meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Boletim Covid-19 - Comunicação SES-PE - 09/06

| Saúde
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (09.06), 305 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados hoje, 131 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 174 como leves. Agora, Pernambuco totaliza 41.010 casos já confirmados, sendo 16.091 graves e 24.919 leves. 

Além disso, o boletim registra 23.721 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 6.554 são de casos graves e 17.167 casosleves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 166 municípios pernambucanos (tabela 1), além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 103 óbitos (sendo 42 do sexo feminino e 61 do sexo masculino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Abreu e Lima (1), Alagoinha (1), Belo Jardim (1), Cabo de Santo Agostinho (2), Camaragibe (2), Carpina (2), Caruaru (3), Casinhas (2), Garanhuns (3), Gravatá (1), Jaboatão dos Guararapes (13), Jataúba (1), João Alfredo (1), Limoeiro (1), Nazaré da Mata (2), Olinda (4), Palmares (2), Pesqueira (1), Poção (1), Pombos (1), Recife (44), Ribeirão (2), Salgueiro (1), Saloá (1), Sanharó (1), Santa Cruz do Capibaribe (2), Santa Maria do Cambucá (1), Tuparetama (1), Vertentes (1), Vitória de Santo Antão (2) e outros Estados (2). Com isso, o Estado totaliza 3.453 mortes pela doença.

O aumento no número de mortes no boletim de hoje está relacionado ao atraso na informação sobre a ocorrência dos óbitos pela rede hospitalar. Do total, 60 óbitos (58,2%) ocorreram entre o dia 24 de abril e 05 de junho e 43 (41,8%) foram registrados nos últimos 3 dias. Os pacientes tinham idades entre 37 e 96 anos. Dos 103 pacientes que vieram a óbito, 39 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão arterial sistêmica (25), diabetes (20), obesidade (6), doença neurológica crônica (1), doença hepática crônica (1), doença renal crônica (5), doença cardiovascular (4), histórico de tabagismo (1), doença pulmonar (3), doença arterial obstrutiva periférica (1), doença de Alzhaimer (1), imunossupressão (1), câncer (1), leucemia (1), etilismo (1), anemia (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Outros oito paciente não apresentavam comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. As faixas etárias são: 30 a 39 (1), 40 a 49 (7), 50 a 59 (18), 60 a 69 (16), 70 a 79 (31), 80 ou mais (30).

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 12.454 casos foram confirmados e 13.427 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

ATENDE EM CASA - O município de Salgueiro, no Sertão Pernambucano e sede da VII Gerência Regional de Saúde (Geres), passou a ser assistido, nesta terça-feira (09.06), pelo Atende em Casa, aplicativo que orienta usuários que estejam apresentando sintomas gripais. Com a inclusão da cidade, todas as 12 Geres passam a ter ao menos uma localidade contemplada com a tecnologia. Um dos municípios sertanejos mais populosos, Salgueiro conta com 60.930 habitantes. Agora, já são mais de 8,9 milhões de pessoas beneficiadas com a ferramenta, espalhadas por 162 municípios pernambucanos, o que equivale a 93,5% da população total do Estado. 

      O Atende em Casa passa orientações para a população com sintomas gripais que busca o serviço on-line, seja para manter o isolamento domiciliar ou, após uma teleorientação feita por profissional de saúde, fazer a busca qualificada por um serviço de saúde mais próximo da sua casa. A ferramenta já conta com mais de 78,9 mil usuários cadastrados. Ao todo, após teleorientação, mais de 9,1 mil pessoas foram orientadas a procurar uma unidade de saúde e mais de 16,1 mil a permanecer em isolamento domiciliar.

O aplicativo, disponível pelo site www.atendeemcasa.pe.gov.br e para smartphones com sistema Android, permite que médicos, enfermeiros ou residentes médicos façam videochamadas e orientações aos usuários. Mais de 100 profissionais de saúde foram treinados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), responsável por coordenar os atendimentos fora do Recife, para atuação no Atende em Casa, reforçando as escalas de plantão. Os profissionais recebem orientações quanto ao uso do aplicativo, protocolos clínicos da Covid-19 e fluxo de atendimento nas unidades de saúde.

TRANSPARÊNCIA - Empenhado em levar todas as informações relevantes sobre o novo coronavírus para a população do Estado, prezando pela transparência necessária, o Governo de Pernambuco tem deflagrado, desde o início da pandemia, diversas iniciativas de acesso a dados em relação à doença. As primeiras ações para o planejamento da rede estadual tiveram início ainda em janeiro, antes mesmo da confirmação do primeiro caso da Covid-19 no Brasil, em reunião aberta com os principais serviços e entidades da área da saúde. Na ocasião, as principais dúvidas sobre o assunto, como fluxo da rede, protocolos técnicos e critérios clínicos, foram esclarecidas e amplamente divulgadas.

Quando o primeiro caso suspeito da doença foi notificado no Estado, em 25 de fevereiro, o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) prontamente acionou, no mesmo dia, a imprensa pernambucana, uma das principais aliadas na divulgação de informações verídicas sobre a saúde, para esclarecimentos sobre a ocorrência. Tratava-se de uma mulher de 51 anos, residente do município de Caruaru, no Agreste, que desembarcou no Recife, naquele dia, em voo doméstico proveniente da Itália e que teve o caso descartado dias depois. 

Com o compromisso com a divulgação de informações, o Governo de Pernambuco estabeleceu uma rotina de coletivas de imprensa para atualizar a população sobre os dados da doença, esclarecendo as dúvidas e debatendo assuntos relevantes relacionados à pandemia do novo coronavírus. As entrevistas começaram a ser realizadas na sede da Secretaria de Saúde, no bairro do Bongi, Zona Oeste do Recife. Após a instalação do Gabinete de Combate à Covid-19 pelo governador Paulo Câmara, as coletivas foram transferidas para o Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo e local de atuação das equipes envolvidas nas tarefas coordenadas pelo Gabinete. 

Com os primeiros decretos anunciados pelo governador Paulo Câmara, que instauraram, entre várias ações, as medidas de distanciamento e isolamento sociais, os pronunciamentos ganharam um novo endereço: as plataformas virtuais. As coletivas, realizadas no mínimo três vezes por semana, passaram a ser transmitidas ao vivo pelo canal oficial do Governo de Pernambuco no Youtube. As transmissões, comandadas pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, contam com a presença de diversos gestores e especialistas, além de fazer um apanhado dos principais informes do dia, esclarecem as dúvidas de veículos de comunicação locais e nacionais.  

Além disso, desde o dia 1º de março, a Superintendência de Comunicação da SES-PE passou a divulgar, diariamente e em paralelo às coletivas, boletins epidemiológicos sobre a Covid-19 que trazem um detalhamento do comportamento da doença em todo o território estadual; informações atualizadas, de forma clara, sobre as ações do Governo de Pernambuco e da Secretaria Estadual de Saúde; além de dados sobre a abertura e ocupação de leitos voltados 

para os casos suspeitos e confirmados da doença. O material, além de ser divulgado para a imprensa, é publicado em todas as redes sociais da SES-PE e do Governo do Estado para acesso integral por parte da população. Os documentos também estão disponíveis no portal da Secretaria Estadual de Saúde. Até o momento, já são 100 boletins disponibilizados com linguagem acessível para toda a sociedade. 

"A transparência é uma marca da qual nos orgulhamos e que nos balizou ao longo de toda esta jornada. Só com a transparência e com o compromisso com a informação de qualidade sobre a doença é possível traçar as estratégias com capacidade de trazer impacto real para as decisões e o planejamento desse enfrentamento à Covid-19. Informação em saúde é fundamental e é um compromisso do Governo de Pernambuco", destacou André Longo durante coletiva de imprensa realizada na última segunda-feira (08.06). 

Com o intuito de reunir todas as informações pertinentes sobre o assunto em apenas um local, o Governo de Pernambuco também criou um hotsite voltado exclusivamente para compartilhamento de informações sobre a Covid-19. Intitulado de Pernambuco contra o coronavírus (https://www.pecontracoronavirus.pe.gov.br/), a plataforma virtual conta com informações gerais sobre a doença; números atualizados de Pernambuco; respostas para as dúvidas mais freqüentes da população; notícias relevantes sobre a pandemia; mapa geral com localização dos casos no Estado; além de uma seção dedicada a desmentir informações falsas (‘fake news’). 

O Governo de Pernambuco ainda possui um boletim específico com informações oficias sobre a Covid-19 no Estado, que são enviadas diariamente através do aplicativo Whatsapp. Até hoje já foram 116 boletins do tipo. Para receber o informe, o interessado deve cadastrar seus dados no portal www.pecontraocoronavirus.pe.gov.br e salvar na agenda o número (81) 9488-3776. As informações sobre o novo coronavírus ainda são disponibilizadas e atualizadas todos os dias nos canais oficiais do Governo de Pernambuco e da Secretaria Estadual de Saúde nas mídias sociais.

Já com relação aos dados referentes às despesas com o combate à Covid-19, a gestão estadual disponibiliza, para consulta da população, um acervo de documentos agregado por tópicos no Portal da Transparência. No espaço virtual, é possível acessar todos os gastos da administração com contratações e compras emergenciais, além de um painel específico de despesas detalhadas relacionadas ao novo coronavírus. O usuário também pode visualizar os gastos com contratações e compras emergenciais efetuados pela administração pública estadual, com dados discriminados por secretaria.

LEVANTAMENTO – Prova dos esforços do Governo de Pernambuco em divulgar informações relevantes sobre o desdobramento da pandemia no Estado é o levantamento realizado pela Open Knowledge Internacional (OKBR) – organização não-governamental presente hoje em 66 países, com atuação nas áreas de transparência das gestões e abertura de dados públicos. Na primeira edição da pesquisa que analisou a transparência na divulgação das informações à população sobre a pandemia da Covid-19, Pernambuco foi o único Estado brasileiro a apresentar um resultado considerado “de alto nível de transparência”. 

Ao longo dos últimos dois meses, a entidade divulgou rankings periódicos e, em todas as dez edições do levantamento, Pernambuco seguiu nos primeiros lugares da disputa, sempre com bons indicadores e com alto nível de transparência comprovado.

Assuntos: ses, coronavirus, covid19
Compartilhe: Link para o post: