meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Sequência de queda de roubos chega a 29 meses seguidos em Pernambuco

| Segurança

 cvp

Janeiro de 2020 terminou com queda de 11,2% nas ocorrências de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) no Estado, ampliando a série de meses com redução em relação ao período equivalente do ano anterior. Operações permanentes de combate aos roubos, como as que cobrem a área da Avenida Agamenon Magalhães, do Centro do Recife e do bairro de Boa Viagem, tiveram resultados acima da média, chegando a até 41,1% de redução

Os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) caíram 11,2% em janeiro de 2020 em relação ao mês correlato de 2019. São 768 abaixo do computado no ano passado, uma vez que as ocorrências tiveram declínio de 6.860 para 6.092. Nas áreas onde existem operações permanentes de combate a CVPs, a média de redução foi ainda maior, chegando a -41,1%. Assim, Pernambuco chega ao 29º mês seguido de diminuição em comparação com o seu equivalente no ano anterior. A diferença entre a série estatística de setembro de 2017 a janeiro de 2020 e a de setembro de 2016 a janeiro de 2019 chega a 47.673 ocorrências a menos.

Das três operações permanentes de prevenção e repressão aos crimes contra o patrimônio, a Operação Agamenon Magalhães terminou janeiro com a maior retração no confronto com o mesmo mês de 2019: -41,1%, ao passar de 56 para 33 registros de roubo em seu perímetro de atuação. Patamar próximo ao da Operação Boa Viagem, cujo resultado na mesma comparação chegou a -31,1%. Os CVPs no bairro da Zona Sul recuaram de 241 para 166. Por fim, a Operação Cerne, que cobre os bairros do Centro do Recife, finalizou janeiro com -15,8% (de 292 para 246 crimes notificados).

O reforço no efetivo das forças de segurança neste início de ano é uma das estratégias adotadas pelo Governo de Pernambuco, através da SDS, para seguir avançando no combate aos CVPs, como explica o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua. "Em janeiro já fortalecemos o policiamento ostensivo nas ruas, com mais 500 novos soldados que ingressaram na Polícia Militar de Pernambuco, e continuamos esse reforço em fevereiro, quando mais 400 agentes de Polícia Civil se integraram aos quadros da segurança pública para agilizar as investigações. Assim, pudemos aumentar a presença das Polícias no calendário de Carnaval, desde as prévias até uma semana depois do fim oficial da festa. Temos uma cobertura de efetivo 7,84% maior do que no Carnaval de 2019, com um investimento de R$ 10,2 milhões. Sem dúvida, estaremos empenhados, de maneira integrada com diversas esferas de governo, para proporcionar uma festa de paz e tranquilidade do Litoral ao Sertão", salienta. 

RECUPERAÇÃO DE CELULARES ROUBADOS SEGUE EM AUMENTO – As polícias de Pernambuco continuaram ampliando as apreensões de celulares roubados em janeiro de 2020. Em pleno janeiro, marcado pelas prévias de Carnaval, a recuperação desses aparelhos pelas forças de segurança do Estado subiu em 16%. Se no mês inicial de 2019 houve 724 apreensões com suspeitos de roubo ou furto, este ano foram 842. Desde que o programa Alerta Celular da SDS foi criado, em março de 2017, foi possível retirar das mãos de criminosos o total de 18.931 telefones.

Para possibilitar que os verdadeiros donos possam ter seus aparelhos de volta, a SDS orienta que os cidadãos cadastrem o código IMEI de seus telefones no Programa Alerta Celular. pelo site www.sds.pe.gov.br. Se for vítima de roubo ou furto, o cidadão também deve prestar o boletim de ocorrência. Assim, nas abordagens, os policiais poderão consultar se os aparelhos apreendidos têm registro de roubo ou furto no Alerta Celular, devolvendo-os aos donos. O programa da SDS tem ajudado a inibir essa prática criminosa. Somente em janeiro deste ano, a redução foi de 7% em relação ao mesmo mês de 2019, passando de 2.621 para 2.431 roubos. 

TODAS AS REGIÕES REGISTRAM MENOS ROUBOS – Recife é o destaque com -21,91% nos casos de CVP no confronto entre os primeiros meses de 2020 e 2019. Na capital pernambucana, as notificações baixaram de 2.488 para 1.943. Em seguida, os demais 14 municípios da Região Metropolitana apresentaram uma variação de -8,75% (de 2.079 para 1.897). No Sertão, o recuo foi de 5,05% (de 376 a 357), enquanto Agreste e Zona da Mata tiveram declínio de 1,2% e 0,95%, respectivamente, ao sair de 1.284 para 1.268 e de 633 para 627.

Entre as Áreas Integradas de Segurança (AIS), a que abrange os municípios de São Lourenço da Mata e Camaragibe (AIS 9) sobressaiu por ter atingido o menor número de ocorrências de roubo dos últimos 13 meses. As 199 queixas de janeiro de 2020 foram maiores apenas que as 195 de 2018. Já a AIS 13, que está sediada em Palmares e inclui outros 17 municípios da Zona da Mata Sul, as 130 ocorrências de CVP no mês passado foram o menor patamar dos últimos quatro meses.

NENHUM ROUBO A BANCO NO PRIMEIRO MÊS DE 2020 – Nenhum caixa eletrônico ou agência bancária foi alvo de investida consumada de criminosos no último mês de janeiro. Nesses 31 dias, registrou-se um roubo a carro-forte. Dessa forma, os furtos e roubos contra instituições financeiras diminuiu em 67% na comparação com janeiro de 2019. A retração foi de 3 para 1 caso.

MAIS DE 3 MIL PRISÕES EM FLAGRANTE – As forças policiais do Estado contabilizaram, no primeiro mês deste ano, 3.339 pessoas presas em flagrante delito, além de 497 adolescentes autuados por ato infracional. Também apreenderam 442 armas e efetuaram autuações em 445 ocorrências por tráfico de entorpecentes.

Assuntos: sds, pacto pela vida, cvp
Compartilhe: Link para o post: