meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Quatro mil pessoas já se cadastraram em Pernambuco para receber o Crédito Popular

| Emprego

crédito

A linha de financiamento foi criada em outubro e está sendo orientada pela Agência de Empreendedorismo de Pernambuco

Quatro mil pessoas já se cadastraram em Pernambuco em busca do Crédito Popular, programa lançado pelo governador Paulo Câmara no mês passado. O anúncio inédito foi feito nesta quinta-feira (21) no município de Toritama, onde mais uma edição do evento se realizou, com grande mobilização de autônomos e pequenos empreendedores. A estimativa é que 80 mil postos de trabalho sejam gerados no Estado com o programa até 2022. A ação é comandada pela Agência do Empreendedorismo de Pernambuco (AGE), ligada à Secretária do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco.

A quadra da Escola Belmiro Gonçalves, em Toritama, ficou lotada e a maioria dos interessados no Crédito Popular está na faixa da população que tem um pequeno negócio, ou quer criá-lo. Segundo o presidente da AGE, Marcelo Barros, o programa tem uma extensa importância social num momento em que o País passa pela redução de empregos formais e criação de novas formas de geração de renda.

O crédito tem os juros mais baixos do mercado (de 1,49% ao mês para quem faz o crédito e paga as parcelas em dia). Cada empreendedor cadastrado e posteriormente aprovado terá direito ao empréstimo de R$ 3 mil. Marcelo Barros informou, ainda, que, em Toritama, a AGE está fazendo pré-cadastros no Expresso da Moda, na rua atrás do Parque das Feiras, até o dia 29 de novembro.

O secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, disse, em discurso, que conhecia bem a realidade dos trabalhadores do segundo maior polo de confecções do País e sabia da importância do crédito, porque muitos negócios não prosperam por falta de conhecimento ou de recursos. Ele contou que, anos atrás, teve uma pequena loja de confecção e três bancos de feira, respectivamente em Caruaru, Santa Cruz e Toritama. “Toritama se destaca pela produção de jeans. Sei a rotina de cada trabalhador ou empreendedor que atua nessa área e sei como vai ser importante o recebimento deste crédito, especialmente para aquela faixa da população que não tem acesso aos serviços bancários”.

Prefeito do município, Edilson Tavares destacou que “o governador Paulo Câmara teve ousadia e determinação para fazer uma linha de crédito para o pequeno empreendedor numa crise tão grande nacional”.

Por outro lado, quem representou os beneficiados pelo programa no evento foi Mabel Ferreira Cândido da Silva, 42 anos. Ela vendia sorvetes, sacolés e, de quebra, os clientes encontravam, ainda, variedades e produtos de cama, mesa e banho. Mas a rua onde morava, na Vila São Rafael, no caminho entre Caruaru e Toritama, no Agreste pernambucano andava sem movimento, muito parada. “Foi aí que tive a ideia de ir busca de um carrinho para vender açaí. Queria ganhar mais dinheiro. Pensei em levar meus produtos para a praça que ficava perto de casa também, mas não tinha os recursos para conseguir matéria-prima”, pontuou ela, que é mãe de dois garotos, um de 19 e outro de 14 anos.

Mabel mantém o primeiro empreendimento de sorvetes, porém prosperou e apostou em outra alternativa para negociar com açaí. Com os recursos de R$ 3 mil obtidos junto ao Crédito Popular, a caruaruense pôde investir em mais matéria-prima e ainda reservou uma parte para pagar as parcelas de um segundo carrinho, que já encomendou pela internet. “Fiz o cadastro na hora e não teve demora, porque uma semana depois eu já estava recebendo em casa a minha primeira visita”, conta a empreendedora”.

Cidades: Toritama
Assuntos: seteq, agencia de empreendedorismo, credito popular
Compartilhe: Link para o post: