meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Semas realiza amanhã evento sobre biodiversidade e gestão costeira e marinha

| Meio Ambiente

O Governo do Estado, através da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabiliade (Semas), e a Superintendência do Patrimônio da União em Pernambuco (SPU/PE) realizam amanhã (13/06), a partir das 9h, no audtório do Porto Digital, localizado na Rua do Apolo, 235, o evento Biodiversidade e Gestão Costeira e Marinha, que tem como objetivo debater três importantes temas ambientais: Os 30 anos do Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro, o III Ano Internacional dos Recifes de Coral e o Dia Mundial dos Oceanos, celebrado na última sexta-feira (08/06). As palestras acontecem por ocasião da segunda reunião ordinária da Comissão Técnica do Projeto Orla Pernambuco e contará com a abertura do Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos André Cavalcanti.

Coordenado pela equipe do gerenciamento costeiro da Semas (Gerco/PE) e pela SPU/PE, o evento terá como convidados especiais os oceanógrafos Régis Lima, coordenador nacional do gerenciamento costeiro, representando o Ministério do Meio Ambiente e Mauro Maida, especialista em ecologia e dinâmica de recifes de coral, do departamento de oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco. Os pesquisadores abordarão em suas palestras os temas ”Ações Prioritárias para Gestão Costeira e Marinha no Brasil” e “Recife-PE, Brasil”, com destaques sobre a atuação do MMA nos últimos 30 anos e as ações de conservação voltadas para os ambientes costeiros e marinhos.

“Pernambuco está sempre à frente quando o tema é gestão costeira. Executamos, à luz da Política Nacional, a nossa Política Estadual de Gerenciamento Costeiro, instituída em 2010 pela Lei 14.258 e elaboramos, em parceria com a UFPE, e apoio do MMA e do Fundo Clima, dois importantes instrumentos de gestão costeira: O mapeamento da linha de costa dos 187 quilômetros do litoral pernambucano, com o Decreto nº 42.010/15, e o Atlas da Vulnerabilidade à Erosão Costeira e Mudanças Climáticas em Pernambuco. São ações concretas que vêm sendo utlizadas como estretégia de enfrentamenmto e mitigação face às mudanças no clima”, ressaltou o Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Carlos André Cavalcanti.

A primeira edição do Ano Internacional dos Recifes de Coral aconteceu em 1997, coordenado pela Iniciativa Internacional dos Recifes de Coral (ICRI). A ação tinha como objetivo despertar a atenção para o aumento das ameaças e as perdas de recifes de coral e ecossistemas associados, como os manguezais. Na época, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente, “participaram mais de 225 organizações em 50 países e territórios, com a publicação de artigos e pesquisas científicas, que culminou com a criação de novas áreas marinhas protegidas”. Um dos destaques foi a criação, no dia 23/10 daquele ano, da unidade de conservação federal Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, com mais de 400 mil hectares de área marítima.

O Ministério do Meio Ambiente coordena o Projeto Áreas Marinhas e Costeiras Protegidas (GEF-Mar), com o objetivo de promover a conservação da biodiversidade. Entre as UCs federais já apoiadas pelo projeto estão a APA Costa dos Corais e a Área de Proteção Ambiental (APA) de Guadalupe (estadual).

Outra importante iniciativa voltada para a região costeira é Projeto TerraMar, implementado através da cooperação dos Ministérios do Meio Ambiente alemão e do Brasil (MMA), executado com o apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e dos quatro órgãos de meio ambiente das áreas-piloto: Região da Costa dos Corais (APA Costa dos Corais - AL e APA de Guadalupe - PE) e Região de Abrolhos (Bahia e Espírito Santo), tendo como objetivo a gestão ambiental territorial integrada do espaço continental e marinho, contribuindo para a conservação da biodiversidade. O TerraMar conta com o apoio da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ) e investimento de € 11 milhões de euros (6 milhões do Governo da Alemanha e 5 milhões como contrapartida do Governo Brasileiro). Sua execução segue até 2021.

O evento da Semas integra as ações do Mês do Meio Ambiente realizado numa parceria da Semas, Agência CPRH e Parque Estadual Dois Irmãos.

SERVIÇO: EVENTO BIODIVERSIDADE E GESTÃO COSTEIRA E MARINHA
Data: 13/06/2018 (quarta-feira) 
Horário: 9h às 12h
Local: Auditório do Porto Digital - Rua do Apolo, nº 235, Recife Antigo/PE
*Aberto ao público, com certificado de participação.

Assuntos: semas, spu, porto digital, biodiversidade, plano de gerenciamento, ufpe, mma, isri, apa,
Compartilhe: Link para o post: