meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Caravana leva atividades para mais de 100 socioeducandos no Grande Recife

| Social, Juventude

 sdscj

Cursos profissionalizantes, aulas de campo em museus e torneio de futebol estão na programação

A Caravana Juventude em Movimento, jornada de cursos profissionalizantes promovida pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), teve mais uma edição iniciada nesta terça-feira (14), desta vez, com um formato inédito. A ação está ocorrendo simultaneamente em cinco unidades da instituição situadas na Região Metropolitana do Recife, todas do regime de semiliberdade. A expectativa é de que, durante todo o mês de janeiro e o início de fevereiro, 108 adolescentes sejam inseridos na programação, que está reforçando a rotina pedagógica dentro da Funase no período de férias escolares dos socioeducandos.

Neste primeiro dia, houve cursos profissionalizantes em duas Casas de Semiliberdade (Casem). Na de Olinda, por exemplo, dez socioeducandos iniciaram as aulas do curso básico de Corte de Cabelo Masculino, com o instrutor Ronny Fernando. Um diferencial da formação é o foco no empreendedorismo. Antes de iniciar a parte prática, os alunos foram estimulados a simular a criação de um plano de negócios para uma empresa fictícia. O objetivo é que, ao saírem da Funase, possam ter mais condições de competitividade na área de barbearia, inclusive atuando como autônomos. O curso é certificado pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

Na Casem Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, o dia também foi de atividades profissionalizantes. Divididos em duplas, oito adolescentes participaram do curso de Introdução à Automação Eletroeletrônica, com o instrutor Higino Filho. A equipe que tiver o melhor desempenho nas aulas participará, no fim do mês, de um torneio de automação na sede da Funase, também componente da programação da Caravana Juventude em Movimento. A ideia é que a disputa ocorra entre equipes de três Casas de Semiliberdade da Funase. Além de fazer o circuito eletrônico funcionar, os alunos devem prezar pela velocidade e pelo acabamento da montagem.

O socioeducando Diógenes (nome fictício), em atendimento na Casem Casa Amarela, já havia cursado Introdução à Automação Eletroeletrônica em uma unidade de internação da Funase. Agora em semiliberdade, ele está tendo a chance de aprimorar os conhecimentos adquiridos. Na atividade prática desta terça, foi o primeiro, junto com o componente de sua equipe, a concluir a tarefa. “Eu tinha feito essa aula e, hoje, lembrei de algumas coisas que tinha aprendido. Está sendo boa a atividade”, afirmou.

Além desses dois cursos profissionalizantes, que também serão levados para a Casem Areias, ainda estão previstas oficinas de aperfeiçoamento profissional na Biblioteca Pública do Estado, no Recife. Essas atividades vão atender socioeducandos da Casem Rosarinho e socioeducandas da Casem Santa Luzia. Ações de cultura, lazer e esportes também estão na programação da caravana, como aulas de campo em espaços como o Universo Compesa e o Paço do Frevo, além de um torneio de futebol.

Para o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque, responsável pela promoção da caravana, o formato da iniciativa está se mostrando um acerto. “Estamos possibilitando a integração entre socioeducandos de várias casas e garantindo uma programação o mês inteiro. E temos algumas situações que merecem destaque, como o curso básico de Corte de Cabelo Masculino, que terá parte das aulas práticas voltadas para o público fora da Funase. Queremos que os socioeducandos aprendam oferecendo esse serviço à comunidade do entorno ou à população de rua”, declarou.

Imagens: Divulgação/Funase
Assuntos: sdscj, funase, caravana juventude em movimento, cursos
Compartilhe: Link para o post: