; Capoeiras; Caruaru; Custódia; Exu; Floresta; Garanhuns; Glória de Goitá; Gravatá; Ipubi; Itaíba; Jatauba; Limoeiro; Orobó; Parnamirim; Pedra; Pesqueira; Petrolina; Quipapá; Riacho das Almas; Santa Maria da Boa Vista; São Bento do Una; São João; Serrita; Sertânia; Surubim; Vitória de Santo Antão e Sanharó.

    Assuntos: sara, ipa, proater
    Compartilhe: Link para o post:
  • Nilton Mota discute ações estruturadoras para o município de Lagoa Grande

    | Agricultura
    sara

    O secretário de Agricultura e Reforma Agrária do Estado, Nilton Mota, recebeu o prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro, para discutir ações estruturadoras para o município. Obras hídricas, feiras agropecuárias e incrementação na comercialização de ovinos e caprinos foram a pauta do encontro.

    "São temas importantes na realidade de todos os municípios Pernambucanos que merecem foco e determinação de construir parcerias para que cada vez possamos alavancar a produção agropecuária de Pernambuco, como aconteceu com o anúncio do resultado de crescimento apresentado esta semana, onde o setor cresceu 13,6% em relação ao mesmo período do ano passado", avaliou o secretário.

    Acompanharam a reunião o Vice-Prefeito Italo Ferreira e os Vereadores Nena Gato, Alvani e Fernando Angelim.
    Cidades: Lagoa Grande
    Assuntos: sara, nitlon mota, lagoa grande
    Compartilhe: Link para o post:
  • Funase e IF Sertão formam 9ª turma de adolescentes do curso de Auxiliar Técnico em Agropecuária

    | Juventude, Agricultura

    funase

    Depois de muita dedicação e aprendizado, 14 adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Petrolina receberam a certificação do curso de Formação Inicial e Continuada para Auxiliar Técnico em Agropecuária, habilitando-se a atuar na área. Oferecido pela Funase e pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), Campus Zona Rural, as aulas foram oferecidas por meio de uma parceria firmada com o instituto desde 2013. Com a formação dessa 9ª turma, a iniciativa já soma 100 adolescentes beneficiados.

    O curso deu aos jovens a oportunidade de aprender atividades de agricultura, zootecnia e agroindústria. As aulas abrangeram o manejo da fruticultura irrigada, caprinos, ovinos, suínos, bovinos e aves, trabalhos em hortas orgânicas e convencionais, além de manufatura de produtos. “É uma satisfação e alegria saber que podemos contar com essa parceria com o IF Sertão, inserir os jovens em uma atividade produtiva e que vai gerar lucros para eles no futuro, além de ajudar na sua reinserção na sociedade, mudando suas perspectivas de vida e também a da sua família”, enfatizou a coordenadora técnica do Case Petrolina, Marineide Barbosa.

    Esse é um campo de amplas oportunidades na região. Petrolina é um polo agrícola do Vale do Submédio São Francisco, conhecida pelas plantações para fins de exportação, além de criações de caprinos e ovinos nas regiões vizinhas. Segundo a diretora geral do Campus Petrolina Zona Rural, que faz parte do IF Sertão Pernambucano, Jane Oliveira Perez, essa parceria só tem somado experiências positivas e uma nova turma está prevista para ter início nesse segundo semestre. “Isso mostra que temos uma parceria efetiva. Sentimos que estamos contribuindo com a formação profissional e cidadã dos adolescentes. Com essas oportunidades eles se sentem valorizados e também que podem recomeçar”, destacou.

    Segundo a coordenadora geral do Case Petrolina, Nídia Maria Alencar, essa parceria com o IF Sertão foi um casamento que deu certo. “Isso tudo é resultado do amor que temos ao nosso trabalho e do tratamento humanizado dispensado aos nossos adolescentes. Esses adolescentes aumentam a autoestima e passam a acreditar que são capazes de ter uma profissão e de mudar de vida. No decorrer do curso, eles mudam de comportamento, passam a estimular os demais jovens”, frisou.

    A cerimônia de certificação foi realizada no auditório Andras Lakatos do IF Sertão e movida por muita emoção. O encerramento contou com a apresentação de música erudita do grupo de adolescentes do Case Petrolina que participam do Projeto Camerata de Cordas, uma parceria entre a instituição e o Banco Sicredi do Vale do São Francisco, que tem como objetivo fazer os socioeducandos se expressarem e se comunicarem através da música, dando também oportunidade de profissionalização na área.

    A solenidade contou com a presença da diretora-presidente da Funase, Nadja Alencar, dos adolescentes, seus familiares, funcionários da Funase, além das coordenações do Centro de Internação Provisória (Cenip), da Casa de Semiliberdade (Casem) Petrolina, além do próprio Case Petrolina. Marcaram presença ainda a diretora da Escola de Alternância, a representante do Banco Sicredi Vale do São Francisco, o Juiz da Vara da Infância e Juventude, Marcos Franco Bacelar e o Promotor de Justiça, Erick de Oliveira.

    Cidades: Petrolina
    Assuntos: sdscj, funase, case, if sertao, formacao, petrolina
    Compartilhe: Link para o post:
  • GOVERNO DE PERNAMBUCO IMPLANTA CINCO NOVOS SISTEMAS DE DESSALINIZAÇÃO EM IATI

    | Agricultura

    Dessalinizador2

    Equipamentos, que custaram R$ 400 mil, passam a beneficiar mais de 1.200 famílias no Agreste 

    O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Executiva de Recursos Hídricos, vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), implantou em Iati, no Agreste Meridional, cinco novos equipamentos dessalinizadores. O objetivo é ampliar a oferta de água potável aos pernambucanos. No interior do Estado, mais de 208 mil pessoas já estão sendo beneficiadas por esses sistemas.

    Em Iati, os equipamentos foram instalados no Povoado Bela Vista, Sítio Campos do Uruçú, Sítio Quati, Sitio Trapiá e na sede do município. No total, os dessalinizadores passam a beneficiar mais de 1.200 famílias. O investimento na ação é de R$ 400 mil, oriundos do Tesouro Estadual. A ordem de serviço para a implantação dos sistemas foi assinada pelo governador Paulo Câmara durante as atividades do Programa Pernambuco em Ação no Agreste Meridional, no mês de abril, e foi concluída antes do prazo proposto, antecipando o atendimento à população.

    “Somados a esses equipamentos, Pernambuco passará a contar com mais de 210 sistemas de dessalinização em pleno funcionamento, sendo uma das mais eficazes ações de enfrentamento à seca em vigor. Atualmente é produzido um volume superior a 140 mil litros de água potável por hora, beneficiando a população da zona rural do semiárido pernambucano”, explica o secretário executivo de Recursos Hídricos, Mário Cavalcanti.

    Cidades: Iati
    Assuntos: governo de pernambuco, srhe, seplag, iati, programa pernambuco em açao, dessalinização, mario cavalcanti.
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara fortalece agricultura familiar com entrega de veículos e contratação de novos extensionistas

    | Agricultura, Administração

    contrato

    Governador anunciou, nesta segunda-feira, o investimento de R$ 1,5 milhões na aquisição de 30 automóveis e a nomeação de 113 novos profissionais para reforçar os serviços de assistência técnica e extensão rural no Estado

     Para garantir o fortalecimento e o desenvolvimento da agricultura familiar em Pernambuco, o governador Paulo Câmara autorizou, nesta segunda-feira (03.07), a contratação de 113 novos extensionistas e entregou 30 novos veículo que vão dar mais agilidade aos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). As ações irão beneficiar, também, os povos indígenas, comunidades quilombolas e pescadores, atuando em 182 municípios pernambucanos. O anúncio foi realizado nesta manhã, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, no Recife.

    “Nós temos em Pernambuco quase 300 mil estabelecimentos da agricultura familiar que precisam de um olhar, de uma atenção maior do Governo. E essa ação de hoje mostra nossa preocupação com essas pessoas que trabalham na sua terra e buscam nela a renda necessária para o sustento da família. O segmento no Estado é bastante expressivo, então, precisamos apoiar e dar condições para que ele se desenvolva”, destacou o governador, completando.

    O chefe do Executivo estadual frisou que aquisição dos veículo contou com o apoio do Governo Federal. “Junto com a União, conseguimos entregar esses novos veículos que vão oferecer a assistência técnica necessária a quem trabalha e vive da agricultura familiar, além da contratação dos novos profissionais que, junto com o quadro existente, vão dar um reforço importante no trabalho realizado”, destacou o governador.

    Os novos extensionistas irão passar a compor o quadro já existente da equipe multidisciplinar, formado por, entre outros profissionais, Engenheiros Agrônomos, Médicos Veterinários, Economistas Domésticos, Engenheiros de Pesca, Assistente Social, Engenheiro de Produção, Tecnólogo em Gestão Ambiental, Técnicos em Agropecuária e Técnicos em Agroecologia. A contratação dos profissionais irá contemplar todas as regiões do Estado. A nova equipe passará ainda por uma capacitação com o objetivo de repassar procedimentos, normas e informações sobre ações, programas e trabalho em campo.

    Para o secretário especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Rodrigo Almeida, o ato representa a eficácia das parcerias regionais firmadas em prol do fortalecimento do setor. “A agricultura familiar corresponde, hoje, a quase 60% dos itens da cesta básica do Brasil. E, por isso, precisamos sempre estar reforçando as parcerias regionais para que possamos manter nossos agricultores no campo e garantir o desenvolvimento da produção”, pontuou.

    O IPA conta atualmente, com 384 extensionistas, incluindo os novos contratados, atuando no campo, proporcionando ao agricultor e agricultora familiar, acesso às políticas públicas, serviços de Ater continuado, ações de convivência com a seca. Em Pernambuco existem cerca de 275.400 estabelecimentos da agricultura familiar (IBGE, 2010). Portanto, a contratação dos novos extensionistas reforçará a capacidade de assistência aos agricultores e as agricultoras familiares no Estado.

    “Essa admissão promoverá um impacto muito positivo nas atividades agrícolas de Pernambuco em um momento difícil de desemprego e atraso salarial no Brasil. Pernambuco mostra mais uma vez sua capacidade de investir bem e de estar atento, também, às necessidades dos trabalhadores rurais que tanto precisam dessa atenção”, ressaltou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

    veículos

    Com a ampliação do quadro, a secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do IPA, adquiriu 30 novos veículos de modelo Fiat Uno para as regionais do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em todo o Estado para apoiar a prestação dos serviços do Ater. A entrega dos veículos é fruto de um investimento de R$ 1,5 milhão e eles serão distribuídos nas Gerências Regionais do Recife, Afogados da Ingazeira, Petrolina, Garanhuns, Araripina, Palmares, Carpina, Caruaru, Serra Talhada, Arcoverde, Surubim, Lajedo e Salgueiro.

    ATER - Em vigor desde janeiro de 2010, a Lei Geral de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural) é um marco de evolução na extensão rural pública no Brasil. O programa tem como objetivo melhorar a renda e a qualidade de vida das famílias rurais, fornecendo condições para que possam aperfeiçoar seus trabalhos através de cursos, e recursos oferecidos, apresentando novos sistemas de produção, aliados à uma forma sustentável para preservar o meio ambiente e as famílias que tiram seu sustento da terra. Somente em 2015, 334 mil agricultores e mais de 400 cooperativas de agricultores familiares foram atendidos em contratos de Ater.

    Assuntos: paulo camara, sara, ipa, agricultura familiar, nilton mota
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco investe R$ 38 milhões no abastecimento hídrico de Vitória de Santo Antão

    | Agricultura

    Barragem

    Governador Paulo Câmara inaugurou, nesta quarta-feira, o Sistema de Abastecimento de Água que vai atender a cidade, a partir da Barragem Tapacurá

    A população do município de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul do Estado, passou a contar, nesta terça-feira (21.06), com mais água nas torneiras de casa. O reforço foi anunciado pelo governador Paulo Câmara, durante a inauguração do Sistema de Abastecimento de Água da cidade, a partir da Barragem Tapacurá. Para a execução das obras e aquisição de materiais utilizados, foram investidos R$ 38 milhões. Os recursos são provenientes de parceria entre o Governo de Pernambuco, Compesa, Ministério da Integração Nacional e Banco Mundial.  Ao todo, 120 mil pessoas serão beneficiadas com a intervenção.

    "Esse sistema vai garantir, além reduzir o tempo do racionamento, uma segurança maior da qualidade da água que chega às torneiras da população. Nós vamos continuar fazendo os ajustes necessários para que, efetivamente, nós possamos comemorar, em breve, o fim do racionamento em Vitória. A questão da água é uma prioridade do nosso Governo, e nós não vamos medir esforços para levar esses recursos para todo o Estado", destacou o governador.

    O sistema contempla uma estação elevatória e 27 km de adutora com 600 mm de diâmetro para abastecimento dos habitantes da cidade de Vitória de Santo Antão. Além da adutora, o sistema é composto ainda por uma Estação de Bombeamento Flutuante, com cinco conjuntos de bombas que captam a água da Barragem Tapacurá e enviam para a Estação Elevatória de Água Bruta, que contém outras cinco bombas que jogarão essa água para Bonança, Distrito Industrial e ETA Vitória, de onde será distribuída.

    "Vitória teve, durante décadas, captações a fio d'água e sistemas que não funcionavam no verão, chegando a operar com um rodízio de quatro dias com água e 17 sem. E alguns locais mais afastados chegavam a passar 27 dias sem abastecimento. Então, é muito bom vir aqui e entregar uma obra tão importante como essa, que vai trazer água de Tapacurá para o município, dobrando a capacidade do volume de água nas torneiras", ressaltou o presidente da Compesa, Roberto Tavares, afirmando que, agora, serão dois dias com água e quatro sem.

    Abatedouro

    SEGURANÇA ALIMENTAR - No início da manhã, o governador Paulo Câmara participou da inauguração do Abatedouro Regional de Vitória de Santo Antão. Registrado na Adagro com o selo do serviço estadual de inspeção animal (SIE), o espaço tem capacidade para o abate de 40 animais por hora, entre bovinos, bubalinos, caprinos, suínos e ovinos. Além de oferecer uma maior segurança alimentar sob o abate e comercialização dos produtos de origem animal, o equipamento vai gerar cerca de 80 empregos diretos e 600 indiretos na região. 

    "A gente tem que apoiar empreendimentos como esse, que geram emprego e renda para a população pernambucana. Esse matadouro será uma referência aqui, na região, sendo exemplo de abate humanitário e incentivando equipamentos como este em todo o Estado", pontuou Paulo. Ao todo, nove municípios - 1,2 milhões de pessoas - serão beneficiados com o matadouro. São eles: Vitória de Santo Antão, Moreno, Pombos, São Lourenço da Mata, Chã da Alegria, Gloria de Goitá, Camaragibe, Recife e Jaboatão. 

    O abatedouro tem 3,5 hectares de área construída, tendo como anexos uma área administrativa, dormitório para marchantes, refeitório, banheiros, vestiário, 13 currais para bovinos, quatro currais para suínos, quatro currais para caprinos e ovinos, dois poços artesianos, cisterna de 500 mil litros e quatro caixas de água com capacidade para armazenar 80 mil litros. Está equipado para realizar abate humanitário de todas as espécies e ainda conta com caldeira, duas câmaras frias e sistema completo de resíduos com três lagoas de decantação. Cerca de R$ 3,8 milhões foram investidos pela iniciativa privada para a construção do matadouro. 

    O prefeito Aglailson Júnior comemorou o sucesso das parcerias que vem realizando com o Governo do Estado para o desenvolvimento social e econômico da cidade. "O povo de Vitória só tem a agradecer a vinda do governador e comitiva em um momento de alegria como esse. Vamos poder, agora, contar com um abatedouro licenciado, cumprindo todas as normas necessárias para oferecer mais segurança nos produtos vendidos. E, em paralelo, ganhamos um sistema de abastecimento novo, que vai atender melhor e com mais frequência os moradores do nosso município", afirmou.

    Acompanharam o governador durante a agenda no município os secretários estaduais Nilton Mota (Agricultura) e João Campos (Chefe de Gabinete); o secretário executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto; o presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lóssio; e a presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), Erivânia Camelo. Estiveram presentes também o deputado federal André de Paula; os deputados estaduais Henrique Queiroz, Joaquim Lira, Ricardo Costa e Claudiano Martins; entre outras autoridades política da região.

    Fotos: Wagner Ramos/SEI

    Cidades: Vitória de Santo Antão
    Assuntos: sdec, compesa, paulo camara, recursos hidricos, barragem tapacurá, vitoria de santo antão,
    Compartilhe: Link para o post:
  • SEMAS apresenta novos Módulos de Manejo Sustentável para Combate à Desertificação em Serra Talhada e Triunfo

    | Meio Ambiente, Agricultura

     Triunfo

    O Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier, realiza nesta quarta-feira (21/06), a apresentação de novos Módulos de Manejo Sustentável, em Serra Talhada e Triunfo. Os projetos, que promovem simultaneamente atividades econômicas, inclusão social e conservação ambiental, foram desenvolvidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (SEMAS) em parceria com o Fundo Nacional de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente. As ações estão sendo implantadas em 12 municípios, escolhidos pela proximidade das zonas de amortecimento de novas Unidades de Conservação do bioma Caatinga, que estão sendo criadas pela Semas e CPRH, e visam promover atividades econômicas sustentáveis para cerca de 400 famílias.

    A implantação dos módulos de manejo contempla ações distribuídas em cinco eixos: segurança hídrica (construção de poços e sistemas simplificados de abastecimento de água), segurança alimentar (criação de 12 unidades produtivas), segurança energética (construção de 338 fogões ecológicos, que reduzem consumo de lenha), saneamento básico (construção de 328 banheiros com fossa e sumidouro) e capacitações para agricultores, professores e gestores públicos dos municípios, de acordo com o arranjo produtivo escolhido por cada comunidade.

    O projeto foi premiado em 2014 com o Prêmio Dryland Champions, concedido pela United Nations Convention to Combat Desertification (UNCCD) da ONU, por meio do Ministério do Meio Ambiente, por combater a degradação do solo e a desertificação no semiárido.

    A programação em Serra Talhada e Triunfo faz parte das comemorações do Mês do Meio Ambiente e do Dia Mundial de Combate à Desertificação, comemorado no dia 17 de junho, e está alinhado com os objetivos do Comitê de Inovação e Incentivo à Economia de Baixo Carbono (CIIEBC), instituído pelo Governador Paulo Câmara para estimular a atração de negócios inovadores e sustentáveis para o Estado.

    Em Serra Talhada, o projeto vem transformando a realidade na comunidade de Lajinha. As 30 famílias beneficiadas no projeto já estão usufruindo dos banheiros; dos fogões ecológicos (que utiliza uma câmara de combustão que distribui e aproveita melhor o calor, necessitando de pouca lenha para atender o processo de cozimento dos alimentos) e do Projeto Agroecológico Integrado Sustentável (PAIS), com a plantação e venda de verduras, frutas e legumes orgânicos.

    Em Triunfo, a Unidade de Beneficiamento de Frutas já está trazendo renda para os moradores da Comunidade de Carro Quebrado, com a venda de polpas de frutas da região. Na programação haverá degustação de sucos preparados pela comunidade. O Gerente de Programa do Semiárido, Caatinga e Combate à Desertificação da Semas, Sérgio Mendonça, afirma que as comunidades beneficiadas são grandes aliados na preservação do meio ambiente da região. “Acredito que essas intervenções no Bioma Caatinga provocam uma transformação socioeconômico-ambiental, quebrando paradigmas na percepção de vida dos agricultores beneficiados“, disse Sérgio Mendonça.

    Pernambuco possui mais de 80% do seu território no clima Semiárido. Dos 184 municípios, 122 estão em áreas que vem sofrendo degradação ambiental progressivamente. A Caatinga é um Bioma único do Nordeste do Brasil, ocupando aproximadamente 11% do território nacional. Rico em biodiversidade, abriga 178 espécies de mamíferos, 591 de aves, 177 de répteis, 79 espécies de anfíbios, 241 de peixes e 221 de abelhas. Cerca de 27 milhões de pessoas vivem na região, a maioria carente e dependente dos recursos da Caatinga para sobreviver (dados do Ministério do Meio Ambiente).

    Serviço:
    Apresentação do Projeto de Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade para o Combate à Desertificação no Semiárido Pernambucano em Serra Talhada e Triunfo.
    Data: 21 de junho de 2017
    Local: Comunidade da Lajinha, em Serra Talhada
    Horário: 8h às 12h.

    Data: 21 de junho de 2017
    Local: Comunidade de Carro Quebrado, em Triunfo
    Horário: 14:30h às 16:30h.

    Cidades: Serra Talhada, Triunfo
    Assuntos: semas, manejo sustentável, sergio xavier, serra talhada, triunfo, inclusão social, conservação ambiental, cprh, paulo camara,
    Compartilhe: Link para o post: