meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Governo do Estado realiza atendimento imobiliário na UR-07


    Ação Perpart Itinerante entrega escrituras definitivas, resolve pendências documentais e oferece esclarecimentos; atendimento acontece até a próxima quarta-feira (28)

     

    A comunidade da UR-07 recebe até esta quarta-feira (28) o projeto Perpart Itinerante. A ação promove atendimento imobiliário a cidadãos que moram em núcleos habitacionais remanescentes de políticas públicas do Governo do Estado e que estão hoje sob responsabilidade da Perpart.

    Os mutuários da antiga Cohab que residem no local devem se dirigir à associação dos moradores, localizada na Rua Roraima, 116. O atendimento é das 8h às 12h ou das 13h às 16h (com exceção do sábado e domingo) e de 8h às 11h na sexta-feira.

    Na ocasião, será possível receber as escrituras definitivas previamente solicitadas, bem como resolver pendências documentais de unidades habitacionais e obter esclarecimentos jurídicos.

    Para que o atendimento seja efetivado, é preciso levar originais e cópias da identidade, CPF, certidão de casamento (ou de nascimento, se solteiro), documentação do imóvel, carnê da Cohab, quitação da Caixa Econômica Federal, distrato, recibo de compra e venda com firma reconhecida e/ou procuração e certidão de propriedade e ônus do imóvel.

    "O Perpart Itinerante tem como finalidade oferecer ao cidadão maior acesso aos serviços prestados pela empresa, além de comodidade ao deslocar nossa atendimento para perto de sua casa. A participação dos mutuários é fundamental, pois as escrituras valorizam o imóvel, asseguram direitos e oferecem vantagens, como a possibilidade de se candidatar a linhas de crédito e financiamentos no momento da reforma ou venda", diz o diretor-presidente da Perpart, Oscar Victor.

    Desde o surgimento do Perpart Itinerante, em 2011, 18 municípios foram visitados, com mais de oito mil pessoas atendidas. A ação vai até a comunidade em dias programados, mas o atendimento aos mutuários de todas as unidades habitacionais é contínuo e acontece na sede da empresa de segunda a sexta-feira.

    Atendimento ao cidadão - A Pernambuco Participações e Investimentos (Perpart), empresa estadual sob governança da Secretaria de Administração do Estado (SAD), fica na Rua Dr. João Lacerda, 395, bairro do Cordeiro, ao lado do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O horário de atendimento imobiliário na sede da empresa é de segunda-feira a quinta-feira das 8h às 11h30 e das 14h às 17h e às sextas-feiras das 8h às 11h30 no Núcleo de Atendimento ao Cidadão (Naci).

    Mais informações nos números (81) 3184.5101/ 5103 ou através do site www.perpart.pe.gov.br.

    SERVIÇO

    Perpart Itinerante na UR-07
    Beneficiados: Mutuários da antiga Cohab
    Onde: Associação de moradores da UR-07, na Rua Roraima, 116.
    Quando: De quinta (22 de setembro) a quarta-feira (28 de setembro), das 8h às 12h e das 13h às 16h, com exceção do sábado e do domingo. Na sexta-feira o serviço fica disponível das 8h às 11h. 
    Contato para entrevistas: Marcos André, superintendente imobiliário - 98639.0365 

    Assuntos: governo de pernambuco, perpart, atendimento imobiliário, cohab, unidades habitacionais
    Compartilhe: Link para o post:
  • Oficinas sobre alimentação viva, saúde e tabagismo para a Mulher

    | Saúde, Direitos Humanos

    Mulher 

    Formação acontece nos dias 28 (09), 05, 19 e 26 de outubro

    O Outubro Rosa começa, nesta quarta-feira (28), no Centro da Mulher Metropolitana Júlia Santiago. O espaço de acolhimento às mulheres para inclusão social e no mercado de trabalho vai disponibilizar oficinas sobre alimentação viva, palestra sobre prevenção de câncer, promoção da saúde e tabagismo. As oficinas acontecem nos dias 28 (09), 05, 19 e 26 de outubro. Confira a programação divulgada aqui.

    O Centro da Mulher Metropolitana Júlia Santiago é uma iniciativa surgida da parceria entre Secretaria da Mulher de Pernambuco e Secretaria da Mulher do Recife. Esses centros são pólos irradiadores das políticas de gênero municipais nas comunidades. Nestes locais, são realizadas oficinas, ações de escuta direta das mulheres, divulgação da rede de serviços municipais, cadastramento das organizações e cursos de formação. Todo o serviço é gratuito.

    Os interessados devem fazer a inscrição no próprio centro que fica na Rua Carapeba s/n, em Brasília Teimosa – ao lado da Igreja Católica. 

    Mais informações:

    Horário de funcionamento: 8h às 17h de segunda à sexta-feira
    Telefone: 55 81 3183. 2995 / 3183 2992

    Assuntos: mulher, centro da mulher, outubro rosa, acolhimento, oficina
    Compartilhe: Link para o post:
  • Central de Licitações do Estado economiza R$ 153,5 mi aos cofres públicos

    | Economia, Administração

    cefospe

    Redução de 65% no tempo total dos processos é um dos destaques do balanço realizado este ano

    A contratação eficiente de bens e serviços tem sido um dos principais objetivos das ações desenvolvidas e implementadas pela Secretaria de Administração, através da Central de Compras e Licitações do Estado. As iniciativas estão melhorando a qualidade dos gastos do Poder Executivo Estadual, resultando não apenas em economia para os cofres públicos, mas também em melhoria da qualidade dos processos, colocando Pernambuco como referência.

    Entre as ações que foram implantadas, destacam-se o ajuste de Termos de Referência (TRs) em conjunto com os órgãos e entidades da administração direta e indireta; a padronização de processos e documentos necessários para uma contratação pública; um maior acompanhamento do setor jurídico no processo de contratação; a ampliação do uso da tecnologia no envio da documentação por parte dos licitantes; além de capacitações voltadas para os servidores que lidam com licitação em outros órgãos do Estado.

    Segundo o secretário de Administração, Milton Coelho, as ações, que estão sendo implantadas desde março deste ano, trazem excelência para o planejamento da contratação de bens e serviços. “As medidas adotadas estão otimizando os processos. Quando o Estado gasta bem o recurso público, ganha a máquina e ganha a sociedade, que passa a ter um serviço mais eficiente”, destacou.

    Os novos procedimentos adotados geraram uma economia de mais de R$ 85 milhões só na fase interna dos processos, ou seja, onde são realizadas várias ações visando o planejamento das contratações, tais como: identificação da necessidade, definição e especificação do objeto e modelo de contratação, obrigação das partes e cotações de preços, finalizando com o termo de referência e o edital. Já nos procedimentos de dispensa e inexigibilidade, foram economizados mais de R$ 3,5 milhões. Na fase externa, geralmente realizada através de pregão eletrônico, a economia foi de mais de  R$ 65 milhões.

    No total, Pernambuco alcançou uma economia de mais de R$ 150 milhões em licitações. Além disso, a Central conseguiu reduzir em cerca de 65% o tempo total dos processos de sua competência. Segundo o secretário executivo de Compras e Licitações do Estado (SELIC), Adailton Feitosa, “o foco permanece sendo a conclusão dos processos no menor tempo possível sem comprometer a qualidade da instrução processual nem a economicidade da contratação".

    Portanto, entre as medidas aplicadas, foram postas em prática ações mais dinâmicas. Uma delas foi o acompanhamento do setor jurídico desde o início dos processos na Central. “Antes os processos passavam pelo crivo do setor jurídico apenas quando do visto no edital. Agora, eles passam logo no início. Isso evita que inconsistências sejam detectadas apenas no final da fase interna e nos force a realizar um retrabalho. Tudo isso contribuiu para os resultados positivos alcançados”, ressaltou Rafael Vilaça, gerente geral de Licitações do Estado.

    Outro resultado importante foi a ampliação do uso da tecnologia na fase externa das contratações, trazendo mais agilidade para a troca de documentos importantes entre a Secretaria de Administração e os licitantes. “No modelo anterior, os licitantes enviavam os documentos pertinentes ao processo via correios e, às vezes, isso durava vários dias. Atualmente, eles já podem enviar no mesmo dia por e-mail”, complementa o gerente.

    CAPACITAÇÕES - Empenhada em promover o desenvolvimento dos demais órgãos e entidades do Poder Executivo no tocante à licitação, a Central de Compras e Licitações também vem promovendo capacitações para aqueles órgãos que possuem um alto percentual de devolução de processos, seja por inconsistências não sanadas no TR ou ausência de documentos essenciais à instrução processual.

    Ainda, conforme o gerente geral de Licitações do Estado, Rafael Vilaça, “para aperfeiçoar a instrução dos processos pelos nossos clientes, mapeamos em quais deles estava havendo maiores dificuldades e fechamos com o Centro de Formação dos Servidores Públicos do Estado - Cefospe capacitação direcionada para aprimorar as habilidades e conhecimentos dos servidores desses órgãos”.

    Desde março, o Cefospe, que também integra à Secretaria de Administração, já capacitou quatro turmas da Secretaria da Saúde. “Foi o primeiro órgão a receber essa nova metodologia devido ao grande número de processos enviados à Central mensalmente. É preciso ter essa sensibilidade, pois quanto melhor instruído o processo chega, mais rápido ele será concluído”, finalizou Rafael.

    Assuntos: licitações do estado, balanço, processos, sad, central de compras e licitações, cefospe
    Compartilhe: Link para o post:
  • Seca prolongada provoca colaspo na Barragem de Jucazinho

    | Meio Ambiente

    Jucazinho 

    A escassez de chuvas no Agreste pernambucano levou ao colapso a Barragem de Jucazinho, localizada no município de Surubim. A estiagem  prolongada,  que castiga a região por seis anos consecutivos, secou o manancial que chegou a atender  15 cidades. O reservatório é o maior operado pela Companhia Pernambucana de Saneamento  - Compesa com a capacidade de acumular 327 milhões de metros cúbicos de água. Hoje com 0,01 % não oferece mais condições de captação da água para abastecimento humano.

    A  Barragem de Jucazinho  conseguiu operar até  setembro 2016 graças ao planejamento rigoroso e à gestão do manancial adotados desde o início da sua operação em 2000. Um Centro de Controle Operacional (CCO) foi instalado em Caruaru para acompanhar, diariamente, as condições e a operação da barragem. Além disso, desde 2013, a vazão e a retirada de água de Jucazinho vêm sendo monitoradas por hidrólogos do Banco Mundial, dentro do programa Monitor de Secas, desenvolvido em áreas sujeitas aos efeitos da estiagem, como o Nordeste do Brasil e regiões dos Estados Unidos, México e Espanha. “Sempre respeitamos as vazões recomendadas, tirando até menos do que era permitido, a fim de preservar Jucazinho”, ressaltou  o diretor Regional do interior, Marconi de Azevedo. Segundo ele, nenhum planejamento, porém, resiste a um período de seca extrema como esse que ocorre no Agreste.

    Com a diminuição do nível da barragem e sem chuvas, a Compesa retirou em setembro de 2015 três cidades do Sistema Jucazinho: Caruaru, Bezerros e Gravatá, municípios que dispunham de outras fontes hídricas. Em novembro de 2015, a Compesa passou a explorar o volume morto da barragem, quando atingiu o seu pior índice desde a sua inauguração, chegando a 2,18% da sua capacidade total.

    No mês de julho de  2016 , mais uma cidade saiu do Sistema Jucazinho. Desta vez, foi Santa Cruz do Capibaribe, que passou a ser atendida pelo Sistema do Prata, o mesmo que atende Caruaru. "Até a última sexta-feira (23), ainda conseguíamos bombear algum volume de água, o que não será mais possível a partir de hoje. Só restou lama", lamenta o diretor Marconi de Azevedo.

    Das 11 cidades restantes, 10 delas serão atendidas exclusivamente por carros-pipa após o colapso de Jucazinho: Toritama,Vertentes,Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Casinhas, Passira, Cumaru, Riacho das Almas, Salgadinho e Frei Miguelinho. A cidade de Surubim, que também integra Jucazinho, será atendida por uma adutora de 30 quilômetros de extensão, a partir da Barragem de Pedra Fina, em Bom Jardim.

    O governador Paulo Câmara autorizou uma obra emergencial de R$ 2,6 milhões, recursos próprios da Compesa, para evitar o colapso do abastecimento de Surubim." Reativamos e recuperamos a antiga adutora de Surumbim, usada antes de Jucazinho, num prazo recorde de menos de 60 dias. Estamos finalizando os testes e iniciando a operação, que vai estender o abastecimento para além das cidades de Bom jardim, Orobó e João Alfredo e levar água até Surubim", relata o diretor Regional do Interior, acrescentando que está previsto no planejamento que as cidades de Toritama, Vertentes, Vertentes do Lério e  Santa Maria do Cumbucá também recebam água de Pedra Fina.​

    A Barragem de Pedra Fina está com 80% de sua capacidade total, ou seja, 4,8 milhões de metros cúbicos.  Para garantir a sustentabilidade desse manancial, a  Compesa  já  está trabalhando fortemente com o governo do Estado para trazer água de outra barragem maior, a de Sirigi, localizada no município de Vicência. “Essa integração de bacias garantirá o abastecimento da região, mesmo na ausência de chuvas; A Barragem de Sirigi é uma obra orçada em 33 milhões e estamos negociando com o Governo Federal para fazer essa obra em seis meses e não deixar que ocorra o colapso nessa região do Agreste", conta Marconi de Azevedo.


    Novos investimentos para  atender o Agreste

    Para socorrer as cidades que estão em situação crítica de abastecimento, a Compesa adianta que o governo do estado está se empenhando para viabilizar os projetos hídricos necessários para a região. Um deles é a Adutora do Agreste, uma obra estruturadora para a região. O projeto irá atender 68 cidades e mais de 80 distritos a partir do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco. 

    “Essa região já deveria estar com esse problema resolvido se o governo federal tivesse liberado todos os recursos dessa obra, que é a redenção do Agreste. Enquanto isso não se resolve, o governo de Pernambuco  tomou a decisão de fazer investimentos ainda que sejam com recursos próprios, desenhando novas estratégias para integrar as bacias hidrográficas e dessa forma vamos superando esse momento difícil”, observa o diretor Regional do Interior, Marconi de Azevedo.

    Já foram gastos R$ 500 milhões na Adutora do Agreste e ainda restam mais R$ 700 milhões para  a finalização  da primeira etapa do projeto. Enquanto o dinheiro não chega, a Compesa desenha novas estratégias para garantir o abastecimento de água para os pernambucanos, a exemplo da Adutora de Pirangi, que levará água da Mata Sul para o Agreste, um investimento de R$ 60 milhões com recursos do Banco Mundial", informou o diretor.

    A obra está em execução e deverá ficar pronta em janeiro de 2017, beneficiando Caruaru e outras cidades do entorno que já são atendidas pelo Sistema do Prata, como Altinho, Agrestina, Cachoeirinha e Ibirajuba. De acordo com Marconi de Azevedo, o município de Santa Cruz do Capibaribe, por tabela, também receberá água de Pirangi. Toritama também  deverá receber água do Sistema Pirangi, aproveitando uma parte da Adutora do Agreste, que interliga Caruaru a Toritama, que tem previsão para conclusão  também para janeiro de 2017.

     

     

     

    Cidades: Bezerros, Caruaru, Passira, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, Surubim, Toritama, Vertentes
    Assuntos: seca, agreste, adutora, agua, compesa, transposiçao do rio sao francisco, Caruaru, Bezerros e Gravatá, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Casinhas, Passira, Cumaru, Riacho das Almas, Salgadinho, Frei MiguelinhoBom jardim, Orobó e João Alfredo
    Compartilhe: Link para o post:
  • PE sediará o SECOP 2017

    | Tecnologia

    ATI

    A escolha foi realizada na reunião da ROCA no Rio de Janeiro

    O presidente da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI-PE), e também vice-presidente de Tecnologia da Associação das Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), Romero Guimarães, participou da 135ª Reunião Ordinária do Conselho de Associadas da ABEP (ROCA), no Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj). O encontro teve como objetivo reunir as entidades estaduais de TI para troca de informações e experiências.

    Foram discutidos vários temas, entre eles o Planejamento Estratégico da autarquia e o Legado das Olimpíadas para a Tecnologia da Informação do Estado do Rio. Ainda houve apresentação de proposta para um workshop da ABEP sobre “Computação em Nuvem”, e do calendário de eventos da ABEP para este ano, assim como o planejamento do SECOP 2017 e 2018 (Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública). “Pernambuco venceu a proposta e sediará no próximo ano, de 13 a 15 de setembro de 2017, o maior evento de tecnologia para o setor público: o SECOP. A última vez que tivemos este evento aqui no estado foi em 2011, em Porto de Galinhas””, comemora Romero Guimarães.

    Também estiveram presentes na ocasião, o vice-presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Processamento de Dados, Serviços de Informação e Similares (FENADADOS), Luiz Carlos Garcia (Mussula), e o diretor das empresas Municipais e Estaduais da FENADADOS, Admirson Medeiros (Greg), empregado da ATI. Além do secretário executivo do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Cassiano Alves, que apresentou proposta de convênio com a ABEP para a gestão da distribuição do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) para estados e municípios.

    SECOP 2016 – Este ano, Manaus (AM) foi escolhida para receber a 44º edição do Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública, que acontece entre os dias 9 e 11 de novembro. Especialistas em TI governamental de todo o Brasil, além de líderes das três esferas de Governo, são esperados no mais importante evento de tecnologia para o setor público. Soluções compartilhadas, ideias, network e tendências serão apresentadas ao longo dos três dias de evento. Mais de 700 gestores de TI em nível nacional estarão presentes.

    Sob o tema “Inovação Social”, serão realizadas palestras, painéis e mesas-redondas, onde serão discutidos temas relevantes do setor de informática pública, tendo como público-alvo os profissionais e gestores públicos e privados de TIC, pesquisadores das áreas de Desenvolvimento, Tecnologia, Informática e Sistemas de Informações. O evento é uma iniciativa da ABEP. A edição 2016 é feita em parceria com a Processamento de Dados do Amazonas (Prodam). Em 2017, a parceira da ABEP para a realização do evento será a ATI-PE.

     
    Assuntos: ti, ati-pe, adep-tic, roca, tecnologia, comunicação em nuvem, secop,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Seleção de estágio para alunos egressos da rede pública estadual tem 239 inscritos



    A seleção para o Programa Alternativo de Estágio da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) encerrou as inscrições com 239 inscritos. A prova será realizada no dia 7 de outubro nas quatro cidades por onde estão distribuídas as sete vagas para essa modalidade de estágio: Recife, Garanhuns, Petrolina e Arcoverde. Os locais das provas ainda serão divulgados.

    O programa alternativo, em convênio com a Secretaria Estadual de Educação, é destinado a estudantes do curso de Direito, do 3º ao 6º período, que tenham concluído o ensino médio na rede pública estadual de Pernambuco.

    No edital 2016, a seleção englobou estudantes com esse perfil da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Universidade de Pernambuco (UPE), da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga) e da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape).

    Inscreveram-se 70 candidatos, no Recife, 87, em Garanhuns, 67, em Petrolina e 15, em Arcoverde. São oferecidas quatro vagas na sede da PGE-PE no Recife, uma na Sub-Regional de Garanhuns, uma em Regional de Petrolina e outra na Sub-Regional de Arcoverde. Candidatos classificados também formarão cadastro de reserva. A seleção tem validade de um ano, podendo ser prorrogada por igual período.

    A prova, com 50 questões de múltipla escolha incluirá Direito Constitucional, Direito Processual Civil e Direito Civil. O estágio tem carga horária de 20 horas semanais e os estudantes recebem uma bolsa-auxílio mensal de R$ 840. 
    Assuntos: estágio, procuradoria geral do estado de pernambuco, Recife, Garanhuns, Petrolina, Arcoverde, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Universidade de Pernambuco (UPE), da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga) e da Faculdade de Ciências Aplicadas, Sociais de Petrolina (Facape)
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco apresenta o "Coração do Nordeste" para o público da 44º ABAV

    | Comunicação, Turismo

     

    Pernambuco vai pulsar forte na 44º Feira de Turismo das Américas, promovida pela Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV). A Secretaria de turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco (Seturel-PE), por meio da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), vai apresentar a nova campanha institucional do Turismo do Estado, "Pernambuco, Coração do Nordeste Brasileiro", durante o evento, que acontece entre os dias 28 e 30 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo. A feira é o principal evento do turismo brasileiro e uma grande vitrine para os destinos turísticos.

    Pernambuco terá participação no evento em dois espaços, um estande institucional de 25 m², concedido pelo Ministério do Turismo e localizado na área Brasil, e outro estande comercial de 52,5 m². Aproveitando a importância do evento, será apresentada, na quinta-feira (29), às 16h, pela Presidente da Empetur, Ana Paula Vilaça, a nova campanha institucional de Pernambuco. Em seguida, o Administrador de Geral de Fernando de Noronha, Luís Eduardo Antunes, apresentará o manual do operador da ilha.

    Para o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, a participação no evento é uma excelente oportunidade de propagar as potencialidades do Estado. "Pernambuco é um destino forte que atrai milhares de turistas. Queremos consolidar nosso público e convidar os visitantes para conhecer as nossas rotas diferenciadas, que passam pelo interior do Estado. Tenho certeza que a nova proposta da campanha será destaque na feira", avalia Carreras.

    Outra ação do Turismo de Pernambuco na ABAV será a Tapiocleta, uma bike plotada com o visual da campanha institucional que irá distribuir tapioca em ambos os estandes de Pernambuco, nos três dias de evento. Durante toda a feira, também estão programadas agendas de reuniões de estreitamento de parcerias.

    Assuntos: Pernambuco, Coração do Nordeste Brasileiro, turismo, abav, seturel-pe, empetur, pernambuco, governo de pernambuco, fernando de noronha, tapioteca
    Compartilhe: Link para o post:
  • ​Banco de Leite Humano do HAM precisa de doação

    | Saúde, Infância
    Leite MaternoEstoque atual dura apenas duas semanas

    Referência estadual em partos de alto risco, o Hospital Agamenon Magalhães (HAM) quer reforçar com as mães a necessidade de doação de leite materno. Atualmente, o estoque de leite materno no Banco de Leite da unidade conta com apenas 22 litros, o que é suficiente para cerca de duas semanas. Hoje, aproximadamente 35 bebês são beneficiados com o alimento, sendo 15 na UTI e 20 da UCI. 

    "É urgente a necessidade de doar o leite excedente para os bancos de leite do Estado, entre eles o HAM. Nosso estoque está baixo, o que pode prejudicar o atendimento de crianças internadas. Importante que a mãe esteja saudável e não fazendo uso de nenhum antibiótico", comenta a coordenadora do Banco de Leite Humano do HAM, Agnes Avelino. Caso a mãe tenha apresentado algum sintoma de arboviroses, doação pode ocorrer pelo menos 30 dias depois do desaparecimento dos sintomas.

    Por dia, a unidade utiliza, em média, 2 litros. A coordenação do Banco de Leite ressalta que têm feito um trabalho com as mães de bebês internados para que elas ordenhem o alimento para o próprio filho, já que o leite cru possui mais nutrientes do que o leite que foi pasteurizado. 

    PARA DOAR – As mães que produzem leite em excesso podem ligar para o banco para fazer a doação: 3184.1690. Além do leite, os bancos e postos de coleta também recebem postes de vidro com tampa plástica (tipo pote de café ou maionese), essenciais para fazer o armazenamento do alimento.
     
    COMO FAZER – Para fazer a retirada do leite, a indicação é que a mãe use um lenço para proteger a boca e a cabeça, além de higienizar as mãos antes de iniciar o processo. O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico, como os de maionese ou café. 

    Basta levar uma panela com água ao fogo e quando começar a ferver, colocar nos potes. Eles devem ser retirados de 15 a 20 minutos depois. O papel que vem na parte interna da tampa também precisa ser retirado antes de todo o processo. No vidro esterilizado, o leite ordenhado pode ser armazenado no freezer para que dure até 15 dias.
    Cidades: Recife
    Assuntos: leite materno, doação de leite, ham, banco de leite, ordenhamento, maes, bebês,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Vandalismo na rede da Compesa retarda abastecimento d'agua em Surubim

    | Meio Ambiente

    surubim 

    Atos de vandalismo  impediram que os moradores da cidade de Surubim, no Agreste pernambucano, começassem a  receber  água hoje (27) da Adutora de Palmerinha. A promessa havia sido feita  ontem (26),  pelo governador Paulo Câmara durante  o ato de reativação da   adutora  do antigo Sistema produtor de  Surubim.  Durante os testes de hoje, os técnicos da Compesa perceberam  que havia algo errado  em virtude da queda acentuada da vazão da adutora, fazendo com que a  água não chegasse em alguns pontos. De imediato  foram iniciadas as  vistorias  na tentativa de se encontrar vazamentos na tubulação, fato comum quando do início da operação de uma nova adutora.

    Em um trecho da adutora, que  tem 30 quilômetros de  extensão, na zona rural de Bom Jardim, na Mata Norte, em uma área de difícil acesso,  foram localizados esta tarde  dois pontos de estouramento, com distância de cem metros um do outro . Para provocar os estouramentos, os vândalos utilizaram picaretas, evidência observada pelo estado da adutora, cujos tubos foram encontrados amassados de forma bastante suspeita.

    “Os danos causados à tubulação não deixam dúvidas  de que o ato foi intencional  com o objetivo de evitar a operação da Adutora de Palmerinha, única esperança dos moradores da cidade de Surubim para continuar sendo abastecidos pela rede de distribuição”, afirma o gerente de  Unidade de Negócios da Compesa,  Mário Heitor  Filho. A  Compesa  já está no local para o início dos serviços de reparo e a expectativa é que os testes sejam retomados a partir amanhã (28).

     O gerente da Compesa  encontra-se na Delegacia de Bom Jardim  registrando o Boletim de Ocorrência - BO  sobre o fato, que trouxe sérios prejuízos a população de Surubim, que aguardava ansiosa pela operação da adutora, já que a Barragem de Jucazinho, que abastecia o município, está em colapso. Essa adutora que foi reformulada e ampliada  já  foi responsável  pelo abastecimento de Surubim até 2001, quando entrou em operação do Sistema  Jucazinho. O gerente Mário Heitor calcula um prejuízo  financeiro de cerca de R$ 300 mil. “Mas, o prejuízo maior mesmo é a impossibilidade de abastecer a população a partir de hoje, conforme havíamos anunciado”, argumentou  o gerente.

    A  Adutora de Palmeirinha, uma tubulação de ferro de 400 mm, está  transportando  água da Barragem  Pedra Fina, no município de Bom Jardim, na Mata Norte, para a cidade de Surubim, de onde será retirada uma vazão de 150 litros de água por segundo. A obra do Sistema Palmerinha é um investimento de R$ 2,6 milhões  e  envolve também a reforma da Estação de Tratamento de Água Buraco do Tatu, em Bom Jardim. A iniciativa foi a forma encontrada pela Compesa e apoiada pelo governo do Estado, para evitar o colapso de abastecimento a cidade de Surubim, ação que irá beneficiar 50 mil pessoas.

    A Barragem de Pedra Fina, integra o Sistema Produtor Palmerinha,  está com 80 % da sua capacidade, o que corresponde  a 6,2 milhões de metros cúbicos de água. Essa barragem é responsável pelo abastecimento das cidades de Bom Jardim, João Alfredo, Limoeiro e Orobó. Com a gravidade da crise hídrica na região, a Compesa já está desenvolvendo estudos para  abastecer outras cidades  do Sistema Jucazinho  com água da Barragem de Pedra Fina. A ação irá viabilizar o atendimento as cidades de Toritama, Vertentes, Vertentes do Lério e Santa Maria do Cambucá.

     

     

     

     

    Cidades: Surubim
    Assuntos: surubim, abastecimento d'água, adutora de Palmerinha, paulo camara, governo de pernambuco, água, compesa, barragem de jucazinho,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara: "Estamos avançando e superando, a cada ano, os índices alcançados na educação"

    | Comunicação, Educação, Balanço

    IDEPE

    Em ato solene no Palácio do Campo das Princesas, foram premiados seis municípios, dez escolas e três Gerências Regionais que alcançaram os melhores índices da educação básica estadual

    Planejar, investir, acompanhar e, sobretudo, reconhecer. É dessa forma que o Governo de Pernambuco tem trabalhado para reforçar a educação no Estado, que vem se destacando cada vez mais como o que possui o melhor ensino público do País. E mais uma etapa desse processo foi cumprida nesta terça-feira (28.09), com a premiação dos gestores, professores e estudantes da Rede Estadual que mais se destacaram no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (IDEPE) no ano de 2015. Comandada pelo governador Paulo Câmara, a solenidade - realizada no Palácio do Campo das Princesas - agraciou seis municípios, dez escolas e três gerências regionais que obtiveram os melhores resultados nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A nota média do IDEPE para 2015 foi de 3,9, se igualando ao índice nacional, o IDEB, divulgado pelo Ministério da Educação.

    “O resultado do IDEPE é muito importante porque ele faz a avaliação de todas as escolas do Estado. Há um acompanhamento detalhado e intensivo, diferente do IDEB que é uma avaliação mais geral. E ambos mostraram os mesmo resultados: que estamos avançando e superando, a cada ano, os índices alcançados na educação”, pontuou Paulo Câmara. O gestor afirmou ainda que é preciso dar continuidade ao trabalho realizado com o mesmo empenho e determinação dos últimos anos. “O Governo não vai se acomodar com os resultados conquistados até agora. Ainda há muito o que ser feito e nós vamos continuar trabalhando juntos para superar os desafios e ter condições de melhorar cada vez mais a qualidade do ensino em todo o Estado. A nota que recebemos é satisfatória, mas não é a que queremos para as próximas gerações”, frisou.  

    Entre os municípios, receberam certificados os três que mais se destacaram nos anos iniciais do Ensino Fundamental, assim como os três melhores colocados nos anos finais dessa categoria. Já na Rede Estadual, os certificados foram para as cinco escolas com melhores índices nos anos finais do Ensino Fundamental e para as cinco melhores no Ensino Médio. Entre as GREs, foram premiadas as três com melhor colocação no Ensino Médio.

    Para o secretário estadual de Educação, Frederico Amâncio, o ato é mais uma forma que o Governo encontrou de reconhecer e valorizar o esforço dos que fazem a educação de Pernambuco. “Esse resultado mostra que as nossas escolas estão efetivamente avançando e alcançando notas muito mais altas do que em anos anteriores. A maioria das nossas escolas tiveram notas acima de 6,0, e isso é muito positivo. Estabelecemos uma estratégia que vem dando muito certo e que, inclusive, serve de exemplo para todo o Brasil. Essa elevação do bom desempenho nos anima a cumprir as próximas etapas e continuar avançando”, salientou o secretário.   

    Ao comemorar a primeira colocação entre as melhores GRE do Estado, a gestora da Gerência Vale do Capibaribe, Edjane Ribeiro, dedicou a conquista a todos os colegas que compõem a Rede de Ensino da região. “Um momento como esse é muito gratificante para qualquer gestor. É um trabalho intenso, mas gratificante. E os professores são os maiores merecedores dessa premiação, que, com certeza, vai estimular ainda mais o trabalho eficiente que está sendo realizado”, declarou.

    IDEPE - Realizado anualmente, o ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco acompanha o desempenho da educação pública no Estado e considera dois critérios, os mesmos usados para o cálculo do índice nacional (IDEB). São eles: fluxo escolar e proficiência dos estudantes do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) e do Ensino Médio.


    Rede Municipal

    Anos Iniciais do Ensino Fundamental

    1º Lugar:

    Município de Jucati (IDEPE 7,22)

    2º Lugar:

    Município de Jupi (IDEPE 6,57)

    3º Lugar:

    Município de Tuparetama (IDEPE 6,08)

    Anos Finais do Ensino Fundamental

    1º Lugar:

    Município de Barra de Guabiraba (IDEPE 5,19)

    2º Lugar:

    Município de Brejinho (IDEPE 4,90)

    2º Lugar:

    Município de Triunfo (IDEPE 4,90)

    Rede Estadual

    Anos Finais do Ensino Fundamental

    1º Lugar:

    Escola de Aplicação do Recife (IDEPE 7,96)

    2º Lugar:

    Escola de Aplicação Professor Chaves – Nazaré da Mata (IDEPE 6,55)

    3º Lugar:

    Escola de Aplicação Ivonita Alves Guerra - Garanhuns (IDEPE 6,37)

    4º Lugar:

    Escola Tomé Francisco da Silva - Quixaba (IDEPE 6,25)

    5º Lugar:

    Escola Dario Gomes de Lima - Limoeiro (IDEPE 5,94)

    Ensino Médio

    1º Lugar:

    EREM Abílio de Souza Barbosa – Orobó (IDEPE 7,98)

    2º Lugar:

    Escola Dario Gomes de Lima - Limoeiro (IDEPE 7,20)

    3º Lugar:

    Escola Professor Antônio Pedro de Aguiar - Orobó (IDEPE 6,98)

    4º Lugar:

    Escola de Aplicação do Recife (IDEPE 6,92)

    5º Lugar:

    Escola de Aplicação Ivonita Alves Guerra - Garanhuns (IDEPE 6,22)

    Gerências Regionais de Educação

    1º Lugar:

    Gerência Vale do Capibaribe (IDEPE 4,80)

    2º Lugar:

    Gerência Sertão do Alto Pajeú (IDEPE 4,51)

    3º Lugar:

    Gerência Sertão do Submédio São Francisco (IDEPE 4,43)

     

    Fotos: Edmar Melo/SEI

    Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, idepe, educação, rede estadual, gerencias regionais, escolas municipais
    Compartilhe: Link para o post: