meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Secretaria de Agricultura dialoga com movimentos sociais

    | Agricultura

    Agricultura

    A secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco realizou mais uma reunião com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para acompanhamento das ações desenvolvidas pelo Estado em parceria com o Governo Federal. Com a participação de representantes da esfera governamental - Incra, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria de Educação e Iterpe -, foram discutidas melhorias para o setor agrário, sobretudo nas questões de acesso a terra, convênios e recursos hídricos. Além de iniciativas voltadas para a educação, saúde e segurança no campo.

    Essas reuniões, realizadas periodicamente, demonstram a disposição para o diálogo permanente, sempre com a perspectiva de avanços nas políticas de atendimento à população rural. “Estamos intensificando esses encontros com os movimentos sociais e ampliando as parcerias com o Governo Federal, para a promoção de ações efetivas nesse momento de adversidade, para que possamos alcançar ainda mais resultados positivos e avançar no processo de desenvolvimento no meio rural”, avaliou o secretário Nilton Mota.

    Estiveram presentes o coordenador do MST, Jaime Amorim, os superintendentes regionais do Incra de Pernambuco, Heliodoro Santos; de Petrolina, Bruno Medrado; e de Sergipe, André Luiz Ferreira; o procurador da Procuradoria Geral do Estado, Almir Bezerra; o gerente de Políticas Educacionais de Educação do Campo da secretaria de Educação; Jaílson Santos; o presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lócio; e o secretário executivo de Agricultura Familiar, José Cláudio, assentado da reforma agrária, além de representação do MST.


     

    Assuntos: agricultura, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), nilton mota,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Agricultura libera mais R$ 4,6 milhões para construção de cisternas

    | Agricultura

     Cisternas

    O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, coordenou nesta terça-feira (21/02) reunião de acompanhamento com as entidades responsáveis pela implantação de cisternas de caráter produtivo, contratadas por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Durante o encontro, foram discutidos encaminhamentos para a execução dos programas de implantação dos equipamentos e liberados mais R$ 4,651 milhões que, somados  às liberações das cisternas de consumo humano, receberam aporte de R$ 21,1 milhões nos últimos 90 dias.

    Os valores estarão disponíveis para a Diocese de Pesqueira, Cecor, Copagel, Chapada e Centro Sabiá nesta quarta-feira (22/02), dentro de um cronograma previsto no plano de trabalho e acordado com as entidades. Nos dois últimos anos, foram investidos cerca de R$ 116 milhões na construção de 24.826 cisternas, beneficiando mais de 120 mil pessoas.

    "Estamos buscando dar a máxima celeridade na construção dessas tecnologias sociais de extrema importância para a população do semiárido, que convive há seis anos com a estiagem. Ações como essa demonstram a determinação do governador Paulo Câmara em realizar parcerias com os governos municipais e federal, levando esperança de uma vida melhor à população através do acesso à água em suas localidades", afirmou o secretário Nilton Mota.

     

    Assuntos: agricultura, nilton mota, cisternas,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco e Fida firmam convênio para viabilizar US$ 40 milhões para agricultura familiar

    | Agricultura

    Fida
    Acordo de cooperação financeira com entidade ligada à ONU beneficiará 35 mil famílias de municípios do Agreste e Zona da Mata
     
    O governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (16.02), um memorando para formalizar um convênio de cooperação financeira entre o Governo de Pernambuco e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), entidade financeira ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), para viabilizar US$ 40 milhões para o fortalecimento da agricultura familiar. A parceria prevê um projeto que visa diversificar a produção agrícola, para produção de alimento e geração de renda, contemplando 40 municípios da Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste Central e Agreste Setentrional.
     
    Do montante total que será investido no projeto, US$ 20 milhões serão recursos do FIDA, outros US$ 16 milhões serão contrapartida do Governo de Pernambuco e o remanescente será captado a partir da contribuição dos beneficiários. O período de execução do projeto será de sete anos, a partir da data de entrada em vigor do acordo de financiamento com o FIDA. Ao todo, cerca de 35 mil famílias  serão beneficiados de forma direta com ações de caráter organizacional, assistência técnica e/ou investimentos produtivos.
     
    Secretário de Agricultura e Reforma Agrária -  responsável da execução do projeto - , Nilton Mota, considera que o convênio dará uma melhor condição de vida para o agricultor pernambucano. "É um instrumento importante, não só do ponto de vista técnico, pois possibilitará ao nosso agricultor familiar ter condições mais adequadas. Além disso, esse convênio demonstra o esforço do governador Paulo Câmara em captar recursos para a agricultura familiar de Pernambuco", afirmou.
     
    "A expectativa é de que o convênio de cooperação financeira com o FIDA seja assinado até o fim deste ano para que, até janeiro de 2018, possamos executar o projeto", complementou o gestor. Ele também esclareceu que o projeto contempla itens como assistência técnica, hídrica, de gestão, além das partes produtivas e de comercialização. "É um conjunto de ações que envolve toda a cadeia de produção", registrou.
     
    O oficial de programa para o País - Divisão da América Latina e Caribe, Hardi Vieira, explica que o início da parceria se deu após o Governo de Pernambuco demonstrar interesse em participar de um dos projetos do FIDA. "Foi então que decidimos onde seria o projeto e que teria um foco específico na reconversão produtiva. A partir daí, uma equipe de 11 consultores da agência visitou o Estado por três semanas para realizar um estudo aprofundado que envolveu a escolha dos municípios e os principais eixos de ação", esclareceu.
     
    Também oficial de programa, Leonardo Bichara esclareceu que a ação do FIDA em Pernambuco será voltada para o aumento da renda dos agricultores familiares. "Faremos um trabalho de capacitação das associações e cooperativas que serão beneficiadas. Depois, fornecemos recursos para que elas façam um plano de investimento produtivo, conseguindo aumentar a produção no mesmo território e, em seguida, atuamos na parte de comercialização".
     
    Junto com a diversificação das culturas, Bichara acrescenta que o FIDA trabalhará também a questão ambiental. "Vamos realizar a recuperação de nascentes, fundamental para que o acesso à água seja facilitado e exista água para irrigar a produção. O trabalho sustentável é uma prioridade do nosso projeto", afirmou.
     
    FIDA - O FIDA é uma agência das Nações Unidas, que, em 1977, estabeleceu-se como uma instituição internacional de financiamento, sendo considerada como um dos principais objetivos alcançados da Conferência Mundial de Alimentos de 1974. A agência tem sede em Roma e atua em 100 países em todo o mundo. No Brasil, o FIDA vem atuando desde 1980 com foco em estados do Nordeste. Atualmente, as ações mais representativas do fundo na América Latina e região do Caribe concentram-se no Brasil.
     
    As ações financiadas pelo FIDA consistem em contribuir para o aumento da renda e melhorar a subsistência, principalmente através da promoção de saneamento hídrico, apoiando o desenvolvimento agrícola e gestão dos recursos naturais; além de incentivar a participação da população pobres nos processos de desenvolvimento por meio da melhoria do acesso à educação, infraestrutura e outros serviços.
     
     
    Fotos: Wagner Ramos/SEI
    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, fida, agricultura familiar, Nilton Mota,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Raul Henry ouve produtores de Petrolina

    | Economia, Agricultura

    petrolina

    Fruticultura irrigada e demais assuntos relacionados à economia do Vale do São Francisco estavam na pauta do encontro. 

    O secretário de Desenvolvimento Econômico e vice-governador de Pernambuco, Raul Henry, participou, nesta segunda-feira (13), na Valexport Petrolina, de uma reunião sobre a fruticultura irrigada e outros assuntos relacionados à economia do Vale do São Francisco. O encontro foi convocado pelo secretário e teve como objetivo ouvir as demandas dos produtores locais para que o Governo do Estado estude a melhor maneira de atuação no sentido de fortalecer a região.

    “Ouvimos diversas sugestões dos produtores e iremos levar os pleitos adiante. Entre eles está a possibilidade de um decreto para priorizar o registro de agrotóxicos de algumas culturas e nós vamos tratar posteriormente com o Ministério da Agricultura”, adiantou Raul Henry. A interlocução com o Governo Federal faz parte de uma série de ações para destravar projetos e fazer com que Pernambuco continue investindo mesmo em um cenário de crise.

    “Vivemos a maior recessão econômica da história do país, mas a boa notícia é que há um sentimento de que o pior momento passou. Há 20 dias converso com empresários que querem trazer investimentos para o Estado ou que já possuem negócio aqui. São grandes multinacionais, todos otimistas com o país”, afirmou o secretário. Ele destacou o avanço no diálogo sobre as reformas Tributária e da Previdência, no âmbito federal, e na negociação para a retomada da autonomia do Porto de Suape e das obras da Transnordestina, no que diz respeito aos benefícios diretos para Pernambuco.

    Além do secretário e vice-governador Raul Henry, estiveram presentes na reunião os prefeitos de Petrolina, Miguel Coelho; de Lagoa Grande, Vilmar Capelaro; de Cabrobó, Marcílio Cavalcanti; de Afrânio, Rafael Cavalcanti; de Santa Maria da Boa Vista, Humberto Mendes; além do deputado federal Guilherme Coelho, do deputado estadual Odacy Amorim, do presidente da AD Diper, Jenner Guimarães, do presidente da Compesa, Roberto Tavares, e do diretor de Gestão Portuária do Complexo de Suape, Paulo Coimbra. Também marcaram presença representantes do Sebrae e do Banco do Nordeste.

    Esgotamento - Pela manhã, Raul Henry participou de evento para assinatura de convênio de R$ 5 milhões entre a Prefeitura, a Codevasf e Compesa. A iniciativa vai levar esgotamento sanitário ao bairro de Jatobá e urbanizar a estação de tratamento de esgoto centro. Além de Henry, a solenidade contou com a presença do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, o prefeito Miguel Coelho, o senador Fernando Bezerra Coelho, os deputados federais Gonzaga Patriota, Guilherme Coelho, João Fernando Coutinho e Creuza Pereira, a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, e o presidente da Compesa, Roberto Tavares. Em seguida, o vice-governador e secretário da SDEC esteve no ato de regulamentação da lei de renegociação da titulação e k1 (taxas de uso de água e de infraestrutura) dos produtores rurais, na comunidade N-3.

    Cidades: Petrolina
    Assuntos: raul henry, sdec, valexport petrolina, compesa,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara entrega conjunto de obras e ações para as populações de Jupi e Canhotinho

    | Educação, Agricultura

    Jupi Canhotinho

    Os dois municípios foram beneficiados com intervenções nas áreas da agricultura, habitação, abastecimento de água e educação

    JUPI - Em visita ao Agreste Meridional, o governador Paulo Câmara entregou e anunciou, nesta sexta-feira (10.02), um conjunto de ações e obras que vão beneficiar cerca 14 mil habitantes da região nas áreas da agricultura, habitação, abastecimento de água e educação. Para o reforço da infraestrutura hídrica local, o gestor lançou edital de licitação para a implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Jupi, a partir da cidade de Calçado, inaugurou o Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (SSAA) em Sítio Mata do Roçadinho e autorizou o início das obras de mais um SSAA no povoado da Colônia. Foram entregues ainda títulos de propriedade a agricultores, além de investimentos nos Programas Quadra Viva, de Aquisição de Alimentos e Leite.

    “É um desafio muito grande para qualquer governante poder levar o desenvolvimento para a população nesse momento de poucos recursos. É uma série de obras que a gente vai continuar fazendo, com parcerias bem feitas em prol dos pernambucanos”, ressaltou o governador Paulo Câmara, afirmando que a água é uma prioridade do Governo. “Estamos conversando com os prefeitos, com as lideranças políticas para ver onde é possível perfurar mais poços, levar mais sistemas simplificados, mais cisternas. Enfim, poder minimizar, da forma que for possível, esse grave desafio que é a seca no Nordeste brasileiro”, registrou.

    Com investimentos de R$ 630 mil, a implantação do Sistema Adutor entre a cidade de Calçado e a Estação Elevatória da Barragem de Santa Rita, beneficiará 10,5 mil pessoas através do SAA de Jupi. A obra compreende a instauração de uma estação elevatória, com capacidade de recalcar a vazão de 10,00 l/s do reservatório de Calçado até a Elevatória do sistema Integrado Santa Rita, além da substituição de 1.800,00m da adutora existente em tubos PVC DN 100mm por tubulação em FoFo DN 150mm. O prazo para execução é de 90 dias após a emissão da ordem de início dos serviços.

    Outro reforço na área será o início do funcionamento do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água em Sítio Mata do Roçadinho, zona rural do município. Com aporte de R$ 322 mil, o empreendimento vai atender 370 habitantes da comunidade. “O Governo tem atuado de forma ostensiva para que a água chegue à casa de todos os pernambucanos. Sabemos do desafio que é levar água para todos os cantos do Estado, mas o governador  Paulo Câmara tem se empenhado para aportar recursos e abastecer os municípios", salientou o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento e Água (Compesa), Roberto Tavares.

    Além de inaugurar um SSAA, o governador assinou ainda a ordem de serviço para a implantação de outro sistema no povoado de Colônia, também da zona rural de Jupi, que receberá investimentos na ordem de R$ 1,1 milhão, beneficiando 1 mil pessoas. A conclusão está prevista para maio deste ano.

    Para o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, o Governo de Pernambuco continuará empenhado em investir para atender as necessidades da população. “É sempre uma satisfação poder vir aos municípios e trazer ações que contribuam para o aumento da qualidade de vida da população. Esse é o nosso trabalho, e estamos empenhados em avançar cada vez mais nas políticas públicas que favoreçam o povo pernambucano, principalmente os mais vulneráveis”, disse.

    Para benefício da população agrícola e de milhares de pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica, foram assinados os termos de adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos com Doação Simultânea (PAA Alimentos) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Leite). Juntos, os programas receberão R$ 243 mil para a compra de 32 mil quilos de alimentos e distribuição diária de 200 litros de leite de vaca. Ao todo, duas mil pessoas serão beneficiadas com a oferta desses alimentos, além do incentivo gerado na produção e mão de obra local.

    Emocionado, o prefeito Marcos Patriota disse se sentir realizado em poder atender demandas antigas da população. O gestor afirmou ainda que sem a parceria com o Estado, nada disso seria possível. “Eu quero agradecer a confiança do nosso governador e de toda sua equipe, que tem se mostrado sensível às nossas necessidades. E eu acredito que, em breve, teremos mais novidades. Vou trabalhar para isso”, salientou.

    MORADIA – Ao lado do secretário Nilton Mota, o chefe do Executivo estadual entregou 26 títulos de propriedade aos agricultores rurais jupienses. As escrituras são gratuitas e devidamente registradas em cartório, garantindo a segurança jurídica aos agricultores e seus familiares, além de acesso a crédito e a políticas públicas. Em Pernambuco, foram emitidos 10 mil títulos de acesso à terra nos últimos dois anos. Ao todo, já foram investidos R$ 2,7 milhões.

    EDUCAÇÃO – O governador aproveitou a oportunidade para assinar a ordem de serviço para a construção de uma quadra poliesportiva coberta na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Sebastião Tiago de Oliveira. Com previsão de conclusão de três meses, a obra faz parte do Programa Quadra Viva e está estimada em R$ 395 mil entre recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) e do tesouro estadual. A intervenção vai beneficiar cerca de 584 estudantes matriculados nas modalidades de Ensino Médio e EJA Ensino Médio.

    CANHOTINHO - Durante a solenidade, Paulo também comandou ato em benefício do município de Canhotinho. O chefe do Executivo estadual assinou Ordem de Serviço para a implementação de uma adutora da cidade, em um investimento de R$ 4 milhões. A intervenção beneficiará toda a população do município. "Também estou muito feliz de poder anunciar uma importante ação para Canhotinho. Entregar água, na situação complicada que estamos vivendo com essa crise hídrica, é levar as condições necessárias para que a população possa viver com mais qualidade", frisou Paulo.

    Também estiveram presentes na agenda em Jupi os secretários estaduais João Campos (Chefe de Gabinete), Sebastião Oliveira (Transporte), e Frederico Amâncio (Educação), além do presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lócio; o presidente do instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel; e os deputados Fernando Monteiro (federal), Antônio Dourado (estadual) e Claudiano Martins Filho (estadual).


    Fotos: Aluisio Moreira/SEI


    Assuntos: paulo camara, jupi, agricultura, habitação, abastecimento de agua, educação, sistema de abastecimento de agua de jupi, Programas Quadra Viva, de Aquisição de Alimentos e Leite.
    Compartilhe: Link para o post:
  • No Agreste Meridional, pacote de ações estruturadoras beneficia o município de Jucati

    | Educação, Social, Emprego, Meio Ambiente, Agricultura, Direitos Humanos
    Jucati

    Além de inaugurar novo prédio escolar, governador Paulo Câmara investe mais de R$ 6 milhões na infraestrutura hídrica local e assegura intervenções para a agricultura familiar 
     
    JUCATI - Após cumprir agenda no município de Jupi, nesta sexta-feira (10.02), o governador Paulo Câmara seguiu para Jucati, também no Agreste Meridional, onde entregou um pacote de ações importantes para o desenvolvimento social e educacional da região. Na presença da população jucatiense, o chefe do Executivo estadual deu por inaugurada a nova sede da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Henrique Justino de Melo, no Centro da cidade, entregou 22 títulos de propriedade aos agricultores rurais, lançou edital de licitação para Complementação do Sistema Adutor a partir da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Garanhuns, além de liberar recursos para os Programas do Leite e de Aquisição de Alimentos.
     
    Para Paulo, esse conjunto de intervenções dialoga com os caminhos que o Governo de Pernambuco tem trilhado, buscando enfrentar os desafios. “O que a gente está trazendo aqui, hoje, na área da agricultura, da educação, da água, traça justamente esse olhar para o futuro. Um olhar de oportunidades. E todas essas ações geram empregos e renda para o povo que aqui vive. Então, é assim que eu quero continuar trabalhando, e conto com a ajuda de vocês”, afirmou.
     
    Com investimentos na ordem de R$ 2,2 milhões, o novo prédio da EREM Henrique Justino de Melo possui 12 salas de aula, sendo uma de música e uma de vídeo, além de laboratório de informática, matemática, química/biologia, biblioteca e uma quadra poliesportiva coberta. A estrutura atende 543 estudantes matriculados nas modalidades Ensino Médio integral e Educação de Jovens e Adultos (EJA).
     
    “Quando a gente investe em educação, a gente está investindo no futuro dos nossos jovens, das próximas gerações. E, assim como a água, a educação tem sido uma prioridade. Acreditamos que com uma boa estrutura, professores motivados e programas de incentivo educacional, nós vamos conseguir promover uma transformação social”, ressaltou o secretário estadual de Educação, Frederico Amâncio.
     
    Outra importante ação foi a assinatura dos termos de adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos com Doação Simultânea (PAA Alimentos) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Leite). O primeiro recebeu um aporte de R$ 100 mil, beneficiando cerca de 1 mil pessoas com a distribuição de 32 mil quilos de alimentos. Já o PAA Leite, vai distribuir 200 litros de leite de vaca por dia para 1 mil pessoas e contará com recursos no valor de R$ 143 mil.
     
    Na oportunidade, também foram entregues cerca de 22 título de propriedade gratuito, devidamente registrados em cartório, aos agricultores da região. Com o ato, o Governo de Pernambuco passa a garantir a segurança jurídica aos agricultores e seus familiares, além do acesso a crédito e políticas públicas que incentivam o desenvolvimento social. “O nosso objetivo é oferecer mais dignidade para a população carente”, pontuou o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.
     
    O prefeito Ednaldo Peixoto agradeceu, em nome da população, pelas intervenções no município. “Eu não esperava que, em tão pouco tempo de mandato, eu teria satisfação de receber um conjunto tão grande de ações como o que recebemos hoje. Obras que vão fazer a diferença na vida desse povo guerreiro. Jucati agradece, governador. E o senhor pode ter certeza de que pode contar conosco para fazer as parcerias necessárias”, frisou.
     
    MAIS ÁGUA - Já na área de infraestrutura hídrica, foi lançado o edital de licitação para as obras de complementação do sistema adutor, a partir da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Garanhuns, para as localidades de São Pedro, Neves e Jucati. A intervenção contará com um investimento de R$ 6 milhões, beneficiando aproximadamente 13 mil pessoas. A obra consiste na implantação de um sistema adutor em regime de gravidade a partir da ETA Garanhuns, com 31 quilômetros (km) de extensão e diâmetro variável entre 200 e 75 mm.
     
    “Diante do agravamento da seca, diante da perspectiva de mais um ano com pouca chuva, a gente não tinha outra opção senão priorizar aquilo que a gente sabe que é fundamental”, disse governador Paulo Câmara, reafirmando seu compromisso com a área hídrica.
     
    Também foi autorizado, pelo governador, o início das obras de implantação do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (SSAA) no Sítio Cortume, para atender cerca de 225 pessoas da zona rural do município. Os investimentos para esta ação são de R$ 350 mil, com prazo de finalização de 90 dias. “Nós participamos de um governo que governa escutando a população. Nós sabemos dos anseios daqueles que sofrem com a estiagem, e não estamos medindo esforços para trazer soluções de curto, médio e longo prazo que atendam as necessidades existentes”, avaliou o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento e Água (Compesa), Roberto Tavares.

    Acompanharam Paulo durante passagem pelo município, ainda, os secretários estaduais João Campos (Chefe de Gabinete) e Sebastião Oliveira (Transporte), além do presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lócio; o presidente do instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel; e os deputados Fernando Monteiro (federal), Antônio Dourado (estadual) e Claudiano Martins Filho (estadual).
     
    Fotos: Aluisio Moreira/SEI
     
    Cidades: Jucati
    Assuntos: paulo camara, jucati, educação, infraestrutura hidrica, propriedade rural, sistema adutor garanhuns, programa do leite,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Nilton Mota se reúne com MDS para discutir avanços na agricultura em PE

    | Agricultura


    Construção de cisternas e Programa Leite de Todos foram os temas tratados em Brasília

    O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, esteve em Brasília participando de reunião com representantes do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS). Dentre os temas discutidos, o planejamento para construção das cisternas para o ano de 2017 e também o Programa de Aquisição de Alimentos - PAA Leite em Pernambuco.

    Na atual gestão, foram investidos cerca de R$ 116 milhões na construção de 24.826 cisternas de consumo humano e caráter produtivo, beneficiando mais de 120 mil pessoas. Já no PAA Leite, os investimentos no período de dois anos foram da ordem de R$ 45 milhões, com distribuição de mais de 23 milhões de litros de leite. “São ações importantes, que têm recebido prioridade da nossa gestão, conforme determinação do governador Paulo Câmara”, afirmou Nilton Mota. 

    Estiveram presentes na reunião Lilian Rahal, secretária adjunta da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional; Francisco Melo, diretor do Departamento de Fomento à Produção e Estruturação Produtiva;  Lara Sampaio, coordenadora Geral do Programa de Fomento; Vitor Santana, coordenador Geral do Programa de Acesso a Água e o secretário executivo da Agricultura Familiar de Pernambuco, José Claudio.

    Assuntos: Programa leite de todos, nilton mota, brasiia, cisternas, paa, programa de aquisição de alimentos, paulo camara,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projeto propõe reutilizar efluente tratado para o cultivo de plantas ornamentais

    | Meio Ambiente, Agricultura
    ETE esgoto

    Com o apoio técnico da UFRPE, a Compesa já iniciou o projeto na Estação de Tratamento de Esgoto Garanhuns, para cultivar espécies de plantas ornamentais e florestais
     
    Em Garanhuns, também conhecida como a 'cidade das flores', a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) inicia um projeto de reuso de efluentes gerados pela Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) para a produção de plantas ornamentais e espécies florestais. O trabalho, realizado com o apoio técnico da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), vai avaliar o desenvolvimento das espécies que serão irrigadas com o efluente tratado, além de testar a viabilidade técnica e ambiental de produção vegetal diretamente no solo, sem causar nenhum tipo de impacto ambiental. A ideia é promover a urbanização e paisagismo na unidade operacional utilizando as espécies cultivadas na própria ETE Garanhuns.
     
    De acordo com o diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa, Aldo dos Santos, o projeto-piloto poderá ser reproduzido em outras unidades da companhia. "A nossa ideia é desenvolver o paisagismo das unidades operacionais, buscando tornar esses espaços mais agradáveis para os nossos colaboradores e também para a população", explica o diretor, pontuando que, no momento atual de crise hídrica no estado, que se apresenta ainda mais severa na região Agreste, o projeto traz uma alternativa de economia de água, que seria utilizada na irrigação, por meio do reaproveitamento dos efluentes tratados na ETE.
     
    Hoje, os efluentes produzidos na ETE Garanhuns, que realiza o tratamento do volume de esgoto produzido por 18 mil pessoas, são transportados e lançados no Rio Canhoto. "Parte dos nutrientes que as plantas necessitam também está presente nos efluentes tratados, assim é possível reduzir o uso de químicos no cultivo, e também evitar a poluição das águas e do solo. Os efluentes tratados pelas nossas unidades atendem todos os parâmetros exigidos pela legislação brasileira", informa a engenheira ambiental da Compesa, Luane Lins da Silva.
     
    No último dia 30, foram realizados estudos topográficos e altimétricos da área que abrigará o projeto, bem como a delimitação do terreno - com 500 metros quadrados de área - e a coleta de solo para realização de ensaios físico-químicos e de fertilidade. Todas as análises serão realizadas nos laboratórios de Física do Solo e Fertilidade da UFRPE, campus Recife. Até o final do mês de março, o plantio deve ser iniciado. A Compesa já desenvolve projeto semelhante na ETE Caruaru, que faz o reuso dos efluentes para a produção de espécies florestais e agrícolas.
            

     

    Cidades: Garanhuns
    Assuntos: Compesa, saneamento, reutilização efluente, impacto ambiental, ete garanhuns,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco amplia abastecimento de água e reforça agricultura familiar de Casinhas

    | Agricultura
    casinhas

    Município do Agreste Setentrional recebeu Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água, reestruturação de barragens e termos de adesão do Programa do Leite e Aquisição de Alimentos
     

    CASINHAS – Após passagem por Surubim, o governador Paulo Câmara visitou o município de Casinhas, também no Agreste Setentrional, onde inaugurou dois Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água (SSAA) nas comunidades de Areia de Chatinha e Sítio Tuná. Além disso, o gestor pernambucano autorizou a elaboração do projeto para a implantação de mais um SSAA na localidade de Chatinha. Com um investimento total de R$ 846,8 mil, as três obras fazem parte do Programa Água para Todos e vão beneficiar mais de 800 habitantes locais. Paulo aproveitou o ato para assinar dois termos de adesão referentes ao Programa do Leite e ao Programa de Aquisição de Alimentos.

    “Fiz questão de vir aqui, em Casinhas, para conversar com vocês e, ao mesmo tempo para anunciar um conjunto de intervenções que vai, com certeza, melhorar a qualidade de vida das famílias que aqui residem e produzem o seu próprio sustento. A gente sabe que investir em água, na produção agrária e no desenvolvimento sustentável é muito importante para as áreas rurais. E é assim que a gente deseja continuar trabalhando. Os desafios são grandes, mas a gente conta com o apoio de todos vocês para que possamos avançar”, registrou o governador.

    Os dois empreendimentos inaugurados vão fornecer mais água nas torneiras de 76 famílias da área rural de Casinhas. Em parceria com o Ministério da Integração Nacional, os Sistemas Simplificados operam levando água para consumo humano, animal e para pequena produção agrícola às comunidades rurais localizadas em áreas atingidas ciclicamente pela estiagem. Em Pernambuco, em dois anos, foram implantados 125 sistemas, com recursos da ordem de R$ 48 milhões, contemplando 45 mil pessoas.

    Na presença dos populares, o governador autorizou o início das obras de limpeza, desassoreamento e recuperação da barragem de Vertentes do Heráclito. O equipamento, que já atende cerca de 1 mil famílias do município, vai contar com um aporte estadual de R$ 300 mil para os serviços autorizados, que têm prazo de conclusão previsto de 90 dias.

    Para o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, as ações em Casinha reafirmam a preocupação do Governo em minimizar os efeitos da seca no Estado. “Nós temos feito um trabalho incansável para assistir àqueles que tanto sofrem diariamente com a estiagem no nosso Estado. O governador Paulo Câmara tem nos dado todo o apoio necessário para que o nosso trabalho aconteça e chegue a todos", frisou.

    “É bom receber o nosso governador aqui, em Casinhas. Eu fico muito feliz por ele ter trazido tantas coisas boas para a nossa comunidade. Agora, é só pedir a Deus que ele mande chuva, pra que nós possamos viver, trabalhar e garantir o nosso sustento na nossa terra", declarou a agricultora Maria José, de 50 anos, animada com a garantia de mais água nas torneiras.

    AGRICULTURA – Ao lado do secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, o chefe do Executivo estadual assinou os termos de adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos com Doação Simultânea (PAA Alimentos) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Leite). Juntos, os programas receberão R$ 263,4 mil para a compra de 34,4 mil quilos de alimentos e distribuição diária de 200 litros de leite de vaca. Ao todo, 2,2 mil pessoas serão beneficiadas. 

    O prefeito João Camelo afirmou que a parceria com a administração estadual vai trazer ainda muitos outros frutos para a cidade. "Eu acredito que, com união e trabalho empenhado, nós vamos poder oferecer a esse povo guerreiro um futuro muito melhor e mais desenvolvimento social, econômico e sustentável", disse o gestor municipal.

    Estiveram presente também o deputado federal Danilo Cabral, os secretários estaduais João Campos (Chefe de Gabinete) e Antônio Carlos Figueira (Casa Civil), o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco  (IPA), Gabriel Maciel, além de autoridades políticas e civis de Casinhas e vizinhança.

     
    Fotos: Roberto Pereira/SEI
    Cidades: Casinhas
    Assuntos: casinhas, paulo camara, governador de pernambuco, sistema simplificado de abastecimento d'agua, agua, produção agrária, desenvolvimento sustentável, barragem de vertentes do Heraclito,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara entrega conjunto de ações em Surubim

    | Economia, Agricultura
    Surubim

    Governador autorizou, neste sábado, a instalação do Posto Avançado dos Bombeiros no município e assegurou
    medidas para reforçar o abastecimento de água e a agricultura familiar local
     
    SURUBIM - A população de Surubim recebeu, neste sábado (04.02), o governador Paulo Câmara e comitiva para a entrega de importantes intervenções nas áreas de abastecimento hídrico, agricultura familiar e segurança. Para reforçar a distribuição de água no município, foi assinada a ordem de serviço para limpeza, desassoreamento e ampliação das barragens de Jucá Ferrado e do Caiaí. Para a segurança, foi anunciada a instalação de uma unidade do Posto Avançado dos Bombeiros - PAB, que vai funcionar a partir de abril. Durante o ato, também foram assinados os termos de adesão aos Programas do Leite e de Aquisição de Alimentos, beneficiando cerca de quatro mil pessoas. 
     

    “Eu fico feliz, como governador, em ter a oportunidade de poder fazer as parcerias que têm dado certo em prol da população. A gente sabe da situação complicada que o nosso País enfrenta, e Pernambuco não escapou disso. Por isso, acredito que se fizer um bom planejamento, dá pra usar o pouco do dinheiro que dispomos em áreas prioritárias, como água, segurança, desenvolvimento social e econômico”, pontuou o chefe do Executivo estadual. Paulo afirmou ainda que o trabalho vai continuar. "Vamos continuar empenhados, fazendo as parcerias com os municípios e avançando com as conquistas. Esse conjunto de ações expressa o nosso esforço para superar os desafios, juntos com o povo e para o povo", frisou.

    O funcionamento provisório do PAB em Surubim será realizado através da cessão do terreno onde operava o antigo Terminal Rodoviário, que foi cedido pelo Departamento de Estradas e Rodagem de Pernambuco (DER-PE) à Prefeitura, para abrigar a corporação. A construção de uma nova sede no mesmo local está sendo planejada pelo Governo do Estado. Para o governador, além de oferecer mais segurança para uma região tão importante do Estado, a estrutura vai contribuir ainda mais para a descentralização e interiorização dos serviços dos Bombeiros. “A comunidade vai ficar mais tranquila, e a região vai poder contar com um atendimento mais rápido a partir de agora”, declarou.

    Na área da agricultura familiar, foram assinados os termos de adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos com Doação Simultânea (PAA Alimentos) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Leite). O primeiro receberá um aporte de R$ 250 mil para a compra de 80 mil quilos de alimentos, beneficiando 2,5 mil pessoas. O PAA Leite vai distribuir 300 litros de leite de vaca por dia, atendendo 1,5 mil pessoas. Neste caso, o investimento será de R$ 215 mil. Ambos os programas atuam em mais de 100 municípios do Estado através da compra de alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial e entidades cadastradas.

    O secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, ressaltou que mais do que promover o acesso à alimentação gratuita, os programas têm o papel de incentivar a agricultura familiar. “Nós estamos oferecendo mais dignidade para essas pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social, e, ao mesmo tempo, estamos incentivando e capitalizando a produção dos agricultores da terra. Uma ação conjunta que, em tempos tão difíceis, faz muita diferença na vida da população", disse. 

    ABASTECIMENTO HÍDRICO – Paulo aproveitou a oportunidade para assinar duas ordens de serviço para limpeza, desassoreamento e ampliação da barragem de Jucá Ferrado, assim como para limpeza e desassoreamento da barragem do Caiaí. Juntas, as intervenções contarão com um investimento total de R$ 200 mil, beneficiando cerca de 140 famílias surubinenses. O prazo para a conclusão das obras é de 90 dias.
     

    Ainda no município, o governador visitou as obras de interligação dos Sistemas Produtores de Siriji (Vicência - na Mata Norte) e Palmeirinha (Bom Jardim - no Agreste Setentrional). Com investimentos de R$ 34 milhões, a obra prevê o reforço do abastecimento de sete cidades (Surubim, João Alfredo, Bom Jardim, Casinhas, Santa Maria do Cambucá, Vertentes e Vertente do Lério), garantindo mais segurança hídrica para a região. Ao todo, 150 mil pernambucanos serão beneficiados. A interligação, com conclusão prevista para dezembro deste ano, permitirá à Compesa captar 150 litros de água por segundo, em 37 km de adutoras de 500mm de diâmetro.

    Para minimizar os efeitos da estiagem, foi investido no Estado, em um período de dois anos, o valor de R$ 6,2 milhões na construção/recuperação de 62 barragens, beneficiando mais de 9,3 mil pessoas que vivem em comunidades rurais localizadas no Agreste e Sertão pernambucano. Em Surubim, já estão concluídas as barragens de Sitio Capim, Sitio Mimoso, Gangungo, Lagoa da Vaca, Desterro, Tabu e Sitio Cazés.

    A prefeita Ana Celia agradeceu, em nome de todos os surubinenses, pelo comprometimento demonstrado pelo Governo com as necessidades do município. "Fica difícil quantificar os inúmeros benefícios que esse pacote de obras e intervenções vão  causar nas vidas das nossas famílias. Eu só tenho a agradecer ao governador e sua equipe que sempre tiveram um carinho especial pela nossa cidade", registrou.

    Acompanharam o governador também o deputado federal Danilo Cabral, o secretário estadual da Casa Civil, Antônio Carlos Figueira; o secretário executivo da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, Maurício Cruz; o vice-prefeito de Surubim, Guilherme Nóbrega; o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBM-PE), coronel Manoel Cunha; o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel; entre outras autoridades da região.
     
    Fotos: Roberto Pereira/SEI

     


    --

    Cidades: Surubim
    Assuntos: paulo camara, surubim, abastecimento hidrico, agricultura familiar, segurança, barragem de Jucá Ferrado, barragem de Caiaí, unidade de posto avançado dos bombeiros, programa do leite, aquisição de alimentos,
    Compartilhe: Link para o post: