meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

​Adolescentes representam Pernambuco no Encontro Nacional do Fórum de Defesa da Criança e do Adolescente, realizado em Brasília

| Juventude, Direitos Humanos

Juntos com os demais, eles contribuíram com a construção de estratégias para a efetivação das políticas infanto-juvenis

Pela primeira vez, dois adolescentes da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) representaram Pernambuco no Encontro Nacional do Fórum de Defesa da Criança e do Adolescente, que aconteceu em Brasília, entre os dias 18 e 20 de outubro. O evento teve como objetivo incidir para que os direitos de crianças e adolescentes sejam garantidos pelo poder político e pela sociedade em geral, além de fazer um balanço dos investimentos direcionados a esse público.

O adolescente do Case Caruaru e a adolescente do Case Santa Luzia foram os únicos do Brasil que cumprem medida de internação a participarem desse momento, convidados para encontrar, juntos com os demais, estratégias para a efetivação das políticas infanto-juvenis. Para a Diretora-Presidente da Funase, Nadja Alencar, esta experiência, que envolveu também os funcionários da Funase, reafirma a fé no protagonismo juvenil e que se pode ter esperança nos jovens da instituição. 

“Agradecemos às entidades envolvidas na organização deste encontro, a oportunidade que a Funase teve de ser representada por dois adolescentes, que participaram ativamente do evento, levando suas vivências na socioeducação e ajudando a refletir ações mais abrangentes na garantia de uma política infanto-juvenil mais justa e inclusiva”, enfatizou.

Esse foi um momento de discutir a realidade de cada Estado, sugerir soluções e encontrar novas formas de incidir politicamente no espaço de convivência. Neste sentido, os dois jovens participaram de debates, realizaram atividades em grupo e apresentações. “Discutimos sobre os Direitos das Crianças e dos Adolescentes. Também aprendi muitas coisas e conheci pessoas novas. Minha família ficou orgulhosa de mim e muito feliz por essa oportunidade que eu tive”, contou W.B. de 17 anos, do Case Caruaru.

Essa foi a primeira vez que a adolescente A.S.S., de 17 anos, do Case Santa Luzia, andou de avião, e tudo para ela foi novidade. “Apresentamos o nosso Estado, falamos sobre muitos dos direitos que nós como adolescentes não temos, como saúde e educação. Sou muito agradecida pela oportunidade de sentir o gostinho da liberdade. Me senti uma pessoa importante e vi que posso chegar onde eu quiser”, compartilhou.

Segundo o coordenador técnico do Gabinete Assessoria Jurídica Organizações Populares (Gajop), Romero Silva, foi uma experiência impactante para os socioeducandos. “A medida socioeducativa, seja ela a que for, se dá por meio da participação desses adolescentes. Embora seja uma medida de responsabilização, o processo pedagógico para a responsabilização é garantindo a participação dos adolescentes nos espaços. Participar de um momento como esse, é possibilitar a experiência de dialogar sobre aquilo que os adolescentes estão sendo responsabilizados e a partir do olhar deles qualificar as políticas”, compartilhou.

Além dos representantes dos Fóruns Estaduais de todo o Brasil, com representações de adultos e também de adolescentes, participaram ainda integrantes do G-38, grupo de adolescentes composto por um representante de cada estado e um Distrito Federal, e mais onze das diversidades.

Assuntos: sdscj, case, funase, encontro nacional, forum da defesa da criança e do adolescente,
Compartilhe: Link para o post: