meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

CPRH completa 43 anos de criação e comemora com a compra do Centro de Triagem de Animais Silvestres

| Meio Ambiente

cprh

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), empresa estatal vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas) completa, hoje (16), 43 anos da sua fundação. E a celebração da data não poderia ser de melhor forma: às 10h30, o Presidente da CPRH, Djalma Paes, recebe a escritura do Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara) - uma área de 3,6 hectares localizado no km 8 da Estrada da Mumbeca, no bairro da  Guabiraba, no Recife, onde desde  2016, a CPRH recebe animais silvestres criados ou vendidos ilegalmente, para serem avaliados e cuidados, antes de serem devolvidos à natureza.

 “A aquisição do terreno onde funciona o Cetas é uma grande conquista, que pagamos com recurso proveniente de compensação ambiental. Pernambuco tem se destacado na gestão da fauna silvestre, inclusive pelo espaço onde ficam os animais, mas que até agora era alugado. Podemos dizer, com alegria: o Cetas é nosso!”, comemorou o diretor-presidente.  No Cetas são realizados diferentes tratamentos e a reabilitação dos animais, até que eles estejam em condições de retornarem à natureza. Em apenas três anos de funcionamento, o Cetas já recebeu mais de 30 mil animais. Desses, 90% são pássaros. “Mas chegam também saguis, tamanduás, jiboias. Até uma onça, resgatada quando filhote, está sendo cuidada no Cetas”, complementou Djalma Paes.

Além dos silvestres que são endêmicos do Nordeste, no Cetas também estão animais de outras regiões do País, como araras e tucanos que  retornarão ao  habitat natural. De acordo com o gestor do Cetas Tangara, Yuri Valença, por conta do tráfico de animais silvestres, muitos animais chegam ao Cetas em estado crítico de saúde.”Eles são tratados pelos veterinários e fazemos gestão para que os animais retornem para os estados de onde saíram. O mesmo acontece com nossa fauna. Recebemos, principalmente, pássaros, vendidos ilegalmente em outros estados da federação, como São Paulo, Rio de Janeiro”. Além do gestor do Cetas, dois biólogos, dois veterinários, oito tratadores  e dois manipuladores de alimentos dão conta dos trabalhos no Cetas Tangara.

A partir de 2020, a CPRH terá novo endereço

Além da compra, a CPRH tem outros motivos para chegar o final de 2019 contabilizando bons resultados: a mudança da sede, que troca o casarão da rua Santana, onde funciona há 40 anos, para um empresarial localizado na rua Oliveira Góes, 395, no Poço da Panela. A mudança foi necessária porque a casa não atende mais às necessidades da Agência que, ao longo dos anos, cresceu em atribuições e, consequentemente, aumentou o quadro funcional.

“O empresarial oferece melhores condições de trabalho para os nossos funcionários e também para melhor recebermos e atendermos os usuários dos nossos serviços. Mas vamos trabalhar para, no futuro, a CPRH ter a sua sede própria”, comentou Djalma Paes. A Agência encerra a sua atuação no casarão da rua Santana, na próxima sexta-feira (20), para iniciar o processo de mudança. A partir do dia 02 de janeiro de 2020, a Agência abre as portas no novo endereço.

Cidades: Recife
Assuntos: semas, cprh, cetas tangara
Compartilhe: Link para o post: