meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Em encontro de gestores, Funase compartilha avanços e lança seu Mapa Estratégico

| Social, Juventude

Entre os ganhos estão o aumento no número de vagas em cursos profissionalizantes, contratações e reajustes salariais
 

Com a proximidade do fim do ano, a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) faz o balanço dos avanços registrados em 2017. Para isso, reuniu, na última quinta-feira (23), no auditório do Centro de Formação do Servidor Público do Estado (Cefospe), coordenadores gerais e técnicos de todas as 23 unidades distribuídas pelo Estado, além de toda a sua diretoria. Na ocasião, também foi apresentado o Mapa Estratégico Organizacional da Funase, que começou a ser construído em Janeiro deste ano, com a orientação da Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (Seplag).

Para a Diretora-Presidente da Funase, Nadja Alencar, esse é um momento para comemorar as conquistas e também para refletir sobre o que pode ser feito melhor. “Demos um grande salto de qualidade e os frutos começam a ser vistos pela sociedade. Claro que ainda não alcançamos todas as nossas metas, mas estamos avançando e o Plano de Ação de Curto Prazo foi um grande passo. O Governador cumpriu com esse compromisso. Daqui a um ano teremos uma instituição ainda melhor”, disse.

Entre os avanços a Fundação destaca a retomada das obras das três unidades, os Cases Cabo de Santo Agostinho e Jaboatão dos Guararapes, e a segunda etapa do Cenip Recife, que são sistematicamente monitoradas pelo Governo do Estado. Além da liberação de duas grandes reformas, a dos Cases Abreu e Lima e Garanhuns, que devem ter início em breve. Na gestão de pessoas, os ganhos foram também expressivos. Foram nomeados 28 analistas em gestão socioeducativa, provenientes do concurso público de 2013; a contratação de 259 agentes socioeducativos da Seleção Simplificada realizada para a Região Metropolitana do Recife. Este ano foi realizada também a Seleção Simplificada para 100 agentes socioeducativos, que já foram distribuídos nas unidades do Interior do Estado.

Também foram conquistadas melhorias nas condições salariais com o reajuste de 20% dos salários dos agentes e assistentes socioeducativos, tendo mais 20% previstos para o próximo ano. Além da reestruturação do quadro de cargos comissionados alocados às unidades de atendimento. Até setembro deste ano, 1.156 servidores passaram por capacitações e 353 foram inseridos em dois grandes projetos de formação já iniciados. Além do fim do Pedágio.

Os avanços também foram registrados no setor de profissionalização da instituição. Até setembro, 1.929 jovens e adolescentes foram inseridos em cursos profissionalizantes, além de 12 inseridos em estágios, 26 no Programa Jovem Aprendiz e 33 no mercado de trabalho.

Funase lança seu Mapa Estratégico Organizacional

O Encontro de Gestores da Funase foi também o momento de lançamento do Mapa Estratégico Organizacional da instituição. Todo o trabalho para se chegar a esse instrumento teve início em Janeiro deste ano, realizado com a orientação da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag). Para isso, todos os atores envolvidos no atendimento socioeducativo foram ouvidos, por meio de oficinas, preenchimento de relatórios e/ou entrevistas, buscando identificar os pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades da instituição e do trabalho por ela desenvolvido. Também fizeram parte desse processo entidades da sociedade civil e integrantes de instituições parceiras.

As equipes da Seplag e da Funase trabalharam conjuntamente na revisão da identidade e do diagnóstico organizacional; na definição dos objetivos estratégicos alinhados à Estratégia do Governo; e na criação do Mapa Estratégico Organizacional. Assim como no desdobramento dos objetivos em Planos Operativos; na implantação de Sistemática de Monitoramento e Avaliação e na proposição de relatórios.

Segundo o Secretário Executivo de Desenvolvimento do Modelo de Gestão da Seplag, Maurício Cruz, tem-se convivido com um mundo que muda cada vez mais rápido e os desafios são cada vez maiores. “Para poder viver esses novos tempos e entregar melhores produtos, dar transparência as nossas ações, formular políticas publicas melhores, inovar e reinventar, é importante trabalhar as organizações do Estado, não só para hoje, mas também para o futuro e é isso que estamos fazendo aqui, juntos. Estamos transformando a Funase em uma organização que tem foco na efetividade, que exista para atender à sociedade”, destacou. 

Ao final desse processo, a Funase terá um sistema de monitoramento dos planos operativos, o que vai dar mais segurança à instituição, que vai conseguir se antever às demandas. Esse processo faz parte do plano do Governo Paulo Câmara e começou a ser largamente disseminado no âmbito da gestão pública estadual a partir de 2015.​
Cidades: Recife
Assuntos: sdscj, governo de pernambuco, paulo camara, funase, balanço
Compartilhe: Link para o post: