meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Pessoa idosa: Junho supera os cinco meses deste ano em número denúncias

    | Direitos Humanos

    CIAPPI e ouvidoria da SJDH receberam 89 denúncias de violações contra a população idosa, um aumento de 147,22%, em comparação com o mês de maio

    Em casa, na rua ou em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI), a violência contra a população idosa pode ocorrer de diversos modos, que vão desde uma negligência, quando a pessoa não recebe os cuidados essenciais, a uma agressão verbal ou psicológica e, nos piores casos, a violência física. Por isso, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio do Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), tem redobrado e ampliado a sensibilização contra as violações, principalmente, neste momento de pandemia, o que gerou o aumento nas denúncias recebidas pelo órgão, no mês de junho, em comparação com os cinco primeiros meses deste ano.

    De acordo com o CIAPPI e a ouvidoria da SJDH, só em junho foram recebidas 89 denúncias. Comparado ao mês de maio, que teve 36 queixas, houve um aumento de 147,22%. Os números de violações, identificadas a partir das denúncias, foram de 192, sendo as principais: negligência, violência psicológica, física, financeira e ameaça. Já as cidades que mais apareceram nos dados, são: Recife, Paulista, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. “Cuidar da pessoa idosa é dever de todos nós, poder público, sociedade e familiares. Precisamos estar atentos aos mínimos sinais de violação para que possamos denunciar e punir os agressores”, explica o  secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. 

    Para realizar a denúncia de violações contra pessoas idosas, a população pode entrar em contato pelo telefone (81) 3182-7649, das 9h às 13h (horário especial durante a pandemia) ou pelo e-mail ciappi2016@gmail.com.

    Assuntos: ilpi, sjdh, pessoa idosa
    Compartilhe: Link para o post:
  • #145 || Pernambuco contra o novo coronavírus

    | Comunicação, Saúde

    Terça-feira, 07.07.2020

    TAXA DE OCUPAÇÃO | Pernambuco registrou hoje (7) o menor percentual de ocupação de leitos de UTI dedicados a pacientes com Covid-19 desde o final de março. A taxa de ocupação em UTIs na Região Metropolitana do Recife ficou em 68%. No Estado, a ocupação média das UTIs está em 70%, a menor desde o final de março. Nesta semana, Pernambuco chegou a 801 leitos exclusivos para pacientes suspeitos ou confirmados do novo coronavírus.

    CORONAVÍRUS | O boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, hoje (7), 509 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Desses, 381 (75%) são leves, isto é, não demandaram internamento hospitalar ou  estavam na fase final da doença; outros 128 (25%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). O Estado agora conta 66.151 casos confirmados, número que inclui as 46.722  pessoas já curadas da doença em Pernambuco. O boletim também registrou 71  novos óbitos, 27 dos quais (38%) deram-se nos últimos três dias. Com isso, o número de vítimas fatais do Novo Coronavírus em Pernambuco passou para 5.234. Leia o boletim completo:  https://bit.ly/3ffdVhi.

    SERRA TALHADA | O Governo de Pernambuco enviou para Serra Talhada um comboio de caminhões carregados de 35 respiradores, além de monitores multiparâmetro, camas hospitalares, concentradores de oxigênio, eletrocardiógrafos, equipamentos de raio-x e outros itens para assistência aos pacientes com Covid-19 da região. A entrega é mais uma etapa para a abertura, nos próximos dias, do Hospital Geral do Sertão Eduardo Campos e do Hospital de Campanha de Serra Talhada. Somados, os hospitais terão 150 leitos, dos quais 30 de UTI.

    ATENDE EM CASA | O Atende em Casa já está em 184 municípios e beneficia 9,3 milhões de pessoas (97,7% da população do estado). Mais de 85 mil usuários já estão cadastrados na plataforma, que está disponível em https://www.atendeemcasa.pe.gov.br/ e pode ser baixada gratuitamente em smartphones com sistema Android.

    PROTOCOLOS | Consulte aqui os protocolos gerais e específicos dos setores que já voltaram a funcionar:  https://bit.ly/3gDeiCw.

    FAKE NEWS | Antes de repassar alguma notícia, confirme em fontes oficiais! Confira boatos já desmentidos: https://www.pecontracoronavirus.pe.gov.br.

    Para denunciar descumprimento das medidas ligue 190.

    Assuntos: sei, boletim, covid19
    Compartilhe: Link para o post:
  • Boletim Covid-19 Fernando de Noronha

     noronha
     
    BOLETIM COVID-19 ATDEFN

    A Administração de Fernando de Noronha informa que, nesta terça-feira (07/07), foram enviadas ao Recife, para exames, amostras de 46 moradores que desembarcaram no aeroporto Wilson Campos no último sábado, 04 e passam a ser casos em investigação na ilha. Também foram enviadas para reteste, amostras de 24 trabalhadores de serviços
    essenciais que vieram no mesmo voo. Todos os passageiros permanecem isolados até que saiam os resultados dos exames. Noronha tem 3 pacientes ainda em recuperação, todos assintomáticos. Os moradores infectados vieram do continente no último dia 27/06 e cumprem quarentena em isolamento domiciliar. Ao todo foram registrados na ilha, 73 casos de Covid-19, sendo 42, identificados pelo Estudo Epidemiológico em curso no arquipélago.

    FLEXIBILIZAÇÃO DAS ATIVIDADES

    Com o controle da disseminação do novo coronavírus em Noronha, algumas atividades que fazem parte da rotina dos moradores já foram liberadas na ilha. Na última segunda-feira (06/07), o transporte público voltou a circular. Desde o último dia 26/06, restaurantes, bares e lanchonetes da
    ilha foram liberados para voltar às atividades em Noronha, com 50% da capacidade de mesas e cadeiras. Também já estão permitidas as celebrações religiosas e as atividades de equipes esportivas.

    Noronha liberou ainda o comércio varejista, salões de beleza e serviços de estética, construção civil, clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia. As praias também já podem ser frequentadas pelos moradores. Todos os setores e serviços precisam seguir o protocolo para cada atividade, publicado em nossas redes sociais. 

    RETORNO DOS MORADORES

    Moradores de Noronha que estavam no continente estão retornando à ilha, de forma gradual, desde o último dia 13/06. Os voos para Noronha voltaram a ter frequência semanal, mas apenas moradores e trabalhadores de serviços essenciais podem embarcar. Para garantir a volta para casa, é preciso fazer um cadastro na Assistência Social do arquipélago. Até o momento, se cadastraram 496 pessoas. A administração, junto com o conselho distrital da ilha, organiza os grupos para cada voo de acordo
    com as prioridades e entra em contato informando a data do retorno de cada um. Também é necessário, antes do embarque, apresentar exame com resultado negativo para Covid-19, realizado na semana da viagem. Na chegada à Noronha, moradores e servidores ficam isolados até que saia o resultado de um segundo exame, realizado na ilha. Os números para os moradores entrarem em contato com a assistência social são: (81) 9 9488 3167 / 9 8494 0311 / 9 8494 0307 / 9 9488 3165 / 9 9488 4367 / 9 9488 4367.

    PRAIAS

    O acesso às praias de Fernando de Noronha está liberado desde o último dia 25/05. Porém é necessário seguir algumas regras para prevenção da doença, que ainda pode estar circulando de TERÇA-FEIRA, 07/07/2020
    forma assintomática. São permitidas atividades físicas e náuticas, individuais, e prática de esportes com grupos de no máximo 4 pessoas, sem contato físico. Ainda estão proibidas aglomerações com mais de cinco pessoas, respeitando o distanciamento físico de dois metros entre elas, a realização de atividades de comércio, a venda ou consumo de bebidas alcoólicas e a utilização de guarda-sóis e toldos, etc.

    VIGILÂNCIA EM SAÚDE

    Para garantir o controle da circulação do vírus na ilha, é necessário que a população esteja atenta. Ao sentir qualquer sintoma gripal, o morador deverá comunicar à Vigilância em Saúde da ilha, relatar o quadro e seguir as orientações recebidas. A equipe de saúde deve ser contactada pelos números: 3619-0956 / 99488-4366.

    MEDIDAS DE PREVENÇÃO

    A Administração de Fernando de Noronha reforça a importância de ser mantido o isolamento social na ilha. Com esse objetivo, foi lançada uma cartilha com uma série de recomendações aos moradores, trabalhadores, comerciantes e empresários da ilha. Os moradores só devem sair de casa
    em caso de necessidades essenciais. O uso das máscaras é indispensável para todos que precisarem circular pelas vias públicas. As máscaras, de tecido ou descartáveis, devem ser utilizadas de forma correta, cobrindo o nariz e a boca.
    Cidades: Fernando de Noronha
    Assuntos: fernando de noronha, boletim covid-19
    Compartilhe: Link para o post:
  • Boletim Covid-19 - Comunicação SES-PE

    | Saúde
    Terça-feira, 07/07/2020

    A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (07.07), 509 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 381 (75%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Os outros 128 (25%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 66.151 casos já confirmados, sendo 20.398 graves e 45.753 leves. Além disso, o boletim registra 46.722 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 10.096 são de casos graves e 36.626 casos leves.

    Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 180 municípios pernambucanos (tabela 1), além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

    Também foram confirmados laboratorialmente 71 óbitos (sendo 39 do sexo feminino e 32 do sexo masculino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Abreu e Lima (1), Agrestina (1), Araripina (1), Belo Jardim (1), Bezerros (1), Bom Conselho (1), Cabo de Santo Agostinho (2), Cachoeirinha (2), Camaragibe (2), Canhotinho (1), Carpina (1), Caruaru (5), Casinhas (1), Catende (1), Cortês (1), Garanhuns (3), Gravatá (2), Igarassu (1), Ipojuca (1), Itapissuma (1), Jaboatão dos Guararapes (4), João Alfredo (1), Jucati (1), Olinda (2), Passira (1), Paulista (1), Recife (24), São Lourenço da Mata (2), São Vicente Férrer (1), Timbaúba (1), Trindade (2) e Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 5.234 mortes pela doença.

    As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 25 de abril e 6 de julho. Do total de mortes no informe de hoje, 44 (62%) ocorreram entre o dia 25 de abril e 3 de julho. As outras 27 (38%) ocorreram nos últimos três dias.

    Os pacientes tinham idades entre 44 e 90 anos. As faixas etárias são: 40 a 49 (3), 50 a 59 (11), 60 a 69 (20), 70 a 79 (14), 80 anos ou mais (23).

    Dos 71 pacientes que vieram a óbito, 50 apresentavam comorbidades confirmadas: diabetes (30), hipertensão (27), doença cardiovascular (25), doença respiratória (6), doença renal (5), obesidade (4), tabagismo/histórico de tabagismo (3), histórico de AVC (3), câncer/histórico de câncer (3), doença de Alzheimer (3), doença hematológica (1), doença pulmonar (1), epilepsia (1) e doença neurológica (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios.

    Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 16.455 casos foram confirmados e 20.769 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

    TAXA DE OCUPAÇÃO – Na semana em que o Estado atingiu a marca de 801 leitos de UTI destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados para a Covid-19, a ocupação de leitos de terapia intensiva exclusivos para a doença na Região Metropolitana do Recife (RMR) alcançou, nesta terça-feira (07.07), a marca de 68%. Já a ocupação média de terapia intensiva do Estado está em 70%. O percentual é o menor registrado em Pernambuco desde o final de março.  

    Essa taxa de ocupação, monitorada permanentemente pela Central de Regulação de Leitos de Pernambuco, aponta que o Estado continua em tendência de queda dos indicadores relacionados ao novo coronavírus. "Isso revela a importância dos esforços de todos - não só da abertura de leitos, como também a determinação e compreensão dos pernambucanos, que quando puderam e quando foi preciso, ficaram em casa e promoveram um dos melhores isolamentos sociais do Brasil. É graças a isto que, agora, estamos podendo prosseguir com muita segurança no nosso Plano de Convivência, sempre com base nos indicadores epidemiológicos. E mais uma vez ressalto: para não darmos para trás, precisamos que todos continuem adotando as medidas de distanciamento social, os cuidados de higiene e o uso correto das máscaras sempre que for preciso sair de casa. Nossa batalha contra a Covid-19 não acabou. O vírus ainda está entre nós e, para seguirmos em frente, precisamos do cuidado e da responsabilidade de todos", ressaltou o secretário André Longo em coletiva de imprensa transmitida no canal do Youtube do Governo. 

    SERRA TALHADA - O Governo de Pernambuco encaminhou para o município de Serra Talhada, no Sertão do Estado, nesta terça-feira  um comboio com 12 caminhões carregados com 35 respiradores, monitores multiparâmetro, camas hospitalares, concentradores de oxigênio, eletrocardiógrafos, equipamentos de raio-x, além de outros insumos e equipamentos para assistência à Covid-19 na região.

    A entrega do aparato é mais um passo do Governo de Pernambuco para a abertura, nos próximos dias, do Hospital Geral do Sertão Eduardo Campos e do Hospital de Campanha de Serra Talhada. Ao todo, serão colocados em funcionamento nos serviços 158 leitos, sendo 30 de UTI. "A abertura das duas unidades serão essenciais para garantir à assistência à Covid-19 na III macrorregião de Saúde, que tem sede em Serra Talhada, possibilitando que o Governo possa acompanhar e combater a movimentação da doença no interior do Estado", explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.


    Assuntos: ses, boletim, covid-19
    Compartilhe: Link para o post:
  • Produtoras de abacaxi de Pombos serão capacitadas para iniciar vendas online

    O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), por meio do escritório local de Pombos, inicia um projeto piloto de capacitação virtual para viabilizar a venda online de produtos online. O primeiro objetivo inicial é alcançar 30 mulheres dos Sítios Manoel Mulato, Olho D´Água e Maracujá. O trabalho é coordenado pela extensionista, Andry Lúcia, que também é responsável pela capacitação, dessas agricultoras, para beneficiamento do abacaxi.

    “A ideia é dar andamento ao escoamento da produção, que é vendida , em sua maioria, na Festa do Abacaxi, e iria executar plano para venda durante todos os meses deste ano”, explica ela, que investiu em capacitações online, nas áreas de vendas, mercado, atendimento ao cliente e Biossegurança a fim de atender essa demanda. “Juntas, definiremos estratégias para viabilizar a retomada da comercialização”, disse. O primeiro encontro foi realizado via watsap nesta terça-feira (07), com a participação de seis mulheres que contam com acesso à Internet e a smartphone. “Estamos estudando junto com a gerente do Departamento de Educação e Metodologia de Extensão Rural -(DEEM), Milze Luz, a expansão dessa capacitação para grupos de outros municípios”, finalizou Andry.

    Assuntos: ipa, capacitacao virtual
    Compartilhe: Link para o post:
  • Obras de requalificação da praça São Miguel, em Noronha, são iniciadas

     noronha

    Começam na próxima quinta-feira as obras de requalificação da praça São Miguel, também conhecida como Praça da Mãezinha, em Fernando de Noronha. O projeto, aprovado pelo IPHAN – Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, inclui a recuperação do piso, pontos de iluminação pública de led, revitalização dos brinquedos e construção de uma estrutura para eventos no local onde antes havia um teatro. A obra é uma parceria com o banco Santander, que tem uma agência localizada no sítio arqueológico da Vila dos Remédios, onde fica a praça.

    “A obra da praça foi uma contrapartida que solicitamos, pela autorização para a reforma nas  instalações da agência. Será entregue à comunidade um equipamento totalmente recuperado, mais um espaço onde as famílias noronhenses poderão desfrutar de momentos de lazer”, explicou o administrador da ilha Guilherme Rocha.

    No projeto de requalificação da praça, haverá ainda a definição de canteiros para a vegetação já existente e a pavimentação de passeios para pedestres. O memorial do antigo Teatro Aranha, será uma estrutura de pergolado coberta com bambu e vegetação. A pavimentação será em sua maior parte em piso do tipo intertravado, que permite uma drenagem de até 40% das águas da chuva. Para melhorar a iluminação no local, serão instalados sete pontos de luz, com seis luminárias de led em cada um deles.

    A reforma na agência bancária também terá foco na sustentabilidade. “O projeto aprovado pela Administração e pelo IPHAN inclui a captação de parte das águas de chuva que escorrem pelas vias e pelo telhado da agência. Essa água será captada e desviada para um reservatório com capacidade para 300 mil litros”, explica o diretor de infraestrutura da ilha, Artur Gusmão, que supervisiona as obras. A área pavimentada em frente a agência também será recuperada. O trabalho de requalificação da Praça São Miguel tem um prazo de três meses para ser concluído.

    Cidades: Fernando de Noronha
    Assuntos: fernando de noronha, obra de requalificacao, praca sao miguel
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretários mantêm uso de máscaras em unidades prisionais

    | Direitos Humanos
    O Conselho Nacional de Secretários de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej) decidiu, por unanimidade, manter a determinação do uso de máscaras nas unidades prisionais das 27 unidades da federação, com o objetivo garantir a integridade dos policiais penais e Pessoas Privadas de Liberdade (PPLs), como também dos seus familiares e demais servidores que atuam no sistema.
     
    “Estamos nos pautando pela ciência, pelas diretrizes traçadas pela Organização Mundial da Saúde e, principalmente, pelos protocolos que os estados definiram e vêm seguindo, respaldados pelo Supremo Tribunal Federal” enfatiza o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco e presidente do colegiado, Pedro Eurico.
    Assuntos: sjdh, consej, unidades prisionais, mascara
    Compartilhe: Link para o post:
  • UNIVERSO EM REDE JÁ LEVOU CONHECIMENTO A CERCA DE MIL ALUNOS EM ÉPOCA DE PANDEMIA

     compesa

    Em um cenário desafiador de pandemia se reinventar foi uma das palavras de ordem. Com o Universo Compesa não foi diferente e, mais do que nunca, fez jus a sua proposta que é levar, de forma tecnológica e interativa, a história do saneamento em Pernambuco para instituições de ensino por todo o estado. E foi pensando nos alunos que a Compesa lançou o projeto Universo em Rede, uma proposta inovadora com conteúdo educativo que já contribuiu com cerca de 1.000 alunos da rede de ensino nas suas atividades on-line com os professores.

     Com o Universo em Rede está sendo possível levar conteúdo educativo para estudantes do 4º ano do ensino fundamental ao nível superior. Dentre as atividades estão sendo realizadas “lives” com especialistas da Compesa que abordam temas sobre a importância do saneamento e seu impacto na saúde e no meio ambiente, e ainda exibidos vídeos sobre os temas de permeiam os serviços prestados pela Compesa. Até o momento, mas de 15 instituições já participaram das atividades oferecidas.

     A coordenadora do Colégio Madre de Deus, Cláudia Gomes, achou enriquecedor o projeto, principalmente em situação de isolamento social. “Foi excelente a maneira que o Universo Compesa encontrou para chegar até a classe estudantil. Todos os anos levamos nossos alunos do 5º ano para visitar o espaço que fica na sede da Compesa. Como não podemos fazer a visita física, o Universo veio até as salas de aula, trazendo muita informação de maneira lúdica, mostrando o caminho e todo o cuidado que devemos ter com a água que chega até a nossa casa”, disse ela.

     O aluno Gabriel Ribeiro Freire, 10 anos, do 5° ano do Colégio Madre de Deus, falou com entusiasmo da sua participação em uma das palestras. “Gostei muito do tema sobre o ciclo da água – o percurso que ela faz até chegar em nossas casas e os prejuízos causados pelo desperdício da água”, contou. Já participaram do projeto Universo em Rede, instituições de ensino como as escolas Souza Leão, Pontual, Conecta, Santa Terezinha, Madre de Deus, Reino Colégio e Curso, IFPE (Campus Recife e Cabo de Santo Agostinho) e CEGEMA.

     A presidente da Compesa, Manuela Marinho, avaliou como de extrema importância o projeto Universo em Rede para poder levar, principalmente nesse momento de pandemia, informações sobre a importância da água para uma melhor qualidade de vida da população. “Estamos executando um pacote de ações emergenciais para garantir e ampliar a oferta de água para a nossa população e, neste momento, estar junto aos alunos contribuindo para o aprendizado deles é motivo de orgulho”, afirmou.

     A professora do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), Campus Recife, Juliana Morais, aprovou a iniciativa e informou que o projeto Universo em Rede está proporcionado aos estudantes do curso de Saneamento do IFPE um aprendizado importante. A partir de bate-papo on-line, os estudantes podem aliar conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula com as atividades práticas desenvolvidas pela Compesa.  “Está sendo um grande estímulo para os nossos estudantes nesse período de pandemia, onde as aulas presenciais estão suspensas”, garante. 

     Para a compesiana e palestrante Valderice Alves, analista de Saneamento e especialista em Química, o Universo em Rede está sendo uma oportunidade de explicar para o público, seja criança, jovens ou adulto, todo o trabalho envolvido por trás da água que chega nas torneiras, desde a busca por fontes de água para captação, o tratamento para remover as impurezas, até a entrega ao cliente, pontuando principalmente os cuidados através do monitoramento para garantia da qualidade da água.

     “É importante também que as pessoas valorizem o uso de forma racional e evitem o desperdício. E, neste período de pandemia, destacar principalmente o esforço de todos os compesianos na garantia do abastecimento e com as ações voltadas para atendimento principalmente a comunidade mais carente”, pontua.

     ATIVIDADES – O Universo em Rede abrange três atividades: a primeira é o Tour Universo que pode ser feito acessando o site www.compesa.com.br, onde é possível conhecer um pouco mais sobre a história do saneamento, desde o seu passado, presente e propostas futuras. O Universo vai à Escola que conta com diversos vídeos disponibilizados para auxiliar os professores em suas aulas a distância e, por fim, o Bate-papo Universo Compesa online que são as “lives” com participação de especialistas e técnicos em temas que relacionem o saneamento a realidade que estamos vivendo, a importância da água para o cuidado da higiene e da saúde, ambientando assim os conteúdos com a atualidade.

     As escolas e instituições interessadas em participar pode solicitar agendamento pelo telefone (81) 3412.9039 ou pelo e-mail universocompesa@compesa.com.br.

     SOBRE O UNIVERSO COMPESA - O Universo Compesa é um espaço digital interativo e multimídia que funciona na sede da Compesa, em Santo Amaro. No espaço é realizada a transmissão da história do saneamento do Estado e propõe, com o auxílio da tecnologia e de práticas educativas, apresentar os recortes temporais e o conhecimento acerca do desenvolvimento do abastecimento de água e esgotamento sanitário e a preservação do meio ambiente. Com 150 metros quadrados de área, o Universo Compesa foi pensado para atender o público com conforto e oferece visitas mediadas para diversos públicos, desde alunos do Ensino Fundamental, escolas técnicas e universidades, até entidades sociais e grupos de empresas.

    Assuntos: Não há assuntos relacionados.
    Compartilhe: Link para o post:
  • Instituições sociais são instrumentos importantes na ressocialização de cumpridores de penas alternativas

    | Direitos Humanos

     sjdh

    ONG's, escolas,  órgãos governamentais e até parques ecológicos contribuem para o resgate da cidadania dessas pessoas
     
    É através do trabalho de prestação de serviços à comunidade em diversas instituições do estado, que muitas pessoas, autoras de delitos leves pagam a pena alternativa determinada pela justiça. Em Pernambuco, são 746 entidades cadastradas à Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), órgão da Secretaria de Justiça e   Direitos Humanos (SJDH), disponíveis para receber os cumpridores.

    Entre as instituições estão escolas estaduais e municipais, ONG's, postos de saúde, Instituição de Longa Permanência (ILPI), hospitais e até parques ecológicos. Nesses locais eles realizam várias funções, desde serviços gerais e limpeza, até atividades de almoxarifado e  administrativas. 

    O Centro Poliesportivo Comunitário de Barra de Jangada (Cepec), é uma das entidades vinculadas a Gepais que recebeu cumpridores em 2019, e continua de portas abertas. “Procuramos quebrar o gelo quando eles chegam aqui e, por isso, se tornam parceiros, desempenham suas funções e fazem a diferença, tenho certeza, na nossa vida  e na vida deles”, revela Maria Tereza Mendes da Silva, presidente do Cepec.  

    O Centro de Reabilitação e Valorização da Vida (Cervac), que completou 32 anos de funcionamento em Junho deste ano, também tem  cumpridor, que ajuda na sala de mobilidade. De acordo com a determinação da justiça, cada cumpridor presta serviço uma ou duas vezes na semana. Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico explica que "valoriza a parceria com instituições que tenham compromisso com o acolhimento, pois o processo de responsabilização perpassa ao cumprimento da pena aplicada, uma vez que promove a reflexão sobre a conduta praticada e contribui para o resgate da cidadania."

    FOTOS: Divulgação
    Assuntos: sjdh, gepais, ressocializacao,
    Compartilhe: Link para o post:
  • Em Caruaru, projeto estimula nova relação de adolescentes com a leitura

    | Social, Juventude

     funase

    Iniciativa, desenvolvida no período de até 45 dias, é uma das boas práticas pernambucanas concorrentes ao 17º Prêmio Innovare

    O contato mais próximo com a leitura proporciona a melhoria do vocabulário e o despertar do senso crítico sobre desigualdades sociais. É essa experiência que adolescentes em internação provisória na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, estão vivenciando em apenas 45 dias, período máximo em que permanecem nesse tipo de regime. A iniciativa, considerada inovadora pelos resultados alcançados em um curto tempo, já impactou 120 pessoas em menos de um ano de funcionamento e é um das práticas pernambucanas que disputam o 17º Prêmio Innovare, o principal da Justiça brasileira.

    Com o título “Entre livros e textos: leitura, diálogo e relações sociais”, o projeto reúne os adolescentes duas vezes por semana. Dos encontros, eles saem com livros emprestados para exercitarem a leitura em seus alojamentos e, na semana seguinte, discutirem sobre os temas abordados. No acervo, composto por mais de 100 exemplares, obras como “Triste Fim de Policarpo Quaresma” e “A Batalha dos Mamulengos”. Os internos são estimulados a produzir redações, anexadas aos relatórios encaminhados ao Judiciário com o intuito de mostrar o viés produtivo do período que passam na Funase e contribuir com a avaliação dos processos de cada um.

    “Os adolescentes que chegam, em sua maioria, têm problemas de autoestima. Então, essa iniciativa tem ajudado nesse processo e estimulado que aproveitem o tempo livre de forma produtiva. Costumamos levar textos com alguma intencionalidade, propondo questões de gênero, machismo, preconceito e outros temas. Fazemos a leitura em grupo, trabalhando a oralidade e estimulando que eles despertem para essas questões. É comum que, alguns encontros depois, eles passem a se perceber em algumas situações, como de racismo, e comecem a problematizar isso”, avalia a pedagoga Maurinúbia Moura, uma das autoras do projeto.

    A ação, que é voltada a internos já alfabetizados, ocorre desde setembro de 2019. Na unidade, é atendido um público oriundo de 42 municípios do Agreste e com idades entre 12 e 18 anos. “O projeto leva o adolescente a fazer uma reflexão e ele passa a ter voz por meio dessa ação. Quando é levado a esse lugar de fala, ele se percebe como indivíduo e passa entender que o espaço dele termina onde o do outro começa. Passa a pensar, inclusive, sobre a possibilidade de retorno à escola, entendendo que a educação é a melhor opção para iniciar um novo projeto de vida”, completa a assistente social Natália de Melo, também autora da iniciativa.

    A expectativa é de que, além de pleitear reconhecimento nacional, por meio da participação no Prêmio Innovare, o projeto possa ser estendido a outras unidades de internação provisória da Funase. “Mesmo tendo apenas 45 dias para trabalhar com esses adolescentes, temos buscado realizar atividades que influenciem positivamente o momento posterior da vida deles. Os resultados do grupo de reflexão e leitura nesses primeiros meses de funcionamento nos orgulham muito e têm potencial, com certeza, para obter reconhecimento nacional”, avalia a coordenadora geral do Centro de Internação Provisória (Cenip) Caruaru, Maria Clara Amorim.

    Imagens: Divulgação/Funase

    Vídeo sobre o projeto: https://youtu.be/blm_puo1Tn8

    Cidades: Caruaru
    Assuntos: sdscj, funase, adolescentes, leitura
    Compartilhe: Link para o post: