meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Paulo Câmara investe R$ 35 milhões no Sertão de Itaparica no segundo dia do Pernambuco em Ação

    | Economia, Social, Saúde, Emprego, Agricultura

    Segundo dia do Pernambuco em Ação

    PETROLÂNDIA - O governador Paulo Câmara continuou anunciando liberações de recursos e entregas no segundo dia do Pernambuco em Ação, no Sertão de Itaparica, nesta sexta-feira (24.03). Cerca de R$ 35 milhões estão sendo investidos em toda a Região direcionados para as áreas de Saúde, Infraestrutura, Educação e Recursos Hídricos. Para o chefe do Executivo estadual, o Seminário é a chance de rever as ações a serem realizadas para melhorar as condições de vida dos pernambucanos.

    “É com ações e com trabalho que vamos continuar a avançar. Vamos resolver e minimizar os gargalos. As ações que estão sendo anunciadas e entregues hoje dão novos passos para, entre outras coisas, enfrentarmos a seca e entregarmos o sistema de abastecimento de água de Petrolândia”, afirmou Paulo Câmara. O chefe do Executivo estadual também destacou a importância do Seminário. “O Pernambuco em Ação nos dá a chance de mostrar o que fizemos, mas, principalmente, de pactuar novas ações para o futuro, pois sabemos que muito tem que ser feito ainda. Saio daqui com o dever de casa de ver outras questões para melhorar a condição de vida das pessoas da Região”, concluiu.

    Entre os investimentos,  em parceria com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o governador Paulo Câmara autorizou o lançamento do edital de licitação para o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Distrito de Caraibeiras. A obra, que terá um aporte de R$ 16 milhões e atenderá mais de dez mil pessoas, será composta por três bacias de esgotamento, através do assentamento de 39 quilômetros de rede coletora, ramais de calçada e emissários; construção de três estações elevatórias e de estação de tratamento de esgotos. A ideia é que, assim que for dada a Ordem de Serviço, a obra fique pronta em 24 meses.

    No total, R$ 2,2 milhões foram liberados pelo chefe do Executivo estadual, via Ordem de Serviço, para implantação do Sistema de Abastecimento de Água no município de Petrolândia, sendo R$ 1,7 milhões de execução de serviços e R$ 500 mil de aquisição de materiais por meio de ata de registro de preços. A obra, que beneficiará quatro mil pessoas, consiste na implantação integral de um sistema de abastecimento de água para os habitantes do bairro Nova Esperança. Com a entrega, a população contará com fornecimento de água diretamente em suas casas.

    “Estamos enfrentando o sétimo ano consecutivo de seca no Sertão de Pernambuco, então o anúncio do Sistema de Abastecimento de Água é muito importante para a Região. Com relação à licitação, o edital da obra, que vai beneficiar mais de dez mil pessoas, estará no Diário Oficial do Estado já na próxima segunda-feira”, afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

    Leite - Os trabalhadores rurais do Sertão de Itaparica também foram beneficiados com o investimento de cerca de R$ 7 milhões do Governo do Estado. Desse total, R$ 1.466.935,00 foram direcionados para a  aquisição de 620,5 mil litros de leite ao longo de 2017, através do Programa Leite de Todos. A liberação  beneficiará 1.724 famílias e gerar renda para os produtores de leite garantindo a segurança nutricional de crianças. Em 2016, foram distribuídos, na Região, 309.792 litros de leite/ano pelo Programa, no valor de R$ 681.095, beneficiando 340 famílias por ano.

    PAA - O governador Paulo Câmara também autorizou o início da distribuição de alimentos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o montante foi de R$ 640 mil para adquirir 262 mil quilos de alimentos para toda a Região, beneficiando 6.550 pessoas. No Sertão de Itaparica, em 2016, o PAA distribuiu 244.181,86 quilos de alimentos, fornecidos por 326 agricultores, beneficiando 6.050 mil pessoas. Totalizando R$ 882.572,24 em investimentos.

    Piscicultura - Para ampliar a renda das famílias, o governador Paulo Câmara assinou quatro convênios no valor de R$ 1.475.384,33 para a implantação de projetos produtivos para a cultura do peixe em tanques-rede. Os convênios contemplam as Associações dos Aquicultores de Petrolândia (Petrolândia), das Mulheres Guerreiras do Sítio Umburanas (Jatobá), de Santo Antonio do Coité (Itacuruba), e Agropecuária e Comunitária do Distrito de Ibó (Belém do São Francisco). Seis dos projetos de piscicultura em tanques-rede foram inaugurados durante o segundo dia do Pernambuco em Ação, totalizando um investimento de R$ 1.531.752,78 e beneficiando associações de Jatobá e Petrolândia.

    Para o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Nilton Mota, as ações dão melhores condições de vida para os agricultores familiares do Sertão de Itaparica. “O conjunto de atividades vai ajudar as produções de leite, alimento e para a cultura da criação de peixes da Região, que recebeu, ao todo, R$ 7 milhões”, avaliou o gestor.

    Foto: Aluísio Moreira/SEI

    Cidades: Belém de São Francisco, Itacuruba, Jatobá, Petrolândia
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de Pernambuco, Sertão de Itaparica, Compesa
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara anunciou R$ 2,8 milhões em obras de infraestrutura hídrica e agricultura familiar no Sertão do Pajeú

    | Economia, Meio Ambiente, Agricultura, Administração

    Governador anuncia R$ 2,8 milhões em obras no Sertão do Pajeú

    AFOGADOS DA INGAZEIRA – Serão cinco Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água (SSAA) inaugurados e a liberação de mais uma Ordem de Serviço, todos na região do Sertão do Pajeú. Os investimentos são da ordem de R$ 2,8 milhões e foram anunciados durante o primeiro encontro do Pernambuco em Ação, realizado nesta quinta-feira (23.03), em Afogados da Ingazeira, que tem o objetivo de dialogar com a população a fim de repactuar as metas das macrorregiões. As obras de infraestrutura hídrica trarão geração de renda e o fortalecimento da agricultura familiar.

    Para o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Nilton Mota, estar no Pajeú para realizar anúncios e inaugurações é motivo de alegria. O gestor da pasta destacou, ainda que as inaugurações dos sistemas de abastecimento de água são muito importantes, disponibilizam água na porta da casa dos agricultores. "Em um momento por que passamos por seis anos de estiagem, essa ação faz diferença na vida da população que mora na Zona Rural", concluiu.

    Entre os SSAA inaugurados está o da comunidade de Umbuzeiro Leitão, em Afogados da Ingazeira, que beneficiou 24 famílias que dependiam de açudes, barragens e caminhão-pipa; e a Barragem de Acumulação de Água do Sítio Esperança, em São José do Egito, proporcionando às 40 famílias atendidas a ampliação da renda familiar. Em Itapetim, foram inaugurados o SSAA Sítio Mãe d’Água, Sítio Santo Antonio de Lima e o Sítio Ambó, beneficiando, ao todo, 357 famílias do município. O chefe do Executivo estadual autorizou, ainda, a Ordem de Serviço para a implantação do SSAA Sítio Goiabeira e Canta Galo, em Itapetim. O investimento de R$ 575.457,12 vai atender aproximadamente 70 famílias.

    PPAs - Na ocasião, Paulo Câmara assinou ainda a autorização do início de distribuição de leite e alimentos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Alimentos) e do Programa Leite de Todos (PAA Leite). Os programas geram renda para os produtores de alimentos e leite de base familiar. Para o PAA Alimentos, serão investidos R$ 1.680.000,00 para a aquisição de 672 mil quilos de alimentos, beneficiando 16.800 moradores do Pajeú. Já o PAA Leite recebeu um investimento R$ 5.834.926,5 para a distribuição de 2.222.850 litros de leite ao longo de 2017, melhorando a vida de 6.175 famílias.

    Ambos os programas atenderão os municípios de Afogados da Ingazeira, Calumbi, Carnaíba, Iguaracy, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira, Triunfo e Tuparetama. Além desses, o PAA Leite também contemplará as cidades de Brejinho, Flores, Santa Cruz da Baixa Verde e Serra Talhada.

    Sementes - Ainda no âmbito da agricultura familiar, o chefe do Executivo estadual deu início à execução do Programa de Distribuição de Sementes, com a entrega de 128 mil quilos de sementes de milho para os municípios de Afogados da Ingazeira, Brejinho, Carnaíba, Flores, Iguaracy, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, São José do Egito, Santa Terezinha, Solidão, Tabira e Tuparetama. O Programa recebeu um investimento de R$ 416 mil e beneficiará 12.800 agricultores familiares.

    ADAGRO –  Também foram entregues certificados de estabelecimento registrado na Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) para o Entreposto de Pescados de Afogados da Ingazeira da Cooperativa para o Desenvolvimento da Apicultura do Nordeste (COODAPIS) e o certificado de regulamentação do Entreposto de Laticínio do município de Itapetim.

    No total, 150 agricultores do  município de Carnaíba receberam certificados de conclusão  e a outros 150 da cidade de Triunfo certificados pela participação no Projeto Implantação de Módulos de Manejo Sustentável de Agrobiodiversidade para o Combate à Desertificação no Semiárido Pernambucano. O projeto faz parte do Programa Caatinga Sustentável, uma parceria entre o Governo Federal, por meio do Fundo Nacional de Mudanças Climáticas (FNMC), e o Governo de Pernambuco.

    Estiveram presentes secretários de Estado; os deputados estaduais Isaltino Nascimento (líder do Governo), Rogério Leão, Waldemar Borges, Laura Gomes, Lucas Ramos, Ricardo Costa, Diogo Moraes e Rodrigo Novaes; e os deputados federais Kaio Maniçoba, João Fernando Coutinho, Fernando Monteiro e Gonzaga Patriota.

    Foto: Aluísio Moreira/SEI

    Cidades: Afogados da Ingazeira, Brejinho, Calumbi, Carnaíba, Flores, Iguaracy, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Terezinha, Serra Talhada, Solidão, São José do Egito, Tabira, Triunfo, Tuparetama
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de Pernambuco, Infraestrutura Hídrica, Agricultura Familiar, Adagro, Sara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara autoriza início da obra do Sistema Adutor do Pajeú

    | Economia, Agricultura

    Foram anunciados R$ 750 mil em ações no combate à seca durante a primeira rodada do Pernambuco em Ação

    AFOGADOS DA INGAZEIRA - No esforço de atenuar os seis anos de seca que castigam os municípios do Sertão de Pernambuco, o governador Paulo Câmara autorizou, durante o primeiro encontro do Pernambuco em Ação, o início da obra do Sistema Adutor do Pajeú para o abastecimento da cidade de Santa Terezinha. Por meio de uma parceria entre a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e a Prefeitura da cidade, serão investidos R$ 750 mil na obra, que atenderá 7 mil moradores da Região.

    “A parceria com a Prefeitura de Santa Terezinha foi muito importante, uma vez que a cidade está em colapso nos últimos cinco anos. Esse investimento vai tirar o município dessa situação”, afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares. O gestor explicou, ainda, que já havia sido realizada uma ação emergencial para ligar a Barragem do Tigre à Santa Terezinha. “Avalio que as ações anunciadas pelo governador Paulo Câmara trouxeram ao Pajeú uma mensagem de esperança para a crise hídrica. Estamos enfrentando essa situação com muita disposição e trabalho”, considerou.

    O equipamento consiste na implantação de 12 quilômetros (km) de sistema adutor entre a Estação Elevatória de Riacho do Meio e o Sistema Tigre. O governador também autorizou o lançamento do edital de licitação da segunda etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário de Afogados da Ingazeira. Com um prazo de execução de 24 meses após a emissão da Ordem de Serviço, a obra, que tem um custo estimado em R$ 10 milhões, beneficiará 25 mil habitantes.

    Estiveram presentes secretários de Estado; os deputados estaduais Isaltino Nascimento (líder do Governo), Rogério Leão, Waldemar Borges, Laura Gomes, Lucas Ramos, Ricardo Costa, Diogo Moraes e Rodrigo Novaes; e os deputados federais Kaio Maniçoba, João Fernando Coutinho, Fernando Monteiro e Gonzaga Patriota.

    Cidades: Afogados da Ingazeira, Santa Terezinha
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de pernambuco, Sertão do Pajeú, Sistema Adutor
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara abre o Pernambuco em Ação com investimentos na infraestrutura de todo o Sertão do Pajeú

    | Economia, Educação, Saúde, Agricultura, Administração

    Abertura do primeiro dia do Pernambuco em Ação

    Ao todo, serão investidos R$ 12,7 milhões nas áreas de Saúde, Educação, Agricultura, Infraestrutura e Recursos Hídricos

    AFOGADOS DA INGAZEIRA - O governador Paulo Câmara abriu, nesta quinta-feira (23.03), a primeira rodada do Pernambuco em Ação com uma série de anúncios e entregas no Sertão do Pajeú. Ao todo, serão investidos R$ 12,7 milhões nas áreas de Saúde, Educação, Agricultura, Infraestrutura e Recursos Hídricos. O Seminário visa dialogar com a população para repactuar as metas das macrorregiões. Esse primeiro encontro contemplará, ainda, os municípios de Petrolândia, no Sertão de Itaparica, e Arcoverde, no Sertão do Moxotó.

    “Tive a satisfação de vir ao Sertão do Pajeú entregar obras, dialogar com a população e divulgar o que o Governo de Pernambuco vem realizando. O conjunto de ações aqui foi mostrado: no âmbito da água, da infraestrutura, da saúde e da educação”, afirmou Paulo Câmara, ressaltando que essas ações acontecerão em todas as regiões do Estado. “Encerro o Pernambuco em Ação no Pajeú sabendo que ainda há muito a ser feito, mas com a certeza de que as ações que já fizemos mostram um caminho correto em favor do Estado. Pernambuco está de pé e sabe aonde quer chegar”, concluiu.

    FEM - A liberação de R$ 1.156.152,00 pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) para a execução de obras e ações em municípios da Região foi bastante festejada pelo público que lotou o Centro de Convenções do Hotel Brotas, onde aconteceu o seminário. Ao todo, sete municípios do Pajeú serão beneficiados com os recursos. São eles Tabira, Santa Cruz da Baixa Verde, Flores, Carnaíba, Serra Talhada, Tuparetama e São José do Egito.

    Terão os recursos do FEM: a reforma e ampliação da praça central do Distrito de Jatiúca (Santa Cruz da Baixa Verde); a construção de pátio de eventos (Flores); a pavimentação com paralelepípedos graníticos (Tabira); a perfuração de poços e construção de pavimentação em paralelepípedos (Carnaíba); a reforma das praças e canteiros (Serra Talhada); ampliação e reforma do hospital (Tuperatama); e a perfuração e instalação de poços tubulares em rochas cristalinas (São José do Egito).

    Durante o evento, o secretário de Planejamento e Gestão (Seplag), Márcio Stefanni, apresentou um balanço dos dois anos da gestão de Paulo Câmara, sobre obras realizadas, em andamento e previstas na região do Pajeú. A apresentação deu a real dimensão da presença do governo do Estado na região em áreas estratégicas como recursos hídricos, desenvolvimento rural, infraestrutura, transporte, saúde, educação entre outros.

    Agricultor familiar e apicultor, José Laurindo da Cruz, de 68 anos, mora no município de Carnaíba e esteve na primeira rodada do Pernambuco em Ação. Ele avaliou como positiva a ida do governador Paulo Câmara à Região. “É muito importante porque a gente pode conhecer mais do trabalho realizado pelo governador e sempre que ele vem ao Pajeú ele anuncia algo bom para a gente”, afirmou o trabalhador rural. “Nossa vida tem melhorado bastante com as ações do Governo. Agora, por exemplo, temos água encanada na porta de casa”, afirmou.

    Estiveram presentes secretários de Estado; os deputados estaduais Isaltino Nascimento (líder do Governo), Rogério Leão, Waldemar Borges, Laura Gomes, Lucas Ramos, Ricardo Costa, Diogo Moraes e Rodrigo Novaes; e os deputados federais Kaio Maniçoba, João Fernando Coutinho, Fernando Monteiro e Gonzaga Patriota.

    Foto: Aluísio Moreira/SEI



    Cidades: Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Floresta, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada, São José do Egito, Tabira, Tuparetama
    Assuntos: Paulo Câmara, Pernambuco em Ação, Governo de pernambuco, Sertão do Pajeú
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara destaca políticas públicas de Pernambuco em Fórum sobre Agricultura Familiar

    | Agricultura
    Governador defendeu a implementação de ações a médio e a longo prazo que fortaleçam o setor 

    A promoção de políticas públicas a médio e a longo prazo como vetor para o desenvolvimento da agricultura familiar. Foi com este entendimento que o governador Paulo Câmara abriu a 8ª edição do Fórum dos Gestores Estaduais responsáveis pelo apoio ao setor no Nordeste e em Minas Gerais. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual lembrou que Pernambuco tem intensificado esforços com a intenção de proporcionar cada vez mais ações que garantam melhores condições de sustentabilidade às famílias, gerando emprego e renda. "Não adianta só crescer economicamente, se o social não crescer junto", frisou. 

    Paulo Câmara destacou a importância do fórum, que tem como objetivo a promoção do intercâmbio de políticas entre os Estados que compõem o semiárido brasileiro. O governador ressaltou que a possibilidade de assegurar que esse perfil de agricultor viva da sua produção, a partir do seu trabalho, na sua terra, e dando uma qualidade de vida decente aos seus filhos e sua família é algo imprescindível para a administração estadual.
     
    "Temos uma política de convivência com o semiárido que envolva as ações de poços, de cisternas, e de sistemas simplificados para que a água chegue para que a população avance. Para que o agricultor familiar possa produzir na sua terra. E esse alimento produzido possa ser vendido, e isso gere renda e condições de ele próprio reinvestir na sua terra e de sustentar a sua família", afirmou.

    O governador lembrou que o Governo de Pernambuco tem feito parcerias junto aos municípios e  associações cooperativas visando implantar cisternas, fazer poços e sistemas simplificados. Esse tipo de ação se soma a um conjunto de outras iniciativas que permitem a condição de famílias que têm como fonte de renda a agricultura familiar garantam o seu sustento de forma tranquila.

    "No âmbito da agricultura familiar, todos nós sabemos que os desafios são enormes, são seculares. Estamos no presente enfrentando a maior seca da história: são seis anos que não chove aqui no Nordeste.  E a falta de chuva, aliada a uma crise econômica sem precedentes, afeta a vida de todos os brasileiros. Mas precisamos ter um olhar especial para aqueles que moram nas áreas mais pobres e que muitas vezes necessitam de apoio governamental para avançar", defendeu Paulo.

    Do total de agricultores familiares do País, 50% atua no Nordeste - contabilizando 2 milhões de estabelecimentos atuando na área. Em Pernambuco, 275.000 pessoas garantem o seu sustento dessa forma. O Estado é referência no âmbito da regularização fundiária, onde já conta com mais de 10.000 títulos de acesso à terra gratuitos e registrados em cartório. "O fórum é crucial para discutir ações estratégicas do Nordeste brasileiro, incluindo também o Estado de Minas Gerais. Os Estados, juntos, podem construir avanços na agricultura familiar do País, melhorando a qualidade de vida dos trabalhadores e suas famílias", registrou o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

    FÓRUM - Criado em março de 2015, o  Fórum dos Gestores Estaduais responsáveis pelas políticas de Apoio à Agricultura Familiar no Nordeste e em Minas Gerais - realizado pela primeira vez em Pernambuco - reúne secretários de Estado e representantes de instituições públicas nacionais e internacionais ligadas ao campo e da sociedade civil organizada. A programação da edição pernambucana do evento se estende até amanhã. 


    Fotos: Wagner Ramos/SEI
    Assuntos: Não há assuntos relacionados.
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Agricultura garante retomada da construção do novo Curral do Gado de Tabira

    | Agricultura
    curral
     
    O secretário de Agricultura e Reforma Agrária do Estado, Nilton Mota, visitou nesta terça-feira (14) a obra de construção do novo Curral de Gado do município de Tabira. Orçado em R$ 1,3 milhão, o projeto sofreu ajustes e de acordo com o cronograma de trabalho, a primeira etapa do novo equipamento estará concluída em no máximo 120 dias.
     
    “Esta obra é considerada uma das ações prioritárias do Governo de Pernambuco na região e vamos dar a máxima celeridade otimizando a forma de execução. Trata-se de um projeto ousado e inovador, que vai fazer interface com a pecuária de vários municípios pernambucanos e de estados vizinhos”, assegurou o secretário Nilton Mota.
     
    O projeto está dividido em duas etapas e contará com investimento total de aproximadamente R$ 3,5 milhões empregados na construção de 112 currais com infraestrutura completa em uma área superior a 7 mil metros quadrados. Nesta primeira fase, serão construídos 56 currais sob a responsabilidade da empresa J. Benevides da Silva Eireli- EPP, segunda colocada na licitação, que foi convocada para assumir o projeto, após rescisão contratual solicitada pela vencedora do certame, Construtora Jordara LTDA- EPP. 
     
    A Feira de Gado de Tabira é uma das maiores feiras de Pernambuco. Comercializa bovinos, caprinos e ovinos, atraindo 2 mil pessoas (entre compradores/vendedores e visitantes) de 56 municípios de Pernambuco e dos estados da Bahia, Maranhão, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte.
     
    Assuntos: agricultura, curral de gado, nilton mota, tabira,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Agricultura dialoga com movimentos sociais

    | Agricultura

    Agricultura

    A secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco realizou mais uma reunião com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para acompanhamento das ações desenvolvidas pelo Estado em parceria com o Governo Federal. Com a participação de representantes da esfera governamental - Incra, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria de Educação e Iterpe -, foram discutidas melhorias para o setor agrário, sobretudo nas questões de acesso a terra, convênios e recursos hídricos. Além de iniciativas voltadas para a educação, saúde e segurança no campo.

    Essas reuniões, realizadas periodicamente, demonstram a disposição para o diálogo permanente, sempre com a perspectiva de avanços nas políticas de atendimento à população rural. “Estamos intensificando esses encontros com os movimentos sociais e ampliando as parcerias com o Governo Federal, para a promoção de ações efetivas nesse momento de adversidade, para que possamos alcançar ainda mais resultados positivos e avançar no processo de desenvolvimento no meio rural”, avaliou o secretário Nilton Mota.

    Estiveram presentes o coordenador do MST, Jaime Amorim, os superintendentes regionais do Incra de Pernambuco, Heliodoro Santos; de Petrolina, Bruno Medrado; e de Sergipe, André Luiz Ferreira; o procurador da Procuradoria Geral do Estado, Almir Bezerra; o gerente de Políticas Educacionais de Educação do Campo da secretaria de Educação; Jaílson Santos; o presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lócio; e o secretário executivo de Agricultura Familiar, José Cláudio, assentado da reforma agrária, além de representação do MST.


     

    Assuntos: agricultura, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), nilton mota,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Agricultura libera mais R$ 4,6 milhões para construção de cisternas

    | Agricultura

     Cisternas

    O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, coordenou nesta terça-feira (21/02) reunião de acompanhamento com as entidades responsáveis pela implantação de cisternas de caráter produtivo, contratadas por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Durante o encontro, foram discutidos encaminhamentos para a execução dos programas de implantação dos equipamentos e liberados mais R$ 4,651 milhões que, somados  às liberações das cisternas de consumo humano, receberam aporte de R$ 21,1 milhões nos últimos 90 dias.

    Os valores estarão disponíveis para a Diocese de Pesqueira, Cecor, Copagel, Chapada e Centro Sabiá nesta quarta-feira (22/02), dentro de um cronograma previsto no plano de trabalho e acordado com as entidades. Nos dois últimos anos, foram investidos cerca de R$ 116 milhões na construção de 24.826 cisternas, beneficiando mais de 120 mil pessoas.

    "Estamos buscando dar a máxima celeridade na construção dessas tecnologias sociais de extrema importância para a população do semiárido, que convive há seis anos com a estiagem. Ações como essa demonstram a determinação do governador Paulo Câmara em realizar parcerias com os governos municipais e federal, levando esperança de uma vida melhor à população através do acesso à água em suas localidades", afirmou o secretário Nilton Mota.

     

    Assuntos: agricultura, nilton mota, cisternas,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco e Fida firmam convênio para viabilizar US$ 40 milhões para agricultura familiar

    | Agricultura

    Fida
    Acordo de cooperação financeira com entidade ligada à ONU beneficiará 35 mil famílias de municípios do Agreste e Zona da Mata
     
    O governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (16.02), um memorando para formalizar um convênio de cooperação financeira entre o Governo de Pernambuco e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), entidade financeira ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), para viabilizar US$ 40 milhões para o fortalecimento da agricultura familiar. A parceria prevê um projeto que visa diversificar a produção agrícola, para produção de alimento e geração de renda, contemplando 40 municípios da Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste Central e Agreste Setentrional.
     
    Do montante total que será investido no projeto, US$ 20 milhões serão recursos do FIDA, outros US$ 16 milhões serão contrapartida do Governo de Pernambuco e o remanescente será captado a partir da contribuição dos beneficiários. O período de execução do projeto será de sete anos, a partir da data de entrada em vigor do acordo de financiamento com o FIDA. Ao todo, cerca de 35 mil famílias  serão beneficiados de forma direta com ações de caráter organizacional, assistência técnica e/ou investimentos produtivos.
     
    Secretário de Agricultura e Reforma Agrária -  responsável da execução do projeto - , Nilton Mota, considera que o convênio dará uma melhor condição de vida para o agricultor pernambucano. "É um instrumento importante, não só do ponto de vista técnico, pois possibilitará ao nosso agricultor familiar ter condições mais adequadas. Além disso, esse convênio demonstra o esforço do governador Paulo Câmara em captar recursos para a agricultura familiar de Pernambuco", afirmou.
     
    "A expectativa é de que o convênio de cooperação financeira com o FIDA seja assinado até o fim deste ano para que, até janeiro de 2018, possamos executar o projeto", complementou o gestor. Ele também esclareceu que o projeto contempla itens como assistência técnica, hídrica, de gestão, além das partes produtivas e de comercialização. "É um conjunto de ações que envolve toda a cadeia de produção", registrou.
     
    O oficial de programa para o País - Divisão da América Latina e Caribe, Hardi Vieira, explica que o início da parceria se deu após o Governo de Pernambuco demonstrar interesse em participar de um dos projetos do FIDA. "Foi então que decidimos onde seria o projeto e que teria um foco específico na reconversão produtiva. A partir daí, uma equipe de 11 consultores da agência visitou o Estado por três semanas para realizar um estudo aprofundado que envolveu a escolha dos municípios e os principais eixos de ação", esclareceu.
     
    Também oficial de programa, Leonardo Bichara esclareceu que a ação do FIDA em Pernambuco será voltada para o aumento da renda dos agricultores familiares. "Faremos um trabalho de capacitação das associações e cooperativas que serão beneficiadas. Depois, fornecemos recursos para que elas façam um plano de investimento produtivo, conseguindo aumentar a produção no mesmo território e, em seguida, atuamos na parte de comercialização".
     
    Junto com a diversificação das culturas, Bichara acrescenta que o FIDA trabalhará também a questão ambiental. "Vamos realizar a recuperação de nascentes, fundamental para que o acesso à água seja facilitado e exista água para irrigar a produção. O trabalho sustentável é uma prioridade do nosso projeto", afirmou.
     
    FIDA - O FIDA é uma agência das Nações Unidas, que, em 1977, estabeleceu-se como uma instituição internacional de financiamento, sendo considerada como um dos principais objetivos alcançados da Conferência Mundial de Alimentos de 1974. A agência tem sede em Roma e atua em 100 países em todo o mundo. No Brasil, o FIDA vem atuando desde 1980 com foco em estados do Nordeste. Atualmente, as ações mais representativas do fundo na América Latina e região do Caribe concentram-se no Brasil.
     
    As ações financiadas pelo FIDA consistem em contribuir para o aumento da renda e melhorar a subsistência, principalmente através da promoção de saneamento hídrico, apoiando o desenvolvimento agrícola e gestão dos recursos naturais; além de incentivar a participação da população pobres nos processos de desenvolvimento por meio da melhoria do acesso à educação, infraestrutura e outros serviços.
     
     
    Fotos: Wagner Ramos/SEI
    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, fida, agricultura familiar, Nilton Mota,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Raul Henry ouve produtores de Petrolina

    | Economia, Agricultura

    petrolina

    Fruticultura irrigada e demais assuntos relacionados à economia do Vale do São Francisco estavam na pauta do encontro. 

    O secretário de Desenvolvimento Econômico e vice-governador de Pernambuco, Raul Henry, participou, nesta segunda-feira (13), na Valexport Petrolina, de uma reunião sobre a fruticultura irrigada e outros assuntos relacionados à economia do Vale do São Francisco. O encontro foi convocado pelo secretário e teve como objetivo ouvir as demandas dos produtores locais para que o Governo do Estado estude a melhor maneira de atuação no sentido de fortalecer a região.

    “Ouvimos diversas sugestões dos produtores e iremos levar os pleitos adiante. Entre eles está a possibilidade de um decreto para priorizar o registro de agrotóxicos de algumas culturas e nós vamos tratar posteriormente com o Ministério da Agricultura”, adiantou Raul Henry. A interlocução com o Governo Federal faz parte de uma série de ações para destravar projetos e fazer com que Pernambuco continue investindo mesmo em um cenário de crise.

    “Vivemos a maior recessão econômica da história do país, mas a boa notícia é que há um sentimento de que o pior momento passou. Há 20 dias converso com empresários que querem trazer investimentos para o Estado ou que já possuem negócio aqui. São grandes multinacionais, todos otimistas com o país”, afirmou o secretário. Ele destacou o avanço no diálogo sobre as reformas Tributária e da Previdência, no âmbito federal, e na negociação para a retomada da autonomia do Porto de Suape e das obras da Transnordestina, no que diz respeito aos benefícios diretos para Pernambuco.

    Além do secretário e vice-governador Raul Henry, estiveram presentes na reunião os prefeitos de Petrolina, Miguel Coelho; de Lagoa Grande, Vilmar Capelaro; de Cabrobó, Marcílio Cavalcanti; de Afrânio, Rafael Cavalcanti; de Santa Maria da Boa Vista, Humberto Mendes; além do deputado federal Guilherme Coelho, do deputado estadual Odacy Amorim, do presidente da AD Diper, Jenner Guimarães, do presidente da Compesa, Roberto Tavares, e do diretor de Gestão Portuária do Complexo de Suape, Paulo Coimbra. Também marcaram presença representantes do Sebrae e do Banco do Nordeste.

    Esgotamento - Pela manhã, Raul Henry participou de evento para assinatura de convênio de R$ 5 milhões entre a Prefeitura, a Codevasf e Compesa. A iniciativa vai levar esgotamento sanitário ao bairro de Jatobá e urbanizar a estação de tratamento de esgoto centro. Além de Henry, a solenidade contou com a presença do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, o prefeito Miguel Coelho, o senador Fernando Bezerra Coelho, os deputados federais Gonzaga Patriota, Guilherme Coelho, João Fernando Coutinho e Creuza Pereira, a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, e o presidente da Compesa, Roberto Tavares. Em seguida, o vice-governador e secretário da SDEC esteve no ato de regulamentação da lei de renegociação da titulação e k1 (taxas de uso de água e de infraestrutura) dos produtores rurais, na comunidade N-3.

    Cidades: Petrolina
    Assuntos: raul henry, sdec, valexport petrolina, compesa,
    Compartilhe: Link para o post: