meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Governador entrega Parque da Macaxeira e Escola Técnica Estadual

https://www.pe.gov.br/_resources/files/_modules/files/files_9880_tn_2014040422255624a4.jpghttps://www.pe.gov.br/_resources/files/_modules/files/files_9878_tn_201404042225038dc8.jpg

A população da Zona Norte do Recife passa a usufruir, em um só lugar, de acesso à educação, lazer e cultura. Tudo isso está reunido no bairro da Macaxeira, às margens da Avenida Norte, local onde foram erguidos o Parque Urbano da Macaxeira Ministro Fernando foto1Lyra e a Escola Técnica Estadual (ETE) Miguel Batista. Os equipamentos foram inaugurados pelo governador Eduardo Campos, nesta quinta-feira (03/04), que esteve no local acompanhando da primeira-dama Renata Campos, dos cinco filhos e dos secretários de Educação e Esportes do Estado, Ricardo Dantas, e das Cidades, Danilo Cabral.

"Essa parque fica na Macaxeira, mas dialoga com toda Casa Amarela, onde se tem poucas opções de lazer. E a gente sabe o que a falta de lazer é capaz de fazer na vida de uma família: estresse, vicio, sedentarismo, além de irritação por não ter um lugar para caminhar e conviver", disse o governador, ao lembrar o sofrimento e desalento ocasionado pelo fechamento da antiga Fábrica da Macaxeira, em 1983, que funcionava no local em que os novos equipamentos foram erguidos.

foto2O Parque Urbano da Macaxeira Ministro Fernando Lyra compreende uma área total de 10 hectares, passando a ser o maior parque urbano da Região Metropolitana do Recife, superando espaços como Parque da Jaqueira e Treze de Maio, ambos com 7 hectares cada. Voltado para o lazer e cultura, o parque contou com R$ 54,1 milhões em investimentos.

O complexo possui ciclovia com 630 metros, pista de cooper com 1,1 quilômetro, duas quadras poliesportivas, um campo de futebol, pista de skate com 950 metros quadrados, playground e academia com equipamentos de musculação. Ainda serão entregues à população, em maio deste ano, um posto de atendimento do Expresso Cidadão, uma biblioteca multimídia, um restaurante e um circo arena com 900 metros quadrados - este último será um espaço para shows e apresentações culturais.

foto3Já a ETE Miguel Batista, que tem capacidade para atender até 1.200 alunos, oferece, inicialmente, dois cursos: Informática e Redes de Computadores, ambos vinculados ao ensino médio em tempo integral. A escola também vai funcionar, já neste mês, como polo presencial para os cursos técnicos à distância em Administração, Logística, Restaurante e Bar, Informática e Segurança do Trabalho. A unidade foi batizada de Miguel Batista em homenagem a um operário e líder sindical.

No total, foram investidos R$ 7,8 milhões para erguer a ETE que conta com uma área construída de 3,7 mil metros quadrados. A unidade, que ocupa o prédio principal da antiga Fábrica da Macaxeira, possui quadra poliesportiva coberta, refeitório, área de convivência, 12 salas de aula, biblioteca, auditório, seis laboratórios de disciplinas como informática, biologia e química, além de outros dois reservados aos cursos técnicos. O estudante Aiomas Almeida, de 14 anos, que já está cursando Informática na unidade, aprovou a infraestrutura da ETE. "Os professores são nota 10, as salas são climatizadas, e a quadra e o refeitório são ótimos. Está tudo perfeito", elogiou.foto4

Com a inauguração da ETE Miguel Batista, Pernambuco passa a ter 26 escolas técnicas estaduais em pleno funcionamento. Até o final deste ano, o número vai aumentar para 40 unidades, o que representa um aumento de 800% em relação a 2006, quando havia apenas cinco em funcionamento no Estado, sendo duas no Recife e outras três, respectivamente, em Escada, Palmares e Serra Talhada. Além do quantitativo de escolas técnicas, o número de matrículas também apresentou um crescimento no Estado de cerca de 6.000%, saltando de 231, em 2006, para 13.609, em 2013.

As ETEs pernambucanas oferecem, ao todo, 30 cursos presenciais e nove a distância para mais de 23 mil estudantes em todo o Estado. Os cursos presenciais são oferecidos em duas modalidades: Integrado e Subsequente. Na primeira opção, o estudante que já concluiu o ensino fundamental faz o curso técnico de maneira integrada ao seu ensino médio. No subsequente, a pessoa que já tem o diploma de ensino médio, pode se profissionalizar em uma carreira técnica.

https://www.pe.gov.br/_resources/files/_modules/files/files_9882_tn_201404042225560a3c.jpghttps://www.pe.gov.br/_resources/files/_modules/files/files_9881_tn_20140404222556c98c.jpg

Assuntos: governador, eduardo campos, pernambuco, estado, entrega, parque, macaxeira, escola, estadual, ete, tecnica
Compartilhe: Link para o post: