meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

  • ATI comemora dois anos do SEI no órgão e 40% de economia só no uso de papel

    | Administração
    ati
     
    De acordo com a presidente da ATI, Ila Carrazzone, 50 órgãos estaduais já possuem o sistema
     
    “Com a implantação do Sistema Eletrônico de Informação (SEI) há exatos dois anos,  só em papel houve uma economia de 40% do uso na Agência Estadual de Tecnologia da Informação do Estado (ATI-PE), órgão vinculado à Secretaria de Administração (SAD). O consumo passou de 36 resmas para 22, se comparar  agosto de 2017 com agosto de 2019“, afirma a analista de TI da ATI e gerente técnica de implantação do SEI no Estado,  Vanessa Cândido .  
     
    Segundo a presidente da ATI, Ila Carrazzone, o Governo de Pernambuco já possui 50 órgãos com o sistema. “Isso aumenta a agilidade dos serviços públicos, bem como a transparência dos processos, e reduz vários custos, inclusive o de papéis . A implantação do SEI contribui fortemente para a racionalização de gastos, que é uma busca contínua da Administração Pública”. 
     
    O SEI, criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, é um dos produtos do projeto Processo Eletrônico Nacional (PEN), iniciativa conjunta de órgãos e entidades de diversas esferas da Administração Pública, com o intuito de construir uma infraestrutura pública de processos e documentos administrativos eletrônicos.
    Assuntos: sad, ati, sistema eletronico de informacao
    Compartilhe: Link para o post:
  • Projeto Outras Palavras retoma suas atividades nesta sexta-feira (23), com edição especial no Cinema São Luiz

    | Cultura

    outras palavras

    A iniciativa, voltada para estudantes da rede pública estadual, integra cultura, educação e cidadania. A edição de abertura terá roda de conversa com o escritor Sidney Rocha, aula espetáculo do DJ Big e batalha de MC’s

    Um dos mais importantes projetos de educação e cultura do Governo do Estado, o projeto Outras Palavras retoma suas atividades nesta sexta-feira (23). A iniciativa, que vai até dezembro, é executada pela Secretaria de Cultura de Pernambuco, em parceria com pasta de Educação, e integra cultura, educação e cidadania. Voltado para estudantes da rede pública estadual de ensino, durante os quatro anos de realização, o programa já atingiu 615 escolas do Estado, beneficiou 18.456 estudantes e distribuiu 6.514 livros nas bibliotecas por onde passou. O evento de abertura da nova temporada será no Cinema São Luiz, a partir das 9h, e contará com roda de conversa com o escritor Sidney Rocha, ganhador do Prêmio Jabuti, aula espetáculo com o DJ Big (Ponto de Cultura Eco da Periferia/Grupo Pé no Chão) e batalha de MCs.

    Mantendo a literatura como centro das ações, o projeto tem o objetivo integrar várias linguagens artísticas e proporcionar acesso à cultura aos jovens que estudam nas escolas da rede pública estadual de ensino. Entre 2015 a 2018, dezenas de artistas e escritores foram até as escolas para dialogar com os alunos e aproximá-los das manifestações artísticas de Pernambuco.

    O secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, avalia que este é um dos programas mais relevantes, voltado aos jovens estudantes da rede pública. “Não é segredo que arte e cultura andam lado a lado com a cidadania. Então, faz todo o sentido que elas estejam juntas nesse projeto que, até o final do ano, circulará por várias escolas e regiões do Estado”, disse.

    O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, concorda. “Enquanto gestores, é muito gratificante colaborar para que os jovens estejam em contato com a cultura de uma maneira tão enriquecedora como a que o Outras Palavras proporciona. Esse contato direto com os artistas alarga as experiências escolares e expande os horizontes dos alunos”, afirma.

    “O Outras Palavras talvez seja o mais importante projeto para a literatura no Estado. Claro, há os prêmios, há outras ações, mas, do ponto de vista da relação direta com o leitor, ou com o leitor em formação, o estudante, o ambiente da escola e a comunidade, este projeto é de fato o projeto de maior e melhor alcance para a literatura em Pernambuco”, avalia Sidney Rocha, que é parceiro antigo do projeto.

    “Para mim, especialmente, que tenho relação direta com estudantes (a partir do curso de leitura e escrita criativas que ministro), o Outras Palavras é uma forma de legitimar o que digo: lugar de escritor é na escola. Sobretudo, na escola pública, da qual sou filho direto. Nesse projeto, tenho a chance de retornar para a escola, o estudante, a comunidade, o que a literatura me deu nessas décadas. Não se trata de uma ação literária, mas uma ação cidadã”, avalia o escritor.

    O DJ Big, também produtor e instrutor no Pé no Chão (entidade sem fins lucrativos que desenvolve atividades educativas, culturais e artísticas com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social), vai abordar os conceitos de paz e respeito em suas participações no projeto. Ele diz que a identificação com o Outras Propostas foi imediata. “É uma iniciativa que eu já namorava fazia algum tempo. É minha cara essa troca com a juventude, considerando minha bagagem com o Pé no Chão. Dividir conhecimento trabalhando com a ferramenta do hip hop, que eu venho descobrindo que realmente salva e transforma, porque é a linguagem da juventude”, disse o DJ.

    Para BIG, construir espaços de diálogo dentro das escolas é fundamental para a formação dos estudantes. “O Outras Palavras vem provocar, mostrar, refletir com essa gurizada que está aí. Muitas vezes me coloco no lugar desses jovens e imagino o impacto para eles, no dia a dia padrão da escola, aparecer uma oportunidade assim para trocar e refletir sobre determinado tema. O tempo passa, mas isso ficará na memória deles com certeza”, acredita.

    Tarciana Portella, gerente de Formação e Projetos Especiais da Secult-PE, explica que o Outras Palavras sempre vai além do objetivo central de divulgar a literatura. “O projeto traz para esses jovens das escolas publicas o contato com as manifestações diversas da nossa cultura, de Patrimônios Vivos a Pontos de Cultura, e de grupos que trabalham com as expressões do patrimônio cultural imaterial de Pernambuco”, detalha.

    Segundo ela, em 2019, além de divulgar mais intensamente o Prêmio de Literatura Hermilo Borba Filho, houve esforço para aumentar a quantidade de escritores envolvidos. “Neste novo ciclo, estamos ampliando o leque de escritores convidados. São escritores pernambucanos ou que moram em Pernambuco, com premiações locais, nacionais ou internacionais e ainda aqueles que, apesar de premiações ou não, são reconhecidos como pessoas que tenham histórico e contribuição na área da literatura”, conta Portella.

    O balanço das ações, divulgado no final do ano passado, mostra que foram realizados mais de cem atividades, incluindo oficinas, espetáculos de teatro, ópera, visitas guiadas a exposições, ações em parceria com o Programa Mãe Coruja, exibição de filmes e participações em eventos, literários. “O Outras Palavras é um projeto já consolidado no ambiente escolar, sempre deixando estudantes e educadores felizes com a sua chegada. Os nossos artistas também se revigoram no contato com esse público. É um dos mais sérios e efetivos projetos de cultura e educação que conheço. Para a edição 2019, o que queremos é honrar a continuidade de um modelo já testado e aprovado, contribuindo com sua consolidação e evolução”, afirma Andréa Mota, coordenadora do projeto.

    AGENDA DE ATIVIDADES
    27/8 – AMARAJI – EREM Antônio Alves de Araújo
    29/8 – RECIFE – EREM Nóbrega
    11/9 – IGARASSU – IFPE
    17/9 – JOÃO ALFREDO – Escola Municipal Governador Miguel Arraes de Alencar
    25/9 – BARREIROS – EREM Central

    Serviço
    Edição de abertura do projeto Outras Palavras, com participação de Sidney Rocha e DJ Big
    Quando: 23 de agosto (sexta-feira), às 9h
    Onde: Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 - Boa Vista, Recife - PE)
    Aberto ao público

    Assuntos: secult, fundarpe, projeto outras palavras, see
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governo de Pernambuco cria comissão para tratar da regulamentação do transporte intermunicipal de passageiros

     O Governo de Pernambuco instituiu uma comissão especial interdisciplinar para promover estudos, propostas e encaminhamentos referentes à regulamentação do transporte intermunicipal de passageiros. O trabalho será coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos e também contará com representantes da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI), das secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e Planejamento e Gestão, além da Procuradoria Geral do Estado. O trabalho terá duração de quatro meses. O decreto instituindo a comissão foi publicado no Diário Oficial do Estado na última segunda-feira (19/8).

    A iniciativa é motivada, sobretudo, a partir das alterações do Artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB, pela lei 13.855, sancionada pela Presidência da República este ano. A mudança na legislação determina que o transporte alternativo (ônibus ou van escolar sem autorização ou transporte remunerado de pessoas) passa a ser considerado como infração gravíssima, com multa e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Além disso, está prevista a remoção do veículo como medida administrativa.

    Com a conclusão dos estudos, o Governo do Estado buscará assegurar, dentro da Lei, as regras necessárias para garantir a regulamentação do serviço e, assim, possibilitar o trabalho e a geração de renda para os operadores do transporte.  

    Assuntos: governo de pernambuco, seinfra, transporte intermunicipal
    Compartilhe: Link para o post:
  • Ipem-PE intensifica fiscalização em postos de combustíveis em Caruaru e região

     ipem

    O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) está intensificando, durante esta semana, as fiscalizações em postos de combustíveis em Caruaru e região.  O objetivo da ação é verificar se o volume total de combustível colocado nos veículos corresponde ao valor que está sendo cobrado pelos postos, bem como coibir práticas que gerem prejuízo ao consumidor.

    De caráter obrigatório, as verificações periódicas são efetuadas anualmente e sempre que o equipamento sofrer um reparo ou manutenção. A verificação da bomba consiste em uma série de procedimentos, a começar pela inspeção visual, onde são verificadas a inscrições obrigatórias, funcionamento, conservação, itens de segurança e selo do Inmetro. Em seguida, iniciam-se os ensaios propriamente ditos, nos quais os fiscais do instituto verificam se existe algum defeito ou adulteração que influa na quantidade de combustível entregue.

    De acordo com o Presidente do Ipem-PE, Adriano Martins, “estamos trabalhando para garantir que o consumidor esteja sempre protegido em suas relações de consumo”.

    O consumidor que desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da ouvidoria pelo 0800 081 1526, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou enviar e-mail para ouvidoria@ipem.pe.gov.br.

    Cidades: Caruaru
    Assuntos: ipem, fiscalizacao, postos de combustiveis
    Compartilhe: Link para o post:
  • Presidente do IPA entrega tanques de piscicultura em Assentamento de Petrolina

    | Agricultura

     ipa

    O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) entregou, nesta terça-feira(19), 7 tanques de piscicultura para famílias que residem no Assentamento João Rodrigues Primo, em Petrolina. 
    De acordo com o presidente do IPA, Odacy Amorim, a iniciativa permitirá aos moradores da localidade o fortalecimento da renda familiar por meio da criação de diversos peixes. O IPA também implementou melhorias em aproximadamente 1,6 km de estradas que dão acesso a comunidade, o que garantirá melhores condições no transporte do que for produzido.

    "O IPA seguirá ao lado do homem e da mulher do campo, trabalhando e priorizando os anseios da população, especialmente dos mais carentes", ressaltou Odacy.

    O João Rodrigues Primo possui um tamanho total de 90 hectares distribuídos para as 15 famílias residentes, tendo grande parte da sua área já irrigada.
    Cidades: Petrolina
    Assuntos: sda, ipa, assentamento, piscicultura
    Compartilhe: Link para o post:
  • Palestra da Escola de Controle interno destaca trabalho da ouvidoria

    scge

    “Ouvidoria, por que responder?” é o tema da palestra que a Escola de Controle Interno da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (ECI/SCGE) promove no dia 30 de agosto. Aberta para servidores da administração pública estadual, a programação será realizada das 9h às 12h, no auditório da SCGE, no bairro do Espinheiro, no Recife. A inscrição, gratuita, deve ser feita no link https://doity.com.br/ouvidoria-por-que-responder.

    A palestra será proferida pela diretora da Ouvidoria-Geral do Estado (OGE/SCGE), Zélia Correia. Em sua explanação, ela abordará a importância da ouvidoria na contribuição da melhoria contínua dos serviços públicos prestados à sociedade, decorrentes das manifestações da própria sociedade. Destacará, ainda, que a ouvidoria possibilita que o cidadão se relacione de forma direta com os órgãos executores dos serviços públicos, exercendo assim um importante papel de incentivo ao controle social.

    PARCERIAS – Para viabilizar a capacitação permanente dos servidores, no enfoque do controle interno, a Escola conta com o apoio de várias instituições. São elas: Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), Associação dos Servidores de Controle Interno de Pernambuco (Ascipe) e Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci).

    Procuradoria-Geral do Estado (PGE-PE), Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), Controladoria Geral da União (CGU), Controladoria Geral do Município do Recife, Polícia Civil de Pernambuco, Esafaz e Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) também integram a lista de parceiros da ECI, que vem se consolidando como um ambiente de referência na área qualificação governamental.

    Cidades: Recife
    Assuntos: scge, ouvidoria, escola de controle interno
    Compartilhe: Link para o post:
  • Funase e CIEE ampliam número de cursos ofertados para socioeducandos

    | Direitos Humanos

    ciee

    Instituições firmaram acordo para incluir 11 novas formações entre as realizadas no sistema socioeducativo, totalizando 41 cursos

    A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e o Centro de Integração Empresa-Escola em Pernambuco (CIEE-PE) ampliaram para 41 o número de cursos profissionalizantes ofertados a socioeducandos por meio da parceria existente entre as instituições. Passaram a ser certificadas mais 11 formações, entre elas, barbearia e corte masculino, aperfeiçoamento em barbearia e corte masculino, básico de corte de cabelo masculino, operador logístico, tapeçaria, tricotin, decoupagem, artesanatos em couro e pele e artesanato em corda e sisal. Esse último curso, por exemplo, já vinha sendo realizado na Casa de Semiliberdade (Casem) Caruaru e teve parte da produção resultante das aulas exposta na Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), em julho.

    O termo de inclusão dos novos cursos foi assinado pela presidente da Funase, Nadja Alencar, e pela superintendente executiva operacional do CIEE-PE, Maria Inez Borges Lins. Também participaram as superintendentes da Política de Atendimento, Íris Borges, de Planejamento e Orçamento, Zed Galvão, e de Gestão de Administração e Finanças da Funase, Angela Weber, além do coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da instituição, Normando de Albuquerque, e da superintendente adjunta de operações do CIEE-PE, Ana Patrícia Gomes. O encontro ocorreu na sede da Funase, no bairro dos Aflitos, no Recife.

    Pelo acordo de cooperação técnica, que tem duração de cinco anos, cabe à Funase disponibilizar espaços e equipes técnicas para o acompanhamento das atividades e supervisionar a frequência dos socioeducandos nas atividades. Já ao CIEE compete capacitar instrutores que sejam funcionários ou voluntários para a realização do módulo de empreendedorismo, requisito para a conclusão de algumas formações, além de certificar socioeducandos que tenham aproveitamento de, ao menos, 75% da carga horária dos cursos.

    “Inserir os adolescentes do sistema socioeducativo em oportunidades de qualificação profissional é algo que abre horizontes para a integração social deles, além de representar um estímulo para que reconstruam seus projetos de vida”, avalia o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes, que, em março deste ano, já havia participado de uma reunião com o CIEE, ocasião em que os resultados da parceria foram celebrados, e o número de cursos oferecidos, ampliado.

    Além das 11 novas formações, já são ofertados para os adolescentes e jovens da Funase cursos como Pintura em Tecido, Recondicionamento de Computadores, Eletrônica com Ênfase em Robótica, Informática Básica, Pintura Imobiliária, Arte e Reciclagem, Montagem e Manutenção de Computadores e Culinária Básica, além do ciclo de palestras de pré-qualificação para o mercado de trabalho, dos introdutórios de reparo de computadores e eletrônica e das oficinas de aperfeiçoamento profissional.

    “A ampliação da oferta acontece pelo êxito da experiência dos cursos que são executados diretamente pelos agentes socioeducativos. É um investimento que os gestores das unidades da instituição vêm fazendo ao colocar os agentes no papel de instrutores”, destaca o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque.

    Assuntos: sdscj, funase, ciee
    Compartilhe: Link para o post:
  • Manuela Marinho assume a presidência da Compesa

    posse

    Pela primeira vez, em 48 anos de história, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é comandada por uma mulher. Nesta segunda-feira (19), Manuela Marinho assumiu a gestão da companhia com o desafio de ampliar o abastecimento de água e esgotamento sanitário em Pernambuco, e uma perspectiva de R$ 1 bilhão em investimentos  em obras de abastecimento de água  e esgotamento sanitário para 2019. A presidência da Compesa foi repassada para Manuela Marinho por Roberto Tavares – que esteve na estatal por 12 anos, dos quais  quase nove como diretor-presidente - durante cerimônia ocorrida no Centro Administrativo Governador Eduardo Campos, sede da companhia, no bairro de Santo Amaro, Recife. A solenidade, em auditório lotado, contou com a presença da vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, da secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), Fernandha Batista, e do presidente do Conselho Administrativo da Compesa, João Bosco de Almeida, além de prefeitos, secretários de Estado e demais autoridades.

    À frente de 7 mil colaboradores (diretos e indiretos), Manuela tem a missão de finalizar importantes obras hídricas estruturadoras, como a primeira etapa da Adutora do Agreste, que possibilitará abastecer com água da Transposição do Rio São Francisco 23 cidades, a maioria localizada na região Agreste. Para se integrar às tubulações da Adutora do Agreste, são executados empreendimentos grandiosos que transportarão água de uma região para outra, como a Adutora de Serro Azul, o Sistema dos Poços de Tupanatinga e a Adutora do Alto Capibaribe, essa última inclusive de alcance interestadual (vai levar água da Paraíba para Pernambuco). “A Compesa é uma das empresas mais desafiadoras do nosso Estado porque presta serviços essenciais que impactam diretamente na qualidade de vida de mais de sete milhões de pernambucanos em 172 municípios, além do distrito de Fernando de Noronha. Vamos trabalhar pelo fortalecimento da gestão, tocar os atuais projetos e criar novas oportunidades, tendo em vista que o saneamento é uma das grandes marcas da gestão de Paulo Câmara”, disse Manuela Marinho, que ao lado do governador, envidará esforços para formalizar o convênio de execução da segunda etapa da Adutora do Agreste, estimada em R$ 2 bilhões.

    Ainda no interior, a nova presidente vai administrar obras de implantação de sistemas de coleta e tratamento de esgoto como as que são realizadas nas cidades de  Caruaru, Sanharó, Belo Jardim e Gravatá, todas no Agreste, que são alguns empreendimentos previstos no Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do rio Ipojuca ( PSA Ipojuca), recursos do Governo do Estado e Bid ( Banco Interamericano de Desenvolvimento) e no Programa de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco-PSH. Este último  abrange obras de esgotamento sanitário em Santa Cruz do Capibaribe e Surubim, além de execução de projetos para implantação de sistemas de esgoto em 11 cidades banhadas pelo Rio Capibaribe, recursos financiados pelo Banco Mundial ( Bird).

    Já na Região Metropolitana do Recife (RMR), Manuela Marinho irá tocar obras que estão em andamento  para melhoria do abastecimento para a região do Ibura e dos Morros da Zona Norte, no Recife, para ampliação do Sistema de Suape-Ipojuca e também o projeto Olinda+Água, que tem o objetivo de estabelecer o fornecimento de água todos os dias para 15 bairros da cidade de Olinda, até o ano de 2021. Manuela Marinho ainda vai administrar a maior Parceria Pública Privada do país, a PPP do Saneamento de Pernambuco, o Programa Cidade Saneada. Iniciado em 2013, o programa tem a missão de ampliar de 30% para 90% a cobertura de esgotamento sanitário nas 15 cidades da RMR até o ano de 2037. Ao final do projeto serão aplicados R$6,7 bilhões, recursos públicos e privados, iniciativa que beneficiará 5 milhões de pessoas.

    A nova presidente da Compesa é formada em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e pós-graduada em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade de Pernambuco (UPE). É auditora fiscal da Secretaria da Fazenda da Paraíba. Manuela Marinho foi convidada para atuar no Governo de Pernambuco em 2013, na gestão do então secretário da Fazenda, Paulo Câmara. Em 2016, assumiu a Secretaria Executiva do Programa de Desenvolvimento do Turismo de Pernambuco (Prodetur), onde permaneceu até 2018. Neste mesmo ano, passou a comandar interinamente a pasta de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco. Em 2019 foi designada pela secretária Fernandha Batista para gerir a área de Transportes da Seinfra. Após oito meses de gestão na nova pasta, Manuela Marinho foi convidada pelo governador para administrar a Compesa.

    Cidades: Recife
    Assuntos: seinfra, compesa, posse
    Compartilhe: Link para o post:
  • Governador recebe ex-técnico de vôlei Murilo Amazonas

    Volei

    Paulo Câmara entregou Título Benemérito ao pernambucano em nome da Confederação Brasileira de Vôlei 

    O governador Paulo Câmara, acompanhado do secretário executivo de Esportes Diego Pérez, recebeu, nesta segunda-feira (19/08), no Palácio do Campo das Princesas, o pernambucano Murilo Amazonas, ex-técnico de vôlei. Durante o encontro o governador entregou a Murilo o Título Benemérito, concedido pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) em reconhecimento aos mais 55 anos de dedicação do treinador ao voleibol pernambucano e nacional.

    Murilo Amazonas, hoje com 75 anos, revelou diversos atletas de Pernambuco reconhecidos nacional e internacionalmente no vôlei, como Pampa, Marcelo Negrão, Talmo e Douglas Cordeiro. Além disso, tem no currículo conquistas como o Campeonato Brasileiro com a Seleção Pernambucana Infanto-Juvenil em 1971 e 1974 e os Jogos Escolares Brasileiros na categoria mirim, em 2001.

    O ex-treinador tem passagem pelo Sport Club do Recife, AABB Recife, Clube Português do Recife, Santa Cruz Futebol Clube, Copagás-MT, Telesp-SP, Associação Atlética Polícia Civil-SP e Esporte Clube Corinthians-SP.

    Acompanharam a visita o presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Walter Toroca; o presidente da Federação Pernambucana de Vôlei, Celso Assumpção; o vice-campeão pan-americano (Winnipeg-1999) de vôlei de praia, Lula; o ex-técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, Radames Latari; e o ex-técnico de vôlei, Ednilton Vasconcelos.

    Assuntos: Não há assuntos relacionados.
    Compartilhe: Link para o post:
  • Procon-PE recolhe produtos vencidos no Big Bompreço da Caxangá

    | Direitos Humanos

     sjdh

    O Procon-PE recolheu diversos produtos vencidos no recém-inaugurado supermercado Big Bompreço, localizado na Avenida Caxangá, no bairro da Iputinga. As equipes de fiscais  foram até o local após diversas denúncias feitas ao órgão.

    Os fiscais estiveram no estabelecimento nos dias 16 e 19 de agosto, e nos dois momentos foram encontrados produtos vencidos. Iogurtes, linguiças, pernil suíno, paleta suína e pé de porco.  Um pacote de massa de pastel estava vencido desde 28 de julho; as linguiças, desde o dia 11 deste mês, já as carnes e iogurtes estavam vencidos por questão de horas.

    “Os consumidores precisam ficar atentos que alguns produtos além de possuir a data de validade, possuem também até que horas ele deve ser consumido. Recolhemos alguns iogurtes ás 10h que tinham vencido às 4h34 da madrugada”, explica a gerente de fiscalização do Procon, Danyelle Sena.

    O consumidor é o principal fiscal do órgão, por isso se verificar qualquer irregularidade é só denunciar. As denúncias podem ser feitas através do 0800.282.1512 ou pelo 3181.7035.

    Cidades: Recife
    Assuntos: procon, fiscalizacao, produtos vencidos, big bompreco
    Compartilhe: Link para o post: