meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Parceria entre SDS e PCR garante identificação de ambulantes na Agamenon Magalhães

 Ambulantes

200 comerciantes informais recebem kits com chapéu e camisa de proteção UV, contendo os nomes e número de cadastro

Com o intuito de inibir a ação de pessoas que se passam por ambulantes para praticar crimes, a Polícia Militar, em parceira com a Prefeitura do Recife,entregou na manhã desta quarta-feira (31/01) kits de identificação para vendedores informais, que trabalham na Avenida Agamenon Magalhães, na área central do Recife. Cerca de 200 ambulantes receberão o kit, que será entregue até o próximo domingo (04/02), na Praça do Derby.

O material de identificação composto por um chapéu e uma camisa manga longa de proteção UV, que traz o nome e a inscrição do vendedor, faz parte de uma série de ações desencadeadas pela Polícia Militar na Avenida. “Somamos esforços com a Prefeitura do Recife a fim de garantir o ordenamento dos vendedores informais naquela área. Essas informações vão nos ajudar a identificar quem realmente está trabalhando na Agamenon, de forma ordeira e disciplina. Essas informações contidas nas camisas podem também ajudar o cidadão que for vítima de alguma ocorrência. Lembrando que essa ajuda só poderá ocorrer mediante a queixa prestada na delegacia”, afirmou o gestor da Diretoria Metropolitana da SDS, o coronel Ricardo Barbosa.

Para Cristiano Oliveira, de 25 anos, que há nove anos comercializa pipocas na Agamenon, a identificação contribuirá para o sucesso nas vendas. “Os motoristas que trafegam na Avenida se sentirão seguros ao baixar os vidros do carro e adquirir nossos produtos. Agora, podemos ser visto como qualquer comerciante, que quer levar para casa o pão de cada dia. Estamos felizes com o apoio da Prefeitura do Recife e da Polícia Militar”, contou.

O secretário-executivo de Defesa Social – SDS, Humberto Freire, acredita que o ordenamento dos comerciantes vai colaborar na redução dos números de crimes na área. “Em 2017, comparando com o ano de 2016 conseguimentos reduzir em 57% o número de Crimes contra o Patrimônio - CVP praticados naquela área, através do trabalho das patrulhas a pé e motorizadas, e também do serviço da inteligência que à paisana, percorre a avenida detectando a presença de criminosos e acionando o pessoal fardado para o trabalho repressivo”, acrescentou.

Assuntos: sds, ambulantes, agamenon magalhães,
Compartilhe: Link para o post: