meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Parceria CPRH-Cipoma combate tráfico e reabilita animais silvestres

| Meio Ambiente

cetas

O Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), fechou o primeiro mês de 2018 com um total de 1.220 acolhimentos de animais de espécies diversas, entre aves (811), crustáceos (299), réptis (55) e mamíferos (55).  Em relação aos meses de 2017, esse número só foi menor que os registrados em maio (1.531), dezembro (1.441) e fevereiro (1.340). Grande parte foi vítima do tráfico e/ou comércio ilegal de animais silvestres.

As apreensões realizadas pela Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma, PM), no combate ao tráfico, resultaram no maior número de acolhimentos, mas há também entregas voluntárias. Os agentes apreenderam, por exemplo, aves que eram comercializadas nas feiras do Cordeiro (503) e Linha do Tiro (48), no Recife, e guaiamuns e caranguejos (299) capturados em período de defeso, que eram comercializados em Aldeia, Camaragibe. As feiras do Cordeiro e Linha do Tiro voltaram a ser visitadas este mês, com novas apreensões (195 e 94, respectivamente).

No Centro de Triagem da CPRH, que funciona no Bairro da Guabiraba, Zona Norte do Recife, os animais resgatados passam por avaliação médica e reabilitação, até ficarem em condições de retornarem à natureza. No balanço de janeiro/2018, junto com o registro de entrada, há o registro de soltura de 499. Os animais retornam aos seus habitats naturais, em áreas de todas as regiões do Estado. Dos 499 soltos em janeiro,  248 foram aves, 239 crustáceos, sete mamíferos e cinco répteis. Novas solturas estão sendo preparadas para depois do Carnaval, no Sertão do Estado.  

Assuntos: cetas tangara, semas, cprh, cipoma
Compartilhe: Link para o post: