meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

​​​Curta-metragem produzido por adolescentes, dentro do Projeto Cartas ao Mundão, será exibido no 19º FestCine

| Cultura, Direitos Humanos

festcine  

Produção foi selecionada entre os 172 trabalhos inscritos e vai mostrar ao público do Cinema São Luiz um pouco da cultura e dos gostos dos socioeducandos.

Socioeducandos se preparam para viver um momento único. Nesta sexta-feira (08), juntamente com toda a plateia do Cinema São Luiz, eles vão assistir à exibição do curta-metragem por eles produzido, durante o projeto Cartas ao Mundão, realizado em seis unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). “De: Case Pacas Para: Meninas de Santa Luzia” será exibido dentro da Mostra Competitiva de Formação do 19º Festival de Curtas de Pernambuco (FestCine), após ter sido selecionado entre as 172 produções inscritas, e concorre ao prêmio de R$ 2 mil.

Durante sete meses, o Cartas ao Mundão levou oficinas de filme-carta e sessões cineclubistas a 60 jovens e adolescentes, propondo uma vivência prática com cinema, através de exercícios, reflexões e debates que aproximassem os participantes de uma produção colaborativa. A ação culminou com uma mostra coletiva realizada também no Cinema São Luiz, que reuniu todos os filmes-carta e exercícios produzidos pelos estudantes nas oficinas, dentre eles, o que foi selecionado para o 19º FestCine.

O adolescente R.L.X.S, de 16, é um dos co-produtores do curta-metragem que representa o Centro de Atendimento Socoieducativo (Case) Vitória de Santo Antão. Ele também participou da mostra coletiva realizada no fim do Cartas ao Mundão. “Aquela foi a primeira vez que pisei em um cinema. Foi muito bom ver todos assistindo ao nosso filme e aplaudindo. A gente mostrou que todos nós, mesmo tendo cometido erros, conseguimos voar. Esse momento trouxe mais esperanças para o meu coração e a consciência de que, para ser alguém na vida, basta ter fé e seguir”, desabafou.

Para o coordenador geral do Cartas ao Mundão, Caio Sales, estar mais uma vez no Cinema São Luiz, para apresentar parte desse trabalho, será histórico e a participação dos adolescentes irá oportunizar o diálogo com outras produções que trazem outras experiências de mundo. “Esse filme escancara o grande êxito do projeto e dos meninos. É um filme muito carismático, onde eles expõem seus gostos e sua cultura. Também é um filme-carta de amor. Nele se vê toda a criatividade dos alunos, com todas as cenas articuladas e pensadas por eles, além de parte da trilha que é autoral, composta por uma rima feita por um dos adolescentes”, destacou.

Na experiência vivenciada pelo Cartas ao Mundão em 2014, o curta-metragem produzido pelas adolescentes do Case Santa Luzia foi exibido na Mostra de Cinema de Direitos Humanos do Hemisfério Sul, no Festival de Cinema de Ouro Preto e no Festival de Curtas de Pernambuco, onde ganhou um prêmio especial do júri.

“A Funase se sente agradecida aos idealizadores do Cartas ao Mundão, pois eles oportunizaram aos adolescentes, uma vivência cultural rica, única, possibilitando um protagonismo nas suas histórias de vida, produzindo algo novo, que nunca imaginaram ser capazes de fazer. Este trabalho mostra o quanto a cultura transcende uma realidade dura e pode ser um instrumento de mudança de vida para estes jovens”, destacou a Diretora-Presidente da Funase, Nadja Alencar.

Uma nova edição do projeto Cartas ao Mundão está programada para começar no início do próximo ano. O projeto Cartas ao Mundão conta com o apoio da Funase e são realizadas pela Zentrum Produções, em parceria com o Inventar com a Diferença: Cinema, Educação e Direitos Humanos e Gerência Geral de Políticas Educacionais de Educação Inclusiva, Direitos Humanos e Cidadania, da Secretaria de Educação de Pernambuco e da Federação Pernambucana de Cineclubes (Fepec). Já o FestCine, é realizado pelo Governo do Estado (Secult e Fundarpe), em parceria com a Prefeitura do Recife e segue até o domingo (09). Toda a programação do Festival é gratuita.​

Cidades: Recife
Assuntos: sjdh, funase, curta metragem, festcine
Compartilhe: Link para o post: