meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • Detran-PE no feriado da Proclamação da República 2019

    | Trânsito

    A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Seduh, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco - DETRAN-PE, informa que, em virtude do feriado da Proclamação da República, na próxima sexta-feira (15), não haverá expediente na sede do Órgão, localizado na Estrada do Barbalho, 889 - Iputinga - Recife – PE; nas Unidades de Táxis e Coletivos – DUAT; Circunscrições Regionais de Trânsito – Ciretrans; lojas da Autarquia nos shoppings e nos Expressos Cidadão. No sábado (16), as lojas dos shoppings e Expressos Cidadão estarão funcionando em horário normal.

    Já as Operações Rota de Fuga e Trânsito Seguro estarão com seus agentes nas ruas para garantir aos cidadãos mais tranquilidade. É importante que cada um faça seu papel. Prudência na hora de dirigir e não fazer uso da mistura fatal álcool e direção.

    detran

    Assuntos: seduh, detran, proclamacao da republica
    Compartilhe: Link para o post:
  • Curso estimula empreendedorismo para reintegrar jovens da Funase à sociedade

    | Juventude, Direitos Humanos

    empreendedorismo

    Por meio de aulas de panificação, adolescentes das duas maiores unidades socioeducativas de Pernambuco estão aprendendo sobre como gerir o próprio negócio, atuando como MEIs

    Nos últimos cinco anos, o número de microempreendedores individuais (MEIs) cresceu 120% no Brasil, ultrapassando a marca de oito milhões de pessoas. É de olho nessa tendência do mercado que adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em Pernambuco têm abraçado formações profissionalizantes especialmente voltadas para áreas em que possam desenvolver seu próprio negócio. Nesse rol, está o curso de Panificação, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que é ofertado nas duas maiores unidades de internação da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Desde o início deste mês, por meio da parceria entre as duas instituições, 15 novos profissionais foram formados e outros 26 estão a caminho da certificação.

    Com 100 horas/aula, a atividade compreende técnicas não só para o preparo de massas doces e salgadas, mas também de empreendedorismo, como as ferramentas para divulgar produtos nas redes sociais, além dos benefícios de desenvolver o próprio negócio na formalidade, atuando como MEI. As primeiras dez aulas são teóricas e abordam conceitos como preparação de alimentos, segurança do trabalho, responsabilidade ambiental, princípios de panificação, ingredientes e equipamentos. Já nas 15 aulas seguintes, os alunos colocam, literalmente, a mão na massa, pondo em prática o que aprenderam na fase inicial do curso.

    “Mesmo em crise, o mercado de panificação continua gerando emprego. Padarias e mercadinhos absorvem bem esses profissionais, principalmente os que têm qualificação. Mas, no curso, preparamos os alunos para serem empreendedores, inclusive ensinando formas de eles buscarem um grande número de consumidores pelas redes sociais. Então, eles podem atuar sem nem mesmo precisar abrir uma loja”, explica o professor Rodrigo Coutinho, do Senai. “Temos notado um envolvimento muito bom dos socioeducandos, que, no fim das aulas, obtêm certificados de uma instituição renomada, como qualquer aluno regular”, completa.

    No início deste mês, 15 concluintes do curso foram certificados no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Abreu e Lima. Atualmente, uma nova turma, com outros 26 adolescentes e jovens, teve início em outra unidade de internação – o Case Cabo de Santo Agostinho, também no Grande Recife. Só em 2019, o local já havia recebido o curso outras duas vezes, formando mais de 40 profissionais em panificação. A oferta da ação é articulada pelo Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase.

    O adolescente C.C.L.J., de 17 anos, foi um dos alunos do curso em Abreu e Lima. Ele conta que já havia tido contato com a área antes de cumprir medida socioeducativa na Funase e viu na panificação a oportunidade de seguir aprendendo. “Antes, eu ajudava minha irmã, que é confeiteira, e, com o curso, vi que eu podia evoluir. Gostei muito da parte em que o professor explicou como a gente deve usar os ingredientes e das aulas práticas. Acho que é uma coisa que eu posso fazer, sim, daqui pra frente”, planeja.

    Cidades: Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho
    Assuntos: sdscj, funase, empreendedorismo, case abreu e lima, case cabo
    Compartilhe: Link para o post:
  • Setor da Cultura aponta caminhos para reduzir desigualdades de gênero no mercado

    | Cultura

    cultura

    Encontro aconteceu na sede da vice-governadoria e recolheu ideias para a inclusão das mulheres na cadeia produtiva da cultura  

    A vice-governadora Luciana Santos coordenou, nesta terça (12), mais um fórum de diálogo do Pernambuco Com Elas, desta vez, sobre a participação feminina na cadeia produtiva da cultura. No encontro, que contou com a presença de representantes de setores como audiovisual, artesanato e produção de eventos, foram apresentadas propostas para reduzir a desigualdade de gênero nesse mercado de trabalho.

    Ao iniciar sua fala, Luciana destacou que, em um momento de crise e altos índices de desemprego, o governo do estado trabalha para ser um contraponto à gestão federal, que não prioriza o crescimento econômico.

    “Não podemos contaminar Pernambuco com o ambiente de ceticismo e desesperança que existe em nível nacional. Ninguém aqui quer vender a ilusão que nós sozinhos vamos resolver o problema da empregabilidade, mas nós vamos, a partir das nossas possibilidades, trabalhar para, por exemplo, atrair investimentos, como tem feito o governador Paulo Câmara. E, dentro das nossas oportunidades e vocações, ter um olhar para o trabalho da mulher”, disse.   

    De passagem pelo Estado para lançar seu livro “Por que lutamos?”, a ex-candidata a vice-presidente Manuela d’Ávila participou do início da reunião e ressaltou o caráter inovador do Pernambuco Com Elas.

    “Eu acho que esse trabalho que vocês desenvolvem aqui é inédito no Brasil: um grupo de trabalho permanente, que vai estruturando as políticas para enfrentar uma das faces mais cruéis da diferença que se estabelece historicamente, socialmente, culturalmente entre mulheres e homens. No dia que as mulheres tiverem independência econômica ou mais formas de viverem suas vidas, elas vão ficar cada vez mais fortes”, disse.  

    De acordo com dados do Ministério da Economia, a participação das mulheres no mundo do trabalho formal da Cultura, em Pernambuco, é hoje de 41%. Mas a média salarial delas é inferior, R$2.015, diante dos R$2.293 pagos a eles.

    No encontro, diversos participantes ressaltaram a necessidade de mapear de forma mais detalhada a presença das mulheres nesta cadeia produtiva. De acordo com o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, é preciso pensar o assunto de forma transversal e provocar outros parceiros, para que se consiga penetrar em todos os cantos do estado.

    “Precisamos conversar com todos os segmentos. A ideia é que a cultura seja um reflexo da identidade de um território, e aí cabem todos nós - do candomblé, à igreja católica, o recorte das necessidades específicas, o recorte de gênero”, apontou.

    Nos livros e debates

    O presidente da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), Ricardo Leitão, afirmou que o órgão que dirige quer contribuir para o debate de ideias relacionado às pautas femininas. Nesse sentido, anunciou que a editora está à disposição para publicar obras que abordem o tema, como forma de estimular no Estado reflexões sobre a situação da mulher hoje. Segundo ele, pode ser inclusive criado um selo com este objetivo.

    “Também colocamos à disposição nosso circuito literário, que realiza 15 feiras literárias em todas as microrregiões do estado, do Sertão ao Litoral. Podemos abrir espaços na programação para que as mulheres de Pernambuco se expressem e discutam esses temas”, colocou.

    Audiovisual e formação

    A secretária executiva de Cultura, Silvana Meireles, destacou inciativas já existentes no governo, no sentido de estimular a presença das mulheres nos espaços relacionados à cultura. Ela lembrou que, no edital do Funcultura de 2018, 62% dos projetos de obras audiovisuais selecionadas tiveram diretoras ou roteiristas mulheres, quando a média nacional não passa de 20%. “É um exemplo do que podemos adotar em outras áreas”, disse.  

    Ela falou ainda sobre a importância de formar mulheres para preencherem lacunas hoje existentes na cadeia produtiva da cultura. “Sem formação, a dependência exclusiva do artista em relação ao dinheiro do estado, não é eliminada. Precisamos dar um mínimo de autonomia”, defendeu, sugerindo ainda a possibilidade de lançamento de um edital de microprojeto para beneficiar atividades culturais de baixo orçamento, que tenham compromisso com empreendedorismo, transmissão de saber, com impacto social para mulheres.

    Karina Hoover, da Luni Produções, falou sobre as dificuldades que as mulheres enfrentam na área da cultura. “A formação da mulher está majoritariamente na base, na área de produção, que é o que faz o filme acontecer. Mas a gente é muito mal valorizada por essas funções. E no mérito também. Sinto uma falta grande de formação de mulheres para esses cargos principais, de diretora do filme, diretora de fotografia, são poucas. Qualquer processo de inclusão da mulher no mercado criativo, precisa de formação”, opinou.

    A diretora de conteúdo do Paço do Frevo, Vanessa Marinho, ressaltou a importância de ter maior representatividade de raça na cultura. “Temos que pensar na produção das mulheres negras também”, sublinhou, propondo uma articulação para que se possa encontrar saídas a partir do trabalho em rede, diante da escassez de recursos.

    A secretária da Mulher, Silvia Cordeiro lembrou que, para além da formação técnica, é preciso oferecer também uma formação cidadã e sociopolítica para as mulheres. “É preciso falar sobre a condição da mulher nem Pernambuco. A gente tem feito isso no projeto de capacitação Ela Pode. A gente fala da violência contra a mulher, da dupla jornada de trabalho, da subrepresentatividade feminina na política, porque é importante essa compreensão”, indicou.

    Fotos: Rodrigo Barradas
    Cidades: Recife
    Assuntos: vice governadoria, desigualdade de genero, pernambuco com elas
    Compartilhe: Link para o post:
  • Consórcio Nordeste reforça convite para o Itamaraty integrar missão comercial na Europa

    | Política
    consórcio

    BRASÍLIA - Uma comissão do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste) apresentou, nesta terça-feira (12.11), ao Governo Federal o planejamento da missão comercial que o colegiado realizará em países europeus, a partir do próximo dia 18. Os governadores Paulo Câmara (Pernambuco), Rui Costa (Bahia), Wellington Dias (Piauí) e o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão Júnior, aproveitaram a reunião, realizada na sede do Itamaraty, com os ministros Ernesto Araújo e Luiz Eduardo Ramos, de Relações Exteriores e Secretaria de Governo da Presidência da República, respectivamente, para reforçar o convite para a diplomacia brasileira integrar a comitiva.

    O objetivo da iniciativa é reforçar o trabalho integrado com as embaixadas para ajudar no desenvolvimento do País, por meio do Nordeste brasileiro. Durante a agenda no exterior, os gestores pretendem apresentar um mapa de oportunidades do Nordeste, com foco na ampliação de investimentos, aceleração do crescimento e geração de emprego e renda em áreas como Infraestrutura, Energias Renováveis, Parcerias Público-Privadas e Turismo.

    Diante da ocasião inédita, em que nove estados se reúnem em uma agenda internacional, o governador Paulo Câmara chamou a atenção para a oportunidade de defender e mostrar os potenciais da região. “Nessa ação conjunta, vamos colocar de forma muito clara os nossos potenciais, seja na área de energia, do turismo, que já é um grande cartão-postal nordestino, de cultura e patrimônio. Estamos em busca de mostrar que, independente da crise por que passa o Brasil, o Nordeste tem muito potencial. Temos uma mão de obra qualificada e uma infraestrutura que tem muito a ajudar a desenvolver a região, então, com certeza, tudo o que chegar no Nordeste será muito bem utilizado em nosso favor”, afirmou o chefe do Executivo estadual.

    O governador da Bahia e presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa, reforçou a importância da presença do Itamaraty na comitiva e que já está confirmada. “O ministro ficou de anunciar quem será ou serão os representantes que acompanharão os governadores. Estaremos lá fora representando e defendendo a região Nordeste e destacando as grandes oportunidades que existem nos estados nordestinos e, por isso, viemos reforçar o convite para que as embaixadas se façam presentes”, pontuou.

    O gestor detalhou, ainda, que, na próxima semana, os governadores nordestinos visitarão a França, Itália e Alemanha e, posteriormente, Espanha e China em outras datas. “Em todos os países, vamos chamar atenção para as grandes oportunidades que existem nos estados nordestinos. Precisamos passar confiança para o mundo de que investir no Brasil é bom, dá retorno e sobre a importância de desenvolver a região", frisou Rui Costa.
    Assuntos: sei, paulo camara, consorcio nordeste, itamaraty
    Compartilhe: Link para o post:
  • Secretaria de Justiça e Depen abordam mão de obra carcerária em seminário

    | Direitos Humanos

     sjdh

    A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio da Executiva de Ressocialização (Seres), e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen/MJ) promovem, até esta quarta (13.11), o II Seminário de Gestão, Fomento e Boas Práticas para a Oferta de Trabalho à Pessoa Presa. Diversos temas relacionados à mão de obra carcerária no País estão sendo discutidos no encontro que ocorre no Tribunal de Contas, na Boa Vista.

    Durante a abertura na manhã desta terça (12.11), o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, destacou a importância de Pernambuco ser sede da segunda versão do Workshop, a primeira ocorreu no Rio Grande do Sul. “Essa é uma oportunidade de pensar no futuro e conhecer a gestão e suas boas práticas. É através do trabalho que o homem adquire e cresce em dignidade”, destacou. O gestor lembrou os ganhos do sistema prisional com o Projeto de Remição pela Leitura e a implantação das bibliotecas nas unidades prisionais de Pernambuco.

    As duas apresentações, do secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues, e do diretor de Políticas Penitenciárias do Departamento Penitenciário Nacional, Abel Barradas, foram em tom de otimismo e credibilidade nas pessoas e no sistema prisional. Cícero apresentou a Caravana Seres, projeto de sua gestão cujo objetivo é promover a sensibilização e envolvimento corporativo para a disseminação das boas práticas em todas as unidades prisionais. Já Abel, abordou as estratégias de motivação com olhar voltado ao potencial de cada servidor em um contexto envolvendo funções do sistema penitenciário. À tarde, as palestras são sobre problemas e soluções do sistema prisional, promoção do trabalho e utilização da mão de obra nas empresas privadas, entre outros temas.

    Nesta quarta (13.11), estarão em pauta vantagens e dificuldades da contratação da mão de obra prisional, fundo rotativo, trabalho como forma de qualificação da mão de obra.

    Programação do seminário no http://www.seres.pe.gov.br/noticia/2185/programacao/

    Fotos: Ray Evllyn/SJDH
    Assuntos: sjdh, depen, seminario, mao de obra carceraria
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco, UFRPE e PUC vão avaliar qualidade dos pescados no Estado

     sda

    O Governo do Estado, em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), vai avaliar a qualidade dos pescados no litoral do Estado. Ao todo, serão coletadas 150 amostras de pescados em 12 localidades pesqueiras atingidas pelo derramamento de óleo no litoral. Nesse primeiro lote, as análises ficarão sob a responsabilidade da PUC/RJ, laboratório certificado que presta serviços à própria Petrobras em questões relacionadas à contaminação por petróleo.

    Segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Dilson Peixoto, o objetivo da análise é dar segurança aos pescadores e à população de Pernambuco quanto à segurança dos pescados no litoral. “Esta análise vai nos dar condições de afirmar se houve contaminação dos pescados e, em caso positivo, em que intensidade. Só a partir dessa avaliação será possível afirmar se os pescados estão livres de contaminação e liberados para o consumo da população”, explicou o secretário, acrescentando que o foco das análises é a pesca artesanal, não contemplada pelas fiscalizações já realizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro) com a indústria e os entrepostos com cadastro federal e estadual.

    A previsão é que em dez dias sejam liberados os primeiros resultados. As primeiras 50 amostras foram enviadas à PUC nesta segunda-feira (11) e as amostras restantes devem ser enviadas ainda esta semana. A coleta está sendo realizada por alunos do departamento de Engenharia de Pesca da Universidade e extensionistas do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA).

    Entre as espécies coletadas estão moluscos (ostra, marisco e sururu), peixes (budião, saramunete, sapuruna, tainha, xaréu, manjuba, agulha, camurim, vermelho, pampo, bonito, dourado, bagre, raias e cações) e crustáceos (lagosta, camarão, caranguejo, guaiamum e siri). As coletas estão sendo realizadas nos estuários do Rio Capibaribe, Itapissuma, Itamaracá, Igarassu, Goiana, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Rio Formoso, Tamandaré, Ipojuca e São José da Coroa Grande.

    Após essas primeiras coletas, será iniciado um trabalho de monitoramento dos pescados no litoral de Pernambuco, por prazo indeterminado. “Esse tipo de acidente, com possibilidade de contaminação por hidrocarbonetos, tende a deixar vestígios por muito tempo, por isso a necessidade de manter o monitoramento dos pescados por meses e até anos”, detalhou Dilson Peixoto.

    A expectativa é que esse trabalho de monitoramento seja assumido pelo Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), que atualmente está em fase de certificação de seu laboratório para análise de contaminação por hidrocarbonetos.

    BALNEABILIDADE

    Na última sexta-feira (8), a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) divulgou o resultado de análise das águas no litoral pernambucano. Após duas baterias de análises, realizadas pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) em parceria com outras instituições, não foram detectadas nas amostras presença de hidrocarbonetos, compostos orgânicos encontrados no petróleo e que, em grandes concentrações, podem causar danos à saúde. Ao todo, foram examinadas amostras de 16 praias, buscando identificar os 21 principais compostos presentes no petróleo e todas foram consideradas próprias para o banho.

    Assuntos: governo de pernambuco, sda, analise dos pescados
    Compartilhe: Link para o post:
  • SCGE apoia implantação de Unidade de Controle Interno na Funase

     scge

    Equipe da Diretoria de Monitoramento, Avaliação e Controle (DMAC) da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE) esteve reunida nesta terça-feira, dia 12, com a presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), Nadja Alencar. Na ocasião, a diretora da DMAC, Elisângela Lôbo, apresentou a estrutura do trabalho desenvolvido no intuito de orientar a implantação de uma Unidade de Controle Interno (UCI) na Funase, órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

    “O que nossa equipe vem fazendo, com muito afinco, é primordial para sensibilizar, capacitar e orientar os gestores públicos que atuam na atividade de controle interno da gestão pública estadual. Todo esforço institucional vem sendo feito no sentido de dar o suporte necessário para a implantação e adequação do funcionamento das UCIs em cada órgão”, frisou a secretária da SCGE e ouvidora-geral do Estado, Érika Lacet.

    Representando a Funase, também participaram da reunião, as superintendentes Iris Borges (Política de Atendimento), Ângela Webber (Gestão de Administração e Finanças), Maria José Galvão Gueiros (Planejamento e Orçamento) e Nadja Oliveira (Gestão de Trabalho e Educação) e a titular do Controle Interno, Joanna de Angelis.

    Pela SCGE, além de Elisângela Lôbo, esteve presente no encontro, o servidor Jeison Silva, que integra a equipe da Coordenadoria das Ações de Controles Internos (CCI/DMAC). Vale destacar que dentro da estrutura da SCGE, a CCI tem a missão de monitorar e orientar as atividades de controle interno das entidades diretas e indiretas do Poder Executivo Estadual. Outra atribuição é acompanhar as atividades com base nos parâmetros e procedimentos de gestão de risco da entidade.

    LEGISLAÇÃO – A organização das Unidades de Controle Interno passou por alterações a partir do Decreto 47.087/2019, com regras complementares regulamentadas pela Portaria SCGE 011/2019. Assinado pelo governador Paulo Câmara e publicado no Diário Oficial do dia 02 de fevereiro deste ano, o decreto atende a necessidade de estabelecer mecanismos adequados de governança e assegura a credibilidade da atuação das unidades responsáveis pelo controle interno dos órgãos e entidades da administração pública estadual.

    Em sua elaboração, foi levada em consideração a necessidade de identificar os riscos, estabelecer controles organizacionais e aumentar a eficácia dos sistemas de gerenciamento, respectivos. Coordenado pela SCGE, a regulamentação dos processos de trabalho, dos procedimentos e das competências formais do sistema de controle interno vem contribuindo ainda mais para a melhoria da qualidade dos produtos e serviços oferecidos à sociedade e a outras áreas da administração pública.

    Assuntos: scge, dmac, controle interno
    Compartilhe: Link para o post:
  • Centro Cultural Cais do Sertão abraça o II Encontro de Artes e Cultura do Pajeú

    | Turismo

     setur

    Festival conta com diversidade de poesia, música, dança, cinema, artesanato no vão livre do museu entre os dias 15 e 17 de novembro

    O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer do Estado de Pernambuco e da  Empetur, em parceria com a Prefeitura do Recife, a Companhia Editora de Pernambuco, o Instituto Lourival Dantas e a Pitú abraçam a segunda edição do Encontro de Artes e Cultura do Pajeú. O evento acontecerá no Espaço Umbuzeiro, mais conhecido como o vão livre, do Centro Cultural Cais do Sertão entre os dias 15 e 17 de novembro. As atividades são gratuitas para todos os públicos, que poderá conferir as atrações a partir das 15h.

    Toda a programação do segundo encontro será marcada pela pluralidade de música, poesia, dança, cinema, artesanato, que compõe o universo artístico dos municípios do Pajeú. A abertura do evento conta com apresentação da Orquestra Juvenil do Conservatório Pernambucano de Música. O grupo convidado fará pout-pourri de Xote, “Marcas da Nossa Terra”. O encontro dará continuidade com entidades em Fórum em Defesa da Cultura do Pajeú. 

    Na sexta-feira (15), durante a abertura haverá uma rodada de conversa em defesa da  cultura do Sertão do Pajeú que contará com a presença do Secretário estadual de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes; Secretário Estadual de Cultura, Gilberto Freyre; da Vice-governadora do Estado de Pernambuco,  Luciana Santos; da Assessora Especial do Gabinete do Governador, Luciana Azevedo, do presidente da CEPE, Ricardo Leitão; da Secretária de Cultura do Recife Leda Alves; do Prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota,  Gestor da Secretaria Estadual de Educação, Niedson; e do Pesquisador, poeta e professor, Ezio Rafael.

    O projeto nasceu em 2006, no Sítio da Trindade, trazendo como homenageado o professor Paulo Marques, da UFRPC, e pôde reunir artistas , poetas e toda riqueza cultural do Pajeú. De acordo com o Secretário de Turismo de Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, a missão do evento é trazer o sertão para mais perto da metrópole. “Este segundo encontro de Artes e Cultura do Pajeú é uma parte do nosso precioso projeto em fazer o interior ser cada vez mais falado e procurado pelos pernambucanos. O nosso sertão é rico em cultura, música, arte e, sobretudo, afeto e isso precisa ser divulgado. Os pernambucanos precisam conhecer seu Estado”, destaca.

    O primeiro dia do encontro promove debates enriquecedores sobre o audiovisual e shows de atrações locais. Os cineastas Jefferson Sousa, diretor de “Leonardo Bastião - O Poeta Analfabeto; Alexandre Alencar, realizador de “Rio Feiticeiro”; Petrônio de Lorena, de “ O Silêncio da Noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras”; e Zé Dantas Carrilo, de “Psiu” exibem seus filmes e debatem sobre a produção audiovisual e os personagens que compõem a mise-en-scène do Sertão do Pajéu. Para finalizar o primeiro dia haverá  apresentações musicais com Bia Marinho e Tonfil, Banda de Pífano, Sebastião Dias e Carlos do Pajeú, e Flávio Leandro.

    “A realização do segundo encontro desperta em nós, o sentimento de pertencimento de ser pernambucano, brasileiro e, sobretudo, sertanejo. A divulgação da cultura é uma conquista diária. Com a conjuntura social voltada à tecnologia, torna-se urgente preservar as nossas raízes culturais e o entorno que nos guia ao longo da vida”, pontua a produtora executiva do evento, Rosa Santana.

    Ao longo dos dias 16 e 17 de novembro, o público será contemplado com as atrações do Microfone Aberto, com histórias e expressões da nossa gente. Odilia, Orquestra Sanfônica de Carnaíba abrem os shows do sábado (16), seguido de Encontro de Uilombolas, com performances do Coco do Leitão da Carapuça e Coco Bongar. Também se apresentam Paulo Matricó, Mendol do Acordeon, Elis de Triunfo, Alisson Islan e Em Canto e Poesia. Já o encerramento do encontro, no domingo (17), reserva uma Mesa de glosa com os poetas Alexandre Morais, Zé Adalberto, Lucas Rafael e representantes de Tabira e Brejinho, além de shows Jonatas Malaquias e Henrique Brandão e Carretas de Triunfo com participação do Maestro Spok.

    Programação:

    DIA 15/11 – Sexta-feira 
    14h – Credenciamento para o Fórum em Defesa da Cultura do Pajeú 
    15h – Abertura com apresentação da ORQUESTRA JUVENIL DO CONSERVATÓRIO PERNAMBUCANO DE MÚSICA (Pout pourri de Xote) 

    15h30 – Abertura do FÓRUM - Composição da Mesa 
    Luciana Santos – Vice-governadora do Estado de Pernambuco 
    Luciana Azevedo – Assessoria Especial do Gabinete do Governador 
    RodrigoNovaes–Secretário Estadual de Turismo e Presidente da   EMPETUR 
    Gilberto Freire – Secretário Estadual de Cultura 
    Ricardo Leitão – Presidente da CEPE  
    Lêda Alves – Secretária de Cultura da Cidade do Recife 
    Anchieta Patriota – Prefeito de Carnaíba 
    Niedson – Gestor da Secretaria Estadual de Educação 
    Ezio Rafael – Pesquisador, Poeta e Professor    

    17h30 – Lançamento do Filme Leonardo Bastião – O Poeta analfabeto - Jeferson Sousa (22min) 
    18h – Apresentação dos Filmes: Rio Feiticeiro – Alexandre Alencar / Filme O Silêncio da Noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras - Petrônio de Lorena / PSIU – Documentário de Zé Dantas – Direção de Carrilho 
    20h30 – Banda de Pífano – São José do Egito 
    21h     – Sebastião Dias e Carlos do Pajeú (Tabira) 
    21h30 –   Bia Marinho e Tonfil (São José do Egito) 
    22h30 – Flávio Leandro (Bodocó) 
    24h – Encerramento 

    DIA 16/11 - Sábado 
    11h – Abertura da Feira 
    Microfone Aberto (expressões de nossa gente) 
    14h – Odilia (Ingazeira) 
    15h – Orquestra Sânfonica de Carnaíba 
    16h – Encontro de Coco do Leitão da Carapuça (Afogados de Ingazeira)  e                                UILOMBOLAS Coco Bongar (Olinda)  
    18h – Paulo Matricó (Tabira) 
    19h – Mendol do Acordeon (Itapetim) 
    20h – Elis de Triunfo 
    21h – Alisson Islan (São José do Egito) 
    22h – Em Canto e Poesia (São José de Egito) 
    23h30 – Encerramento  

    DIA 17/11 – Domingo 
    11h – Abertura da Feira 
    Microfone Aberto (expressões de nossa gente) 
    14h – Pé de Serra (Afogados de Ingazeira) 
    Microfone Aberto (expressões de nossa gente) 
    17h – Mesa de Glosa 
     Coordenador da Mesa: Jorge Filó 
     Alexandre Morais – Afogados de Ingazeira 
     Zé Adalberto - Itapetim 
     Lucas Rafael – São José do Egito 
     Representante de Tabira 
     Representante de Brejinho 
    18h30 – Jonatas Malaquias de Carnaíba com participação especial de Henrique Brandão de Serra Talhada 
    19h30 – Apresentação dos Caretas de Triunfo com participação especial do Maestro Spok (Recife)


    Cidades: Recife
    Assuntos: setur, cais do sertao, encontro de artes e cultura
    Compartilhe: Link para o post:
  • “Vocês não entenderam The Wall?”

     cepe

    Revista Continente de novembro traz HQ exclusiva sobre os 40 anos do icônico álbum do Pink Floyd, com direito a pôster

    Todo mês a Revista Continente, publicação da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) oferece aos seus leitores uma história em quadrinhos. E a galera curte bastante o formato de leitura e os temas. Vide o sucesso que a HQ sobre a história de Alceu Valença, ilustrada por Celso Hartkopf alcançou nacionalmente. Neste mês de novembro a publicação traz 16 páginas da HQ Vocês não entenderam The Wall?, além de um pôster em homenagem aos 40 anos do álbum The Wall, do Pink Floyd. Considerado um dos melhores discos de rock de todos os tempos, lançado em 30 de novembro de 1979, trata-se da obra mais politizada da banda, pois desenhava o cenário opressor da época. 

    A história contada pelo designer Yellow e ilustrada pelo também designer Thales Molina mostra como Roger Waters, frontman da banda, tem expressado ultimamente uma postura política em seus shows. Na última turnê, inclusive, muitos fãs reclamaram da abordagem política de Waters. Inclusive no Brasil, como contam os quadrinhos. “Quando a turnê passou pelo Brasil, antes das eleições presidenciais de 2018, Roger Waters fez homenagens a Marielle Franco, Mestre Moa do Katendê, e, principalmente, denunciou o candidato ultraconservador que terminou por vencer”. 

    Estigmatizada como ‘banda psicodélica’, foi somente a partir do disco Dark side of the moon que o grupo passou a investir em letras com teor social. A HQ conta como foi produzido o show que depois virou filme, e como Waters passou de menino mimado egoísta a corajoso ativista. 

    Confira a HQ na íntegra no site da Revista Continente no link abaixo:

    https://www.revistacontinente.com.br/edicoes/227/voces-nao-entenderam--the-wall-r 

    Assuntos: cepe, revista continente, hq
    Compartilhe: Link para o post:
  • População de Palmares terá grande Ação de Cidadania

     spvd

    O município de Palmares, na Mata Sul, recebe na quarta-feira (dia 13), o mutirão de serviços gratuitos disponibilizados pela Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas. A Ação de Cidadania ocorrerá na Praça Doutor Paulo Paranhos, no centro da cidade.

    A população do município e de cidades vizinhas terá à disposição serviços importantes reunidos em um único local. São serviços como a emissão de CPF, segunda via das carteiras de Identidade (RG) e das certidões de nascimento, casamento e óbito. Quem necessitar, também poderá fazer o agendamento para tirar a Carteira de Trabalho (CTPS). O Posto Itinerante do Detran estará presente como a oferta de todos os serviços do órgão, inclusive renovação da carteira de motorista.

    A Ação de Cidadania começa às 8h e segue até as 12h, com atendimento por ordem de chegada. As mulheres terão um motivo a mais para ir ao mutirão: lá será oferecido o exame preventivo de câncer do colo do útero. Para realiza-lo é necessário apresentar um documento de identificação e o cartão do SUS.

    No mutirão de serviços à população, também poderá realizar o cadastro no Alerta Celular e receber orientações do Procon sobre direitos do consumidor.

    Manari – Na quinta-feira (dia 14), a Ação de Cidadania será no município de Manari, situado no Sertão do Moxotó, distante 355,1 quilômetros do Recife. O mutirão de serviços acontecerá nas dependências da EREM Coronel Manoel de Souza Neto (Rua Dom Pedro I, nº 85), no centro da cidade.

    Entre os serviços, disponibilizados em parceria com a prefeitura municipal, estão a emissão de documentos (CPF, RG, CNH e certidões de nascimento, casamento e óbito), cadastro no Alerta Celular, negociação de débitos com a Compesa e orientações do Procon.

    Cidades: Palmares
    Assuntos: spvd, acao de cidadania, mutirao
    Compartilhe: Link para o post: