meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • SCJ participa da 8ª Bienal Internacional do Livro

    , por Assessoria de imprensa | Educação

    Professores e educadores das redes municipais do interior e da capital do estado e membros das Secretarias de Educação participarão da mostra “O Lugar da Leitura na Educação Infantil”, promovida pela Secretaria da Criança e da Juventude (SCJ), dentro da 8ª Bienal Internacional do Livro de Pernambuco. Em três encontros - dias 24 e 26 de setembro e dia 1º de outubro, das 13h às 13h50 – eles vão discutir as diferentes estratégias de formação de leitores na educação infantil, como a circulação de acervos entre as escolas, famílias e a comunidade, dentro do espaço Círculo das Idéias. 

    O espaço mostrará a importância da leitura na faixa etária que vai até os seis anos e da formação dos educadores para trabalhar com leitura e literatura infantil, bem como ambientar as crianças ao mundo da leitura. Os especialistas também abordarão as diferentes maneiras de escolher e apresentar os livros ao público infanto-juvenil e como torná-los um objeto de lazer, além das diversas formas de deixá-los acessíveis a esse público.

    Entre os palestrantes estão a autora e ilustradora dos livros de literatura infantil, Rosinha Campos; a jornalista, formada em Literatura brasileira e doutora em História da Arte pela Universidade de Barcelona, Graça Ramos; a professora do Centro de Estudos da Educação e Linguagem e organizadora do livro Ler e Escrever na Educação Infantil: discutindo práticas pedagógicas, Ester Calland de Sousa Rosa, e profissionais da equipe de Educação do Centro de Cultura Luiz Freire e do Cepoma.

    Leitura no Brasil - De acordo com o Inaf 2009 (Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional), apenas 25% da população brasileira entre 15 e 64 anos têm domínio pleno da leitura e da escrita — ou seja, é capaz de ler e compreender textos longos, localizar e relacionar informações, comparar dados, fazer uma análise crítica do que lê. Outro dado preocupante do estudo é que cerca de 7% dos brasileiros na mesma faixa etária são analfabetos absolutos. São cerca de 9 milhões de pessoas incapazes de realizar tarefas simples que envolvam a decodificação de palavras ou frases.

    Confira a programação completa da mostra “O lugar de leitura na Educação Infantil”:

    Dia 24 de setembro de 2011

    Formação de leitores, circulação de acervos e organização de ambientes de leitura na RMR e em diferentes municípios e comunidades étnicas do Estado.

    Patrícia Freire e Rogério Barata – Centro de Cultura Luiz Freire, Carmo-Olinda

    As Malas de leitura do CEPOMA: biblioteca interagindo com as famílias

    Isamar Martins – Biblioteca Comunitária do CEPOMA, Brasília Teimosa-Recife

    Patrícia Freire é integrante da equipe de Educação do Centro de Cultura Luiz Freire e professora de Educação Infantil da rede pública, com experiência de gestão e coordenação pedagógica de creche. É membro do Fórum em Defesa da Educação Infantil de PE.

    Rogério Barata é integrante da equipe de Educação do Centro de Cultura Luiz Freire, com larga experiência em formação de leitores e organização de cantinhos e salas de leitura. É membro do Fórum em Defesa do Livro, da Leitura e das Bibliotecas, PE.

    Isamar Martins é integrante da equipe do Centro de Educação Popular Mailde Araújo (CEPOMA), responsável pela biblioteca e coordenadora do projeto Rede de Leitura, que envolve um grupo de bibliotecas comunitárias da Região Metropolitana do Recife.


    Dia 26 de setembro de 2011

    Ler e escrever na educação infantil: Aproximando a escola da família através da circulação de livros

    Ester Calland de Sousa Rosa e Maria Solange Brandão (UFPE/CEEL)

    Ester Calland de Sousa Rosa é professora da UFPE e membro do Centro de Estudos da Educação e Linguagem. É doutora em Psicologia pela USP e organizadora do livro Ler e Escrever na Educação Infantil: discutindo práticas pedagócias, publicado pela Autêntica.

    Maria Solange Brandão é professora da rede pública e colaborou durante os anos de 2005 a 2008 integrou a equipe da Gerência de Biblioteca e Formação de Leitores da rede municipal de ensino. É autora do projeto Mala de Leitura, aqui apresentado.


    Dia 01 de outubro de 2011

    A imagem nos livros infantis: caminhos para ler o texto visual

    Graça Ramos e Rosinha Campos (autoras)

    Graça Ramos é autora do livro que dá título a palestra, publicado pela Editora Autêntica. É jornalista, formada em Literatura brasileira e doutora em História da Arte pela Universidade de Barcelona.

    Rosinha Campos é autora e ilustradora de vários livros de literatura infantil, inclusive O Batalhão das Letras, de Mário Quintana, comentado por Graça Ramos e O Baile do Menino Deus de Ronaldo Correia de Brito, entre outros.

    Assuntos: bienal, internacional, livro
    Compartilhe: Link para o post:
  • Eduardo debate com lideranças e pede fortalecimento de recursos para a saúde

    , por Assessoria de imprensa | Saúde

    O governador Eduardo Campos defendeu nesta quarta-feira (21/09) o aprofundamento da discussão para a aprovação de mecanismos que assegurem recursos para o financiamento da saúde. Avisou, porém, que é contra a criação de um novo tributo.

    O governador Eduardo Campos defendeu nesta quarta-feira (21/09) o aprofundamento da discussão para a aprovação de mecanismos que assegurem recursos para o financiamento da saúde. Avisou, porém, que é contra a criação de um novo tributo.

    "Perdemos a hora. Quando a CPMF não foi utilizada com exclusividade para a saúde, abrimos a possibilidade da rejeição da matéria em 2010. Agora temos que buscar alternativas", disse o governador ao participar de reunião promovida pelo presidente da Câmara, Marco Maia.

    Eduardo Campos apoiou a proposta de Marco Maia, de criar uma comissão suprapartidária para discutir alternativas. "Sou contra a criação de um novo imposto, mas sem dúvida temos que viabilizar recursos, porque a crise da saúde é grave. Acreditamos que a saída será encontrada no debate", acrescentou.

    A aprovação da emenda constitucional 29, consumada na Sessão desta quarta-feira sem previsão de fonte de recursos, segundo Eduardo, é um passo à frente e importante. "Mas ainda temos um longo caminho a percorrer. O importante é assegurar formas de contemplar os estados que já estão investindo mais de 12% da receita com a saúde, caso de Pernambuco que já está passando de 17,5% na saúde", acrescentou.

    A reunião sobre o financiamento da saúde, que contou com a participação de governadores, lideranças no Congresso e da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati, foi realizada na residência oficial do Presidente da Câmara.

    Assuntos: recurso, saude
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ministro e secretário assinam convênio no valor de R$ 6,4 milhões para projeto florestal no Araripe

    , por Assessoria de imprensa | Economia, Social

    A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, juntamente com o Ministério da Integração Nacional assinam Convênio em parceria com a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco - Codevasf, no valor de R$ 6,4 milhões para apoiar à implantação do Programa de Desenvolvimento Florestal Sustentável da Região do Araripe, em Pernambuco.

    Carlos Percol/SEI
    Brasília - Parceria pro Araripe

    A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, juntamente com o Ministério da Integração Nacional assinam Convênio em parceria com a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco - Codevasf, no valor de R$ 6,4 milhões para apoiar à implantação do Programa de Desenvolvimento Florestal Sustentável da Região do Araripe, em Pernambuco.

    Os recursos serão investidos no levantamento da situação fundiária de áreas dos municípios com potencial para a produção florestal e que estão em processo de degradação. O projeto contempla a elaboração de planos de manejo florestal demonstrativos, a elaboração de projetos-piloto de recuperação de áreas degradadas, capacitação técnica e educação ambiental para promover a atração de investimentos sustentáveis para a região.

    A região do Araripe, em Pernambuco, na bacia do Rio São Francisco, está sob forte degradação ambiental, com o desmatamento da Caatinga. O pólo Gesseiro é a principal atividade econômica da região, responsável por mais de 13 mil empregos diretos e 66 mil indiretos, com faturamento da ordem de US$ 300 milhões por ano.

    A matriz energética da indústria do gesso do Araripe é composta de mais de 70% de lenha, retirada da Caatinga da região e de estados vizinhos. A alternativa energética poderia vir com o plantio de florestas energéticas de eucaliptos como fonte viável para a indústria do gesso na região. As florestas plantadas de rápido crescimento, destacando-se os eucaliptos, constituem uma opção economicamente e ambientalmente viável, além de que está sendo construída uma base científica fundamentada em pesquisas desenvolvidas na região.

    Assuntos: projeto, araripe
    Compartilhe: Link para o post:
  • ProRural promove seminário sobre Gestão dos Sistemas de Saneamento Rural na Zona da Mata

    , por Assessoria de imprensa | Social, Saúde

    Apresentar os resultados do Projeto de Fortalecimento das Associações Comunitárias para a Gestão do Saneamento Rural, implementado em 35 municípios da Zona da Mata de Pernambuco, com investimento da ordem de R$ 100 milhões. Com esse objetivo, a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do ProRural, promove nesta quinta-feira (22/09), a partir das 9h00, seminário com as presenças do secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, e do Gerente Geral do ProRural, José Patriota, para divulgar o balanço das atividades realizadas.

    Apresentar os resultados do Projeto de Fortalecimento das Associações Comunitárias para a Gestão do Saneamento Rural, implementado em 35 municípios da Zona da Mata de Pernambuco, com investimento da ordem de R$ 100 milhões. Com esse objetivo, a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do ProRural, promove nesta quinta-feira (22/09), a partir das 9h00, seminário com as presenças do secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, e do Gerente Geral do ProRural, José Patriota, para divulgar o  balanço das atividades realizadas.

    Entre os participantes estão representantes das associações gestoras dos sistemas, das prefeituras municipais envolvidas e de órgãos governamentais que atuam na área de saneamento e recursos hídricos no Estado, a fim de socializar conteúdos, e firmar parcerias para a gestão desses sistemas implantados ao longo de oito anos sob a coordenação do Promata e Prorural.

    O projeto Fortalecimento das Associações Comunitárias para Gestão do Saneamento Rural é uma iniciativa do Governo do Estado que priorizou  investimentos de infraestrura voltada para o saneamento e a promoção do desenvolvimento sustentável com a construção de pequenos sistemas de saneamento rural (abastecimento d’água, esgotamento sanitário e  kits sanitários) e na formação das Associações de Serviços Comunitários – Asseco, em  102 comunidades  rurais da Zona da Mata de Pernambuco.

    A implantação dos sistemas foram delegadas às associações comunitárias, bem como a responsabilidade da gestão e o controle social do empreendimento. Atualmente, como parte do processo de consolidação do modelo de gestão comunitária dos sistemas de saneamento, o Governo do Estado, vem investindo em ações junto às associações gestoras em suas localidades, através de capacitações (oficinas de educação ambiental, aulas teóricas e práticas em gestão financeira e operação dos sistemas) e acompanhamento presencial com visitas técnico-sociais e de engenharia.

    O Gerente Geral do ProRural, José Patriota,explica que do ponto de vista da autogestão, o projeto de Fortalecimento das Associações Comunitárias vem imprimindo resultados significativos à organização político-administrativa e financeira das associações gestoras. “Se tratando de um modelo sustentável, esses são investimentos onde o serviço de saneamento se realiza sob esforços da comunidade e do Governo para viabilizar a acesso das populações rurais à água tratada e ao esgotamento sanitário”, destacou.

    Assuntos: prorural, sistema, saneamento, zona, mata
    Compartilhe: Link para o post:
  • Pernambuco transfere conhecimento para o Governo da Paraíba

    , por Assessoria de imprensa | Economia, Educação, Política

    Uma equipe do Programa de Ajuste Fiscal, da Controladoria do Governo da Paraíba, está no Recife para conhecer mais de perto o Programa Web Regularidade e também recebendo capacitação para operar a ferramenta.

    Uma equipe do Programa de Ajuste Fiscal, da Controladoria do Governo da Paraíba, está no Recife para conhecer mais de perto o Programa Web Regularidade e também recebendo capacitação para operar a ferramenta. “O Sistema de Regularidade Fiscal de Pernambuco é uma referência para toda a região, porque ele está muito bem estruturado e fácil de manusear. Uma ferramenta prática para que todos os órgãos do Estado acompanhem e cumpram suas obrigações,” ressalta o gestor do Programa Paraibano, José Dantas.

    O Sistema Web Regularidade foi desenvolvido, ao longo de 2010, pela Secretaria da Controladoria Geral do Estado (SCGE) em parceria com a ATI, e implantado em julho deste ano. Pernambuco foi o segundo Estado do País e o primeiro do Nordeste a utilizar a ferramenta. “É importante para a Secretaria da Controladoria de Pernambuco ter a possibilidade de implantar um Sistema e depois poder distribuí-lo, em forma de parceria, com os demais Estados. É primordial que os estejamos sempre de mãos dadas na busca pela excelência dos resultados e das atividades para o bem público”, enfatiza o Secretário Djalmo Leão.

    Web Regularidade

    A ferramenta permite o monitoramento pelo Governo da situação jurídica, fiscal, econômico-financeira e administrativa de órgãos e entidades do Estado. Assim o Estado evita, através de monitoramento, que os órgãos e entidades da administração pública fiquem inadimplentes no Cadastro Único de Convênios (CAUC), do Governo Federal. O CAUC funciona como um banco de dados e indica se os estados e municípios estão regulares nas suas obrigações legais para formalizar convênios e receber os respectivos recursos da União para realização de projetos e obras. No caso de inadimplência, o repasse de verbas fica impossibilitado.

    Assuntos: web, regularidade, conhecimento, paraiba
    Compartilhe: Link para o post:
  • Estouramento paralisa abastecimento em bairros de Olinda

    , por Assessoria de imprensa | Comunicação, Social

    A Compesa precisou paralisar, na manhã de hoje (20/09), o abastecimento de água para cinco localidades de Olinda em virtude de um estouramento na PE-15, próximo ao quartel do 7ª RO.

    A Compesa precisou paralisar, na manhã de hoje (20/09), o abastecimento de água para cinco localidades de Olinda em virtude de um estouramento na PE-15, próximo ao quartel do 7ª RO. Em virtude do estouramento, estão sem água as seguintes localidades: Amparo, Guadalupe, Bomsucesso, Monte e parte dos Bultrins.


    Técnicos da companhia já trabalham no local para realizar o conserto da adutora de 400mm, pertencente ao Sistema Botafogo. Para a realização do serviços, a companhia precisou interditar a faixa esquerda da rodovia, no sentido Recife. A previsão é concluir os serviços até as 16h, quando será retomado o abastecimento para as áreas afetadas.


     

    Assuntos: estouramento, paralisa, abastecimento, agua
    Compartilhe: Link para o post:
  • Manari recebe capacitação em Tuberculose

    , por Assessoria de imprensa | Saúde

    Profissionais da Saúde do município de Manari, localizado no Sertão do Moxotó, participarão do Curso de Atualização em Tuberculose da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a partir de hoje (20/09), às 8h.

    Profissionais da Saúde do município de Manari, localizado no Sertão do Moxotó, participarão do Curso de Atualização em Tuberculose da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a partir de hoje (20/09), às 8h. O curso segue até a quarta-feira (21/09) e tem o objetivo de apoiar a implantação do Programa de Controle da Tuberculose no município.

    A taxa de incidência da doença dobrou quando comparados os dois últimos anos, quando foram diagnosticados três pacientes, em 2009, e outros seis no ano seguinte. Apesar desse índice, o percentual de cura foi de 100% nos dois anos.

    “Vamos capacitar 100% dos profissionais que atuam na Atenção Básica e Média Complexidade do município”, adiantou a coordenadora do Programa de Tuberculose da SES, Laize Brilhante. As aulas terão foco em uma equipe multidisciplinar, e contará com médicos, enfermeiros, dentistas, auxiliares e técnicos de enfermagem, além de auxiliares de consultório dentário. Aspectos clínicos e epidemiológicos serão abordados, assim como as medidas de controle, diagnostico e tratamento.

    A tuberculose faz parte da lista de doenças negligenciadas combatidas pelo Projeto SANAR - Programa de Enfrentamento às Doenças Negligenciadas da SES. Atualmente, o estado responde pela 2ª maior taxa mortalidade e 4ª maior taxa de incidência da doença.

    Assuntos: manari, capacitacao, tuberculose
    Compartilhe: Link para o post:
  • Tadeu discute no Ministério da Integração construção de casas para vítimas de cheia

    , por Assessoria de imprensa | Social, Política

    O secretário de Estado da Casa Civil do Governo de Pernambuco, Tadeu Alencar, reuniu-se, na tarde desta terça-feira (20/09), em Brasília, com o Secretário-Executivo do Ministério da Integração Nacional, Alexandre Navarro, com o Secretário de Defesa Civil, Humberto Vianna e com o Diretor de Minimização de Desastres da SEDEC, Rafael Schadeck, para tratar da renovação do convênio do Estado com o MI visando à construção de 600 unidades habitacionais em Jaboatão dos Guararapes.

    O secretário de Estado da Casa Civil do Governo de Pernambuco, Tadeu Alencar, reuniu-se, na tarde desta terça-feira (20/09), em Brasília, com o Secretário-Executivo do Ministério da Integração Nacional, Alexandre Navarro, com o Secretário de Defesa Civil, Humberto Vianna e com o Diretor de Minimização de Desastres da SEDEC, Rafael Schadeck, para tratar da renovação do convênio do Estado com o MI visando à construção de 600 unidades habitacionais em Jaboatão dos Guararapes.

    Argumentou o secretário de Pernambuco que os terrenos disponibilizados pela Prefeitura eram tecnicamente inviáveis. A Prefeitura, entretanto, a disponibilizou nova área com condições favoráveis, denominada Fazenda Suassuna. Em adendo, relatou que o valor orçado pela Companhia de Habitação Popular de Pernambuco - CEHAB, para as habitações supracitadas, é de R$ 19,3 milhões e toda infraestrutura (abastecimento de água, esgoto sanitário, pavimentação e iluminação pública) já foi implantada pelo Governo, no valor de aproximadamente R$ 9 milhões, com recursos do Tesouro Estadual.

    O projeto tem licitação concluída, restando assim, a prorrogação do convênio com o Ministério para a assinatura da ordem de serviço e o inicio dos trabalhos. O secretário Alexandre Navarro prontamente solicitou o despacho do processo à Consultoria Jurídica do Ministério para analise, salientando que, em vista de seu interesse público e a exigência de condições de habitabilidade e de novas unidades residenciais na localidade, notadamente afetadas por desastres naturais reiterados, um dos caminho seria o avocamento do termo.

    Assuntos: ministerio, integracao, casa, vitima, cheia
    Compartilhe: Link para o post:
  • Eduardo e Fernando Bezerra fecham parceria para recompor caatinga no Araripe

    , por Assessoria de imprensa | Meio Ambiente

    O Governo de Pernambuco e o Ministério da Integração Nacional vão começar a recompor a caatinga devastada na região do Araripe.

     O Governo de Pernambuco e o Ministério da Integração Nacional vão começar a recompor a caatinga devastada na região do Araripe. Convênio entre as duas instituições, assinado nesta terça-feira (20/09), em Brasília, vai viabilizar o repasse dos recursos necessários à implantação de projetos-piloto em cada um dos15 municípios da região, nos quais a vegetação nativa será recuperada e os agricultores capacitados para fazer a exploração sustentável.


    "Esta é uma ação de grande impacto econômico e social. Fala à sobrevivência de centenas de milhares de famílias pernambucanas, ao tempo em que aponta o rumo da preservação ambiental e do respeito à natureza com uma gestão ambiental moderna", comemorou o governador Eduardo Campos, ao final da solenidade, ao lado do ministro Fernando Bezerra Coelho.

    O Araripe, alto sertão pernambucano, está sob forte degradação ambiental, com o desmatamento da Caatinga. O Polo Gesseiro é a principal atividade econômica da região, responsável por mais de 13 mil empregos diretos e 66 mil indiretos, com faturamento da ordem de US$ 300 milhões por ano (mais de R$ 500 milhões). A matriz energética da indústria do gesso do Araripe é composta de mais de 70% de lenha, retirada da Caatinga da região e de estados vizinhos.

    "É um ponto de partida muito importante no enfrentamento da problemática ambiental do Araripe", afirmou o ministro Fernando Bezerra Coelho.

    O Programa de Desenvolvimento Florestal Sustentável, do Ministério da Integração, prevê um conjunto de ações que vão da realização do zoneamento agroecológico até o plantio de florestas energéticas, ou seja, de espécies vegetais adaptadas para a produção de lenha, preservando a caatinga.

    Além do ministro e do governador, estiveram presentes no evento o presidente da Codevasf, Clementino Coelho, e o presidente do IPA, Júlio Zoé de Brito. "A lógica do programa é garantir biomassa para mover a indústria gesseira partindo do pressuposto que o agricultor só vai cortar as árvores que plantou", comentou Júlio Zoé.

    No total serão investidos na primeira fase do Programa R$ 6,4 milhões na etapa pernambucana. A mesma ação terá desdobramentos no Piauí e no Ceará, estados que compartilham áreas com as características ambientais do Araripe.


     

    Assuntos: recomposicao, caatinga, araripe
    Compartilhe: Link para o post:
  • PE terá R$ 1,4 bi para obras do PAC Mobilidade

    , por Assessoria

    O Governo do Estado garantiu junto ao Governo Federal R$ 426 milhões para as obras do PAC Mobilidade em Pernambuco. O repasse dos recursos do Orçamento Geral da União foi acertado hoje (05/09) em reunião do governador Eduardo Campos com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, em Brasília.

    Outros R$ 688 milhões serão financiados pelo Governo Federal e mais R$ 299 milhões serão investidos em recursos próprios do Estado para viabilizar as obras do PAC Mobilidade em Pernambuco. O programa vai destinar R$ 18 bilhões para as 24 maiores cidades brasileiras investirem em projetos de transporte público visando a Copa do Mundo de 2014.

    “São obras que dialogam com a melhoria do transporte público, beneficiam a população mais necessitada e que visam também trazer para o sistema muitas pessoas que hoje utilizam o seu carro para se locomoverem”, resumiu o governador.

    As prioridades do Estado são os projetos das Perimetrais II e IV. A II Perimetral prevê a duplicação de uma faixa exclusiva de ônibus de Beberibe até a PE-15, da PE-15 até a PE-001 e a construção da faixa exclusiva de ônibus, num valor de R$ 265.764.054,49.

    Já a IV Perimetral – BR-101, será a Implantação do Corredor Exclusivo de BRT, além de um trecho urbano da BR-101 - de Abreu e Lima à Cajueiro Seco – e de Cajueiro à Avenida Bernardo Vieira de Melo - Binário de Cajueiro Seco. Para isso, serão investidos R$ 328.077.612,03.

    As obras para o Corredor Leste-Oeste, do Corredor da Av. Norte e do Corredor Norte-Sul são consideradas como a segunda prioridade. O Corredor Leste-Oeste será responsável pelo transporte dos passageiros na Praça do Derby até o Terminal Integrado de Camaragibe, com extensão de 12,3 Km. Serão construídos o Elevado da Benfica, o túnel Real da Torre, o Elevado da III Perimetral, o Elevado do Bom Pastor, o Viaduto da UPA, PE-05 (Binário Camaragibe/Avenida Belmino Correia) e cinco estações. Tudo, orçado em R$ 144.181.599,30.

    O Corredor Norte-Sul será de BRT no trecho que vai do Terminal Integrado de Igarassu até a Estação Central do Metrô. Para isso, R$ 165.507.606,45 servirão para a construção de Viadutos da PE-15: nos Bultrins e em Ouro Preto. Viadutos ainda na Agamenon: Clube Português e Hospital da Restauração, além do alargamento do Viaduto João de barros, o Terminal Integral de Abreu e Lima, o acesso viário do Terminal Integrado Joana Bezerra e 35 Estações.

    A terceira e última prioridade é o Programa de Navegabilidade dos Rios Capibaribe e Beberibe orçado em R$ 398 milhões. A ideia é aproveitar a calha dos rios para a implantação de um sistema integrado de transporte de passageiros, que utilize embarcações adequadas ao transporte de massa. Um estudo orientado será feito para a localização de estações de embarque e desembarque de passageiros, para o transbordo e a integração com o sistema de transporte urbano existente. As Rotas previstas são o corredor Fluvial Oeste - BR 101/ Centro, o Corredor Fluvial Norte - Centro/ Olinda e o Corredor Fluvial Sul - Centro/ Boa Viagem.

    CORTES

    Durante a reunião, o secretário-executivo do PAC, Maurício Muniz, explicou que a soma dos projetos apresentados pelas 24 cidades atingiu a quantia de R$ 31 bilhões, superando em R$ 13 bilhões o limite estabelecido pela União. Com isso, a implantação de alguns projetos teve que ser postergada.

    O Governo de Pernambuco decidiu em jogar pra frente a implantação do Corredor da Av. Norte e do Corredor Fluvial Sul. Com isso, a soma dos projetos do Estado que era de R$ 1,7 bilhão, caiu para pouco mais de R$ 1,3 bi. “Todos os projetos apresentados pelo Governo do Estado estão dentro de um pensar estratégico da Região Metropolitana e serão executados. Entendemos a disponibilidade dos recursos e vamos buscar outras alternativas para executar essas obras”, disse Eduardo.

    Assuntos: Não há assuntos relacionados.
    Compartilhe: Link para o post: