meteorologia

Bacias Hidrográficas

Obra em todo lugar

Veja o que o Governo de Pernambuco está fazendo na sua região.

Blog de notícias

Eduardo anuncia novas medidas de combate aos efeitos da estiagem em Pernambuco

| Agricultura, Administração

O governador Eduardo Campos viajou para o interior do estado nesta quinta-feira (17) para anunciar um conjunto de ações de combate aos efeitos da estiagem que já afeta mais da metade dos municípios pernambucanos. Em Itaíba, a 332 km do Recife, ele divulgou uma série de medidas econômicas de apoio aos pequenos produtores. Entre elas, a que o Governo do Estado vai pagar mais pelo litro de leite comprado aos pequenos produtores e suspender acobrança do ICMS sobre a ração animal.

Eduardo também anunciou apoio logístico para o transporte da produção agropecuária, a compra de estoques de milho para alimentar os animais e a contratação imediata de 30 técnicos para ajudar os produtores a acessar a linha de crédito emergencial de R$ 1 bilhão disponibilizada pelo Governo Federal dentro do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

Cerca de 500 produtores e empresários do setor de laticínio ouviram atentamente o governador durante uma grande reunião no Ginásio de Esportes da cidade, localizada no Agreste Meridional. No encontro, Eduardo explicou que o Governo do Estado irá dobrar o seu investimento no programa Leite de Todos, que atualmente é de R$ 800 mil. Com isso, os produtores vão receber mais. O litro do leite da vaca aumenta mais de 30% e passa dos R$ 0,76 atuais para R$ 1,00. Já o leite de cabra passa de R$1,30 para R$ 1,65, cerca de 20% a mais.

Presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Derivados de Pernambuco (Sindileite), Carlos Albérico Bezerra, vibrou com a nova tabela de preços. “Ontem, nos reunimos no Palácio com o governador para passar as questões cruciais para a sobrevivência da nossa produção agropecuária. Eduardo atendeu a todas as nossas demandas e, mais ainda, veio aqui pessoalmente ampliar o diálogo”, afirmou.

Atualmente, 80% da produção leiteira do estado, que é de 1,8 milhão de litros vêm da agricultura familiar. Itaíba é a cidade pernambucana a com maior produção e a 13° do ranking brasileiro. “São ações importantes para que possamos preservar esse grande patrimônio, que é a bacia leiteira de Pernambuco. Os resultados são em cadeia. Se conseguimos alimentar o gado, ele produz o leite, que é comercializado, gerando renda até a sua chegada à casa das milhares de mães que, por sua vez, precisam desse importante alimento para criar seus filhos”, afirmou Eduardo.

Em relação à suspensão da cobrança do ICMS sobre a ração animal, Eduardo afirmou que além de abrir mão do imposto solicitou a isenção do tributo aos estados vizinhos que comercializam o produto em Pernambuco. “Acredito que até terça-feira terei uma resposta positivado Conselho dos Secretários da Fazenda do Brasil (Confaz)”, disse Eduardo. Outra medida é a contratação de caminhões para fazer a operação logística da ração: “Da mesma forma que funciona com os carros-pipa, o Estado também vai disponibilizar o transporte para ir buscar a ração”.

Eduardo também conseguiu junto ao Governo Federal um desconto de mais de 50% no preço do milho para os pequenos agricultores.O quilo do alimento, que normalmente é comercializado a R$ 40, será adquirido por R$ 18,10. Serão disponibilizadas 300 mil toneladas do cereal. Cada produtor poderá comprar até 60 kg, o que representa uma economia de R$ 1.314,00. Para efetuar a compra, ele só precisa estar cadastrado no Pronaf.

De Itaíba, o governador seguiu para cinco municípios do Sertão: Sertânia, Santa Terezinha, São José do Egito, Itapetim e Brejinho. Em todos eles, Eduardo irá inaugurar, anunciar ou dar início a obras que visam garantir segurança hídrica à região.

Cidades: Brejinho, Itaiba, Itapetim, Santa Terezinha, Sertânia, São José do Egito
Assuntos: eduardo campos, leite, estiagem, pequeno produtor, agropecuaria,
Compartilhe: Link para o post: