meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Rede de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes promove dia multicultural

| Direitos Humanos
sdscj

Evento reuniu jovens em oficinas e ações de preparação para a Caminhada Pelo Fim da Violência Sexual.

A escola Estadual Sizenando Silveira, em Santo Amaro, foi palco de oficinas culturais e ações de sensibilização sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Com atividades durante toda esta quinta-feira (10), o evento faz parte da programação de conscientização do Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

No pátio da escola, psicólogos, pedagogos e assistentes sociais do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Olinda fizeram orientações sobre a importância da denúncia e distribuíram materiais de divulgação sobre os tipos de encaminhamentos e atendimentos às vítimas. Já na quadra da escola, crianças e adolescentes participaram de grupos de capoeira, percussão e flash mob, além de um cine debate promovido pelo Canal Futura e a confecção de cartazes de alerta. “Todo material produzido nas oficinas serão usados na Caminhada Pelo Fim da Violência Sexual, que acontece no dia 18 de maio”, pontua a coordenadora da Rede de Enfrentamento, Hyldiane Lima. O ato está marcado para começar a partir das 14h, no Parque 13 de Maio.

De acordo com o assistente de gestão da escola Sizenando Silveira, Enilton Dias, a instituição promove, durante todo o ano letivo, diversas atividades que apostam em temáticas sociais como forma de prevenção e orientação. “Constantemente, fazemos ações pedagógicas com temáticas sociais e trazemos atividades educativas na programação de conteúdos das disciplinas, como a de Direitos Humanos e Projeto de Vida, para que os jovens construam consciência social e política, além de entendimento do que são esses casos para que consigam identificar e se proteger”, destacou.

Para a estudante Letícia Gomes, 18 anos, as atividades são necessárias para mostrar que todos têm o papel de proteger crianças e adolescentes destes crimes. “A discussão é necessária para nos alertar sobre os casos e a forma como acontecem, além de mostrar que existem formas de proteção que podem ir além do centro da família. A escola e nós, alunos, também temos a função de proteger e de ser apoio às vítimas”, pontuou. Para o estudante Hiamanzak Costa, 17 anos, o momento também encoraja àqueles que não conseguem denunciar. “Muita gente tem medo de contar que sofre ou sofreu com isso. Através dessas atividades, encorajamos as pessoas a denunciar e tentar ajudar a acabar com os casos”, afirmou.

Como parte da Rede de Enfrentamento, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) promove ações e programas voltados para a prevenção e garantia de direitos da criança e do adolescente. Para o secretário Cloves Benevides, a violência sexual é uma temática de extrema relevância, que necessita de atenção e políticas públicas que atuem no combate e prevenção. “Infelizmente, Pernambuco e o Brasil ainda sofrem com altos índices de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes. Para o combate, o Governo tem trabalhando na informação junto aos pais, responsáveis e população em geral por meio de campanhas e oficinas, além de fortalecer a rede de proteção para promover o acompanhamento adequado à vítima”, afirmou Benevides.

 Outras ações

Na última terça-feira (08), o município de Chã Grande recebeu o seminário de formação em alusão ao Dia 18 de maio. Participaram do evento profissionais da assistência social, educação, saúde, Ministério Público, Polícia Militar e Conselho Tutelar. Outras ações estão marcadas para acontecer na próxima semana. Dia 15, a Universidade Federal de Pernambuco recebe uma rodada de diálogos sobre a temática, às 14h. No dia 18, em São Caetano, será realizada uma palestra sobre violência sexual infantil, às 9h. No dia 23, a Faculdade Integrada de Pernambuco (Facipe), no Recife, e no dia 29, o Centro de Educação Popular Comunidade Viva, em Caruaru, vão promover seminários sobre o tema.


 
Assuntos: sdscj, dia multicultural, atividade cultural, assistencia social,
Compartilhe: Link para o post: