meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Governo do Estado promove encontro com instituições parceiras para fortalecer execução de penas alternativas

| Direitos Humanos

rede social

Os representantes das instituições do Recife e Região Metropolitana que formam a Rede Social Parceira esclareceram dúvidas, receberam orientações sobre procedimentos e falaram de suas experiências.

Integrar a política de alternativas penais, avaliar as ações desenvolvidas e traçar perspectivas para o próximo ano. Com esse objetivo, as organizações que recebem cumpridores de penas ou medidas alternativas se reuniram na manhã terça-feira (07). A reunião aconteceu no Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), e foi promovida pelo Governo do Estado, através da Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.

Os representantes das instituições do Recife e Região Metropolitana que formam a Rede Social Parceira esclareceram dúvidas, receberam orientações sobre procedimentos e falaram de suas experiências. “É uma forma de fortalecer o relacionamento de forma humanizada, de avaliar as ações realizadas e traçar metas para o próximo ano” avalia a Gerente da Gepais, Raquel Brandão.

A presidente da Creche Comunitária Nossa Senhora da Boa Viagem, Rosilda Moura, destacou a importância de receber cumpridores. “A gente sabe que está dando uma nova chance e participa do recomeço dessas pessoas que por alguma razão, cometeram delitos. Eles contam com o nosso apoio e nosso principal objetivo é ressocializá-los” explica. 

Em meio aos desafios de acompanhar a execução de penas alternativas, a Gepais finalizou no Recife um ciclo de encontros com instituições parceiras que percorreu todo estado através das Centrais de Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Ceapas). Atualmente, Pernambuco conta com 657 instituições cadastradas e aptas a receber autores de crimes de menor e médio potencial ofensivo para a prestação de serviço à comunidade, tratamento ou cumprimento de pena pecuniária, de acordo com a aplicação do poder judiciário.

Assuntos: sjdh, justica, direitos humanos, governo de pernambuco, reeducandos, centrais de apoio as medidas penais alternativas
Compartilhe: Link para o post: