meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Estudantes são premiados pela participação na 14ª OBMEP

| Educação

obmep

Rede Estadual de Ensino totalizou 68 medalhas; Premiação reconheceu também estudantes das redes municipal, privada e federal, além de 13 professores, 14 escolas e duas secretarias municipais

Estudantes das redes pública federal, estadual, municipal e privada participaram, na manhã desta terça-feira (17), da cerimônia de premiação da 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), realizada no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Este ano, a OBMEP contou com a participação de cerca de 18 milhões de estudantes em todo o Brasil. Foram entregues medalhas e certificados a 1638 estudantes pernambucanos.

A Rede Estadual de Ensino totalizou 68 medalhas recebidas, sendo cinco de ouro, 16 de prata,  47 de bronze e 1.134 menções honrosas. Além disso, foram premiados também 13 professores, 14 escolas e duas secretarias municipais de educação. 

Fred Amancio, secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, parabenizou os estudantes e demonstrou estar muito contente com a diversidade das escolas premiadas. “A nossa maior alegria é poder ver que os jovens estão vindo cada vez mais de diferentes escolas, não estão concentrados em algumas. E o nosso objetivo é incentivar o desenvolvimento desses estudantes, além das medalhas e da descoberta dos talentos em si. Esse, talvez, seja o processo mais rico da olimpíada: a evolução e empenho de cada um”, comentou. 

Rafael Magno, de 18 anos, foi um dos medalhistas de ouro da competição de matemática. Ele concluiu o Ensino Médio na Escola Estadual Tomé Francisco de Assis, que fica em Quixaba, no Sertão do Estado. O jovem comentou sobre as oportunidades trazidas pela olimpíada. “Eu sempre tive boas notas na disciplina, mas não era algo que eu pensava ser tão grandioso. Hoje, eu curso engenharia elétrica na Universidade Federal da Paraíba e esses anos de preparo na OBMEP foram primordiais para que eu me sentisse apto”, contou o jovem que já ganhou duas medalhas de ouro, uma de prata, duas de bronzes e uma menção honrosa em sua jornada na olimpíada. 

Iranete Lúcia de Andrade, professora de matemática da escola citada acima, também foi premiada. Ela comemorou com os estudantes, mas contou que o empenho é de toda a comunidade escolar. “Estamos sempre buscando novas metodologias, encontrando meios de inovar no ensino e não deixar que eles desanimem. E o prêmio é a concretização de que todo o trabalho realizado na escola está dando certo", pontuou.

OBMEP - A olimpíada, realizada desde 2005, prepara, a cada ano, cerca de 30 medalhistas de ouro para competições internacionais. A edição de 2017 trouxe como novidade a possibilidade de escolas particulares participarem da competição. 

Cidades: Olinda, Quixaba
Assuntos: see, olimpiada brasileira de matematica das escolas publicas
Compartilhe: Link para o post: