meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Funase promove I Seminário de Práticas Restaurativas em Unidades Socioeducativas

| Social

 funase

Objetivo foi aumentar ações dessa metodologia que vêm sendo promovidas nas unidades da instituição em todo o Estado

Capacitação, conhecimento e troca de experiência. Esse foi o conteúdo trabalhado, nesta terça-feira (3), no I Seminário de Socialização de Práticas Restaurativas em Unidades Socioeducativas, promovido pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), que é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), e pelo Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos de Pernambuco (Cefospe), no Recife. O objetivo foi discutir, por meio de palestras e debates, as ações decorrentes dessa metodologia que estão sendo realizadas em Centros de Atendimento Socioeducativo (Case), Centros de Internação Provisória (Cenip), Casas de Semiliberdade (Casem) e na Unidade de Atendimento Inicial (Uniai) da Funase.

O seminário foi realizado no auditório do Cefospe, na Rua Tabira, s/n, no bairro da Boa Vista, no Recife. O evento teve como palestrante Socorro Barros, coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa da Funase. O principal destaque do encontro foi a palestra ministrada por Fernanda Rosenblatt, doutora em Criminologia pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, e professora da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). A mesa contou com a mediação de Bruno Arrais de Mendonça, assessor de magistrado da 4ª Vara Regional da Infância e Juventude. Ainda durante todo o dia, técnicos do Cenip Petrolina, do Cenip Caruaru, do Case/Cenip Garanhuns, da Casem Caruaru, da Casem Olinda, da Casem Garanhuns, do Case Pirapama, do Cenip Santa Luzia, do Case Santa Luzia, da Casem Casa Amarela e da Casem Santa Luzia expuseram práticas restaurativas realizadas em cada local.

O evento ainda contou com um período de debates com a participação de dirigentes de associações de moradores de bairros como Jardim São Paulo, Bongi, Mangueira e Mustardinha, que destacaram a importância de trabalhar práticas restaurativas nas comunidades. Na ocasião, a Banda Liberdade, composta por jovens do Case Abreu e Lima e pelo agente socioeducativo Artur Silva, realizou uma apresentação. “A Funase tem um grupo, o Núcleo de Justiça Restaurativa, que tem condição de levar à frente um debate necessário e importante, inclusive sobre a violência, e extrair aspectos positivos, construindo uma prática mais humanizada. Buscamos, com esse trabalho, levar as pessoas a acreditar que é possível usar outra linguagem que não seja violenta”, afirmou a presidente da Funase, Nadja Alencar, que participou da abertura com a coordenadora pedagógica do Cefospe, Marilene Borges.

JUSTIÇA RESTAURATIVA – A Justiça Restaurativa prevê mudanças de paradigmas que permitam a transição para uma lógica que privilegie a percepção sobre responsabilidades individuais e coletivas e a criação de novas bases para relacionamentos. Essa iniciativa começou a ser difundida na Funase em 2016. Dois anos depois, por meio do projeto “Semeando uma Cultura de Paz: práticas restaurativas como ferramenta da socioeducação”, 240 servidores foram capacitados nos módulos de Introdução à Justiça Restaurativa – ministrado pelo juiz Élio Braz, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) – e de Comunicação Não Violenta – sob responsabilidade do professor Marcelo Pelizzoli, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Outra etapa do projeto foi a formação de 80 facilitadores em curso ministrado pela psicóloga e consultora Monica Mumme, referência nacional no tema e fundadora do Laboratório de Convivência. Todas as atividades foram acompanhadas por um grupo gerador. Em fevereiro de 2019, a instituição deu mais um passo, criando, por meio de portaria, o Núcleo de Justiça Restaurativa. O grupo é composto por oito servidores e tem o objetivo de disseminar essas práticas em unidades socioeducativas de todo o Estado.

Imagens: Divulgação/Funase

Assuntos: sdsc, funase, cefospe, seminario
Compartilhe: Link para o post: