meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Governo do Estado investe R$ 65 milhões no abastecimento de água e saneamento no Cabo

compesa

Ordem de serviço para execução das obras foi assinada, nesta quarta-feira, no Palácio do Campo das Princesas

O governador Paulo Câmara assinou, na tarde desta quarta-feira (18.09), ao lado da secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, do prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém e da presidente da Compesa, Manuela Marinho, duas ordens de serviço que vão beneficiar a população do município do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. São obras de ampliação dos sistemas de saneamento e de abastecimento de água na cidade. O gestor fez questão de ressaltar que esse é um importante desdobramento de uma série de obras na RMR, priorizando e dando velocidade as que são executadas em parceria com os municípios.

“São duas obras fundamentais, mais de R$ 65 milhões investidos, que já vão surtir efeitos importantes no abastecimento de água em 2020 e, a partir de 2021, no saneamento da cidade. São desafios importantes, e com a parceria com o município, a prefeitura e com o parceiro privado temos condições de acelerar ainda mais”, justificou o governador, que também discorreu sobre os futuros desafios nesta área.

“Temos uma meta de, nos próximos dez anos, sanear toda a Região Metropolitana. A obra que está começando fica em um município estratégico, que é o Cabo de Santo Agostinho, com uma das menores taxas de saneamento da região. Há a priorização do município e, ao mesmo tempo, vamos dar também uma condição melhor de abastecimento de água nessa cidade”, explicou Paulo Câmara.

A implantação da 1ª etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário no Cabo de Santo Agostinho tem o valor de investimento estimado em R$ 45 milhões, e vai atender uma população de mais de 22 mil habitantes, ampliando para 20% a cobertura, com o prazo de conclusão estipulado para julho de 2021. A obra da 1ª Etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário prevê o atendimento aos bairros Cohab, Charnequinha, São Judas Tadeu e Centro. Está previsto ainda o assentamento de cerca de 25 km de rede coletora, a instalação de mais de 3 mil ligações domiciliares, além da implantação de quatro estações de bombeamento e de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Já o Sistema de Abastecimento de Água do Cabo de Santo Agostinho será reforçado nos setores 1, 2, 3 e 9, que contempla os bairros de Cidade Garapu, Santo Inácio, Jardim Santo Inácio, Destilaria, Rosário e a localidade de Vila Claudete, com valor estimado de investimento de R$ 21 milhões em todo o projeto e, nesta primeira Etapa, de R$ 8,7 milhões. Serão 50 mil habitantes beneficiados com a obra, que tem o prazo de conclusão para dezembro de 2020. A intervenção consiste na construção e energização de duas Estações Elevatórias de Água Tratada (EEATs), construção uma Torre Piezométrica, implantação de Subadutoras de Água Tratada, Rede de Distribuição e instalação e/ou substituição de ligações domiciliares.

Fotos: Heudes Regis/SEI
Assuntos: paulo camara, governo de pernambuco, compesa, cabo de santo agostinho
Compartilhe: Link para o post: