meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Governo de Pernambuco fortalece agricultura familiar e educação de Palmares, na Zona da Mata Sul

    | Educação, Agricultura
     Paudalho

    Governador Paulo Câmara inaugurou, nesta segunda-feira, nova sede de escola estadual, lançou a edição 2018 do programa Chapéu de Palha da Cana e entregou 157 títulos de posse a agricultores locais 
      
    PALMARES - Dando continuidade à extensa agenda desta segunda-feira (21.05), na Zona da Mata Sul pernambucana, o governador Paulo Câmara realizou a entrega oficial de mais uma escola, agora, no município de Palmares. A nova sede da Escola Estadual Maquinista Amaro Monteiro contou com um aporte de R$ 3,6 milhões e tem capacidade para atender 359 estudantes de Palmares e municípios vizinhos. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual lançou, ainda, a edição 2018 do programa Chapéu de Palha da Cana, na região. O cadastramento, que iniciou hoje, segue até o próximo dia 25, nas sedes dos sindicatos de trabalhadores rurais de cada município. A expectativa é contemplar cerca de 23 mil agricultores da Mata Sul. 
      
    “Estamos cumprindo uma série de atividades nessa região, incluindo a entrega de títulos de posse para três municípios, com os quais as pessoas agora vão ter a oportunidade de poder passar a escritura aos seus familiares e ter acesso ao crédito e diversos programas estaduais voltados para o setor. A gente também está iniciando as inscrições de mais uma rodada do Chapéu de Palha, para que as pessoas que trabalham com a cana-de-açúcar possam ter uma renda para sustentar a sua família nesse período de entressafra e, ao mesmo tempo, vão poder participar de cursos de capacitação que vão ajudar na sua formação para pensar em melhores empregos no futuro. Tive a oportunidade também de vir aqui na Escola Maquinista Amaro Monteiro para conhecer a nova estrutura e conversar com estudantes e professores. Ficou uma escola realmente muito bonita", destacou o governador.

    A nova estrutura da Escola Estadual Maquinista Amaro Monteiro conta com 12 salas de aula, quadra de esportes coberta, laboratórios de Informática e Ciências, além de auditório, biblioteca, cozinha, refeitório, recreio coberto e banheiros – incluindo espaços acessíveis. Além disso, o prédio conta também com uma sala multiuso de 24 metros quadrados e vestiários para os estudantes. “Talvez hoje, Palmares seja a rede mais moderna de escolas públicas de todo o Estado. Essa é uma região que sofreu muito com as enchentes de 2010. Durante muito tempo, os estudantes daqui estudaram em prédios com instalações precárias. Então, isso não é apenas uma obra, é um símbolo de luta de toda a comunidade escolar daqui de Palmares", avaliou o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio. 
      
    CHAPÉU DE PALHA - O cadastramento e entrega dos cartões de frequência do Programa Chapéu de Palha 2018, na modalidade Cana-de-açúcar, podem ser realizados até 25/05 na Mata Sul, através da apresentação de comprovante do Número de Identificação Social - NIS (Cartão Cidadão, Cartão Bolsa Família ou extrato de benefícios emitido pela Caixa); carteira de trabalho; CPF; RG; termo de rescisão de contrato; e comprovante de residência. A iniciativa oferece apoio à trabalhadora e ao trabalhador rural no período da entressafra, mediante o pagamento de uma bolsa em quatro parcelas no valor de R$ 100 até R$ 271,10. 
      
    Entre as novidades desta edição está a dispensa da obrigatoriedade de participar de cursos de capacitação para o trabalhador ou familiar que apresentar certificado de outro curso. Serão aceitos certificados emitidos pelo Sistema S (Senar, Sebrae, Senac, Sesc, Senai, Sesi, Senat, Sest e Sescoop); por algumas secretarias estaduais ou declaração da instituição de ensino que comprovem matrícula e frequência em cursos técnicos, tecnológicos ou de nível superior (estadual ou federal), Educação de Jovens e Adultos, ProJovem, Pronatec ou à distância, no período de 12 meses anteriores à data de cadastramento. 

    Para ser beneficiário do Chapéu de Palha da Cana é necessário ser trabalhador(a) rural da cana-de-açúcar, trabalhador(a) do cultivo da cana, bituqueiro(a), rurícola ou safrista, no último contrato, com comprovação em carteira de trabalho; ser maior de 18 anos; ter trabalhado, com registro em carteira, por no mínimo 30 dias corridos em uma das três últimas safras; não possuir vínculo empregatício em carteira de trabalho; ser residente em um dos 53 municípios contemplados pelo programa; não estar recebendo seguro-desemprego, aposentadoria ou pensão do INSS. 
      
    Em 2017, o Governo de Pernambuco cadastrou mais de 48 mil trabalhadoras e trabalhadores no Chapéu de Palha, dos quais 32.850 (67%) foram na modalidade cana-de-açúcar, envolvendo um investimento total de cerca de R$ 40 milhões. Em 2018, há uma previsão de crescimento em torno de 10% no número de inscritos em cada uma das modalidades (fruta, pesca e cana). "Na Mata Sul, nós temos uma expectativa de cadastrar de 22 a 23 mil trabalhadores da cana-de-acúçar, que representa um investimento aproximado de R$ 25 milhões. Na Mata Norte, já foram cadastrados 9.568 trabalhadores. E isso é um retrato de tudo o que se fez e vem sendo desenvolvido dentro da produção da cana-de-açúcar no Estado. A nossa expectativa é de que aqui, na Mata Sul, o número seja maior do que o ano passado por conta da reabertura de usinas", afirmou a coordenadora geral do Chapéu de Palha em Pernambuco, Edna Claudino. 
      
    REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – Ainda no município, 157 títulos de concessão de direito real de uso da terra foram entregues às famílias rurais que residem em assentamentos estaduais na região da Mata Sul e Região Metropolitana do Recife (RMR). Os títulos vão beneficiar 76 famílias que vivem no Assentamento Ximenes, localizado no município de Barreiros; 41 famílias do Bruno Maranhão, novo assentamento criado no Cabo de Santo Agostinho; e para 40 famílias em Eduardo Campos, novo assentamento no município de Palmares. 
      
    Os títulos de concessão correspondem ao acesso total de mais de 2 mil hectares de terras, com investimentos da ordem de R$ 157 mil para viabilizar as ações de reordenamento agrário. Historicamente, a criação desses assentamentos é resultado de uma parceria do Iterpe, órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, com o Complexo Industrial de Suape, visando à instalação das famílias de agricultores que foram remanejadas das terras desapropriadas para fins de potencializar o desenvolvimento em Pernambuco em outras áreas de atuação do Estado. 

    Satisfeito com a vinda do governador ao seu município, o prefeito Altair Junior afirmou que, apesar das dificuldades, se orgulha dos resultados alcançados pela rede de ensino local.  "Nossa educação é de qualidade. Do ano passado para este ano, ganhamos prêmio na Mata Sul como a melhor leitura e o segundo lugar como melhor escrita. Então é importante para gente. E vamos trabalhar para termos uma geração de homens e mulheres melhor do que a nossa. Por outro lado, presenciando as dificuldades do homem do campo e tentando mudar essa situação, 40% da nossa merenda são compradas por agricultores familiares. É um volume bem acima do que a lei manda para fomentar a agricultura familiar, para melhorar a vida do nosso agricultor", avaliou.

    Estiveram presentes o deputado federal João Fernando Coutinho; os deputados estaduais Henrique Queiroz, Simone Santana, Clodoaldo Magalhães e Aluísio Lessa; os secretários-executivos Dilsinho (Planejamento e Gestão); Marcelo Canuto (Casa Civil); e João Charamba (Educação); o presidente do Iterpe, André Negromonte; e o presidente da Compesa, Roberto Tavares. Participaram também os prefeitos Reginaldo Moraes (Cortês); Marivaldo Andrade (Jaqueira); Marcelo Maranhão (Ribeirão); e Juninho Amorim (São Benedito do Sul); o vice-prefeito de Palmares, Agenaldo Lessa; os ex-prefeitos Enoelino Magalhães (Palmares); João Carvalho (Joaquim Nabuco); João Bezerra (Palmares); e Carlos Santana (Ipojuca); o secretário municipal de Educação, Enoelino Júnior; e a gerente regional de Educação da Mata Sul, Sandra Cavalcanti.


    Fotos: Aluisio Moreira/SEI
     
     
    Assuntos: sei, governo de pernambuco, agricultura familiar, paulo camara, palmares, chapeu de palha da cana,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Gustavo Melo é eleito presidente da Abracen

    | Agricultura
    O presidente do Ceasa-PE, Gustavo Melo assumiu, na tarde da última quinta-feira, a presidência da Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento (Abracen), após eleição realizada na sede da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Brasília. O pernambucano substituirá o mineiro Gustavo Alberto.
     
    A Abracen agrega 23 associações de todas as regiões do Brasil, com mais de 10 mil empresas instaladas,  que dão origem a 200 mil empregos diretos e que movimentam mais de 15 milhões de toneladas de alimentos comercializados gerando R$ 17 bi/ano em todo o Brasil.
     
    A Abracen tem por objetivo fomentar a integração das Ceasas em um Sistema Nacional de Abastecimento, visando o aprimoramento de cada associado e o desenvolvimento de uma Política Nacional de Abastecimento. A associação trabalha em conjunto a Conab, a  qual é vinculada ao Ministério da Agricultura.
     
    “É importante não só para o Ceasa, mas para o estado de Pernambuco essa conquista.  Nossa ideia é levar um pouco da expertise que temos no que se refere ao modelo de gestão implantado aqui no Ceasa. Somos a quarta maior Central do Brasil e acredito que temos muito que contribuir com todos os outros Centros que fazem parte da Abracen”, comentou o novo presidente da instituição, Gustavo Melo.
    Assuntos: sara, ceasa, gustavo melo, abracen, conab,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Cadastramento do Chapéu de Palha da Cana chega à Mata Sul

    | Agricultura, Administração

    seplag

    Evento de abertura ocorrerá nesta segunda-feira (21) na Escola Maquinista Amaro Monteiro, a partir das 14h, com a presença de autoridades e beneficiários do programa.

    Nesta segunda-feira (21/05), o Governo de Pernambuco inicia na Mata Sul a inscrição dos trabalhadores e trabalhadoras da cana-de-açúcar no Programa Chapéu de Palha. Em Palmares, a partir das 14h, haverá um evento de abertura na Escola Maquinista Amaro Monteiro, na Travessa João Olavo da Silva, que contará com a presença de autoridades e beneficiários. No local, apenas neste dia, será possível realizar o cadastramento já a partir das 9h. De 21 a 25 de maio, as inscrições ocorrerão na sede do sindicato rural do município.

    Moradores dos outros 28 municípios da Mata Sul atendidos pelo Chapéu de Palha (Água Preta, Amaraji, Barra de Guabiraba, Barreiros, Belém de Maria, Bonito, Cabo de Santo Agostinho, Catende, Chã Grande, Cortês, Escada, Gameleira, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Maraial, Pombos, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Vitória de Santo Antão e Xexéu) deverão procurar as sedes dos sindicatos rurais para realizar o cadastramento também no período de 21 a 25 de maio.

    A Mata Sul é a segunda etapa do cadastramento do Chapéu de Palha da Cana, que já passou pela Mata Norte no início deste mês. Entre as novidades desta edição do programa está a dispensa da obrigatoriedade de participar de cursos de capacitação para o trabalhador ou familiar que apresentar certificado de outro curso. “Aperfeiçoamentos os critérios de cadastramento e estamos dispensando da capacitação aqueles que já fizeram outros cursos”, explica a gerente geral de Articulação Institucional da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), Edna Claudino.

    Estão sendo aceitos certificados emitidos pelo Sistema S (Senar, Sebrae, Senac, Sesc, Senai, Sesi, Senat, Sest e Sescoop); por algumas secretarias estaduais ou declaração da instituição de ensino que comprovem matrícula e frequência em cursos técnicos, tecnológicos ou de nível superior (estadual ou federal), Educação de Jovens e Adultos, ProJovem, Pronatec ou a distância, no período de 12 meses anteriores à data de cadastramento.

    O Chapéu de Palha da Cana oferece apoio à trabalhadora e ao trabalhador rural no período da entressafra, mediante o pagamento de uma bolsa em quatro parcelas no valor de R$ 100 até 271,10 cada. Em 2017, o Governo de Pernambuco cadastrou mais de 48 mil trabalhadoras e trabalhadores no Chapéu de Palha, dos quais 32.850 (67%) foram na modalidade cana-de-açúcar, envolvendo um investimento total de cerca de R$ 40 milhões. Em 2018, há uma previsão de crescimento em torno de 10% no número de inscritos.

    Critérios – Para ser beneficiário do Chapéu de Palha da Cana é necessário ser trabalhador(a) rural da cana-de-açúcar, trabalhador(a) do cultivo da cana, bituqueiro(a), rurícola ou safrista, no último contrato, com comprovação em carteira de trabalho; ser maior de 18 anos; ter trabalhado, com registro em carteira, por no mínimo 30 dias corridos em uma das três últimas safras; não possuir vínculo empregatício em carteira de trabalho; ser residente em um dos 53 municípios contemplados pelo programa; não estar recebendo seguro-desemprego, aposentadoria ou pensão do INSS. 

    No ato do cadastramento, o trabalhador deverá apresentar: comprovante do Número de Identificação Social – NIS (Cartão Cidadão, Cartão Bolsa Família ou extrato de benefícios emitido pela Caixa); carteira de trabalho; CPF; RG; termo de rescisão de contrato; e comprovante de residência.

    Para mais informações basta ligar para o número 0800.282.5158 ou acessar www.seplag.pe.gov.br

    Assuntos: seplag, governo de pernambuco, chapeu de palha, cadastramento, palmares
    Compartilhe: Link para o post:
  • Sexta turma do Horta em Todo Canto forma 53 alunos

    | Agricultura
    sara

    Cinquenta e três participantes receberam na tarde desta terça-feira (15), os certificados de conclusão da sexta turma do curso de agroecologia do projeto Horta em Todo Canto. A formação tem como foco disseminar com entidades públicas, civis e pessoas físicas técnicas de trato de hortas orgânicas nos espaços privados e públicos.
     
    A formação acontece na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), vinculada a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco (SARA), e é dividida em quatro módulos. São aulas práticas e teóricas sobre: modelos para uma horta, preparação de solo, preparo de canteiro, tipos de pragas e como evitá-las, variedades de hortaliças, adubação, ferramentas necessárias para o manuseio, orientação nutricional dos alimentos cultivados e irrigação.
     
    O curso tem uma carga horária de 32 horas/aula e contou com a participação de menores infratores em processo de ressocialização; militares do Corpo de Bombeiros de PE; estudantes da Faculdade Integrada Barros Melo (AESO) e do Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas da UFRPE (Codai – São Lourenço da Mata); reenducandos do Centro Reeducação Polícia Militar de PE(Creed - PE) ; membros da sociedade civil; do Secretário de Meio Ambiente e Turismo de Sirinhaém, Alfredo Ferraz; do Secretário Agricultura de Feira Nova, Joel Sebastião Pascoal.
     
    Os certificados de conclusão foram entregues pelo Secretário de Agricultura e Reforma Agrária de PE, Wellington Bastista; a presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Nedja Moura e demais componentes da instituição; além de representantes do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa – PE).
     
    “Este curso só é possível através de uma ação conjunta, realizada com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas que o fazem e incentivar a produção de alimentos de qualidade. A Secretaria de Agricultura, assim como os órgãos envolvidos estão sempre a disposição para contribuir no desenvolvimento de ações desse segmento”, reforça o secretário, Wellington Batista. 
     
    Um dos participantes, o secretário de Meio Ambiente de Sirinhaém, Alfredo Ferraz, falou da importância de disseminar o cultivo de horta orgânica na cidade. “É muito importante fazermos a multiplicação dessa formação em nosso município, pois vamos proporcionar a diminuição de resíduos e propiciar o cultivo de uma alimentação mais saudável com a nossa população”.  
     
    HORTA EM TODO CANTO -  Idealizado pela primeira-dama, Ana Luiza Câmara, o programa promove o cultivo de alimentos sem a utilização de agrotóxicos em equipamentos da administração estadual e instituições privadas. Sua inauguração foi na horta localizada no palácio do campo das princesas, em agosto de 2016. O horta é coordenado pela Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional de Pernambuco (Ciasan-PE).
    Devidos ao período de chuvas o curso dará uma parada e voltará com as atividades a partir do mês de agosto de 2018. Aos interessados em participar da turma de agosto é preciso mandar nome completo e telefone de contato para o e-mail hortaemtodocanto@gmail.com.
    Assuntos: sara, curso, ipa, agroecologia, horta em todo canto, ana luiza camara, ciasan
    Compartilhe: Link para o post:
  • Estação Digital é implementada na Agricultura de Pernambuco

    | Agricultura, Tecnologia


    Estação Digital

    A plataforma de tecnologia da informação, criada para apoiar a gestão dos programas do Governo de Pernambuco, está sendo disseminada na Secretaria de Agricultura Reforma Agrária de Pernambuco (SARA ) e instituições vinculadas visando potencializar o trabalho dedicado ao desenvolvimento rural.

    Começa a funcionar, neste mês de maio,  uma plataforma capaz de mapear e atualizar resultados da execução de ações que visam a melhoria da vida dos trabalhadores do campo com maior rapidez. O objetivo é disseminar a implementação da tecnologia corporativa. Para isso, o Núcleo de Planejamento e Gestão da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco (NUPLAG) reuniu, na última quarta-feira (02) no prédio do IPA, os gestores do órgão para apresentação do sistema.

    Criado pelo Governo de Pernambuco, a Estação Digital promete subsidiar a equipe da Agricultura, no gerenciamento de 13 programas executados na área rural de todas as regiões de desenvolvimento do Estado. A sistematização permanente da informação contribuirá na divulgação das ações e estreitará o diálogo entre as áreas apoiando o trabalho do Governo de Pernambuco na qualidade da vida no campo.

    Estaçaõ Digital1

    A disseminação do sistema aos gestores da área da Agricultura está sendo facilitada pelo gerente Técnico de Informações – GTI, Márcio Marques, da Secretaria Executiva de Articulação Institucional – SEAI, vinculada à Assessoria Especial ao Governador, e coordenada dentro da secretaria de Agricultura através do Núcleo de Planejamento e Gestão.

    Assuntos: sara, governo de pernambuco, estacao digital, mapear acoes, tecnologia corporativa
    Compartilhe: Link para o post:
  • Integração da Agricultura de Pernambuco marca encontro da Comissão Permanente de Mulheres Rurais

    | Agricultura

    sara

    Os gestores e equipe que integram as instituições vinculadas à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (SARA) participaram do 2º Encontro de Formação da Comissão Permanente de Mulheres Rurais (CPMR-PE), realizado na última quinta-feira (03), na sede do Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres, no Recife Antigo. O objetivo do encontro foi realizar o balanço dos projetos em andamento e compartilhar os avanços conquistados.

     A ocasião contou com os representantes da Agricultura do Estado, que integram o (CPMR-PE) e atuam como interlocutores das principais necessidades levantadas no plano de trabalho pactuado e sistematizado através dos encontros. Entre eles, a presidente do IPA, Nedja Moura, com sua equipe; o presidente da Adagro, Paulo Roberto; a equipe do ProRural e do Iterpe.

    O evento, organizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE), integra as ações do projeto de fortalecimento da Comissão Permanente de Mulheres Rurais, dinamiza trocas de conhecimentos e experiências sobre a conjuntura atual e promove parcerias que garantem a execução de políticas públicas voltadas às mulheres que vivem no campo.

    A Comissão é formada por 15 movimentos sociais: Articulação das Pescadoras de Pernambuco; APOINME; CPT; Fetape; Fetraf; MMTR-NE; MPA; MLST; MST; Convergir Mulher; Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú; Rede de Mulheres da Fruticultura Irrigada; Rede de Mulheres Indígenas; Rede de Mulheres Mandiocultoras e Rede de Mulheres Quilombolas.

    Assuntos: sara, cpmr, projetos, comissao permanente de mulheres
    Compartilhe: Link para o post:
  • Começa o cadastramento do Chapéu de Palha da Cana 2018

    | Agricultura, Administração

    chapéu de palha

    Uma das novidades desta edição é a dispensa da obrigatoriedade de participar de cursos de capacitação para o trabalhador ou familiar que apresentar certificado de outro curso.

    O Governo de Pernambuco inicia nesta segunda-feira (7/05) o cadastramento e entrega dos cartões de frequência do Programa Chapéu de Palha 2018, na modalidade Cana-de-açúcar. As inscrições podem ser feitas até o dia 11/05 nos municípios da Mata Norte e de 21 a 25/05 na Mata Sul, nas sedes dos sindicatos de trabalhadores rurais. 

    Entre as novidades desta edição está a dispensa da obrigatoriedade de participar de cursos de capacitação para o trabalhador ou familiar que apresentar certificado de outro curso. “Aperfeiçoamentos os critérios de cadastramento e abrimos mais esta possibilidade de dispensarmos da capacitação aqueles que já fizeram outros cursos”, explica a gerente geral de Articulação Institucional da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-PE), Edna Claudino.

    Serão aceitos certificados emitidos pelo Sistema S (Senar, Sebrae, Senac, Sesc, Senai, Sesi, Senat, Sest e Sescoop); por algumas secretarias estaduais ou declaração da instituição de ensino que comprovem matrícula e frequência em cursos técnicos, tecnológicos ou de nível superior (estadual ou federal), Educação de Jovens e Adultos, ProJovem, Pronatec ou a distância, no período de 12 meses anteriores à data de cadastramento.

    O Chapéu de Palha da Cana oferece apoio à trabalhadora e ao trabalhador rural no período da entressafra, mediante o pagamento de uma bolsa em quatro parcelas no valor de R$ 100 até 271,10. Em 2017, o Governo de Pernambuco cadastrou mais de 48 mil trabalhadoras e trabalhadores no Chapéu de Palha, dos quais 32.850 (67%) foram na modalidade cana-de-açúcar, envolvendo um investimento total de cerca de R$ 40 milhões. Em 2018, há uma previsão de crescimento em torno de 10% no número de inscritos em cada uma das modalidades (fruta, pesca e cana).

    Para ser beneficiário do Chapéu de Palha da Cana é necessário ser trabalhador(a) rural da cana-de-açúcar, trabalhador(a) do cultivo da cana, bituqueiro(a), rurícola ou safrista, no último contrato, com comprovação em carteira de trabalho; ser maior de 18 anos; ter trabalhado, com registro em carteira, por no mínimo 30 dias corridos em uma das três últimas safras; não possuir vínculo empregatício em carteira de trabalho; ser residente em um dos 53 municípios contemplados pelo programa; não estar recebendo seguro-desemprego, aposentadoria ou pensão do INSS.

    No ato do cadastramento, o trabalhador deverá apresentar: comprovante do Número de Identificação Social – NIS (Cartão Cidadão, Cartão Bolsa Família ou extrato de benefícios emitido pela Caixa); carteira de trabalho; CPF; RG; termo de rescisão de contrato; e comprovante de residência.

    Para mais informações basta ligar para o número 0800.282.5158 ou acessar www.seplag.pe.gov.br

    Assuntos: seplag, governo de pernambuco, chapeu de palha, trabalhadores rurais, capacitacao,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Produtividade da agropecuária no Pajeú ganha novos reforços

    | Social, Agricultura, Administração
    tabira

    O governador Paulo Câmara visitou, nesta quarta-feira, o município de Tabira, onde realizou importantes entregas para o setor.

    Com o objetivo de otimizar as atividades agropecuárias desenvolvidas por agricultores rurais do município de Tabira, no Sertão do Pajeú, o governador Paulo Câmara entregou, nesta quarta-feira (02.05), um conjunto de ações estruturadoras para o desenvolvimento do setor na região. Entre elas, a inauguração da 1ª etapa do novo Curral da Feira do Gado e do entreposto do mel; a entrega de 200 kits de caráter produtivo e dos certificadosde regulamentação do entreposto da carne; além do lançamento da primeira etapa da campanha contra a febre aftosa. Durante a solenidade, o governador ressaltou a importância do novo reforço para o aumento do rendimento e da produtividade local.

    "É sempre bom voltar ao Pajeú, que tem um povo tão guerreiro, que sabe superar as dificuldades com trabalho e, acima de tudo, buscar dias melhores a cada momento. Não é facil fazer empreendimentos como esse do entreposto do mel, que acabamos de inaugurar, em nenhum lugar no Brasil. Mas vemos que em pleno sertão pernambucano é possível construir um empreendimento de referência.Temos que buscar fazer com que esse empreendimento seja um grande exemplo de geração de emprego, de renda, de boa utilização da terra, qualidade na produção e que, acima de tudo, olhe o povo, a necessidade social. Saímos daqui orgulhosos com o que vimos, com a inauguração também da 1a etapa do Curral do Gado e tantas outras ações para o fortalecimento da agricultura familiar e do abastecimento hídrico na região", frisou o Governador.

    O novo Curral da Feira do Gado de Tabira é um projeto ousado e inovador, que vai fazer interface com a pecuária de vários municípios pernambucanos e de estados vizinhos. Cerca de duas mil pessoas (entre compradores/vendedores e visitantes) de 56 municípios de Pernambuco e dos estados da Bahia, Maranhão, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte serão beneficiadas. Considerada uma das maiores feiras de Pernambuco em volume de comercialização de animais, o Curral do Gado movimenta cerca de R$ 3 milhões por evento, comercializando bovinos, caprinos e ovinos.

    O projeto, que tem por objetivo proporcionar melhores condições de trabalho e de acomodação dos animais, atendendo às exigências sanitárias do Ministério da Agricultura, está dividido em duas etapas, totalizando 112 currais, com infraestrutura completa em uma área superior a sete mil metros quadrados. A primeira etapa contempla 56 currais, ao custo de R$ 1,6 milhão. Na solenidade, também foi assinada a autorização para abertura de processo de licitação para a 2ª etapa.

    Já o entreposto do mel da Cooperativa de Agricultura Familiar, Indígena e Assentados do Nordeste Brasileiro, trabalha com a produção de mel e também processa macaxeira embalada a vácuo, além de doces, geleias e polpas de frutas de vários municípios de Pernambuco. Esses produtos são comercializados nos mercados públicos e utilizados também para as políticas públicas estaduais. O investimento foi da ordem de R$ 2,7 milhões, beneficiando 320 famílias. A mesma cooperativa recebeu, durante o evento, o certificado de regulamentação do entreposto da carne, responsável pelo processamento diário de 200 quilos de carne, beneficiando 310 cooperados de vários municípios de Pernambuco.

    Ao comemorar mais uma etapa de trabalho bem cumprida, o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, reforçou que o trabalho continua. "Este curral de gado tem uma tradição muito grande na região e atende não só o estado de Pernambuco, mas o Nordeste. Foram inaugurados 56 currais e o governador autorizou, hoje, o processo de licitação da segunda etapa, contemplando mais 56 currais. Tudo isso vem para fortalecer a agricultura, a convivência com o semiárido e a atividade produtiva do mel, que é uma referência de Pernambuco", pontuou.

    PERNAMBUCO MAIS PRODUTIVO – Também foram distribuídos 200 kits de caráter produtivo para agricultores locais, ação já anunciada pelo governador Paulo Câmara, no último dia 23, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas. A entrega faz parte do Programa Segunda Água (Cisternas Calçadão), financiado com recursos do Governo Federal, via Ministério de Desenvolvimento Social. Os 200 kits disponibilizados para Tabira fazem parte de um total de 15.500 kits que serão entregues, em 2018, para 87 municípios pernambucanos, somando um investimento total de R$ 22 milhões. Cada kit de produção de forragem animal contém, a escolher: Kit Roçadeira (uma roçadeira semi-florestal com 3 itens acessórios, de corte de arbustos, capineira e roço; uma bota e um óculos de proteção) ou Kit Forrageira (uma forrageira com cabo de extensão elétrico de 10 metros).

    O conjunto de equipamento vai facilitar e agilizar a produtividade de centenas de agricultores locais, incluindo o trabalhador rural Heleno Ferreira, de 65 anos, morador do Sítio Conceição. 

    "O kit veio na hora certa, porque a gente tinha o capim, mas não tinha a forrageira. E hoje, nós vamos levar a forrageira pra casa. Lá para a minha comunidade vão 11. Chegou em boa hora! Vai facilitar muito o meu trabalho, porque a gente vai evitar de cortar na faca e vai gerar mais renda. O governo mandou na hora certa", declarou Heleno, emocionado.

    VACINAÇÃO – Ainda no município, foi lançada a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. Como forma de evitar a transmissão da doença, todo o rebanho de bovinos e bubalinos do Estado deve ser imunizado. A medida é uma forma de manter o status de Pernambuco como livre de febre aftosa com vacinação, obtido em 2014. A expectativa é que pelo menos 90% do rebanho, cerca de 1,8 milhões de animais, sejam imunizados. O criador tem até 31 de maio para vacinar e declarar o seu rebanho no escritório da Adagro mais próximo.

    "A força da nossa economia pode funcionar em qualquer lugar, desde que tenha quem gerencie um projeto. Esse projeto com certeza traz emprego, traz renda e traz melhoria de vida para a população. O projeto ganhou asas e aqui está a frutificação. Agradecemos ao governador por vir entregar essa etapa do Curral e nos dizer que dará continuidade à segunda etapa. Parabéns também a todos os comerciantes do gado", agradeceu o prefeito Sebastião Dias.

    ABASTECIMENTO DE ÁGUA – A agricultura familiar do município de São José do Egito também ganhou novos reforços nesta quarta-feira. Pela manhã, em agenda no município, o governador entregou outro importante conjunto de ações para o setor, somando um total de R$ 5 milhões investidos. Na oportunidade, foram dados por inaugurados os barreiros dos sítios Guardião, Barra Nova, Ponte Direita e São Pedro, beneficiando um total de duas mil pessoas. A ação recebeu um aporte de R$ 450 mil. Já a população residente nos sítios Riacho de Baixo, Olho D’água, Massapê, Serrinha, Barra Nova e Bonfim foi contemplada com quatro Sistemas Simplificados de Abastecimento da Água (SSAA), um investimento de R$ 4,5 milhões, beneficiando cerca de 3,5 mil pessoas.
     
    O Sistema Simplificado de Abastecimento de Água contempla a perfuração e instalação de poço artesiano com bomba submersa, reservatório elevado, rede de adução e distribuição de água nas residências. Na prática, comunidades de até 250 famílias localizadas em áreas afastadas recebem água de qualidade na porta de casa, com a instalação de um ponto de abastecimento. A ação tem grande impacto social na vida dessas pessoas, que antes sofriam com a escassez de água, pois dependiam de açudes, barragens e caminhões-pipa.

    Acompanharam o Governador também o deputado federal Tadeu Alencar; os deputados estaduais Nilton Mota, Lucas Ramos, Waldemar Borges e Diogo Moraes; o secretário de Educação, Fred Amâncio; os presidentes da Compesa e da Adagro, Roberto Tavares e Paulo Roberto, respectivamente; os prefeitos José Patriota (Afogados da Ingazeira); Anchieta Patriota (Carnaíba); Zeinha Torres (Iguaracy); Lino Morais (Ingazeira); Adelmo Moura (Itapetim); Geovane Martins (Santa Terezinha); Evandro Valadares (São José do Egito); Djalma da Padaria (Solidão); Sebastião Dias (Tabira); Ângelo Ferreira (Sertânia); e o vice-prefeito de Tabira, Zé Amaral. Estiveram presentes ainda a presidente da Câmara Municipal de Tabira, vereadora Nelly Sampaio; o superintendente Federal do Ministério da Agricultura em Pernambuco, Carlos Ramalho; e o promotor de Justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Lúcio Luis.
    Assuntos: sei, paulo camara, sara, investimento na produtividade, agropecuaria,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Criançada terá espaço exclusivo na VI Semana de Mobilização Cidadã

    | Agricultura, Infância

    sara

    O evento também contará com o serviço de exame de próstata, oferecido pelo Sesi.

    Com a expectativa de atender cerca de 30 mil pessoas, o Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa/PE), em parceria com o Governo do Estado de Pernambuco, a Associação dos Usuários e Comerciantes do Ceasa – Recife (Assucere) e o Sindicato do Comercio de Hortifrutigranjeiro, Flores e Plantas do Estado de Pernambuco (Sindfrutas), realiza a sua VI edição da Semana de Mobilização Cidadã Ceasa. O evento, que será realizado de 07 a 11 de maio, no galpão próximo ao Pátio do Milho, aumentou seu número de parceiros em 2018. A ação passou a contar com 50 instituições (ano passado foram 45) parceiras que irão ofertar 70 serviços totalmente gratuitos à população do Centro e também das comunidades vizinhas ao entreposto.

    Em 2018, os pais que desejarem conferir os serviços prestados pela Semana, contarão com o “Espaço Criança”. Os pimpolhos poderão participar de jogos lógicos e educativos, oferecidos pelo Instituto Lúcia Ferraz/Instituto Murakami, enquanto os adultos são atendidos pelos profissionais dos estandes que estarão distribuídos em 2.000m² do galpão, devidamente estruturado. Lá, como em edições anteriores, serão ofertados os serviços de emissão das segundas vias para documentos de identidade, certidões de nascimento, casamento e óbito, exames de vista, glicêmico, aferição de pressão, atendimentos do Detran, entre outros.

    A ação está com mais uma novidade este ano. O Serviço Social da Indústria (Sesi) vem ao evento pela primeira vez, onde vai oferecer na no primeiro e segundo dia o exame de mama e pensando também na saúde do homem, na quinta (10) e na sexta-feira (11), vai realizar o atendimento inédito do exame PSA (próstata).

    Outro serviço que promete ser bastante requisitado será a vacinação contra a gripe. O Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde, irá disponibilizar 2.000 unidades para os frequentadores da Semana. “Vamos reforçar o trabalho de imunização à população que o Governo do Estado começou no mês passado”, comentou o presidente do Ceasa, Gustavo Melo.

    HISTÓRICO – Desde 2009 que o Ceasa realiza a Semana de Mobilização Cidadã. O  intuito é auxiliar os trabalhadores e frequentadores do Ceasa que, por conta do “horário puxado”, não tem tempo de realizar algumas atividades básicas como a emissão de documentos e realização de exames simples.

    “O Ceasa/PE-O.S., segue o foco de valorizar a cidadania e as vidas, com Ação de Cidadania Semana de Mobilização Cidadã, que está na sua VI Edição firmando o compromisso de uma Empresa que presa pela responsabilidade social”, afirma a coordenadora da ação, Maria José Rosa.  

    SERVIÇO:
    V SEMANA DE MOBILIZAÇÃO CIDADÃ
    07 A 11 DE MAIO
    DAS 08h ÀS 15h
    GALPÃO PRÓXIMO AO PÁTIO DO MILHO
    INFORMAÇÕES ATRAVÉS DO 3035-8000

    Assuntos: sara, ceasa, governo de pernambuco, assucere, sindfrutas, mobilizacao cidada, espaco crianca,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Na 45ª Corrida de Jericos, Paulo Câmara destaca força das manifestações culturais pernambucanas

    | Agricultura

     

     
    Importante manifestação cultural da região, todos os anos, o evento recebe mais de 130 mil turistas de todo Brasil e movimenta os mais de 26 mil habitantes locais


    PANELAS – O governador Paulo Câmara prestigiou o encerramento da 45ª Corrida de Jericos no município de Panelas, no Agreste Central, nesta terça-feira (01). Importante manifestação cultural da região, todos os anos, o evento recebe mais de 130 mil turistas de todo Brasil e movimenta os mais de 26 mil habitantes locais, agindo também como um impulsor da economia local. Ao todo, 65 competidores participaram da disputa, este ano. 

    "A cidade está de parabéns. Estão fazendo uma festa bonita e de paz. Já é a terceira vez que eu venho, como governador, prestigiar essa corrida. É um festival tradicional, que chega a sua 45ª edição e que gera um importante estímulo para a economia local", ressaltou o governador.

    A Corrida de Jegue de Panelas, como também é conhecida a festa, inclui atrações variadas, como grupos folclóricos, apresentação de danças, bandas musicais, atividades esportivas, culinária regional, desfile de cavaleiros e amazonas, missas, além da tradicional corrida de jegues. De acordo com a prefeitura, nos dias do festival, a economia local é aquecida com a circulação de cerca de R$ 2 milhões de reais, gerando mais de 1.000 empregos diretos e indiretos.

    “Nosso festival é um evento de nível nacional voltado para a cultura popular brasileira, que a gente não deixa morrer. E é muito importante que a gente não perca essa raiz. E a participação de todos abrilhanta a nossa festa. São quadro dias de festa. O turista vem e conhece a nossa cultura, gera renda e a cidade toda fica animada”, declarou a prefeita Joelma Campos.

    Acompanharam o governador durante a visita à Panelas o o secretário executivo de Planejamento de Gestão, Adilson Filho; o deputado federal Fernando Monteiro; o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchôa; os prefeitos Orlando José (Altinho), Antônio de Roque (Jataúba) e Júnior Matuto (Paulista); além do ex-prefeito de Panelas, Sérgio Miranda.

     

    Fotos: Hélia Scheppa/SEI
    Texto: Débora Bandeira/SEI
    Assuntos: sei, paulo camara, corrida de jericos, panelas
    Compartilhe: Link para o post: