meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Paulo Câmara recebe deputado Rodrigo Maia

    | Política

    maia

    O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira, no Palácio do Campo das Princesas, no Recife

    O governador Paulo Câmara recebeu, na manhã desta quinta-feira (17.01), no Palácio do Campo das Princesas, o presidente da Câmara dos Deputados e candidato à reeleição, Rodrigo Maia. No encontro, que contou com a presença de parlamentares da bancada pernambucana e também de outros Estados, Maia e Paulo debateram a política nacional e os desafios de Pernambuco e do Brasil para os próximos anos.

    Assim como Rodrigo Maia, outros candidatos ao comando da Mesa serão recebidos pelo governador no Palácio, durante o mês de janeiro. O próximo encontro acontece já nesta sexta-feira (18), quando Paulo Câmara recebe com o deputado federal alagoano João Henrique Caldas (JHC), às 10h.

    Estiveram presentes ao encontro de hoje a vice-governadora Luciana Santos; os deputados federais pernambucanos Tadeu Alencar, Danilo Cabral, João Campos, Wolney Queiroz, Fernando Monteiro, Augusto Coutinho, Sílvio Costa Filho, Renildo Calheiros, Ossésio Silva, André de Paula e Raul Henry, além do futuro deputado estadual William Brígido. A comitiva de Rodrigo Maia contou ainda com os deputados federais Sheridan Oliveira (RR), Laura Carneiro (RJ) e Marcos Pereira (SP).

    Assuntos: sei, paulo camara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Compesa identifica furto de água na Adutora de Afogados-Tabira, no Sertão do Pajeú

    roubo

    Após constatar uma queda significativa no volume de água na chegada em Tabira, no Sertão do Pajeú, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciou uma intensa ação de fiscalização ao longo da Adutora de Afogados-Tabira, que abastece a cidade. Os planos da Compesa é percorrer toda adutora, que possui 20 quilômetros de extensão, de Tabira a Afogados da Ingazeira, e também vistoriar cerca de 300 imóveis (comerciais e residenciais) ao longo desse trajeto, às margens da PE-320, em busca de possíveis irregularidades e furtos de água na rede de abastecimento.

    Na segunda semana de fiscalização, as equipes da Compesa já identificaram diversas irregularidades, sendo a de maior porte uma ligação clandestina encontrada no Sítio São Joaquim, uma chácara de lazer situada na área rural de Afogados, onde há piscinas, bicas e funciona um bar. As tubulações foram retiradas na entrada da propriedade e a companhia registrou um boletim de ocorrência, para que a polícia civil identifique os responsáveis pelo furto de água. Até agora, foram vistoriados 103 imóveis localizados na PE-320, mesmo trajeto da adutora, nos quais os técnicos da companhia localizaram quatro ligações clandestinas, um desvio de medição (Bypass), além de uma residência que estava irregularmente abastecendo a casa vizinha.

    A Compesa calcula que a principal causa da redução de 10% na vazão de água tratada transportada para Tabira se deve aos furtos de água. “A prática dessas irregularidades acaba prejudicando toda a população. Como reduziu a quantidade de água que chega na cidade, fomos obrigados a aumentar o rodízio de abastecimento”, explica o coordenador da Compesa em Afogados da Ingazeira, Washington Jordão, acrescentando que a companhia atende 29 mil pessoas em Tabira. “Por isso, só vamos finalizar as ações de fiscalização quando recuperarmos esse volume que está sendo desviado”, informa o coordenador. Só a ligação clandestina encontrada no Sítio  São Joaquim corresponde a um terço do volume de água furtado da Adutora Afogados-Tabira.

    Os proprietários do imóveis residenciais onde foram encontradas as outras quatros ligações clandestinas, assim como o desvio de medição, serão multados pela Compesa. Já o dono do imóvel que estava abastecendo o vizinho foi notificado pela companhia e, se persistir na irregularidade, passará  a pagar pelo consumo de duas economias.

    Cidades: Afogados da Ingazeira, Tabira
    Assuntos: compesa, roubo de agua
    Compartilhe: Link para o post:
  • Livro infantil adota a poesia de cordel para falar sobre os seres encantados do folclore

    | Cultura, Infância

    capa

    É a narrativa poética do cordel, com suas métricas e rimas, que serve de esteio para a história contada em Uma festa na floresta, sétimo livro infantil da escritora pernambucana Lêda Sellaro, que ganha lançamento pela Cepe Editora no dia 20 de janeiro, às 10h, no Museu do Homem do Nordeste, dentro do projeto Domingo dos Pequenos no Museu. Ilustrado pela escritora e designer gráfica argentina Anabella López, o livro mergulha no universo do folclore brasileiro para revelar a divertida trama envolvendo os seres encantados da cultura popular a partir da ideia do Saci em realizar uma grande confraternização.

    Pedagoga, mestre em Educação e Doutora em História, Lêda Sellaro sempre recorreu à poesia em sua produção literária voltada para os pequenos leitores. Costuma dizer que cada livro tem a sua própria história. A que está por trás de Uma festa na floresta, e que a motivou a escrevê-la, foi a curiosidade dos netos e bisnetos, sempre atentos às leituras sobre os personagens das lendas nativas.

    Em 23 páginas, e recorrendo às sextilhas (estrofes de seis versos de sete sílabas), o livro narra as aventuras envolvendo o Vaqueiro Misterioso, a Cuca, o Lobisomem, a Iara, o Curupira, o Negrinho do Pastoreio, o Boitatá, o Bicho Papão, a Mula Sem Cabeça, o Pai da Mata e a Cabra Cabriola. Todos reunidos para um jantar e concorrentes em disputa que escolherá a melhor cantiga – ponto alto da festa e momento em que cada um se apresenta. A Cuca esbanjando simpatia, o Saci cordial e diplomático e o Bicho Papão incomodado com a fama de malvado são algumas boas surpresas da leitura.

    Programação – Lêda Sellaro participará da manhã de autógrafos prevista no Domingo dos Pequenos no Museu. A contação da história ficará sob o comando da turma do Tapete Voador. Na programação, totalmente gratuita, e que acontece das 9h às 12h, a criançada poderá ainda participar de atividades em Libras (Linguagem Brasileira dos Sinais), apresentação de teatro de mamulengo (tema Como se relacionar com vários mundos), além de muita brincadeira. O Domingo dos Pequenos do Museu é uma ação cultural da Companhia Editora de Pernambuco em parceria com o Museu do Homem do Nordeste/Fundaj.

    Serviço:
    Quando: 20.01, domingo
    Horário: 10h
    Local: Museu do Homem do Nordeste/Domingo dos Pequenos no Museu
    Endereço: Avenida Dezessete de Agosto, 2187 - Casa Forte,
    Valor do livro: R$ 35,00 (impresso e R$ 9,00)

    Cidades: Recife
    Assuntos: casa civil, cepe, cordel
    Compartilhe: Link para o post:
  • Número de reeducandos trabalhando em Pernambuco cresce 63%

    | Emprego, Direitos Humanos

    reeducandos

    Atualmente, 827 reeducandos que cumprem pena em liberdade exercem atividade remunerada através de parcerias entre o Patronato Penitenciário e organizações públicas e privadas 

    Com o objetivo de reduzir a reincidência criminal, o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), tem ampliado os convênios com empresas públicas e privadas que empregam reeducandos que cumprem pena em liberdade condicional ou no regime aberto. No comparativo de janeiro a dezembro de 2017 com 2018, o número de ex-detentos que estão trabalhando aumentou de 523 para 827. Um salto de 63%. 

    As parcerias são viabilizadas pelo Patronato Penitenciário, órgão ligado à SJDH que faz parte do Pacto Pela Vida, e é responsável por acompanhar os egressos do sistema prisional. Ao sair da prisão, os reeducandos passam por entrevista, cursos de qualificação e acompanhamento jurídico e psicológico.

    Atualmente, 23 organizações públicas e privadas são aliadas ao Patronato. Os trabalhadores cumprem carga horária de oito horas e são remunerados com um salário mínimo. Entre as atividades, estão: limpeza, varrição e capinação de vias urbanas em municípios como Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru e Petrolina; ajudantes de produção na Empresa Algo Bom, fabricante de flanelas e panos de chão, e na Pórtico, produtora de esquadrias de alumínio.

    “É inegável que o trabalho contribui para a ressocialização desses apenados. As parcerias possibilitam que eles tenham um trabalho honesto e não voltem a cometer novos crimes. A nossa expectativa é continuar ampliando o número de empresas parceiras e postos de trabalho”, aponta o superintendente do Patronato Penitenciário, Josafá Reis.

    Em busca de uma oportunidade para ser reinserido ao mercado de trabalho, o reeducando José Osvaldo, 34, procurou o setor de empregabilidade de Patronato para realizar seu cadastro e concorrer a vagas de trabalho. “Vim em busca de cursos de qualificação e vaga de trabalho, é difícil recomeçar, mas no cárcere aprendi que o crime não é o caminho”, contou Osvaldo.

    Com o convênio de empregabilidade, regulamentado pela Lei de Execução Penal, o empregador fica isento de encargos trabalhistas, como FGTS, 13º salário e férias. O que representa uma redução de aproximadamente 40% na despesa com o trabalhador. A iniciativa também põe como prática a responsabilidade social da empresa.

    Assuntos: sjdh, patronato penitenciario, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Paulo Câmara recebe senadores para debater projetos prioritários para Pernambuco

    | Política
    senadores

    Obras como a da Adutora do Agreste,Transnordestina e Transposição do Rio São Francisco foram prioridades unanimes discutidas no encontro

    O governador Paulo Câmara recebeu, nesta quarta-feira (16.01), no Palácio no Campo das Princesas, os três senadores pernambucanos – Jarbas Vasconcelos, Humberto Costa e Fernando Bezerra Coelho – para apresentar e debater a continuidade de projetos e ações prioritárias para o desenvolvimento social e econômico de Pernambuco. Entre elas, as obras da Adutora e Ramal do Agreste; Adutora do Pajeú; e Ferrovia Transnordestina, além da requalificação de estradas como as BRs 232 e 423. “Avaliamos uma série de ações importantes para o nosso Estado e entendemos que, em conjunto, é possível fazer com que elas andem de maneira mais célere no âmbito do Governo Federal”, destacou Paulo Câmara.

    Durante a audiência, o chefe do Executivo também enfatizou a importância do diálogo e da união de esforços na busca por um Pernambuco cada vez mais desenvolvido. “Foi um momento em que pude ouvir também as sugestões dos senadores. Então, foi uma reunião boa, porque a nossa ideia é contar com o apoio dos senadores, do Poder Legislativo, seja aqui ou em Brasília, para destravar obras importantes para o desenvolvimento do Estado e, ao mesmo tempo, acompanhar mais de perto essas ações tão importantes”, frisou. Também foram abordados na reunião temas como a Hemobrás, apoio para manutenção dos estaleiros em Suape, ampliação e manutenção das áreas de irrigação no Sertão e obras de requalificação da navegabilidade no entorno do Porto do Recife.

    O senador Fernando Bezerra Coelho ressaltou importância do Ramal do Sertão. E o senador Jarbas da autonomia de Suape e duplicação da 423.

    O senador Humberto Costa avaliou que o encontro evidenciou um consenso sobre os pleitos prioritários. “Boa parte do que foi apresentado era o que já estava no radar dos três senadores. Acho que realmente a Adutora do Agreste é uma obra muito importante, assim como a conclusão da Adutora do Pajeú, de uma solução para a Transnordestina que não discrimine Pernambuco, a situação dos dois estaleiros e da Hemobrás. Eu acho que os grandes temas estão cobertos. Se nós conseguirmos trabalhar juntos, sem dúvidas isso vai fazer uma diferença importante para o nosso Estado”, enfatizou.
    Assuntos: sei, paulo camara
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretário Sileno Guedes realiza primeira reunião de trabalho na Funase

    | Direitos Humanos

    sileno

    Gestor destacou que ações à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude serão marcadas pelo diálogo

    O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes, participou da primeira reunião de trabalho na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), órgão vinculado à pasta que ele passou a comandar neste mês de janeiro. Na ocasião, o gestor conheceu a sede da instituição, no bairro dos Aflitos, no Recife, cumprimentou funcionários, visitou espaços como a galeria dos ex-presidentes da fundação e teve um panorama de avanços e desafios da Funase.

    Após a inauguração de duas unidades feita pelo governador Paulo Câmara no fim de dezembro de 2018, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) está prestes a entregar o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Guararapes, em Jaboatão. A unidade, cujo término da construção está previsto para março de 2019, terá 90 vagas de internação para adolescentes do sexo masculino. Ainda se apresenta como meta a construção de uma nova unidade para o público masculino em Arcoverde e de novas unidades de internação provisória e semiliberdade para socioeducandas no Agreste do Estado.

    Em palavra aos funcionários da Funase, o secretário Sileno Guedes destacou que sua gestão na SDSCJ privilegiará o diálogo. “O mote da nossa relação será de muita proximidade. Trabalharemos duro para dar as respostas aos compromissos que foram assumidos pelo governador Paulo Câmara, fazendo os ajustes necessários e contando sempre com essa dedicação que tem feito a Funase dar resultados reconhecidos pelo Governo. Vamos, portanto, ter momentos de muito diálogo”, destacou.

    A recepção ao secretário foi feita pela presidente da Funase, Nadja Alencar, pelos cinco diretores da instituição e por coordenadores, supervisores e assessores. “Agradecemos a confiança que o governador e o secretário nos deram e pela percepção de que os bons resultados obtidos são graças à equipe que está na sede da Funase e a que está na ponta, nas unidades”, afirmou Nadja.

    Assuntos: sdscj, funase, paulo camara
    Compartilhe: Link para o post:
  • BIEsp de Caruaru completa um ano de atividades contabilizando 35% de redução dos homicídios

    | Segurança
    biesp

    Inaugurado em novembro de 2017, batalhão reúne cinco unidades especializadas da PMPE e também contribuiu para reduzir em 42% o número de roubos e assaltos na cidade em 2018
     
    CARUARU - Assim como em todo o Estado de Pernambuco, o município de Caruaru também alcançou importantes índices na redução da violência em 2018. Foram -35% de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) e -42% de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), em relação a 2017. Os resultados foram conquistados graças à atuação ostensiva das operativas de segurança, incluindo o 1º Batalhão Integrado Especializado da Polícia Militar (1º BIEsp), que celebrou seu primeiro ano de atuação em solenidade comandada pelo governador Paulo Câmara, na tarde desta terça-feira (15.01).

    Inaugurado em novembro de 2017, o batalhão reúne cinco unidades especializadas da PMPE que antes só atuavam na Região Metropolitana do Recife: Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam), Radiopatrulha, BPChoque, CIPCães e Policiamento de Trânsito. "Estamos satisfeitos de retornar a Caruaru e apresentar esse balanço do ano de 2018 com relação à segurança pública. Os números mostram o Agreste como a região onde mais se reduziu a violência, no número de homicídios e no de roubos. Caruaru teve um destaque importante”, afirmou o governador.

    “Estamos, efetivamente, restabelecendo a paz em Pernambuco, com números que a gente não via há muitos anos, e com a certeza de que com a continuidade desse trabalho, seja nas nossas operativas, como o BIEsp, que inauguramos no final de 2017, e com o Complexo de Polícia, feito no ano passado, seja com ações em todas as áreas de segurança, vamos ter um 2019 ainda melhor", reforçou Paulo Câmara. Em 2018, os homicídios em Caruaru sofreram uma redução de 35% em relação a 2017, configurando o menor número de casos dos últimos quatro anos. No total, foram 169 ocorrências de CVLI registradas nesses 12 meses, contra 262 no ano anterior.

    Em relação aos CVPs, verificou-se uma redução de 42% em relação a 2017 na cidade. No total, computaram-se 4.803 roubos durante o ano, contra 8.240 notificados em 2017. O 1º BIEsp cumpre o papel de reforçar o combate a diversas modalidades de crimes, como tráfico de drogas, assaltos, porte ilegal de armas e desarticulação de grupos de extermínio, com uma atenção especial ao patrulhamento e às ações nas áreas rurais do Agreste e Zona da Mata. 

    O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, destacou que os resultados são frutos de um trabalho integrado que vem dando certo dentro do Pacto Pela Vida. "Essa estrutura do BIEsp, inaugurada em 2017, veio se somar ao esforço realizado de forma integrada pelas Polícias Militar e Civil. É um batalhão completamente inovador, trazendo unidades especializadas da capital para o Interior. O trabalho foi tão bem aceito pela população, os resultados foram tão expressivos, que ainda em 2018 foi inaugurado um segundo BIEsp, no Sertão, em Petrolina. E  já vem apresentando resultados positivos na redução da violência", frisou.

    O comandante geral da PMPE, coronel Vanildo Maranhão, comemorou as conquistas desse primeiro ano do batalhão na região, destacando a inovação do modelo a nível nacional. "É um batalhão novo, com a nova doutrina de policiamento ostensivo. Nós temos algumas unidades operacionais semelhantes a essa no âmbito nacional. Alguns batalhões de cidades grandes do interior de São Paulo, como Franca e Campinas, possuem unidades semelhantes ao BIEsp, mas não com essa estrutura que nós temos. Então, Pernambuco foi inovador, a Polícia Militar foi inovadora", ratificou.

    COMPLEXO DE SEGURANÇA – Em Caruaru, o governador visitou ainda o Complexo de Segurança de Caruaru, que reúne sete unidades da Polícia Civil e mais o 4° Batalhão da Polícia Militar (4° BPM), trabalhando de forma integrada. Inaugurado há cinco meses, o complexo funciona 24 horas, em todos os dias da semana, e já realizou o atendimento de 3.687 ocorrências no município desde o dia 13 de agosto. Como resultado do investimento realizado pelo Governo de Pernambuco na região, Caruaru passou a ostentar uma das melhores taxas de resolução do Estado, com 106 dos 169 inquéritos que investigam mortes violentas solucionados e remetidos à Justiça, o que representa uma taxa de resolução 62,72%. 

    No complexo, que é dividido em três edificações, funcionam a Diretoria Integrada do Interior 1, a Delegacia Seccional de Caruaru, a Divisão de Homicídios do Agreste, duas Delegacias de Homicídios (a 19° e 20°), a 90° Delegacia Circunscricional e o plantão 24h, além do 4° BPM. As estruturas abrigam 115 policiais civis, desenvolvendo investigações para combater a criminalidade no município. As novas instalações permitiram a devolução de imóveis que eram alugados, representando uma economia de R$ 48 mil anuais aos cofres públicos.
    Cidades: Caruaru
    Assuntos: sei, sds, pacto pela vida, paulo camara, governo de pernambuco, biesp
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ação ambiental recolheu 257 kg de material reciclável na Buscada de São Gonçalo do Amarante

    | Meio Ambiente
    coleta

    Atividade foi realizada pelo sexto ano consecutivo, numa parceria da CPRH com a Prefeitura de Itapissuma e catadores
     
    A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Padre José Sevat contabilizou, nesta terça-feira (15), o resultado da ação ambiental realizada no domingo (13), em Itapissuma, Litoral Norte, durante a tradicional Buscada de São Gonçalo do Amarante. Numa parceria da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) com a Prefeitura do município foram recolhidos 257 quilos de latas, garrafas de plástico e de vidro, papelões e outros materiais recicláveis – 150 a mais do que na ação de 2018. Toda a orla foi percorrida, antes e depois da saída das embarcações.
     
    Com o foco na reciclagem e na preservação ambiental  –­ especialmente do Canal de Santa Cruz –, a ação foi realizada pelo sexto ano consecutivo. Além dos catadores, participaram agentes ambientais da CPRH com atuação na Área de Proteção Ambiental (APA) de Santa Cruz – entre  eles alunos do curso de Agentes Populares de Educação Ambiental –, da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Itapissuma, voluntários e escoteiros mirins do 36º Grupo de Escoteiros Chefe Luiz Costa Silva. Dividido, o grupo atuou do início ao fim do evento religioso marítimo-fluvial. 
     
    Todo o material recolhido foi encaminhado à Associação Padre Sevat, que pelo trabalho que realiza foi homenageada em 2018 com o Certificado de Amigo do Meio Ambiente, concedido pela CPRH durante a entrega do Prêmio Vasconcelos Sobrinho.  Este ano, na parceria com a Prefeitura de Itapissuma, os catadores da associação também vão atuar na parte profana da festa de São Gonçalo do Amarante, que terá sua programação de quinta (17) a domingo (20) desta semana, com shows no Pátio de Eventos do município. A coleta seletiva ajudará a ação.
    Cidades: Itapissuma
    Assuntos: semas, cprh, coleta seletiva
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco alcança, em 2018, a maior redução de homicídios desde a criação do Pacto Pela Vida

    | Segurança

    ppv

    Registros de CVLIs caem 23,2% em relação a 2017, com 1.261 vidas salvas. A diminuição é a mais expressiva na série histórica do PPV, implantado em 2007

    CARUARU - Transparência, compromisso e integração. Foi com esse conjunto de esforços permanentes que Pernambuco alcançou, em 2018, uma diminuição de 23,2% no número de homicídios, em relação a 2017, representando a maior redução nos registros de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) desde a criação do Programa Pacto Pela Vida, em 2007. Os números foram apresentados pelo governador Paulo Câmara nesta terça-feira (15.01), em entrevista à imprensa concedida no município de Caruaru, Agreste Central do Estado. No ano passado foram registrados 4.166 homicídios, contra 5.427 contabilizados em 2017 e 4.480 em 2016.

    Em dados absolutos, a redução anual é a mais significativa dessa série histórica do PPV: 1.261 vidas foram salvas. Ainda de acordo com o balanço apresentado pelo governo, dezembro de 2018 foi 13° mês consecutivo de queda desse tipo de crime, com -22,7% em relação ao mesmo período de 2017. "Viemos aqui com o secretário Antônio de Pádua, com os comandantes das Polícias Militar e Civil, com todas as operativas da região, para apresentar os números de dezembro de 2018 e do ano inteiro. Foi um ano em que conseguimos uma redução expressiva, cerca de 23% nos homicídios. A maior redução da história do Pacto Pela Vida”, afirmou.

    De acordo com Paulo Câmara, a curva de redução que está acontecendo em Pernambuco é uma das maiores do Brasil, e o Agreste foi uma região onde essa queda é ainda mais acentuada. “Também vim aqui pactuar 2019. Precisamos que este ano seja ainda melhor do que 2018. Muita coisa tem que ser feita, ainda há muito que melhorar, mas estamos em um caminho positivo e é nesse caminho que vamos seguir, com reduções de mês em mês", reforçou.

    O governador citou a prevenção dos crimes como uma das prioridades no enfrentamento à violência, e explicou como essa ação será reforçada. "Primeiro passo é reforçar o trabalho de educação. Pernambuco tem hoje a educação no ensino médio de melhor qualidade do Brasil, os indicativos mostram isso. Outro ponto é aprimorar as parcerias com os municípios, porque a educação fundamental dos municípios tem que estar cada vez mais próxima do Estado, para podermos ajudar a fazer a gestão. E por fim, cuidar da prevenção, principalmente na questão social”, destacou.

    Ele acrescentou ainda que, exatamente com esse objetivo, foi criada neste segundo governo a Secretaria de Políticas de Prevenção às Drogas. “Para impedir que os nossos jovens entrem nesse mundo, que é responsável por 70% da violência que ocorre em Pernambuco e no Brasil. Precisamos ter esse olhar social. Então é isso: parceria com os municípios, foco na educação e, principalmente, foco na prevenção junto às áreas mais vulneráveis do Estado", cravou.

    A segunda melhor marca obtida no Programa Pacto Pela Vida foi registrada em 2010, quando a retração foi de 12,67%, em contraste com 2009 – ano que detém o terceiro maior patamar, com -11,26% em relação a 2008. Em relação a dezembro do ano passado, Pernambuco alcançou o 13º mês seguido de diminuição desse tipo de crime, com -22,7%, quando comparado com o meso período no ano anterior. Se em 2017 ocorreram 395 mortes violentas intencionais no último mês do ano, em 2018 o número de vítimas foi de 305. Quanto à taxa por 100 mil habitantes em Pernambuco, houve um recuo de 24,1% nos CVLIs em 2018, comparado com o índice de 2017. No ano passado, foram 43,29 casos por 100 mil habitantes, contra a de 57,05 verificados no total dos 12 meses precedentes. Inclusive, o patamar de 2018 nesse indicador baixou em 19,7% na comparação com o ano de início do PPV (2007), que havia sido de 53,91 por 100 mil.

    Na avaliação do secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, os dados espelham a prioridade dada pelo Governo do Estado ao setor de segurança pública. “É evidente que precisamos avançar, porém é inegável que as forças de segurança pública estão, hoje, trilhando um caminho que vem dando resultados efetivos à população. O investimento em 2018 na área alcançou o recorde de R$ 5,160 bilhões, permitindo ampliar a infraestrutura, aumentar o aporte de recursos para inteligência, renovar viaturas e equipamentos e contratar 2.860 aprovados nos concursos das Polícias Militar, Civil e Científica, bem como do Corpo de Bombeiros Militar. Isso é priorizar a vida das pessoas. Em 2019, seguiremos firmes no combate à criminalidade para fazer um Pernambuco ainda mais seguro para os cidadãos”, enfatizou Pádua.

    A seguir, o detalhamento dos números:

    Municípios com zero CVLI no ano
    Seis municípios e um distrito do Estado finalizaram 2018 sem registro de CVLIs, a maioria no Sertão. Além de Fernando de Noronha, não houve vítimas em Brejinho, Calumbi, Quixaba, Santa Cruz, Serrita (todos no Sertão) e em Salgadinho, no Agreste. Quando se considera apenas o mês de dezembro, 92 municípios e Fernando de Noronha não contabilizaram nenhum CVLI (veja lista no final do texto).

    Além dos municípios que não registraram CVLIs em 2018 e, portanto, reduziram esse tipo de crime em 100%, outras cidades destacaram-se com altos percentuais de queda nos homicídios. Bodocó, no Sertão, finalizou o ano com -86% em número de mortes violentas intencionais (de 14 em 2017 para 2 em 2018). Em João Alfredo, no Agreste, os CVLIs caíram de 12 para 2 (-83%). Os municípios que apresentaram queda de 80% de 2017 para 2018 foram: Cedro e Santa Terezinha, ambos saindo de 5 para 1 caso; e Jataúba e São Benedito do Sul, cada um passando de 10 para 2 vítimas de homicídio.

    Capital tem 191 vidas salvas
    Depois de atingir 791 casos de homicídio em 2017, o Recife teve 191 vítimas a menos em 2018, tendo sido computados 600 CVLIs. Um decréscimo de 24,15% no contraste entre os dois anos. No que concerne apenas ao mês de dezembro, a variação desse indicador de segurança na capital variou caiu em -16,67%, passando de 60 para 50 crimes desse tipo notificados.

    “Trata-se de uma redução progressiva e consistente. Em algumas Áreas Integradas de Segurança (AIS) da capital, conseguimos os melhores resultados em vários anos. Na AIS 1, por exemplo, que abrange o bairro de Santo Amaro, houve duas vítimas de CVLIs em dezembro, maior apenas do que em março de 2015. Já na AIS 2, que tem sede no Espinheiro, em 2018 verificamos o mais baixo registro anual de homicídios dos últimos cinco anos, com 69 ocorrências”, detalhou o secretário de Defesa Social.

    Agreste apresenta maior redução
    A região de Pernambuco onde mais fortemente se sentiu a diminuição dos CVLIs foi o Agreste, com -31,08%. De 2017 para 2018, 441 vidas foram salvas nesse conjunto de municípios, saindo de 1.419 homicídios para 978. Nos últimos dois anos, o Agreste recebeu investimentos como o 1º Batalhão Integrado Especializado (1º BIEsp), sediado em Caruaru, que atende a mais de 3 milhões de habitantes da região, além da 11ª Companhia Independente da PMPE, que fica em Lajedo e abrange 120 mil moradores também de cidades vizinhas.

    Caruaru foi um destaque na região, pois apresentou o menor número de mortes violentas intencionais dos últimos quatro anos, com 169 CVLIs em 2018. Em relação  a 2017, a diminuição na cidade mais populosa do Agreste ficou em 35,49%. Da mesma maneira, a Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17), sediada em Santa Cruz do Capibaribe, apresentou a menor ocorrência de homicídios dos últimos cinco anos, com 140 casos.

     As demais regiões também registraram redução. A Região Metropolitana (sem incluir a capital) teve a segunda queda mais expressiva nesse comparativo entre 2018 e 2017, com -21,07%, passando de 1.571 para 1.240 registros de homicídios. Jaboatão dos Guararapes atingiu a menor taxa de homicídios por 100 mil habitantes desde 2004, ano de início da série histórica de estatísticas da SDS. Foram 45,28 vítimas de CVLIs por 100 mil habitantes em 2018. Em números absolutos, no ano passado houve queda de 20% quando se compara com 2017: de 398 para 317 casos.

    Já a Zona da Mata atingiu -18,48%, saindo de 1.039 para 847 homicídios. No Sertão, houve 501 vítimas em 2018, isto é, -17,46% em relação aos 607 casos de CVLIs em 2017. Também nessa área da Diretoria Integrada do Interior 2 (Dinter 2) houve 11 datas em dezembro nas quais nenhum homicídio ocorreu: dias 3, 7, 9, 10, 13, 16, 18, 19, 25, 27 e 28.

    Feminicídios e estupros têm retração
    Os crimes classificados como feminicídio em Pernambuco chegaram a quatro no mês passado – quatro a menos do que em dezembro de 2017, uma redução de 57,1%. Em todo o ano passado, foram registrados 75 inquéritos de feminicídio, um a menos do que em 2017. No que tange ao crime de estupro, dezembro de 2018 computou 48 denúncias a menos que em 2017, o que, em termos percentuais, representa -24,37%. De 197 casos reportados às autoridades policiais naquele mês de 2017, passou-se para 149 ocorrências no mesmo período do ano seguinte. No cômputo geral de 2018, houve uma alta de 6,82% em comparação com o ano antecedente (de 2.361 para 2.522 denúncias).

    As denúncias de violência doméstica contra a mulher, por sua vez, cresceram em Pernambuco ao longo do ano passado, o que indica que mais mulheres procuraram as delegacias para prestar queixa contra seus agressores. Perfizeram, portanto, 39.945 ocorrências em 2018, contra as 33.493 do ano anterior, correspondendo a uma variação de 19,26%. Dezembro, isoladamente, teve aumento de 15,31% (de 3.056 para 3.524 casos).

    Taxa de latrocínio cai quase à metade
    Em 2018, a taxa de roubo seguido de morte, por 100 mil habitantes, caiu 48,2% em relação a 2017. Foi de 2,63 vítimas para 1,36. Em números absolutos, significa que o Estado teve 119 vítimas de latrocínio a menos, saindo de 250 crimes do tipo para 131 de um ano para o outro. Somente em dezembro do ano passado foram sete casos, contra oito em dezembro de 2017.

    Atividades criminosas são principais motivações
    Dos 4.166 homicídios registrados em Pernambuco em 2018, mais de dois terços estão relacionados ao tráfico de drogas, acertos de contas e outras atividades criminosas. Ou seja, 67,83% dos crimes violentos intencionais contra a vida ocorridos nesses 12 meses foram motivados por uma dessas atividades. Em seguida, aparecem os homicídios praticados por causa de conflitos na comunidade (19,16%), conflitos afetivos ou familiares (3,22%, excetuando-se os feminicídios), latrocínio (3,1%) e feminicídio (1,8%). Entre as vítimas, 64% não respondiam a processo por crimes.

    Particularmente em dezembro de 2018, tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades delitivas corresponderam a 73,44% das motivações dos 305 CVLIs, e 71% não haviam sido submetidas ao sistema de jurisdição criminal.

    Os 92 municípios e um distrito com zero CVLI em dezembro de 2018:
    Afogados da Ingazeira, Afrânio, Agrestina, Água Preta, Alagoinha, Amaraji, Angelim, Araçoiaba, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Bodocó, Bom Conselho, Brejão, Brejinho, Calçado, Calumbi, Camutanga, Canhotinho, Carnaíba, Carnaubeira da Penha, Casinhas, Cedro, Chã de Alegria, Chã Grande, Cortês, Cumaru, Cupira, Custódia, Dormentes, Exu, Fernando de Noronha, Ferreiros, Floresta, Frei Miguelinho, Glória do Goitá, Granito, Ibimirim, Iguaraci, Ingazeira, Itaíba, Itapetim, Jataúba, Jatobá, João Alfredo, Joaquim Nabuco, Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Itaenga, Lagoa Grande, Machados, Manari, Maraial, Mirandiba, Moreilândia, Nazaré da Mata, Palmeirina, Panelas, Parnamirim, Paudalho, Petrolândia, Poção, Pombos, Primavera, Quipapá, Quixaba, Salgadinho, Saloá, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Maria do Cambucá, Santa Terezinha, São Benedito do Sul, São João, São José do Belmonte, São Vicente Férrer, Serrita, Sertânia, Solidão, Surubim, Tabira, Tacaratu, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Terra Nova, Tracunhaém, Trindade, Tupanatinga, Tuparetama, Venturosa, Verdejante e Vertente do Lério.

    Cidades: Caruaru
    Assuntos: sei, paulo camara, pacto pela vida, governo de pernambuco
    Compartilhe: Link para o post:
  • Unidades de semiliberdade no Interior promovem ações em alusão às férias

    | Juventude, Direitos Humanos

    funase

    Na programação em Garanhuns e em Petrolina, há visitas culturais, esportes e atividades artísticas

    Adolescentes de duas unidades de semiliberdade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) no Interior do Estado estão participando de atividades alusivas às férias escolares. Passeios, exposições, oficinas e atos de solidariedade estão sendo promovidos com o intuito de ajudar os socioeducandos na construção de novas perspectivas de vida e na promoção do bem comum.

    Na Casa de Semiliberdade (Casem) Garanhuns, os jovens estão sendo contemplados com atividades diversificadas. Nesta terça-feira (15), os socioeducandos visitarão a ONG Plenitude Viva e o Santuário da Mãe Rainha, ponto turístico do município. Oito adolescentes serão inseridos nas ações. Já na quarta (16), os jovens vão visitar uma exposição na Galeria do Serviço Social do Comércio (Sesc). Nesta semana, eles também já tiveram a oportunidade de jogar boliche no clube dedicado ao esporte na cidade.

    Para a coordenadora técnica da Casem Garanhuns, Paula Cibele, as atividades promovidas na unidade e o empenho dos funcionários mostram o valor da socioeducação. “Nessas atividades, os adolescentes estão se sentindo valorizados pela sociedade, uma vez que estão dispondo de espaços particulares para que eles desenvolvam atividades neste período de férias”, afirmou.

    SERTÃO – Já a Casem Petrolina promoveu um reforço na oficina de capoeira. A atividade é uma parceria entre a unidade da Funase e a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Além dos socioeducandos que já fazem parte da ação, outros adolescentes que antes não eram atendidos no projeto poderão desenvolver técnicas e ter um maior conhecimento sobre a prática.

    Cidades: Garanhuns, Petrolina
    Assuntos: sdscj, funase, casem garanhuns, casem petrolina
    Compartilhe: Link para o post: