meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Governo de Pernambuco investe R$ 38 milhões no abastecimento hídrico de Vitória de Santo Antão

    | Agricultura

    Barragem

    Governador Paulo Câmara inaugurou, nesta quarta-feira, o Sistema de Abastecimento de Água que vai atender a cidade, a partir da Barragem Tapacurá

    A população do município de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul do Estado, passou a contar, nesta terça-feira (21.06), com mais água nas torneiras de casa. O reforço foi anunciado pelo governador Paulo Câmara, durante a inauguração do Sistema de Abastecimento de Água da cidade, a partir da Barragem Tapacurá. Para a execução das obras e aquisição de materiais utilizados, foram investidos R$ 38 milhões. Os recursos são provenientes de parceria entre o Governo de Pernambuco, Compesa, Ministério da Integração Nacional e Banco Mundial.  Ao todo, 120 mil pessoas serão beneficiadas com a intervenção.

    "Esse sistema vai garantir, além reduzir o tempo do racionamento, uma segurança maior da qualidade da água que chega às torneiras da população. Nós vamos continuar fazendo os ajustes necessários para que, efetivamente, nós possamos comemorar, em breve, o fim do racionamento em Vitória. A questão da água é uma prioridade do nosso Governo, e nós não vamos medir esforços para levar esses recursos para todo o Estado", destacou o governador.

    O sistema contempla uma estação elevatória e 27 km de adutora com 600 mm de diâmetro para abastecimento dos habitantes da cidade de Vitória de Santo Antão. Além da adutora, o sistema é composto ainda por uma Estação de Bombeamento Flutuante, com cinco conjuntos de bombas que captam a água da Barragem Tapacurá e enviam para a Estação Elevatória de Água Bruta, que contém outras cinco bombas que jogarão essa água para Bonança, Distrito Industrial e ETA Vitória, de onde será distribuída.

    "Vitória teve, durante décadas, captações a fio d'água e sistemas que não funcionavam no verão, chegando a operar com um rodízio de quatro dias com água e 17 sem. E alguns locais mais afastados chegavam a passar 27 dias sem abastecimento. Então, é muito bom vir aqui e entregar uma obra tão importante como essa, que vai trazer água de Tapacurá para o município, dobrando a capacidade do volume de água nas torneiras", ressaltou o presidente da Compesa, Roberto Tavares, afirmando que, agora, serão dois dias com água e quatro sem.

    Abatedouro

    SEGURANÇA ALIMENTAR - No início da manhã, o governador Paulo Câmara participou da inauguração do Abatedouro Regional de Vitória de Santo Antão. Registrado na Adagro com o selo do serviço estadual de inspeção animal (SIE), o espaço tem capacidade para o abate de 40 animais por hora, entre bovinos, bubalinos, caprinos, suínos e ovinos. Além de oferecer uma maior segurança alimentar sob o abate e comercialização dos produtos de origem animal, o equipamento vai gerar cerca de 80 empregos diretos e 600 indiretos na região. 

    "A gente tem que apoiar empreendimentos como esse, que geram emprego e renda para a população pernambucana. Esse matadouro será uma referência aqui, na região, sendo exemplo de abate humanitário e incentivando equipamentos como este em todo o Estado", pontuou Paulo. Ao todo, nove municípios - 1,2 milhões de pessoas - serão beneficiados com o matadouro. São eles: Vitória de Santo Antão, Moreno, Pombos, São Lourenço da Mata, Chã da Alegria, Gloria de Goitá, Camaragibe, Recife e Jaboatão. 

    O abatedouro tem 3,5 hectares de área construída, tendo como anexos uma área administrativa, dormitório para marchantes, refeitório, banheiros, vestiário, 13 currais para bovinos, quatro currais para suínos, quatro currais para caprinos e ovinos, dois poços artesianos, cisterna de 500 mil litros e quatro caixas de água com capacidade para armazenar 80 mil litros. Está equipado para realizar abate humanitário de todas as espécies e ainda conta com caldeira, duas câmaras frias e sistema completo de resíduos com três lagoas de decantação. Cerca de R$ 3,8 milhões foram investidos pela iniciativa privada para a construção do matadouro. 

    O prefeito Aglailson Júnior comemorou o sucesso das parcerias que vem realizando com o Governo do Estado para o desenvolvimento social e econômico da cidade. "O povo de Vitória só tem a agradecer a vinda do governador e comitiva em um momento de alegria como esse. Vamos poder, agora, contar com um abatedouro licenciado, cumprindo todas as normas necessárias para oferecer mais segurança nos produtos vendidos. E, em paralelo, ganhamos um sistema de abastecimento novo, que vai atender melhor e com mais frequência os moradores do nosso município", afirmou.

    Acompanharam o governador durante a agenda no município os secretários estaduais Nilton Mota (Agricultura) e João Campos (Chefe de Gabinete); o secretário executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto; o presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lóssio; e a presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), Erivânia Camelo. Estiveram presentes também o deputado federal André de Paula; os deputados estaduais Henrique Queiroz, Joaquim Lira, Ricardo Costa e Claudiano Martins; entre outras autoridades política da região.

    Fotos: Wagner Ramos/SEI

    Cidades: Vitória de Santo Antão
    Assuntos: sdec, compesa, paulo camara, recursos hidricos, barragem tapacurá, vitoria de santo antão,
    Compartilhe: Link para o post:
  • SEMAS apresenta novos Módulos de Manejo Sustentável para Combate à Desertificação em Serra Talhada e Triunfo

    | Meio Ambiente, Agricultura

     Triunfo

    O Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier, realiza nesta quarta-feira (21/06), a apresentação de novos Módulos de Manejo Sustentável, em Serra Talhada e Triunfo. Os projetos, que promovem simultaneamente atividades econômicas, inclusão social e conservação ambiental, foram desenvolvidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (SEMAS) em parceria com o Fundo Nacional de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente. As ações estão sendo implantadas em 12 municípios, escolhidos pela proximidade das zonas de amortecimento de novas Unidades de Conservação do bioma Caatinga, que estão sendo criadas pela Semas e CPRH, e visam promover atividades econômicas sustentáveis para cerca de 400 famílias.

    A implantação dos módulos de manejo contempla ações distribuídas em cinco eixos: segurança hídrica (construção de poços e sistemas simplificados de abastecimento de água), segurança alimentar (criação de 12 unidades produtivas), segurança energética (construção de 338 fogões ecológicos, que reduzem consumo de lenha), saneamento básico (construção de 328 banheiros com fossa e sumidouro) e capacitações para agricultores, professores e gestores públicos dos municípios, de acordo com o arranjo produtivo escolhido por cada comunidade.

    O projeto foi premiado em 2014 com o Prêmio Dryland Champions, concedido pela United Nations Convention to Combat Desertification (UNCCD) da ONU, por meio do Ministério do Meio Ambiente, por combater a degradação do solo e a desertificação no semiárido.

    A programação em Serra Talhada e Triunfo faz parte das comemorações do Mês do Meio Ambiente e do Dia Mundial de Combate à Desertificação, comemorado no dia 17 de junho, e está alinhado com os objetivos do Comitê de Inovação e Incentivo à Economia de Baixo Carbono (CIIEBC), instituído pelo Governador Paulo Câmara para estimular a atração de negócios inovadores e sustentáveis para o Estado.

    Em Serra Talhada, o projeto vem transformando a realidade na comunidade de Lajinha. As 30 famílias beneficiadas no projeto já estão usufruindo dos banheiros; dos fogões ecológicos (que utiliza uma câmara de combustão que distribui e aproveita melhor o calor, necessitando de pouca lenha para atender o processo de cozimento dos alimentos) e do Projeto Agroecológico Integrado Sustentável (PAIS), com a plantação e venda de verduras, frutas e legumes orgânicos.

    Em Triunfo, a Unidade de Beneficiamento de Frutas já está trazendo renda para os moradores da Comunidade de Carro Quebrado, com a venda de polpas de frutas da região. Na programação haverá degustação de sucos preparados pela comunidade. O Gerente de Programa do Semiárido, Caatinga e Combate à Desertificação da Semas, Sérgio Mendonça, afirma que as comunidades beneficiadas são grandes aliados na preservação do meio ambiente da região. “Acredito que essas intervenções no Bioma Caatinga provocam uma transformação socioeconômico-ambiental, quebrando paradigmas na percepção de vida dos agricultores beneficiados“, disse Sérgio Mendonça.

    Pernambuco possui mais de 80% do seu território no clima Semiárido. Dos 184 municípios, 122 estão em áreas que vem sofrendo degradação ambiental progressivamente. A Caatinga é um Bioma único do Nordeste do Brasil, ocupando aproximadamente 11% do território nacional. Rico em biodiversidade, abriga 178 espécies de mamíferos, 591 de aves, 177 de répteis, 79 espécies de anfíbios, 241 de peixes e 221 de abelhas. Cerca de 27 milhões de pessoas vivem na região, a maioria carente e dependente dos recursos da Caatinga para sobreviver (dados do Ministério do Meio Ambiente).

    Serviço:
    Apresentação do Projeto de Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade para o Combate à Desertificação no Semiárido Pernambucano em Serra Talhada e Triunfo.
    Data: 21 de junho de 2017
    Local: Comunidade da Lajinha, em Serra Talhada
    Horário: 8h às 12h.

    Data: 21 de junho de 2017
    Local: Comunidade de Carro Quebrado, em Triunfo
    Horário: 14:30h às 16:30h.

    Cidades: Serra Talhada, Triunfo
    Assuntos: semas, manejo sustentável, sergio xavier, serra talhada, triunfo, inclusão social, conservação ambiental, cprh, paulo camara,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Equipamentos agrícolas reforçam ajuda na recuperação de Palmares

    | Agricultura, Administração

     palmares

     

    Na última sexta feira, Dia 09 de junho, data da comemoração dos 138 anos de emancipação política de Palmares, o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, entregou equipamentos agrícolas ao município, atingido pelas enchentes que assolaram a Mata Sul e o Agreste do Estado. Nilton Mota, o Prefeito Altair Júnior e o Deputado Federal João Fernando Coutinho assinaram convênio para cessão do trator e da retroescavadeira durante a solenidade, que contou ainda com hasteamento de bandeira, assinatura de ordens de serviço e de convênio, além de uma missa e o corte do bolo.

    O conjunto de equipamentos, adquiridos com recursos de emenda parlamentar do Deputado Federal João Fernando Coutinho, vão auxiliar na recuperação das estradas e no apoio aos agricultores. “Serão importantes aliados nesse trabalho de soerguer Palmares e toda a Mata Sul, trabalho liderado com eficiência e máxima celeridade pelo Governador Paulo Câmara, com o apoio do Prefeito Altair Junior. Estamos somando esforços na recuperação da cidade, fruto de parcerias entre os entes estadual e municipal”, afirmou o secretário.

    Estiveram presentes o Deputado Estadual Clodoaldo Magalhães; o Vice-Prefeito de Palmares, Agenaldo Lessa; o Secretário Municipal de Agricultura, Chico do Padre, e demais secretários; o Vereador Toinho Enfermeiro, além de autoridades municipais.


    Cidades: Palmares
    Assuntos: sara, Nilton Mota, palmares, equipamentos agriculas, reconstrução da cidade, trator, retroescavadeira,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Produção de Mangaba começa a ser mapeada em PE

    | Agricultura

    Extensionistas do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Tabuleiro Costeiro) participaram, na manhã desta quinta-feira (1), de reunião que iniciará mapeamento e produção de relatório sobre a Mangabeira (árvore produtora da fruta mangaba), no estado de Pernambuco.

    De acordo com Maviael Fonseca, coordenador do Departamento de Assistência Técnica do IPA (DEAT), a ação tem como foco realizar um levantamento de áreas no litoral do Estado que possuam árvores nativas da mangabeira e, posteriormente, possibilitar a proteção – por meio de coleta para banco de germoplasma – produção e a execução de políticas públicas para proteção das áreas e cultivo da fruta com acompanhamento técnico. 

    Fonseca ainda reforça que em Pernambuco existem dois tipos de extrativismo frutíferos importantes, a mangaba e o umbu e que é necessário coletar dados a cerca do assunto. “É de fundamental importância ter conhecimento aprofundado das áreas de ocorrências extrativistas e de exemplares da mangabeira. Para que possamos promover atividades de assistência técnica adequada à realidade da região”, destacou. 

    O pesquisador e curador de fruteiras nativas da Embrapa Tabuleiros Costeiros, Josué Francisco, comentou que o mapa é o objeto principal dessa ação, pois vai nortear as futuras ações para cultivo da fruta. “É preciso dimensionar as áreas e se existem trabalho extrativista com a mangaba no estado. Além de apresentar as formas de acesso ao fruto, gestão das áreas existentes e número de pessoas que sobrevivem da coleta fruta”, frisou.

    Participam da ação extensionistas de 13 municípios de Pernambuco, dentre eles: Itambé, Goiana, Itamaracá, Itapissuma, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Sirinháem, Rio Formoso, Tamandaré, Barreiros e São José da Coroa Grande.

    Assuntos: ipa, embrapa, mangaba, Maviael Fonseca, árvores nativas da mangabeira
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ações integradas entre SARA, CPRH e Banco do Brasil desburocratizam contratações de operações de créditos rurais

    | Agricultura

     Nilton Mota

    A partir do dia 29 de maio, os produtores rurais que possuem área de cultivo irrigada de até 50 hectares poderão obter acesso a crédito de forma menos burocrática, ao requererem a licença ambiental nas agências do Banco do Brasil onde a operação for efetuada.  

    A ação, que reforça o compromisso do governador Paulo Câmara com o setor da agricultura, será possível graças a um acordo de cooperação técnica firmado entre o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota; a diretora presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Simone Souza; o superintendente estadual de Negócios, Varejo e Governo Pernambuco do Banco do Brasil, Nassib Lomes, e o gerente de Mercado, José Wellington Rodrigues.

    O próprio banco vai encaminhar para a CPRH a documentação necessária para a análise da viabilidade do licenciamento ambiental das atividades desenvolvidas pelos produtores rurais. “Todo o processo será feito de forma integrada e transparente, facilitando a vida dos produtores, a partir do momento que não será mais necessário o deslocamento até a CPRH para solicitar a licença ambiental, o que significa maior conveniência e ganho de tempo para os interessados em crédito”, afirmou o secretário Nilton Mota, ressaltando a importância da parceria com o órgão ambiental e o banco.

    Também estiveram presentes o diretor de Gestão Territorial e Recursos Hídricos da CPRH, Nelson Maricevich, e a coordenadora jurídica, Renata Farias. 

    Assuntos: agricultura, SARA, CPRH, Banco do Brasil, produtores rurais, credito, licença ambiental, paulo camara, nilton mota
    Compartilhe: Link para o post:
  • Agricultura familiar do Sertão do Araripe recebe investimentos em ações estruturadoras do Governo de Pernambuco

    | Agricultura
     

    Os recursos são destinados à entrega de equipamentos, sistema de abastecimento de água, readequação de mercado público e autorização para execução dos programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e Leite de Todos


    OURICURI - O governador Paulo Câmara entregou, nesta sexta-feira (05.05), durante a abertura da terceira rodada do Pernambuco em Ação, um conjunto de ações voltadas para a agricultura familiar do Sertão do Araripe. Os investimentos são mais de R$ 3 milhões para o setor. Entre as obras anunciadas estão a entrega de Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (SSAA), readequação de mercado público e execução dos programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e Leite de Todos. A solenidade aconteceu na Escola de Referência em Ensino Médio Fernando Bezerra.

    Para o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Nilton Mota, as ações que serão desenvolvidas a partir desta sexta-feira serão fundamentais para a melhoria da vida dos moradores do Sertão do Araripe. "Essas iniciativas anunciadas hoje vêm para dar uma condição melhor ao nosso agricultor. Não só na produção, mas também na comercialização", avaliou. O gestor da pasta, disse, ainda, que o governador Paulo Câmara tem cobrado o investimento de ações voltadas para o trabalhador rural. "Principalmente em tempos de crise, o objetivo é focar nas pessoas que mais precisam. É dessa forma que a gente chega no Araripe: tentando renovar, cada vez mais, a esperança do sertanejo", cravou.
    Com o objetivo de garantir a comercialização dos produtos da agricultura familiar, o governador e o secretário de Agricultura, ao lado do presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel, autorizaram o início do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que prevê a distribuição de 104.613 kg de alimentos, com recursos de R$ 310 mil, atendendo a 3.227 pessoas,  e do Programa Leite de Todos, que vai contemplar 2.480 famílias em situação de vulnerabilidade nutricional, com a distribuição de 905.200 litros de leite ao longo de 2017, no valor de R$ 1,8 milhão.
    Para levar água de qualidade até a casa de moradores da zona rural que sofrem com os efeitos da estiagem, o governador Paulo Câmara e o secretário Nilton Mota assinaram Ordem de Serviço (OS) para a implantação de um SSAA, em Ouricuri, no valor de R$ 398 mil. Ao todo, 310 residentes no Sítio Nova Conquista serão beneficiados. Os gestores assinaram, ainda, uma OS no valor de R$ 123 mil, que permitirá o início das obras do Mercado da Carne de Trindade, trazendo benefícios à saúde da população e o desenvolvimento da cadeia produtiva da região. A readequação do mercado tem prazo de execução de seis meses. Com o compromisso de qualificar o processo produtivo no meio rural também foram empregados R$ 406 mil na aquisição e entrega de cinco veículos e um caminhão equipado com baú frigorífico.
    agricultura familiar
    Cidades: Ouricuri
    Assuntos: sara, agricultura familiar, paulo camara, governo de pernambuoc, araripe, pe em ação, 3 rodada, paa, leite, alimentos, ouricuri, sertão araripe, sistema simplificado abastecimento agua, mercado público,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Agricultura familiar do Agreste Setentrional fortalecida

    | Meio Ambiente, Agricultura

    Santa Cruz

    Foram investidos R$ 10 milhões para melhorias no setor da região, com implantação de sistema de abastecimento de água e entrega de títulos de posse de terra

    SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - O incentivo à agricultura familiar é prioridade do Governo de Pernambuco. Para fortalecer o setor, o governador Paulo Câmara anunciou diversas ações para o Agreste Setentrional, neste sábado (08.04), durante o encerramento da segunda rodada do Pernambuco em Ação. Ao todo, cerca de sete mil pessoas serão beneficiadas com o investimento de R$ 8,5 milhões em obras para minimizar os efeitos da estiagem na região e na distribuição de alimentos e leite.

    'Sabemos que a questão da água vem fazendo a população sofrer. Mas vamos priorizar para que esse recurso tenha presença nos municípios e daremos continuidade às obras que possam melhorar a vida das pessoas, pois não tem nada mais fundamental do que água", destacou Paulo Câmara. O governador também frisou a importância do fortalecimento da agricultura familiar por meio dos títulos de posse. "Os registros de posse da terra são a garantia de que os trabalhadores rurais conseguirão crédito no banco e que poderão passar as terras para a família", completou.

    O secretário de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Nilton Mota, frisou que, mesmo em um momento de crise econômica, as ações do Governo do Estado continuam sendo realizadas. "Hoje, entregamos um conjunto de grandes ações que vão melhorar a vida da população do Agreste Setentrional. A nossa pasta vive um momento de restrição financeira, mas, com as parcerias com o Governo Federal e com os municípios, estamos superando esse momento desafiador", avaliou.

    Para melhorar a qualidade de vida e da produção dos agricultores, o governador Paulo Câmara entregou registros de imóveis rurais a 17 famílias da Associação dos Agricultores da Unidade Produtiva Ana Tejo, de Taquaritinga do Norte. O investimento, de R$ 1,5 milhão, foi realizado por meio do Programa Nacional de Crédito Fundiário, com recursos do Governo Federal.

    José Rômulo do Nascimento, 24 anos, é presidente da instituição e foi um dos beneficiados com a ação. Para ele, que cria gados e galinhas em um terreno alugado, receber o título foi uma grande conquista. "Fiquei muito feliz. Vai melhorar a minha vida, pois o lugar onde eu crio meus animais é alugado e, agora, vou ter onde criar meus bichos sem incomodar ninguém. Foi uma sensação de vitória", comemorou. As 17 famílias vivem numa área de 200 mil hectares.

    Leite - Para o Programa Leite de Todos, o Governo de Pernambuco investirá R$ 3.371.472,15. A ação distribuirá 1.715.500 litros de leite, beneficiando 4.700 famílias. Já por meio do PAA Alimento, o governador Paulo Câmara autorizou a distribuição de 700 quilos de alimentos, beneficiando 539 agricultores familiares, que, ao todo, vão fornecer alimentos para 17 mil pessoas. O investimento foi de R$ 2.136.117,00.

    SSAA - Com a assinatura da ordem de serviço para a implantação do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água no Sítio Chatinha de Baixo, em Casinhas, e no Sítio Lagoa Funda, em João Alfredo, serão beneficiadas 179 famílias, aproximadamente 895 pessoas, residentes nas duas comunidades. O investimento é de R$ 724 mil. Também foi assinada ordem de serviço para a perfuração de 70 poços contemplando todos os municípios do Agreste Meridional. Na ação foram investidos R$ 1 milhão, melhorando a vida de 1.700 famílias.

    Posse - Por meio das ações de reordenamento agrário, também foram entregues 97 títulos de concessão de direito real de uso da terra aos agricultores familiares de dois assentamentos estaduais do município de Casinhas. A ação vai assegurar juridicamente às famílias acesso às políticas públicas de desenvolvimento rural, para produção e melhoria da qualidade de vida. Ao todo serão beneficiados moradores dos Assentamentos Umari de Casinhas e Antônio Eleutério.

    MEIO AMBIENTE - Ainda durante o evento, foi entregue o documento consolidado do Plano Urbano Ambiental (PUA) de Toritama, concluído em 2016, que contempla o tratamento efetivo dos efluentes de Toritama. O PUA recebeu um investimento de R$ 1,4 milhões e integra o Projeto de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco (PSHPE), cujo objetivo principal é ampliar o acesso à água de qualidade e ao saneamento básico de forma sustentável.

     

    Fotos: Aluisio Moreira/SEI

    Assuntos: pe em ação, agreste meridional, agricultura familiar, paulo camara, Nilton Mota, sara, governo de pernambuco, abastecimento dagua, título de posse de terra, Programa Leite de Todos, PAA Alimento
    Compartilhe: Link para o post:
  • Mais reforço para agricultura familiar e infraestrutura hídrica no Agreste Meridional

    | Agricultura
    Nesta quinta, o Governo de Pernambuco autorizou ações que contemplam perfuração de poços, construção de Sistemas Simplificados de Abastecimento e distribuição de alimentos e leite
     
    GARANHUNS – Durante a segunda rodada do Pernambuco em Ação, nesta quinta-feira (06.04), neste município, o governador Paulo Câmara autorizou o início de obras estruturadoras que vão oferecer mais qualidade de vida aos agricultores familiares e à população que vive nas zonas rurais do Agreste Meridional. O conjunto anunciado vai receber beneficiar mais de 20 municípios da região.
     
    “O investimento para o reforço da agricultura familiar tem que ser e é encarado como prioridade pelo Governo de Pernambuco. Esses trabalhadores e essas trabalhadoras se dedicam de uma forma muito dura para conquistarem a sua subsistência. E eles ainda têm um papel fundamental no equilíbrio da produção de alimentos em nosso Estado”, ressaltou Paulo Câmara.
     
    Dentro do Programa Água para Todos, foram assinadas as ordens de serviço para os Sistemas Simplificados de Abastecimento (SSAA) dos municípios de Angelim, Caetés, Terezinha e Iati. Juntos, os sistemas vão custar R$ 4,1 milhões e beneficiar 3.205 moradores das comunidades de Sítio Atoleiro, Sítio Guaribas e Sítio Poços. Na atual gestão, já foram implantados 125 sistemas, beneficiando 45 mil pessoas, com recursos da ordem de R$ 48 milhões.
     
    “É um conjunto de ações que eu tenho certeza de que vai transformar a vida da população daqui do Agreste. A equipe está empenhada a oferecer mais dignidade aos trabalhadores rurais, assim como às pessoas em situação de vulnerabilidade social. A gente entende a importância desse trabalho e a população reconhece o esforço que tem sido feito pelo Estado”, salientou o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.
     
    No ato, foi autorizada, ainda, a liberação da distribuição de 579 mil quilos de alimentos e 3,3 milhões de litros de leite, ao longo de 2017, por meio dos Programas de Aquisição de Alimentos (PAA Alimentos) e Leite de Todos (PAA Leite). Ao todo, serão beneficiados cerca de 535 agricultores familiares e 12 mil famílias em situação de vulnerabilidade nutricional de 26 municípios do Agreste Meridional. As ações, que vão custar ao Estado aproximadamente R$ 7,8 milhões, têm o objetivo de gerar renda para produtores agrícolas de base familiar e garantir a segurança nutricional de crianças, jovens e adultos em vulnerabilidade alimentar.
     
    Durante o seminário do Pernambuco em Ação, também foi dada a ordem de serviço para as seguintes obras: perfuração de 144 poços em 22 municípios da região; implantação do SSAA de Quatro Bocas, em Angelim; construção de 152 cisternas em Jucati e Buíque; instalação de cinco sistemas de dessalinização no município de Iati; e a convocação de 24 extensionistas do IPA para atuar em toda a região. Além disso, foram entregues as chaves de dois tratores de pneus para o município de Lagoa do Ouro. Nesta ações, foram investidos um total de R$ 9,3 milhões. 

    PE em Ação Garanhuns


    Fotos: Aluísio Moreira/SEI

    Assuntos: paulo camara, pernambuco em ação, governo de pernambuco, poços, abastecimento, alimentos, leite, agricultura familiar
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara discute ações para os trabalhadores rurais com entidades do 6o Grito da Terra de Pernambuco, fetape

    | Agricultura, Direitos Humanos
    fetape

    Ao lado do secretário Nilton Mota, governador recebeu representantes do setor, nesta terça-feira, no Palácio do Campo das Princesas


    Dando continuidade à política estadual de construção de ações voltadas aos trabalhadores e trabalhadoras rurais, o governador Paulo Câmara, recebeu, nesta terça-feira (04.04), no Palácio do Campo das Princesas, membros da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (FETAPE) e de outras entidades do setor. Durante a audiência, acompanhada pelo secretário de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Nilton Mota, foi discutida uma série de demandas relacionadas à pauta do Grito da Terra de Pernambuco (GTPE 2017) - principal mobilização bienal do segmento. Na ocasião, os representes dessas entidades entregaram um documento sobre a agenda do setor para os próximos anos.

    "É sempre importante o Governo estar aberto para ouvir as diferentes representações sociais. E, com os trabalhadores e trabalhadoras rurais, não é diferente. Mantemos um diálogo constante, e encontros como esses nos ajudam a planejar a realização das ações que ajudam a melhorar a vida dos homens e das mulheres que trabalham com muita dignidade para garantir o sustento de suas famílias", ressaltou Paulo Câmara. 

    O secretário Nilton Mota destacou que o Governo de Pernambuco analisará o documento repassado. "As demandas serão observadas, tendo o nosso compromisso de seguir dialogando e encontrando conjuntamente a melhor maneira de atendê-las.  É uma tradição dessa gestão ouvir e incluir as diferentes representações antes de tomarmos qualquer decisão que atinja os trabalhadores rurais", frisou.  

    O Grito da Terra de Pernambuco terá a sua sexta edição neste ano e deve reunir, no próximo dia 17, cerca de cinco mil trabalhadores e trabalhadoras rurais da Zona da Mata, Agreste e Sertão do Estado, no Centro do Recife, para encaminhar demandas referentes às necessidades dos homens e mulheres do campo nas áreas de saúde, educação, segurança e agricultura. Além da FETAPE, também participaram do encontro representantes da CONTAG, ASA, SERTA, MST, PJR, CPT, CÁRITAS BRASILEIRA NE2, CUT E COOPAGEL.

    Fotos: Divulgação

    --

    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, sara, nilton mota, grito da terra, trabalhadores rurais,
    Compartilhe: Link para o post: